quinta-feira, 30 de junho de 2011

Aplaudir Fábian Rinaudo!!!...

Infelizmente para Rinaudo, a sua Gymnasia de La Plata não conseguiu mais do que um empate 1-1 em casa, na segunda mão do "play-off"  de despromoção à segunda divisão argentina e segue o caminho do River Plate. Descoroçoante e inglório o esforço do novo leão, que merecia partir para Portugal com a satisfação do dever cumprido e o orgulho de ter contribuido para a manutenção do seu clube de sempre.
A esta hora, lambidas as feridas e distribuidos abraços e beijos de despedida, Fábian estará preparando as malas para partir ao encontro do seu maior desafio: tranformar-se de "tripero" como são designados os adeptos do Gymnasia, em orgulhoso e dominador Rei da selva, como são todos os ilustres elementos que constituem a enorme nação sportinguista. Que venha em boa hora e que tenha a maior sorte  e os maiores êxitos do mundo.
Não conheço Fábian Rinaudo, mas pelo que já li sobre a sua vida e carreira, fiquei com a ideia de que se trata de um homem profundamente sensato e equilibrado e com noção clara dos princípios e virtudes que permitem a um homem viver de cabeça erguida. Atente-se que nunca se ouviram recados ou mensagens vindos do outro lado do Atlântico. Um dia, já há algum tempo, deu a sua palavra ao Sporting e foi como se lavrasse uma escritura. Agora que está liberto da palavra sempre afirmada ao seu clube do coração, vem cumprir a palavra empenhada com outro clube, que espero o adopte, o respeite, o acarinhe e incentive e lhe perdoe sempre que com o seu esforço e a sua saudável entrega ao jogo, não consiga os índices e as "performances" espectáveis por todos nós e não duvido por ele também.
Honra para quem soube ser honrado. Vamos ouvir com atenção o que tem para nos dizer quando chegar e no dia da apresentação, estamos obrigados a aplaudir Rinaudo.
Leoninamente,

Até à próxima

Mais três, ou quatro ?!...

Bola Branca, que aqui já referenciei como uma rubrica credível da insuspeita Rádio Renascença, anuncia que estarão por horas as apresentações de mais três jogadores no Sporting Clube de Portugal.
Marcelo Boeck, guarda-redes que na última época foi titularíssimo do Marítimo do Funchal, disputará com Rui Patrício a baliza leonina. O custo equilibrado da operação - fala-se em 500 m€ -, os 26 anos que refere o seu BI e o potencial que evidencia, são parâmetros que deixam supor um bom negócio. A época é longa e desgastante e a vinda de Boeck, dissipando quaisquer preocupações dos adeptos, garante a concorrência e o estímulo que pareciam faltar a Patrício. Marcelo estará neste momento em Lisboa a efectuar os habituais exames médicos e é dada como certa a sua apresentação ainda hoje.
Para a linha média, Luis Aguiar, cujo percurso no futebol português todo o universo sportinguista conhece, parece estar a caminho de Alvalade para uma vinculação de 3 épocas. Ao que se julga saber, terá sido um pedido quase expresso de Domingos Paciência, que o conhece como nenhum sportinguista possa pretender. O seu custo ainda não é conhecido, mas Carlos Freitas, que tem excelentes relações com o Dínamo de Moscovo de onde o jogador procede, terá também feito um negócio que não onere em demasia os cofres do Sporting. Esta contratação deixa quase todos os sportinguista perplexos, na medida em que à primeira vista não seria o sector intermédio o mais carente do plantel. Contudo, não se conhece o pensamento de Paciência, nem a lista de jogadores que o Sporting dispensará ou pretenderá colocar noutras paragens. Quando isso acontecer, talvez se perceba melhor esta insistência em Luis Aguiar, que se encontra em Moscovo para rescindir o seu contrato, para depois rumar a Lisboa, onde é provável a sua apresentação neste fim de semana.
Para o ataque, continua a aposta do Sporting em jogadores extremamente jovens. Agora surge o nome de Diego Rubio que se apresta para chegar a Alvalade. Trata-se da revelação do ano no futebol chileno, tem 18 anos apenas e pertence aos quadros do Colo Colo, onde se vem evidenciando de tal modo que esteve pré-convocado para a selecção chilena e a sua não inclusão na convocatória final para a Copa América gerou uma onda de protesto entre os adeptos chilenos. Parece que os custos da sua transferência se situam à volta de 1M€ e a apresentação do jogador deverá acontecer no início da próxima semana.
Existe ainda no ar o nome de Gael Etock, jovem avançado camaronês de 17 anos, pertencente aos quadros da formação do Barcelona e cujos direitos desportivos o Chelsea se prepara para adquirir, com a intenção de o colocar a rodar durante algum tempo num clube com pergaminhos na formação, sendo o Sporting apontado como a solução mais provável. Consta que Etock se apresentará em Alvalade, para firmar contrato de empréstimo por um ano, no próximo dia 5 de Julho, data em que completa 18 anos.
Godinho Lopes disse ontem que ainda faltavam três ou mesmo quatro contratações. Ele lá sabia o porquê de tal afirmação. Os sportinguistas vão assistindo a todas estas movimentações, onde se nota uma intenção clara de fazer o arranque da época no próximo dia 4, com todas as contratações finalizadas e todos os jogadores que farão parte do plantel às ordens de Domingos Paciência. As excepções serão os jogadores sul-americanos convocados para as respectivas selecções que se aprestam para competir na Copa América e que só estarão disponíveis para se apresentarem em Alvalade em finais de Julho. Carrillo, Rodriguez e Matias Fernandez iniciarão portanto a época quse um mês depois dos seus compamheiros, mas Domingos Paciência terá já planeado convenientemente essa contrariedade.
A confirmarem-se estas últimas contratações, a atenção de toda a nação leonina virar-se-à então para as dispensas e para a forma como irá decorrer a pré-época do plantel que ficar às ordens da equipa técnica. As expectativas não têm limite, mas eu penso que os sportinguistas o merecem.
Leoninamente

Até à próxima

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Eu só peço trabalho, muito trabalho!...

Luis Duque afirmou hoje, à margem da apresentação de novo empréstimo obrigacionista, que o Sporting não se estava a reforçar para o Verão, mas para ser campeão na Primavera.
Compreendem-se as palavras de Duque naquilo que encerram de motivação no plantel e de galvanização e empolgamento nos adeptos. Porém, como eu ficaria satisfeito se o meu Sporting fizesse um campeonato digno, ganhasse todos os seus jogos em casa e reduzisse para uma distância muito curta a tremenda diferença para os dois primeiros com que alcançámos, mesmo ao cair do pano, o 3º lugar. 
Se eu me expressasse em "futebolês", como a grande maioria dos jogadores portugueses, diria que o que é preciso é levantar a cabeça, com os pés bem assentes no chão e disputar o campeonato jogo a jogo. Como na cabeça tenho algo mais que minhocas e como a caixa de mensagens onde escrevo não será propriamente um microfone ou uma câmara que um qualquer jornalista use na busca do sensionalismo bacoco que lhe alimente o emprego ou a promoção, direi, no meu português frontal e directo e parafraseando o nosso treinador campeão de futsal, que ser campeão dá muito trabalho!...
É exactamente isso e só isso que eu peço este ano ao meu Sporting: trabalho, muito trabalho!... Se Domingos Paciência e restante equipa técnica conseguirem que a equipa que escalarem para cada um dos 30 jogos que teremos de disputar, mostre em cada metro do terreno e em cada um dos 5400 segundos do tempo de jogo o trabalho desenvolvido nos treinos, a dedicação que a camisola que envergam lhes merece, a abnegação e o esforço que o seu profissionalismo lhes impôe e o rigor técnico e tático que lhes ministraram e recomendaram, não serei eu a pedir-lhes mais. Eu só quero apreciar em cada ínfimo pormenor, o trabalho que representa a sua execução. Se todo esse trabalho nos trouxer mais um ponto que a equipa que vier a seguir, seremos campeões. Mas se apesar da manifestação de todo esse trabalho ficarmos a um ponto de o sermos, o meu aplauso vibrante de reconhecimento estalará até as mãos me doerem e na época seguinte, aqui, em Alvalade ou seja onde for eu estarei para aplaudir sempre. Porque antes da glória, eu só peço esforço, dedicação e devoção!!!...
Leoninamente

Até à próxima

O arranque será aberto a todos ...

Ontem , no final da Assembleia Geral que se realizou em Alvalade, onde receberam voto favorável os três pontos agendados, Godinho Lopes após um ligeiro balanço dessa reunião magna, falou sobre outros temas da actualidade do Sporting Clube de Portugal.
Confirmou que o organograma para o futebol do clube está pronto e que no dia 1 de Julho, tal como prometera, será apresentado. Aguardamos com inusitado interesse, certos de que será a trave mestra de toda a organização do futebol leonino. Porque não há campeões sem uma grande e eficaz organização.
Reeiterou ainda a firme disposição de toda a sua equipa de dirigentes para o futebol, até ao dia 4, deligenciar fortemente no sentido de os dois reforços, cujas negociações ainda decorrem, sejam apresentados à grande nação sportinguista. Enigmaticamente ou não, quando falou nos dois reforços, acrescentou subrepticiamente e quase em surdina, ou mais!... Para aguardar, sem impaciências, sem pressas, mas com a suspeita de algo mais Godinho Lopes poderá ter na manga ...
Finalmente adiantou uma informação que me apraz registar, sublinhar e aplaudir. No dia 4, no arranque da nova época, o trabalho de campo de todo o plantel será completamente aberto a toda a Comunicação Social, com os jornalistas e reporters de imagem a poderem abordar todos os jogadores do plantel de forma absolutamente livre e sem qualquer tipo de restrições. Penso que será uma excelente medida, esta que o Sporting Clube de Portugal pensa tomar. As paredes de vidros verdes fumados que há muito defendo, podem tornar-se cristalinamente transparentes, sempre que a oportunidade seja conveniente para os interesses do clube. Depois, quando Domingos Paciência quizer o recato e a tranquilidade necessários à objectivação do trabalho que pretende desenvolver com a equipa, a conversa será outra, naturalmente.
Leoninamente,

Até à próxima

terça-feira, 28 de junho de 2011

A "Torre de Ébano" já mora em Alvalade!...

A "Torre de Ébano", como é mundialmente conhecido Oguchi Onyewu, foi apresentado no Auditório Artur Agostinho e disse da sua firme disposição de ajudar o Sporting a recuperar a sua grandeza histórica. Disse ainda que , obviamente, conhecia o Sporting, clube com uma história enorme e que vem para ajudar a conquista do título já este ano.
"Matrix", outra designação que lhe assenta como uma luva, dada a sua impressionante envergadura física, afirmou que a sua vinda para o Sporting foi uma decisão fácil e que será um previlégio representar um clube onde muitos gostariam de jogar. Concluiu dizendo ser um jogador que dá 200% cada vez que entra em campo e estar disposto a colocar todas as sua capacidades ao serviço do clube.
Onyewu chega a Alvalade a custo zero e um contrato de três anos. Será muito provavelmente a parede que Domingos Paciência tanto desejou. Na verdade do alto do seu 1,96 e com 91 kgs de peso, a sua figura atlética impressiona. Laslo Boloni, que com ele foi campeão no Standard de Liége, afirmou hoje que no clube belga Onyewu sempre jogou bem e que é um lider natural em qualquer defesa.
Retirados todos os excessos naturais em qualquer apresentação e os elogios de um homem como Boloni, sempre extremamente correcto e que muitas saudades deixou em Alvalade, sem embandeirar em arco, acho que este atleta representa uma boa contratação, tendo em conta o seu custo de aquisição e o facto de poder colmatar uma terrível lacuna que há muitos anos era patente no Sporting.
Não alinho no grupo daqueles que, esquecendo o instável equilibrio financeiro do clube, desejariam ter visto hoje no Auditório Artur Agostinho, a apresentação de um jogador do outro mundo. Penso que, dentro dos muitos condicionalismos com que se defronta o Sporting Clube de Portugal, acolhemos hoje um jogador que pode ser muito útil ao clube e uma referência da nova equipa.
Faltam cinco dias para o arranque da nossa época.  Previsivelmente ainda receberemos mais um  ou dois reforços e com toda a franqueza não posso esconder o meu optimismo. Não contratámos, porque não podemos, os melhores do mundo. Mas parece-me haver uma extrema competência e realismo em tudo aquilo que até agora foi feito. Se os resultados serão o que todos esperamos, caberá a Domingos Paciência dar a resposta. Eu acredito que o meu Sporting, nem parente vai ser daquilo que vem sendo hábito nos últimos anos.
Leoninamente,

Até à próxima



Assembleia Geral do Sporting

Logo à noite em Alvalade realizar-se-à uma Assembleia Geral, cuja Ordem de Trabalhos tem como ponto principal a aprovação do plano de actividades e orçamento para o próximo ano.
O voto favorável dado pelo Conselho Leonino a este ponto é uma garantia para todos os sportinguistas. Temos um conselho onde estão representadas de forma significativa todas as diferentes correntes e tendências do clube e o voto favorável expresso de maneira quase unânime na última reunião é uma prova insofismável de que todo o universo leonino afina pelo mesmo diapasão.
Outro ponto da ordem de trabalhos será a aprovação do nome de Artur Agostinho para designar o Auditório do nosso estádio. É um ponto absolutamento pacífico. Penso que não haverá um único sócio, adepto ou simpatizante que não esteja de acordo com esta medida. O nome desse grande homem, jornalista e fervoroso sportinguista ficará para sempre perpetuado na memória de todos.
Um terceiro ponto centrar-se-à na criação da Fundação Sporting, uma promessa eleitoral de Godinho Lopes. Confesso que pouco conheço sobre os objectivos da criação desta fundação, nem como dos meios, tempo e modo como vai ser feita a sua implementação. Acredito no altruismo dos promotores e na capacidade de discernimento dos sportinguistas que estiverem presentes na assembleia, no sentido de a mesma não vir a constituir mais um poder entre os demasiados que já proliferam nos bastidores de Alvalade. Certamente que todos serão respeitáveis, desde que não signifiquem fontes de pressão e divisionismo que pouco interessam no momento difícil que o Sporting Clube de Portugal atravessa.
Leoninamente,

Até à próxima

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Matrix no Sporting ?!...

Bola Branca dá hoje como certa a contratação a título definitivo pelo Sporting, do defesa central internacional norte-americano Oguchi Onyewu. A credibilidade desta rubrica desportiva da Rádio Renascença deixa supor que este atleta, de extraordinária envergadura física - 1,96m e 95kgs - e por isso apelidado de Matrix, esteja mesmo a caminho de Alvalade.
Areias, que foi seu companheiro no Standard de Liége, define-o como um jogador descomunalmente forte em termos fisicos, muito rápido  e com excelente leitura táctica. O jogador pertence aos quadros do ACMilan, com o qual ainda tem mais dois anos de contrato.
A confirmar-se esta notícia avançada por BB, Domingos Paciência estará a esfregar as mãos de contentamento, porque parece sempre ter defendido a contratação de uma muralha para o eixo da defesa leonina. Matrix, como é conhecido nos meandros futebolísticos, ainda segundo o testemunho de Areias, é um homem pacato e amigo do seu amigo, com características suficientes para triunfar no futebol português. Vamos aguardar as próximas horas  para podermos confirmar esta notícia.
Leoninamente

Até à próxima

Falta só um jogo a Rinaudo!...

Terminou há poucos minutos o jogo de "play-off" que a equipa do Gymnasia de La Plata, onde actua Rinaudo, disputou com vista a assegurar a manutenção na 1ª Divisão argentina. O Gymnasia perdeu por 1-0 e Rinaudo não foi admoestado com qualquer cartão amarelo, que o impediria de disputar a 2ª mão deste "play-off". Nesta condição, Rinaudo ainda terá de disputar esse segundo jogo, desta vez em casa, para só depois rumar a Portugal. Tudo aponta para que o Gymnasia conquiste a manutenção, já que a margem que o adversário levará para La Plata, se afigura facilmente ultrapassável.
O jogo decisivo parece estar marcado para 4ª feira, pelo que na próxima 6ª feira ou no máximo no sábado, teremos Rinaudo em Lisboa para testes médicos e assinatura do contrato.
Oxalá Rinaudo consiga o objectivo por que tanto tem lutado: vir para o Sporting, mas deixar o clube onde nasceu para o futebol na 1ª Divisão argentina. Outros com nome muito mais sonante baixaram à 2ª Divisão. Que o digam os adeptos do River Plate.
Leoninamente,

Até à próxima

domingo, 26 de junho de 2011

Uns não fazem nada, outros tanto...

"Não fiz nada no Sporting"!... Estas são as palavras mais importantes de uma entrevista de Florent Sinama Pongolle ao jornal francês L'Equipe, agora que já encontrou outra teta para mamar. Na verdade nunca lhe pesaram os 6,5 M€ que o Sporting gastou para o contratar, nunca fez por justificar tamanho investimento e agora tem o descaramento de afirmar uma evidência desta natureza. O homem, tal como o jogador, não prestam. O meu profundo receio é que no final da época tenhamos que o aturar de novo. Que pena que a legislação portuguesa não contemple qualquer penalização para gestores de uma sociedade anónima, responsáveis por tamanho e danoso acto de gestão.
Que pena que eu tenho de um tal "PalSerge" que, em vez de estar calado, como aqui já o aconselhei, continua a debitar baboseiras em consecutivas entrevistas, onde assegura que Pongolle é um bom profissional, mas coitadinho, não teve sorte no Sporting. De raspão, gostaria que alguém me dissesse se já apareceu algum dirigente maluco com a disposição de o contratar. Mesmo na 3ª Divisão ou nas distritais onde militam quase só amadores...

Diogo Salomão também já terá a sua situação definida. O Deportivo da Coruña parece-me uma boa solução. Caído na 2ª Liga espanhola, o Deportivo quererá regressar rapidamente ao primeiro escalão e Diogo ver-se-à envolvido num futebol altamente exigente, duro e competitivo, precisamente a lacuna que ainda transporta em si. Boa decisão também dos dirigentes do Sporting de recusarem qualquer cláusula de opção. Tudo aponta para que esteja ali um diamante por lapidar, missão incompatível com o Sporting desta temporada. Para o ano que vem, ganhando uns quilitos de massa muscular e adoptando um novo espírito competitivo, talvez Salomão possa explodir. Nos "mentideros" consta que este empréstimo de DS, terá a ver com o interesse do Sporting em Guardado. Pouco consistente esta tese, mas os próximos dias dirão se tem ou não significado.

Gostei de conhecer, pela rama naturalmente, as razões que levaram o presidente Godinho Lopes a Angola. Sem me deter com a objectividade que desejaria, nas possibilidades que apontam para a busca de investimento angolano em fundos ligados ao Sporting, dado o completo desconhecimento que quase todo o universo leonino possui sobre a matéria, haverá para além disso, dois pontos importantes para o Sporting Clube de Portugal. O primeiro, centrado na eventual implementaçãao de uma nova Academia Sporting em terras angolanas, para a qual o governo de Luanda já terá disponibilizado terrenos. O segundo, relacionado com o renascimento do Sporting Clube de Luanda. Só quem conhece bem o sentimento que milhares e milhares de angolanos nutrem pelo Sporting Clube de Portugal, poderá alguma vez compreender o alcance do empurrão que Godinho Lopes agora terá protagonizado. Senti-me bem representado por ele naquela terra e com aquele povo, de que muito gosto, respeito, admiro e tenho saudades. Que o êxito acompanhe todas as suas intenções.
Leoninamente,

Até à próxima

sábado, 25 de junho de 2011

De hora a hora a coisa melhora !!!...

Ontem elogiei a paciência do trio responsável pelo futebol do Sporting, por via dos processos que vem adoptando para a resolução do intricado problema dos excedentários do plantel. Elogio que bem merecem, na medida que não é fácil afastar um bacorinho, quando com voraz apetite, abocanha a teta da sacrificada mãe. Já experimentaram?!... Pois eu já e podem acreditar que não é de todo fácil.
Ironicamente, alguns rumores que há dias circulavam, sofreram hoje um surpreendente avanço: Pongolle está de malas feitas para o St. Étienne, Grimmi parece fazer parte do negócio da contratação de Fábian Rinaudo e deve regressar às pampas e Caneira regressará, ao que se diz, a Aveiro, cumprindo por empréstimo, o último ano de contrato vom o Sporting.
Nenhum destes três negócios, do meu ponto de vista, poderá ser considerado bom para o Sporting. Pongolle, é certo que não sobrecarregará a tesouraria leonina durante 10 meses, mas dificilmente a cláusula de opção de compra por parte do clube francês será accionada no final da época que agora vai começar. Gordo, anafado e com um ódio visceral ao trabalho, será recambiado para a procedência no final da época. E lá teremos de levar de novo com ele a mamar na teta. Oxalá eu me engane redondamente!
A inclusão de Leandro Grimmi no negócio de Rinaudo trará, se se concretizar, dois claros benefícios: a redução do custo do passe do valoroso médio e a libertação do Sporting daquele estorvo que nos custou os olhos da cara. Oxalá se concretize o negócio!
Finalmente, o empréstimo de Caneira ao Beira-Mar, ainda que naturalmente o Sporting tenha que pagar parte considerável do ordenado - é um jogador que mama muito e a teta do clube aveirense, mesmo com as vitaminas iranianas, sózinha não será por certo suficiente! - resultará num decréscimo do custo mensal que acarretava e na libertação definitiva do emplastro.
Dos dois restantes, quer-me parecer que o brasileiro Pedro Silva constituirá uma tarefa relativamente fácil, sendo um caso financeiramente parecido com o anterior. Já quanto ao tardiamente "sportinguista desde pequenino" tenho a convicção de que só terá uma solução: pagar e esquecer o ruinoso negócio que JEB e FC fizeram em nome do Sporting. Quisera enganar-me completamente e a enorme paciência da nossa tríade consiga êxito nessa missão impossível.
Aos casos que ontem analisei como os mais difíceis, faltará acrescentar Pedro Mendes, Zapater, Vukcevic e alguns jovens da nossa Academia. Estes últimos serão facilmente colocados a rodar um ano em clubes onde possam evoluir e amanhã regressar à casa mãe, onde as soluções nessa altura já serão muito maiores, tendo em conta o previsível arranque da equipa B na próxima época. Com os outros três o prognóstico afigura-se-me difícil, porquanto nem Domingos Paciência até agora emitiu qualquer opinião. Desejará vê-los evoluir na pré-época? Ou também são para descartar?!...
A próxima semana afigura-se-me decisiva. Tanto na resolução de todos estes potenciais excedentários, como nas três contratações que penso ainda faltarem. Preparemo-nos para grandes surpresas, com a esperança que no dia 4 o Sol brilhará na Academia.
Leoninamente,

Até à próxima

sexta-feira, 24 de junho de 2011

É precisa paciência de ... caracol !!!...

Não sou adepto da utilização de um discurso que não se subordine às mais elementares regras do decoro. O título que hoje utilizo é um arremedo daquilo que todos já imaginaram, mas o decoro que prezo levou-me a inventar uma palavra que tivesse uma simbologia parecida. Devo confessar contudo, que tive a palavra certa uma porção de vezes escrita. Mas o decoro ...
Bom, bem ou mal resolvida a questão, quero dizer que tenho vindo a apreciar a dita, a tal paciência que tanto queria explicitar, da tríade de dirigentes que no nosso clube, vai fazendo os possíveis e os impossíveis por desmamar um bom conjunto de jogadores que persistem em continuar agarrados à teta que, de forma irresponsável e incompetente, outros lhes puseram à disposição.
Não devo nada a nenhum desses senhores, pelo que não me custa absolutamente nada chamar os bois pelos nomes, como tanto gosta de dizer o nosso simples mas sábio povo. Comecemos então.
Maniche está no primeiro lugar do ranking! Só ele acredita no sportinguismo que apregoa. E só ele ainda não se apercebeu que os anos não perdoam e que em vez de solução é hoje um  problema para o clube que apregoa ser seu desde pequenino.  Só ele ainda não deu conta de que todas as suas actuais capacidades são incompatíveis com as necessidades do Sporting. Só ele ainda não constatou a forma como se arrasta pelo rectângulo de jogo depois de cumprida a primeira correria, o primeiro desarme e a primeira má entrega. Um verdadeiro atleta, um homem íntegro e sportinguista dos sete costados, já teria tido a inteligência de nisso reparar e de libertar aquele que diz ser o seu clube do coração das grilhetas contratuais, para as quais muito contribuiu um  pobre e infeliz treinador que lhe permitiu, sabe-se lá com que intenção, cumprir os tais 20 jogos em provas oficiais. Em vez disso vai esticando a corda à espera do tal milhão de euros que representará o seu despedimento pelo clube. Recuso-me a escrever o nome que me apetece, mas quem me lê sabe o que gostava de escrever.
 Pongolle está no segundo lugar do ranking! É um caso diferente do anterior. Este é o exemplo acabado do puro mercenário, cuja preocupação até hoje, em todos os clubes por onde passou nunca deixou de ser o cheque do fim do mês. No Sporting, aproveitou as debilidades clínicas da filha, para justificar todo o seu mau profissionalismo. Conheço alguém, que no próprio dia da morte de seu pai, entrou no balneário, vestiu honradamente a camisola do Sporting e foi para dentro do campo dar o melhor de si pelo clube que lhe pagava. E não era, nem é, sportinguista desde pequenino. Mais tarde, já como treinador deste clube, por razões que todos conhecemos, rescindiu o seu contrato por mútuo acordo das partes, mas ... não quis receber nem um tostão de indemnização. Isto é um homem!... O sujeito deste parágrafo, além de fraude como futebolista é uma fraude como homem.
Pedro Silva ocupa o terceiro lugar do ranking! Mais um erro de casting que outra coisa. Não apresenta características que se possam comparar com o anterior. Teve até a humildade de aceitar o empréstimo para uma equipa de nível bem inferior, mas o cheque em cada mês foi sempre igual. Alguém teve de suportar o complemento e mal terminado o empréstimo veio de imediato para a CS gritar a sua firme disposição de regressar à origem. Pudera, a teta estava lá à espera!
Leandro Grimmi ocupa o quarto lugar no ranking! Outro erro de casting do tamanho do mundo. A época que agora terminou deveria fazê-lo pensar que já não é jogador para o Sporting e se a dignidade não fosse uma palavra vã, seria o primeiro a chegar a acordo com o clube e partir para uma outra qualquer aventura. Mas a teta, sempre disponível a tempo e horas...
Marco Caneira ocupa o quinto lugar no ranking! Outra contratação errada. Será um caso diferente dos anteriores. Considero-o uma pessoa minimamente decente, mas até num razoável pano cai a nódoa da indignidade. Qualquer homem, na verdadeira acepção da palavra, se não se sente desejado seja onde for, parte para outra, vai à sua vida, não quer ser estorvo de ninguèm. Este quis fazer do Sporting um centro nacional de pensões. Quem seria capaz de se conformar com uma época inteira a treinar sózinho, sabendo que nunca iria jogar ?!... Parece agora disposto a ingressar no Beira-Mar, mas ainda gostava de saber o que essa opção representa de custos para o Sporting.
Não imagino nem o tempo, nem o modo como cada um destes casos vai ser encerrado. Não me passa pela cabeça o destino, desportivo ou não, de cada um deles. O que consigo imaginar é a tremenda paciência que a nossa tríade de dirigentes do futebol tem de exibir em cada dia que passa sem que uma solução, que não seja a vassourada, seja encontrada. Imagino as vezes que entre os três já tenha sido discutida mesmo, a famigerada vassourada. Mas sei que terá havido sempre uma e outra ou ainda outra voz, mais poderada e menos explosiva a apaziguar os ânimos e a fazer com que todos considerem e concordem que acima, muito acima dessas legítimas ganas, estão os interesses do Sporting Clube de Portugal. Mas que é precisa uma paciência de ... caracol, lá isso é!!!...
Leoninamente

Até à próxima

Só faltam três, mas bons !!!...

Há alguns dias que me chegou ao ouvido o interesse do Sporting num esquerdino franco-turco que militou num clube da 2ª divisão francesa e sobre o qual o Barcelona mostrou interesse em contratar na passada época mas em que, por motivos que desconheço, a abordagem terá esfriado. Agora o negócio com o Sporting avançou mas estaria dependente da resolução de alguns problemas que envolveriam o jogador com o clube que  representava e nunca seria eu, com a sua divulgação, que me permitiria prejudicar, fosse de que forma fosse, o seu êxito.
Desde ontem que os orgãos do costume começaram a divulgar a aproximação das duas partes e hoje mesmo a Rádio Renascença, na sua rubrica Bola Branca, trouxe à luz do dia a eminência da concretização de tal contratação. Cessou portanto a necessidade do meu recato.
O tal jogador, jovem de 19 anos, chama-se Atila Turan, com 1,76 mts e 79 kgs, um esquerdino nato e habitualmente convocado para todas as selecções jovens francesas. É um ala esquerdo de grandes potencialidades e que além de exímio marcador de livres de longa distância, pode também desempenhar com muita qualidade o papel de defesa esquerdo.
Segundo ainda a Bola Branca, o jovem estará neste momento em Lisboa em conversações com o Sporting, mas as citadas dificuldades que há dias me tinham sido apontadas com o seu clube de origem, o Grenoble, - cuja extinção é dada como certa nos meios franceses - ainda se mantêm, pelo que muito naturalmente o Sporting Clube de Portugal estará a adoptar um papel de reserva e recato perfeitamente compreensível, enquanto aguarda o desenvolvimento do processo de extinção do clube e a consequente transformação do atleta em jogador livre.
Atila Turam será, ao que consegui apurar, um jogador com bastantes semelhanças com Santiago Arias, só que actuando do lado contrário. Completará, a meu ver, aquele trio de jovens promissores a que Carlos Freitas sempre se referiu, como promessas de futuro e sobre os quais não recairão para já as exigências e a pressão que costumam ser habituais em todas as contratações.
Apesar de defensor acérrimo do aproveitamento da nossa formação, não vejo estas opções como erros ou vias que consubstanciem a negação do que defendo. Antes como um complemento que pode vir a revelar-se no futuro como absolutamente correcto, particularmente pelos reduzidíssimos custos que representam.
A confirmar-se todo este processo, teremos na próxima época, Carrillo, Árias e Turan e mais 23, pelo que faltarão, se a minha análise estiver correcta, mais um central, um ala esquerdo e um avançado, estes mais certezas que esperanças. Começa o dia D a aproximar-se, mas estou confiante que os próximos dias trarão as respostas por que todos esperamos. Aguardemos.
Leoninamente

Até à próxima

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Quem aposta comigo?!...

Olegário Benquerença é um mau árbitro de futebol.
Não que as suas capacidades técnicas o impeçam de atingir a craveira que muitos lhe auguravam. Mas porque a sua personalidade, o seu carácter e o seu sentido de justiça são dos piores exemplos com que a arbitragem portuguesa se confronta. Não faltam, ao longo de toda a sua carreira, provas mais do que suficientes do que esse senhor é capaz, mas não está no meu espírito a sua enumeração e detalhe, até porque seria uma tarefa demasiado longa e fastidiosa, tanto para mim como para quem me lê.
Acontece que este árbitro, pela péssima classificação alcançada na época que há pouco acabou, corre o potencial risco de perder as insígnias da FIFA, caso não consiga classificar-se entre os 12 melhores árbitros nacionais na época que dentro de poucas semanas vai começar. São as regras daquela organização e contra elas nada poderá fazer o famigerado sistema, os apitos dourados, os cafés com chocolate e todas as frutas e quinhentinhos do mundo!...´
Acresce que, como é do conhecimento de todos, os proventos materiais que resultam de uma regular participação nas provas da UEFA e FIFA, poder-se-ão classificar, face à condição económica do nosso país, como quase insultuosamente obscenos.
Olegário Benquerença nunca terá pensado nos riscos que a sua carreira internacional correria, sempre que se dispôs a colaborar com o sistema instalado ou a trocar a justiça que a sua função lhe exigiria, pelos favores de circunstância ou de alguma forma ligados à camisola que sempre envergou sob a camisola de árbitro, que uma agência imobiliária tem patrocinado por preço que adivinho elevado por nunca ter sido, que eu me tenha apercebido, divulgado publicamente.
Nesta condição, eu gostaria de desafiar qualquer um dos meus ilustres leitores para uma aposta que não poderia ser mais original: quem quer apostar comigo em como na próxima época Benquerença vai ser um exemplo de virtudes e de boa arbitragem?!... Fica o repto a quem o quizer aceitar.
Leoninamente,

Até à próxima

O leão Izmailov já trabalha no duro!!!...

Que dizer de um atleta, que prescinde de quase um mês de férias, para iniciar mais cedo que os seus companheiros a sua preparação física, de modo a poder recuperar completamente as mazelas de uma cirurgia que o afastou dos relvados quase um ano e a estar num plano de forma que lhe permita enfrentar a dureza habitual de todas as pré-épocas?!... Como catalogar o profissionalismo deste homem, que todos os dias, invariavelmente, se apresenta na Academia e cumpre nos nossos ginásios um duro programa de mais de três horas de múltiplos, variados  e certamente violentos exercícios?!...
Esse atleta é Marat Izmailov, que algumas vezes critiquei e que esteve mais de uma vez bem perto da porta de saída do Sporting Clube de Portugal, em reflexo de atitudes e comportamentos eventualmente menos correctos para com o clube e/ou para com alguns seus ex-dirigentes.
Marat Izmailov foi recuperado para o futuro do Sporting. Todos sabemos quem foi o sujeito dessa recuperação e as condições em que ela se verificou. Mas o que quero aqui e agora sublinhar é a resposta do atleta, a sua indómita vontade de pagar ao Sporting Clube de Portugal - nas suas próprias palavras! - a dívida que com este contraiu. 
Daqui do meu canto desejo a Izmailov a maior das sortes e o mais rotundo êxito na próxima época e em todas as seguintes. O seu triunfo será o triunfo de todos nós. No jogo de apresentação, que ninguém se esqueça de prestar a Marat o tributo do nosso reconhecimento. Eu vou fazê-lo, até as palmas das mãos me doerem!...
Leoninamente,

Até à próxima

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Pedro Luz ainda está no Sporting?!...

Ao recurso apresentado pelo departamento jurídico do Sporting Clube de Portugal ao Conselho Juridiscional da Associação de Futebol de Lisboa, no sentido de serem suspensas as penas de desclassificação e despromoção da sua equipa de Iniciados C, por manifesta severidade das mesmas, face à prevaricação cometida pelo Sporting, foi dado total provimento.
Nesta condição a equipa de Iniciados C manter-se-à na 1ª divisão distrital como até aqui. A notícia publicada no site do Sporting nada refere sobre a atribuição do título, mas parecerá obvio a qualquer leigo nestas questões, que ao Sporting seja de novo atribuído o título que lhe tinha sido retirado.
Por uma vez um organismo juridiscional de futebol fez justiça!...
Mas este episódio não me faz retirar uma vírgula ao que aqui escrevi sobre o assunto, nem esmorece o meu desejo profundo de ver o responsável directo sobre esse triste acontecimento despedido. Por isso é com enorme pasmo e revolta que pergunto: Pedro Luz ainda está no Sporting!!!...
Leoninamente,

Até à próxima

Ser campeão dá muito trabalho!...

Orlando Duarte, o treinador campeão de futsal é o paradigma que todo o sportinguista quer ver exaustivamente repetido em todas as modalidades que são praticadas no clube. O homem que afirma que por desconhecer o futuro e já não ser dono  do passado, vive apenas o presente, provavelmente estará a esquecer que todos os sportinguistas lhe prestam a homenagem de o obrigar a ser "dono de um passado" glorioso no Sporting Clube de Portugal.
Orlando Duarte é um homem tão lúcido quanto vibrante e emotivo. Tão competente, como inteligente e trabalhador. Orlando Duarte merece a homenagem de toda a nação leonina!!!...
É que para ser campeão, para conseguir preparar, rotinar e mecanizar um modelo de jogo eficaz e atractivo, numa equipa constituída por jogadores fabulosos, mas necessariamente diferentes na acção e concepção de jogo, é necessário muito trabalho: para alcançar o título, Orlando Duarte e os espectaculares jogadores que o acompanharam nesta verdadeira odisseia, precisaram de efectuar 254 treinos e 94 sessões de ginásio, apreciar e estudar 120 videos de jogos e disputar 65 jogos. É obra queridos amigos sportinguistas!... A nossa missão, de os incentivar, aplaudir e vitoriar nos jogos ou de sofrer e roer as unhas frente ao ecrâ televisivo, é uma autêntica gota de água no enorme mar de trabalho que estes homens tiveram de atravessar.
Por mim,  Orlando Duarte  já é património do Sporting e merecedor do  reconhecimento de todos.  Desejaria eu vê-lo como nosso treinador por muitos e bons anos!.. A minha grata e sentida homenagem pelas alegrias que nos tem proporcionado e pela certeza da continuação na senda que tão gloriosamente vem prosseguindo.
Como nota de rodapé, eu, acérrimo defensor da nossa formação de futebol, quero regosijar-me pela renovação contratual de Zézinho. Acabou por ter um final feliz o complexo processo que rodeou esta renovação, com um jogador em que grande parte dos sportinguistas depositam as maiores esperanças.
Leoninamente.

Até à próxima

terça-feira, 21 de junho de 2011

10 milhões de euros ?!...

Pronto, está consumada a 5ª contratação do Sporting. Desta vez o desfecho estava anunciado e a CS pôde dar asas à sua voracidade e saborear o minúsculo rebuçado que o leão lhe ofereceu.
Dizer que a vinda de Santiago Árias me trouxe grande satisfação era mentir descaradamente. Aceito a sua vinda, mas não a compreendo. Admito que a tríade do futebol leonino terá razões que a minha razão não entende. Temos João Pereira como indiscutível titular - no clube e na selecção!... -  e o regresso de João Gonçalves completava suficientemente as nossas necessidades. Ainda não consegui adivinhar o que irá ser feito com mais este jogador, mas dou um claro benefício da dúvida aos decisores. Que venha o próximo, até porque faltam apenas duas semanas para o início dos trabalhos e eu há muito concluí que por cada dia que um jogador chegue depois do arranque, demorará depois sempre mais uma semana  até atingir o plano de forma dos restantes.
Anda no ar a possibilidade de Ricardo regressar ao Sporting. Quero dizer que não me repugnaria absolutamente nada esse regresso, se balizado pelo custo zero da aquisição e por um vencimento igual ou inferior ao de Tiago. Esta operação permitiria ao Sporting ficar absolutamente descansado na baliza e implicaria a saída de V.Golas para rodar, num clube da Liga Orangina, onde fosse titular absoluto, regressando para o ano, com a previsível saída de Tiago. O jovem guarda-redes teria tudo a ganhar com uma solução deste tipo e o Sporting também. O caso de Ricardo ficaria a constituir o exemplo acabado, para todos os promissores jovens da nossa Academia, daquilo que todos eles nunca deveriam fazer: nenhum jovem e promissor jogador deve alguma vez pretender ou aceitar sair do Sporting, para um clube de prestígio e competitividade manifestamente inferior. Mesmo a troco seja do que for!...
A saída de Villas Boas para o Chelsea, para além de trazer a reposição de uma série de verdades encobertas pela falácia nortenha, estará a gerar um cómico "warm-up" entre a classe de treinadores portugueses, todos em bicos de pés e com sorrisos melífluos e descarados. É a vida!...Por mim, assisto com toda a "paciência" do mundo ao desenrolar da novela. Tenho as minhas suspeitas, que o recato de sportinguista não me permite revelar. Mas há um boato que já por aí circula que eu adoraria ver transformado em realidade. Não só por enfraquecer o rival do Norte, mas fundamentalmente porque se traduziria num encaixe muito próximo dos 10 M€ para o Sporting. Vocês sabem do que eu estou a falar...
Leoninamente

Até à próxima

Mais uma agradável notícia...

No site do Sporting, acabo de tomar conhecimento, através das palavras de Eduardo Barroso, presidente da Mesa da Assembleia Geral do Sporting Clube de Portugal, da forma como decorreu a reunião de hoje do Conselho Leonino.
Sabendo embora a forma apaixonada como Eduardo Barroso se refere a tudo o que diga respeito ao nosso glorioso clube, não posso deixar de convidar todos os sportinguistas a visitarem tão depressa quanto possam o nosso site. Para que se possam aperceber de que algo de muito bom, algo de surpreendentemente bom estará a nascer no nosso Sporting Clube de Portugal. Merecerá a pena passar pelo site e avaliar a forma, o interesse, o empenho e a paixão com que os orgãos mais importantes do clube estão a tratar do futuro do Sporting Clube de Portugal.
Mais palavras desvirtuariam completamente a agradável surpresa que será a leitura que recomendo. 
Leoninamente,

Até à próxima

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Tranquilamente!!!...

Está a ferver o mercado !...
As notícias caem em catadupa nas redacções e cada vez que clicamos num site da internet as surpresas são mais que muitas. Mas, ironicamente, o nosso Sporting não é apanhado nestas convulsões. Em Alvalade vive-se agora um clima de paz, de tranquilidade, de serena confiança. A nação sportinguista sabe há muito o que quer e para onde vai.
Santiago Arias, tranquilamente e sem palavras, chegou à Portela. Estará neste momento a contas com os exames médicos de avaliação. Depois irá conhecer Alvalade, o Mundo Sporting e assinar os papeis. Já é uma rotina, já faz parte do nosso modo de ser e de estar. Acabaram as dúvidas permanentes e já nem a impaciência vive em nós. Obrigado Godinho Lopes! Obrigado Luis Duque e Carlos Freitas! Vocês não imaginam o bem que nos estão a fazer.
Faltam ainda alguns reforços?!... Não há problema. Todos nós sabemos que amanhã ou depois virão. Ou para a semana que vem. E também sabemos que quem tiver de sair, sairá no dia oportuno e para onde for mais conveniente para o nosso Sporting Clube de Portugal. Agora somos assim, sentimos assim, calma e tranquilamente!...
À nossa volta andam os milhões à solta. Fazem-se e refazem-se equipas, algumas em duplicado. Uns tem treinadores, outros pensavam que tinham e afinal agora entraram na vertigem da procura. Nós temos Domingos Paciência há muito e também há muito escolhemos um rumo para a nossa vida. Com precisão e muita, mas mesmo muita tranquilidade. Faltam poucos dias para começar o trabalho em Alcochete. Neste caso sim, todos estamos impacientes...
Leoninamente,

Até à próxima

domingo, 19 de junho de 2011

Nuno Gomes no Sporting?!... Não !!!...

Há uns dias atrás, critiquei aqui as palavras de Carlos Xavier, sobre a possibilidade de o Sporting poder contratar Nuno Gomes e admiti que aquele distinto e fervoroso sportinguista não estaria bom da cabeça.
Hoje a minha ideia sofreu novo revés, que me chegou por duas inesperadas vias. Luis Freitas Lobo, que considero um dos mais autorizados e respeitáveis comentadores de futebol da comunicação social portuguesa, no seu comentário das manhâs de domingo na RTP1, defendeu a tese de que Nuno Gomes seria uma boa contratação para o Sporting. Também Luis Paulo Rodrigues, no insuspeito e por mim seguido e admirado blog sportinguista "Leão da Estrela", apresentou razões que, do seu ponto de vista, recomendariam a contratação de Nuno Gomes pelo Sporting. Ambos enfatizam a brilhante carreira de Nuno Gomes, consideram-no um património do futebol português e merecedor de um fim de carreira digno, assim como definem uma eventual contratação de Nuno Gomes pelo nosso clube, como uma excelente medida "política" que, entre outros benefícios, catalizaria a favor do Sporting o desejo natural do jogador de querer provar que ainda seria útil na Luz.
A tese de LFL é uma enigmática surpresa para mim, habituado que estou a que todos os seus comentários reflitam em cada caso, uma ponderação profunda e rigorosa de todos os factores que possam directa ou indirectamente envolver esse mesmo caso.
A surpresa com que o comentário de LPR me colheu advém das razões que o suportam, que naturalmente respeito, mas que devo confessar, nunca esperaria de um sportinguista. Por igual motivo admiti que Carlos Xavier não estaria bom da cabeça.
Penso que LFL e LPR, usando meios diferentes e com impactos naturalmente diferentes, são os dois fazedores de opinião. A sua responsabilidade é por isso demasiado grande, pelo que ao apresentarem publicamente os seus juízos sobre determinada matéria, estes devem corresponder a reflexões onde estejam presentes o maior número possível de parâmetros definidores. Ora será provavelmente do tipo de reflexão e da eventual limitação dos parâmetros analisados, que resultam posições com as quais eu estou frontalmente em desacordo. Alinharei e comentarei a seguir alguns dos parâmetros que, do meu ponto de vista, não foram sificientemente tomados em consideração nos dois juízos emitidos.

1 - Jorge Jesus é um excelente, actualizado e competente treinador. Nesta última época, em cada semana de treino, terá com toda a certeza analisado de forma profunda, rigorosa e muitas vezes utilizando métodos científicos irrefutáveis, as prestações físico/técnicas de todos os atletas do plantel, tendo concluído que Nuno Gomes nunca lhe deu garantias suficientes para ser titular. Não me passa pela cabeça que na origem de tal facto possam estar questões de índole pessoal. Seria ridículo Jorge Jesus arriscar resultados por tais e menores questões. Nenhum técnico o faz.
2 - Entrar em campo a 5, 10 ou 15 minutos do final de um jogo e marcar um golo, quando defronta adversários que já têem nas pernas 85, 80 ou 75 minutos, não pode ser jamais base de análise para nenhum jogador. Mantorras era idolatrado na Luz pelos adeptos por fazer isso exactamente e todos sabemos o seu triste fim como atleta.
3 - Nuno Gomes foi protagonista de uma carreira exemplar, é património do futebol português, não deveria ter um final de carreira como aquele que se lhe apresenta, o seu clube de sempre em Portugal deve-lhe muito, mas ... o que tem o Sporting Clube de Portugal a ver com isso ?!... Então o clube que desfrutou de todo o seu inegável talento ao longo de uma dúzia de anos, o clube que viu o jogador beijar apaixonadamente o seu emblema depois de cada golo marcado, o clube que este sempre defendeu com paixão e pundunor nos jornais, nas rádios e nas televisões, toda a vez que alguma polémica sobre ele se abateu, esse mesmo clube mandou-o agora às urtigas, quando a idade lhe reduziu as capacidades e é agora o Sporting Clube de Portugal que se deverá propor como intérprete de uma reposição da justiça que outros não lhe fizeram ?!...
4 - Analisando o aspecto político de uma eventual contratação de Nuno Gomes pelo Sporting, também não consigo descortinar onde estariam vantagens para o nosso clube. Vejo tão só desvantagens, consubstanciadas pelo recrudescimento de raivas, ódios e animosidades, que nunca aplaudi no passado, não desejo para o presente, nem ver repetidas  no futuro. Chamem-me poeta e lírico. Eu responderei que sou assim, sou sportinguista e nada mais. E tenho orgulho nisso.
5 - Anderson Polga, Marco Caneira, Pedro Mendes e Maniche são jogadores cujas carreiras em Portugal e no estrangeiro nada ficam a dever à carreira de Nuno Gomes. As suas ligações afectivas ao clube, se relacionadas com NG, não oferecem qualquer discussão, sendo as respectivas curvas de idade e indíces de produtividade desportiva  semelhantes, senão mesmo superiores. Face aos elevados custos que representam para o clube e à baixa produtividade patenteada na última época, é ponto assente e aceite pela generalidade dos sportinguistas a necessidade da sua saída. Então o que será que sustenta os desejos de boas-vindas que alguns sportinguistas pretensamente querem exibir com Nuno Gomes?!...
6 - Domingos Paciência é um homem íntegro e à excepção de uma incompatibilidade com um colega de profissão que todos conhecem, mantém relações de respeito mútuo com todos os treinadores portugueses e estrangeiros que conhece. Alguém acredita que estaria na disposição - com muito poucas probabilidades de êxito - de contribuir para que Nuno Gomes provasse no Sporting o eventual erro de Jorge Jesus no clube da Luz?!...
                                                                                                                                                               
Que me perdoe Carlos Xavier se disse que não estava bom do juízo. Evidentemente que a expressão é mais idiomática que espelho do meu pensamento.
Que me perdoe Luis Freitas Lobo se disse que o seu comentário foi demasiado superficial e não teve em conta os superiores interesses do Sporting Clube de Portugal. Não posso pretender, apesar de muito o admirar, que seja infalível nos comentários ou ferveroso adepto do Sporting.
Que me perdoe Luis Paulo Rodrigues se, reconhecendo o seu sportinguismo, discordo dos caminhos que perconiza para tornar o nosso Sporting Clube de Portugal cada vez maior e melhor.
Que me perdoem todos os sportinguistas que tiverem a paciência de ler este extenso e talvez aborrecido depoimento. Mas confesso a minha incapacidade para, mantendo a clareza que aqui pretendia trazer num assunto tão sério, conseguir a sintetização que não os aborrecesse tanto.
Em remate, com o direito que me dão os quase vinte anos de sócio do Sporting Clube de Portugal, o Lugar de Leão no estádio José de Alvalade e amor quase irracional que me liga ao clube, quero dizer que, por mim, NUNO GOMES JAMAIS ENTRARIA NO SPORTING !!!...
Leoninamente,

Até à próxima 

sábado, 18 de junho de 2011

As novidades da semana que vem...

Acabei de beber uma tacinha de espumante, produzido e preparado na minha querida Bairrada. Pelo meu Sporting e com a alegria de um miúdo. Campeões!!!... Que gozo!!!...
Depois, não resisti - que vício!.. - e vim à blogosfera "beber" mais comentários sobre a épica vitória do Sporting Clube de Portugal na final de futsal. E dei de caras com a alegria de Godinho Lopes! Estava feliz o homem e, talvez sem querer, no meio da emoção a lìngua destravou-se-lhe: durante a próxima semana os sportinguistas vão ter mais alegrias!... Serão apresentados mais jogadores, já negociados pelo Sporting Clube de Portugal.
Com os meus botões, pensei que seriam certamente Fabián Rinaudo e Santiago Arias. Depois, corrigi o meu primeiro raciocínio para concluir que ele está farto de saber que os sportinguistas há muito que são conhecedores de que esses dois jogadores já foram negociados e que estão a um pequeno passo de assinar os respectivos contratos. Sendo assim, haverá outros - mais que um!... - de que nós ainda não temos conhecimento. Nem nós, nem ninguém, porque agora é norma do Sporting Clube de Portugal negociar e contratar em absoluto, descoroçoador e hermético sigilo. Que o digam os pasquins conhecidos!.. Sendo assim, a próxima semana vai ser engraçada. Enquanto digerimos o lauto banquete que os atletas de futsal hoje nos ofereceram, ainda teremos o privilégio de aconchegarmos os nossos delicados estômagos de leão com mais algumas sobremesas, que todos esperamos sejam bem confeccionadas, suculentas e muito docinhas. Curiosos, mas satisfeitos por esperar. Nunca tive uma sensação tão boa por esperar. Assim sim, assim gosto!!!...
Leoninamente,

Até à próxima

BI-CAMPEÕES !!!---

Só uma grande equipa, numa final, consegue dar a volta a um resultado de 0-3 e vencer, com toda a justiça, por 5-4 !!!...
Essa grande equipa chama-se SPORTING CLUBE DE PORTUGAL !!!...
Descrever aquilo que sinto neste momento, é muiiiiiiiiiiiiiiiiiiii...to difícil !!!...
Traduzir por palavras a alegria que me vai na alma é uma impossibilidade para mim !!!...
Nem os erros da equipa de arbitragem, nem as provocações dos jogadores adversários, nem os desacatos provocados pelos adeptos vermelhos nas bancadas, nada, absolutamente nada conseguiu derrotar aqueles fabulosos jogadores de camisolas verde e brancas, capitaneados por esse "monstro" do futsal e da leoninidade que dá pelo nome de João Benedito, todos superiormente comandados por um técnico de eleição que é Orlando Duarte!!!...
É hora de festejar, é hora de dizer ao mundo que somos simplesmente OS MELHORES !!!...
A TRIPLETA È NOSSA !... Pela primeira vez uma equipa de futsal em Portugal, ganha tudo o que havia para ganhar na época. Tudo o que havia em disputa foi ganho pelo SPORTING !!!...
Amigos sportinguistas, vamos festejar !!!...
Leoninamente,

Até à próxima

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Paciência sugere que a procissão ainda vai no adro!...

Esta sexta-feira foi e continua a ser, no momento em que escrevo este post, uma fonte quase inesgotável de surpresas. O país, suspenso pela divulgação do governo que irá tentar resolver a situação crítica em que nos encontramos, quase ficou de boca aberta com os nomes dos novos ministros. Não sei se à dimensão da surpresa corresponderá no futuro a obtenção dos resultados que todos desejamos. A aposta na juventude e na renovação dos rostos a que todos estávamos habituados e quase saturados, parece-me um bom indicador. Quanto ao resto, o futuro se há-de encarregar de apresentar respostas.
O universo leonino, ainda a digerir a agradável surpresa de ontem à noite, volta a ser confrontado, também surpreendentemente, com as palavras claras, precisas e esclarecedoras que hoje Domingos Paciência proferiu, à margem do I Congresso Internacional de Futebol a decorrer em Pontevedra, onde participou como orador.
Que se cuidem aqueles que pensavam e eu estou entre eles, que a renovação do plantel, com mais uma ou outra contratação, estaria quase concluída. As coisas afinal não deverão ser assim tão simples. A procissão, das palavras do nosso técnico se conclui, ainda vai no adro!... Todos os sectores ainda sofrerão alterações significativas, o que equivale a dizer que ainda teremos mais cinco, seis, sete ou oito apresentações de novos jogadores. Estes, se somados às contratações ja concretizadas, traduzem metade do plantel que Domingos Paciência pretende ter ao seu dispor, o que significa que, tendo em conta que Patrício, Tiago, J.Pereira, J.Gonçalves, Polga, Carriço, Evaldo, A.Santos, A.Martins, M.Fernandez, Izmailov, Postiga e Djaló, já foram de algum modo referenciados pelo técnico, todos os restantes constituintes do plantel da temporada passada já têm as guias de marcha decididas e aguardam apenas a melhor oportunidade de colocação ou rescisão. Estarão então neste caso V.Golas, R.Baptista, P.Silva, Abel, Grimi, A.Marques, Caneira, Mexer, Torsiglieri, P.Mendes, Zézinho, Maniche, Zapater, Vukcevic, J.Valdez, Salomão, Saleiro, Pongolle e Purovic. É muita gente!... É uma autêntica revolução, para não empregar o termo que Luis Duque há muito tempo utilizou. Mesmo que entre cinco e oito se opte pelo número mais baixo, isso apenas significará que regressem ao plantel, por exemplo, V.Golas, Zézinho e J.Valdez ou outros,mas mesmo assim é uma hecatombe!...
Que a prestação da equipa na época que há pouco terminou deixou em todos nós um sabor amargo de decepção e desencanto, é ponto assente e que todos nós reconhecemos como verdadeiro. Que o treinador Paulo Sérgio foi o grande responsável pelo desastre, ninguém tem a menor dúvida. Mas que muitos dos jogadores que agora se perfilam para a porta de saída, também contribuiram com a sua falta de dedicação, devoção e esforço, para o desastre da época todos o reconhecemos. Portanto, embora arripiado e com pele de galinha por todo o corpo, tenho de admitir que tudo acaba por ser a natural consequência do trabalho, ou do não trabalho desenvolvido. Mais importante do que os problemas pessoais de todos os que tiverem de partir, é o futuro do Sporting Clube de Portugal que está em causa e aí, a condescendência deve dar lugar à inflexibilidade e à firmeza. E que nunca doam as mãos a quem tiver de decidir. E, a julgar pelas palavras de Domingos Paciência, as decisões estão tomadas e não haverá quaisquer dúvidas do rumo que vai ser seguido. Assim seja!!!...
Leoninamente,

Até à próxima

Stijn Schaars ... de luva branca !...

Estou a gostar da saga leonina! Porque se trata de uma verdadeira e heróica saga, aquela a que os dirigentes do Sporting Clube de Portugal meteram ombros ! À boa maneira original dos povos escandinavos que a imortalizaram: pouco palavrosa, pouco mediática, pouco dispendiosa, mas terrivelmente prática, surpreendente e assertiva.
Dos escombros, estamos a assistir à reconstrução de todo o edífício do futebol sportinguista. Sem perseguir métodos esteriotipados revolucionários de tudo destruir, para depois construir de novo. Nada disso! O que está a ser feito é um aproveitamento cirúrgico e programado de tudo o que de válido já existia na estrutura leonina e um convicto, ponderado e enérgico mas jamais precipitado afastamento de todos os elementos, métodos e hábitos há muito enraizados e que o passado recente demonstrou cabalmente não servirem os interesses do clube.
Sou insuspeito! Godinho Lopes não foi a minha opção nas últimas eleições! Mas a razão e o meu sportinguismo "obrigaram-me" a aceitá-lo como o meu Presidente e a considerar toda a equipa que hoje dirige os destinos do meu Sporitng como minha e a desejar convicta e profundamente o seu rotundo êxito.
Haverá, naturalmente, algumas áreas onde a intervenção de Godinho Lopes ainda me suscita sérias reservas. Nem sei mesmo se alguma vez ele conseguirá dissipá-las completamente. Contudo, quero aqui expressar a todos os sportinguistas que me lêem, que o Presidente do Sporting Clube de Portugal e toda a equipa que o acompanha, estão a superar largamente as minhas melhores expectativas!...  Particularmente, no que se refere ao futebol leonino, à arrumação, recuperação e optimização dos meios humanos e materiais disponíveis e à aquisição ponderada, reservada, profissional e competente de outros que todos os diagnósticos apontavam como condição "sine qua non" para o êxito que toda a nação sportinguista desesperadamente persegue!...
A chegada de mais uma "laranja azeda", para utilizar a feliz expressão ontem utilizada por um companheiro leonino nesta aventura na blogosfera, causou naturais amargos de boca à generalidade da imprensa desportiva da nossa praça, tendencialmente mais virada para a especulação e desestabilização do universo leonino e, com a parcialidade e despudor que todos os sportinguistas conhecem, para a exaltação e descriminação vergonhosa da vida, do percurso e dos efémeros sucessos vermelhos!... Stijn Schaars, foi mais uma bofetada de luva branca de Godinho Lopes, Luis Duque, Carlos Freitas e...Domingos Paciência !... Sim, porque o atleta holandês que ontem recebemos em Alvalade parece encaixar que nem uma luva, no perfil que o nosso treinador aprecia: raçudo, batalhador, incansável e que exibe a sua técnica apurada e o seu maravilhoso pé esquerdo, quer nos momentos de posse e ataque da equipa, como nos momentos sem posse em que nos cabe a outra tarefa não menos importante que é defender.
A saga continua! A alegria, contida é certo mas alegria, é clara e notória em cada rosto de leão! É uma alegria sã, cuja razão de ser se circunscreve ao nosso mundo, que não se baseia no que de menos bom possa ou não estar a acontecer nas casas alheias. É uma alegria só nossa, que apenas é ultrapassada pela certeza de que virão aí seguramente outros motivos para que aumente ainda mais. E há em mim uma quase certeza de que virá um dia destes, a tal cereja no topo do bolo, o tal K.O. com que ontem intitulei o meu post. Depois, esperaremos pelo 4 de Julho, quando a bola começar a rolar. A seguir as duas laranjas regressarão, com todos os companheiros, por alguns dias à sua terra... E a 30 de Julho lá estaremos em Alvalade! Para encher o estádio! Eu e o meu amigo Alexandre que virá de Newark, porventura com o pai e o avô! Lá estaremos, para dar vivas ao NOVO SPORTING!!!...
Leoninamente,

Até à próxima

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Aproxima-se o K.O. !...

O Sporting Clube de Portugal prepara-se para apresentar mais um jogador que terá passado incólume pela malha inventiva, especulativa e desestabilizadora dos pasquins portugueses - desportivos e não desportivos, com "aqueles blogs" que todos conhecemos a acompanhar com bombo !... - que, à semelhança do que ocorreu com Ricky Wolfswunkel, foram literalmente trucidados pela descrição e competência dos nossos dirigentes.
O médio internacional holandês de 27 anos, Stijn Schaars, que capitaneava o AZ Alkmar e pelo qual se sagrou campeão na época passada, vai assinar pelo Sporting Clube de Portugal. Dele disse Van Gaal, seu treinador nessa época, que o jogador, depois de recuperar de uma grave lesão que o afastou dos relvados durante largo período, tinha sido a grande contratação da época !...
Pouco se sabe ainda das condições e dos pormenores da contratação. O site do Sporting certamente que dentro de poucos minutos informará a nação leonina de todos essas questões e os jornalecos habituais estarão a afinar as rotativas para as primeiras páginas de amanhã.
Caros sportinguistas, a este vosso amigo já dói a barriga de tanto rebolar pelo chão às gargalhadas, com as caras de estúpidos dos jornaleiros e bloggers de meia tijela que vão proliferando pelo nosso querido Portugal.
E o terceiro roud foi para o Sporting! Aproxima-se o K.O. !!!...
Leoninamente,

Até à próxima

Quando a cabeça não tem juízo...

Há uma réstea qualquer de masoquismo, quando um sportinguista dos sete costados como Carlos Xavier, consegue afirmar a um pasquim como o jornal Record, que Nuno Gomes seria benvindo ao Sporting, se eventualmente se decidisse por esse caminho. Presumo que Carlos Xavier não estará bom da cabeça!... Já não bastavam as especulações deste e doutros pasquins, que à falta de outros motivos para rechear os seus produtos, vão inventando atoardas deste tipo para vender à sua clintela vermelha! Já não bastava o artigo exploratório hoje publicado no outro jornal vermelho, pela ave galinácea que dá pelo nome de Leonor Pinhão!... Vem agora Carlos Xavier ajudar à festa, perdida completamente a noção do ridículo e do destempero...
Dos dois, Carlos Xavier ou eu próprio, há um que atingiu a soleira da loucura, da demência total. Ele pensará segundo aquilo que afirmou ao jornaleco. Eu penso que seria mais fácil o Sporting Clube de Portugal baixar à segunda liga na época que agora vai começar, que alguma vez pensar em contratar Nuno Gomes para o seu plantel. Quem estará à beira da loucura ?!...
Penso que seria mais fácil a um agnóstico convicto como eu, fazer uma romagem pedestre a Fátima, calcorreando os mais de 200 quilómetros que de lá me separam, do que acreditar que em todo o universo sportinguista, desde o Presidente ao mais recente associado, possa haver um único adepto leonino que admita como interessante e possível tal transferência. Carlos Xavier não deve estar bom da sua cabeçinha!... E eu tenho tanta pena que assim seja!!!...
Leoninamente,

Até à próxima

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Não é feio copiar Gelsenkirchen !...

O post que escrevi há horas não está completo. Há tanto tempo que ando com a ideia na cabeça e logo hoje que me debrucei sobre as incongruências do nosso estádio, esqueci-me completamente da maior de todas: o estádio foi projectado sem que o seu autor tenha pensado minimamente em compatibilizar o seu desenho com a necessidade de colocação de placards electrónicos!... Um esquecimento que revelou inequivocamente, a quem ainda tivesse dúvidas, toda a pequenez do arquitecto que nos calhou.
Pronto, voltamos à "vaca fria": o estádio está construído e agora não há nada a fazer !... Mentira!!!...
Há uma solução e eu, não sendo um iluminado, há muito penso nela. Em vez de ideias estúpidas e anquilosadas, puros insultos à dignidade das pessoas, como foi aquela de colocar os invisuais por detrás dos actuais placards, para ganhar mais 600 lugares ou coisa que o valha, há uma ideia fabulosa que restituiria os tais 600 lugares ou mais ao estádio e se tornaria a breve trecho um verdadeiro "ex-libris" de Alvalade. Bastaria copiar aquilo que os alemães fizeram em Gelsenkirchen. Vejam vídeos e fotografias do cubo electrónico suspenso sobre o relvado de Gelsenkirchen, com quatro placards virados para as quatro bancadas. O ângulo de visão melhora, a distância dos espectadores aos placards é reduzida em média para metade e o impacto estético resultaria quase imponente!...
Pois é meus caros e amigos sportinguistas, tinha-me esquecido deste ponto que, quanto a mim, se constitui como mais prioritário que o desaparecimento do fosso ou a harmonização das cores das cadeiras do nosso José Alvalade. Digam lá que sou louco, lunático ou outra coisa ainda pior. Quero lá saber, sou sportinguista tanto quanto vocês e acho que o cubo mágico em Alvalade ficava lindo, funcional e eram mais 600 , 700 ou 800 lugares no estádio, que assim ultrapassava a lotação da casa dos andrades. Cá por mim o Sporting ganhava sempre!!!...
No dia em que Godinho Lopes fizer isso, aqui prometo, perante toda a nação sportinguista, que compro uma "game-box" para CINCO ANOS!!!...
Leoninamente,

Até à próxima

O fosso, as cadeiras e as camisolas ...

Já senti em mim, por várias vezes, o impulso de aqui trazer a minha opinião sobre dois assuntos que o universo leonino, por tudo o que me tem sido dado apreciar, refuta de importantes para o futuro mais ou menos próximo do clube. Este pachorrento defeso, que se vai arrastando sem novidades e sem grandes motivos que possam prender a atenção dos sportinguistas, gerou a oportunidade até agora adiada, de os trazer à luz do dia.
O primeiro centra-se nas características do nosso estádio, que um arquitecto de competências técnicas e conceitos estéticos duvidosos desenhou, absolutamente à margem da tradição e do sentimento da grande maioria dos adeptos sportinguistas. O homem, ao "pensar" o esboço do substituto do velho José Avalade, deve ter olhado demasiado para o seu próprio umbigo, sem se preocupar em estudar profundamente as características, os sentimentos e os conceitos estéticos da generalidade dos futuros inquilinos. À boa maneira da quase generalidade dos arquitectos portugueses que, invariavelmente, pensam nas casas que desenham, sem atender aos gostos, conceitos e desejos pessoais dos futuros proprietários, que se vêem depois obrigados a viver uma vida inteira em casas que nunca sonharam nem imaginariam viver.
Nasceu por isso a aberração que hoje todos os sportinguistas suportam, mas em que não se revêem! Ele é o fosso, que toda a nação leonina deseja ver completamente tapado e bem dissimulado. Ele é aquela parafernália de cadeiras multicolores, cuja beleza estética apenas é justificada, elogiada, aceite e compreendida pelo próprio autor. Ele é o erro crasso e porventura razão indminizatória, cometido no desenvolvimento das superestruturas da cobertura, que quase inviabiliza o ciclo vegetativo do relvado. Ele é a atrocidade, salvo melhor opinião, cometida no revestimento exterior do estádio, que mais se assemelha a uma enorme e grandiosa casa de banho, sem qualquer sentido identitário, sem qualquer beleza ou harmonia estética!...
Pronto, o estádio está lá e é demasiado cedo e inviável a sua demolição e substituição. Os nossos netos tratarão disso. Mas será que é possível o seu melhoramento, particularmente ao nível dos pormenores que acabo de citar ? Claro que é e a prova está nas intenções manifestadas pelo novo Presidente em exercício. Existe para já o propósito, a exequibilidade virá a seguir, se e quando houver a disponibilidade financeira para esse efeito. Mas o mais importante, do meu ponto de vista, será a oportunidade! Será que neste momento difícil da vida do Sporting Clube de Portugal, qualquer dessas alterações poderá alguma vez constituir uma prioridade ?!... A minha resposta é um rotundo NÃO!...
Há assuntos bastante mais importantes, cuja prioridade ultrapassa largamente aquelas. Será um tremendo erro esbanjar esforços e recursos, sem atender primeiro à arrumação criteriosa e programada da nossa casa, previsivelmente geradora da galvanização da nação sportinguista, tão necessária à recuperação desportiva e financeira do Sporting Clube de Portugal. Deixemos todas essas alterações para o defeso seguinte à conquista do título de campeão nacional pelo Sporting!... É o repto que aqui deixo a todos os sportinguistas: que ninguém fale mais na remodelação do nosso estádio, enquanto não formos campeões. Depois sim, depois cobraremos essa promessa aos nossos dirigentes !!!...
O outro assunto que desejava trazer aqui, prende-se com o equipamento alternativo que no início de cada época é apresentado aos adeptos sportinguistas. Estou absolutamente por fora de todos os compromissos comerciais que o Sporting Clube de Portugal estabeleceu com a Puma. Apenas  presumo  que qualquer um dos equipamentos das épocas anteriores, deverão ter sido sempre aprovados pelo departamento competente do nosso clube e o mesmo deverá acontecer na presente época. O que aqui quero expressar, sem subterfúgios de qualquer espécie, é o meu profundo desagrado face aos modelos adoptados em todas as anteriores épocas e que, face ao que já vai correndo na internet, vai repetir-se na presente. O design e as cores escolhidas têm sido, ano após ano, do mais piroso, rebuscado, repetitivo, desadequado, provinciano e infeliz que tem aparecido no mercado português. Qualquer clube simples e despretensioso da província, exibe camisolas mais bonitas e adequadas às respectivas cores clubísticas. Há competições a nível europeu, onde o design das camisolas de todos os clubes é submetido a escrutínio rigoroso e em cada ano é estabelecido um "ranking" que ordena os equipamentos segundo a sua beleza estética e inovação. Não tenho conhecimento que os equipamentos do Sporting alguma vez tenham recebido qualquer menção ou destaque. À mulher de César, não basta ser séria, terá que parecê-lo!!!...
Leoninamente,

Até à próxima

terça-feira, 14 de junho de 2011

Bruma, Zézinho e a mística !!!...

Vejo a notícia de hoje do jornal "O Jogo" ainda com alguma reserva, mas tudo aponta para que o Sporting tenha finalmente encerrado o dossier Bruma. Armindo Bangna, jovem luso-guineense de 16 anos, já fez correr muita tinta. Aliciado por Manchester Citty e Chelsea, entre outros, Bruma tem sido protagonista de um filme no qual, certamente, nunca pediu para entrar. Dúvidas sobre a sua idade verdadeira e influências, porventura nocivas, de pessoas exteriores ao seu processo de formação, mas demasiado próximas de interesses e conveniências estranhas ao jogador, estiveram na base do estabelecimento de um caso intrincado que quase atirou Bruma para fora do Sporting. Os dirigentes e responsáveis do Sporting parece terem conseguido que o atleta continuasse na nossa Academia por um período bastante dilatado - seis anos !... - já como futebolista profissional e com uma cláusula de rescisão milionária, da ordem dos 45 milhôes de euros.
De Bruma verdadeiramente pouco se sabe, para além do enorme potencial futebolistico que transportará em si e que por isso mesmo aguçou o apetite de grandes clubes europeus e, ao que por aí consta, também de alguns portugueses. Um osso suculento com muitos cães à volta ! Nada de anormal para o Sporting Clube de Portugal, que frequentemente se confronta com verdadeiras matilhas ávidas por lhe roubarem os seus "ossos"!... Ironicamente, o destino parece sempre frustrar as intenções da avidez dos câes e a ingratidão e ganância dos "ossos" !... Ter-se-à salvado Eusébio que, constituindo a única excepção a esta porventura fatídica regra do destino de todos os fugitivos leoninos, nunca deixará de constituir o exemplo mais acabado da perfídia inimiga. Alguém tem vindo a escrever direito por linhas tortas.
E dentro dos problemas quase insolúveis que, da formação do Sporting vieram ao conhecimento da nação leonina, parece restar apenas Zézinho. Também está dificil de encontrar a porta de saída do imbróglio que tem rodeado a renovação desta outra pérola da Academia. O potencial que este jovem vem revelando, também tem aguçado a voracidade de muitos cães famintos e sem escrúpulos. Particularmente daqueles que se revelem "ossos" mais tenrinhos. Talvez por isso Luis Duque tenha convocado a ajuda de quatro leões jovens e pujantes - Patrício, Carriço, André Santos e Djaló - para a necessária e urgente revigoração óssea e mental dos nossos meninos da Academia. Jogada de mestre que poderá provocar a tão desejada recuperação da mística sportinguista. Assim seja !!!...
Leoninamente,

Até à próxima

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Mais uma semana !...

Mais uma semana que começa. Mais sete dias de teste para a nossa impaciência !...
Rinaudo ainda não assinou e sem o mínimo "fair-play", todos desejamos que o seu clube seja derrotado no próximo fim de semana. Ficava tudo facilitado e lá vinha o homem assinar os papeis a Lisboa. Não será muito bonito pensarmos assim, mas com os males dos outros... E aqui para nós, parece que Fabián é mesmo daqueles atletas que o Sporting precisa. Raça, garra, pilhas e pézinhos, parece que está lá tudo e Alvalade agradece. Por isso, que o Gimnasia de La Plata tropece e que Santo António nos perdoe!...
O Santiago Arias afinal já não sabe se vem. Parece que a história dos incumprimentos do seu clube, que motivaram o seu pedido de rescisão, não estaria muito bem contada e a FIFA não costuma facilitar. Mas chegou-me ao ouvido que Carlos Freitas não estará muito preocupado. Com toda a sinceridade, eu também não estou. Além de não llhe conseguir descortinar grandes atributos, o João Gonçalves para já e o Cedric e outros meninos da Academia depois, dão-nos garantias mais do que suficientes para aquele lugar.
Nos sete dias que temos pela frente, estou cheio de esperança que despachemos os Maniches, os Caneiras, os Vukcevics, os Grimis e os Saleiros. Ontem já era tarde! Não compreendo muito bem as razões porque Carlos Freitas não resolve isto de uma penada, mas ele lá saberá. Também não percebo de que é que Luis Duque está à espera para dar um emporrãozinho?! Ou empurrãozão?! À sua maneira, homem!... Nem que seja com a dita "vassoura!... Já chega de encanar a perna à rã!!!...
Até sábado, pode ser que se resolva de uma vez por todas a compra dos dois centrais que faltam - muita atenção, têm que ser feras !... - e mais um avançado, que desta vez não pode ser só promessa. Este também tem que ser fera, mas mesmo muito feroz ! Um leão mesmo que, como eu aqui defendi  há algum tempo, marque golos de todas as maneiras e feitios, até com a mão, mas com a inteligência suficiente para o árbitro não topar!...
No sábado, quero voltar a assistir a mais uma lição de Orlando Duarte e a mais uma demonstração daqueles indomáveis leões, com João Benedito à frente, de porta-bandeira do esforço, da dedicação, da devoção ... E DA GLÓRIA !!!...
Leoninamente,

Até à próxima

domingo, 12 de junho de 2011

Cá vamos, rumo ao título !!!...

Com o coração apertado ao longo de 40 minutos, tenho de confessar que a certeza da vitória esteve sempre presente em mim !...
O jogo de hoje foi diferente e quanto a mim a vitória do Sporting Clube de Portugal teve por base dois factores fundamentais: a inteligência de todos os nossos leões e ... João Benedito !!!...
Ainda não podemos cantar vitória, mas ninguém será capaz de roubar a certeza enorme que mora em cada coração sportinguista ! E o orgulho !... Cá vamos, rumo ao título !!!...
Leoninamente,

Até à próxima

sábado, 11 de junho de 2011

Nos olhos de Benedito !!!...

Quem assistiu ao primeiro jogo da final de futsal entre o Sporting e o Benfica, em casa deste, que acabou decidido na marca de grandes penalidades e que o nosso glorioso Sporting Clube de Portugal acabou por vencer, com toda a justiça, se reparou atentamente no nosso guarda-redes João Benedito, quando da marcação do penalty decisivo, pôde ver nos olhos desse grande atleta a extraordinária expressão de querer, de convicção ... de certeza no seu êxito e na vitória !!!...
Aqui do meu canto, sugiriria a captação dessa fantástica e comovedora imagem e a fixação dessa fotografia em todas as paredes da nossa Academia. Para que os leões meninos possam aprender e interiorizar que SPORTING quer dizer ... GANHAR !!!...
 Leoninamente,

Até à próxima

Por alguma razão somos diferentes !!!...

A falta de ética jornalística ou a perseguição de objectivos obscuros através da invenção ou mesmo da descarada mentira, continua a proliferar neste escaldante defeso do futebol luso. Quase nenhum dos orgãos que habitualmente se dedica à especulação vil e nojenta a que assistimos diariamente, mostra indícios de acalmar a sua veia desenfreada e especulativa. E como os potenciais sujeitos passivos de todas estas manobras normalmente permanecem em silêncio, o que do meu ponto de vista constituirá um claro erro tanto no que diz respeito à avaliação como no que se refere à reacção, a fúria informativa vai ganhando progressivamente novas  e surpreendentes dimensões.
Hoje alguém inventou uma nova novela em torno de um hipotético regresso ao Sporting Clube de Portugal do antigo académico sportinguista Ricardo Quaresma ! Estava ateado o rastilho para a corrida desenfreda e inescrupulosa às mais díspares especulações. Nada de surpreendente !... Começamos todos a estar habituados a estas diatribes ...
Mas algo de novo hoje surgiu no horizonte dos apaniguados do futebol em geral e em particular no universo dos adeptos sportinguistas. Há pouco tempo atrás o Sporting Clube de Portugal distribuiu uma nota para a comunicação social, onde desmente peremptoriamente tanto a notícia em si, como todas as especulações que imediatamente brotaram como cogumelos do "esterco" da mesma !...
Lá voltam as teclas das redacções e não só, a "desescrever" com "danação", o que furiosamente escreveram antes ! Que goso !!!...
Como sportinguista e adepto da verdade, aplaudo com satisfação e regozijo-me pela acção levada a cabo pelos dirigentes do meu clube ! Por alguma razão somos diferentes !!!...
Leoninamente,

Até à próxima

A deselegância do presidente do Atlético !...

O presidente do Atlético Clube de Portugal, Almeida Antunes, em  declarações que vi reproduzidas na edição "on-line" do jornal A Bola de ontem, afirmou de forma que me pareceu, no mínimo deselegante, que o seu clube, numa eventual parceria com o Sporting Clube de Portugal, não estaria disposto a:

1 - Aceitar o treinador José Lima, caso o Sporting não pagasse ao mesmo a totalidade do ordenado.
2 - Aceitar que o Sporting "despejasse" no Atlético sete ou oito jogadores para formar e depois fosse buscá-los quando lhe apetecesse.  
3 - Aceitar condições que não agradem ao clube de Alcantara, caso em que este continuará o caminho até agora prosseguido e que treinadores haveria muitos.

Tendo sido eu um dos vários sportinguistas que, pela simpatia que o clube de Alcântara desde há muito me merece, defendi a ideia do estabelecimento de uma parceria entre os dois clubes, gostava de poder contribuir para que o senhor presidente do Atlético Clube de Portugal compreendesse as seguintes questões:

1 -  O senhor presidente do Atlético, reconhecendo que ele próprio terá indicado José Lima como um treinador que agradaria ao Atlético, ao pretender atribuir ao Sporting a responsabilidade total dos honorários deste, não está a revelar a seriedade que a função que desempenha lhe deveria exigir nem a contribuir para o sucesso da parceria, como lhe competiria. Se nas negociações com o Sporting  Clube de Portugal, apresentasse o tecto máximo do salário do treinador que o Atlético poderia suportar, estaria no seu pleno direito de pretender que o Sporting complementasse o mesmo até ao valor pretendido e anteriormente negociado pelo técnico. Ao pretender para o seu clube aquilo que afirmou, evidencia sinais claros de "xico-espertismo" e de falta de respeito imperdoável pela instituição com quem está a negociar.
2 - Ao afirmar que o Sporting pretende "despejar" no Atlético uma série de jogadores para mais tarde ir buscar quando lhe apetecesse, está a demonstrar mais uma vez falta de respeito pelo Sporting e, ao mesmo tempo, a denunciar a sua incapacidade para perceber a razão  fundamental que alicerça as pretenções deste. O Sporting Clube de Portugal, não sendo uma instituição de solidariedade social, ao pretender a parceria com o Atlético, que Almeida  Antunes deveria reconhecer e agradecer, pretenderá, muito legitimamente recolher benefícios. A definição dos jogadores a receber pelo clube de Alcântara e as condições em que esse empréstimo se desenvolverá, deverão ser sempre objecto de estudo e ponderação tendo em conta o interesse das partes envolvidas, Atlético, José Lima e o Sporting.
3 - Agora que os holofotes da CS se fixam na imagem do presidente do Atlético, por via dos excelentes resultados obtidos no campeonato que disputou, como normalmente acontece com os "novos ricos", o dinheiro ou protagonismo normalmente não chegam para apagar as profundas deficiências de carácter, de educação e de cultura. São os conhecidos "patos bravos" que é habitual encontrar nas mais diversas áreas da nossa sociedade. Quando um jornalista munido de gravador, câmara ou microfone se abeira deles, ajeitam a gravata de nó mal feito e besuntado, mostram os dentes num sorriso estúpido e vomitam baboseiras sem pudor.
4 - Com a deselegância e desrespeito manifestados para com quem o procurou e de forma leal, franca  e transparente, buscando uma parceria que servisse ambas as partes, não me admirarei muito que Almeida Antunes tenha inviabilizado a parceria que eatava a nascer. E que não lhe reste a mais pequena dúvida: o maior perdedor será o Atlético Clube de Portugal.

Espero que por parte dos  dirigentes e negociadores do Sporting Clube de Portugal possa haver a complacência, compreensão e habilidade negocial necessárias, para poderem lidar com a boçalidade  que o presidente do Atlético patenteou. Bem entendido, enquanto para o Sporting Clube de Portugal não sobrarem sapos vivos que, nesse caso, nada nem ninguém nos obriga a engolir. Há mais clubes desejosos de se entenderem connosco !...
Leoninamente,

Até à próxima

sexta-feira, 10 de junho de 2011

O nó górdio está desatado !...

As dúvidas sobre a nossa Academia foram ontem desfeitas por Godinho Lopes. Sempre admiti a possibilidade de José Couceiro vir a ser nomeado como responsável máximo pela menina dos nossos olhos. Porque lhe reconheço as capacidades técnicas necessárias e porque as suas qualidades como homem e como sportinguista, do meu ponto de vista, sempre me mereceram um profundo respeito. Mas sou necessariamente obrigado a admitir que muitas outras questões, porventura mais importantes para o Sporting Clube de Portugal, tivessem que ser equacionadas e séria e profundamente ponderadas.
Godinho Lopes trouxe um projecto próprio para o futebol do Sporting, assente fundamentalmente numa individualidade de características pessoais muito peculiares: Luis Duque !... A disponibilidade deste para corporizar tal projecto, implicou o estabelecimento e a aceitação tácita de um conjunto de pressupostos que qualquer sportinguista facilmente adivinhará, conhecendo-se o carácter e a personalidade de Duque.
A articulação entre o projecto com que se apresentou às eleições e os cacos que recebeu de Bettencourt logo que foi empossado, era uma tarefa quase condenada ao insucesso. Godinho Lopes, há que reconhecê-lo, ainda tentou compatibilizar o incompatível, mas teremos todos de admitir que o desfecho agora conhecido era previsível.
Apesar de lamentar a saída de Couceiro, pelas razões que antes aduzi, intimamente ligadas às suas qualidades pessoais, penso que foi preferível para Godinho Lopes e no fundo para o Sporting Clube de Portugal o desfecho agora ocorrido, que a manutenção de um qualquer equilíbrio instável que, mais tarde ou mais cedo viria a provocar danos eventualmente irreparáveis no seu projecto e no futuro próximo do clube. Apresentava-se ante o presidente do Sporting Clube de Portugal  um terrível e quase indecifrável nó górdio, que doi desatado com honra para ambas as partes e quem sabe não virá a resultar no futuro em ganhos apreciáveis para as mesmas e até para o futebol português. A ponta do véu ficou presa, em meu entender, no enigmático sorriso de Godinho Lopes no final da entrevista.
Agora não haverá mais escolhos na implementação do tão desejado organograma do futebol do Sporting Clube de Portugal. Será o tempo de usar a vassoura e varrer todo o cotão acumulado nos móveis e compartimentos escuros da Academia. Será o tempo de pintar de novo de verde as paredes que a patine do tempo avermelhou, abrir as janelas de par em par e deixar entrar o sol e a esperança.
Que Luis Duque não demore ! O Sporting não tem tempo para esperar ! A nação leonina quer os seus jovens de volta ao topo dos respectivos campeonatos e quer vê-los depois a debutar e a triunfar na equipa sénior. E quer vê-los também com o espírito de leão em si enraizado, lutando e honrando a camisola que vestem, sem a pressa e os trejeitos mercenários de se exibirem noutros palcos que não sejam o nosso Estádio José de Alvalade.
Leoninamente,

Até à próxima

quinta-feira, 9 de junho de 2011

E Godinho Lopes disse ...

A entrevista de Godinho Lopes hoje à noite na RTP1, trouxe muita luz ao universo leonino !...
Como todo a nação sportinguista sempre desejou, as notícias sobre o clube começam a ter um único e definitivo sentido: de dentro para fora !...
Para quem, como eu, sempre manifestou um profundo desconforto perante as vias e métodos de comunicação utilizadas ou permitidas pelos dirigentes leoninos, foi com uma agradável sensação que hoje constatei a já apreciável sedimentação de ideias e processos da nova equipa dirigente, corporizada pelo presidente do Sporting Clube de Portugal. Honra lhe seja feita.
Godinho Lopes acabou hoje com o tabu sobre a direcção da nossa Academia. Luis Duque será o único, exclusivo e definitivo responsável por todo o futebol do Sporting Clube de Portugal, com a Academia, Formação e Departamento de Futebol Profissional todos englobados neste conceito.
Mais anunciou o Presidente leonino, em primeira mão como sublinhou, que José Couceiro rescindiu amigavelmente com o Sporting Clube de Portugal, o contrato que o ligava ao clube.
Aproveitou ainda para anunciar, também em primeira mão, que o clube renovou por mais um ano o contrato com o guarda-redes Tiago e acertou a rescisão com Stojkovic.
Subliminarmente, fiquei com a convicção de outras duas coisas muito importantes para o Sporting Clube de Portugal: Rinaudo já terá acordo firmado com o clube, mas a sua apresentação oficial estará a ser adiada por respeito a um compromisso estabelecido entre o Sporting e o jogador e José Couceiro estará na calha para se candidatar à presidência da Federação, com o apoio natural do Sporting Clçube de Portugal. Godinho não o afirmou peremptoriamente, tanto num como noutro caso, mas não será demasiado abusiva esta minha convicção. Veremos se bem decifrei o seu sorriso enigmático.
Leoninamente,

Até à próxima

Seppuku, haraquiri ou falta de ética ?!...

Hoje, num credenciado e insuspeito blog sportinguista, que tomo a liberdade de nomear, com o respeito e a admiração que por várias vezes já manifestei ao seu autor, o Verde às Listas, é feita uma justa crítica à atitude seguidista e manifestamente enferma dos mais elementares princípios éticos, que alguns blogs do espectro leonino estão a usar, no sentido de alcançarem desígnios materiais ou outros, porventura mais baixos e indignos, com a exploração infundada, abstrusa e sempre condenável da complexa, perversa e tantas vezes maquiavélica evolução do mercado de futebol, a que todos os anos assistimos nos defesos subsequentes ao final de cada época.
Violino, o autor desse blog e que aqui saúdo pela lucidez e inteligência de mais esta contribuição importante para a causa sportinguista, está coberto de razão !... Já não bastam os tristes, lamentáveis e infindáveis folhetins diariamente passados à estampa pelos conhecidos pasquins da nossa praça que, a troco de eventuais acréscimos nas audiências ou no promíscuo cumprimento de desígnios clubisticos mais ou menos encapotados, inventam ou despudoradamente citam sem qualquer preocupação de confirmação fidedigna, as mais variadas ocorrências num mercado sem regulação - a FPF, a Liga ou a CMVM, costumam todas ir de férias nesta altura do ano !... -, sem controlo e na mais completa violação de todos os princípios legais estabelecidos. Agora são os próprios apaniguados, adeptos, simpatizantes ou mesmo sócios do Sporting Clube de Portugal que, através desse mundo fantástico, global e abrangente que é a blogosfera, com a mesma desfaçatez e impunidade, calcorreiam similares caminhos de falsidade, indignidade e aproveitamento descarado da natural curiosidade e impaciência dos adeptos sportinguistas. Sem se darem conta dos prejuízos que acarretam ao Sporting Clube de Portugal, ou do aumento exponencial que determinam nas dificuldades de quem, pelo clube e dentro deste, procura encontrar o melhor caminho para encontrar as melhores e menos dispendiosas soluções.
Aqui no meu canto, refletindo sobre esta triste realidade, não me foi difícil e muito menos demorado concluir, que todos os autores e responsáveis por tais posts especulativos, de propósitos ínvios e desprezávais, estarão a cometer, numa escala gradativa inversa à sua estrutura intelectual, um de três actos condenáveis: seppuku, haraquiri ou falta de ética !... Qualquer deles, depois de traduzir um imperdoável prejuízo para o Sporting Clube de Portugal, graduará claramente o atentado à própria honra que o seu sujeito perpetrou !... Qualquer deles deveria determinar, por parte de todo o universo sportinguista seguidor, um claro, inequívoco e imediato ostrascismo. Assim penso, assim afirmo, sem peias nem amarras, pelo meu querido Sporting Clube de Portugal !... Que cada um conclua o que a sua consciência lhe ditar !!!...
Leoninamente,

Até à próxima

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Uma maçã sã !...

Ferve de impaciência a nação leonina !...
Ainda que em cada um de nós seja evidente uma força interior muito forte, que nos refreia e acalma o tremendo desejo de que o 4 de Julho venha depressa, que venha o primeiro dizer que não há dentro do seu espírito de sportinguista, bem lá no fundo, uma ânsia tremenda de ver Domingos Paciência de fato de treino verde e branco e com o apito na boca, evoluir nos campos relvados da Academia e a preparar com método e saber, a nova forma de jogar futebol do Sporting Clube de Portugal!...
Que venha o primeiro dizer que não anda roídinho de impaciência de saber quem se segue ao nosso novo "puto matador", de nome difícil, que virá da Holanda! Ou por saber a confirmação da quase certa contratação da badalada estrela argentina em ascenção, que dá pelo nome de Rinaudo! Ou ainda por conhecer o futuro parceiro de Rodriguez na zaga leonina! Se bem que também não será menor a impaciência por saber - e ver !... - tudo o que pode sair dos pés da "culebra" Carrillo!
Tudo isso é verdade, a (im)paciência ferve em todos nós !... Mas a maior expectativa que vive em mim, devo confessá-lo, anda à volta de um "puto maravilha", que a incompetência, compadrio e jogos sujos de bastidores que tem reinado na Academia, não conseguiu "apodrecer"! É uma maçã sã que não se deixou contaminar e há poucos dias vimos evoluir na nossa selecção de sub-21, de quem já tinha ouvido referências de me fazer cair baba vaidosa da boca, cuja presença Domingos Paciência parece ter exigido nos trabalhos da pré-época, quiçá para continuar depois. É um menino baixinho, que veio de Santa Maria da Feira, com 13 aninhos, brincar com outros leões pequenos, cresceu e fez-se homem e faz lembrar a "maçã podre" de má memória, com baterias para mais de 100 minutos e com uns pés capazes de "desenhar" olhos em cada bola em que toca. De nome próprio André e de sobrenome Martins, marca grandes golos de bola corrida e nos livres, aquele pé direito faz milagres, sempre mais em jeito que em força. André Martins estará talhado para apagar uma certa mágoa que Betterncourt deixou instalar nos nossos corações. Porque deixou apodrecer a maçã !... Oxalá André Martins não perca a humildade que vem patenteando e que não deixe nunca cair en saco roto todos os conselhos e ensinamentos de Domingos Paciência.
Gostava de ver outros "putos académicos de Alcochete" nas mãos de Domingos, mas quem sou eu para lhe dar palpites ?!... Confio na sua perspicácia, no seu saber e na tremenda sede de vitórias que descortinei naquele fabuloso brilho nos olhos na hora da sua apresentação. Força Domingos !!!...
Leoninamente,

Até à próxima

PUBLICIDADE