sábado, 31 de agosto de 2013

Até logo !...



Vou num instante a Alvalade e já volto.  Vou apenas para cumprir calendário. Depois do que os jornais, rádios e televisões dizem, do que Jorge Jesus disse e do que Leonardo Jardim não disse, vou conformado, mas orgulhoso da nossa "fraqueza"! Nem todos podem ser os melhores do mundo e arredores! Logo mais à noite, apenas gostaria de regressar a casa como o melhor dos arredores. Mas se tal não acontecer, trarei, orgulhosamente, o meu cachecol preso e desfraldado na janela do carro!...
Leoninamente,
Até à próxima

O jornal "O Jogo" e o derby. Vale tudo !...





Todos saberemos, ou pelo menos deveríamos estar conscientes disso, que nas redes sociais coexistem milhões de perfis verdadeiros com outros, quase iguais, mas falsos. Pois o incrível aconteceu: numa página exibindo o perfil falso do jogador Jefferson do Sporting Clube de Portugal, um qualquer benfiquista lançou o boato de que a esposa de Fredy Montero teria sido hospitalizada com graves problemas derivados do seu estado de gravidez, que inclusivamente poderiam determinar sérios riscos de vida para a senhora.
 
Mas mais incrível ainda, foi o crédito que um jornal da projecção de "O Jogo", deu a essa verdadeira atoarda, sem a mínima confirmação junto, pelo menos do Sporting. Depois, com grande mágoa e vergonha, se a tiverem os responsáveis, teve de vir fazer o desmentido.

Há pessoas, adeptos de certos clubes e jornalistas idem, para quem tudo vale!...

Leoninamente,
Até à próxima

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Carlos Mané, renova até 2018 !...



O Sporting Clube de Portugal acaba de anunciar no seu site oficial, ter chegado a acordo para a renovação, até 2018, do contrato do jovem e prometedor avançado Carlos Mané, tendo ficado fixada uma cláusula de rescisão de 45 milhões de euros.

Estou muito contente por continuar ligado ao Sporting. Era um desejo que já tinha há muito tempo e agradeço, por isso, ao presidente Bruno de Carvalho. Prometo muito empenho e dedicação nos próximos anos, sempre em prol do Clube.

É a 17ª renovação contratual levada a cabo pelo Sporting Clube de Portugal, sob a presidência de Bruno de Carvalho, desejada por uma significativa franja de adeptos. Já falta pouco para termos a nossa casa definitiva e completamente arrumada!...

E o caminho faz-se... CAMINHANDO !...

Leoninamente,
Até à próxima

Em total desacordo com o acordo ortográfico !...

43.722 mil espetadores já assegurados no derby com o Benfica  (foto ASF)


 
 
Á margem do derby de amanhã e em total desacordo com o acordo ortográfico, aqui venho declarar, peremptoriamente, que, embora deseje ardentemente que "espetemos" o slb...
 
Não sou espetador !!!...
 
Leoninamente,
Até à próxima

Auditoria, não será hora de avançar ?!...

 


A transferência de Tiago Ilori para Liverpool, qual "baixa-mar" do triste passado recente do Sporting Clube de Portugal, deixou à vista mais umas "pedras soltas" que envergonham os sportinguistas. Bruno de Carvalho terá sido agora confrontado com o calote de 1,2 milhões de euros que Godinho Lopes tinha ferrado ao Liverpool Football Club, quando da transferência de Emiliano Insua, já lá vão dois longos anos e não teve outro remédio que receber do clube inglês pouco mais de 8 milhões, para saldar a dívida feita pelo seu antecessor, que parece ter esquecido completamente o pagamento a que se comprometera.
 
Quantas mais "pedras soltas" de Godinho Lopes e porventura outros, verão a luz do dia sempre que entrarmos em período de marés vivas e a "baixa-mar" atingir níveis abaixo dos normais?! E o que nos revelará a "auditoria externa", quando verdadeiramente avançar?! Falta muito Presidente?! Pronto, está bem, todos sabemos o que são prioridades e "enquanto se capa não se assobia"! Mas quando as coisas acalmarem, agora depois do fecho do mercado, não será hora de avançar?!...
 
Leoninamente,
Até à próxima 

Tiago Ilori, estará a caminho de Liverpool !...


On the verge: Tiago Ilori is set to complete his move to Anfield 



Segundo anunciou há pouco mais de duas horas o jornal inglês Daily Mirror, Tiago Ilori acompanhado pelo pai, estarão a caminho de Liverpool, a fim de o jogador se submeter a testes médicos e discutir com o clube inglês os termos contratuais de um vínculo que parece apontar para os quatro anos.

Ainda segundo a mesma notícia, as negociações entre Sporting Clube de Portugal e o Liverpool estarão concluídas desde a madrugada desta 6ª feira, as contrapartidas envolverão uma verba a rondar os 8 milhões de libras - cerca de 9,4 milhões de euros - e a transferência deverá ser anunciada durante o fim de semana.
 
Aguardemos a concretização do "negócio" e o seu anúncio oficial, na certeza da razoabilidade dos números anunciados, cujo mérito, naturalmente deverá ser atribuído a Bruno de Carvalho. Quando se constata a chegada ao Porto, por empréstimo do médio sérvio Pavlovski, que ainda recentemente se sagrou campeão europeu depois de eliminar a selecção portuguesa de que Ilori fazia parte, menosprezar as condições desta transferência, só poderá significar algo de pouco razoável e mal intencionado.
 
É por demais conhecida a liminar recusa de Tiago Ilori e de seu pai e representante, em renovar o seu contrato com o Sporting Clube de Portugal e bem fácil de prever como se desenrolariam os dois anos de contrato que o jogador ainda teria de cumprir, para no final acabar por sair a custo zero.
 
Na minha modesta opinião, tendo presentes as sucessivas propostas chegadas a Alvalade, por parte do Mónaco e Valência, de valores substancialmente mais reduzidos e mesmo a primeira abordagem feita pelo Liverpool, penso que Bruno de Carvalho se terá revelado um negociador duro de roer e que terá acabado por levar a água ao seu moinho, conseguindo um valor impensável quando o cerco a Ilori se tornou evidente e os números começaram a ser conhecidos.
 
Leoninamente,
Até à próxima

Danijel Pranjic, já está, Venha o próximo !...

Pranjic (foto ASF)



Lacónico, preciso, conciso e elegante, o comunicado do Sporting Clube de Portugal, a anunciar a rescisão por mútuo acordo com Danijel Pranjic.
 
Bruno de Carvalho foi esperando, pacientemente, enquanto o mercado esteve aberto, para despachar a "camioneta de reformados da segurança social leonina" que Godinho Lopes lhe deixou. Livrou-se de alguns a troco de pequenas côdeas. Mas agora que a "espada de 2 de Setembro" se aproxima, meteu a "prise" e é uma tal azáfama! Nem me detenho a apreciar o "deve e haver" destas rescisões. Vejo por aí as "inteligências do costume" a debitar "bitaites", mas já ninguém lhes liga. Eles comentam e desancam em Bruno de Carvalho, apenas para se ouvirem a si próprios. A minha forma de olhar para o Sporting Clube de Portugal, é substancialmente diferente, porque subordina tudo ao futuro do Clube. Esse é que me interessa, o resto é música. E confio em absoluto no Presidente, para levar a bom termo a tremenda tarefa de "limpar a merda que os outros deixaram"!...
 
Este que hoje partiu, de braço dado com outros que já foram, vão ser objecto de limpeza nos meus ficheiros de imagens e dados pessoais respectivos. O Sporting está quase transformado naquilo que sempre desejei, uma instituição de índole desportiva eclética e é cada vez menos "uma caixa de previdência social"! A desejada sustentabilidade vem a caminho e o acordo com "nossa troika" prestes a ser cumprido.
 
Apesar de galvanizado pelo trabalho que está a ser desenvolvido, continuo a não embarcar em euforias. Embora abomine os lugares comuns do "futebolês", continuarei a pensar "jogo a jogo", de "pés bem assentes no chão" e, orgulhosamente, "de cabeça levantada" !...
 
Ao presidente Bruno de Carvalho, a minha homenagem e o meu grato reconhecimento. Eu gosto do "novo rumo" do Sporting Clube de Portugal !!!...
 
Leoninamente,
Até à próxima

Ver Braga por um canudo !...

Ver "Braga por um canudo" de borla a partir de sábado


A imagem mostra-nos o famoso monóculo do Bom Jesus, em Braga, depois de profunda reparação, subsequente a mais de uma dúzia de anos avariado. Dizem que as lentes tiveram de vir da Índia, mas o que é certo é que em Dezembro de 2012, ficou à disposição de quem fosse ao Santuário e quisesse "ver Braga por um canudo"!...
 
Depois do que se passou ontem à noite na pedreira, consta que os adeptos do "tal grande", irão amanhã subir ao Bom Jesus em peregrinação e espreitar pelo monóculo... A menos que um qualquer "salvador", trepe manhã cedo ao santuário e... game o "ex-libris bracarense"!...
 
O futebol é engraçado! E não digo mais nada...
 
Leoninamente,
Até à próxima
 
 
 

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Atila Turan cedido definitivamente ao Reims

in jornal Record

O Sporting Clube de Portugal acaba de comunicar no site oficial, ter chegado a acordo com os franceses do Reims para a cedência em definitivo do passe do lateral-esquerdo Atila Turan. Apesar da transferência a custo zero, os leões anunciaram também que manterão uma percentagem de 40 por cento sobre direitos económicos do jogador, em qualquer venda futura.
 
Contratado em 2011 ao Grenoble, Turan não foi feliz em Alvalade, onde nunca se conseguiu impor, tendo sido emprestado a Beira-Mar e Orduspor nas duas épocas seguintes. Regressa agora a França, encerrando um processo que terá revelado algumas dificuldades entre as partes.

E o caminho faz-se caminhando ! Sporting Sempre !!!...
 
Leoninamente,
Até à próxima
 
 

Thank you and good luck Capitão América !...

in jornal A Bola
 

Com argumentos jurídicos porventura intocáveis a sustentar a sua posição, mas com assinalável diplomacia e uma elevação à altura das suas honrosas tradições, o Sporting Clube de Portugal acaba de comunicar no seu site oficial,  o acordo de rescisão do contrato de trabalho por mútuo acordo, com o seu jogador Oguchi Onyewu.
 
E o caminho faz-se caminhando ! Sporting Sempre !!!...
 
Leoninamente,
Até à próxima

Bom, por 12 milhões, eu queria estar no lugar de Bruno de Carvalho !...




 
 
 
Bom, com uma oferta de 12 milhões de euros e as necessárias e incondicionais garantias bancárias, até eu queria estar no lugar do Presidente do Sporting Clube de Portugal! Era o negócio mais fácil que eu alguma vez pensaria ter que fazer! Nem pestanejava!...
 
As minhas dúvidas centrar-se-ão apenas na veracidade da notícia! Quando a esmola é grande e é veiculada por um jornal, cujos propósitos e intenções todos conhecemos, NÓS, POBRES, DESCONFIAMOS !...
 
O jornal "A Bola" é um modelo de isenção e pluralismo e o jogo de sábado não é puto dramático para os seus interesses e afectividades! O Sporting Clube de Portugal é o líder do campeonato, com boa organização, boas exibições, bom futebol e... muitos golos! O que deve o jornal "A Bola" fazer?! Pois, apenas e tão só, criar confusão e instabilidade! Abrir brechas entre os que gostam de Bruma e desejam que fique e os outros, quer pensem assim ou assado!...
 
Penitenciar-me-ei se a "notícia" se confirmar e irei a pé, de baraço ao pescoço, à Travessa da Queimada, pedir desculpa a Vitor Serpa! Até lá, sou pobre e desconfiado !!!...
 
Claríssimo como a água que, se eu estivesse no lugar de Bruno de Carvalho, apenas estaria disposto a viabilizar o negócio, com uma cláusula de salvaguarda, em que o Sporting teria de receber em qualquer futura venda do jogador, uma quantia rigorosamente igual àquela que o clube turco agora se propõe pagar: 12 milhões de euros ! E era pegar ou largar !!!...
 
Leoninamente,
Até à próxima
 

Entre confirmações e rumores, faltam 4 dias !...

Rui Patrício já não sai !...

Está confirmada oficialmente a cedência de André Santos ao Vitória de Guimarães, depois de ambos os clubes o terem anunciado nos sites oficiais respectivos, sendo que o Sporting Clube de Portugal especificou o acordo, ao referir que o Clube ficará com 35 por cento dos direitos económicos de uma venda futura.
 
Ainda sem confirmação de qualquer dos clubes, circula também o rumor de que no acordo estará incluída a cedência pelo Vitória, do seu jogador sub-19, Helinho, um médio recentemente convocado pelo seleccionador Helio Sousa, para um estágio da selecção nacional desse escalão, que decorreu em Rio Maior.
 
Circula ainda com alguma insistência, a possibilidade de também Evaldo estar de malas aviadas rumo a Guimarães, sem que até ao momento nenhum dos clubes o tenha confirmado e muito menos os contornos desse eventual acordo, que bem poderá ter sido decidido englobando ambos os ex-jogadores leoninos.
 
Também circula a notícia de que o Marselha, num último esforço, terá apresentado nova proposta por Diego Capel, que o Sporting Clube de Portugal terá rejeitado, restando apenas a possibilidade de o Arsenal voltar à carga, até ao fecho do mercado.
 
Também o processo de Pranjic parece estar a caminho de solução mas, ao contrário do que esta notícia poderia fazer supor, o Sporting terá chegado a acordo com o Panathinaikos, assumindo apenas 1/3 do salário do jogador, ficando os restantes 2/3 a ser suportados pelos gregos.
 
 
Sobre Bojinov, Boulahrouz e Onyewu, continua tudo em "águas de bacalhau". O mercado está a escaldar e o tempo a escassear. No meio das labaredas a Sporting, SAD e o agente FIFA Jorge Mendes, parece terem trocado de novo as candeias. Rui Patrício parece ter sido o obreiro desta reaproximação e entendimento. É um bom sinal. Acho eu...

Valha-nos o facto de Hugo Miguel já ter sido confirmado oficialmente para o jogo de sábado. Os sportinguistas não estão à espera de nenhum milagre, mas pelo menos não nos calhou nenhum daqueles que já nos deixaram muitas noites sem dormir! Assim, o povo sportinguista, serenamente, vai aguardar pelo seu trabalho e mais não pede e deseja, que uma arbitragem competente, justa e imparcial.
 
Leoninamente,
Até à próxima
 
 

O que eles queriam !...

 


Leoninamente,
Até à próxima

E dão os deuses nozes a quem não tem dentes !!!...

Imagem


Não sei se esta "cacha" de primeira página do diário desportivo "O Jogo", será fumo sem fogo ou fogo sem fumo! O que não posso nem quero deixar de aqui expressar, será o meu pensamento de que, a concretizar-se o "negócio", o entendo como extremamente positivo e benéfico para o Sporting Clube de Portugal.
 
A fazer fé nos números e condições avançadas pelo jornal, o custo da transacção do passe do jovem central leonino, estará bem inflaccionado em relação à sua valia actual no mercado. Ilori, reconhecendo-se-lhe embora agradáveis atributos e potencialidades, não deixa de ser um "caloiro" na exigente alta competição dos tempos que correm. No Sporting Clube de Portugal, entre as fífias da estreia e outras "brancas" exibidas no meio das suas juvenis prestações, haverá alguém que entenda pudesse ser, hoje por hoje, titular indiscutível em Alvalade?! Creio convictamente que não!...
 
Claro que ver partir uma jovem promessa leonina, a meio do seu processo de formação, nunca será agradável. Mas quando "um maçâ" começa a dar sinais de apodrecimento, a melhor medida será sempre retirá-la do cesto onde todas as outras permanecem. Antes que seja tarde e a "podridão" alastre. Seria um erro tremendo permitir a convivência  de Tiago Ilori, com Eric Dier e todos os 16 jovens com quem o Sporting recentemente renovou o vínculo laboral. No seu carácter e atitudes, há evidentes manifestações de ingratidão, calculismo, ganância e subserviência aos ditames de quem o empresaria. E o seu coração poderá, aparentemente, mimetizar-se com todas as cores e emblemas, mas creio que já de algum tempo a esta parte, todos os sportinguistas terão concluído não estarmos propriamente na presença de um "coração de leão" !...
 
Já passaram dois anos sobre este meu vaticínio, onde me questionava sobre "se não estaria a nascer uma estrela"! Talvez tenha ajudado, inconscientemente e sem o prever, a encher a cabeça do miúdo de teias de aranha! Quando a paixão se sobrepõe à razão, os erros acontecem. O tempo veio a castigar-me sem dó nem piedade. Mas oxalá que o maior castigado não venha a ser Tiago Ilori. Animam-me profundas suspeitas e fundadas reservas, sobre o seu futuro em Inglaterra, quando avança para o desconhecido, sem ter acautelado aquela que porventura seria a fase mais importante da sua formação, numa das mais conceituadas escolas do mundo. E dão os deuses nozes a quem não tem dentes para as comer !!!... 
 
Leoninamente,
Até á próxima
 
 

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Boa sorte André Santos !...


 
 
A 14 de Outubros de 2011, supliquei aqui, que André Santos abrisse os olhos e compreendesse que para triunfar, qualquer grande atleta de alta competição teria de trabalhar muito e seguir cegamente o exemplo de todos aqueles que, próximos ou remotos, conseguiram trepar para patamares de excelência.
 
A 8 de Novembro de 2011, publiquei por aqui, uma impressão e um conselho muito pessoal a André Santos, impressionado com aquilo que entendia estar ao seu alcance vir a ser e que estaria a de forma quase infantil a desperdiçar.
 
O tempo passou e André Santos continuou igual. Nas virtudes e nos defeitos. Sem se aperceber do mal que estava a fazer a si próprio e ao clube que o formou e que dele, por razões que talvez a razão desconheça, não conseguia tirar o rendimento que os seus atributos técnicos faziam adivinhar.
 
Acabou por ser emprestado ao Deportivo da Corunha, mas... nem as moscas mudaram! Na pré-época que há pouco acabou, passou pelo "pente-fino" de Leonardo Jardim, sem honra nem glória. E foi sendo empurrado para a borda do prato, se me perdoarem a expressão, que mais não pretende que significar que "foi chumbado"! Porquê, perguntarão alguns?! Porque André Santos nunca foi capaz do "clic" que o transformaria num jogador de topo.
 
Podem chamar-me louco ou lírico, mas sempre achei André Santos superior a Hugo Viana. Ambos extraordinários jogadores, mas o talento de Hugo apenas "falava" com o pé esquerdo, ao contrário de André. Mas ambos incorreram ao longo das suas carreiras nos mesmos erros ou defeitos, incorrigiveis pelos vistos: a falta de agressividade, de ambição, de espírito de luta, de raça, de mística, ou então de uma simbiose perfeita de todas essas atitudes! Hugo Viana encaminha-se para a reforma, sem honra nem glória, e apenas ficará na nossa recordação o seu singular pé esquerdo e a sua visão de jogo. André Santos parece seguir rota tão ou mais decepcionante.
 
Hoje não me surpreendeu esta notícia. Aos 24 anos, André Santos ainda estará a tempo de relançar a sua carreira. Vai encontrar em Rui Vitória um excelente treinador, mas duvido que a competência do técnico faça o milagre, se o "clic" não estourar neste homem de carácter e jogador de eleição.
 
Boa sorte André Santos! Desejei tanto ver-te como imprescindível no meu Sporting! Mas não consegui abanar-te sozinho. Bem tentei, mas fracassei. Que não fracasses tu neste teu novo desafio!...
 
Leoninamente,
Até á próxima   

Diogo Salomão renovou até 2019 !...




E de surpresa, o Sporting Clube de Portugal acaba de anunciar no site oficial a renovação do contrato de Diogo Salomão por mais cinco temporadas. O extremo português, de 24 anos, tem agora uma cláusula de rescisão no valor de 45 milhões de euros, ele que terminava contrato no final da presente temporada.

"É um prazer voltar à casa que me projectou no futebol ao nível profissional e estou muito contente. É mais uma oportunidade que tenho para demonstrar o meu valor e espero aproveitá-la bem. É um orgulho continuar ligado ao Sporting.".

É a 16ª renovação levada a cabo pelo CD do Sporting Clube de Portugal, liderado por Bruno de Carvalho e uma manifestação clara de que a estrutura do futebol leonina reconhece em Diogo Salamão potencialidades suficientes para contar com ele no Sporting do futuro.
 
Muito provavelmente não será o curto prazo a trazer-nos a confirmação da assertividade da decisão. O Clube atravessa um período de profundas transformações, onde ainda será difícil de descortinar a estratégia do projecto de Bruno de Carvalho. Mas a renovação do contrato de Diogo Salomão hoje anunciada, não será inocente, nem decidida à margem do corpo técnico e muito menos desligada da forma como é encarado pelos dirigentes actuais, o futuro do Sporting Clube de Portugal.
 
Leoninamente,
Até á próxima

Quão longo é o túnel da libertação !...



Há rumores e rumores! Uns exalam o cheiro nauseabundo da patranha e da perfídia. Outros fazem-nos ficar atentos à espera de confirmação. Porque trazendo ou não benefícios imediatos, introduzem quase sempre a desejada clarificação na dicotomia que os envolve.
 
Hoje o amanhecer do dia trouxe-nos dois/três agradáveis rumores. O primeiro, fala-nos do iminente acordo de renovação do contrato de trabalho da jovem promessa Alexandre Guedes com o Sporting Clube de Portugal. O segundo, alimenta-nos a esperança de vermos resolvido, pelo menos durante um ano, o encargo pesado e sem retorno que representa o fardo contratual de Danjel Pranjic.
 
Com a renovação de Alexandre Guedes, cuja ligação actual com Sporting Clube de Portugal termina no final da presente temporada, o Clube volta a demonstrar estar atento ao seu futuro e às justas expectativas das suas promessas da formação.
 
Com o empréstimo de Danjel Pranjic, não ficando definitivamente resolvida a sua situação, na medida em que no final do empréstimo ainda terá mais um ano de contrato, serão de algum modo reduzidos os encargos salariais elevadíssimos que o Clube teria de suportar, face ao seu rendimento desportivo. Não será a melhor solução, antes terá sido conseguida uma razoável limitação de danos, com a opção da via que se traduz no mal menor: não há clube nenhum no mundo que, a caminho dos 32 anos, lhe ofereça as condições que Godinho Lopes e os seus acólitos com ele contratualizaram há pouco mais de um ano.
 
Consta também um terceiro rumor: que poderemos estar na iminência de desatar um outro "nó górdio", que dá pelo nome de Valeri Bojinov. O jogador, em pés de lã, mamar doce e com um ramo de oliveira na mão, vai preparando terreno para uma rescisão amigável que lhe dê de imediato alguns tostões, em vez de regressar a casa com um processo disciplinar por ausência reiterada ao trabalho, por razões que até poderão ser humanamente atendíveis, mas às quais as instâncias jurisdicionais competentes nenhuma importância darão.
 
Aguardemos atentos pela resolução destes três casos, sempre com a "bruma" atrás da orelha! Todos nos procuramos abstrair, mas ninguém o consegue. Todos estes casos e mais os de Boulahrouz, Onyewu, Evaldo e Elias, poderão raspar ao de leve o nosso pensamento. Mas as "marteladas" que nos dão cabo dos miolos, estão irremediável e incontornavelmente envoltas em bruma. Quando nós adeptos andamos neste estado, faço ideia de qual será o estado do Presidente!

Maldito túnel e maldita lâmpada pendurada lá ao fundo! Quanto mais apressamos o passo para a saída, mais distante parece estar!...
 
Leoninamente,
Até á próxima

Pacto de silêncio no BrumaGate !...



 
 
No episódio de hoje de "BrumaGate", houve troca de actores: o Bio ficou de folga e o Káká, que na imagem aparece sorridente e bem disposto - deve ter sido recolhida antes do acórdão da CAP - veio informar o excelentíssimo público que terá estado durante o dia de ontem, 3ª feira, envolvido em várias reuniões com os dirigentes do Sporting Clube de Portugal, nas quais terá sido estabelecido entre as partes um "pacto de silêncio".
 
Porém, como um "pacto de silêncio" é uma coisa enfadonha e muito difícil de cumprir, Káká sempre foi adiantando que, de certezinha, na próxima 5ª feira nos céus de Alvalade, em chaminé que já estará a ser montada para o efeito, assistir-se-á a um espectáculo que nada ficará a dever ao momento em que terminou o conclave que escolheu o papa Francisco.
 
Esclareceu depois que o pacto de silêncio estabelecido entre as partes sobre o "andamento das negociações" visava não prejudicar o "andamento das mesmas". Ficámos todos esclarecidos e absolutamente convictos do andamento.
 
Correm rumores de que Bio terá sido afastado do elenco de actores, por razões que estarão ligadas à sua recusa de baixar o "cachet" anteriormente combinado, assumindo agora Káká os papeis de ambos, com "cachet" mesmo assim a milhas do anterior, resultado natural face à crise actual de audiências e agora sob a direcção de um nome bem conhecido nos meios da produção de novelas.
 
Espera-se que durante o dia de hoje o "pacto de silêncio" venha a continuar a vigorar, pelo menos da parte de Alvalade e que as negociações avancem a bom ritmo. Uma outra fonte, também contrariando o "pacto de silêncio", mas que naturalmente a ele não está vinculada, adiantou até o final do dia de hoje, para Alvalade imitar a capela Sistina, referindo mesmo "um clima propício ao entendimento".
 
O episódio de hoje terminou com recortes de cenas dos próximos capítulos, com o enfoque especial em Mário Figueiredo, que pretende promover profundas alterações na CAP, dado que o organismo que dirige - não disse por quanto tempo ainda! - não aceita que futebolistas de menor idade assinem contratos com mais de 3 anos. Esta CAP estava mesmo a pedi-las! Esta ideia peregrina de dar razão ao Sporting e criar jurisprudência que faz prevalecer a legislação portuguesa sobre os regulamentos da FIFA, não lembrava ao diabo! Mas isto é alguma "república de bananas"?!...
 
Pronto, agora, em cumprimento do "pacto de silêncio" vou-me calar...
 
Leoninamente,
Até à próxima
 
 

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Pronto, está bem, vamos apenas sonhar !!!...

 


Decididamente, gostei do excelente artigo de Nuno Farinha, de que vos deixo o excerto que me fez dar uma irreprimível gargalhada, para logo a seguir fechar os olhos e... sonhar!
 
Os treinadores de Sporting e Benfica são diferentes em quase tudo. Um é discreto, o outro é exuberante. Um fala baixo, o outro fala alto. Um tem pouco cabelo, o outro tem muito. Independentemente das distâncias mais ou menos fáceis de identificar, há um registo que promete aproximá-los: Jardim está a conseguir, em tempo recorde, despertar um gigante exatamente como Jorge Jesus fez em 2009, quando chegou à Luz.
 
O treinador madeirense é, para já, a figura maior do Sporting-Benfica. Na véspera de arrancar o campeonato este jogo era, no calendário, um pesadelo para os leões. Hoje parece um sonho.

Do pesadelo rumo ao sonho, com o despertar do gigante! É isso que sinto e não me apetece reprimir. Nem me apetece, nem quero. Euforia não a sinto, mas Leonardo Jardim não me proibiu de sonhar. Antes tem dito, repetidamente, que apenas vamos vivendo o alvor da madrugada e que o dia é longo! Eu sei que sim! Eu sei que o dia é longo e o caminho está cheio de pedras! Tropeçaremos aqui, para nos levantarmos além, mas agora, com um sorriso nos lábios é menos penoso o caminho...
 
Grande leão, eu queria pedir-te para nos dares uma grande alegria no sábado. Mas não vou fazer isso. Leonardo Jardim, já nos disse que promessas dessas não são com ele. E nós compreendemos. Pronto, está bem, vamos apenas sonhar !!!...
 
Leoninamente,
Até á próxima

Tobias Figueiredo, renovou até 2019 !...


tobias



Mais uma renovação anunciada esta 3ª feira pelo Sporting Clube de Portugal, com outra das pérolas da Academia. Desta vez com Tobias Figueiredo, defesa central de 19 anos que entra na sua segunda época como profissional, com oito épocas de «leão ao peito, campeão nacional de juniores em 2011/12, fará parte do plantel da equipa B e renovou contrato com os leões até Junho de 2019, tendo ficado estabelecida uma cláusula de rescisão no valor de 45 milhões de euros.
 
"Não podia estar mais feliz. Estou no Sporting, o Clube que amo e do qual sou sócio. Poder aliar a paixão pelo Sporting ao representar o Clube é maravilhoso.",
 
terá afirmado Tobias Figueiredo na cerimónia do anúncio público da renovação do seu contrato.
 
Com 1,88 e 82 kgs, Tobias Figueiredo é um central a quem se adivinha um futuro promissor. Muito agressivo, rápido e forte no jogo aéreo, sem receio do choque, forte sentido posicional e tempo de corte, vem-se revelando um jogador completo e com tremenda margem de progressão.
 
Depois de Mauro Riquicho, Rúben Semedo, Esgaio, Mica, João Mário, Betinho, Luís Ribeiro, William Carvalho, Edelino Ié, Wilson Eduardo, Iuri Medeiros, Cristian Ponde, Kikas e Filipe Chaby, Tobias Figueiredo é o 15º jogador a renovar o seu contrato com o Sporting Clube de Portugal, desde que a direcção de Bruno de Carvalho tomou posse.
 
Ainda faltará uma boa mão cheia de actos semelhantes, para que o futuro do Sporting Clube de Portugal esteja absolutamente assegurado. Ao correr da pena, lembro-me dos casos de Fokobo, Alexandre Guedes, Mané, Eric Dier, Tiago Ilori e... Bruma! Mas, que me lembre, nunca o Clube acautelou o amanhã da forma que agora, paulatinamente, sem sobressaltos e com naturalidade, está a ser concretizada. E que os sportinguistas tenham em conta que tudo isto vem acontecendo, sem que a sustentabilidade do Clube seja posta em causa. Exactamente porque há indicações seguras de que terão terminado de vez os disparates salariais que ainda bem recentemente foram cometidos.
 
E por falar em disparates salariais, falta rigorosamente uma semana, para que possa ficar concluída a reparação da sua quase totalidade. Um trabalho ciclópico, que nem os mais altos responsáveis leoninos, liderados por Bruno de Carvalho, ainda terão certezas de que seja alcançado tamanho desiderato. Mas a força das convicções, necessariamente nos deixará bem próximos.
 
Quem pensaria há cinco meses atrás, que seria possível inverter de forma quase arrebatadora, o desgraçado rumo do maior clube desportivo português ?! Afinal era possível! Afinal a rectaguarda estará a revelar-se firme, forte e coesa. Afinal vamos encher Alvalade no próximo sábado, sem euforias, mas com a alegria no coração e a certeza na alma de que, indepentemente do resultado, todos lutaremos como leões até onde as forças nos permitirem.
 
ESTE É O SPORTING QUE EU AMO !!!...
 
Leoninamente,
Até á próxima

Há suspeitas de iminente borrasca !...

Enganou-se no autocarro, mas salvou a gravata---

Há pouco mais de uma hora, o doutor Bio, advogadozeco de meia tijela que vem representando legalmente Bruma nas instâncias competentes onde o conflito que o opõe ao Sporting vem sendo dirimido, começou por afirmar aos microfones da Antena 1:
 
"... Ele (Bruma) não pode regressar para ser humilhado. Na minha opinião o Bruma não tem condições, depois de tudo o que se passou, para regressar a Alvalade. Acredito que possa haver outras soluções. É um jogador que tem mercado...".
 
Mas, esquecendo completamente o que segundos antes havia afirmado, numa clara manifestação de completo desnorteamento, ou porventura mais grave doença, de martelo na mão, golpeou o cravo depois da primeira martelada na ferradura:
 
"... Um jogador com este tempo de paragem e sem estar integrado num grupo, se tiver de passar uma fase transitória na equipa B será visto como um processo normal de evolução. Pode ser uma estratégia para a sua recuperação.".

Já não há pachorra para aturar as diatribes de tal criatura! Estaremos muito provavelmente perante um caso clínico, patologicamente semelhante ao do ex-ministro Relvas, tanto no que concerne ao tempo e ao modo da sua licenciatura, quanto no que diga respeito à dicotomia entre verdade e mentira que Pimenta Machado há tantos anos, exemplarmente parece ter definido.

Bruma terá falhado hoje a sua apresentação ao trabalho. A menos que o faça até ás 17.00 horas, como a magnanimidade ou outra razão sub-repticiamente encapotada aqui aparece surpreendentemente reportada, entrará deliberadamente e à revelia do estabelecido no recente acórdão da CAP, num processo de incumprimento perante a sua entidade patronal.

A acalmia e o silêncio ensurdecedor que nos vem de Alvalade, fazem-nos suspeitar de iminente borrasca. Com o guarda-chuva de prevenção, os adeptos sportinguistas preparam-se para o próximo capítulo deste folhetim...
 
Leoninamente,
Até á próxima 

O acordão da CAP foi uma abençoada lufada de ar fresco !...

 
 
O acórdão proferido pela CAP, relativamente ao processo Bruma, poderá ser considerado uma verdadeira revolução no futebol da formação em Portugal e muito em particular na formação leonina que tem por base uma das melhores escolas em todo mundo, a ACADEMIA SPORTING !...
 
Toda a jurisprudência que o acórdão traduz e introduz incontornavelmente na ordem jurídica desportiva portuguesa, revela-se absolutamente arrasadora para todas as forças que nos últimos anos, quais abutres, vampiros ou sanguessugas, se têm perfilado em torno do esforço, dedicação e devoção com que o Sporting Clube de Portugal vem trabalhando na formação de futebolistas, com o mérito e competência internacionalmente reconhecidos.
 
São 54 páginas escritas pelo punho do relator da Comissão Arbitral Paritária (CAP), João Novais, que arrasaram por completo todo o edifício de subterfúgios e escapatórias que vinha sendo meticulosamente construído por juristas da estirpe do representante legal actual de Armindo Tué Na Bangna, não deixando pedra sobre pedra e constatando-se neste momento um enorme montão de destroços e entulho, onde até os regulamentos da FIFA e UEFA jazem para sempre.
 
 
Leoninamente,
Até á próxima

Entre 65 mil e 30 milhões de Euros !...

 
 
Bem me parecia que o Bebiano talvez andasse a arranjar lenha para se queimar ou para "enterrar" um pouco mais fundo, o pobre e cego do Bruma. Ao ler este artigo no site Maisfutebol, a opinião do jornalista vem exactamente ao encontro daquilo que sempre pensei: nem 65 mil euros como vem afirmando o Bebiano, nem os 30 milhões que estabelece a cláusula. Atentem no teor do artigo:

Caso Bruma: cláusula de 30 milhões

Questão poderá ser relevante se houver outro processo
 
 
Os dois contratos assinados entre Sporting e Bruma incluíam cláusulas de indemnização em caso de incumprimento do jogador, no valor de 30 milhões de euros.

A CAP entende que o acórdão não é o lugar apropriado para a apreciação completa deste ponto dos contratos. Até porque esse aspeto não foi questionado e, lembra, tal só poderá ser analisado em caso de eventual incumprimento do contrato.

Apesar disso, o acórdão é claro ao estabelecer que entende a cláusula como «manifestamente excessiva». Uma opinião que se baseia nas remunerações previstas para Bruma. Apesar deste entendimento, tal não torna o contrato inválido, apenas abre a porta a eventual redução do valor, de forma a evitar «um exercício abusivo do direito à pena».

Esta questão poderá ser relevante se Bruma avançar com nova acção na Comissão Arbitral Paritária, alegando justa causa para rescindir. Uma hipótese que o advogado do futebolista, Bebiano Gomes, deixou em aberto em declarações no «Maisfutebol», da TVI24. Nesta hipótese, a CAP seria chamada a analisar as razões do pedido e fixar uma indemnização. Um valor que seria sempre superior aos salários a receber pelo jogador esta época (65 mil euros), mas muito inferior aos 30 milhões de euros da cláusula penal.
(Luís Sobral in Mais Futebol)
 
Pois é, a tenda pode muito bem estar armada, se Bruma incorrer com a sua falta reiterada ao trabalho, no incumprimento do disposto no acórdão da CAP. Porque mesmo que a indemnização a fixar pela comissão arbitral, reduza para metade os 30 milhões estabelecidos, a bordoada ainda vai ser muito grande e porventura incomparavelmente superior a qualquer proposta que qualquer clube até agora tenha feito pelo jogador.
 
E quer-me parecer que, embora o jornalista apenas tenha admitido a hipótese de Bruma avançar para nova acção na Comissão Arbitral Paritária, o Sporting também poderá fazer o mesmo, face ao incumprimento do jogador para com o Clube que o formou.
 
Está para lavar e durar esta novela e eu, "em verdade vos digo", estou a gostar mais em cada dia que passa. Até já me lembrei de lançar uma subscrição de recolha de fundos a todo o universo leonino, que poderia muito bem ser "Operação Coração do Bruma", para ajudar o Bebiano e o Catió...
 
Leoninamente,
Até à próxima

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Para onde queria Baldé que Bruma fosse ?!...


Pensa Bruma! Faz um esforço...

 
Mas para onde é que o estúpido do Catió Baldé queria que o Bruma fosse ?!... O homem é parvo, ou pretende fazer dos outros parvos?! E não há na nossa praça, um único jornalista que seja capaz de o questionar quanto à inaudita tacanhez da sua afirmação?!...
 
Tenho muita pena de Bruma. E não queria estar na pele de Bruno de Carvalho. Conseguir uma aceitável quadratura em tal círculo, será bem pior que pretender que um peru se liberte de um círculo de giz.
 
Pensava eu que depois de ver um porco andar de motocicleta, já nada me surpreenderia. Parece-me que quanto mais velho estou, mais tenho para aprender! O que virá a seguir?!...
 
Porca miséria !...
 
Leoninamente,
Até à próxima

Há coisas na vida que o tempo não melhora !...




Bruma não se apresentou hoje ao trabalho, após a irrecorrível decisão da CAP. Nada da lei  protegerá esta sua ausência, nenhum argumento poderá ser invocado, pesem embora todos e quaisquer argumentos ou álibis com que os seus representantes possam acenar. Minto. Haveria porventura ainda a possibilidade de ser apresentado um atestado médico de doença. Mas toda a comunicação social mostra um Bruma em plena forma física e afasta para bem longe essa possibilidade.
 
Como o jornalista da RTP, Nuno Dias, no programa Zona Mista, acentuou e bem, ninguém terá dúvidas sobre quem recaem todas as responsabilidades deste famigerado processo. Mas também poucas dúvidas subsistirão, de que os chacais e as hienas que rodeiam o jogador, alguma vez abandonarão a sua presa de mãos a abanar. Está-lhes no carácter jamais se afastarem da sedutora carniça, mesmo que a presa, ainda viva, esperneie ou escouceie.
 
Ao Sporting Clube de Portugal e a Bruno de Carvalho que o representa, pouco restará para fazer, que não seja esperar com a dignidade que a decisão da CAP implica, que a outra parte se reaproxime e viabilize a negociação que diz ser necessária, esquecendo contudo, ou pretendendo escamotear aos olhos da opinião pública, que a fragilidade negocial se abateu sobre si própria.
 
Também poucas dívidas subsistirão de que as capacidades dos dois mentores deste tenebroso processo, se terão esgotado nas leituras superficiais e apressadas de toda a arquitectura jurídica que envolveu o caso e na indecorosa ganância que sempre evidenciaram. Agora que a capacidade diplomática se revela como o único caminho a seguir no sentido de salvaguardar os interesses mínimos da carreira do jogador e de todo o seu futuro, parecem revelar, tanto um como outro, total, completa e absurda incapacidade para promoverem a necessária aproximação e encetarem com Bruno de Carvalho, o caminho que Bruma desesperadamente deseja, como se vem tornando demasiado evidente em todas as declarações que vem produzindo.
 
Temo que sem a mediação de uma prestigiada figura do mundo do futebol, a urgente e necessária aproximação se venha a tornar difícil e demorada. Temo que o que hoje se tornaria simples e absolutamente exequível com honra para ambas as partes, venha a tornar-se demasiado complexo ou mesmo insolúvel com o passar do tempo. Temo que cada dia que passe se transforme numa imensa machadada no futuro de Bruma.
 
Leoninamente,
Até á próxima

Vamos encher Alvalade !!!...

Wilson Eduardo festeja com Adrien (foto ASF)



Fanfarrão?!... Alto aí! Wilson Eduardo não disse que íamos vencer o "derby"! Ele disse, isso sim, que "vamos trabalhar para vencê-lo". E como eu gosto de ouvir os nossos leões a falar deste jeito!...

Os nossos leões vão trabalhar para vencer o "derby". E a fantástica nação leonina vai ajudar! Como?! Ora, isso nem se pergunta! Todos sabemos como: enchendo Alvalade! Eu estarei lá. E vocês?!...

 Leoninamente,
Até à próxima

Bruma: a lei portuguesa é soberana !...

titulo

 

Um advogadozeco de meia tijela, de braço dado com uma tijela inteira de oportunismo e ganância, armaram para aí um estardalhaço tal, que quase conseguiram destruir a carreira de um jovem e promissor futebolista.
 
Aqui jazem os seus cadáveres:
 
O que diz o acórdão da CAP

Caso Bruma: regulamentos de FIFA e FPF não podem limitar lei portuguesa

A derrota de Bruma na Comissão Arbitral Paritária foi total. De acordo com o acórdão que julgou improcedentes os argumentos do jovem jogador, todos os argumentos alegados pelo jogador foram recusados. Maisfutebol explica-lhe, em síntese, as razões para o desfecho favorável ao Sporting.

 O que pedia Bruma. O jogador pretendia que fosse declarado nulo o contrato assinado a 27 de outubro de 2010, com o Sporting, tal com os aditamentos a esse contrato e o vínculo assinado a 3 de agosto de 2011, destinado a vigorar até 2013/14.

A competência da CAP. Uma vez que Bruma pedia a nulidade do contrato, a CAP analisou se a própria cláusula onde se estabelece que a Comissão Arbitral Paritária é o local para dirimir conflitos entre clubes e jogadores seria aplicável. Depois de verificado o Direito, concluiu que a cláusula compromissória não era nula.

Limitação de duração de contrato imposta por FIFA e FPF. O principal argumento de Bruma tinha a ver com a duração do primeiro contrato, em outubro de 2010. Era válido por três anos, mas tinha aditamentos que prometiam vínculos por mais épocas. Em causa estava a limitação de jogadores menores se vincularem por mais de três temporadas. A CAP identifica a Lei n.º 28/98, de 26 de Junho (regime jurídico do contrato de trabalho do praticante desportivo e do contrato de formação desportiva) como fundamental para responder à questão. Depois de assinalar que o legislador limitou a oito anos o máximo de um contrato de trabalho de praticante desportivo, conclui que a lei não precisa de regulamentação adicional (leia-se FIFA e FPF) no sentido de proteção do praticante. Logo, afasta o argumento de Bruma segundo o qual só poderia assinar por três épocas.

Aplicação das normas FIFA em Portugal. No acórdão, a CAP analisou se uma norma da FIFA, instituição suíça de direito privado, pode ser válida em Portugal. O Regulamento, escreve-se no acórdão, só pode impor-se aos associados da FIFA enquanto tal, não podendo pretender assumir-se como uma lei geral e vinculativa para outras pessoas ou entidades não associadas. Ou seja, os regulamentos de uma entidade como a FIFA não podem assumir-se como lei geral e vinculativa para outras pessoas e entidades que não estejam vinculadas.

As normas da FPF. Os regulamentos da FPF incorporam normas semelhantes às da FIFA, pelo que a CAP também analisou a sua aplicabilidade a este caso. Também aqui não acolheu os argumentos do jogador. Entende que o contrato de trabalho desportivo tem uma existência autónoma e deixa para as federações a competência de registo. Lembra a CAP que podem existir jogadores que tendo contrato com um clube não estão inscritos. Nem o Regulamento da FIFA, nem o Regulamento da FPF podem limitar a capacidade negocial prevista na lei, entendem os elementos que julgaram o processo.

Contrato-promessa. A CAP concluiu que o contrato assinado em outubro de 2010 era, pois, válido.

Contrato de agosto de 2011 também válido. Ao decidir que o contrato-promessa era válido, isso abriu as portas para a decisão do ponto seguinte, concluindo a CAP que o contrato de agosto de 2011, com final previsto em 2013/14, também era válido. Aliás, é esse que se encontra em vigor. Mesmo à luz dos regulamentos FIFA e FPF, que a CAP afastara antes, eles seriam válidos.

Vício de vontade. Bruma alega também que assinou o contrato de agosto de 2011 por entender que estava obrigado. Pedia à CAP que analisasse a existência de um vício de vontade. A CAP não encontrou qualquer facto que sustentasse a tese do futebolista. E deu razão ao Sporting. «Na formação dos contratos em causa não ocorreu qualquer erro, tendo a vontade das partes se formado de forma sã, não sendo os mesmos anuláveis», escreve-se.

Tudo somado, a CAP não hesitou em declarar improcedentes os pedidos de Bruma. O acórdão foi assinado por todos os elementos da Comissão Arbitral Paritária.
(Luís Sobral, in Mais Futebol)

Agora ao advogadozeco de meia tijela, de braço dado com uma tijela inteira de oportunismo e ganância, se lhes restar algum pingo de dignidade e de vergonha, apenas terão um caminho a seguir: cortar as amarras que teceram em volta de Bruma, e restitui-lo à liberdade de Alvalade, onde sempre foi feliz!...
 
Leoninamente,
Até à próxima

Futsal, a Taça é nossa !!!...

Nuno Dias com a Taça (foto ASF)



Duas vezes em desvantagem, o Sporting Clube de Portugal conseguiu igualar e em cima do apito final, aplicou a estocada final! Com um resultado final de 3-2, mais um troféu para o formidável Mundo Sporting!
 
A Taça de Honra da Associação de Futebol de Lisboa em futsal, já mora em Alvalade! Mais uma noite gloriosa para a equipa que pratica, de muito longe, o melhor futsal em Portugal. Mais um triunfo para Nuno Dias e os seus pupilos!
 
Esforço, dedicação, devoção e glória!...
 
EIS O SPORTING! SEMPRE !!!...
 
Leoninamente,
Até à próxima
 
 

domingo, 25 de agosto de 2013

De fato macaco, pois claro !...

Abel Ferreira (foto ASF)
foto in A Bola
 

Missão cumprida! A nossa equipa B parece ter aprendido a lição de Penafiel e vestido o "fato macaco", antes que os mastros de Alvalade lhe caíssem em cima. E Abel Ferreira parece ter compreendido o erro que cometeu com as suas declarações no final do jogo da Tapadinha, ao voltar hoje a reafirmar, que o caminho é bem mais exigente que aquele que então definiu:
 
 
O jogo hoje disputado em Alvalade frente ao Trofense, não terá sido tarefa fácil e terá exigido mesmo, para além da qualidade que todos reconhecemos à nossa segunda equipa, uma entrega e uma atitude superlativas, traduzidas em mais uma vitória. Curta, apertada e difícil, mas uma vitória, que nos trouxe os três pontos e nos projectou na tabela. O resultado, porque espelho da qualidade, da entrega e da atitude, afinal importa! E muito, Abel Ferreira!
 
A próxima jornada levará o Sporting B a Matosinhos, já no próximo domingo. O Leixões, neste momento com mais um ponto, não será um adversário fácil, mas a oportunidade será excelente para a equipa provar que poderá vencer em qualquer campo para além de Alvalade. É fundamental "matar o borrego" das vitórias fora e trepar mais uns furos na classificação. O meio da tabela não é, nem nunca poderá ser, um lugar compatível com a grandeza do Sporting, nem com a qualidade da equipa B melhor colocada na tabela na última temporada. Que pensem nisso os nossos atletas.
 
Leoninamente,
Até à próxima

Como bola colorida, entre as mãos de uma criança...



A decisão da CAP terá substituído por naturais alegrias e surpreendentes desilusões, anteriores convicções e esperanças, a par de muita mentira, esperteza saloia e ganância. No meio do tumulto gerado, a fava saiu apenas ao menos culpado de tudo: Bruma.
 
A "camioneta" de Armindo Tué Na Bangna não comporta tanta areia. Estará reconhecido a todos os que lhe fizeram bem, como qualquer criança perante quem lhe oferece um chocolate. Reconhecido a Catió Baldé que o "libertou" da quase indigência guineense e o foi acompanhando em quase exclusiva afectividade, no seu percurso na Academia. Reconhecido ao Sporting, que lhe deu cama, mesa e roupa lavada, muitas bolas, equipamentos bonitos, campos relvados, professores e o aplauso dos seus adeptos. Mas inebriado por cantos de sereia e sem capacidade intelectual para avaliar o sarilho em que o estavam a meter, acaba de receber um tremendo soco no estômago, que o deixou completamente zonzo e mais incapaz ainda para afastar os chacais que o rodeiam.
 
Hoje, a corresponder à verdade esta notícia que Bruma terá revelado, surpreendeu-me o pequeno gesto de Cristiano Ronaldo. Mas, a julgar pelo impacto e consequências, entendo escasso o esforço de CR7. Terá ficado apenas, muito provavelmente, como o caminho mais correcto e desejável para oferecer a Bruma a ajuda que precisa tão desesperadamente. Passa-me pela cabeça uma acção mais personalizada e mais próxima que uma quase impessoal voz distorcida pela tecnologia e... um outro intérprete, cuja palavra e presença, não permitisse ao desesperado jovem, sequer pestanejar. Mas sonhar é bem mais fácil que a dura realidade deste carnaval que nos rodeia. Há um mundo terrível de interesses e de umbigos que não se compadece do drama do jovem jogador, que apenas quer ser feliz e ainda não foi capaz de descobrir sozinho o caminho.
 
Tenho pena se o meu sonho ou outro qualquer parecido, não venham a acontecer. Os efeitos poderão revelar-se devastadores para Bruma e o Sporting poucos ou nenhuns dividendos retirará. Fez ontem precisamente um mês que por aqui deixei um apelo, que infelizmente não teve o eco desejado. Entretanto a ferida foi gangrenando e hoje subsistirão poucas dúvidas sobre se na mente de Bruma, às dores e consequências, não se terá somado uma pequena réstia de discernimento, que eventualmente pudesse viabilizar de forma célere e eficaz, o procedimento que impeça um doloroso e traumatizante processo de amputação.
 
Julgo que faltará apenas um pequeno passo, um ligeiro empurrão, uma mediação serena e credível para o trazer de volta. Mas Luís Figo talvez ande distraído, distante ou embaraçado com trabalho e outras preocupações. Ou então recuse liminarmente entrar no pântano em que atolaram Bruma. Mas que poderia muito bem ser o salvador de Bruma, não terei dúvidas...
 
Oxalá acabe por triunfar o bom senso e independentemente do caminho e formas escolhidas, o filho pródigo regresse aos braços do pai. E como na feliz parábola de Cristo, tudo venha a acabar em bem, para bem do Sporting e... de Bruma!...

... Como bola colorida, entre as mãos de uma criança!...
 
Leoninamente,
Até à próxima 

Este é o Sporting que eu amo !!!...


foto in Record
 

Ontem a Lusa Atenas, foi literalmente pintada de verde. Muitas horas antes do início do encontro, toda a zona envolvente do magnífico estádio Cidade de Coimbra se coloriu de verde esperança, no cumprimento da promessa das claques leoninas. Famílias inteiras, uma nuvem de juventude e milhares de "velhos leões e leoas", encheram ruas, praças, esplanadas, restaurantes e crepitou o fervor leonino dos velhos tempos. Como se se preparassem para mais um recital dos saudosos violinos.
 
E o recital verificou-se. Dentro das quatro linhas e nas bancadas. Como se o Calhabé fora Alvalade. Dizem os registos reportados por quase todos os jornais, que há 58 anos que não era assim: goleada no terreno de jogo e alegria a rodos nos cânticos permanentes dos adeptos! Hoje não teremos violinos, mas os coros que voltamos a fazer ecoar, são motivo de registo e publicação sonora a meio dos relatos radiofónicos. O Sporting parece ter-se voltado a reencontrar com a sua história!
 
Na hora da despedida de mais uma formidável manifestação de sportinguismo, Coimbra teve mais encanto e o coração sorriu feliz, num prenúncio do que há-de vir...
 
Este é o Sporting que eu amo !!!...
 
Leoninamente,
Até à próxima
 

Temos homem para bater Joseph Szabo !...


in edição online de O Jogo
 
Chegado a casa depois de assistir em Coimbra e ao vivo, a nova jornada gloriosa do Sporting Clube de Portugal, venho aqui deixar, de forma contida, um pouco da muita alegria com que aqueles 90 minutos preencheram a minha sedenta alma de leão.
 
Não, não pensem os meus amigos sportinguistas, que vi no Calhabé, uma exibição perfeita do nosso Sporting. Mas vi uma equipa que será capaz de "despachar" a grande maioria das equipas da nossa I Liga. O que Leonardo Jardim já conseguiu, em pouco menos de dois meses de trabalho de toda esta irreverente juventude, na minha modesta opinião, foi colocar a equipa num patamar competitivo, harmonioso, apoiado e descomplexado de tal natureza, que muito poucas equipas serão capazes de se lhe opor, sejam quais forem as estratégias que adoptem.
 
Os blocos baixos, os autocarros, o antijogo, os artifícios de qualquer natureza, poucos ou nenhuns benefícios colherão sempre que defrontem o Sporting, já no curto prazo e muito menos em termos de futuro o conseguirão, à medida que os processos de jogo se forem consolidando, o entrosamento for exponenciado e o conhecimento mútuo dos jogadores for aumentando.
 
Nota máxima portanto para Leonardo Jardim, que em cada dia me vai enchendo mais as medidas. Aplaudi portanto o trabalho que hoje vi explanado no relvado, como já vos disse. Mas aplaudi também a forma serena como dirige do banco os seus pupilos. O tempo e o modo das substituições, nas quais  julgo ter percebido perfeitamente a intenção que lhes esteve subjacente. E até a escolha dos marcadores das grandes penalidades, julgo não ter sido inocente e de modo algum aleatória. Temos ali homem para bater com facilidade o record de Joseph Szabo de permanência no Sporting Clube de Portugal.
 
No meio de tanta alegria e satisfação, lamentei que aquele formidável pontapé de Wilson Eduardo, esbarrasse com estrondo no poste. Lamentei duas saídas nervosas e falhadas de Rui Patrício, assim como lamentei mais duas ou três fífias de Rojo nos cruzamentos - pormenor em que me parece pouco ter evoluído e começar a colocar em risco o seu lugar de central -, uma boa meia dúzia de desconcentrações, faltas escusadas e perdas de bola de Cedric e finalmente dois rebentamentos de petardos no meio das claques: um ainda no exterior do estádio e outro no decorrer da partida. Claro que o grandioso espectáculo que as quatro claques proporcionaram do topo Sul do Calhabé - como gosto de chamar assim ao novo estádio Cidade de Coimbra! -, de tão fantástico e quase comovedor, me fez esquecer dos petardos. Mais de 10 mil leões em 14 mil espectadores, é obra!
 
O resto, meus amigos, foram tudo motivos de satisfação e posso confessar-vos hoje, que vou a Alvalade no dia 31, com confiança serena nas nossas capacidades. Ao ver jogar o nosso Sporting, já não sinto o bater descompassado do meu coração de leão e nem uma única vez levei as unhas à boca para equilibrar o sistema nervoso. Ah, e só fumei três cigarros em todo o encontro.
 
Acompanharam-me nesta "peregrinação leonina" à Cidade do Conhecimento, um jovem e garboso leão de 20 anos, o Alexandre, que no regresso me deu conta da tristeza com que, acabadas as férias que anualmente faz em Portugal, partirá para os Estados Unidos na próxima 5ª feira, perdendo a oportunidade de me acompanhar a Alvalade no próximo sábado, onde acredita que assistiria a mais uma vitória leonina. E o seu velho avô Mário, que na viagem para Coimbra, de vez em quando me esticava três dedos em riste e no regresso me confessava quase ter acertado. É comovente a confiança que se começa a respirar na grande família sportinguista!...
 
Leoninamente,
Até à próxima 
 

sábado, 24 de agosto de 2013

Muito riso, pouco siso !...

 

Contar com o ovo e ele ainda no cu da galinha, é uma decisão, no mínimo, pouco inteligente. Foi o que fez ontem pela manhã o advogadozeco  mais mediático do momento, se calhar produto de equivalências "à Relvas" e sem o saber estar de anos e anos de faculdade, mais o tarimbar de outros tantos anos sob a orientação de um patrono equilibrado, que o ajudasse a envernizar as unhas e... a língua.
 
A decisão da CAP deve ter despoletado, em vez do riso e do pouco siso do seu representado, que pressurosa, leviana e pouco inteligentemente anunciou, um sorriso "filho da puta e embrumado", assim como que a dizer "vocês foderam-me a vida"!...
 
E não será preciso pedir o parecer a Júlio Machado Vaz, para concluir as razões que o "obrigaram" a afirmar poucas horas depois, absolutamente o contrário:
 
"Uma coisa é a minha opinião ao longo deste processo. Outra é aquilo que o jogador entender, que pode considerar que tem condições para regressar. Se ele decidir assim, teremos de respeitar essa vontade."
 
Pois é! É pela boca que costumam morrer os peixes! E o Bebiano aparece-nos agora, de anzol ainda espetado nos lábios grossos, sem que o "armani" disfarce a boçalidade de quem o veste. A vida é uma nora e até os alcatruzes mais apodrecidos por passarem o Inverno debaixo de água, voltam à superfície no Verão, quando a giesta cai no lombo do boi que, de olhos cegos por óculos anti-tonturas, vai dando voltas e voltas à nora.
 
Quando vejo Bruno de Carvalho em silêncio, fico contente! Adivinho o seu sorriso interior e as horas que terá passado com os seus pares a estudar a estratégia. Nenhuma verborreia do mundo traz vitórias. Força Presidente!...
 
E não digo mais nada! Vou esperar sentado. Porque as grandes obras fazem-se em silêncio e são sempre muito demoradas. E também, porque hoje joga o Sporting e eu já estou a fazer o "warm up" para rumar a Coimbra...
 
Leoninamente,
Até à próxima
 
 
 
 

PUBLICIDADE