sábado, 28 de fevereiro de 2015

Nada é impossível!!!...


A dissecação dos números apresentados pela Sporting SAD, no comunicado ontem enviado à CMVM, ficará para quem domine melhor do que eu esta complexa matéria. No meu modesto papel de adepto e sócio sportinguista, apenas destacarei, pela ordem de importância, os pontos que mais satisfação me trouxeram no exercício trimestral em causa, o primeiro da época 2014/15, entre 1 de Julho de 2014 e 31 de Dezembro de 2014:

1 -  A Sporting SAD, abandonou definitivamente o espectro de falência técnica, que vinha justificando a atenta vigilância da UEFA e as justas preocupações de todo o universo leonino.

2 - O passivo sofreu um decréscimo de cerca de 30 milhões de euros e os empréstimos bancários alinharam pelo mesmo diapasão, num valor próximo dos 60 milhões de euros, enquanto os capitais próprios terão variado positivamente, mercê da reestruturação financeira, em cerca de 130 milhões de euros.

3 - Relativamente ao período homólogo do exercício anterior, terá sido conseguido um colossal aumento de resultados, na ordem dos 20 milhões de euros, reflexo da presença nas provas Europeias, dos aumentos das receitas de transmissões televisivas, das receitas de patrocínios e da publicidade,  da bilheteira e, "last but not least", de uma acentuada redução de custos com pessoal.

4 - Finalmente, e no seguimento dos propósitos anunciados em Novembro passado, a concretização em 23 de Fevereiro de 2015 pela Sporting SAD - à atenção do nosso caro leitor sportinguista António Gomes! -, da aquisição de 100% das Unidades de Participação  no SPORTING PORTUGAL FUND, que acaba por se traduzir na recuperação dos direitos económicos relativos aos jogadores que compunham a carteira  , tendo para o efeito sido realizado um investimento global de Euros 12,65 milhões.

Ao presidente Bruno de Carvalho e à sua voluntariosa, capaz e competente equipa, todos os elogios e profundo reconhecimento serão poucos por parte da grande nação sportinguista, em tão crucial matéria para o futuro do Sporting Clube de Portugal.

Ficará apenas o pouco leve sabor amargo, de não termos o privilégio de assistir a tão rotundos êxitos noutros campos sensíveis e importantes da nossa vida colectiva! Mas sempre será ilimitada a nossa esperança, de que até aí o futuro poderá trazer-nos motivos de satisfação e orgulho!...

Nada é impossível!!!...

Leonianmente,
Até à próxima

Em Guimarães, com muita "paixão" amarela!...



Ontem à noite, concerto apaixonado de apito, em Guimarães: em 90 minutos, 11 cartões amarelos para os jogadores do Marítimo, que terminou o desafio com apenas 9 homens em campo! O Vitória conseguiu interromper a série de cinco jogos sem vencer e ganhar folgadamente por 1-0, apesar de o fuituro dragão André, ter falhado na marcação de uma grande penalidade.

Mas a pior notícia que lamento dar, é que ainda teremos que aturar este engenheiro do Sado, por mais 4 longos anos! Um dia destes, lá o teremos em Alvalade...

Leoninamente,
Até á próxima

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Adrien, desculpa o reparo!...




Adrien, desculpa o reparo, mas seria muito mais interessante, que estivesses focado no teu trabalho e nos interesses do Clube que representas!...

Fico-me por aqui. Mas voltaremos a discutir o assunto em ocasião mais apropriada. Antes disso, vou olhar para ti com muita atenção nas Antas!...

Leoninamente,
Até à próxima

Uma palavra de indisfarçável e inquestionável solidariedade!...



O meu mais veemente e indignado repúdio para o vídeo que, de forma estranhamente virulenta, circula por aí, sob o título "Holocausto Lampião", que apenas visionei uma vez e jamais será digno de ser colocado neste cantinho de leoninidade, mas de respeito profundo pelos mais elementares princípios e valores!...

Mais do que pensar na cor, ou nas cores, que eventualmente estejam por detrás da construção desta atrocidade, percorre-me um medonho arrepio quando penso que existe gente deste jaez, misturada com o Desporto!...

Uma palavra de indisfarçável e inquestionável solidariedade, perante todos a quem essa inclassificável mensagem é dirigida! Sinto-a como se a mim tivesse sido dirigida!...

Leoninamente,
Até à próxima 

O Leão está bem e recomenda-se!!!...


De Alvalade ao Dragão

"Depois de ter saído da Liga dos Campeões, devido a uma mistura de incompetência (jogo de Maribor) com o valente empurrão da arbitragem em Gelsenkirchen (frente ao Schalke 04); depois de ter saído da Taça da Liga por se ter "demitido" de disputar a prova de forma séria, o Sporting acaba de deixar a Liga Europa sem ter nada a dizer… a não ser que o suíço Diego Benaglio tem muito mais de guarda-redes do que o japonês Tanaka tem de ponta-de-lança.

No grupo da Liga dos Campeões alguma equipa foi claramente superior ao Sporting? Claro que sim, o Chelsea. Só. Significa que o apuramento podia e devia ter sido possível. Da Taça da Liga não vale a pena falar, tal a incompreensível escolha de Bruno de Carvalho. Na Liga Europa, o Wolfsburgo vale um apuramento por dois golos de diferença? Pelo que se viu nos dois jogos, digo que não. De forma clara. Mas este continua a ser um jogo em que só conta a aritmética dos golos. Os alemães foram competentes na forma como os somaram. O Sporting foi, antes de mais, incompetente na hora de atirar à baliza.

Ontem, os leões superiorizaram-se num plano que, sinceramente, não esperava: a intensidade. Foi uma equipa de entrega total, com circulação rápida, decisões tomadas ao milésimo de segundo (e é isso que torna o jogo veloz), recuperação posicional irrepreensível, ação de pressão constante em terrenos adiantados. Isto é futebol de grande equipa. Mas, atenção, quando os jogadores não estão rotinados neste tipo de acções, pagam a fatura mais cedo do que se imagina. Significa que as deslocações ao Dragão e à Choupana tornaram-se muito mais perigosas depois de Marco Silva ver seis/sete futebolistas terminarem o jogo com o Wolfsburgo no limite da exaustão física.

Domingo, talvez não se percebam as consequências desde esforço logo na 1.ª parte (dependerá muito de forma como o FC Porto entrar), mas depois dos 60 minutos o desafio pode tornar-se penoso para os leões. Se o Sporting voltasse a jogar apenas dentro de uma semana, talvez não se sentisse qualquer diferença. Assim, ao fim de três dias o difícil é não pagar o preço por um noite de esforço total. Para mais quando as segundas opções são quase inexistentes."
(José Ribeiro, Contas Feitas in Record)

Não deixa de modo algum, de fazer sentido o pensamento de fundo que José Ribeiro expressa na sua bem conseguida crónica. Porém, a meu ver, haverá uma incógnita que não terá tomado na devida conta: a força da mente sempre se sobreporá a todas as prováveis limitações físicas.

Mais do que na força dos músculos, estará na força da mente, o segredo do desempenho dos leões nas Antas. Assim como colocar no mesmo saco, esse jogo decisivo para a luta do 2º lugar, com a deslocação à Choupana, em eliminatória a duas mãos, me parece decididamente forçado. Cada coisa a seu tempo e as armas que o Sporting terá de apresentar nas Antas, serão necessariamente diferentes daquelas que levará para a Madeira.

Três dias de recuperação para as Antas, não sendo o ideal, serão tempo suficiente para que os objectivos possam ser alcançados. Assim Marco Silva consiga manter na mente dos seus pupilos, a motivação que a equipa demonstrou contra os alemães. E isso parece-me estar perfeita e absolutamente ao seu alcance.

Acresce que a voluntariosa e esforçada equipa de Paulo Sousa, nem aos calcanhares dos "lobos da Volkswagen" chegará! Logo...

Não fosse essa a difícil realidade que se coloca ao "tripeiros" e não estaríamos a assistir aos esforçados e sistemáticos, embora convenientemente camuflados, "mind games" que nos chegam da Invicta. Nesse capítulo, estamos a falar de... "catedráticos na arte de cavalgar toda a sela"!...

Depois daquilo a que assistimos ontem em Alvalade, o Leão está bem e recomenda-se!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

O porco benfa estará a precisar de novo "tratamento"?!...




O porco benfa estará a precisar de novo "tratamento"?!...





Leoninamente,
Até à próxima

Sofremos um pouco, mas o Benaglio teve uma noite inspirada!...

Luís Gustavo, central Wolfsburgo


"Nós já sabíamos que o Sporting ia tentar atacar-nos e fazer golos, nós tínhamos a vantagem de jogar com o resultado da Alemanha e pelo empate. Tentámos fazer um golo com calma, cadenciado e esperando uma oportunidade para marcar. 

Tivemos de sofrer um pouco hoje, sem dúvida. O Sporting tem uma equipa de muita qualidade, por isso tivemos que sofrer um pouco, mas o Diego Benaglio estava numa noite inspirada, fez grande defesas e isso foi determinante. Felizmente correu tudo bem e seguimos em frente nesta Liga Europa".
(Luís Gustavo, in MaisFutebol)

"Foi muito difícil para nós, como puderam perceber. O Sporting mostrou porque é que jogou na fase de grupos da Liga dos Campeões, fez uma forte pressão sobre os nossos jogadores, tivenos de recuar, mas graças a Deus temos um bom guarda-redes que nos salvou a vida hoje."
(Dieter Hecking, in MaisFutebol)

Quem diz a verdade merece aplauso!...

Leoninamente,
Até à próxima

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

E que até domingo, seja esquecido o cansaço das pernas!...



Um empate feliz dos alemães, diz muito sobre a superioridade do Sporting ao longo dos 90 minutos! Mas o desperdício de algumas boas oportunidades por parte dos atacantes leoninos e a soberba exibição de Diego Benaglio, acabaram por conduzir ao nulo final, com a consequente eliminação do Sporting.

Ficou a sensação de que o conforto alcançado - por linhas tortas! - na primeira mão e o elevado e evidente respeito demonstrado pelo Sporting, levaram os vice-líderes da Bundesliga a fazer o jogo calculista e de fuga permanente ao risco, que mais servia os seus interesses. E com alguma sorte à mistura e o mérito daquele que me pareceu o melhor jogador em campo, o guarda-redes Benaglio, acabaram por levar a carta a Garcia.

Saída de cabeça erguida do Sporting, das competições europeias desta época, após uma excelente campanha, que as arbitragens não permitiram que pudesse ser mais conseguida. Mas os indicadores recolhidos, dizem-nos que o colectivo leonino já não envergonha ninguém e que o tempo das goleadas à dúzia já vai longe, muito longe. 

Porém, manda a justiça que seja dito, que no actual estágio de desenvolvimento, o Sporting ainda não estará suficientemente apetrechado para grandes voos europeus, sem que lhe seja exigida uma superação quase sobre-humana. Fatar-lhe-ão aqui e acolá uns gramas largos de talento e o tempo suficiente para completar a fase de crescimento iniciada com Jardim. Mas que o caminho estará correcto, penso não haver dúvidas.

Agora, de volta à competições domésticas, os objectivos deverão divorciar-se completamente da utopia das competições europeias. Para consumo interno, o Sporting revela argumentos mais do que suficientes para não temer qualquer adversário, a começar já pelas Antas! Bastará que a mente dos nossos leões volte a ser preparada para tal e seja esquecido até domingo o cansaço das pernas.

Leoninamente,
Até à próxima

Uma excelente notícia para toda a nação sportinguista!...




"A Sporting Clube De Portugal - Futebol, SAD (Sporting SAD), em cumprimento do disposto no artigo 248º do Código dos Valores Mobiliários, vem prestar a seguinte informação relacionada com o Sporting Portugal Fund – Fundo de Investimento Alternativo Fechado:


No seguimento do comunicado efectuado ao mercado aos 14 de Novembro de 2014, dando cumprimento a um objectivo de gestão estratégico da Sociedade em recuperar os direitos económicos relativos aos jogadores que compõem a carteira do Sporting Portugal Fund, a Sporting SAD procedeu à aquisição de 100% das Unidades de Participação (UP’s) do referido Fundo, passando a deter a totalidade das UP’s do mesmo, tendo para o efeito realizado um investimento global de Euros 12,65 milhões.

Com esta aquisição, a Sporting SAD passou a controlar a totalidade dos direitos económicos dos atletas que compunham a carteira de jogadores do Sporting Portugal Fund a seguir identificados:

André Carrillo 20% 
André Martins 40% 
Carlos Chaby 2,5% 
Cédric Soares 25% 
Diego Capel 20% 
Diego Rubio 15% 
Diogo Salomão 25% 
João Mário 15% 
José Lopes (Zézinho) 25% 
Nuno Reis 15% 
Seejou King 40% 
William Carvalho 40% 
Wilson Eduardo 40% 

Lisboa, 26 de Fevereiro de 2015
Sporting Clube De Portugal - Futebol, SAD"

Uma excelente notícia para toda a nação sportinguista, com fortes implicações no futuro do Sporting e na sua tão desejada sustentabilidade!...

Leoninamente,
Até à próxima

Paga a taxa e não bufes!...


Paga a taxa

"Faz algum sentido que um clube de futebol tenha direito a isenções de taxas camarárias quando constrói espaços desportivos? Pode fazer sentido, sim – se por exemplo o clube estiver a melhorar e a incentivar a prática de desporto numa região carente dessa oferta. Faz algum sentido que seja o Benfica a receber uma isenção de taxas urbanísticas, pela Câmara Municipal de Lisboa? Não, não faz sentido nenhum. Mas ia acontecendo.

O assunto percorreu as páginas de jornais nas últimas semanas e a “borla” de 1,8 milhões de euros em relação a obras junto ao Estádio da Luz pode ter toda a justificação jurídica, mas é uma ofensa num país que esbulha os seus contribuintes e, especificamente, numa câmara municipal que está a aumentar “taxas e taxinhas” para se financiar, provocando por exemplo aumentos significativos nas contas da água dos seus munícipes.

O Benfica vai acabar por pagar, porque a Assembleia Municipal vai votar contra a decisão do executivo camarário e tem poder suficiente para chumbar a decisão. Helena Roseta desta vez foi a cara da oposição a António Costa. Ainda bem. Não só pela imoralidade da isenção mas pela colagem que tantas vezes é feita entre câmaras municipais e os clubes da cidade, gerando promiscuidades tantas vezes desaconselháveis, ou mesmo perigosas.

Se o Benfica tem milhões de euros para pagar em salários de jogadores de futebol todos os meses, tem de ter 1,8 milhões de euros para pagar à câmara municipal por causa de umas obras. Se não, são os contribuintes que estão a financiar o salário de Jonas, de Jesus e de Gaitan. Faz sentido? Não faz, pois não?"
(Pedro Santos Guerreito, Abrir o Jogo in Record)

O oportunismo político de um partido e o aproveitamento descarado das benesses do regime por parte do Benfica, pareciam estar a conduzir a que mais um inclassificável atropelo à justiça, aos princípios e valores que devem reger uma sociedade civilizada fosse perpretado.

Mas uma vaga de fundo de indignação e protesto, em que milhares de benfiquistas também fizeram ouvir a sua voz, virou tudo do avesso e os promotores do "crime" acabaram por ficar muito mal na fotografia, sabe-se lá com que consequências!...

Todos conhecem a afeição clubística de Pedro Santos Guerreiro. Mas este excelente jornalista, volta a dar-nos a imagem de que "a dignidade não se negoceia, nem mesmo em troca do Sol"!...

É por estas e por outras, que continuamos, honrada e dignamente, e evitar a queda para o precipício do terceiro mundo!...

Leoninamente,
Até à próxima

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Até quando, caramba?! Custa tanto esperar!...

Foto in Record

"Jefferson? É uma questão que não merece qualquer comentário. O nosso foco é o jogo de amanhã, com o Wolfsburgo. Não há nada a dizer sobre Jefferson.[...]

Vamos entrar em campo com uma ambição enorme. Aliás, logo após o 2-0 na Alemanha, eu disse que nada estava perdido. Reconhecemos o mérito do adversário, mas acreditamos no nosso trabalho e embora sabendo que é difícil, amanhã não abdicamos, e lutando com todas as nossas forças, de acreditar que ainda é possível inverter o resultado. É essa a mensagem que passo aos jogadores, sendo necessário um equilíbrio emocional grande, porque a este nível qualquer deslize pode ser fatal. Já o demonstrámos várias vezes em ocasiões anteriores e quinta-feira a ambição vai ter que estar presente em Alvalade".
(Marco Silva, in O Jogo)

«Não, de maneira alguma. A equipa está focada apenas no seu trabalho para ter o melhor desempenho possível nos treinos e nos jogos. São assuntos (Jefferson) à parte, que não nos preocupam, os nossos jogos e os resultados são o mais importante. [...]

Não é muito difícil preparar a equipa, está muito motivada para virar a eliminatória. Esta equipa já fez jogos de grande nível contra adversários de enorme capacidade. Tenho a certeza de que iremos responder da melhor maneira- [...]

Tem demonstrado o seu nível (Bas Dost) contra grandes equipas, é uma grande ameaça para nós, mas já preparámos o nosso bloco para poder parar esse jogador e a equipa toda."
(Adrien Silva, in A Bola)

É o que nos vai valendo! Um Grande Treinador e um Grande Capitão - mesmo sem braçadeira! Faltar-nos-à... um Grande Presidente, que se calhar até teremos, mas... diz quem sabe, que ainda estará em construção!...

Até quando, caramba?! Custa tanto esperar!...

Leoninamente,
Até à próxima

Um elefante não pode frequentar uma loja de porcelanas!...


Pela enésima vez, perante o jovem artesão se apresenta o terrífico resultado de ver sobre a sua mesa de trabalho tamanho monte de cacos do que ainda dias antes constituía magnífica talha de porcelana, depois de cuidadosa, criteriosa e paciente tarefa de reconstrução, a que o incidente anterior o obrigara.

E estamos nisto! Pouca importará averiguar as razões que atiram a talha, cuidadosa e delicadamente colocada sobre a mesa, para o chão e a fazem de novo em pedaços. Se o golpe de vento vindo da janela que alguém descuidadamente entreabre sem cuidar de lhe adivinhar as consequências. Se o negligente encosto do cotovelo, em apertada, perigosa e demasiado próxima deambulação junto ao expositor. Se o estúpido e cego tropeçar de pés de chumbo nos seus apoios. Certo é que a bela talha cai ao chão e de imediato todos olham suplicantes para o jovem oleiro, como o salvador, o único capaz de nos devolver a beleza do artefacto.

Já não estará em causa apenas a sua oriental paciência de juntar os cacos e reconstituir o "puzzle" cerâmico, nem as bisnagas de cola que terá de gastar para lhe recuperar a forma. Estamos a falar das tintas a que terá de recorrer e da arte com que terá de usar os pincéis, para disfarçar os distúrbios que as sucessivas fracturas originam na pintura. E também da criteriosa e quase laboratorial utilização da mufla que lhe há-de, pretensamente, recuperar o esplendor. É que ninguém duvide desta inultrapassável verdade: nenhum trabalho de recuperação, por melhor e mais bem feito que seja, devolverá à talha, as características e os atributos que antes exibia! Sendo também de considerar, por demasiado relevante, o decréscimo da motivação artística do artífice, perante cada novo percalço. 

Moral da história e verdade incontornável: um elefante não pode frequentar uma loja de porcelanas!...

Álamo, 
Leoninamente

Não haverá pés que resistam a tanto tiro!...



Ora era mesmo isto que o Sporting estava a precisar!... Em vésperas de dois encontros da responsabilidade que todos conhecemos, que o Sporting fosse motivo de primeiras páginas em todos os tablóides desportivos!!!...

Parece não haver volta a dar! Falando a uma só voz, com ou sem assessoria para a comunicação, a transparência das paredes de Alvalade é total e toda ou qualquer eructação interna salta cá para fora na hora, com a ampliação que se constata. 

Não haverá pés que resistam a tanto tiro e a tão inusitada pontaria!...

Leoninamente,
Até à próxima

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Histórias tristes da gente cá do meu bairro!...





Inenarrável esta troca de galhardetes entre "os dois gloriosos malucos da máquina corrupta do futebol português", que alguém com formidável sentido de humor resolveu baptizar de... "santa aliança"!...

Entretanto, apesar da sua provecta idade, o Ti Herculano ainda consegue correr a maratona que lhe permitiu afastar o Presidente do Sporting do banco das Antas. E esta, hem?! Na verdade, quando se corre por gosto, as pernitas até os obstáculos da falta de provas galgam como se estivessem na flor da idade...



E eu a pensar que os 29 dias de penalização, já cumpridos por Bruno de Carvalho, do castigo que veio a ser ulteriormente despenalizado, entravam nesta contabilidade!...

Enfim, histórias tristes da gente cá do meu bairro!...

Leoninamente,
Até à próxima

Porque atrás de tempos outros tempos vêm !...


O Sporting e a (nova) era da comunicação

"... Declaração de interesses: Conheco relativamente bem e há muito tempo Luís Bernardo e João Morgado Fernandes, que assumiram, ou estão em vias de assumir, a comunicacao do Sporting – clube e SAD. Conheco-os da rádio, da televisão e dos jornais e, para que conste, conheco-os muito antes de terem trabalhado com José Sócrates que é hoje uma espécie de estigma em Portugal. Aliás, quando foram recrutados para o gabinete do então primeiro-ministro, presumo que terão sido precisamente pelas suas qualidades profissionais. Dito isto vamos ao essencial. Bruno de Carvalho tomou uma boa decisão. Era preciso recrutar uma equipa com provas dadas para gerir a comunicação do Sporting que andou ao Deus dará ao longo deste tempo. Em Portugal temos bons especialistas e, o que já sucede hoje no Benfica e num plano mais discreto no FC Porto são exemplos claros do que deve ser feito. Uma comunicação integrada só conflitua com o jornalismo livre ... se o jornalismo não for livre. Também não conflitua com opinion-makers que dizem o quem pensam. Pela minha parte aqui estarei, como até hoje, vigilante. Pronto para criticar o presidente do Sporting sempre que ele cometa erros e para o elogiar sempre que faça bem o seu trabalho....".


Depois de Luís Paulo Rodrigues, surge agora Nuno Santos a dar o seu aval à nova era da comunicação do Sporting, no meio do civilizado e compreensível silêncio de todo o universo sportinguista, sinal inequívoco de uma maturidade que começa a ser marca de água em Alvalade.

Será ainda demasiado cedo para podermos afagar a pretensão de vermos surgir na "removida e fresca terra da savana" os primeiros e tenros talos da germinação da "nova ordem leonina". Mas pelo afadigar nervoso evidenciado pelos tablóides desportivos, na busca de motivos para o preenchimento dos seus virulentos espaços verdes, facilmente poderemos concluir que alguém lhes terá corrido a cortina na cara. E isso, nunca poderá ser mau indicador.

E vem-me à memória uma bela canção de Fausto, que aqui vos deixo, assim, despretensiosamente:




Eu pego na minha viola
e canto assim esta vida a correr
eu sei que é pouco e não consola
nem cozido à portuguesa há sequer
quem canta sempre se levanta
calados é que podemos cair
com vinho molha-se a garganta
se a lua nova está para subir

que atrás dos tempos vêm tempos
e outros tempos hão-de vir.

Eu sei de histórias verdadeiras
umas belas outras tristes de assombrar
do marinheiro morto em terra
em luta por melhor vida no mar
da velha criada despedida
que enlouqueceu e se pôs a cantar
e do trapeiro da avenida
mal dormido se pôs a ouvir

que atrás dos tempos vêm tempos
e outros tempos hão-de vir.

Sei de vitórias e derrotas
nesta luta que vamos vencer
se quem trabalha não se esgota
tem seu salário sempre a descer
olha o polícia olha o talher
olha o preço da vida a subir
mas quem mal faz por mal espere
o tirano fez janela p´ra fugir

que atrás dos tempos vêm tempos
e outros tempos hão-de vir.

Mas esse tempo que há-de vir
não se espera como a noite espera o dia
nasce da força que transpira
de braços e pernas em harmonia
já basta tanta desgraça
que a gente tem no peito a cair
não é do povo nem da raça
mas do modo como vês o porvir.

Leoninamente,
Até à próxima

O Benfica foi e continua a ser... O CLUBE DO REGIME!!!...


No pretérito sábado, escrevi e publiquei por aqui um texto, em que com recurso a uma sugestiva imagem, me referi ao famigerado e popularizado "andor" com que o Sport Lisboa e Benfica estará a ser levado na procissão, que porventura só terminará com a inevitável atribuição do título de campeão nacional E, "en passant", tive a ousadia de catalogar o "nosso eterno rival", de... CLUBE DO REGIME!...

O que eu fui fazer! Ainda nesse dia e durante todo o dia seguinte, domingo, a caixa de comentários do blog foi inundada por dezenas de comentários pouco abonatórios para a Senhora Minha Mãe, que só não terá corado por infelizmente já ter partido deste vale de lágrimas. Mas o filho ainda por cá anda e santo também não lhe chamaram. E segundo o hábito cá da casa, a guilhotina funcionou com todos eles e lá foram as pobres aves, com a cabeça debaixo da asa, a correr para o galinheiro.

Porém, confirmando que não haverá regra sem excepção, surgiu um comentário assinado pelo benfiquista Abraâo, cortez e com suprema elegância, coisa pouco comum nos adeptos do nosso rival, me apresentou o contraditório.

Respondi a esse comentário com a elevação que naturalmente me deveria merecer e contra-argumentei da maneira que entendi como mais adequada, deixando subentendido ao meu interlocutor, o conhecimento de ter em minha posse provas documentais de que o SLB teria sido efectivamente, o cube do regime bolorento, salazarento e ditatorial do Estado Novo e que apenas as reservaria por pura elegância.

Incrível e inesperadamente, surgiu na caixa de correio electrónico que utilizo para o blog, quase uma dezena de mensagens de leitores sportinguistas, fornecendo múltiplas provas documentais e incentivando-me a que aqui as publicasse. Algumas já as possuía, outras serviram para aumentar a credibilidade do meu arquivo. Porém, continuei a manter a minha postura inicial, até porque não pretendo usar a figura de pessoas já desaparecidas, como suporte da minha argumentação.

Porém, hoje durante a tarde recebi uma curiosa mensagem de um amigo sportinguista muito próximo, acompanhada por uma imagem que não resisti a publicar. Trata-se de uma fotografia antiga de uma equipa benfiquista, em insofismável e incontornável pose de saudação... ao regime fascista de Salazar!...

Para que na mente do caro benfiquista Abraão, não subsistam mais dúvidas! E já agora, na mente de outros benfiquistas!

O Sport Lisboa e Benfica, foi e continua a ser... O CLUBE DO REGIME!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Obrigado Nani e que sejas feliz!...




Estas lágrimas de Nani, são uma lição vida, para todos os sportinguistas! Com muito poucas excepções! Seja por pensamentos, palavras ou actos, muito poucos não terão pecado e sido injustos para com o autor de um dos maiores hinos ao futebol que o estádio José Alvalade já terá visto e que muito dificilmente voltará a ver!...

Obrigado Nani! Obrigado por seres sportinguista e humano, como qualquer de nós! Obrigado por teres regressado ao Sporting, com todas as tuas virtudes e defeitos, mas genuinamente leão! Obrigado pelo talento que trouxeste para Alvalade e ofereceste à grande nação sportinguista!...

Obrigado por nos fazeres compreender, que por detrás de uma jogada menos feliz de qualquer atleta que veste e sente a gloriosa verde e branca, haverá sempre uma explicação, uma razão, e que todo e qualquer gesto de enfado ou assobio, sempre será reflexo da nossa imperfeição. Porque nós adeptos, também não somos perfeitos. Apenas trilhamos o caminho para poder alcançar a perfeição. E como tu nos ajudaste ontem, Nani, a sermos todos cada vez mais e melhores sportinguistas!...

Obrigado Nani e que sejas feliz!...

Leoninamente,
Até à próxima

E os calimeros são...




15' - Penálti 1 (ERRADO)


Cadú trava com o braço a progressão de João Mário na área. Ficou penálti por marcar.

33' - Repetição (ERRADO)

Yazalde impediu William de bater livre (da infração surgiu chance para o Gil). Deveria ser repetido.

40' - Penálti 2 (ERRADO)

Berger empurrou pelas costas Paulo Oliveira, desequilibrando-o no salto. Novo penálti.

45'+1 - Falta (ERRADO)

Tobias cometeu falta sobre Simy quase sobre a linha limite da grande área. Era livre direto.

67' - Em jogo (ERRADO)

Tanaka parte de posição regular no momento do passe de Carrillo. Fora-de-jogo mal tirado.

Fonte: jornal Record

E mais logo, no "Dia Seguinte", lá teremos o calimero-mor,  a dar nota positiva aos "jorges" dos Cónegos e Alvalade!...




O "desgraçado do benfas", detesta poesia e nem pode ouvir falar de "A Procissão" do António Lopes Ribeiro...

Talvez uma boa oportunidade para Rogério Alves lhe dar mais uma valente surra, igual às que lhe lhe costuma aplicar, chamando-lhe de... amigo!...

Leoninamente,
Até à próxima

E levá-lo também para o Panteão?!...



E levá-lo também para o Panteão?!... 
Quem, o Nani?!... 
Não, porra, o golo!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

São 11 contra 11 e no fim ganha o Sporting!...



Passei toda a primeira parte repartida entre a A29 e a A17, ouvindo pela rádio os relatos nojentos de tanta parcialidade, reproduzindo um jogo miserável dos leões, bem condimentado com descabelados elogios ao futebol exibido pelos galos de Barcelos e pelo seu mais recente super-herói, Rúben Ribeiro, que com tanto elogio, acabará por alunar na Luz. Bem me esforcei por fazer zapping, entre a Antena1, RR e TSF, mas apenas as moscas mudavam, pelo que acabei por me fixar na última, a menos virulenta, apenas irado com tantas interrupções para a publicidade. Mas a vida está difícil...

Chegado a casa, ligado o televisor e colocado o som em ZERO, pois já vinha com a quota esgotada de parcialidade, concluí que afinal não estaria a ver a segunda parte do jogo que antes tinha ouvido na rádio. Era outro jogo, que ironicamente me levou a ter pena dos pobres galos de Barcelos, liderados pelo famosíssimo Mota, que pela frota que mostrou em Alvalade, continuará a ser o empresário de sucesso na camionagem que há muito conhecemos.

Apesar de alguns tiques que me continuam a deixar triste e com a esperança reduzida, o futebol do Sporting dava e sobrava para depenar os galos. E deu! Sem grande surpresa vi o Tanaka a despachar o desmancha-prazeres do Adriano Facchini com o joelho que tinha mais à mão e quinze minutos depois o Nani assinou a sua obra de arte da temporada. E não foram mais, porque a malta fez aquilo que tinha que fazer: muito juízo na cabeça, que 5ª feira há mais! Certíssimo e indiscutível, pelo menos para mim!...

O Montero que me perdoe, mas o irrequietismo do Tanaka, a sua técnica q.b., visão de jogo, sentido de baliza e espírito de sacrifício, trarão a meu ver, mais dividendos ao Sporting naquela posição específica, que o colombiano, se calhar capaz de rendimento bem superior a 10. Mas isso serão contas de outro rosário e Marco Silva que compre um cão preto!...

O Paulo e o Tobias continuam a galope! Na próxima época, se continuarem por este caminho, os centrais velhotes de Fernando Santos que se cuidem. E o Miguel Lopes, deixou um sério aviso a Cedric.

O Adrien ficou em poupanças e bem, a meu ver: um homem não é de ferro, caramba! Já o André Martins, nem ata nem desata, parece querer seguir o caminho do outro André, que por aqui tanto avisei e nunca me ouviu e vejam lá por onde anda!...

O Ryan Gauld não terá tido a estreia com que sonhou, mas lá entrou de cabeça erguida e não lhe vi nenhuma perna a tremer. Calma, calma miúdo, calma que adivinha-se nessas botas muito futebol!...

E pronto. Terminámos a jogar com 11 e contra 11! O juiz Tavares, disseram-me há pouco, parece que no primeiro tempo se esqueceu de marcar um penalti sobre o João Mário e permitiu que um galo interceptasse a bola a William Carvalho na marcação de um livre, por não estar à distãncia regulamentar, lance que haveria de colocar um galo isolado frente a Patrício. Mas se comparado com o outro juiz, o Ferreira que foi aos Cónegos, quase que mereceu nota positiva. Vejam lá que até nem deu um amarelo ao William! E dizem por aí que equipou de azul por fora e por dentro! Eu não acredito!...

Leoninamente,
Até à próxima

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Vai passando a procissão!...



O autor de "A Procissão" foi António Lopes Ribeiro, que da fama de ser o "cineasta do regime do Estado Novo", nunca se livrou, até à sua morte em 1995. Os registos parecem confirmá-lo, tantos foram os filmes de propaganda fascista que dirigiu, sob a égide de outro nome tenebroso da ditadura, António Ferro...

Foi um dos fundadores do jornal A Bola, e dizem os do seu tempo, que tambem seria adepto do clube do regime!...

Ele bem sabia porque escreveu "A procissão"!...

Leoninamente,
Até à próxima

O novo director do SEF, ainda não apanhou o "ritmo dos futebóis"...




Oh diabo, a fazer fé nisto, estará a falhar qualquer coisa ao "papa"! Então mas o rapaz Chidozie Awaziem, não viajou com os companheiros no avião, porquê?!...


Quer-me parece que novel director do SEF, juiz desembargador António Carlos Falcão de Beça Pereira, ainda não terá apanhado o "ritmo dos futebóis"!... 

Mas em todo o tempo é tempo!...

Leoninamente,
Até á próxima

Vá lá Marco, contigo também não deverá ser!...


FC Porto e Sporting roubados na Europa

"... Se a juventude do FC Porto e a inexperiência do treinador (nas altas andanças) são factores que limitam a afirmação da inequívoca qualidade dos jogadores, já a juventude do Sporting e a inexperiência do treinador (nas altas andanças) chocam com outras realidades. A qualidade global do plantel do FC Porto é muito superior à do Sporting. Sem Slimani, a pobreza de recursos e a falta de soluções para o ataque é gritante. A diferença de velocidade para os adversários é colossal. Chegam sempre primeiro à bola. Reagem imediatamente à perda do esférico e, na exploração dos espaços vazios, a velocidade é uma arma terrível que os jogadores do Sporting não conseguem utilizar. Por quê? Porque não estão preparados para isso. Por quê? Porque a Liga portuguesa não exige que os jogadores se preparem para serem mais rápidos, mais focados, mais competitivos. E isso nada tem a ver com a arbitragem..."

Será Dieter Hecking, uma criatura de inteligência superior e dominará os segredos do treino e da preparação física e técnico-táctica específica para o futebol, a um nível inalcançável por Marco Silva?! Obviamente que não!...

António Aleixo legou-nos um pensamento que poderá explicar as diferenças dos resultados alcançados por Dieter Hecking e Marco Silva em cada uma das suas equipas:

“Não sou esperto nem sou bruto/Nem bem nem mal educado/Sou simplesmente o produto/Do meio onde fui criado.”!...

Marco Silva nasceu, cresceu e foi educado em Portugal. E fez-se homem e atleta, num meio futebolístico de horizontes muito peculiares, quiçá tristemente pobres e limitados, se comparados com aqueles que o seu homólogo alemão viu serem-lhe postos à disposição e que lhe terão determinado hábitos e práticas desportivas de nível incomparavelmente superior.

Os primeiros 45 minutos no Volkswagen Arena, provaram que Marco Silva não terá que se envergonhar em nenhuma das vertentes técnicas, tácticas e motivacionais exibidas pela sua equipa, quando confrontadas com as exibidas pela equipa adversária.

Mas o segundo tempo, foi um "murro no estômago" de Marco Silva e demonstrou quanta inferioridade a sua equipa demonstrou, exactamente, em termos de velocidade!...

Marco Silva, com todas as qualidades que lhe são reconhecidas pela generalidade dos conhecedores de futebol, é um produto genuíno do futebol português: uma belíssima mas frágil filigrana! E assim prosseguirá e terminará a sua carreira, que desejamos seja longa e profícua, se não for capaz de abandonar o pecado original, uma bela filigrana, mas lenta pausada, monótona, quase displicente.

José Mourinho, André Villas-Boas, quiçá Jorge Jesus, parecem ter descoberto o segredo do "mapa do tesouro" e as diferenças em termos de velocidade que souberam imprimir às suas equipas, fizeram-nos campeões e reis absolutos neste "futebolzinho tuga" e concederam-lhes, ou virão a conceder no caso de Jorge Jesus, os passaportes com que partiram em busca dos "tesouros" espalhados por essa Europa fora.

Jorge Jesus terá proferido ontem, uma afirmação a que ninguém parece ter dado muita importância, mas que é sintomática desse salto qualitativo que foi capaz de dar, com as consequências que todos conhecemos:

"É nos treinos que têm de demonstrar aquilo que queremos. Porque isto dos jogadores, não é meter 11 dentro de campo e cada um corre e joga como quer. Comigo não é!".

Ora, quer-me parecer, que só quando Marco Silva for capaz de soltar "o grito de Ipiranga", for capaz de se libertar das mordaças do "futebolzinho tuga", quando os seus jogadores passarem a correr e a jogar, não aquilo que querem, mas aquilo que ele quer e como quer, passará a ser o treinador de elite que todos nós desejamos que venha a ser no Sporting e, por via disso, de passaporte na mão, colocar-se-à na "pole position" das grandes corridas europeias.

Vá lá Marco, contigo também não deverá ser!...

Leoninamente,
Até à próxima

Nós por cá, perdemos a noção do salto civilizacional dado pela Humanidade!...

.1996 - O adeus a Rui Mendes

Chelsea dá exemplo a Benfica e Sporting

Várias bestas gritaram: “Somos racistas e é assim que gostamos de ser.” Ao mesmo tempo impediram um cidadão francês de entrar no metro de Paris por causa da sua cor de pele. Estas bestas apoiam o Chelsea. Mas o Chelsea não apoia estas bestas.

No dia seguinte, o clube inglês emitiu um comunicado dando conta de que tinha suspendido três pessoas de Stamford Brigde: “Se houver provas suficientes do envolvimento deles no incidente, o clube vai impor proibições vitalícias.”

É assim que se faz. Sem desculpas. Sem esperar por eventuais ameaças da UEFA ou pela contestação pública. Mais: José Mourinho convidou o adepto insultado para ir a Stamford Bridge assistir a um jogo e “sentir o que é realmente o Chelsea”. Os mais cínicos podem dizer que o Chelsea apenas se antecipou por temer sanções da UEFA nas competições europeias. Mas é apenas cinismo.

Em 2012, num jogo do campeonato inglês frente ao Man. United, um adepto dos blues imitou um macaco dirigindo-se a Danny Wellbeck. Sentença: foi banido para sempre do estádio. O mesmo destino foi dado a outro adepto do Chelsea que até admitiu ter ofendido racialmente Drogba, um dos símbolos do clube. Já para não falar do castigo aplicado pela federação inglesa a Luis Suárez, em 2011, quando chamou “preto” a Patrice Evra: oito jogos de suspensão e multa de 50 mil euros.

Nenhum outro país tem feito mais do que a Inglaterra para banir o racismo e a violência dos seus estádios. Faz mais do que a própria UEFA. Não se limita a falar. Tem acções concretas e céleres. Desde 2000 a 2013, as autoridades inglesas prenderam 46 mil adeptos por actos de violência. Uma média de 3500 detenções por ano. Das prisões, 45% ocorreram dentro dos estádios e 55% fora.

Por cá, como diz Luís Filipe Vieira, a polícia até aconselha a não tirar tarjas ofensivas às claques, como aconteceu no pavilhão da Luz. Por cá, os presidentes de Benfica e Sporting trocam acusações enquanto as suas claques trocam faixas a exultar a morte alheia. Por cá, reina o silêncio. Da Liga, da FPF e da própria secretaria de Estado do Desporto. Por cá, também se costuma dizer que só se tomarão medidas exemplares quando alguém morrer. Mas, afinal, já aconteceu. E o que foi feito? Nada!

Exemplar foi a atitude do Chelsea. Exemplar seria ver o Benfica e Sporting banirem para sempre os adeptos que levaram as nojentas faixas para dentro do pavilhão da Luz e do estádio de Alvalade. Exemplar seria ver os direitos humanos acima das rivalidades clubísticas e da vaidade dos dirigentes. Será pedir muito?
(Luís Aguilar, in Record)

Nós por cá, ainda estamos no tempo da pedra lascada! Nós por cá ainda temos fernandos gomes, luíses duques, ti herculanos e maneis da serra, anabelas rodrigues, emídios guerreiros e passos coelhos, luíses filipes vieiras, pintos da costa, brunos de carvalho, júlios mendes, antónios salvadores e tantos outros da mesma estirpe!...

Nós por cá, nem depois da morte do malogrado Rui Mendes, aprendemos a tratar os criminosos e continuamos a oferecer-lhes em bandeja de prata, uma impunidade  "terceiromundista"!...

Nós por cá, pouco nos preocupamos em... "tratar dos vivos e enterrar os mortos"! Andamos mais preocupados em transladar ossadas para o Panteão Nacional, numa caça infame aos votos, enquanto entre os vivos grassa a fome e  a indigência!...

Nós por cá, perdemos a noção da dignidade, dos valores, dos princípios e do salto civilizacional dado pela Humanidade!...

Leoninamente,
Até à próxima

Dignidade?! O que é isso?!...



Na Casa da República a corja política decidiu, sem ter em conta a consciência e o sentir de milhões de portugueses, em troca do velho prato de lentilhas!...

Dignidade?! O que é isso?!...

Leoninamente,
Até á próxima


 

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Mil vezes beto, que estúpido galináceo!...





O José Gabriel Quaresma, singular idiota e adepto benfiquista, nas horas vagas jornalista da TVI, resolveu escrever na página do FB de um seu amigo, também jornalista, a sugestão palerma que a imagem documenta, em resposta a outra palermice adiantada por esse seu amigo, também benfiquista e complementada por comentários da mesma índole por outros galos e galinhas.

É difícil perceber o défice intelectual de tais criaturas, para mais quando pelo menos duas delas, ganham o seu pão de forma tão exposta ao escrutínio público, sem se darem conta das responsabilidades que tal implica.

O círculo de giz que coarcta a liberdade do peru e a atracção fatal da galinha pela rede do galinheiro, que mesmo com a porta aberta jamais lhe permitirá a fuga, dizem bem da inteligência das aves!...

Mil vezes beto, que estúpido galináceo!...

Leoninamente,
Até à próxima

PUBLICIDADE