quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Paga a taxa e não bufes!...


Paga a taxa

"Faz algum sentido que um clube de futebol tenha direito a isenções de taxas camarárias quando constrói espaços desportivos? Pode fazer sentido, sim – se por exemplo o clube estiver a melhorar e a incentivar a prática de desporto numa região carente dessa oferta. Faz algum sentido que seja o Benfica a receber uma isenção de taxas urbanísticas, pela Câmara Municipal de Lisboa? Não, não faz sentido nenhum. Mas ia acontecendo.

O assunto percorreu as páginas de jornais nas últimas semanas e a “borla” de 1,8 milhões de euros em relação a obras junto ao Estádio da Luz pode ter toda a justificação jurídica, mas é uma ofensa num país que esbulha os seus contribuintes e, especificamente, numa câmara municipal que está a aumentar “taxas e taxinhas” para se financiar, provocando por exemplo aumentos significativos nas contas da água dos seus munícipes.

O Benfica vai acabar por pagar, porque a Assembleia Municipal vai votar contra a decisão do executivo camarário e tem poder suficiente para chumbar a decisão. Helena Roseta desta vez foi a cara da oposição a António Costa. Ainda bem. Não só pela imoralidade da isenção mas pela colagem que tantas vezes é feita entre câmaras municipais e os clubes da cidade, gerando promiscuidades tantas vezes desaconselháveis, ou mesmo perigosas.

Se o Benfica tem milhões de euros para pagar em salários de jogadores de futebol todos os meses, tem de ter 1,8 milhões de euros para pagar à câmara municipal por causa de umas obras. Se não, são os contribuintes que estão a financiar o salário de Jonas, de Jesus e de Gaitan. Faz sentido? Não faz, pois não?"
(Pedro Santos Guerreito, Abrir o Jogo in Record)

O oportunismo político de um partido e o aproveitamento descarado das benesses do regime por parte do Benfica, pareciam estar a conduzir a que mais um inclassificável atropelo à justiça, aos princípios e valores que devem reger uma sociedade civilizada fosse perpretado.

Mas uma vaga de fundo de indignação e protesto, em que milhares de benfiquistas também fizeram ouvir a sua voz, virou tudo do avesso e os promotores do "crime" acabaram por ficar muito mal na fotografia, sabe-se lá com que consequências!...

Todos conhecem a afeição clubística de Pedro Santos Guerreiro. Mas este excelente jornalista, volta a dar-nos a imagem de que "a dignidade não se negoceia, nem mesmo em troca do Sol"!...

É por estas e por outras, que continuamos, honrada e dignamente, e evitar a queda para o precipício do terceiro mundo!...

Leoninamente,
Até à próxima

5 comentários:

  1. É o comentário mais óbvio que podia acontecer... (o que não desvaloriza, em nada, a posição do autor...) Qualquer pessoa minimamente discernida e decente não poderá dizer coisa diferente... (Nem mesmo se a benesse fosse estendida ao todos os outros clubes... é completamente imoral...)

    Mas sabemos que isso não impediu o presidente da câmara de avançar com esta insana proposta... O pecado já foi feito... e a memória não pode ser curta... Mesmo se a assembleia municipal não aprovar... o mal foi feito no sentido da demonstração da posição dominante que pensa deter... Pobres estes indivíduos que se julgam inimputáveis...

    A História far-se-á..., e far-se-á pelas más coisas também...!!!

    SL

    ResponderEliminar
  2. Amigo Álamo,subscrevo todas as palavras quer as de PSG quer as suas, digo-lhe sem qualquer problema que AC perdeu para mim toda a credibilidade, e espero que para a maioria dos portugueses,( pois quem não se sente não é filho de boa gente) a sua candidatura ficará para sempre manchada, e com este ignóbil episódio, só demonstrou que o seu programa de governo não é diferente do actual governo (proteger ricos e poderosos continuando a espezinhar este pobre povo).....

    SL

    ResponderEliminar
  3. Afinal as taxas de que foram isentados ascendem a 4,633 milhões de euros...

    http://www.publico.pt/local/noticia/helena-roseta-diz-que-isencao-de-taxas-ao-benfica-ascende-a-46-milhoes-1687371

    Cava-se um pouco e saltam logo mais uns M€. É só mais um favorecimento para a infindável lista.

    SL

    ResponderEliminar
  4. Amigo Álamo

    No comunicado da CML, sobre este assunto, diz-se:

    "legalizar a área comercial que está em funcionamento desde 2004"

    Então se um lisboeta "rico" fechar a sua varanda, ou construir uma barraca para o cão no seu quintal, surgem imediatamente 432 fiscais da CML, e não escapa sem pagar 2 ou 3 multas, pode uma "pequena" área comercial, que engloba grandes lojas, funcionar há mais de 10 anos sem ninguém fiscalizar, ou se foi fiscalizada não foram tomadas medidas, de forma ILEGAL?

    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Este Costa não interessa, o Passos e a quadrilha dele que vendem tudo aos chineses e tem arrastado o país para a miséria ainda interessa menos. Mas nas eleições um destes vai ganhar. O povinho simplório português jamais votaria num siriza que viesse quebrar o status quo.

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE