quarta-feira, 31 de maio de 2017

Today!...


Hoje

"Hoje, enquanto as flores permanecem na videira
Provarei os teus morangos,  beberei teu vinho doce.
Um milhão de amanhãs passarão
Antes que eu esqueça toda a alegria, hoje

Serei um janota ou então vagabundo
Saberás quem eu sou pelas músicas que eu canto
Partilharei tua mesa e os teus luxos
Quem se importa com o que o amanhã trará

Hoje, enquanto as flores permanecem na videira
Provarei os teus morangos,  beberei teu vinho doce.
Um milhão de amanhãs passarão
Antes que eu esqueça toda a alegria, hoje

Eu não posso estar contente com a glória de ontem
Não posso viver de Inverno com  promessas de Primavera
Hoje é o meu momento, agora é a minha história
Então hei-de rir, e gritar, e cantar

Hoje, enquanto as flores permanecem na videira
Provarei os teus morangos,  beberei teu vinho doce.
Um milhão de amanhãs passarão
Antes que eu esqueça toda a alegria, hoje

Hoje, enquanto as flores permanecem na videira
Provarei os teus morangos,  beberei teu vinho doce.
Um milhão de amanhãs passarão

Antes que eu esqueça toda a alegria, hoje."



E Maio trouxe-nos as flores tão desejadas!...

Leoninamente,

Até à próxima

Campeões, campeões, nós somos CAMPEÕES!!!...


Campeões, campeões, nós somos CAMPEÕES!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

"Por uma vez não pensou mal"!...


OS DESASTRES DE SIMÃO

«Simão Sabrosa pode ter sido um bom jogador de futebol; agora o que não tem é qualquer sentido de humor e muito menos, bom senso.

Vem isto a propósito da ideia peregrina de Simão, reconvertido agora em entertainer de um programa televisivo, dos muitos que há sobre futebol, de fazer uma equipa com os piores jogadores com que jogou na sua carreira profissional.

Eu até subscrevo algumas das escolhas de Simão, embora ache que incide demasiado sobre o jogadores do Sporting e esquece flops do Benfica como King, Paredão, Freddy Adu, Roberto, e por aí além.

Só que esse exercício pode ser feito por um comentador, nunca por um antigo jogador, internacional A e capitão do Benfica, a quem fica mal formular juízos de valor depreciativos sobre colegas de profissão – melhores ou piores, isso não está em causa – e, sujeitando-se à reação azeda do Fernando Aguiar, que lhe respondeu à letra.

Já tinha descortinado alguma insensibilidade ética de Simão, quando resolveu fazer profissões de fé sobre o Benfica, esquecendo que foi o Sporting quem o trouxe do desterro em Gonçalim e fez dele um jogador de futebol; infelizmente o Sporting falhou, como os fatos vieram a demonstrar, no resto da sua formação.

Era um pouco, como se, um antigo primeiro-ministro, resolvesse divulgar publicamente a lista dos piores ministros que com ele trabalharam...

O problema de Simão é o de muitos futebolistas no after life, ou seja quando se acabam os rendimentos do futebol e enveredam por outras carreiras, para as quais não estão preparados e se prestam a fazer figuras, que à vezes até mete pena ver.



Se Simão quiser – ou não tiver alternativa – em persistir nesta carreira, aconselho que veja os programas do Eric Cantona, que sabe ser cáustico e divertido, sem ser ofensivo. Pode ser que se inspire, embora seja um exercício difícil, porque dentro e fora do campo, Cantona foi sempre, muito melhor que Simão...»
(Carlos Barbosa da Cruz, O canto do Morais, in Record)


Estava eu a ler com uma natural e crítica curiosidade esta crónica de Carlos Barbosa da Cruz sobre a "atrocidade cometida por Simão Sabrosa" e não resisti a estabelecer o paralelo que me sugeriu o comentário de Marcelo Rebelo de Sousa, sobre a analogia estabelecida por Wolfgang Schauble, entre Mário Centeno e Cristiano Ronaldo...

De facto quem teve a coragem e foi capaz de escrever uma crónica com esta dimensão...

"Por uma vez não pensou mal"!...

Leoninamente,
Até à próxima 

Apenas uma questão de grandeza!...


Apenas uma questão de grandeza!...

Leoninamente,
Até à próxima

Parabéns Bas Dost...


Bas Dost apaixonado pelo Sporting

«Na cabeça de Bas Dost, talentoso, integro e digno profissional holandês que inesperadamente nos entrou pela porta dentro em Alvalade, justo e apaixonado herdeiro de eternas saudades como Peyroteo, Yazalde, Manuel Fernandes, Jordão, Alberto Acosta e tantos outros, só está a continuidade em Alvalade, onde encontrou um clube pelo qual se ‘apaixonou’, adeptos fora do comum e que não o deixam relaxar, assim como o treinador que mais lhe ensinou numa década de futebol sénior. Tudo junto, acabou num sentimento de dívida do camisola 28 para com os leões, que em Agosto de 2016 concretizaram a maior transferência da sua história ao pagarem 10 milhões de euros para redimir a angustiada saudade de Islam Slimani. Agora, e com os olhos já postos em 2017/18, é tempo de retribuir a aposta e o carinho que tem recebido ao longo da primeira temporada, com a promessa de tentar fazer igual ou melhor e ajudar o leão a conquistar o título de campeão nacional que lhe foge há 15 anos!...

Chegado já com a época a decorrer, passou por naturais dificuldades de adaptação, mas estará hoje completamente rendido ao Sporting e a Portugal: aos 28 anos – hoje precisamente celebrados – , Bas Dost parece ter encontrado o lugar que maior estabilidade lhe terá dado em todos os contextos da sua carreira, o mesmo que lhe permitiu atingir os melhores números do seu percurso de futebolista de eleição e que afasta, para já, os (muitos) milhões com que começaram a ‘acenar-lhe’ da China.

Entre tantos argumentos semelhantes, será justo destacar um: o facto de Jorge Jesus ter potenciado as suas extraordinárias qualidades de goleador. O técnico tinha prometido ao holandês, segundo as próprias palavras deste, que em Alvalade iria melhorar os seus números, através de um sistema com ‘dois extremos’ que o servissem com qualidade e um ‘craque’ nas suas costas que lhe permitisse não ter de sair da sua zona de acção. Embora tivesse demorado mais do que o previsto, acabaria por encontrá-lo: é Alan Ruiz, com quem forma, segundo a opinião do técnico leonino, 'a melhor dupla de avançados do futebol português'...»
(Excerto adaptado de um texto de Bruno Fernandes, in Record)

Parabéns Bas Dost, os adeptos sportinguistas contam contigo!...

Leoninamente,
Até à próxima

terça-feira, 30 de maio de 2017

Uma boa notícia para compensar certas frustrações!...



Ao que se vai sabendo, Luís Martins continuará à frente da formação secundária dos leões na próxima temporada, acumulando a anterior função de director técnico do futebol de formação.

Uma boa notícia para compensar certas frustrações!...

Leoninamente,
Até à próxima

O filme do leão 2017/18 não passará de uma "reprise"!...


O regresso do leão à casa de partida

«Distante da luta do título e sem mais competições por disputar, o Sporting decidiu avançar em Janeiro para um emagrecimento do plantel. Uma opção justificável sobretudo do ponto de vista financeiro, mas que obriga o leão a voltar praticamente à casa de partida para enfrentar a época 2017/18.

Para compensar o elevado número de saídas, a SAD leonina decidiu chamar de volta alguns emprestados. Jesus assumiu então que era dar um passo atrás para depois dar dois em frente. Descobrir o presente para olhar o futuro, ganhar alguns meses.

O tempo dirá quantos destes jovens vão ficar no plantel 2017/18, mas seja como for o Sporting precisa de mais soluções para encarar agora quatro frentes novas.

Olhar exclusivamente para a Academia de Alcochete para preencher os espaços em branco é utópico, e Jesus sabe-o. Basta verificar as vezes em que o técnico já falou da necessidade de conciliar formação e prospecção.

«Quando as duas coisas não colam fica curto para ganhar títulos», disse o técnico, com toda a propriedade.

O problema está (bem) identificado, mas é legítimo questionar se a estrutura leonina terá capacidade para o contornar.

Durante muitos anos o problema foi falta de dinheiro, mas há um ano faltou sobretudo perspicácia no mercado. E se Alan Ruiz é um talento para lapidar e Markovic até parecia um bom golpe, o regresso de Elias e as contratações de Douglas ou Castaignos pareciam falhanços anunciados.

Alguns destes nomes deixam evidente a responsabilidade de Jorge Jesus, mas ela não se esgota aí. E o que mais deve inquietar os adeptos leoninos é perceber que (pelo menos até agora) a estrutura leonina não sofreu alterações significativas. E muitos talvez partilhem da opinião de que o reforço mais urgente não seria para jogar, mas sim para fazer a ponte entre presidente e treinador, com voz activa junto de ambos.
(Nuno Travassos, 4x4x3, in MaisFutebol)

Estou, hoje por hoje, profundamente de acordo com Nuno Travassos! Como já o teria estado há alguns meses atrás, se este mesmo cronista tivesse antecipado para esse tempo a sua crónica: disse-o por aqui então, que me parecia imperiosa, urgente e inadiável a "construção/aquisição" da ponte agora referida por NT, entre presidente e treinador  e cujos "cálculos" apontassem para uma robusta obra de engenharia em tudo diferente, das frágeis "pontes levadiças ou mesmo suspensas", que notoriamente têm ligado em todo o tempo que Bruno de Carvalho já leva de Sporting,  as "duas margens da estrutura leonina". 

E fui mais longe nessa ocasião, quando da forma necessária e obrigatoriamente velada e camuflada que o contexto de então impunha, pretendi reduzir a um nome apenas a lista de "engenheiros" capazes de levarem a cabo tão exigente missão, deixando à argúcia de cada um dos meus leitores, a capacidade para desvendar o enigma da travessia do Douro. Agora essa solução não existe mais. Porque alguém poderoso, com visão bem distante do seu umbigo e bem longe das nossas acanhadas raias físicas e mentais, se antecipou... E, desgraçadamente, não me parece que o nosso mercado interno comporte alternativa ao menos aproximada e do nível que seria exigível!...

Julgo que o Sporting estará condenado à dimensão dos umbigos de cada uma das margens do tumultuoso rio que atravessa Alvalade, cada uma presumida e erraticamente convencida da sua autosuficiência para ensaiar o gigantesco salto entre margens que a realidade impõe. E acabam por cair, cada ao seu modo, mas dolorosamente para os adeptos, no meio do turbilhão do rio, qual mulher sofisticada e vâ, que adora ir para o meio campesino de saia travada e sapatos de salto alto!...

Oxalá me engane, mas é minha profunda convicção de que...

O filme do leão 2017/18 não passará de uma "reprise"!...

Leoninamente,
Até à próxima

#NãoHáDesculpas! Apenas ganhar, ou ganhar!!!...


Segundo informou esta terça-feiara a Federação de Andebol de Portugal, o seu Conselho Técnico decidiu não existirem fundamentos para o protesto do Porto no jogo frente ao Benfica do passado dia 20, pelo que o resultado se mantém, confirmando assim o triunfo do Benfica (28-27) de que resulta a possibilidade do Sporting se poder sagrar campeão nacional amanhã, em caso de vitória sobre o Benfica na derradeira jornada do campeonato. Eis o teor da decisão do CT da FAP:

"O Conselho Técnico da Federação de Andebol de Portugal, em reunião de 29 de Maio de 2017, analisados os fundamentos do protesto, as declarações dos delegados ao jogo, dos árbitros e outras evidências factuais, concluiu, por unanimidade, não existirem fundamentos para o protesto, pelo que este é indeferido e confirmado o resultado final do jogo com a vitória do Benfica, pelo resultado de 28 a 27."

Com apenas uma jornada para disputar, os leões vêem assim confirmada a liderança da prova, dependendo apenas de si próprios para conquistar o título, caso averbem a imprescindível vitória na recepção ao Benfica.

Jamais renegando o lema que os nossos fundadores nos legaram de "Esforço, Dedicação, Devoção e Glória", será de recordar aos nossos bravos leões que para este pequeníssimo passo que agora lhes será exigido...

#NãoHáDesculpas! Apenas ganhar, ou ganhar!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

As dúvidas assaltam a nação leonina!...


É AGORA QUE SE COMEÇAM A GANHAR TÍTULOS

«Terminada a temporada, eis que os grandes se esforçam e digladiam por encontrarem os melhores reforços. É verdade que parte do trabalho já está feito, nomeadamente em Sporting e Benfica, mas há ainda muito a fazer. Seja em compras ou vendas. Águias e dragões estão obrigados a encaixes milionário para equilibrarem as contas e as notícias sobre saídas sucedem-se. Primeiro as baixas nas balizas. Ederson protagoniza a segunda maior transferência de sempre de um guarda-redes, Casillas está de partida pois os encargos assumidos são demasiado elevados para a realidade portista. E se na Luz a estabilidade parece adquirida, garantida a continuidade de Rui Vitória, tanto pelo próprio como por Vieira, no Dragão, para além de um novo n.º 1, procura-se também um líder para o projeto futebolístico. E claro que isso dificulta a reorganização necessária. Pinto da Costa e Luís Gonçalves não têm ainda interlocutor para que os alvos da próxima época estejam identificados. É o preço a pagar por trocar de treinador. Nada perdido, longe disso, mas dificulta.

Em Alvalade Bruno de Carvalho e Jesus vão acertando agulhas, entre constantes notícias de possível saída do técnico, mesmo que desmentidas por quem é suposto contratá-lo. Para ser campeão o Sporting precisa de ser muito mais certeiro neste mercado do que a época passada, quando parecia campeão do defeso. E se o leão está menos obrigado a encaixes, ainda assim tudo leva a crer que para haver investimento a sério alguma pérola terá de sair. Resta saber se quem chega faz a vez de quem sai. O Sporting perdeu identidade de uma época para outra e dificilmente se poderá dizer que o plantel de 2016/17 era pior do que o anterior. É na análise de tudo isto que assentará o eventual sucesso de Bruno e JJ. Uma mescla perfeita entre formação e contratações precisa-se. Não é fácil, diga-se.


Concordo com Bernardo Ribeiro: para de novo "ganhar identidade" o Sporting terá de conseguir "uma mescla perfeita entre formação e contratações"!...

A grande questão será a de saber se JJ é capaz ou se nisso estará interessado?!...

As dúvidas assaltam a nação leonina!...

Leoninamente,
Até à próxima

A bolsa do Sporting ou a de outros potenciais interessados?!...



Arrumar a casa em Alvalade



Adianta o jornal Record na sua edição de hoje (LINK), que Bruno de Carvalho e Jorge Jesus se preparam para, finalmente,  começarem a arrumar a casa em Alvalade. Mandam as mais elementares regras da civilidade e convivência social, que deverá ser quem desarruma o responsável pela arrumação!...

A grande questão de quase todo o universo sportinguista será a de saber se depois do ciclópico trabalho de arrumação, a casa não voltará a ser de novo desarrumada?!...

Será que, por exemplo, Fábio Coentrão vem arrumar ou desarrumar...

A bolsa do Sporting ou a de outros potenciais interessados?!...

Leoninamente,
Até à próxima

Mas de que é que estavam à espera?!...


BENFICA VOTOU CONTRA NOVO LIMITE DE 150 EUROS NAS PRENDAS AOS ÁRBITROS

«Uma das alterações ao Regulamento Disciplinar que já passou na Assembleia Geral da Liga desta segunda-feira tem que ver com a questão da corrupção desportiva, uma bandeira assumida pelo Sporting e com eco na própria FPF. Ora, os clubes da Liga aprovaram um limite de 150 euros para o valor das prendas a árbitros: isto quer dizer que a partir de agora as ofertas superiores a 150 euros constituem uma infracção ao Regulamento Disciplinar e são consideradas corrupção desportiva. 

A decisão do limite de 150 euros nas ofertas às equipas de arbitragem passou na AG por maioria, com 27 votos a favor, 15 contra e duas abstenções, sendo que o Benfica foi um dos clubes que votou contra a aprovação desta medida...»

Mas de que é que estavam à espera?!...

Leoninamente,
Até à próxima

segunda-feira, 29 de maio de 2017

"Depois de burro morto, cevada ao rabo"!...


Liga aprova limite de 150 euros para ofertas a árbitros

«A Assembleia Geral da Liga reuniu-se esta segunda-feira e aprovou o limite de 150 euros para o valor das ofertas de clubes aos árbitros, sendo que: ofertas iguais ou superiores a este valor constituem infração do Regulamento Disciplinar da Liga.

Com 27 votos a favor, 15 contra e duas abstenções, a medida foi aprovada pela maioria. Na próxima temporada, os clubes não podem ultrapassar então o valor de 150 euros em ofertas a árbitros...»
(NotíciasaoMinuto)

"Depois de burro morto, cevada ao rabo"!...

Leoninamente,
Até à próxima

"... Junta-te aos maus e serás pior do que eles"!...


BANCADA DE SÓCIOS


1. O Benfica parte como o principal candidato a ganhar a Liga na próxima época?

2. Bruno de Carvalho deve demitir-se se o Sporting não for campeão em 2017/18?

3. Quem seria o treinador ideal para o Porto na próxima temporada?

Rui Calafate (Sporting)

«Partir à frente

1. O Benfica parte à frente porque é o campeão, mantém a estrutura e a equipa técnica e tem um plantel que lhe permite que possa haver saídas, mas tendo já algumas soluções para o futuro. Se sair Pizzi, aí é que será um problema maior, pois é no miolo que os encarnados precisam de mais soluções e onde se viu que Rui Vitória não tinha este ano grandes alternativas para uma rotatividade. 

Dar condições

2. O presidente foi eleito há muito pouco tempo com percentagem esclarecedora de votos. Não julgo que seja tema para a preparação de uma época que se pretende vencedora, depois do fracasso de 2016/2017. A exigência deve ser uma motivação diária, deve estar na cabeça de todos os que servem o Sporting mas também nos sócios. Agora, cabe a Bruno de Carvalho dar todas as condições para que Jorge Jesus faça o seu trabalho sem oscilações. É isso que todos os sócios querem.

Pedro Martins

3. O Porto vai baixar drasticamente o orçamento e, finalmente, vai dar mais oportunidades à sua formação. Ora, com este perfil de gestão dos ativos da SAD, Pedro Martins, habituado a criar, ano após ano, equipas fortemente alicerçadas em jogadores jovens pode ter o perfil ideal. Mas se assim for, os objetivos podem não ser repentistas quando o Porto precisa de ganhar alguma coisa. Os dragões estão a viver um dilema.»
(Bancada de Sócios, in Record)

Mais uma vez o filtro de Leoninamente impôs a exclusão da contribuição dos outros dois paineleiros da rubrica: encartilhada, grosseira ou mesmo boçal a de Leonor Pinhão, capciosa e com leves pinceladas de cinismo a de Nuno Encarnação...

Aproveitaram-se, como habitualmente, as palavras equilibradas, inteligentes e civilizadas de Rui Calafate e, por isso, elas aqui ficam...

"... Junta-te aos maus e serás pior do que eles"!...

Leoninamente,
Até à próxima

Faxavor calem-se e ponham os pontos nos is!...


Sr. Feliz - Como vai Sr. Contente?!
Sr. Contente - Como vai Sr. Feliz?!
Os dois - Digam à gente, digam à gente, se o Leão anda feliz!...
Público - Qual quê, qual feliz? Com tudo o que por aí se diz?!..
Sr. Feliz - Mas o qu'é que diz o país?!
Sr. Contente - Sim, o país ind'há dois meses 'tava feliz!...
Público - Zero títulos, zero ídolos! É o que diz o país! Está farto de treta e no fim leva c'o tetra! E c'a taça! E c'o triplete! O país 'tá infeliz! E vocêses nunca mais param c'a treta! Tanta treta, tanta treta, qu'inté nos abana a raíz! Já há quem diga que vão os dois p'a Paris! Com'é c'o Leão anda feliz?!...
Sr. Feliz - É mentira! A gente 'tá a planear p'ó Leão ser feliz!...
Sr. Contente - É verdade! A gente depois inté come o país!...
Público - Que nada! Qual país?! O feliz ou o infeliz?! Tudo treta, tudo treta, vocêses nunca mais aprendem a fazer o Leão feliz! Olhem que nunca será com tretas em cima de tretas!...
Sr. Feliz - Mas...
Sr. Contente - Mas...
Público - Num há mas, nem meio mas! Calem-se mas é os dois, se querem ver o Leão feliz! E trabalhem, pôrra! Trabalhem p'ró país!...

E calem-se, faxavor calem-se e ponham os pontos nos is!...

Leoninamente,
Até à próxima

5 VIOLINOS!...



Leoninamente,
Até à próxima

domingo, 28 de maio de 2017

Contra factos não existem argumentos!...

Base da imagem retirada de foto em MISTER DO CAFÉ

Contra factos não existem argumentos!...

Leoninamente,
Até à próxima

Esferovite vai p'ró Benfica!...

Foto e notícia: jornal Record

Esferovite vai p'ró Benfica!...

Leoninamente,
Até à próxima

O stock de carvão do Serpa já não cabe no armazém?!...


Mais um croata anunciado ontem pelo jornal A Bola (LINK), como fazendo parte da lista de potenciais reforços que o Sporting procura por terras da antiga federação jogoslava.

Trata-se de Franko Andrijašević, um médio ofensivo de 25 anos - 1,89/80 kgs - recente campeão pelo Rijeka, depois de realizar 38 jogos e marcar dois golos.

Internacional por três vezes e tendo marcado um golo pela selecção das camisolas esquisitas, o vídeo a seguir dará uma ajuda sobre os atributos do jogador:



Será que voltaremos a assistir à chegada de mais uma "camioneta" de jogadores vindos dos Balcãs, em excursão especialmente organizada, como parece ser seu hábito antigo, por Jorge Jesus, ou será que ...

O stock de carvão do Serpa já não cabe no armazém?!...

Leoninamente,
Até à próxima

sábado, 27 de maio de 2017

Ó senhor Zé Manel, à mulher de César não lhe bastará ser séria!...


O efeito Meirim

Caso Samaris: uma rectificação e a certeza de que era possível julgar mais depressa

«José Manuel Meirim, presidente do Conselho de Disciplina da FPF, é um nome que os jornalistas têm de respeitar. Nos seus tempos de perito forçado de quase todos os jornais e rádios que prestam atenção ao futebol, ganhou-nos a confiança, por acertar quase sempre nas leituras que lhe pedíamos, por dar provas contínuas de não estar infectado pelo clubismo e pela honestidade com que lidava connosco. Diferencia-o dos anteriores presidentes do CD (e é injusto para estes, admito) o facto de o conhecermos de antemão e de lhe termos visto da primeira fila vários exemplos de idoneidade e competência. Quando Fernando Gomes o escolheu, a primeira imagem que me veio à cabeça foi a do teste do furo nas câmaras de ar: finalmente estamos a mergulhar a Disciplina numa bacia de água para ver de onde saem as bolhas. E resulta. Anteontem escrevi um comentário, neste espaço, sobre o castigo irrelevante a Samaris e como, provavelmente, essa irrelevância de já não pesar neste campeonato era responsabilidade conjunta do CD, da Comissão de Instrutores da Liga e dos regulamentos inexplicáveis do futebol profissional. [...]

(Excerto do comentário a que JMR alude, publicado em 24 Maio 2017 18:28)
Caso Samaris era dispensável

A época acaba com um pontapé nas canelas da disciplina e da equidade

«A época acaba mal para o Conselho de Disciplina, embora nunca seja fácil discernir os culpados nas bizarrias disciplinares do futebol profissional. Terão sido o Conselho de Disciplina da FPF, a Comissão de Instrutores da Liga ou os alçapões dos regulamentos que levaram a um castigo de quatro jogos para o benfiquista Samaris, decretado depois de a época acabar e seis semanas após o murro que o grego deu, à vista das câmaras de televisão, num jogador do Moreirense? Aparentemente, foi toda a gente. Segundo a Liga, o processo demorou semanas a ser enviado pelo CD à Comissão de Instrutores, que por sua vez alterou o enquadramento legal para um mais complicado, servindo-se de um regulamento que não consegue garantir a decisão rápida de um facto que toda a gente viu pela televisão no próprio dia do jogo. Depois, é fácil culpar Bruno de Carvalho por ser Bruno de Carvalho e Pinto da Costa por ser Pinto da Costa e clamar contra os maldizentes que acusam o futebol de estar viciado. Não havia mesmo hipótese de evitar mais esta infeliz coincidência?»

 [...] Nesse artigo, cometi um erro: o Conselho de Disciplina não demorou semanas a enviar o processo à Comissão de Instrutores; demorou nove dias a contar do jogo, ou seis dias a contar da participação do Sporting contra o grego. O resto mantenho com mais convicção ainda depois do e-mail que José Manuel Meirim me enviou, detalhando os esforços que fez para que o castigo a Samaris valesse ainda esta época: havia forma de o fazer. Era possível castigar o grego em tempo útil, se não com uma Comissão de Instrutores em paz com o CD, pelo menos com um regulamento bem feito, que garantisse uma decisão sumária num acto de agressão claro para todos desde o primeiro instante. E é o efeito Meirim que nos permite ver isto com tanta clareza.»
(José Manuel Ribeiro, Opinião, in O Jogo em 26 Maio 2017 17:37)


Sobre esta estranhíssima crónica do senhor director do jornal O Jogo (JMR), começarei por dizer que lhe assistirá toda a legitimidade para soprar na vela de José Manuel Meirim (JMM). Com o devido respeito, não me custará colocar-me rigorosamente à margem da relação existente entre ambos e que justificará todos e quaisquer e-mails que, sempre que o entenderem, eventualmente decidam trocar.

Agora o que JMR não poderá pretender será tentar "desconstruir" a opinião com que o público adepto do futebol  ficou da "desgraçada" intervenção de JMM em todo este caricato processo, que nenhum barril de lixívia conseguirá branquear.

A meu ver JMR deveria, em vez de rebentar os pulmões a soprar na vela, começar por questionar JMM na volta do correio, sobre a quem deveria ser atribuida a responsabilidade deste "escabroso" processo, no caso do Sporting CP não ter apresentado a queixa? O que teria acontecido? Será que teríamos hoje um soneto bem pior que esta desgraçada emenda?

De seguida, questionar JMM sobre as razões que o levaram a demorar nove dias a contar do jogo, ou seis dias a contar da participação do Sporting contra o grego, a enviar o processo à CI da LPFP? Porque não ZERO dias?

Depois colocar a  JMM outra importantíssima questão, que será a de saber se as culpas do clima de guerrilha existente entre o CD da FPF e a CI da LPFP, deverá apenas ser atribuível a esta última, ou se, como razoavelmente todos os adeptos do futebol legitimamente há muito concluíram, haverá culpas repartidas, indissociáveis de um surda luta pelo poder em que JMM, mesmo carregando sobre os ombros todas as asas de anjo da procissão da Senhora da Agonia que usou para conseguir o beneplácito de JMR, jamais conseguirá negar?

Finalmente será que JMR, em vez de tentar seduzir com "papas e bolos" os "tolos" adeptos que neste lamaçal do futebol "tuga" ainda anseiam por ver aplicados na Disciplina e Justiça federativa os mais elementares princípios de Verdade, Transparência e Isenção, não deveria primeiro questionar JMM sobre o que tem andado a fazer até agora, a poucos dias de fazer um ano que tomou posse, em prol das rápidas, urgentes e eficientes alterações regulamentares, no sentido de o futebol já poder contar neste momento com o tal "regulamento bem feito", cuja inexistência parece ser a mãe de todos os males? Ou será que o adiamento "sine die" de tão ciclópica e imperiosa empresa, é profundamente conveniente para servir de "guarda-chuva" aos propósitos que legitimamente os adeptos do futebol entenderão como menos transparentes e claros de JMM?

Ó senhor Zé Manel, à mulher de César não lhe bastará ser séria!...

Leoninamente,
Até à próxima

O que significa a palavra "fair play"!....


Momento durante o jogo de hoje entre as equipas juniores do Porto e do Sporting, para recordar aos mais velhos...

O que significa a palavra "fair play"!....

Leoninamente,
Até à próxima

#NãoHáDesculpas!!!... (3)

Sub-19: Sporting é o novo campeão nacional de Juniores

Os leões entraram em campo no Centro de Treinos do Olival frente ao Porto, a saberem que um empate bastava para confirmar o seu 17º título do escalão, já que tinham seis pontos de avanço para o V. Guimarães, e conseguiram-no (resultado final 1-1), festejando assim no relvado dos Dragões.

E a saga leonina prossegue imparável...

#NãoHáDesculpas!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Das declarações de Rui Vitória sobre o vídeo-arbitro (VAR)!!!...




Portugal está nos oitavos-de-final. Num jogo muito complicado, no qual a Selecção Nacional dominou mas revelou fragilidades na defesa e no ataque, o apuramento foi alcançado com os deuses a escreverem direito por linhas tortas: primeiro foi o vídeo-árbitro a 'cancelar' um pénalti contra Portugal e depois veio um autogolo iraniano, já aos 86 minutos...

Nos oitavos de final, Portugal vai defrontar a Coreia do Sul, selecção anfitriã, na próxima terça-feira.

Vai ser muito interessante conhecer o que pensa Emílio Peixe, acerca...

Das declarações de Rui Vitória sobre o vídeo-arbitro (VAR)!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

#NãoHáDesculpas!!!... (2)



É NOSSA! O Sporting acaba de conquistar a Taça Challenge pela segunda vez e chega aos 25 títulos europeus na História!...

Alcançar mais este título vem reforçar o novo lema que parece varrer de forma avassaladora neste final de época, todo o universo leonino...

#NãoHáDesculpas!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

O que faltam para aí são treinadores!...


Não vale a pena chorar se o leite derramar!

O que faltam para aí são treinadores!...

Leoninamente,
Até à próxima

sexta-feira, 26 de maio de 2017

#NãoHáDesculpas!...


SPORTING  CAMPEÃO NACIONAL 1ª DIVISÃO EM TÉNIS DE MESA

O Sporting CP sagrou-se hoje Campeão Nacional da 1ª Divisão de Seniores Masculinos ao derrotar o ADC Ponta do Pargo por 3-0 no jogo 2 da Final do Playoff.

SPORTING CP, 3 – ADC PONTA DO PARGO, 0

Diogo Chen / Bode Abiodum – Jide Ogidiow / Saheed Idowu (3-0) 11-5, 11-3, 11-7 
Aruna Quadri – Jide Ogidiow (3-0) 11-5, 11-8, 11-2 
Diogo Chen – Énio Mendes (3-0) 11-2, 11-8, 12-10

(Fonte: FPTM)

Também para estes leões...

#NãoHáDesculpas!...

Leoninamente,
Até à próxima

Acho que vou comprar uma bola de cristal!...



Um molho de bróculos! É exactamente o que é o Sporting na actualidade!... Sim, temos projecto, mas também poderemos ser obrigados a alterá-lo profundamente! Sim, temos treinador, porém, amanhã poderemos deixar de ter! Sim, temos a próxima época absoluta e rigorosamente planeada, todavia de um momento para o outro tudo poderá desaguar em acelerada e precipitada reformulação, fruto da contratação de outro treinador que, com outras ideias, acabará por impôr a sua agenda, vetando saídas e entradas absoluta e rigorosamente planeadas! Sim, temos Presidente, contudo já nem ele próprio saberá ao certo com aquilo que será confrontado um dia destes!...

Acho que vou comprar uma bola de cristal!...

Leoninamente,
Até à próxima

Nunca compreenderei como pode alguém negociar a dignidade!...


DECISÕES SEM RISCO

«Lisboa é hoje uma das capitais da moda, um destino apetecível, sobretudo nesta altura em que muitos países vivem num clima de terror do qual felizmente temos sido poupados - rezemos para que assim continue. Desde 1967 que Lisboa é referência obrigatória no roteiro dos adeptos do Celtic que aqui conquistou a Taça dos Campeões. Ontem voltaram para comemorar o cinquentenário, enchendo de alegria as ruas da cidade e invadindo o Jamor, local de culto para os ‘católicos’ com autorização para o visitar numa decisão que se saúda da FPF.

Rui Vitória colocou reservas quanto à estreia oficial do vídeo árbitro (VAR) na final da Taça. Creio que esse risco é tão maior ou menor quanto o da sua aplicação na 1ª jornada do campeonato da próxima época. Mais: até será menor no Jamor, uma vez que estarão reunidas condições de avaliação rigorosamente equivalentes para os dois participantes. Daquilo que se sabe, haverá o cuidado de introduzir mais câmaras em determinados campos para melhorar a análise do VAR, mas dificilmente serão em número igual ao que terão os jogos televisionados dos grandes. Convinha, pois, que em vez da dúvida manifestássemos confiança num sistema que deve ser um instrumento de auxílio à arbitragem. 

Fernando Santos não convocou Éder nem Renato Sanches para o novo ciclo da Selecção. Por um lado, a decisão surpreende; por outro, não. Sim, porque os dois jogadores integraram as convocatórias de todos os jogos que se seguiram ao Europeu; não, porque há nesta altura quem ofereça mais garantias, atendendo às vagas disponíveis. Acresce que ser campeão europeu não pode dar direito a ter lugar vitalício na Selecção. Ademais, Renato vai ser muito útil a Rui Jorge. E fica a promessa: da minha parte, será ‘tratado’ como um sub-21.»
(António Magalhães, Entrada em Campo, in Record)


Decididamente, ao contrário do que me é habitual, apreciei esta crónica do director do jornal Record, sempre mui cuidadoso em evitar polémicas, para não lhes chamar confrontos, com tudo o que directa ou indirectamente possa estar ligado ao "poder escarlate", mesmo que a este eventualmente assista "razão zero"! Claro que uma andorinha não faz a Primavera e não ficarei admirado se dentro de pouco tempo me vir obrigado a desembainhar a espada que com ele uso com a frequência que nunca desejei, por motivos que entendo deverem ficar só para mim, mas que ele facilmente terá compreendido há muito tempo.

Vem isto a propósito de António Magalhães ter sido, com esta crónica, o primeiro director de jornal desportivo e, já agora, o primeiro jornalista a, sem lhe chamar sonso como eu não tive problemas em fazer, afirmar publicamente com preto no branco, que Rui Vitória, atirando pedras ao vídeo árbitro (VAR), se terá esquecido, com a jactância que parece já ter assimilado lá pela Luz e pelo Seixal, de... esconder a mão, o que certamente já lhe terá custado ouvir das boas, tanto do Janela, quanto do Bernardo, quiçá até do "patrão-mor"! Porque chamar nojentas às suas afirmações será quase uma elogio. Sonso é o que ele é, e não o digo de hoje! A mim nunca me enganou, e espero ter saúde e vida para apreciar muito mais "casas" construídas por ele. Acreditem que não me custaria nada desenhar um sorriso, se Pedro Martins usasse na mentalização da sua gente a "atoarda" do Vitória, do mesmo modo que este afirmou ter usado as atoardas de JJ. Seria provar do seu próprio veneno e talvez o fizesse baixar a garupa, demasiado alta para o meu gosto! E tão depressa, santos deuses! E ainda dizem que não é sonso!... 

Para acabar de atar o bonito "ramo de flores" que constitui a sua crónica de hoje, só faltava a Magalhães colocar o "trancinhas" no seu devido lugar, depois de Rui Jorge ter dito, e bem, o que disse!...

Caramba, a dignidade é um bem tão preciso que... 

Nunca compreenderei como pode alguém negociá-la!...

Leoninamente,
Até à próxima

Quem não aprecia o bom jornalismo?!...


O PROJECTO DO SPORTING

«Começou a contagem decrescente para a inauguração do Pavilhão João Rocha, a 21 de Junho, e aos poucos começam a ser conhecidos os contornos do projecto do Sporting para o próximo ano para as modalidades. A principal novidade é o regresso do voleibol, viabilizado por uma figura carismática como Miguel Maia, que arrasta o actual seleccionador nacional Hugo Silva para uma missão: destronar o Benfica e marcar a diferença para o Sp. Espinho e Fonte do Bastardo. Se o Sporting tiver uma equipa competitiva, tudo será diferente para bem do voleibol. É preciso fazer uma aposta forte e, como se sabe, qualquer mau resultado é visto com outros olhos, um pouco à semelhança do que se tem passado no ciclismo, onde os leões têm dificuldade em aproximar-se da alta voltagem dos corredores do Porto. Até agora não tem tido grandes sucessos desportivos nas duas rodas.

O hóquei em patins e o andebol vão coabitar no Pavilhão João Rocha. Será através destas duas modalidades que o Sporting se pode afirmar a nível nacional e internacional. Nos últimos dois anos, a direcção investiu muito dinheiro e apesar da conquista da Taça CERS em 2015, a verdade é que isso soube a pouco para um plantel cheio de vedetas. Fica a expectativa – não o benefício da dúvida – para a época 2017/2018. No andebol, tudo está ainda em aberto e há boas razões para acreditar que o Sporting possa conquistar amanhã a Taça Challenge, na Roménia, e o campeonato na próxima quarta-feira. Não será o andebol a salvar as críticas feitas pelo presidente Bruno de Carvalho e que levaram Vicente Moura a pensar mais na sua saúde. Mas o antigo líder do COP ainda teve saúde para festejar no atletismo o título de campeão europeu feminino em pista, em 2016, e três campeonatos nacionais no futsal.»
(Norberto Santos, Primeira Barreira, in Record)

Quem não aprecia o bom jornalismo?!...

Leoninamente,
Até à próxima

quinta-feira, 25 de maio de 2017

A consciência cria a realidade!...



A ambos a consciência aponta o dedo, embora "nenhum padeiro amasse para fazer ruim pão"!...



Aconteceu? Sim, aconteceu. E doeu. Muito. Demasiado. A eles e a nós! E agora? Agora é hora de obedecer à consciência. Tanto um, quanto o outro! Cada um terá de deixar lá atrás o pão que amassou e que acabou por deixar que se tingisse de sangue em vez de suor e buscar no horizonte cores mais nobres. As cores da recompensa e da esperança...

Agora #NãoHáDesculpas! Agora é hora de ouvir a consciência! Apenas porque...




Leoninamente,
Até à próxima

Uma séria e profunda reflexão!...


CHUVA DE HUMILDADE

«A gala do Sporting deveria acontecer no dia 1 de Julho, data do aniversário do clube. Foi assim nas edições anteriores. Por compromissos familiares e pessoais do presidente, que respeito e saúdo mas que não estão incluídos no calendário da instituição, o acontecimento foi agendado para a véspera. Este pequeno gesto, com efeitos apenas simbólicos, é revelador de uma confusão entre o cargo e a pessoa. Uma confusão que tem de ser rapidamente esclarecida. Bruno de Carvalho fez muito pelo Sporting mas nunca se deve esquecer que o clube o precede e o transcende. Não, ele não é Pinto da Costa. Por três razões: porque os tempos de glória do Sporting são anteriores à sua presidência, porque infelizmente ainda não conquistou nada do que foi conquistado pelo presidente portista e porque, ao contrário de outros, os sportinguistas são pouco dados a seguir caudilhos. 

Foi o mesmíssimo Pinto da Costa que deixou Bruno de Carvalho numa situação ainda mais delicada ao afastar Nuno Espírito Santo. Fica-se com a ideia de que o Porto é mais exigente com alguém a quem paga muito menos do que o Sporting. A falta de exigência com Jesus foi, aliás, sublinhada pelo próprio presidente, que reafirmava a confiança num treinador pago a peso de ouro e com resultados medíocres no mesmíssimo momento em que desancava nos atletas das modalidades pelos seus maus resultados e nos adeptos que os apoiam pela sua benevolência. Levando, com esta absurda injustiça, à demissão do vice-presidente Vicente Moura.

Não há treinadores ou presidente insubstituíves. Há resultados. E este fim de época sublinhou que anda a fazer falta uma chuva de humildade e realismo em Alvalade. Se não nas decisões fundamentais, pelo menos nos gestos simbólicos e nas palavras.»
(Daniel Oliveira, Verde na bola, in Record)

Daniel Oliveira é intocável! Porque insuspeito. Porque expressou corajosa e publicamente o seu apoio a Bruno de Carvalho nas últimas eleições. Porque cidadão impoluto e politicamente esclarecido, nunca pactuou com nenhuma situação em que o céu fosse menos azul, menos límpido, menos transparente. Porque a natureza o privilegiou com a inteligência necessária para ser digno do seu berço e saber beber a singular educação e cultura que acompanharam o seu trajecto de homem de bem, livre e progressista!...

Por tudo o que é e transporta consigo, Daniel Oliveira é um cidadão sportinguista livre, intocável e insuspeito...

É por isso que as suas palavras merecem de TODOS os sportinguistas... 

Uma séria e profunda reflexão!...

Leoninamente,
Até à próxima

Eventualmente uma boa contratação!...


Os próximos dias hão-de esclarecer-nos sobre se esta notícia do jornal A Bola (LINK) significará o interesse verdadeiro do Sporting ou se não se tratará de mais uma das muitas "pazadas de carvão" a que o Serpa já nos habituou, para ir conseguindo manter a sua nau à tona da água!...

Que o argentino tem mostrado ao longo dos quase quatro anos que leva no futebol português, atributos para gerar o interesse que agora o Sporting, aparentemente, estará em vias de corporizar, parece-me evidente...



Segundo a avaliação do site Transfermarkt, o passe deste médio centro dextro argentino estará fixado actualmente em 1,5 M€uros, nada que se revele capaz de impedir que o acordo entre clubes não se possa vir a materializar.

Não me custa absolutamente nada reconhecer que, atendendo aos atributos técnicos, ao porte atlético (1,87/82 kgs) e juventude do jogador (25 anos), Rodrigo Bataglia poderia ser...

Eventualmente uma boa contratação!...

Leoninamente,
Até à próxima

PUBLICIDADE