terça-feira, 30 de abril de 2019

E tu Dieguinho, guarda a tesoura para o ano!...



Alcançado o tão almejado título de Campeão Europeu, havia que cumprir a leonina promessa do Capitão: lá foram o carrapito e as barbas de João Matos: palavra de Leão Campeão é sagrada!...

Agora, deixa crescer tudo outra vez, João...

E tu Dieguinho, guarda a tesoura para o ano!...

Leoninamente,
Até à próxima

Os milagres só acontecem com trabalho!...




Será o futebolista em maior destaque no Olímpico do Montijo, 8º classificado da Série D do Campeonato de Portugal, e 2º melhor marcador da competição. Terá apontado até ao momento 21 dos 48 golos da equipa e com contribuição determinante para a época tranquila realizada pela equipa da margem Sul. Tal protagonismo parece ter despertado a cobiça de diversos emblemas, entre os quais o Sporting, que terá abordado o futebolista de 21 anos e o seu representante, apresentando uma proposta de contrato válido para as próximas quatro temporadas, que poderá colocar Beto, numa primeira fase na equipa de sub-23 e, posteriormente, dependendo da evolução, num patamar mais elevado.

Norberto Bercique Gomes Betuncal, conhecido no futebol como Beto Gomes e que fez toda a sua formação no União de Tires com episódicas passagens pelo Benfica e mais tarde pelo Oeiras, terá já estado reunido com os directores da formação, Miguel Quaresma e Luís Vidigal, no sentido de darem a conhecer ao jovem atleta, que impressiona pela sua envergadura atlética - 1,94 e 88 kgs - os argumentos do Sporting. Apesar de esta poder parecer uma oportunidade irrecusável, a verdade é que o avançado pediu algum tempo para pensar antes de dar uma resposta definitiva. 

Aumentar o poder de fogo dos S23 a pensar na equipa principal?!... 

Não se pode dizer que a finalização tenha sido o calcanhar de Aquiles da equipa treinada por Alexandre Santos, que chega à derradeira jornada da Liga Revelação com hipóteses matemáticas de conquistar o título. Porém, a realidade é que uma parte substancial dos 62 golos obtidos pelos leões foram assinados por quatro jogadores: Pedro Mendes (16 golos), Marco Túlio (7), Mitrovski (5) e Pedro Marques (4). Destes, no entanto, apenas Mendes e Marques são pontas-de-lança e... só o segundo tem trabalhado com o plantel principal e integrado as convocatórias de Marcel Keizer. É, por isso, natural que exista a preocupação de reforçar o ataque para 2019/20. Não apenas a pensar nos sub-23 mas sobretudo no futuro e na equipa principal.
(Retirado de trabalho de Alexandre Moita e João Lopes, in Record)

Os milagres só acontecem com trabalho!...

Leoninamente,
Até à próxima

Não me digas que não aprecias, António?!...



Ai António, António, andas tu a fazer cartoons para o The New York Times, a perder tempo, talento, prestígio e a levar coices, quando na tua terra cada vez há mais que fazer!...

Se soubesses o quanto me custou fazer esta 'tradução'! Mas com tanta balda tua ao 'trabalho doméstico', alguém tem de fazer o que precisa ser feito. Desculpa lá o plágio, mas os protagonistas merecem ao menos um pedacito do teu talento...

Não me digas que não aprecias, António?!...

Leoninamente,
Até à próxima

segunda-feira, 29 de abril de 2019

Em Dezembro de 2019, o troféu já tem dono!...



Bem à imagem do aconteceu com Modric a quem, sem saber ler nem escrever, 'ofereceram' a Bola d'Ouro de 2018, também com o internacional italiano, Stefano Mammarella, guardião do Montesilvano, foi usada receita idêntica quando chegou a hora de anunciar o melhor guarda-redes de futsal do mundo.

Pouco tempo depois, no entanto,  a contribuição do guarda-redes de futsal do Sporting, Guitta, ou Thiago Mendes Rocha, a pouco mais de um mês de completar 32 anos, para que o seu Clube alcançasse os pináculos da Glória e se sagrasse pela primeira vez Campeão Europeu de Futsal de 2019, terá sido absolutamente decisiva.

Depois do que aconteceu ontem em Almaty e que o vídeo a seguir demonstra à evidência, nada mais será como dantes e Guitta não voltará a ser, nunca mais, um pretenso ilustre desconhecido para a Futsal Planet, entidade que todos os anos promove o evento.



Em Dezembro de 2019, o troféu já tem dono!...

Leoninamente,
Até à próxima

Obrigado Miguel Albuquerque!!!...

Miguel Albuquerque - o Papa-Taças
Sempre conheci Miguel Albuquerque como o 'homem forte' do Futsal do Sporting! Nas últimas eleições do Clube, apesar de insistentemente convidado por várias listas para delas fazer parte integrante como dirigente,  a sua recusa foi liminar e incontornável. Escreveu na ocasião, na sua página do Facebook:

«Perante as várias notícias sobre o meu posicionamento eleitoral e porque até hoje não tomei qualquer posição pública sobre o mesmo, acho que chegou a altura de esclarecer alguns pontos:

- Sou funcionário do Sporting Clube de Portugal há 14 anos

- Servi sempre o clube sem base em qualquer interesse pessoal, independentemente de quem era o Presidente

- Não sou, nem serei candidato a presidente do Sporting CP

- Confirmo que fui contactado por alguns candidatos para assumir um cargo no CD. 
Por ser funcionário do clube, acho que não o devo fazer

- Confirmo que fui contactado pelo Dr Frederico Varandas a quem reconheço competência e enorme sentido de missão, para que eu seja o responsável das modalidades caso ele seja eleito Presidente do Sporting CP.

- transmiti-lhe a minha visão das modalidades e o que podem ser no futuro com trabalho sério e competente contribuindo com as minhas ideias para o seu manifesto eleitoral na esperança que possa contribuir para o engrandecimento das mesmas.

- Até às eleições não terei nenhum papel activo na campanha eleitoral pois a minha condição de funcionário não o permite

- Estou e estarei sempre disponível para colaborar para o bem do Sporting Clube de Portugal

Viva o Sporting Clube de Portugal.»

Nenhum sportinguista desconhece o que veio a seguir e Miguel Albuquerque é hoje o Director Geral de todas as Modalidades do Sporting Clube de Portugal. Tenho recusado, liminarmente também, cobrar-lhe quaisquer responsabilidades sobre os êxitos e inêxitos de todas as outras modalidades na temporada que se aproxima do final. Apanhou o combóio em andamento e nunca seria justo fazê-lo. O que lhe cobro, isso sim, é o rumo e o destino do Futsal, pelas razões que todos conhecemos.

E nesta hora em que alguns - sempre os mesmos! - se apressaram a colocar-se em bicos de pés, julgo da mais elementar justiça trazer Miguel Albuquerque para lugar destacadíssimo neste cantinho de leoninidade: Miguel Albuquerque, entre tantos e tantos a quem ficarei eternamente grato por uma das grandes alegrias que tive em toda a minha vida de adepto e associado sportinguista, terá sido o seu 'obreiro-mor'!...

Obrigado Miguel Albuquerque!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Pior só a abencerragem da abel(ha)!...

De língua de fora coleccionando piscinas olímpicas

Pior só a abencerragem da abel(ha)!...

Leoninamente,
Até à próxima

Vou dormir de consciência leonina tranquila!...



Quantas vezes um simples gesto de incontida e justificada alegria acaba por gerar a mais tremenda das injustiças?!...

A imagem que acima ofereço aos leitores de Leoninamente, é diferente de todas as que por aí terão sido publicadas, nos jornais, sites e, muito particularmente, na formidável blogosfera leonina. Os mais atentos, repararão que, ao contrário de todas as outras, nesta 'minha' imagem, o braço esquerdo de um fervoroso - adepto? dirigente? seccionista? não irá tão longe a minha capacidade de o identificar! - não tapa o rosto de alguém a quem aqui prestei a minha homenagem e formulei a minha mais sentida gratidão: Nuno Dias!...

'Debalde' procurei entre dezenas e dezenas de imagens desse tão sublime momento da história do nosso Sporting, por uma em que os fotógrafos não tivessem, inadvertidamente, cometido a maior das injustiças: captar o rosto de um dos maiores obreiros de feito tão grandioso, liberto do braço exultante de um sportinguista, para mim anónimo, mas que na sua alegria, nem lhe passou pela mente a consequência do seu gesto.

Então, sem alternativas, jurei que nesta noite de alegria não recolheria ao conforto dos lençóis, sem tudo fazer para reparar a 'injustiça'. Sou um autodidacta no tratamento das imagens. Felizmente que tive o privilégio de galgar alguns degraus na aprendizagem, por mor da ajuda de um grande amigo, dragão dos sete costados. E tantas voltas dei que o resultado final, quando a madrugada já vai alta, foi este que por aqui vos deixo...

Vou dormir de consciência leonina tranquila!...

Leoninamente,
Até à próxima

Somos assim e... não escarmentamos!...




O diabólico Luiz Phellype
Marca há cinco jornadas seguidas

«Já lá vão cinco jornadas seguidas a marcar! A série goleadora de Luiz Phellype parece não ter fim, sendo que neste século apenas Jardel e Slimani foram capazes de alcançar tal proeza de leão ao peito, além de... Bas Dost. Devido a problemas físicos, o holandês tem dado espaço ao brasileiro para brilhar e este, como se vê, vai aproveitando ao máximo. Aliás, marcando ao Belenenses, na 32ª jornada, e atingindo assim a sexta ronda seguida a facturar, o camisola 29 fará aquilo que o concorrente de posição nunca conseguiu fazer pelo Sporting.

Há ainda outro dado comparativo curioso. No total, Luiz Phellype, que custou apenas 500 mil euros aos cofres do clube de Alvalade, já apontou seis golos na Liga NOS, tantos como Bas Dost se excluirmos da análise os penáltis cobrados pelo holandês (apontou oito dessa forma), sendo que o brasileiro marcou presença em menos oito jogos.

De resto, à excepção dos dois ‘matadores’ leoninos, apenas Jonas e Seferovic marcaram em cinco rondas consecutivas na presente temporada na Liga.

Leões chegam aos 100 golos

O golo de Raphinha foi o 100º do Sporting esta época. Feitas as contas, os leões apontaram 62 remates certeiros na Liga NOS, além de 15 na Liga Europa, 14 na Taça de Portugal e 10 na Taça da Liga, troféu conquistado pela equipa de Marcel Keizer. Já o extremo brasileiro marcou nas últimas três rondas em casa. Alvalade parece ser talismã.

Keizer iguala série vitoriosa de Jorge Jesus

O Sporting registou a nona vitória consecutiva em todas as provas, o que permite a Marcel Keizer igualar a melhor sequência de triunfos obtida por Jorge Jesus, em 2015/16, altura em que os leões lutaram pelo título até à última ronda. A série do holandês, recorde-se, iniciou-se a 3 de Março, com um triunfo frente ao Portimonense (3-1) sendo que, no total, os leões apontaram 19 golos e sofreram apenas quatro. De resto, oito dos jogos foram para a Liga (o outro foi para a Taça de Portugal, diante do Benfica), pelo que Keizer está perto de alcançar os dez triunfos seguidos de Paulo Bento, na época 2005/06, que corresponde à melhor sequência do século na prova por parte dos leões.»
(Rafael Soares, in Record, em 28 Abril às 03:02)


E em menos de um fósforo, aquele que muitos adeptos sportinguistas já apelidavam com mimos pouco simpáticos, tais como 'flop' ou até 'patinho feio', desatou a marcar golos! Golos que têm acabado até por dar preciosos pontos, nomeadamente aqueles três perante o Nacional na Madeira!...

Se bem me lembro, com Alberto Acosta aconteceu rigorosamente o mesmo, ou ainda pior! Depois, também 'desatou a marcar golos', até veio a ter direito a 'cânticos especiais nas bancadas' e, quando partiu, deixou um rosário de lamentações, reprovações e saudades... até hoje!...

Outros que conhecemos bem, andam por aí, pelas muitas 'feiras de antiguidades' que aparecem como cogumelos nesta nossa singular terrinha, em busca de turíbulos, sem se incomodarem com o trabalho que isso dá, nem com os 'mérreis' que gastam, só para promoverem  e glorificarem toda a sucata e mai-las fraldas que acumulam lá pelos alpendres!...

Somos assim e... não escarmentamos!...

Leoninamente,
Até à próxima

domingo, 28 de abril de 2019

OBRIGADO NUNO DIAS!...


Lágrimas de campeão!...

OBRIGADO NUNO DIAS!...

Leoninamente,
Até à próxima

Embala-me Abel que eu gosto!...



Embala-me Abel que eu gosto!...

Leoninamente,
Até à próxima

"Serão sempre uns heróis para o Sporting"!...


Sporting é Campeão Europeu de Futsal
Primeiro título europeu de futsal alcançado pelos leões


Sporting é campeão europeu em futsal. Vitória dos leões por 2-1 frente ao Kairat, que estava invicto até esta final. Depois de ter perdido três finais (em 2011, 2017 e 2018), o Sporting, com golos de Cavinato e Merlim, conquistou este domingo o primeiro título europeu em futsal, num jogo em que foi sempre superior e mais perigoso.

"Merecemos toda a felicidade"!...

"Há coisas que estão escritas na História"!...

"Vocês são os maiores"!!!...


"Serão sempre uns heróis para o Sporting"!...

Leoninamente,
Até à próxima

Era bonito iniciar nova década com o jejum quebrado!...



AZAR
“Criámos boas oportunidades, mas tivemos azar desta vez, com muitas bolas aos ferros. Tivemos azar na 1.ª parte, mas foi um bom jogo da nossa parte.”

BOA FASE
“Estamos sólidos e a criar oportunidades. Estamos razoáveis na defesa, a tentar melhorar passo a passo. Espero que continuemos a ganhar, temos tido algumas mudanças na equipa e mesmo assim temos ganho e isso significa que temos boas opções no banco.”

2.º LUGAR AINDA É POSSÍVEL?
“Para a próxima semana jogamos com o Belenenses, vamos tentar ganhar. Vamos primeiro desfrutar desta vitória e o resto logo vemos.”

A pragmatização do 'Keizerball'

«O Sporting de Abril é um Sporting diferente daquele de Novembro, que enchia o olho aos românticos da bola. Mas, o que é certo, é que este Sporting ganha e já ganha há nove jogos seguidos. Em mais uma exibição competente, equilibrada, em que ainda se deu ao luxo de desperdiçar um ror de oportunidades, os leões bateram o V. Guimarães por 2-0 e consolidaram o 3.º lugar na liga.

É curioso como os dois jogos com o V. Guimarães marcam fases muito diferentes da vida de Marcel Keizer no Sporting - e, entre os dois jogos, não passou exactamente uma eternidade, são apenas quatro meses.

Em Dezembro, antes da visita ao Afonso Henriques, o 'Keizerball' vivia o seu momento de quase histeria (e aqui, amigos, contra mim falo, eu própria entrei nessa caravana): o Sporting ganhava, quase sempre por muitos apesar de também muitos sofrer, o futebol era rápido, fluído, bonito. Andávamos todos encantados, porque já não achávamos possível que tal romantismo ainda resultasse no futebol moderno.

E boa parte das crenças dos românticos foram deitadas abaixo naquela noite fria em Guimarães. O Sporting perdeu, o 'Keizerball' não teve resposta para as grilhetas colocadas pela estratégia de Luís Castro e, no mês que se seguiu, o Sporting voltou a perder, com o Tondela, e no clássico com o FC Porto apareceu transfigurado: utilitário, objectivista.

É possível que tenha começado ali a pragmatização do 'Keizerball'...»
(Lídia Paralta Gomes, Tribuna Expresso, 27.04.2019 às 20:33)

Comungo sem quaisquer pruridos a bem construída introdução que Lídia Paralta Gomes faz na Tribuna Expresso à sua análise do jogo de ontem à noite em Alvalade. Vejo o curioso trajecto de Keizer no Sporting desde a sua chegada, por um prisma muito idêntico e interrogo-me acerca dos limites a que no futuro poderá vir a desaguar o seu trabalho, depois da dura fase de 'aprendizagem' a que o 'nosso futebol manhoso', que alguns entre nós parecem confundir com a 'sublime' táctica característica de muitos treinadores 'tugas', o terá sujeitado, ele que nos chegou da Holanda carregado de romantismo 'cruijffiano'. Porque a essência continua lá, embora tenham mudado quase radicalmente uma boa mão cheia de conceitos que terão estado muito perto de lhe conceder o bilhete de regresso aos sumptuosos e belos campos de tulipas.

Hoje Marcel Keizer será um treinador muito diferente daquele que nos conseguiu empolgar e, ao mesmo tempo, decepcionar, nos primeiros tempos. O futebol português, com as suas virtudes e defeitos, ter-lhe-à ministrado a 'cadeira' que lhe faltava no seu 'mestrado'. É por isso que a cada jogo do Sporting aumentam em mim as labaredas da ansiedade pela próxima temporada, desde que a arte e o engenho dos responsáveis leoninos, lhes permitam ser capazes de lhe municiar e apurar o arsenal que, não sendo tão limitado quanto alguns suspeitos analistas por aí pintam, incontornavel e reconhecidamente não será ainda uma 'invencível armada'!...

Era bonito iniciar nova década com o jejum quebrado!...

Leoninamente,
Até à próxima

sábado, 27 de abril de 2019

Para habituação à hora e à relva!...



Sporting já vai na NONA! E fica a 6 pontos do Porto e a 5 do Benfica! Raphinha com o DIABO NO CORPO e Luiz Phellype "meteu" a QUINTA! QUATRO bolas nos ferros impediram a goleada! V. Guimarães DOMINADO 98 minutos!...

No próximo domingo o jogo é no Jamor...

Para habituação à hora e à relva!...

Leoninamente,
Até à próxima

O argentino é um grande talento!...



Ainda Vietto: convencido por Acuña
Negócio com o At. Madrid quase fechado

Se eu fosse jornalista e estivesse no lugar de Alexandre Carvalho e João Lopes, decerto que não arriscaria escrever e fazer publicar isto!...

Não me custa admitir o grande interesse jornalístico de toda a matéria versada! Mas... "O seguro morreu de velho" e eu não arriscaria!...

É certo que a cultura e o "saber estar" dos dirigentes ingleses é bem capaz de me trazer alguma tranquilidade. Em nada serão comparáveis aos exemplos com que por cá, e mesmo em alguns países do Sul da Europa que todos facilmente adivinharão, frequentemente somos confrontados. Mas quando há "afectos que mais alto se alevantam", como eu sei que há no caso presente, todo o cuidado será pouco: "cautela e caldos de galinha...". Bom, pode ser que o quadro negro que eu estou a imaginar, nunca venha a acontecer. Mas...

De qualquer modo não deixam de ser agradáveis dois apontamentos que se podem retirar do relato que os citados jornalistas hoje trazem ao conhecimento dos sportinguistas:

1 - Acuña e Battaglia merecem o nosso respeito e admiração.

2 - Felizmente a "nódoa de 15 de Maio de 2018" vai-se dissipando e o prestígio, a credibilidade e a intocabilidade do Sporting Clube de Portugal estarão, clara e inequivocamente a caminho da restauração total. Contra ventos, marés e tempestades tropicais de uma 'reacçção' tão estúpida quanto alienada, a Comissão de Gestão e o actual Conselho Directivo terão conseguido em apenas um ano, aquilo que todos julgámos ter de levar anos! E muitos!...

E para a onda de  cepticismo que a tal "reacção tão estúpida quanto alienada" parece estar 'mortinha' por provocar e instalar nas faixas mais vulneráveis do universo leonino, acerca do valor de Luciano Vietto, permitam que por aqui deixe o alerta...

O argentino é um grande talento!...

Leoninamente,
Até à próxima

sexta-feira, 26 de abril de 2019

Quem é que traduz isto a Keizer?!...


Silas, treinador do Belenenses SAD, terá hoje afirmado acerca do jogador do momento na Vila das Aves: "... O Mama Baldé está muito bem, fez uma excelente época e é um jogador que pertence ao Sporting. Se calhar, o Sporting tem de começar a pensar dar-lhe uma oportunidade..."

Quem é que traduz isto a Keizer?!...

Leoninamente,
Até à próxima

SPOOOOOOOOOOOOORTING!!!...



«Os meus jogadores fizeram um jogo extraordinário»
Treinador do Sporting considera que a vitória frente ao Inter Movistar foi inteiramente merecida

E para quem ainda tiver dúvidas, nada melhor que, pacientemente, passar por aqui e visionar todos os golos desta tarde gloriosa do...

SPOOOOOOOOOOOOORTING!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Orgulho!!!...



Sporting vence (5-3) Inter Movistar e está na final da Liga dos Campeões 


Orgulho!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Está nas tuas mãos, Daniel!...


Salto de Daniel Bragança impressiona SAD
Evolução do médio de 19 anos na cedência ao Farense pode valer-lhe lugar na pré-temporada

Daniel Bragança tem sido um dos muitos talentos da Academia que melhor tem aproveitado a oportunidade concedida de evoluir e somar mais minutos fora do 'berço'. O médio, de 19 anos, tem assumido uma preponderância crescente no Farense, algo que naturalmente não tem escapado à atenção da estrutura leonina.

Bragança é um dos nomes mais promissores da formação e, por esse motivo, o Sporting fez questão de acautelar o seu futuro, ao renovar-lhe o contrato antes de concretizar o acordo com o Farense. Com efeito, o internacional sub-20 por Portugal assinou um compromisso válido até 2023, blindado por uma cláusula de rescisão de 45 milhões de euros.

Após um primeiro momento de adaptação em Faro, Bragança leva uma sequência de seis jogos a titular (doze no total) e até marcou nas últimas duas jornadas da 2ª Liga. É também por isso que, ao que se sabe, o Farense tentará de novo o seu empréstimo em 2019/20. Tudo dependerá no entanto da resposta que o canhoto eventualmente venha a dar na pré-época do Sporting, onde deverá estar presente para o veredito de Keizer.

Está nas tuas mãos, Daniel!...

Leoninamente,
Até à próxima

Tal como os outros 5 milhões!!!...


Ah 'ganda beduíno'! O que te vale é que 'lage' é uma pedra...

Tal como os outros 5 milhões!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Menos uma dor de cabeça para Varandas!...


Luciano Vietto vai ser jogador do Sporting
Os "leões" chegaram a acordo com o avançado argentino para um contrato válido por 5 anos.

No âmbito do negócio que envolverá Gelson Martins, e segundo informações da RTP avançadas ao princípio da noite de ontem, Sporting e Atlético Madrid terão chegado a acordo para a contratação pelo clube de Alvalade, do avançado Luciano Vietto para as próximas cinco temporadas.

Actualmente com 25 anos, Vietto é já um 'namoro' antigo dos leões, que tentaram garantir os seus préstimos em Janeiro do ano passado. Na altura, o argentino preferiu rumar ao Valência por empréstimo do Atlético Madrid. Na presente época, o dianteiro sul-americano rumou à Premier League, tendo assinado pelo Fulham também emprestado pelos colchoneros. O clube londrino foi despromovido e Vietto terá recusado jogar no segundo escalão inglês e preferido desta vez rumar a Alvalade

Ainda de acordo com aquela estação televisiva, o acordo apenas deverá ser oficializado no final da presente temporada.

Parecem assim ter chegado a bom termo as pretensões de Frederico Varandas, que terá desde sempre estabelecido a meta de 20 M€ mais o passe do jogador internacional argentino, como condição 'sine qua non' para um acordo amigável sobre a saída intempestiva de Gelson Martins para Madrid, com a garantia por parte dos leões, da desistência do processo litigioso que então havia accionado junto das competentes entidades internacionais.

Menos uma dor de cabeça para Varandas!...

Leoninamente,
Até à próxima

quinta-feira, 25 de abril de 2019

O lugar do Sporting é no topo!...

Sempre a correr atrás do prejuízo

Voleibol: Benfica sagra-se campeão nacional no Pavilhão João Rocha, com 3-1 na terceira vitória

Há um ano reinou o equilíbrio e o mérito pendeu para o lado do Sporting. Esta época as contratações acabaram por ser decisivas na supremacia evidenciada pelo Benfica: depois de na fase regular ser batido aos pontos, nesta decisiva fase, em 15 sets, o Sporting apenas conseguiu vencer 6!...

É preciso aprender com os erros e corrigi-los rápida e eficazmente...

O lugar do Sporting é no topo!...

Leoninamente,
Até à próxima

E que falha! Valham-nos mil Slimanis!!!...


Uma falha da nossa Democracia

«Era manhã cedo, fez ontem 45 anos, quando a D. Matilde veio ao meu quarto e me despertou: "Eládio, estão a dizer na rádio que há um golpe militar…" Minha mãe, que, entretanto, partiu para uma infinita tranquilidade, estava alarmada e tinha razão para isso: a Revolução estava em marcha.

Lembro-me de ter descido até Santa Apolónia e daí até ao Terreiro do Paço onde já havia tropas na rua. Rapei do meu cartão de alferes miliciano da Força Aérea, que guardara, e procurei saber o que se passava. As informações eram contraditórias, até que um ex-camarada me esclareceu: "somos do MFA". 

Claro que, na altura, fiquei mais ou menos na mesma. Não sabia quem eram Otelo, Contreiras, Vasco Lourenço, Melo Antunes ou Salgueiro Maia. Estes nomes nada significavam para os muitos milhares de jovens da minha geração, praticamente «despolitizados». Sabiam, isso sim, quem eram os benfiquistas Bento, Humberto, Moinhos ou Eusébio; sabiam quem eram os sportinguistas Yazalde, Marinho, Tomé, Damas ou Manaca; sabiam mesmo quem eram os portistas Tibi, Rolando, Cubillas ou Fernando Gomes; e sabiam ainda quem era Mourinho Félix, guarda-redes do Belenenses, pai do 'outro' Mourinho, que nesse ano terminaria a sua carreira com jogador.

Mas, nesse dia, para mim e para muitos outros, o interesse pelo futebol apagou-se. Outros bem mais importantes se levantaram: havia livros para ler; filmes para ver; música para ouvir e, sobretudo, muita política para discutir. 

Hoje, 45 anos volvidos, o interesse pelo futebol reacendeu-se e os jovens sabem que a gestão de Solskjaer no United é uma autêntica desgraça (sete derrotas em nove jogos; nenhum golo em 5 horas de jogo sem ser em bola parada); sabem que Klopp pode ganhar a Premier e a CL ou, pela quinta época, não ganhar nada no Liverpool… Mas muitos continuam sem saber quem foram os 'artífices' da nossa Liberdade. E deviam saber. É uma das falhas da nossa Democracia.»
(Eládio Paramés, Hora do chá, in Record)

E que falha! Valham-nos mil Slimanis!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

É que nós por cá, só a reboque!...



Maria José Morgado: “Em todo o mundo há histórias de hackers maus que se transformam em hackers bons”
A procuradora-geral adjunta falou do caso Rui Pinto em entrevista à RTP.

A procuradora-geral adjunta Maria José Morgado, no programa Grande Entrevista, da RTP, nesta quarta-feira, afirmou que o "caso Rui Pinto", o jovem português que denunciou alegados esquemas de evasão fiscal no futebol cometidos em vários países, conhecido como Football Leaks, a impressiona: 

«... Não posso falar do caso concreto, só em tese geral. Mas devo dizer que este caso impressiona-me muito pessoalmente, porque ouvi a pessoa de que estamos a falar a dizer frases sobre a corrupção no futebol semelhantes àquelas que eu disse numa entrevista em 2002, ao Adelino Gomes, e que está publicada na [revista] Pública. [...]

Em 2002 eu disse ao Adelino Gomes que o futebol era um mundo de branqueamento de dinheiros sujos, com promiscuidades políticas indesejáveis, alargadas e muito difíceis de combater. Fez-me impressão, porque passaram 17 anos e aparece uma pessoa a dizer aquilo que eu tinha dito. Porque agora são todos paladinos contra a corrupção no futebol, contra as offshores. Toda a gente fala disso, já não vale a pena falar. Mas naquele tempo tive problemas sérios por ter falado disso. [...]

Volvidos 17 anos, por aquilo que se sabe do Footbal Leaks (e não estou a falar de nenhum clube nem de nenhuma pessoa, mas de um fenómeno), aparentemente no mundo do futebol é-se imune a qualquer espécie de escrutínio.[...]

Precisamos das pessoas que estão por dentro do extraordinário mundo do crime, dos criminosos que queiram colaborar connosco. E, em geral, nenhum criminoso colabora com a justiça por razões éticas. É por razões interesseiras, individualistas. Mas isso é humano, normal. Tem de haver uma legalidade para essa compensação, através da delação (ou colaboração) premiada.[...] Se for para defender outros valores superiores e se for escrutinável.[...]

Em todo o mundo há histórias de hackers que se transformam em hackers bons e colaboram com a justiça. O hacker mau pode transformar-se num hacker bom e trabalhar para a polícia. Tem um know-how que muitas vezes a polícia não consegue ter por si só...»

Depois da aprovação - por 591 votos a favor, 29 contra e 33 abstenções - da directiva sobre denunciantes, a primeira na UE, naquela que foi a última sessão plenária desta legislatura do Parnamento Europeu, com a qual a deputada europeia Ana Gomes já se havia congratulado e, embora desjando que se tivesse ido mais longe, ainda assim considerou muito positivo ter sido conseguido quando subsistia a dúvida sobre se tal seria conseguido ainda nesta legislatura, que se estará no bom caminho, surge agora a voz respeitada da procuradora Maria José Morgado a juntar-se aos que defendem para Rui Pinto, uma compensação pelo seu contributo para o esclarecimento da onda de crimes perpetrados nomeadamente no futebol.

Apertam-se as malhas, agora com a pressão europeia...

É que nós por cá, só a reboque!...

Leoninamente,
Até à próxima

Para que não deixemos de caminhar!...


Dúvidas e árbitros


«No Benfica subsistem algumas dúvidas. Não sobre o valor de Bruno Lage, pois ele já provou que é um bom treinador, de linguagem simples e que sabe explicar o futebol para gáudio das audiências. Porém, enquanto Jorge Jesus não arranjar um novo clube para trabalhar, continuará a pairar como assombração para o setubalense, porque toda a gente sabe quem era a primeira escolha de Vieira. Mas é injusto que se esqueça que foi Lage que manteve os encarnados na luta pelo campeonato, recuperando jogadores estupidamente enterrados nas catacumbas como Samaris e Gabriel e lançando prodígios que se valorizaram à estratosfera como Ferro, Florentino e João Félix.

Contudo, é engraçado ouvir o presidente afirmar que nenhuma pérola vai sair quando num prospecto de novo empréstimo obrigacionista se vinca a necessidade de vender, bem como se lê na notícia do Record que há 8 jogadores com passes penhorados. Para lá disto, uma coisa é a lógica do vendedor que ouve tubarões virem bater à porta de carteiras recheadas, outra, é todos sabermos que o Benfica não pode pagar as fortunas salarias com que os emblemas dos "Big Five" podem seduzir os atletas e, isso, quer queiram quer não, mexe com a cabeça dos jovens e traz intranquilidade ao balneário. Algo que pode condicionar o futuro a curto e médio prazo.

No Sporting regressou Rogério Alves. Muitos meses passou num silêncio táctico quando a direcção precisava dele, pois como Luis Paixão Martins, o maior especialista em comunicação português, disse bem, «o presidente comunica mal», algo que sempre mencionei, e o reconhecido causídico podia nos momentos mais difíceis ter ajudado mais. No entanto, fez-se de morto renascendo agora que há a miragem dos leões terem uma das melhores épocas dos últimos anos se conquistarem a Taça apanhando o barco a tempo. O presidente da MAG leonina tem uma atracção por microfones inata e uma capacidade inaudita de comentar Justiça, Maddie McCann, futebol e até vão ver que comentará com delícia uma qualquer modalidade de bacalhau à Gomes de Sá. Porém, na Sporting TV salientou que a direcção não tinha qualquer interesse na divulgação de uma auditoria que foi anunciada como forense e que agora está transformada numa auditoria de gestão. Assim nasce-me a dúvida, será que Rogério Alves se lembra que na conferência de imprensa do balanço dos seis meses de mandato, Varandas olhando para o computador a iniciou revelando pormenores da mesma auditoria? Convinha que se organizassem e conversassem mais.

Outrora os árbitros eram uns carolas que ao domingo iam apitar jogos. Hoje, estes senhores recebem salários não ao alcance da grande maioria dos portugueses e a eles se deve pedir o máximo rigor e exigência. As suas decisões valem milhões e hoje os meios tecnológicos estão aí – por vezes com erros inexplicáveis – para sustentarem as suas sentenças. Mas há um mistério: se as competições profissionais estão sob a alçada da Liga por que motivo a sua tutela está na área de jurisdição da FPF? É altura de se rever a situação com a integração na Liga ou com supervisão de uma entidade independente séria que contribua definitivamente para a transparência do nosso futebol. Enquanto tal não acontecer, nunca haverá sossego.»
(Rui Calafate, Factor Racional, in Record)

Partilho inteiramente as dúvidas e as convicções que Rui Calafate nos traz em mais uma das suas brilhantes crónicas. Contudo, julgo que ele me permitirá deixar-lhe por aqui apenas três pequenos reparos, partindo do pressuposto de que "é mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha", que:

1 - Ouvir a verdade de um 'beduíno' vendedor de banha-de-cobra;
2 - Desejar equilibrio entre o silêncio e a palavra de uma 'picareta-falante' com       agenda própria;
3 - Pretender transparência e sossego no futebol português, enquanto coutada         de 'pedreiros livres do estado lampiânico', bem acolitados por tantos outros        'pedreiros' do mesmo ou ainda mais nojento e inconfessável calibre.

Mas, ainda que convictamente racionais, a utopia serve para isso mesmo...

Para que não deixemos de caminhar!...

Leoninamente,
Até à próxima

Acreditar no Futuro?!...


Joelson Fernandes: a nova pérola do Sporting

A história de um dos maiores diamantes de Alcochete

«Deu nas vistas no dérbi de juvenis frente ao Benfica esta terça-feira, isto depois de ter sido chamado por Marcel Keizer ao treino da equipa principal do Sporting. Com 16 anos, Joelson Augusto Mendes Mango Fernandes, ou simplesmente Joelson Fernandes, é hoje encarado como uma das maiores promessas da Academia de Alcochete.

Marcou um golo e assistiu para mais dois na vitória dos leões frente ao Benfica (3-1) em juvenis. Um jogo que deixou os adeptos do Sporting ainda mais atentos a este menino prodígio.

De remate fácil, muito veloz, ágil, com uma técnica acima da média e com um pé direito que não engana, Joelson Fernandes, extremo de posição, tem tudo para ser um craque no futuro. Mas e quanto ao seu passado? Como chegou este jovem ao Sporting?

Filho de Mango, antigo futebolista que passou pelas camadas jovens leoninas, Joelson Fernandes nasceu na Guiné-Bissau e só veio para Portugal com 11 anos. Foi precisamente no seu primeiro ano em terras lusas que foi descoberto pelo Sporting num dos treinos que realizou no Pólo Universitário de Lisboa.

O pequeno Joelson vivia com a família em Aveiro e, numa primeira fase, só vinha a Lisboa para jogar. Sempre acompanhado pelo pai, que lhe dava os conselhos que achava necessários para evoluir, Joelson acabou por ingressar a tempo inteiro na Academia aos 13 anos.

Já lá vão três anos a viver em Alcochete e exibições de encher o olho fizeram com que este verdadeiro diamante em bruto fosse chamado por Marcel Keizer ao treino da equipa principal. Joelson Fernandes treinou sob as ordens do holandês, no passado dia 1 de Março. Uma espécie de prenda de anos, uma vez que o jovem completou 16 primaveras no dia 28 de Fevereiro.

Na passada segunda-feira, o Sporting anunciou renovações de contrato com 12 jovens sub-17 e Joelson Fernandes foi um deles. Juntamente com Diogo Almeida, Alexandre Lami, Rodrigo Rego, Eduardo Quaresma, Nuno Mendes, João Daniel, Gonçalo Batalha, Tiago Ferreira, Daniel Rodrigues, Tiago Tomás e Nicolai Skoglund, o jovem nascido em 2003 assinou um contrato profissional até junho de 2022.

Frederico Varandas revelou que alguns destes jovens já teriam sido sondados por vários tubarões europeus, algo que terá feito com que o Sporting blindasse Joelson Fernandes com uma cláusula de rescisão no valor de 45 milhões de euros.»
(in SuperSporting, em 07-03-2019)

Joelson: Brincadeira ficou séria
Da ‘protecção’ de Bruno ao contacto com Keizer


«Joelson Fernandes foi um de doze jogadores da formação que, em Março, Frederico Varandas fez questão de ‘amarrar’ ao Sporting, com um contrato até 2022 e cláusula de rescisão de 45 milhões de euros. Até aqui, tudo minimamente normal, não fosse o facto de o luso-guineense já ser presença regular nos treinos da equipa principal com somente... 16 anos. Um marco notável, que surpreendeu os adeptos e até o próprio, como confessaria mais tarde: "Só quando entrei no balneário e vi os jogadores é que comecei a acreditar", conta, identificando-o como o momento em que a ‘brincadeira’ ficou séria. [...]

Presente inesquecível

O dia 28 de Fevereiro foi marcante para o extremo, não só por assinalar o seu 16º aniversário, como pelas surpresas que se seguiram. "O meu pai disse-me que ia assinar contrato profissional. Logo depois, o Hugo Viana disse-me: ‘Prepara as tuas coisas, vais treinar à equipa principal’. Pensei que ele estava a brincar... Fui ao quarto buscar as chuteiras e um colega meu perguntou-me onde ia. ‘Disseram-me para ir treinar com os AA, mas não acredito’... Ao estar com os jogadores foi estranho, só os tinha visto pela televisão".

Sob a asa do capitão Bruno

O processo de integração foi rápido, muito graças ao papel de Bruno Fernandes. "No balneário, disse-me que podia ficar ao lado dele e do Bas Dost. Em tudo o que precisei ele estava lá. No final do dia, mandei-lhe uma mensagem a agradecer o que fez por mim", explica. Um apoio fundamental, principalmente com... Keizer: "Não percebia nada do que ele dizia, não sei se falava em inglês ou holandês [risos]. O Bruno traduzia-me. O míster queria que pensasse mais rápido", revela.

O impacto provou ser positivo, já que, desde então, seguiu-se mais uma mão cheia de chamadas de Keizer. O objectivo pode estar, por isso, bem perto. "Tenho o sonho de jogar em Alvalade. Acredito que um dia posso ser o mais jovem de sempre a jogar pelo Sporting. Próxima época? Pode ser, se trabalhar bem." Só o tempo o dirá... 

"Vocês já viram como o Ronaldo chuta?"

O internacional sub-16 por Portugal é, com 15 golos, o 3.º melhor marcador dos juvenis do Sporting, um reflexo das muitas ‘aulas teóricas’ que teve. "O míster João Couto fala-nos do Cristiano Ronaldo, principalmente na finalização. Diz-nos ‘vocês já viram como o Ronaldo chuta? Ele não remata e tira o pé, ele continua o movimento’. Aprendi muito", salienta. CR7 é, por isso, um dos seus ídolos, a par de Bruma, outro ex-Sporting. Entre o plantel actual, elege Bruno Fernandes e outros extremos, como Jovane, Diaby ou Raphinha: "Quando vou treinar aos AA, gosto de ver o que eles fazem. Ao voltar aos sub-17 uso isso que aprendi."
(Ricardo Granada, in Record, hoje)

Eusébio Mango, à esquerda, com os filhos  Joelson, Saná e Ricardo, também jogou no Sporting e frisa que Joelson sempre preferiu o leão aos milhões
Perante casos emblemáticos como o de Joelson, como é possível passarmos o tempo a alimentar polémicas e a fomentar guerras, em vez de... 

Acreditar no Futuro?!...

Leoninamente,
Até à próxima

Como nas quadras, vai ganhando pontos!...


QUEM FALOU MELHOR NESTES ÚLTIMOS CASOS FOI JOÃO BENEDITO (LINK)

«Se há coisa que não tento ser nunca é hipócrita, mas reservo-me ao direito claro de mudar de opinião com o tempo. Digo isto porque fui um sério apoiante da suspensão e expulsão de sócio de Godinho Lopes, e pedi o mesmo para Paulo Pereira Cristóvão.

Disse também desde sempre que defendo auditorias quando há uma mudança de direcção. Uma direcção deve saber claramente ao que vem, e como foi gerido o clube no mandato anterior.

No entanto depois de quase um ano de guerra constante, de auditorias, pioradas com fugas de informação graves, e no fundo para descobrir apenas uma mão cheia de nada fico a pensar se será este o caminho.

O mesmo para as suspensões e expulsões de sócio. Mesmo que ache absurdos os argumentos para a expulsão de membros da anterior direcção, por comparação então com as de Godinho Lopes e Paulo Pereira Cristóvão são ridículos, acabarão por ser legítimas caso a maioria dos sócios assim o entendam. Mas o que ganha realmente o Sporting com qualquer uma destas expulsões?

O que ganhamos constantemente em ocupar grande parte do nosso espaço mediático com estas temáticas? Sinceramente estou cada dia mais farto deste tipo de problemas, e de ver que grande parte das intervenções de nossos dirigentes, actuais, anteriores e até daqueles que querem ser no futuro. Dediquem-se a falar de Sporting, de desporto, de ideias para o futuro.

E é por isso quando algum amigo meu me vem com a conversa de criticar João Benedito por não ter tido opinião pública em todos estes casos. Eu pelo contrário agradeço. Não sei se é genuíno ou estratégia, mas nesta altura estar calado é a melhor coisa que um Sportinguista com este tipo de mediatismo pode fazer. Obrigado João pelas sábias palavras não ditas.»
(Sorting Com Filtro)

Também eu entendo, aplaudo e agradeço o silêncio eloquente de João Benedito, seja ele genuíno ou mera e inteligente estratégia...

Como nas quadras, vai ganhando pontos!...

Leoninamente,
Até à próxima

Quando chegarão os "Capitães" ao futebol?!...


Estão a falar a sério?


«Na mesma semana em que percebemos que em Portugal as instituições que regem o futebol não conseguem sequer combinar quem se senta com quem para resolver o problema das nomeações, ficámos ontem muito mais descansados porque temos um Conselho de Disciplina que fecha um pavilhão quatro jogos por insultos homofóbicos. E isto dois dias antes de essa equipa estar a representar o país na Liga dos Campeões de Futsal. Ora se Conceição já tinha dado o exemplo holandês, onde o Ajax foi poupado na liga interna enquanto o FC Porto teve de preparar o Liverpool, sabendo que tinha apenas dois dias para descansar antes do Santa Clara, eis que ficámos com a certeza de que assim é que é. Responsabilidade acima de tudo. Para quê pensar no papel dos clubes nas competições europeias quando qualquer altura é boa para castigar? 

Especialmente atencioso no entendimento do CD é o facto de colocar os insultos homofóbicos acima do respeito pela vida humana. Pode gozar-se com a morte de um adepto do Benfica que faleceu na vinda de um jogo fora. Dizer para uma equipa morrer como a Chapecoense. Ou mesmo glorificar anos após anos o very-light que deixou duas crianças sem pai. Paneleiro é que não. Aquele grito que é cantado contra o Benfica em tantos estádios vai dar castigo ou os heterossexuais não contam? Haja paciência.»
(Bernardo Ribeiro, Saída de Campo, in Record)

Os "pedreiros livres" que o "estado lampiânico", de forma "secreta ou semi-secreta" conseguiu introduziu em toda a estrutura - vertical e horizontal ou de baixo até cima e por tudo quanto é lado! - da Federação Portuguesa de Futebol, de forma a varrer todas as mais diversas - proeminentes ou insignificantes - áreas de intervenção, numa cruzada de fundamentalismo escarlate, sem paralelo em toda a história da organização do futebol em Portugal, aí estão, cada vez mais de forma descarada, afrontosa e impune...

Mal avisado andará Bernardo Ribeiro, o novel director do jornal Record, ao vir a terreiro e em nome da Verdade e da Decência, afrontar o "establishment"! Por este andar, bem pode esperar - e de preferência sentado! - até às calendas, por "empurrão" e estatuto semelhantes ao que hoje usufrui o seu antecessor!...

"Haja paciência"???!!!... Paciência apenas não chega! O que é preciso é estômago para aturar toda esta corja canalha!!!...

Passam hoje 45 anos sobre o acontecimento mais importante de todo um Povo que, infelizmente e como tão bem o definiu Sertório há tantos séculos, "nem se governa, nem se deixa governar": o dia em que recuperou a Liberdade!...

Quando chegarão os "Capitães" ao futebol?!...

Leoninamente,
Até à próxima

PUBLICIDADE