segunda-feira, 30 de abril de 2018

Vá lá, só uma vez, sim?!...



Ó Jorge Jesus, vê bem se tomas atenção ao que hoje escreveu o Rui Monteiro, sobre a tua actuação em Portimão:


«Aos sessenta e sete minutos saiu o Coentrão e entrou o Misic para jogar no meio a oito, encostando o Bryan Ruiz à esquerda e recuando o Acuña para defesa. Cinco minutos depois, saiu o Bryan Ruiz e entrou o Montero para segundo avançado, recuando o Bruno Fernandes para jogar à frente do Battaglia e encostando o Misic ao lado direito. Aos oitenta e quatro minutos, saiu o Battaglia e entrou o Lumor para defesa esquerdo, voltando o Acuña para extremo e regressando o Misic ao meio, agora, para jogar na posição seis. Aos oitenta e oito minutos, o Bruno Fernandes marca o dois a um num charuto de fora da área.

Obrigou-se o Misic em cerca de vinte minutos a fazer mais posições do que o Bruno César durante uma época para se acabar por onde se devia ter começado e com um golo que se deve ao puro e simples acaso (e ao mérito individual e momento de inspiração do Bruno Fernandes). Não havia necessidade de se ganhar de goleada por dois a um, acabando com o coração nas mãos.»

Com o coração nas mãos Rui? E o resto?! Só nos bolsos era um em cada mão! E depois, como se fuma o cigarrito sem mãos?!...

Ó Jorge, por favor, não inventes no sábado. Vá lá, só uma vez, sim?!...

Leoninamente,
Até à próxima

A diagnosticada cardiopatia lampiânica!...


PORQUE DESAFINOU O BENFICA

«"Quando Karajan [maestro austríaco que ficou conhecido pelo seu perfeccionismo] saiu da Orquestra Filarmónica de Berlim, ao fim de décadas à sua frente, até eu teria conseguido passar por maestro se tivesse tomado o seu lugar! Bastaria deixar que os músicos continuassem a tocar como aprenderam. Mas quando alguns dos músicos começassem a sair e a entrar novos, a orquestra iria inevitavelmente desafinar".

Esta frase foi retirada de um dorido SMS que me foi enviado por um experimentado e não menos ardente adepto do Benfica, alguém que, não sendo obviamente do mundo das partituras e das melopeias, tem notabilidade no mundo das artes. Importa aditar que este malcontente benfiquista sempre foi um adepto incondicional de Jorge Jesus, o que ajuda a captar melhor o alcance da alegoria em que envolveu Herbert Von Karajan. Mas o seu dolorido e cândido desabafo tem mais autenticidade porque não espelha apenas a dor pelas desventuras somadas pelo Benfica nas últimas semanas, antes a posição de quem há muito percebeu que o Benfica tinha um problema. Claro que nos últimos dias saíram, debaixo das pedras, uma série de repentinos censores que esquecem as loas recentes, acusam a estrutura de aburguesamento e até já exigem o despedimento do treinador, se perder o segundo lugar. A lógica destes últimos é a habitual: se não podemos melhorar o que causa a febre, pelo menos temos de melhorar a qualidade do termómetro… Falhar o inédito "penta" para um FC Porto em risco de insolvência, perder para os portistas os mais de 40 milhões (contando com novas verbas que advirão do ranking na UEFA) que só a presença na fase de grupos da Champions poderia representar à partida e ficar atrás do impugnador Sporting tornou-se um cenário que, para os benfiquistas, tem hoje tanto de macabro como de verosímil.

Primeiro ponto a reter: o problema existe porque a SAD talvez nunca tenha percebido que o sucesso, como diria Kissinger, resulta de cem pequenas coisas feitas de forma um pouco melhor e o insucesso de cem pequenas coisas feitas de forma um pouco pior. Claro que é legítimo que uma administração abdique de um treinador com um registo de sucesso muito interessante, por preferir alguém menos reivindicativo e que olhasse sem desconfiança para o Seixal. Mas pensar que não haveria redução de capacidade quando se trocava titulares como Ederson, Nélson Semedo, Lindelof, Mitroglou e Gonçalo Guedes por jovens ainda com o ovo na cabeça (Svilar, Kalaica, Diogo Gonçalves e João Carvalho) ou sem provas dadas (Pedro Pereira, Hermes, Chrien) fez tanto sentido como tentar vender raspadinhas numa funerária. E as apostas em Douglas e Gabriel Barbosa também não acrescentaram nada a uma equipa que nunca teve soluções credíveis para a baliza e para várias posições da defesa ou uma alternativa aceitável para Fejsa. Ou seja, soluções nada de acordo com quem se gabava de estar dez anos à frente da concorrência.

Mas, sendo verdade que o plantel perdeu qualidade e variedade de soluções no sector defensivo, mantenho a opinião de que o Benfica continuava a ter um conjunto de jogadores de primeiríssima água, perdendo talvez apenas na comparação (e por pouco) para o Sporting. Acresce que o Benfica foi a pior equipa da Liga dos Campeões, tendo apenas de se preocupar, durante cinco meses, com a liga portuguesa, porque nas taças internas também esteve abaixo do mínimo exigível. E é a partir daqui que fica impossível não questionar os méritos de Rui Vitória. Não tanto pelas escolhas estratégicas (como o jogo especulativo utilizado frente ao FC Porto) e as opções duvidosas (como a não inscrição, na Champions, de Krovinovic, cuja aposta demorou em demasia, o ostracismo a que chegou a ser vetado Zivkovic e até o próprio Rafa, que precisa é de treino de finalização de qualidade, ou o regresso do provecto Luisão, após 19 jogos fora). Isso foram situações importantes, mas pontuais, e bem mais decisivo é o desfalque que o Benfica vem sofrendo no seu desempenho colectivo desde há quase três épocas. Basta estar atento para se perceber que, por exemplo, a organização defensiva é cada vez menos fiável e que o ataque funciona cada vez mais em função da inspiração individual. A mudança para o 4x3x3, a certa altura, ainda deu para disfarçar um pouco as maleitas (viram-se então algumas associações interessantes e bem trabalhadas, especialmente na esquerda), mas a moléstia nunca foi totalmente resolvida. Daí que não se possa reduzir os seis pontos desperdiçados (em 12 possíveis) apenas às ausências forçadas de Jonas, bastando, como resposta, sublinhar que o Benfica sofreu três golos na Luz do Tondela.

Em Março, Luís Filipe Vieira tinha garantido que o treinador iria continuar, independentemente de conquistar ou não o pentacampeonato, o que até é uma posição mais aceitável do que estabelecer agora que o terceiro lugar (ou até o quarto…) lhe custará o cargo. Porque, para o Benfica, mais importante do que o resultado do próximo duelo em Alvalade será o presidente analisar e descobrir se o actual treinador tem margem de evolução suficiente – e uma forma de o conseguir até poderia ser melhorar e dar mais valências à restante equipa técnica. A resposta a essa questão é que devia definir o futuro de Rui Vitória, mais do que a minudência de um resultado.»


Embora aprecie algumas belas obras de música clássica, o meu espírito musical morre de fome se sobre a mesa apenas lhe colocarem "andanças" dessas. É por isso que quando me aparece uma estação de rádio qualquer a passar uma "marcha fúnebre" como esta que o Bruno Prata nos trouxe hoje, eu mudo de estação. Só não o fiz agora, porque na "carreta" o Bruno colocou o Benfica! Quem diria?!...

Mas ó Prata, olha que o resultado em Alvalade nunca será uma "minudência"! A menos que já estejas a antever, a anunciar e a preparar os vermelhos, para o que poderá ser...

A diagnosticada cardiopatia lampiânica!...

Leoninamente,
Até à próxima 

Mais vale tarde que nunca!...


O BENFICA PRESO POR ARAMES

«O jogo com o Tondela acabou por ser um retrato sintético da temporada do Benfica. Começámos a ganhar para, logo depois, a equipa soçobrar, parecer um conjunto banal, sem princípios rudimentares na organização defensiva e com défices de qualidade individual. No entanto, tal como aconteceu a partir de Guimarães, na segunda parte, o Benfica reergueu-se, apresentou um futebol dominante e podia ter chegado à vitória. Só que, no último fôlego, a equipa colapsou, trazendo à tona problemas de fundo, inscritos desde Agosto. No fundo, com o Tondela, como ao longo do ano, o Benfica foi-se aguentando preso por arames.

Permanece um mistério que um clube que podia conquistar um inédito penta, tenha feito uma fortuna em vendas e não tenha reinvestido quase nada. A baliza é o caso mais evidente, mas está longe de ser único. Depois de Oblak, Júlio César e Ederson, ter Varela como guarda-redes principal é estranho. Como é incompreensível que nunca houvesse uma alternativa a Pizzi (e que o jogador com perfil mais próximo, Horta, tenha sido emprestado ao Braga e agora vendido para os EUA). Na posição 6, Fejsa acabou por jogar quase sempre apenas porque fizemos poucos jogos (e, se tivéssemos tido muitos jogos, sem Fejsa, a equipa não iria longe). Já na defesa, a segunda unidade está a anos luz da primeira: quando falta um dos titulares nas laterais ou no centro da defesa, o cenário é deprimente.

A falta de ambição e as poupanças do Benfica vão sair bastante caras. Sem campeonato e com a Champions em risco, as receitas caem brutalmente, ao mesmo tempo que as necessidades de reforçar a equipa vão aumentar (à custa da dívida!). A aposta no Seixal faz todo o sentido, mas ninguém é campeão apenas com aposta na formação.

Depois há Jonas. Numa equipa com fragilidades no processo colectivo, a presença do brasileiro em campo ajuda a suprimir as debilidades, liga o jogo interior, oferece contundência atacante e maturidade emocional. Quando falta Jonas, o Benfica perde qualidade e os resultados revelam-no. Na próxima temporada, não esquecer, Jonas – provavelmente o melhor estrangeiro que equipou de vermelho – fará 35 anos.

Para o fim, o treinador. É fácil identificar os erros cometidos por Rui Vitória, mas foi também ele que teve o golpe de asa para alterar o sistema, que apostou em jovens e que soube gerir o balneário. O seu principal erro foi mesmo ter aceitado disputar o penta com este planeamento de temporada.

Nota: o Benfica tem-se insurgido – e bem – contra julgamentos baseados em informação libertada a conta-gotas e assente em violações de correspondência privada. Não escondo o incómodo com o que já se sabe, mas uma coisa são notícias, outra é o teor de uma eventual acusação. Por isso mesmo, foi com estupefacção que percebi que o Benfica promoveu activamente o conteúdo de uma denúncia anónima (como aquelas contra as quais se tem insurgido!) com acusações atentatórias do bom nome de pessoas concretas. Este passo (em falso) envergonha-me enquanto benfiquista e é, ao mesmo tempo, um tiro de pólvora seca e um precedente muito grave.»


Mais vale tarde que nunca!...


Leoninamente,
Até à próxima

"O MUNDO SABE QUE..."!!!...


Só terás o privilégio de ter a absoluta certeza de que nunca te sentirás sozinho, a partir do dia em que envergares a gloriosa verde e branca e te arrepiares ao ouvir cantar no meio de leões rendidos ao teu talento, o mais belo hino que terás ouvido em toda a tua vida...

"O MUNDO SABE QUE..."!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Está escrito nas estrelas!...



Bruno de Carvalho anunciou hoje em texto publicado no Diário de Notícias que o Sporting garante já no início da próxima época, que a maioria do capital da SAD continue nas mãos do clube, através da compra das VMOC. Uma notícia absolutamente histórica que merece muita atenção por parte dos Sportinguistas.

No quadro acima, leoninamente surripiado do blog irmão Mister do Café, onde todos os sportinguistas estão desde já convidados a informar-se com verdade e todo o detalhe,  está feita a comparação entre o que antes foi delineado e terá salvo o Sporting Clube de Portugal da insolvência e o que foi apresentado hoje por Bruno de Carvalho, depois de novas negociações com a banca. 

Orgulhosa e sinceramente, será muito difícil de encontrar palavras para descrever as notáveis inteligência, argúcia, dedicação, devoção, labor, esforço e espírito de luta  desta administração. É quase sobre-humano o trabalho que tem vindo a ser feito por Bruno de Carvalho e Carlos Vieira na recuperação financeira do Sporting. O clube e a SAD são hoje entidades completamente saudáveis em termos financeiros e deixou definitivamente de pairar sobre nós o espectro da falência como aconteceu em passado recente. Pavilhão construído e pago, modalidades pujantes e a caminho da hegemonia total, constantes, positivos e agradáveis resultados financeiros quer na SAD quer no clube, equipa de futebol dotada de um treinador e de jogadores de nível mundial, obras na Academia e no estádio que, finalmente, passou a contar, senão com o melhor do país, com um relvado digno do glorioso Sporting Clube de Portugal...

Faltarão apenas, por fim e entre outros de importância menor, apenas dois objectivos mais para que a felicidade entre definitiva e consistentemente na grande Nação Sportinguista: assistir ao triunfo da Verdade no Desporto e na Justiça, para depois festejarmos orgulhosamente o título dos títulos, durante pelo menos os mesmos anos em que dele nos afastaram as mais vis e miseráveis mafias que o desporto mundial terá conhecido. Que nenhum Sportinguista duvide...

Está escrito nas estrelas!...

Leoninamente,
Até á próxima

"Tão grande como os maiores da Europa"!...



SPORTING JÁ ULTRAPASSOU OS 170 MIL SÓCIOS
Crescimento gerado pelo entusiasmo com os resultados alcançados

Quando em Dezembro último o presidente do Sporting Clube de Portugal, em entrevista a um jornal desportivo, colocou a fasquia de número de sócios nos 170 mil, como prioritária para a afirmação do clube, tanto a nível nacional como, especialmente, a nível internacional, ameaçando a pretensa tradicional hegemonia do seu rival mais próximo e colocando até em causa velhas e porventura falacciosas estatísticas podres de velhas e de presunção, nem os mais fervorosos adeptos sportinguistas a julgariam possível de alcançar tão rapidamente. Porém, segundo dão a entender os últimos números vindos a público, é possível perceber que os leões não só terão atingido essa antes inacreditável meta, como também a ultrapassaram: por esta altura, o Clube de Alvalade alcançou já os 170.386 associados e caminha agora para um novo e inimaginável patamar! Os 180 mil que as conquistas de Maio e os projectos que daí poderão decorrer e que a iminente contratação de dois ou três dos melhores futsalistas do mundo ajuda a compreender, poderão muito bem vir a potenciar.

A incontornável aposta de vir a ser o Clube com mais associados em Portugal, desígnio desde sempre considerado, como prioritário para a sua afirmação como clube de singular dimensão, com a construção do Pavilhão João Rocha e a recuperação e reforço das modalidades, marca de água da maior potência desportiva nacional, os sustentados crescimento e cada vez mais forte posicionamento na disputa da hegemonia do futebol português, tem vindo a concorrer, quando Alvalade apresenta este ano uma média de assistência em jogos da Liga, superior a 40 mil adeptos por jogo, e acabará por reflectir, a grandeza nacional e a dimensão internacional dos fundadores do Sporting Clube de Portugal...

"Tão grande como os maiores da Europa"!...

Leoninamente,
Até à próxima

Raios me partam se não estão!...


CONTRA OS ASSOBIOS, GASTAR, GASTAR

«Com a derrota em casa frente ao Tondela, o Benfica tornou a crise em que entrara, ao perder com o FC Porto, num tombo de consequências imprevisíveis. Ou talvez não, já que muito dificilmente Luís Filipe Vieira poderá conter o desânimo geral e manter Rui Vitória, cuja saída levará o plantel a uma remodelação tão profunda que o sonho do presidente de caminhar no sentido do saneamento financeiro será necessariamente posto em causa. Vai ser preciso comprar e comprar bem, gastar milhões e muitos.

Antes, há outro grave problema por enfrentar: o do segundo lugar no campeonato. Fracassando no sábado, em Alvalade, o Benfica ficará afastado de uma posição em que poderia vir a qualificar-se para a Liga dos Campeões, levando com isso um rombo de dezenas de milhões de euros. E hoje não se está a ver, com o Sporting moralizado, como irá Rui Vitória conseguir reverter o défice de confiança dos seus jogadores.

Mas não é só Vieira a ter de debater-se com um inesperado e avultado investimento. Também o líder do Sporting, aparentemente com menos hesitações, se prepara para fazer uma razia na tesouraria, no seu caso para contratar Ricardinho, que confessou aos média espanhóis ter "uma oferta com verbas que não se voltarão a escutar no futsal". Portanto, os opositores do presidente leonino – ora acometidos de penosa mudez – que garantiam que os salários no Sporting ‘comiam’ 70% das receitas, vão agora ter de subir a percentagem para contemplar os valores milionários da transferência e do contrato com o ex-benfiquista.

Trata-se, obviamente, de uma jogada de marketing, talvez superior à que trouxe Jorge Jesus para Alvalade. É que se a apresentação do melhor futsalista mundial se der no sábado, a minutos do dérbi, isso esboroará ainda mais a autoestima encarnada no momento de um confronto decisivo e livrará o presidente do Sporting de apupos e assobios por longo tempo.

"Oxalá se passasse em Espanha", comentava ontem o diário ‘Marca’, após a sublime homenagem que o Manchester United, através de Alex Ferguson e José Mourinho, promoveu ao ‘velho inimigo’ Arsène Wenger, antes do seu último jogo em Old Trafford, com as cores do Arsenal. Mas já a caminho do banco o público afecto à equipa da casa ovacionara um dos grandes responsáveis pela dimensão que tem hoje a Premier. Não se poderia acrescentar "oxalá se passasse em Portugal"? Não vou tão longe, nem serei tão ingénuo. Por cá e para início de conversa, bastaria que os grunhos com telhados de vidro deixassem de atirar pedras aos dos vizinhos. Só que mesmo isso é pedir-lhes demasiado. 

O último parágrafo é dedicado à roda da sorte que encravou para dois técnicos portugueses. Um é Leonardo Jardim, que viu o Monaco cair para terceiro lugar da Ligue 1, que não dará acesso directo à Champions, após mais uma exibição decepcionante. O outro é Carlos Carvalhal, que tem o Swansea de novo ‘encostado’ às posições de descida na Premier. A fé dos galeses está agora concentrada na última das duas jornadas que faltam, em que receberão em casa o Stoke City, adversário directo que terá forçosamente de vencer. Treinador sofre, a vida é dura.»


Efeitos da derrota com o SC Braga?! Talvez não. A crónica já deveria estar escrita antes do encontro e o seu Belenenses navega em águas calmas!...

Mas que estarão por aqui muitas verdades... 

Raios me partam se não estão!...

Leoninamente,
Até à próxima

Lá irá o rapaz continuar apoquentado com o lumbago!...



A confirmarem-se os "zuns-zuns" que correm por aí, o doutor Rogério Jóia irá estender ao SC Braga as acções da sua "brigada de vampiros" do controlo antidoping que tem previstas para as duas últimas jornadas da Liga NOS para o FC Porto, SL Benfica e Sporting CP. Os adeptos do futebol e da verdade desportiva, naturalmente aplaudem.

A ser assim, nem a máquina da NASA valerá ao Jonas...

Lá irá o rapaz continuar apoquentado com o lumbago!...

Leoninamente,
Até à próxima

domingo, 29 de abril de 2018

sábado, 28 de abril de 2018

Falta apenas uma vitória para a Champions!...



Começam a faltar adjectivos para classificar aquele que em qualquer país uma comunicação social séria consideraria o mais importante e talentoso do campeonato!...

Mas Bruno Fernandes não defende as "cores do regime", envergando pelo contrário a gloriosa camisola verde e branca do Sporting Clube de Portugal e por isso, terá de ser o seleccionador nacional a fazer o reconhecimento que ao melhor jogador a pisar os relvados portugueses é devido!...

Uma vitória sofrida, mas justa e com inteiro mérito, ante uma das boas equipas do nosso campeonato! E cá vamos com a nossa luta por diante!...

Falta apenas uma vitória para a Champions!...

Leoninamente,
Até à próxima

Reina a calma em todo o país!...



Reina a calma em todo o país!...

Leoninamente,
Até à próxima

Não será mais um recorde mundial para o Benfica?!


Banco reestrutura dívida de Luís Filipe Vieira 
Ganha cinco anos para pagar dívida de quase 400 milhões (LINK)

«Luís Filipe Vieira ganhou mais cinco anos para liquidar a dívida de quase 400 milhões de euros que tinha com o antigo Banco Espírito Santo e que passou para o Novo Banco, avança o semanário ‘Expresso’. A maior parte da dívida diz respeito à Promovalor, empresa gerida pelo filho do presidente do Benfica, Tiago Vieira. 

O filho do líder benfiquista em conjunto com o vice-presidente do clube, Nuno Gaioso Ribeiro, criaram um fundo gestor de capital de risco - o Fundo de Investimento Alternativo Especializado, FIAE - que recebeu do Novo Banco a missão de rentabilizar os melhores activos da empresa durante cinco anos. 

Ora, o FIAE é gerido pela Capital Criativo, uma empresa fundada precisamente por Nuno Gaioso Ribeiro e da qual Tiago Vieira é accionista. De acordo com o semanário, o fundo arrancou com um capital de 146 milhões de euros e com o Novo Banco como investidor principal. Na prática, a dívida foi reestruturada já que o prazo de pagamento foi ampliado em cinco anos. Mas o prazo ainda pode ser dilatado já que o fundo pode ser renovado.

Para concretizar o negócio, a Promovalor teve de reforçar garantias e entregou ao fundo o Hotel Sheraton Reserva do Paiva, no Brasil, e o edifício Platinium, em Moçambique. 

O Novo Banco fica com garantias que ultrapassam 50 por cento destes dois activos no estrangeiro. 

Além destes activos, o fundo conta ainda com mais quatro terrenos localizados em Lisboa e no Algarve.»

Reflectindo sobre este candente e momentoso assunto, condói-me pensar na desdita dos sócios, adeptos e simpatizantes do Benfica: Luis Filipe Vieira muito provavelmente só abandonará o clube quando pagar a dívida ao Novo Banco! Não conheço relatos de um único bácorozinho que largue as tetas da porca da mãe, enquanto delas escorrer o leite!... 

Mas mais grave ainda será o facto de ninguém saber quanto tempo mais poderá ser dilatado o prazo para além dos 5 anos?! Em tais condições, Luís Filipe Vieira acabará por ser, inexoravelmente, o presidente vitalício do Benfica e acabará por
bater o recorde de 36 anos de Pinto da Costa, faltando-me apenas os dados para saber se...

Não será mais um recorde mundial para o Benfica?!

Leoninamente,
Até à próxima

Ponto único: apenas a vitória interessa ao Sporting!...


Poucas dúvidas estarão instaladas no espírito de Jorge Jesus depois desta convocatória. Tudo aponta para o seguinte onze titular:

Rui Patrício; Ristovski, Coates, Petrovic e Coentrão; Battaglia, Bryan Ruiz, Gelson Martins e Acuña; Bruno Fernandes e Bas Dost.

Ponto único: apenas a vitória interessa ao Sporting!...

Leoninamente,
Até à próxima 

Está quase!!!...



ANDEBOL: SPORTING TRIUNFA EM BRAGA

Leões superam ABC por dois golos de diferença

O Sporting deu este sábado mais um importante passo rumo à revalidação do título de campeão nacional de andebol, ao bater o ABC, em Braga, por 32-30. Não foi um encontro fácil para os leões, mas a formação de Alvalade acabou por sair do clássico com os três pontos e continua, assim, na liderança destacada do Grupo A.

Os campeões nacionais passaram por algumas dificuldades, mas acabaram por chegar ao intervalo já a vencer, por 17-14, tendo conseguido conservar a vantagem no segundo tempo, embora o ABC ainda a tenha reduzido. Com seis golos, Pedro Portela foi o melhor marcador do Sporting e do encontro, enquanto no ABC, se destacaram Dario Andrade e Carlos Martins, com cinco.

O Sporting continua na liderança do campeonato, com 56 pontos, seguido do Benfica, com 49, e FC Porto, com 45, ambos com menos um jogo.

Está quase!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Era capaz de lhe ficar bem a gloriosa verde e branca!...



Se confirmados Ricardinho e Carlos Ortiz, era muito bem capaz de ser a cereja no topo do bolo...

Thiago Mendes Rocha (GUITTA), 30 anos, guarda-redes de futsal do Corinthians,  três vezes campeão brasileiro (2012, 2013 e 2016) e campeão mundial (2012) pelo Brasil.

Era capaz de lhe ficar bem a gloriosa verde e branca!...

Leoninamente,
Até à próxima

Ou andaremos todos enganados?!...



MANUEL OLIVEIRA NO PORTIMONENSE-SPORTING

«O árbitro Manuel Oliveira foi nomeado pelo Conselho de Arbitragem da FPF para o Portimonense-Sporting desta noite (20h30), a contar para a 32.ª jornada.

O árbitro da AF Porto terá Pedro Ricardo RIbeiro e Tiago Leandro como assistentes e Cláudio Pereira como quarto árbitro; o VAR será Bruno Esteves e o AVAR Rui Cidade.»

"Habemos papa"!...

Pois o que "habemos" nós de fazer se ele tiver recebido a "cartilha" e resolver distribuir as "hóstias" pelo Rui Patrício, Sebastian Coates e Rodrigo Battaglia?!...

Ou andaremos todos enganados?!...

Leoninamente,
Até à próxima

Música para os nossos ouvidos!...


Alegria vem pela manhã !...

«Lesionado há várias semanas, William Carvalho publicou no Twitter uma fotografia onde surge no balneário do Sporting juntamente com o recuperador físico Márcio Sampaio e outro futebolista com problemas físicos, Bruno César, deixando uma mensagem positiva.

"Alegria vem pela manhã", escreveu o internacional português que, como Jorge Jesus adiantou, deverá regressar no dérbi com o Benfica, na próxima jornada.»

Ora aí temos uma excelente notícia...
Música para os nossos ouvidos!...


Leoninamente,
Até à próxima

Um "DAESH ESCARLATE" dentro de um estado de direito?!...



JUSTIÇA INVESTIGA TODOS OS JOGOS DO BENFICA NAS ÚLTIMAS CINCO ÉPOCAS (LINK)

Em causa as 163 partidas do campeonato desde a época 2013/14


«A Polícia Judiciária (PJ) e o Ministério Público (MP) estão a investigar todos os 163 jogos realizados pelo Benfica no campeonato nas últimas cinco temporadas – leia-se, desde 2013/14, primeiro ano do tetra, até à 31.ª jornada da edição actual. A informação é avançada pelo semanário ‘Expresso’, hoje nas bancas. Segundo a mesma fonte, as autoridades estão a recolher todos os indícios possíveis e, em breve, serão constituídos arguidos.

O semanário garante que em investigação estão resultados alegadamente combinados em benefício dos encarnados, com abordagens, por parte de intermediários, a jogadores adversários para facilitarem. O 'Expresso' revela ainda que existem SMS e mensagens trocadas entre investigados que estão neste momento a ser analisadas pelo MP e PJ, assim como vários atletas monitorizados.

As autoridades desconfiam que as denúncias anónimas que esta semana chegaram à Procuradoria-Geral da República terão sido da autoria do próprio Benfica. O gabinete de crise das águias também é investigado e fonte judicial adiantou ao 'Expresso' que existem razões para desconfiar da legitimidade do modo de actuar deste gabinete.»

Um "DAESH ESCARLATE" dentro de um estado de direito?!...

Leoninamente,
Até à próxima

Estará o meridiano do futsal europeu a deslocar-se para Alvalade?!...


Bombazo: Ricardinho y Ortiz podrían salir de Movistar

El capitán de los madrileños, que termina contrato, y el crack portugués interesan al Sporting CP, finalista de la UEFA Futsal Cup (LINK)


«El Movistar Inter se proclamó campeón de la UEFA Futsal Cup hace apenas una semana y gran parte del éxito del conjunto de Torrejón recayó en la inspiración de Ricardinho, clave en la final ante el Sporting CP, y Carlos Ortiz, autor de un doblete en la semifinal contra el Barça Lassa.

Sin embargo, la continuidad de ambos futbolistas para la próxima en el Movistar Inter no está nada clara, lo que supondría un duro golpe para el gran dominador del fútbol sala europeo y español en los últimos años. Así lo señala el periodista Gustavo Muñana, que detalla el interés delSporting CP, rival de los madrileños en la final de la UEFA Futsal Cup, en fichar a los dos puntales de Movistar Inter.

El cierre Carlos Ortiz, capitán del equipo, finaliza contrato a final de temporada y el conjunto portugués estaría planteando ofrecer una oferta económica muy importante para convencer al jugador a cambiar de aires, mientras que en el caso de Ricardinho, que tiene contrato hasta 2020, el conjunto luso intentará convencer al crack mundial para que regrese a su país con una propuesta de cinco millones de euros entre cinco temporadas de contrato.

Falta por ver cómo se concreta el interés del Sporting CP sobre Ricardinho y Carlos Ortiz, pero en caso de confirmarse la salida de los dos jugadores sería un gran golpe para Movistar Inter.»

Estará o meridiano do futsal europeu a deslocar-se para Alvalade?!...

Leoninamente,
Até à próxima

P.S. - Muito curioso este comentário aqui:

 

AnacletoCalinas 27-04-2018 23:41

sei por fonte segura, se vier o kim-lilli fica a jogor sozinho com amadores no campeonato nacional, benfica abandona a modalidade

Quem me arranja uma gravata preta e me acompanha ao funeral?!...

sexta-feira, 27 de abril de 2018

E falo apenas de flatulência, porque do resto nem vale a pena!...



O padre que amanhã à noite celebrará a "santa eucaristia" no estádio Municipal de Portimão ainda estará no segredo dos deuses - os diabos terão sido, natural e obviamente, os primeiros a saber e há longo tempo! -, mas duvido que os paramentos tenham cor diferente do amarelo, para que nunca se esqueça ao longo dos 90 e tal minutos, da primeira recomendação da "cartilha" que terá recebido por estes dias e que apontará exactamente para o amarelo que, imperiosamente, deverá ter de mostrar, pelo menos, a três jogadores do Sporting, a saber: Rio Patrício, Sebastian Coates e Rodrigo Battaglia! "Noblesse oblige" dizem os rituais litúrgicos do "esquadrão escarlate" e estará para aparecer o primeiro abade com eles no sítio para o contestar.

É por isso que por aqui deixo o semáforo amarelo, para que nenhum dos nossos três leões se esqueça de que qualquer deles está categoricamente proibido de dar sequer um peidinho em sítio onde o "santo sacerdote" se aperceba do som da farpa, porque de imediato ficarão de ver em Alvalade, a "luz" por um canudo...

E falo apenas de flatulência, porque do resto nem vale a pena!...

Leoninamente,
Até à próxima

Ficava-te bem a gloriosa verde e branca, Ricardinho!!!...


O melhor jogador de futsal do mundo estará a um passo da decisão mais desafiante de toda a sua fantástica carreira!...

Ficava-te bem a gloriosa verde e branca, Ricardinho!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Ah ganda "gabinete do crime"!...


Claro que na "horta" ninguém terá faltado... Há duas ou três semanas que andavam a "treinar"!...

Ah ganda "gabinete do crime"!...

Leoninamente,
Até à próxima

Na mouche!...


Pelos vistos haverá dias em que o cartoonista acorda bem disposto, inspirado e sem receio de enfrentar o "estado lampiânico"!...

Na mouche!...

Leoninamente,
Até à próxima

quinta-feira, 26 de abril de 2018

E vivam o futebol e a verdade desportiva e abaixo o fado!!!...


Megaoperação antidoping no FC Porto, Benfica e Sporting (LINK)
Brigadas de controlo estiveram nas instalações dos três clubes.


Tudo aponta para que o "gabinete do crime", perdão o que eu queria dizer era "gabinete de crise" do Benfica, agora com a prestimosa colaboração "hortícola" de um dos maiores "experts" cá do bairro em tão ignescente matéria, mercê dos animadores resultados do "tráfico de influências" preconizado no "plano quinquenal" recentemente desvendado por nova chuva de emails proporcinada pela "nuvem estacionária" que vem encobrindo os céus do "estado lampiânico", terá conseguido que fosse desencadeada uma "megaoperação antidoping" que, a fazer fé no eco que toda a "comunicação social amiga" proporcionou, terá pretendido e parece ter conseguido afastar durante as horas decisivas que se aproximam neste fim de semana, o foco dos adeptos do futebol dos vouchers, emails, jogos de perder, jogos de influências e outros jogos que este envergonhado Sol de Abril ainda não descobriu.

Como o Benfica aparenta ser o único clube que se poderá gabar de nunca ter sido confrontado com casos de doping no seu seio, bendita areia que Rogério Jóia espalhou ao vento!...

Claro que consta por aí que Pepa já terá expressado a sua solidariedade, assim como o vento também nos vai soprando que as "malas" já estarão a caminho de Portimão e do Funchal!...

E vivam o futebol e a verdade desportiva e abaixo o fado!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

É que o algodão não engana!...


BATOTA FORA DO FUTEBOL 

«No futebol só pode haver um caminho: o da verdade. Tudo o que seja batota ou qualquer intervenção para adulterar a seriedade do jogo deve ser clara e gravosamente punida. Ontem, soubemos que a Autoridade Antidopagem decidiu controlar os jogadores dos três grandes, verificação efectuada ao sangue, urina e EPO e, tal como em outras modalidades, nomeadamente, ciclismo e atletismo, se houver batoteiros a usar substâncias que alteram o rendimento desportivo o caminho só pode ser um: a expulsão.

O Octávio Ribeiro, num notável artigo publicado no Record, a propósito da Procuradoria-Geral da República ter juntado numa equipa todos os indícios sobre crimes relacionados com o desporto-rei, dizia uma verdade lapidar sobre o espectáculo: «a essência é acreditarmos que todos os intervenientes estão a dar o seu máximo para deixarem a melhor imagem possível». Ora, quando a tentação de adulterar a competição e o esforço dos atletas, violando a magia do desporto, se impõe, isso é um duro golpe nos adeptos e uma desilusão para milhões de pessoas que respeitavam os seus ídolos e campeões. Lance Armstrong foi o caso mais paradigmático de uma fraude aos olhos de todos.

Porém não é só o doping que é chocante. Actualmente, julgo também como o Octávio Ribeiro, que a maior ameaça ao futebol vem das apostas desportivas. E, sinceramente, julgo que é desprezível o atleta que se vende e trai os colegas, depois de atraído por uns milhares de euros pagos por uma corja de bandidos que anda à volta dos relvados como sanguessugas. Aí não pode mesmo haver contemplações, ervas daninhas têm de ser cortadas pela raiz. E por isso mesmo tem de haver um enorme controlo das Ligas mundiais sobre uma série de empresários que compram clubes em diversos pontos do globo sem sabermos muito bem de onde vem o capital. A corrupção é lama, logo, suja e mancha e a beleza do desporto não pode ser destruída pelo dinheiro sem rosto.

Portugal já teve casos de doping e viciação de resultados por apostas e, além destes exemplos de batota, não podemos escamotear as tentativas de diversos emblemas influenciarem o curso dos resultados por mão invisível nas esferas de decisão, tal como foi patente nos alegados mails de Domingos Soares de Oliveira que esboçavam uma estratégia de controlo do futebol português. Também isto tem de ser expurgado. Todos estes fenómenos estão a envenenar a verdade desportiva e são como o arsénico que mata lentamente mas é inexorável...»
(Rui Calafate, Factor Racional, in Record)

Há uma substancial e pronunciada diferença entre a essência do discurso de muita gente que por aí nos tenta mostrar como lhe assenta bem a pele de cordeiro que nos tenta impingir e o discurso de alguém como Rui Calafate!...

É que o algodão não engana!...

Leoninamente,
Até à próxima

Que os jogadores do Sporting em nenhum momento o esqueçam!...



A 48 horas da primeira de quatro finais que ao Sporting se colocam até ao encerramento da temporada, a  grande nação sportinguista está apenas focada na vitória, pese embora o esforço há muito levado a cabo por toda uma comunicação social que, capturada por tretas, "tetras" e pe(n)tas, vai negociando a sua dignidade com a exibição permanente e panfletária dos interesses dos produtores da mais vil, criminosa e nojenta "banha de cobra", enquanto silencia a vergonhosa impunidade de que gozam todas as "mafias" que gravitam em torno desses por demais conhecidos "DDT's"!...

Que os jogadores do Sporting em nenhum momento o esqueçam!...

Leoninamente,
Até à próxima

Ver os gajos a ligarem a rega e a apagarem as luzes!...


Voleibol: adiado o Benfica-Sporting, que poderá ser decisivo

Quarto jogo da final do campeonato nacional joga-se no domingo às 18:15 no pavilhão nº 2 da Luz e não no sábado como estava previsto

Que me recorde será a primeira vez que discordarei liminarmente do grande sportinguista Rui Monteiro no seu desejo, aqui expresso, de que o quarto jogo do 'play-off'  de voleibol termine de forma a que a decisão do título de campeão nacional se transfira para o Pavilhão João Rocha, coincidindo com o dia do seu aniversário.

Que me perdoe o meu respeitabilíssimo consócio, mas sempre defendi a tese de que aquilo que deve ser assado, nunca deve cozer-se primeiro: se tem de ir ao forno, que seja apenas lá cozinhado e que saia já assadinho e pronto para ir à mesa! É que adoraria...

Ver os gajos a ligarem a rega e a apagarem as luzes!...

Leoninamente,
Até à próxima

Já ninguém acredita em ti!...


FUTEBOL EM RISCO DE MORTE

«A decisão da Procuradora-Geral da República de juntar na competência de uma só equipa os indícios de crimes registados em vários inquéritos judiciais pode salvar a essência do futebol que se joga em Portugal. Mas não será fácil nem curto o caminho.

O que é a essência do futebol ou de qualquer desporto, que se tenha profissionalizado por se ter tornado um espectáculo pago pelas massas? A essência é acreditarmos que todos os intervenientes estão a dar o seu máximo para deixarem a melhor imagem possível. Os jogadores a quererem ganhar, ou, no mínimo, não perder. Os árbitros a querem julgar sem erro.

Durante décadas, o foco de dúvida sobre a boa fé no erro foi colocado nos árbitros, ou nos fiscais de linha, entretanto promovidos a árbitros assistentes.

E a malta discutia a cegueira de um ou outro. E outro ou um foram caçados nas malhas da corrupção, logo nos primeiros anos após o crime passar a ser previsto.

Agora, o cancro desceu mais profundo na relva. Há cada vez mais indícios de casos que envolvem jogadores comprados para não procurar ganhar. Quando os jogadores deixam de procurar ganhar, ou, no mínimo, em caso de grande desequilíbrio de forças, empatar, o futebol deixa de fazer sentido.

Quando vemos um defesa fazer penálti, com uma mão feita asa, e não estamos seguros da sua inépcia com boa fé. Quando vemos um guarda-redes sofrer dois golos nos primeiros minutos, devido a gestos muito estranhos, por pouco naturais, e não achamos apenas que vai perder o lugar, por ser nabo, não suportar a pressão, e os colegas não admitirem ter entre os postes um cromo que defende para a frente bolas simples. Quando já não acreditamos no que os nossos olhos estão a ver, o futebol caminha para a morte. O erro sempre fez parte do sortilégio do jogo. Maus árbitros sempre existiram. Jogadores sempre falharam. Mas protagonistas com falhas selectivas vão matar a razão de ser do espectáculo mais atraente do Mundo.

É fundamental que a justiça invista a sério nesta causa. Que desça aos meandros onde se cruzam alegados empresários da noite, de jogadores, de claques. De droga. Presidentes cada vez mais sombrios. Clubes detidos por capitais putrefactos associados a apostas globais. Que a investigação dure uma, duas, três épocas. Mas que limpe este sector tão lindo, tão mágico, e hoje tão mal tratado. Os sinais de alarme chegaram da segunda liga. Mas parece óbvio que se instalaram já no escalão maior.

E a justiça dos balneários? Também já feneceu? O meu amor ao futebol vem de um tempo em que quem não dava tudo em campo estava tramado no balneário. Era o grupo que expurgava as ervas daninhas. Em caso de dúvida, expurgava-se o faltoso, e pronto. Agora, vê-se gente gerar lances inexplicáveis. E os mesmos nabos, ou algo mais, voltam como titulares na jornada seguinte.

Socorro!!!
(Octávio Ribeiro, De olhos na bola, in Record)


Mas o que será que "está-se a passar-se" com este cromo?! Será que lá no balneário dele, o grupo estará a pensar em "expurgar as ervas daninhas" e, quiçá o "gnomo" tenha começado a sentir que está "tramado"?!...

Por este caminho, um dia destes também estarás sujeito a levar com um processo de muitos milhões em cima! Ai Octávio, Octávio, tu lá cantar bem, cantas, mas... Não encantas! Estás quase como o Horácio e a história do lobo: tanto gritaste que vinha lobo, que vinha lobo, sem que o predador aparecesse, que agora...

Já ninguém acredita em ti!...

Leoninamente,
Até à próxima

PUBLICIDADE