segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Seguir o exemplo de quem nunca será exemplo digno de ser seguido!...



A estupidez dos olés

"Compreendo a decepção verde e branca: o Sporting fez mais para ganhar o jogo que o Benfica, parecia tê-lo conseguido tão perto do fim da partida que a vitória era certa, e depois aconteceu futebol - e os encarnados empataram.

Desde que o Belenenses perdeu o campeonato, em 1955, muito por causa dos foguetes lançados antes do apito final, que desconcentraram os jogadores azuis - e motivaram os leões, que chegaram ao empate e "deram" o título ao Benfica -, habituei-me a não confiar na volatilidade do marcador. E custa-me, por isso, aceitar a estupidez dos "olés" que se ouviram após o golo de Jefferson, pois essa euforia extemporânea passa sempre para dentro do campo, ajuda o adversário a não atirar a toalha e, pior ainda, no caso de Alvalade, desperta os velhos fantasmas dos golos dos últimos minutos, de que os anos recentes carregam exemplos - alguns trágicos, se bem me recordo.

Pormenores à parte, vejo o resultado como positivo para um Benfica pouco disposto a arriscar e que escapou à pena correspondente porque os deuses sabem que estão em falta com Jorge Jesus. Mas também positivo para o Sporting, que matou vários coelhos de uma cajadada: confirmou, com um rival cujo plantel se considera "de luxo", a capacidade dos seus "dentes de leite", recebeu a que pode ter sido a definitiva lição de que a concentração é para manter até ao fim e viu-se livre de um delírio que ameaçava voltar a pressionar com a ilusão do título - e não é o tempo.

Assim, Marco Silva e o seu grupo podem dedicar-se melhor ao que deve ser o grande objectivo para esta época: reforçar e consolidar a equipa. A reformulação do centro da defesa e a recuperação plena do enorme talento de Montero, por exemplo, são sinais de que o crescimento está aí e de que esse é o caminho. Agora, basta percorrê-lo.".
Alexandre Pais, Canto Directo, in Record)


Como sportinguista, longe de Alavalade, sentado em frente do televisor, senti um frio invadir-me a coluna quando a seguir à alegria do golo de Jefferson, comecei a ouvir os olés de alguns leões dispersos pelas arquibancadas. 

Não sou supersticioso, nem acredito em bruxas, mas... A vida tem-me ensinado que "elas andem por aí"! E poucos minutos depois, fiquei como Alexandre Pais nas velhinhas Salésias, quando o leão Martins desfeiteou o "pássaro azul" José Pereira e "ofereceu" ao Benfica um dos seus 27+3= 33 títulos de campeão nacional!...

Sobe-me um nervoso miudinho à cabeça, sempre que alguns sportinguistas teimam em ser "tão cagões" como os benfas! Carago, imitar os bons exemplos, sempre será indicador de humilde inteligência! Mas seguir o exemplo de quem nunca será exemplo digno de ser seguido, provoca-me uma náusea tão grande, que não sou capaz de controlar o vómito!...

Leoninamente,
Até à próxima

3 comentários:

  1. O mesmo aconteceu comigo. Devemos copiar os bons exemplos e deixar as bazófias para os outros, e com 1-O foi ridículo.

    ResponderEliminar
  2. Concordo com a questão do 'olés'....

    Agora com a bicada (mais uma) ao eixo da defesa... discordo em absoluto...mas disso já falei noutro local....!!!

    E quanto às dividas ao ignóbil... DEVE SER PARA RIR.... ou então para....

    http://gfycat.com/EcstaticPleasedBlacklemur (VAI-TE ENCHER DE MOSCAS Ò pais ou então mete-os no sitio e faz-te homem... faz lá uma primeira página com isto....)

    SL

    ResponderEliminar
  3. A entrada do Capel nos últimos minutos não deu em nada, tal como em Gelsenkirchen. Com a bola no nosso meio-campo é o adversário que está mais perto de marcar. Não houve agressividade a tirar a bola dali e ainda quem a pudesse congelar do outro lado do campo. Mas vou cobrar isso ao Marco Silva para quê? Ele punha o calmeirão do Sarr no meio da molhada para quê? Só se fosse para este ainda fazer um auto-golo, como fez contra o Porto.

    Vou cobrar o empate ao treinador depois do Sporting fazer a melhor série de vitórias do campeonato mesmo com o Nani em baixo de forma depois da lesão, sem o Slimani, que faz IMENSA falta, e tendo ainda de refazer (de novo) a dupla de centrais (a defesa do Sporting fez um jogo muito bom, com excepção do lance final, em que toda a equipa falhou) com um jovem da equipa B? Só eu é que sei o que sinto ainda hoje. Parece que fui "atropelado", tenho vontade de "arrancar" a pele! Mas que esta raiva sirva para TODOS aprenderem, incluindo os adeptos.

    Mas não somos os únicos que passámos por isto, ou não tivessem os lampiões perdido um campeonato e uma taça europeia nos descontos. Eles ainda se sentiram pior do que eu me sinto agora, de certeza. Eles podem ser os actuais campeões nacionais, mas ao menos eu tenho o "conforto" de nunca ter visto o Sporting "jogar" na Luz como o "Salgueiros" ontem em Alvalade. ;)

    SPOOOOOORTING!!! O Belém há-de pagar!

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE