segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Há-de chegar o dia em que até ele não terá relações com ninguém!...




PSST!... Diz lá aos outros tipos, com luvas ou sem luvas, atirem ou não a toalha ao chão, tenham ou não os pés assentes na terra e a cabeça levantada, que este é primeiro, mas que não garanto que seja o último!...

Por este caminho, há-de chegar o dia em que até ele, não terá relações com ninguém! 
Palavra de sportinguista!...

Leoninamente,
Até à próxima

2 comentários:

  1. Tenho tentado passar um pouco ao lado destas polémicas mais recentes, mas ontem não conseggui deixar de ler na Bola a entrevista de BdC.
    Mais valia ter continuidade o meu "blackout" de leitura. Não só aquilo parece tudo brincadeira de crianças, como, partindo de uma posição em que o Sporting Clube de Portugal tem razão, acaba a dar uma quantidade tal de munições aos adversários que, basta eles terem uma política de comunicação minimamente decente, para terem munições para nos achincalharem durante meses.
    O Sporting, sendo um clube altamente profissionalizado, não podia contractar um profissional de relações públicas? Um profissional de gestão de imagem?
    Eu sou dos que acha que o presidente Bruno de Carvalho tem trazido muito de bom ao SCP. Mas todos temos os nossos pontos fortes e fracos, e o presidente não pode ser deixado sozinho quando lhe colocam um microfone à frente.
    Claro que as afirmações do BdC não foram feitas via microfone, foram feitas via FB, mas alguem acredita que quando o CR7 responde ao Blatter ou ao Platini, o que aparece não é filtrado e revisto por profissionais?
    O Sporting é composto por um conjunto de cavalheiros, enquanto que os adversários são constituídos por um bando de labregos, mas neste momento, quem vir apenas o que é publicado, não percebe quem é quem.
    Caro Álamo, desculpe o desabafo. Eu evitei comentar o conjunto de picardias que aparece todos os dias sobre o benfica na blogosfera sportinguista e nomeadamente neste blog, por achar que se todos os prezados consócios aplaudem abundamentemente e só eu é que acho contraproducente, seria certamente eu que estava errado. Mas neste fim de semana vi o insuspeiro sportinguista José de Pina a reflectir o que eu próprio acho, que este clube passa mais tempo a tentar dimunuir o adversário principal do que a concentrar energias no seu próprio crescimento.
    Pronto, este escrito vai mais longe do que foi a minha intenção. Se o que escrevi lhe desagradar minimanente, sinta-se livre para passar o lápis azul, sem hesitações ou remorsos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro AS, nunca os seus comentários se aproximaram sequer, do degrau mínimo de elevação que exijo neste espaço. Pelo que não fará o mínimo sentido a recomendação com que termina o seu comentário, pela razão simples de que, por formação e pensamento dela decorrente, sempre vejo nas críticas que directamente me são dirigidas, o seu lado construtivo. Agnóstico convicto, muito maus seriam os caminhos que percorreria, se me julgasse um qualquer deus, ou pior ainda, detentor de verdades absolutas.

      Creia que os apontamentos que exibo em Leoninamente, sobre o que se passa na casa dos outros, não visam "alfinetar" de forma bizarra seja que adversário for, nem os considerarei meras picardias para alimentar quaisquer guerrilhas, Faço-o apenas e quando julgo ver violados os valores e princípios que defendo. Não queimo nem o meu tempo nem o meu espaço, com críticas fundamentalistas a clubes adversários e, simultaneamente, branqueando e tecendo loas a comportamento domésticos de índole igual ou semelhante.

      Creio que o caro AS, não sendo um leitor recente de Leoninamente, me fará a justiça de reconhecer a equidade do meu critério. Seria uma posição bem mais fácil e cómoda, enveredar pelo silêncio da crítica aos "jogos florais adversários". Mas cada autor escolhe o seu caminho, e eu escolhi o caminho da denùncia de tudo o que me parece mal, seja dentro ou fora de nossa casa. Serei por vezes excessivo?! Admito, mas muito dificilmente me poderá citar um exemplo em que tenha sido injusto ou incorrecto na apreciação.

      Com o devido respeito pelo pensamento de José Pina, penso que não se aplicará a Leoninamente. Não que este blog seja um oásis na blogosfera leonina! Seria demasiado pretensiosismo da minha parte. Mas porque a sua linha, como lhe expliquei atrás, não persegue o objectivo de "passar mais tempo a tentar diminuir o adversário principal do que a concentrar energias no seu próprio crescimento."!...

      O "adversário principal" é uma instituição grandiosa, de história secular e trajecto invejável, que nunca será diminuído através de campanhas de blogosfera. Já o mesmo ninguém poderá ter a pretensão de dizer, sobre os seus actuais dirigentes e correspondentes comportamentos. E é exclusivamente sobre eles que aponto as minhas baterias, num objectivo claro e explícito de denúncia de jogos sujos de bastidores, de corrupção, de compadrio, de aproveitamento ílícito de um "status quo" que é favorável a essa estirpe de dirigentes, que tiveram o privilégio de construir por debaixo do pano, enquanto os dirigentes sportinguistas dormiam, na esperança de que um dia, os organismos competentes, venham a aperceber-se dessa triste realidade e possam agir, com justiça, em conformidade.

      Não procuro, polémicas introduzindo picardias. Faço a denúncia daquilo que entendo como inadmissível na arquitectura legal de um país que desjaria ver como membro efectivo do 1º mundo! Apenas isso...

      Se fosse dirigente do Sporting Clube de Portugal, aí sim, seguiria o caminho preconizado por José Pina, com o qual me solidarizo sem condições. Sou apenas adepto sportinguista e o meu poder "para concentrar energias no crescimento do Sporting", resume-se aos votos que deposito nas urnas de quatro em quatro anos e na denúncia, que também sempre fiz e continuarei a fazer, das acções que me pareçam menos correctas por parte de quem detém o poder em Alvalade!...

      SL

      Eliminar

PUBLICIDADE