quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Penso que André Carrillo dispensava de bom grado mais uma ameaça!...


Exemplos

«Oito golos seguidinhos. A célebre imagem da garrafa de ketchup, feita há uns anos pelo próprio Cristiano Ronaldo, aplica-se que nem uma chuteira no pé do jogador: quando os golos começam, não param. Mais do que isso, é a persistência do português que continua a deslumbrar-nos, a nós e aos adeptos espanhóis. E isso acontece poucas vezes. Nem todos os heróis são sempre heróis. Nem sequer são heróis para sempre.

Veja-se o caso de José Mourinho. Já o vimos ter más épocas, no Real Madrid. Nunca o vimos ter um arranque assim tão mau como este ano no Chelsea. O treinador português não perdeu o jeito, mas perdeu a invencibilidade em Inglaterra. E se continuar desandado na primeira liga inglesa, o seu destino é certo. Irá recuperar?

Voltemos a Ronaldo. Já garantiu o lugar na lista dos melhores marcadores de sempre do Real Madrid. Aos 30 anos, continua numa toada impressionante. Cristiano há de ser incrível até parar de jogar futebol. É um grande exemplo de trabalho e talento.

Outro exemplo é o de Carrillo, mas diferente. O jogador parece estar com a cabeça fora do Sporting e talvez já de lá tenha tirado um pé. Os rumores de que já tem acordo com outro clube (português?) são insistentes, o que se se confirmar significará que Carrillo tem uma enorme cara de pau em manter o suspense de forma a continuar a jogar. Se bem conhecemos Bruno de Carvalho, vai dar-se mal e ter um fim de temporada em Alvalade muito penosa. Infelizmente para o Sporting, Carrillo é pouco menos que indispensável. Mas pode acabar dispensado para as bancadas.

As considerações de Pedro Santos Guerreiro sobre Cristiano Ronaldo e José Mourinho talvez sejam comungadas pela grande tribo do futebol português e serão, portanto, inócuas. É a sua opinião, provavelmente partilhada por muitos.

Já na sua análise ao "caso Carrillo", PSG parece ter conduzido a construção da sua crónica segundo balizas completamente estranhas à independência que sempre procurou exibir ao longo dos últimos anos, pelo menos desde que comecei a ser seu leitor assíduo e atento.

De facto, terei muita dificuldade em deixar de conotar o pensamento que hoje exibe no processo muito particular de Carrillo, com a orquestração já denunciada pelo próprio jogador, de uma multiplicidade de pressões que terão como único objectivo "abanar-lhe o capacete". E isso, atrevo-me a confessar, não julgava ser possível por parte de quem sempre me pareceu lúcido, objectivo, coerente e isento.

O tempo há-de trazer a todos a resposta. Há-de chamar mais depressa do que muitos julgarão, os bois pelos nomes! Mas...

Penso que André Carrillo dispensava de bom grado mais uma ameaça!...

Leoninamente,
Até à próxima

2 comentários:

  1. Bom...

    Isto é tão só a continuação da campanha anti-Sporting Clube de Portugal que existe na comunicação social desportiva (e não só) em Portugal.

    Quiçá, com o alto patrocínio da 'máquina de propaganda do arcanjo gabriel', pois basta alguns dos seus 'cães de de fila' darem o mote no inicio da semana que toda uma 'turbe' de seguidores lambe-botistas segue a amplificar a mensagem ...

    Desde que Jorge Jesus rumou ao SCP tem sido um ataque cerrado, com notícias mentirosas (na sua maioria dos casos) lançadas a um ritmo quase diário...

    Valha-nos o NOSSO discernimento e o NOSSO Sportinguismo para aguentarmos esta lenga lenga! Eu por mim, e no que toca á 'vaca fria' do Carrillo, tudo o que a Direcção do SCP decidir para mim será o correcto! O resto são lérias...

    SL

    ResponderEliminar
  2. Este está a deixar cair a máscara de isento. já são 2 crónicas, neste sentido, em pouco tempo. Parece que a azia e ressabiamento lampião ainda não passaram. O curioso é todos (e são muitos) a atacarem ao mesmo tempo, parece que receberam ordens. O que eu não acredito. SL

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE