terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Os maiores embusteiros do desporto nacional!...

Clique na legenda para saber a verdade!

Eles gostam mais "sem filtro"! Porém...


não lhes faz tão mal à cabeça, coitados!!!...


Os maiores embusteiros do desporto nacional!...

Leoninamente,
Até à próxima

Uma época de sonho para os pupilos de Tiago Fernandes!...


Dois golos decisivos na reviravolta alcançada esta tarde pelos juniores leoninos no Estádio Aurélio Pereira, contra a Académica de Coimbra que marcou primeiro, fizeram de Elves Baldé a figura do encontro . Os leões alcançaram uma saborosa vitória por 4-2, a terceira em três jogos desta segunda fase e comandam destacados a tabela classificativa com 9 pontos, mais 2 que "Os Belenenses" e a 6 do Benfica, com o Porto, campeão em título, em último lugar ainda sem pontuar.

Uma época de sonho para os pupilos de Tiago Fernandes!...

Leoninamente,
Até à próxima

Ambos "losers" e absolutamente dignos um do outro!...



Tão "ladrão" será  o que pretende ir ao "quintal", como o que fica ao "portal"!... 

Um "grande senhor" do futebol europeu, não se prestaria a estas cenas! Talvez preferisse dizer, "pois meu caro senhor, ganhe lá as eleições que depois falamos, não pretenda usar-me para tentar ganhá-las, nem prometer-me o ovo e ele ainda no cu da galinha"!...

Ambos "losers" e absolutamente dignos um do outro!...

Leoninamente,
Até á próxima

Só umas dúzias de iluminados detêm o privilégio da Verdade!...




«No essencial, Bruno de Carvalho fez o que era preciso fazer no Sporting. Concentrou-se numa situação muito delicada que o clube vivia, não ultrapassou todos os problemas, mas encontrou os mecanismos e meios de negociação para que o Sporting pudesse voltar a ser uma instituição com prestígio – recuperando-o –, posição e capacidade para intervir no meio desportivo. [...] Estamos a falar de uma pessoa muito voluntariosa. É um grande adepto, que vive intensamente as coisas e vibra com o Sporting. Ele transmitiu aos sócios e também ao clube uma vontade indomável de avançar num momento, como disse, delicado. [...] 
Não é correcto resumir as eleições a ataques pessoais do senhor A ao senhor B. [...] Isto resulta de um clima de crispação permanente que hoje em dia se vive em Portugal. [...] Quero ver o Sporting preservado enquanto instituição..»
(Eduardo Marçal Grilo, in Record)


Muitas vezes me questiono sobre as razões que levam uma figura ímpar da nossa sociedade como Eduardo Marçal Grilo, brilhante académico reconhecido internacionalmente, Ministro da Educação do XIII Governo Constitucinal chefiado por António Guterres durante longos anos e actual administrador da Fundação Calouste Gulbenkian, a apoiar, entre muitas outras de igual craveira intelectual e projecção social, o candidato Bruno de Carvalho e a fazer parte da sua lista para o Conselho Leonino nas próximas eleições de 4 de Março e a conclusão a que chego é sempre a mesma: tanta gente pobre de espírito e com o passo trocado e...

Só umas dúzias de iluminados em torno de um candidato "flop", detêm o privilégio da Verdade!...

Leoninamente,
Até à próxima

Ó Florentino cresce e aparece, "coño"!...



Ó Florentino cresce e aparece, "coño"!...

Leoninamente,
Até à próxima

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Tipicamente benfas, o meu "primo"!...



Chama-lhe um "primo" meu, afastado, que de vez em quando aparece no Record a escrever umas crónicas giras e de luz intensa, que depois de ter sido mostrada com requintes de sigilo e muita dignidade - sem ironia, juro! -, a porta de saída a João Paulo Almeida e Bruno Mendes, o senhor da foto será "a mais importante contratação dos últimos tempos" daquela instituição cujo plantel de futebol na presente temporada, terá alcançado o "recorde mundial das lesões"!...

Acrescenta esse meu "primo" que "não sei nada de medicina desportiva e desconheço em absoluto quem seja. Mas, tendo em conta que é especialista em lesões musculares e vem do Barcelona, temos razões para acreditar..."

Não terá ousado o "catedrático de ciências políticas" em negar o tal "recorde mundial das lesões", mas nem pestanejou ao ousar arriscar proclamar "a melhor contratação" sem nunca ter visto mais gordo nem mais magro, o pobre doutor Luís com "dois eles e um til"! Fica a imagem para ele fixar!...

Tipicamente benfas, o meu "primo"!...

Leoninamente,
Até à próxima

Muito terá o Real Madrid de aprender com o Benfica!...


Esta segunda-feira a imprensa espanhola dá conta de que o Real Madrid terá oferecido uns "sacos de oferta" ao árbitro da partida com o Villarreal. De acordo com a generalidade dos meios de comunicação espanhóis, o conteúdo dos sacos não era nada de “transcendente”. Lá dentro estariam apenas "porta-chaves, pins e canetas do Real Madrid". São uns amadores estes espanhóis!... (LINK)

Nós por cá há muito que sofisticámos o "processo" e somos um modelar exemplo mundial, evidenciando as nossas proverbiais, simpatia, cortesia e altruismo e tratando de encher a barriguinha dos senhores do apito, entre uma imensa variedade de produtos "gourmet", com apetitosos, ilimatadíssimos e inocentíssimos "vouchers" de afamadas restauração, museologia e não só!...

Muito terá o Real Madrid de aprender com o Benfica!...

Leroninamente,
Até à próxima

Mais próximo da "zona vermelha" que da decência!...


Batalha sem tréguas

«... À entrada para a recta final a campanha eleitoral do Sporting entra na zona… vermelha. O sentimento de vitória com que PMR saiu do debate televisivo lançou-o para ataques mais ferozes, escolhendo agora Ricciardi como alvo. Convenhamos que recorrer a conversas gravadas ‘à socapa’ não é a melhor maneira de chegar a presidente. Compreende-se a necessidade de o candidato jogar todos os trunfos nesta fase decisiva, mas saber resistir a impulsos e ponderar os actos é sempre a atitude mais inteligente...»
(António Magalhães, Entrada em Campo, in Record)

Ao contrário do que sustenta António Magalhães, não me parece que seja apenas "à entrada para a recta final  que a campanha eleitoral do Sporting entra na zona… vermelha"!...

O candidato que todo o universo leonino conhece de há muito como "city lion", sempre terá andado... 

Mais próximo da "zona vermelha" que da decência!...

Leoninamente,
Até à próxima

Os sportinguistas saberão dar nas urnas uma resposta à altura!...


«"Este senhor é um mentiroso patológico. A próxima vez que falasse com ele seria apenas em tribunal, mas vejo-me na obrigação de esclarecer a verdade. Primeiro, reparo que este senhor faz uso de uma conversa privada, gravada ilicitamente, no fundo, recorrendo a métodos mafiosos enquanto mostra um ar de bonzinho. O meu tio-avô José de Alvalade, se visse este candidato a usar estes meios de verdadeira máfia, daria voltas no túmulo." [...]

"Aquelas declarações foram feitas no final da era Godinho Lopes, quando o Sporting se encontrava num estado calamitoso, nomeadamente quase em pré-falência. Não via, na altura, outra solução que não fosse o Sporting abrir as portas a investidores, mesmo que isso implicasse a perda da maioria da SAD."[...]

"O clube estava falido. Não via outra solução. Quem quisesse investir dificilmente poderia ser recusado. Era entre perder o clube ou mantê-lo vivo. Na altura pensei que seria possível, pois se aconteceu com o Man, United, Chelsea ou Man. City, também poderia acontecer com o Sporting. Bruno de Carvalho operou um verdadeiro milagre." [...]

"Tenho a certeza de que estas gravações vêm da outra candidatura, o que mostra a falta de categoria do senhor Madeira Rodrigues. Um discurso muito polido, mas práticas ao nível do pior que se vai vendo por aí. De máfia mesmo. É muito revelador." [...]


"Depois disso [da conversa que ontem veio a público], negociando uma fantástica reestruturação financeira, Bruno de Carvalho conseguiu evitar [que o Sporting perdesse a maioria na SAD] e aí, confesso, tiro-lhe o chapéu. Alterou a reestruturação financeira, conseguiu receitas extraordinárias e equilibrou as contas. Fez algo que eu achava impossível!" [...]

"Quando Bruno de Carvalho recebeu o clube de Godinho Lopes pensei que não haveria outra forma de o salvar senão a alienação de parte da SAD a investidores. A verdade é que estava errado."»
(José Maria Ricciardi, in Record Premium, às 03:01, por Bernardo Ribeiro)

À medida que o "dia D leonino" se aproxima, recrudesce a luta empreendida pelo "daesh lampiânico" contra Bruno de Carvalho e o Sporting Clube de Portugal, em conjugação e simbiose perfeitas com pretensas forças da oposição leonina, cujo "porta-bandeira acidental" tudo aponta para que seja o seu putativo candidato, tão grandes se apresentam as coincidências, entre a divulgação mafiosa da uma conversa de há quatro anos, ridiculamente descontextualizada entre José Maria Ricciardi e Sikander Sattar, e o seu imediato aproveitamento em curiosa conferência de imprensa na própria sede da campanha.

O discurso de irritação e revolta de José Maria Ricciardi é sintomático sobre a perfídia que está a ser colocada no terreno, mas de pouco valerá, face ao maquiavélico ou "goebbelsiano" plano do "daesh lampiânico" e dos seus aliados da oposição no Sporting: "uma mentira mil vezes repetida, acaba por virar verdade"!...

Mas eles não sabem nem sonham o quanto lhes custará percorrer tão ínvios e iníquos caminhos!...

Os sportinguistas saberão dar nas urnas uma resposta à altura!...

Leoninamente,
Até à próxima

domingo, 26 de fevereiro de 2017

De bem com os deuses e com o diabo, acaba-se no purgatório!...


UM DIA EM GRANDE PARA O SPORTING

«O Sporting ganhou no Estoril sem deslumbrar, mas também sem problemas. Os leões foram superiores, viram Alan Ruiz novamente em evidência e Bryan a voltar aos golos e boas exibições, ele que tão má relação tem com a baliza. Não fossem os falhanços de Bas Dost e Gelson e poderiam ter construído um resultado mais dilatado e tranquilo. Bom jogo de Palhinha, diga-se.

Um dia bom também para Bruno de Carvalho. As vitórias alimentam quem está no poder e ver o grupo de JJ voltar ao normal, a equipa feminina a bater o rival Sp. Braga e com recorde de assistências no futebol feminino em Portugal, o futsal na final da Taça da Liga e o andebol a esmagar foram um bom tónico para o presidente. Não que Madeira Rodrigues as deseje, longe disso, mas as derrotas só o poderiam ajudar.

As eleições entraram num momento decisivo e há acusações de parte a parte que são claramente excessivas. Bruno perdeu a fleuma que conseguiu cultivar até ao debate e que o fez perder pontos aí, Madeira está longe do requinte que reclama para si.

Muito interessante a mole humana que se deslocou a Alvalade para apoiar a equipa feminina. Confesso a minha ignorância. Também eu fiquei surpreendido com as pessoas presentes. Há ilações a tirar. Não só que o futebol feminino deve ser visto com outros olhos e um potencial de crescimento fantástico, mas também que o futebol, quando grátis, é mesmo o amor do povo. Que pena os bilhetes serem tão caros...»
(Bernardo Ribeiro, Entrada em Campo, in Record)

Haverá na original "mátria" de Natália Correia que, não por mera coincidência, será também a celebrada "pátria" de Fernando Pessoa, quem tenha alguma dificuldade em cruzar tão "amplo e extenso" território! Mas esse, a meu ver, nunca será o caso de Bernardo Ribeiro, pelo que colocar na boca de Madeira Rodrigues o que ele, com exuberante evidência, tanto se tem esforçado e estafado por negar será, no mínimo, estranho e violento, quiçá mesmo descoroçoante e hipócrita sadismo!...

Estranho será o facto de, na leitura das entrelinhas do discurso do candidato, BR revelar tamanha iliteracia ao ponto de julgar que nesta fase do "campeonato" o homem não reze a todos os seus santos pelas derrotas do Sporting...

Violência estará necessariamente no seu espírito, já que outra coisa não se poderá extrair do flagrante objectivo de mistificar junto dos seus leitores vestidos de verde às listas, o velho chavão da política: " o que parece é"! Madeira Rodrigues, ainda que copiando os mais estafados métodos dos maus políticos, vem demonstrando à evidência não ser o que pretende parecer, muito bem pelo contrário: todos já concluímos que nesta fase o que ele mais deseja serão as derrotas do Sporting!...

Sadismo será o estranho resultado da violência utilizada, consubstanciado na impossibilidade de alguém no universo leonino ser capaz de traduzir os "hieroglifos" a quem BR reservou o papel de mensageiros que "cantando espalharão por toda a parte as entrelinhas da sua arte"!...

De bem com os deuses e com o diabo, acaba-se no purgatório!...

Leoninamente,
Até à próxima

Maior potência desportiva nacional!...



Mais uma vitória, mais um título, mais uma demonstração de mística, talento e classe, da...

Maior potência desportiva nacional!...

Leoninamente,
Até à próxima

Agora sim, agora isto é o Sporting!...


Uma entrada de leão de Luís Martins na liderança da equipa B do Sporting Clube de Portugal: dois jogos, um empate fora, arrancado em Barcelos, contra uma equipa do meio da tabela, e hoje uma vitória em casa perante o Desportivo das Aves, segundo classificado da II Liga. (LINK)

Na próxima jornada o Sporting B deslocar-se-à à Cova da Piedade, numa altura em que a equipa local ocupa o 13º lugar da tabela classificativa e os leões necessitam como de pão para a boca de amealhar pontos para fugirem aos últimos lugares que ditarão a descida ao escalão inferior.

Com 13 jornadas ainda para disputar, surgem no horizonte leonino 5 jogos na casa dos adversários - Cova da Piedade(13º/38 pts), Leixões (20º/31), Santa Clara (5º/44), Penafiel (8º/40) e Braga B (7º/41) -  e 8 jogos no Estádio Aurélio Pereira - Ac. Viseu (16º/35), Freamunde (19º/32), Olhanense (22º/18), U. Madeira (10º/39), V. Guimarães B (14º/37), Porto B (17º/34), Benfica B (4º/47) e Académica (6º/44) -, a missão, sendo difícil, de modo algum se afigura impossível de alcançar, depois de muito bem limpa a mente dos nossos leões, recuperada a mística que aparentemente se tinha vindo a perder e com a contribuição, preciosa, de todos os nossos talentos da equipa principal, cuja disponiblidade Jorge Jesus, em estreita e profunda colaboração com Luís Martins, possa facultar no sentido de remediar o que de profundamente errado até agora havia sido realizado.

Com a presença de Jorge Jesus, hoje espectador atento no relvado nº 1 da Academia, o Sporting B viu-se reforçado e bem com as contribuições de Ricardo Esgaio, André Geraldes, Matheus Pereira e Francisco Geraldes e assim, todo esse esforço, dedicação, devoção e humildade foram recompensados...

Agora sim, agora isto é o Sporting!...

Leoninamente,
Até à próxima

Alvalade é único!...


Alvalade é único!...

Leoninamente,
Até à próxima

Deviam ser despedidos "ambos os três", já!...


Seis anos de "mestrado" no Seixal foram tempo perdido! Os "professores" de Estatística, Geografia e Português... 

Deviam ser despedidos "ambos os três", já!...

Leoninamente,
Até à próxima

sábado, 25 de fevereiro de 2017

Nem sequer em passeio!...



Verdade televisiva

As "pessoas de bem" e as repetições dos lances polémicos na Benfica TV

«"Somos pessoas de bem", dizia anteontem Bruno de Carvalho, mas, em geral, as pessoas de bem do futebol não são as pessoas de bem tradicionais. A essas costumam repugnar, por exemplo, os hábitos tão futebolísticos do autoelogio, das acusações sem a mínima prova ou da exigência de direitos próprios que ainda ontem se recusava aos outros. Se eu escrevesse aqui, todos os dias, que sou o melhor director de jornal do planeta, que tive ideias geniais de que nunca a humanidade se lembrou e que a minha gestão do orçamento devia ser ensinada ao Mário Centeno, seria imediatamente uma pessoa ridícula, nunca uma pessoa de bem. No futebol, a percepção dilui-se e o tique passa quase despercebido, mas a presunção, o egoísmo e a arbitrariedade estão lá na mesma. Esta época, para variar, nem Benfica, nem Porto, nem Sporting têm moral para condenar os ataques uns dos outros à arbitragem, ou para ignorar os erros de que todos, mais ou menos, foram vítimas. A indignação do Benfica vale tanto como valeram as indignações do Porto e do Sporting; e as distorções do Benfica, como o regresso do Apito Dourado ou a tese de que os árbitros estão aterrorizados com os SuperDragões (que eram pessoas de bem até há um mês, pelos vistos), também valem tanto como as distorções da realidade que Porto e Sporting tentaram. O complicado é quando o Benfica se reclama uma pessoa de bem (mais de bem que qualquer outra), por oposição às pessoas de mal que vão atrás. Porque uma pessoa de bem faria questão de repetir, no canal televisivo que é seu e que transmite em exclusivo os seus jogos em casa, todas as jogadas duvidosas e não apenas as que parecem favorecê-lo, como tem acontecido ultimamente com uma desfaçatez notável. Uma pessoa de bem também não negará que isto acontece.»

Eu se fosse ao director de O Jogo, não me arriscaria a passar pelo Colombo!...

Nem sequer em passeio!...

Leoninamente,
Até à próxima

Para o lugar de Adrien só temos um!...



Disse Jorge Jesus no final do jogo que Bas Dost nunca marcou um penalty na vida dele e que quando chegou a Alvalade terá dito que não queria, nem sabia. Parece que o técnico leonino não foi na conversa do holandês e terá conseguido tirar-lhe essa ideia da cabeça, ao mesmo tempo que o foi submetendo a um curso de formação acelerada e hoje, na falta de Adrien, foi ele a quem foi incumbida essa tremenda responsabilidade e... para o primeiro penalti da carreira, até que não esteve nada mal.

Jorge Jesus ainda teve tempo para sublinhar que Bas Dost é o maior goleador do nosso campeonato, sem marcar as grandes penalidades e que 90% dos jogadores que lideram as listas de goleadores dos campeonatos onde estão inseridos são os marcadores de penáltis, pelo que Bas Dost terá de trabalhar muito nesse capítulo, falhando porventura alguns, mas importante terá sido o facto de ter convertido e bem, na primeira oportunidade que teve.

Há dias assim! Dias em que o líder destacado dos marcadores da nossa Liga, se atreve a cometer a "heresia" de falhar escandalosamente dois golos cantados. Andou bem Jorge Jesus em "obrigá-lo" a redimir-se. Bas Dost não poderia nunca entrar no balneário ajoujado com tamanho trauma, o Sporting precisa que ele entre em todos os jogos com a cabeça limpa...

Claro que haverá por aí umas "catatuas" que terão "vislumbrado" o avançado holandês em posição pretensamente irregular antes de ser placado em plena grande área dos canarinhos por Diakhité. "Catatuices" de quem gosta de fazer os outros por parvos com o "fora de jogo posicional", que nada tem de irregular. Irregular foi a placagem do defesa canarinho!...

O Sporting fez uma boa exibição sem o seu capitão?! Bom, isso será uma conversa completamente diferente e decerto que nenhum sportinguista terá a coragem de o dizer. Que a vitória foi indiscutível, não haverá dúvidas. Mas... aos meus botões eu vou dizendo que William não nasceu para fazer de Adrien e que os equívocos de JJ não nos fazem nada bem! Talvez ganhe coragem para receber o Guimarães em Alvalade!...

Já me cansei de dizer que para o lugar de Adrien só temos um!...

Leoninamente,
Até à próxima

Última e grande oportunidade!...


Não andarei muito distante do sentimento generalizado de todo o universo leonino, se trouxer para aqui a afirmação, a meu ver, mais importante de Bruno de Carvalho ao longo de todo o debate da passada quinta-feira na Sporting TV, alguns segundos antes das alegações finais de ambos os candidatos e que, admito, possa ter passado ao lado da grande maioria dos que acompanharam atentamente o confronto de ideias entre os candidatos, por motivos que tanto se poderão ter ficado a dever à velocidade vertiginosa da ponta final, quanto do pouco cuidado e ênfase utilizados pelo candidato, num campo que ao longo de todo o mandato, infelizmente, muito poucas vezes se terá revelado relevante e cómodo para si:

"Espero que nos próximos quatro anos me possa resguardar mais em termos de comunicação..."

Pelos antecedentes sobejamente conhecidos de todos, tenho naturalmente sérias  e fundadas reservas sobre se a dimensão da esperança de Bruno de Carvalho alguma vez ficará próxima daquela que me parece animar o espírito da larga maioria dos sócios e adeptos sportinguistas, sendo para mim inegável e irrefutável que a "vertente comunicacional" para sempre ocupará o pódio dos erros que indelevelmente marcarão o mandato prestes a expirar.

De facto e no meu modesto entender,  a "comunicação" a par das fragilidades da "estrutura para o futebol" e a "presença no banco de suplentes", hão-de ficar para sempre como as marcas com maior carga negativa do seu "positivíssimo mandato"!...

E se pelas profundezas do espírito de Bruno de Carvalho, passar porventura a legítima ambição de deixar na história do Sporting Clube de Portugal, uma marca de saudável longevidade na sua passagem pelo Clube, como já por diversas vezes por aqui o referi...

Esta será a sua última e grande oportunidade!...

Leoninamente,
Até à próxima

Daniel Oliveira só surpreenderá quem não o conhece!...


NO NEWS, GOOD NEWS

«Desde que Vale de Azevedo foi derrotado que o Benfica não se dá ao trabalho de simular um debate democrático. Quanto ao Porto, é uma monarquia há décadas e quem se atreve a criticar Pinto da Costa vai borda fora. O Sporting não é, nunca foi, de ninguém. É verdade que parecia ter-se instaurado um espírito dinástico. Felizmente, esse tempo acabou. E aqueles que falam de "medo" sabem bem quem lhe pôs fim. Bruno de Carvalho poderá ter muitos defeitos, mas dá o peito às balas. E faz o debate na Sporting TV, mostrando que ele está ao serviço do clube mas o clube não está ao seu serviço. Não tenho qualquer dúvida em afirmá-lo: o Sporting é hoje o mais democrático dos três grandes. 

Apesar da fama do Presidente, foi de Madeira Rodrigues que vieram os momentos mais populistas e os ataques mais deselegantes – rendimentos do presidente, zaragatas em discotecas, cuspo no balneário. E foi Bruno de Carvalho que se mostrou mais contido. Criticando o pré-anúncio do despedimento de Jorge Jesus, em contraste com o seu próprio comportamento com Jesualdo Ferreira, deixou claro que polidez de modos não é o mesmo que responsabilidade. Durante o debate, Madeira Rodrigues falou muito dos defeitos de Bruno de Carvalho e pouco dos seus próprios projectos – ficou-se pelos "árabes" e entrou no festival de promessas baratas e deixou um conjunto de frases genéricas. Tentou, várias vezes, espicaçar Bruno de Carvalho, mas não houve casos nem berros. Ninguém terá mudado de voto e era tudo o que o actual presidente precisava. O resto, mesmo que Bruno de Carvalho não o mostrasse no debate, os sportinguistas conhecem.»
(Daniel Oliveira, Verde na bola, in Record)


Daniel Oliveira só surpreenderá quem não o conhece!...


Leoninamente,
Até à próxima

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Será que o candidato também tem investidores na Austrália?!...





Na universidade australiana de Griffith, haverá um singular concurso anual a que poderão concorrer todos os alunos, sobre a definição mais apropriada para o termo mais em voga num dado ano. Aqui há um bom par de anos, o termo escolhido pelo júri terá sido "politicamente correcto" e o estudante vencedor escreveu:

«'Politicamente correcto' é uma doutrina, sustentada por uma minoria iludida e sem lógica, que foi rapidamente promovida pelos meios de comunicação e que sustenta a ideia de que é inteiramente possível pegar num pedaço de merda pelo lado limpo.»


Ainda não consegui perceber por que carga de água é que sempre que penso em Pedro Madeira Rodrigues, não consigo afastar da mente a definição do estudante australiano?!...


Será que o candidato também tem investidores na Austrália?!...

Leoninamente,
Até à próxima

Gostaria de ter escrito isto!...


O melhor espanta-moscas do Bayern

«"Se o Benfica não for campeão prefiro que ganhe o Porto em vez do Sporting." Adivinhem quem falou assim. Pedro Guerra? O Barbas? Carlos Janela? José Manuel Delgado?

Nada disso: a sentença foi proferida pelo maior flop do ano no futebol europeu, o craque Sanches, exímio em exibições num certo banco de suplentes em Munique, onde vai driblando as teias de aranha. Nada que faça recuar a devoção que o lampiónico diário A Bola sempre demonstrou por ele: hoje o matutino da Queimada dedica-lhe 80% da capa e oito(!) páginas de entrevista. Nunca um suplente esteve tão em foco naquele que já foi o melhor jornal desportivo português.

O debate eleitoral de ontem entre os candidatos à presidência do Sporting ocupa na capa desta mesma edição pouco mais que um selo em rodapé. O que é isso comparado com os bitaites do melhor espanta-moscas do banco do Bayern? Espero que Pinto da Costa já tenha enviado um bilhetinho de agradecimento ao rapaz..».
(Pedro Correia, in blog És a nossa Fé)

Gostaria de ter escrito isto!...

Leoninamente,
Até à próxima

Tremendo "stress", muito medo e, sobretudo, insegurança!...



Afirmam os especialistas de muitas áreas da saúde que espumar pela boca pode ser sintoma de um extenso rol de causas. Mas em nenhum caso tal acontecerá por motivos saudáveis ou agradáveis ao sujeito do incontrolável gesto. Nos humanos tanto a raiva quanto a epilepsia ou até a excitação poderão produzir essa marca. Contudo existe o conceito generalizado de que os factores que mais contribuirão para a ocorrência incontrolável de espuma na boca serão o "stress" ou o medo. Os animais irracionais, quando colocados nessas duas situações, em que o instinto se sobrepôe à inteligência, serão a mais consistente prova do que são os humanos e de como reagem.

Quando ontem na parte final do debate eleitoral transmitido pela Sporting TV, assistimos ao flagrante, incontrolado e espesso espumar pela boca de Pedro Madeira Rodrigues, lembrei-me disso...

Havia por ali um tremendo "stress", muito medo e, sobretudo, insegurança!...

Leoninamente,
Até à próxima

Em remate, o vencedor foi... Bruno de Carvalho!...




Naturalmente que o debate da noite passada entre os dois candidatos à presidência do Sporting CP nas eleições de 4 de Março, permitiu ao sportinguista que sou, alinhar um conjunto alargado de conclusões muito pessoais que entendo dever levar ao conhecimento de quem me dá o privilégio da visita. Nesta condição direi:

1 - Competentíssima e inatacável a prestação do moderador Rui Miguel Mendonça, cuja conduta antes do debate foi, por evidente má fé, injustamente admitida por muitos como podendo vir a ter fortes probabilidades de não ser isenta.

2 - Um debato vivo, acutilante e duro de parte a parte, sem no entanto violar a fronteira que a grandeza do Sporting CP  e de todos os seus adeptos naturalmente exigia. 

3 - Prestação inteligentemente contida de Bruno de Carvalho que, sem rejeitar ir à luta nos sucessivos "assaltos" propostos pelo seu opositor neste combate, acabou por obrigar a que a decisão final "por pontos", resultasse da votação dos soberanos juizes apoiantes de cada uma das candidaturas: para os apoiantes de Lista A, o debate foi ganho por PMR, para os apoiantes da Lista B, BdC terá goleado o seu opositor. Exactamente o propósito flagrante do presidente em exercício, interessado na "bonança" que conseguiu alcançar.

4 - Pedro Madeira Rodrigues superou as minhas expectativas, pela desenvoltura e agressividade que me surpreenderam, mas acabou por confirmar a "verdura" que sempre se me afigurara desde o lançamento da sua candidatura: haverá uma série demasiado grande de lacunas no seu conhecimento sobre a missão a que se propôs, que nenhuma demagogia do mundo consegue disfarçar. Não me parece que tenha conseguido convencer um único sportinguista, para além dos seus apoiantes.

5 - Finalmente, o debate afigurou-se-me exactamente igual a um qualquer fármaco vulgarmente designado por placebo: nem fez bem, nem fez mal ao desfecho que todos adivinhamos!... 

Em remate, o vencedor foi... Bruno de Carvalho!...

Leoninamente,
Até á próxima

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

E que seja um debate digno e com a elevação que exige o Sporting Clube de Portugal!...

Composição baseada em grafismo publicado ontem no jornal Record
E que seja um debate digno e com a elevação que exige o Sporting Clube de Portugal!...

Leoninamente,
Até à próxima

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Pouco, muito pouco para missão tão exigente!...




A meu ver e até agora, talvez a primeira e única intenção inteligente revelada pelo candidato Pedro Madeira Rodrigues (LINK), nesta sua desgraçada campanha para as eleições de 4 de Março!...

Pouco, muito pouco para missão tão exigente!...

Leoninamente,
Até à próxima

Um dia teria de acontecer!...


Nem 40 M€ fizeram Bruno de Carvalho ouvir proposta por Bas Dost (LINK)

Imagino o grau de satisfação e o sorriso rasgado que muitos leitores de Leoninamente adivinharão no meu rosto, ao comentar esta notícia. Quero porém alertá-los para o facto de que, sendo verdadeira a minha satisfação e a dimensão do meu sorriso, estarão redondamente enganados quanto às razões que estiveram na sua origem.

É que é minha convicção profunda estarmos a assistir a um dos primeiros, enfáticos, argutos, sagazes e adequados gestos do "novo Presidente do Sporting" que no dia 4 de Março será reconduzido para mais um mandato! E se assim for, preparem-se todos, porque muito provavelmente, "cessaram as palavras e começaram a falar as obras"!...

Um dia teria de acontecer!...

Leoninamente,
Até à próxima

Ser Sporting não se reclama, não se explica, não se presume, somente se vive... ou não!...


"NUNCA VI OS RIVAIS TÃO NERVOSOS" (LINK)

«RECORD: Como parte activa da reestruturação financeira, importa esclarecer: foi Godinho Lopes quem a fez, como o próprio reclama?

JOSÉ MARIA RICCIARDI – Não. No tempo de Luís Godinho Lopes, o Sporting incumpria permanentemente com os orçamentos que apresentava aos bancos. E tinha prejuízos elevadíssimos. São factos. O ambiente não era propício a qualquer espécie de reestruturação, que aliás não se fez. Mais. Na altura, o vice-presidente com o pelouro financeiro [José Filipe Nobre Guedes] até já estava a preparar um PER [Processo Especial de Revitalização]. Quando se está a fazer uma reestruturação, não se prepara um PER, não é?

R: Prepara-se uma falência?

JMR – PER é uma protecção de credores, não tem nada a ver com reestruturação bancária. O Sporting estava perto da falência, isso é indiscutível. Tinha perdido a credibilidade junto aos bancos e os bancos estavam decididos a não acorrer mais às necessidades de tesouraria do clube. Portanto, quem efectivamente fez a reestruturação foi Bruno de Carvalho. Tive a oportunidade de colaborar, através do banco de investimento a que presidia na altura [BESI]. Essa reestruturação foi extraordinária, muito bem conduzida.

R: Com negociações duras...

JMR – Muito. Mérito total de Bruno de Carvalho e Carlos Vieira, é preciso que se diga. E de Guilherme Pinheiro. Resultou numa reestruturação extremamente positiva para o Sporting. Gostava que isso ficasse bem frisado, porque é a verdade.

R: Ainda assim, pode ficar em risco a maioria na SAD com a conversão dos VMOC em 2026?

JMR – O Sporting tem de se munir dos fundos necessários a adquirir uma parte desses VMOC, de maneira a manter a maioria da SAD, conforme é promessa da direcção.

R: Não está preocupado?

JMR – Não. Pela situação financeira do Sporting, pela equipa directiva, por aquele que é o treinador que mais valoriza os jogadores em Portugal, pelos novos contratos com a NOS, pelo aumento das receitas, pela presença na Liga dos Campeões. Não tenho qualquer dúvida de que o Sporting irá ter os meios para resolver este problema.

R: Diz que Jesus é quem mais valoriza os jogadores em Portugal...

JMR – Parece-me indiscutível.

R: Se Madeira Rodrigues for eleito, ele deixará o Sporting.

JMR – Pedro Madeira Rodrigues tem legitimidade, se ganhar, de poder escolher outro treinador. Correcto. Não vejo problema.

R: Mas entende que Jesus é a pessoa certa no lugar certo?

JMR – Disso não tenho qualquer dúvida. Aliás, nunca vi os nossos rivais tão nervosos como agora para desfazer esta dupla, Bruno de Carvalho e Jorge Jesus. Nunca vi. Há muitos anos... Com as outras direcções, a que eu pertenci, estavam sempre muito contentes, nomeadamente com as últimas... Estavam contentíssimos.

R: Acredita que o Sporting será campeão no próximo mandato?

JMR – Com certeza. É preciso perceber outra coisa. Um clube que está sempre a mudar de presidente e de treinador não vai a lado nenhum. Veja-se há quantos anos o senhor Jorge Nuno Pinto da Costa está a dirigir o Porto. E há quanto anos Luís Filipe Vieira está no Benfica. Já se fez um grande trabalho mas é preciso tempo. E o ano passado não fomos campeões por muito pouco.

R: Esperava-se mais este ano.

JMR – Acontece. Mas estamos no caminho certo. 

R: "José Maria Ricciardi queria ser dono do Sporting, escolher presidentes, até jogadores." Como responde a esta acusação de Pedro Madeira Rodrigues?

JMR – Acho ridículo e um atestado de menoridade aos sócios. Os presidentes do Sporting não são escolhidos por ninguém. Quem os elege são os sócios. E em todas as eleições houve alternativas. Acho isso absolutamente ridículo. Segundo ponto: nunca indiquei jogador nenhum, nem treinador. Nunca me meti nessa área, porque fiz parte de conselhos fiscais. Pedro Madeira Rodrigues deve ter sido mal informado.

R: A mesma lista acusa a actual direcção de falar em demasia do Benfica. Concorda?

JMR –Aceito. Esta direcção não é perfeita, ninguém é. Pode ter incorrido nalguns erros. Mesmo assim, fez um trabalho absolutamente notável face à situação em que o Sporting se encontrava. 

R: Esteve muitos anos no Conselho Fiscal e Disciplinar. Por que aceita agora fazer parte da lista de Bruno de Carvalho ao Conselho Leonino? 

JMR – Tenho grande prazer em colaborar com o Sporting. São funções em que eu posso participar, ao contrário de outras, cuja intensidade não permitiria, por causa dos meus projectos e da minha vida profissional.

R: "Ganhe quem ganhar, tem de ser de goleada", para citar Bruno de Carvalho?

JMR – Eu sou um democrata: a partir de 50% é vitória. Aliás, na política, com o nosso sistema eleitoral, nem é necessário. Estou convicto de que Bruno de Carvalho irá ganhar as eleições. A percentagem para mim não é o mais importante.

R: Não tem dúvidas sobre quem vencerá?

JMR – Certezas só no dia do acto eleitoral. Não tenho esse pretensiosismo. Mas tenho a forte convicção de que esta lista irá ganhar as eleições.»

Se porventura eu não pertencesse àquele grupo de sportinguistas capaz de separar entre a legião imensa de adeptos do Sporting Clube de Portugal, o trigo do joio, aqueles que durante as suas vidas procuram servir o Clube na medida das suas possibilidades e capacidades e os outros, aqueles que para ele olham apenas como mero instrumento ou veículo dos seus próprios interesses, talvez não trouxesse para aqui a figura de José Maria Ricciardi ou, se o fizesse, seria para o enxovalhar através de termos menos próprios, deselegantes e injustos, como amiúde todos temos visto por aí.

Mas porque desde há longo tempo me surpreendi e habituei a ver na figura deste homem que, sem nunca negar ou recusar, legitimamente, as suas origens e todo o conjunto de privilégios que o destino entendeu colocar-lhe nas mãos, sempre teve a coragem de afirmar os seus profundos afectos a uma centenária instituição que o orgulha e à qual nunca regateou os seus melhores esforço, dedicação e devoção,  entendi que ele mereceria esta singela homenagem que aqui e agora lhe presto, num momento importante para o futuro do Clube que a todos deveria unir.

A dimensão da surpresa que terá causado a sua clara opção por uma das trincheiras nesta "guerra eleitoral" que a grande nação leonina vai vivendo, tanto terá provocado o espanto e o júbilo daqueles a que se juntou, quanto o desprezo, o escárnio e o deselegante e incompreensível insulto do outro lado da barricada. Contudo e por paradoxal que a muitos pareça, nesta curta entrevista ao jornalista de Record, Vitor Almeida Gonçalves, em nenhum momento José Maria Ricciardi ousou descer ao nível do vilipêndio e da deselegância de que ordinária e recentemente tem sido vítima e, para rebater e reduzir a pó os argumentos de uma oposição impreparada, mentirosa e provocadora, bastou-lhe disparar o "canhão da verdade" para arrasar completamente tudo o que mexia no campo adversário... 

Ser Sporting não se reclama, não se explica, não se presume, somente se vive... ou não!...

Leoninamente,
Até à próxima

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Burros são os que falam em seu nome!...



«COMO DIZIA O PRESIDENTE DO BENFICA HÁ UNS ANOS, SÓ OS BURROS FALAM DE ARBITRAGENS» (LINK)

Depois de um esforço quase sobre-humano para conseguir compreender as entrelinhas de algumas das declarações de hoje de Octávio Machado, muito especialmente quando afirma com toda a convicção que "eu só posso ser julgado por aquilo que disse e não por aquilo que não disse", cheguei a uma conclusão muito clara, linearíssima e afinal contrária ao que até agora julgava: o presidente do Benfica não é burro!...

Burros são os que falam em seu nome!...

Leoninamente,
Até à próxima

Como se na Academia Sporting escasseassem "apostas de futuro"!...



Ainda Fevereiro não chegou ao fim e muito menos esta época desastrosa e frustrante para os adeptos leoninos e o carvão já vai sendo revolvido para a fornalha! Cada um dos jornais e sites que todos conhecemos de ginjeira, já vai despejando sucessivas pazadas do "bendito combustível" (LINK), não vá a "caldeira" perder pressão, o que seria uma grande chatice pelo inconveniente de monta que representaria para os respectivos interesses: é preciso "manter a pressão" sobre o Sporting, mesmo usando e abusando do recurso à especulação ou, se necessário, à invenção. Pelo menos até ao derbi do final de Março...

O "caso Welthon" deveria ter morrido com o fecho da janela de transferências de Janeiro. Mas a firme e progressiva afirmação de Alan Ruiz parece incomodar muita gente, assim como a paulatina inclusão de Matheus Pereira e os regressos a Alvalade de João Palhinha, Daniel Podence e Francisco Geraldes. Nesta condição, é fundamental abanar com a estabilidade emocional de toda esta juventude e nada melhor do que fazer crer estarem os responsáveis leoninos "firmes e hirtos" na busca de outras soluções no exterior.

O "caso Ardaiz", será ainda mais sintomático, dada a idade e inexperiência do jogador uruguaio, pelo que naturalmente, a única consistência da especulação será apontá-lo como "aposta de futuro"! E logo por 3 ou mais milhões, um miúdo de 18 anos!...

Como se em Alvalade não tivessem sido tiradas as convenientes ilacções do passado "mercado de Verão", ninguém soubesse o que fazer ao dinheiro para se abalançar outra vez a negócios de uns bons e gordos pares de milhões e...

Como se na Academia Sporting escasseassem "apostas de futuro"!...

Leoninamente,
Até à próxima

O meu amor pelo Sporting, esse não é secreto!...



Acabadinhos de chegar à minha caixa de correio, os meus boletins de voto já estão devidamente preenchidos e prontos a serem enviados de volta a Alvalade, no mais curto prazo e em correio registado, no subscrito recebido para o efeito, acompanhados da necessária e também recebida declaração dirigida ao Presidente da Mesa da Assembleia Geral do Sporting Clube de Portugal, com assinatura reconhecida notarialmente!...

Tudo certinho, tudo direitinho, tudo em conformidade com aquilo que está democrática e estatutariamente estabelecido, aí vão os meus 6 votos...

Secretos?! Naturalmente que quando forem colocados nas urnas pelos responsáveis das mesas eleitorais, os meus votos serão secretos, como os de qualquer eleitor sportinguista, seja o seu gesto presencial ou por correspondência. Porém...

O meu amor pelo Sporting, esse não é secreto!...

Leoninamente,
Até à próxima

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

E raios me partam se o moço não é digno da saudade de Adrien!...


       NOME: Adrien Sébastien Perruchet da Silva                  NOME: Francisco de Oliveira Geraldes
        NASCIMENTO: 1989-03-15(27 ANOS)                                            NASCIMENTO: 995-04-18(21 ANOS)
        PAÍS DE NASCIMENTO: França                                                   PAÍS DE NASCIMENTO: Portugal
        NACIONALIDADE: Portugal/França                                               NACIONALIDADE: Portugal
        NATURALIDADE: Angoulême                                                        NATURALIDADE: Lisboa (Alvalade)
        PÉ PREFERENCIAL: Direito                                                         PÉ PREFERENCIAL: Direito
        ALTURA/PESO: 175 cm/65 KG                                                     
ALTURA/PESO: 175 cm/67 kg  
        POSIÇÃO: Médio (Médio Centro)                                                   POSIÇÃO: Médio (Médio Centro)
        FORMAÇÃO: Sporting (13/19 anos)                                                FORMAÇÃO: Sporting (8/20 anos)


A mesma formação, o mesmo amor ao Sporting, a mesma altura, o mesmo peso, o mesmo pé preferencial, um talento tão próximo que faz secar as gargantas dos adversários, a mesma posição no terreno, trajecto muito semelhante no final da formação, preponderância e títulos alcançados muito semelhantes nos clubes a quem foram emprestados, regressos a Alvalade ditados pela indiscutível classe revelada nos clubes de empréstimo...

Acham que já chega e fico por aqui?! Ah querem mais?! Pois então ai vai: são ambos inteligentes, evoluídos culturalmente,  possuidores de um carácter, personalidade, integridade e "ímpar sentido de clube" e... agora paro eu, porque outros campos apenas a eles dizem respeito...

Quando Xico Geraldes regressou recentemente ao Sporting, todos sabemos as razões que o trouxeram de volta e não vou dar mais para esse peditório. A fabulosa "nação leonina" aplaudiu de pé, sem que lhe interessasse muito saber a responsabilidade da decisão: tinha e tem, tudo para ser uma glória do Sporting! E ninguém adivinhava então o infortúnio que havia de atravessar-se no caminho de Adrien Silva...

Agora Adrien Silva foi afastado dos relvados por dois meses! E anda todo o mundo, que não nós sportinguistas, a fazer sondagens, inquéritos, crónicas de opinião, sugestões e espúrias invenções para o xadrez leonino: recua este e sobe aquele, deriva um outro e aqueloutro compensa... Um fartote de rir, quando até há quem tenha acreditado que JJ estava a falar a sério quando falou que até a central era capaz de pôr o Xico a jogar! Esta gente nem as pensa ou então jamais há-de ter inteligência suficiente para perceber aquilo JJ pretende dizer! Ou então há-de pensá-las, sim senhor, mas com Maquiavel debaixo do travesseiro! Cruzes canhoto!!!...

Para acabar com esta bambochata vou dizer ao Jorge Jesus, só uma vez, para não o saturar mais do que ele já deve andar, que espero ver o Xico a titular às 18:15 do próximo sábado!...

E raios me partam se o moço não é digno da saudade de Adrien!...

Leoninamente,
Até à próxima

Feios, porcos e maus os homens da redacção de A Bola!...



Duas entradas violentíssimas de Jaime no espaço de poucos minutos, qualquer delas sem a adequada punição disciplinar da parte do árbitro Bruno Esteves, atiraram com Adrien Silva para fora dos relvados entre 6 a 8 semanas (LINK1): lesão do ligamento lateral interno do joelho direito!...

Acredito no arrependimento do jovem jogador vila-condense. De outro modo a imagem acima não nos mostraria a proximidade de Jaime. Mas o mal estava feito e, pelo menos, que sirva para colocar na cabeça de um menino de 19 anos que esta nunca será a atitude correcta para com um companheiro de profissão. Há uma linha muito forte e clara a separar a agressividade da violência! Que Jaime aprenda e não sofra amanhã aquilo que provocou a Adrien...

Mas o futebol, infelizmente, todos os dias e em quase todos os jogos, nos mostra cenas semelhantes que passam completamente à margem do critério que seria exigível aos árbitros. Se Bruno Esteves tivesse sancionado com amarelo a primeira muito violenta falta de Jaime, certamente que o infortunado jogador leonino não estaria agora impedido de, orgulhosamente, capitanear o Sporting. 

Mas bem mais grave do que a violência de Jaime, poderá considerar-se  o modo como foi veiculada a notícia pelo jornal A Bola, alguns minutos depois de Departamento Médico do Sporting ter tornado públicos os resultados da avaliação feita ao jogador (LINK2).

Para o "pasquim escarlate", o tremendo infortúnio de Adrien, os eventuais estado anímico actual e trauma em termos de futuro de Jaime e as pancadas do martelo da consciência de Bruno Esteves, serão coisas, sim coisas, corriqueiras, quase ridículas e de todo insignificantes. Importante, muito importante, demasiado importante até, será que, a uma distância temporal superior ao intervalo de 6 a 8 semanas prognosticado pelos Corpo Clínico de Alvalade, "Adrien estará em dúvida para o derby frente ao Benfica"!...

Feios, porcos e maus os homens da redacção de A Bola!...

Leoninamente,
Até à próxima

PUBLICIDADE