quinta-feira, 25 de abril de 2019

Acreditar no Futuro?!...


Joelson Fernandes: a nova pérola do Sporting

A história de um dos maiores diamantes de Alcochete

«Deu nas vistas no dérbi de juvenis frente ao Benfica esta terça-feira, isto depois de ter sido chamado por Marcel Keizer ao treino da equipa principal do Sporting. Com 16 anos, Joelson Augusto Mendes Mango Fernandes, ou simplesmente Joelson Fernandes, é hoje encarado como uma das maiores promessas da Academia de Alcochete.

Marcou um golo e assistiu para mais dois na vitória dos leões frente ao Benfica (3-1) em juvenis. Um jogo que deixou os adeptos do Sporting ainda mais atentos a este menino prodígio.

De remate fácil, muito veloz, ágil, com uma técnica acima da média e com um pé direito que não engana, Joelson Fernandes, extremo de posição, tem tudo para ser um craque no futuro. Mas e quanto ao seu passado? Como chegou este jovem ao Sporting?

Filho de Mango, antigo futebolista que passou pelas camadas jovens leoninas, Joelson Fernandes nasceu na Guiné-Bissau e só veio para Portugal com 11 anos. Foi precisamente no seu primeiro ano em terras lusas que foi descoberto pelo Sporting num dos treinos que realizou no Pólo Universitário de Lisboa.

O pequeno Joelson vivia com a família em Aveiro e, numa primeira fase, só vinha a Lisboa para jogar. Sempre acompanhado pelo pai, que lhe dava os conselhos que achava necessários para evoluir, Joelson acabou por ingressar a tempo inteiro na Academia aos 13 anos.

Já lá vão três anos a viver em Alcochete e exibições de encher o olho fizeram com que este verdadeiro diamante em bruto fosse chamado por Marcel Keizer ao treino da equipa principal. Joelson Fernandes treinou sob as ordens do holandês, no passado dia 1 de Março. Uma espécie de prenda de anos, uma vez que o jovem completou 16 primaveras no dia 28 de Fevereiro.

Na passada segunda-feira, o Sporting anunciou renovações de contrato com 12 jovens sub-17 e Joelson Fernandes foi um deles. Juntamente com Diogo Almeida, Alexandre Lami, Rodrigo Rego, Eduardo Quaresma, Nuno Mendes, João Daniel, Gonçalo Batalha, Tiago Ferreira, Daniel Rodrigues, Tiago Tomás e Nicolai Skoglund, o jovem nascido em 2003 assinou um contrato profissional até junho de 2022.

Frederico Varandas revelou que alguns destes jovens já teriam sido sondados por vários tubarões europeus, algo que terá feito com que o Sporting blindasse Joelson Fernandes com uma cláusula de rescisão no valor de 45 milhões de euros.»
(in SuperSporting, em 07-03-2019)

Joelson: Brincadeira ficou séria
Da ‘protecção’ de Bruno ao contacto com Keizer


«Joelson Fernandes foi um de doze jogadores da formação que, em Março, Frederico Varandas fez questão de ‘amarrar’ ao Sporting, com um contrato até 2022 e cláusula de rescisão de 45 milhões de euros. Até aqui, tudo minimamente normal, não fosse o facto de o luso-guineense já ser presença regular nos treinos da equipa principal com somente... 16 anos. Um marco notável, que surpreendeu os adeptos e até o próprio, como confessaria mais tarde: "Só quando entrei no balneário e vi os jogadores é que comecei a acreditar", conta, identificando-o como o momento em que a ‘brincadeira’ ficou séria. [...]

Presente inesquecível

O dia 28 de Fevereiro foi marcante para o extremo, não só por assinalar o seu 16º aniversário, como pelas surpresas que se seguiram. "O meu pai disse-me que ia assinar contrato profissional. Logo depois, o Hugo Viana disse-me: ‘Prepara as tuas coisas, vais treinar à equipa principal’. Pensei que ele estava a brincar... Fui ao quarto buscar as chuteiras e um colega meu perguntou-me onde ia. ‘Disseram-me para ir treinar com os AA, mas não acredito’... Ao estar com os jogadores foi estranho, só os tinha visto pela televisão".

Sob a asa do capitão Bruno

O processo de integração foi rápido, muito graças ao papel de Bruno Fernandes. "No balneário, disse-me que podia ficar ao lado dele e do Bas Dost. Em tudo o que precisei ele estava lá. No final do dia, mandei-lhe uma mensagem a agradecer o que fez por mim", explica. Um apoio fundamental, principalmente com... Keizer: "Não percebia nada do que ele dizia, não sei se falava em inglês ou holandês [risos]. O Bruno traduzia-me. O míster queria que pensasse mais rápido", revela.

O impacto provou ser positivo, já que, desde então, seguiu-se mais uma mão cheia de chamadas de Keizer. O objectivo pode estar, por isso, bem perto. "Tenho o sonho de jogar em Alvalade. Acredito que um dia posso ser o mais jovem de sempre a jogar pelo Sporting. Próxima época? Pode ser, se trabalhar bem." Só o tempo o dirá... 

"Vocês já viram como o Ronaldo chuta?"

O internacional sub-16 por Portugal é, com 15 golos, o 3.º melhor marcador dos juvenis do Sporting, um reflexo das muitas ‘aulas teóricas’ que teve. "O míster João Couto fala-nos do Cristiano Ronaldo, principalmente na finalização. Diz-nos ‘vocês já viram como o Ronaldo chuta? Ele não remata e tira o pé, ele continua o movimento’. Aprendi muito", salienta. CR7 é, por isso, um dos seus ídolos, a par de Bruma, outro ex-Sporting. Entre o plantel actual, elege Bruno Fernandes e outros extremos, como Jovane, Diaby ou Raphinha: "Quando vou treinar aos AA, gosto de ver o que eles fazem. Ao voltar aos sub-17 uso isso que aprendi."
(Ricardo Granada, in Record, hoje)

Eusébio Mango, à esquerda, com os filhos  Joelson, Saná e Ricardo, também jogou no Sporting e frisa que Joelson sempre preferiu o leão aos milhões
Perante casos emblemáticos como o de Joelson, como é possível passarmos o tempo a alimentar polémicas e a fomentar guerras, em vez de... 

Acreditar no Futuro?!...

Leoninamente,
Até à próxima

2 comentários:

  1. Esta época está no fim, mas... Neste momento, que esteja focado nos sub-17 (não esquecer que é sub-15, isto é, Iniciado), pois o futuro para ele, continuando humilde e com a capacidade de trabalho que vem demonstrando, está já ali, "ao virar da esquina".
    Aproxima-se aquele momento em que as sereias começam a aproximar-se e o seu cântico a fazer-se ouvir. Conseguirá o pai, Mango, segurá-lo, sem o asfixiar?
    Um desafio para o pai, um grande desafio para um (muito, muito provável fora de série) jovem futebolista.

    Tenho visto jogos dos juvenis e, muito sinceramente, temos (grande) jogador digno dos grandes extremos formados no Clube -sem precisarmos da imprensa a empolar seja o que for.

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE