sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Em remate, o vencedor foi... Bruno de Carvalho!...




Naturalmente que o debate da noite passada entre os dois candidatos à presidência do Sporting CP nas eleições de 4 de Março, permitiu ao sportinguista que sou, alinhar um conjunto alargado de conclusões muito pessoais que entendo dever levar ao conhecimento de quem me dá o privilégio da visita. Nesta condição direi:

1 - Competentíssima e inatacável a prestação do moderador Rui Miguel Mendonça, cuja conduta antes do debate foi, por evidente má fé, injustamente admitida por muitos como podendo vir a ter fortes probabilidades de não ser isenta.

2 - Um debato vivo, acutilante e duro de parte a parte, sem no entanto violar a fronteira que a grandeza do Sporting CP  e de todos os seus adeptos naturalmente exigia. 

3 - Prestação inteligentemente contida de Bruno de Carvalho que, sem rejeitar ir à luta nos sucessivos "assaltos" propostos pelo seu opositor neste combate, acabou por obrigar a que a decisão final "por pontos", resultasse da votação dos soberanos juizes apoiantes de cada uma das candidaturas: para os apoiantes de Lista A, o debate foi ganho por PMR, para os apoiantes da Lista B, BdC terá goleado o seu opositor. Exactamente o propósito flagrante do presidente em exercício, interessado na "bonança" que conseguiu alcançar.

4 - Pedro Madeira Rodrigues superou as minhas expectativas, pela desenvoltura e agressividade que me surpreenderam, mas acabou por confirmar a "verdura" que sempre se me afigurara desde o lançamento da sua candidatura: haverá uma série demasiado grande de lacunas no seu conhecimento sobre a missão a que se propôs, que nenhuma demagogia do mundo consegue disfarçar. Não me parece que tenha conseguido convencer um único sportinguista, para além dos seus apoiantes.

5 - Finalmente, o debate afigurou-se-me exactamente igual a um qualquer fármaco vulgarmente designado por placebo: nem fez bem, nem fez mal ao desfecho que todos adivinhamos!... 

Em remate, o vencedor foi... Bruno de Carvalho!...

Leoninamente,
Até á próxima

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

E que seja um debate digno e com a elevação que exige o Sporting Clube de Portugal!...

Composição baseada em grafismo publicado ontem no jornal Record
E que seja um debate digno e com a elevação que exige o Sporting Clube de Portugal!...

Leoninamente,
Até à próxima

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Pouco, muito pouco para missão tão exigente!...




A meu ver e até agora, talvez a primeira e única intenção inteligente revelada pelo candidato Pedro Madeira Rodrigues (LINK), nesta sua desgraçada campanha para as eleições de 4 de Março!...

Pouco, muito pouco para missão tão exigente!...

Leoninamente,
Até à próxima

Um dia teria de acontecer!...


Nem 40 M€ fizeram Bruno de Carvalho ouvir proposta por Bas Dost (LINK)

Imagino o grau de satisfação e o sorriso rasgado que muitos leitores de Leoninamente adivinharão no meu rosto, ao comentar esta notícia. Quero porém alertá-los para o facto de que, sendo verdadeira a minha satisfação e a dimensão do meu sorriso, estarão redondamente enganados quanto às razões que estiveram na sua origem.

É que é minha convicção profunda estarmos a assistir a um dos primeiros, enfáticos, argutos, sagazes e adequados gestos do "novo Presidente do Sporting" que no dia 4 de Março será reconduzido para mais um mandato! E se assim for, preparem-se todos, porque muito provavelmente, "cessaram as palavras e começaram a falar as obras"!...

Um dia teria de acontecer!...

Leoninamente,
Até à próxima

Ser Sporting não se reclama, não se explica, não se presume, somente se vive... ou não!...


"NUNCA VI OS RIVAIS TÃO NERVOSOS" (LINK)

«RECORD: Como parte activa da reestruturação financeira, importa esclarecer: foi Godinho Lopes quem a fez, como o próprio reclama?

JOSÉ MARIA RICCIARDI – Não. No tempo de Luís Godinho Lopes, o Sporting incumpria permanentemente com os orçamentos que apresentava aos bancos. E tinha prejuízos elevadíssimos. São factos. O ambiente não era propício a qualquer espécie de reestruturação, que aliás não se fez. Mais. Na altura, o vice-presidente com o pelouro financeiro [José Filipe Nobre Guedes] até já estava a preparar um PER [Processo Especial de Revitalização]. Quando se está a fazer uma reestruturação, não se prepara um PER, não é?

R: Prepara-se uma falência?

JMR – PER é uma protecção de credores, não tem nada a ver com reestruturação bancária. O Sporting estava perto da falência, isso é indiscutível. Tinha perdido a credibilidade junto aos bancos e os bancos estavam decididos a não acorrer mais às necessidades de tesouraria do clube. Portanto, quem efectivamente fez a reestruturação foi Bruno de Carvalho. Tive a oportunidade de colaborar, através do banco de investimento a que presidia na altura [BESI]. Essa reestruturação foi extraordinária, muito bem conduzida.

R: Com negociações duras...

JMR – Muito. Mérito total de Bruno de Carvalho e Carlos Vieira, é preciso que se diga. E de Guilherme Pinheiro. Resultou numa reestruturação extremamente positiva para o Sporting. Gostava que isso ficasse bem frisado, porque é a verdade.

R: Ainda assim, pode ficar em risco a maioria na SAD com a conversão dos VMOC em 2026?

JMR – O Sporting tem de se munir dos fundos necessários a adquirir uma parte desses VMOC, de maneira a manter a maioria da SAD, conforme é promessa da direcção.

R: Não está preocupado?

JMR – Não. Pela situação financeira do Sporting, pela equipa directiva, por aquele que é o treinador que mais valoriza os jogadores em Portugal, pelos novos contratos com a NOS, pelo aumento das receitas, pela presença na Liga dos Campeões. Não tenho qualquer dúvida de que o Sporting irá ter os meios para resolver este problema.

R: Diz que Jesus é quem mais valoriza os jogadores em Portugal...

JMR – Parece-me indiscutível.

R: Se Madeira Rodrigues for eleito, ele deixará o Sporting.

JMR – Pedro Madeira Rodrigues tem legitimidade, se ganhar, de poder escolher outro treinador. Correcto. Não vejo problema.

R: Mas entende que Jesus é a pessoa certa no lugar certo?

JMR – Disso não tenho qualquer dúvida. Aliás, nunca vi os nossos rivais tão nervosos como agora para desfazer esta dupla, Bruno de Carvalho e Jorge Jesus. Nunca vi. Há muitos anos... Com as outras direcções, a que eu pertenci, estavam sempre muito contentes, nomeadamente com as últimas... Estavam contentíssimos.

R: Acredita que o Sporting será campeão no próximo mandato?

JMR – Com certeza. É preciso perceber outra coisa. Um clube que está sempre a mudar de presidente e de treinador não vai a lado nenhum. Veja-se há quantos anos o senhor Jorge Nuno Pinto da Costa está a dirigir o Porto. E há quanto anos Luís Filipe Vieira está no Benfica. Já se fez um grande trabalho mas é preciso tempo. E o ano passado não fomos campeões por muito pouco.

R: Esperava-se mais este ano.

JMR – Acontece. Mas estamos no caminho certo. 

R: "José Maria Ricciardi queria ser dono do Sporting, escolher presidentes, até jogadores." Como responde a esta acusação de Pedro Madeira Rodrigues?

JMR – Acho ridículo e um atestado de menoridade aos sócios. Os presidentes do Sporting não são escolhidos por ninguém. Quem os elege são os sócios. E em todas as eleições houve alternativas. Acho isso absolutamente ridículo. Segundo ponto: nunca indiquei jogador nenhum, nem treinador. Nunca me meti nessa área, porque fiz parte de conselhos fiscais. Pedro Madeira Rodrigues deve ter sido mal informado.

R: A mesma lista acusa a actual direcção de falar em demasia do Benfica. Concorda?

JMR –Aceito. Esta direcção não é perfeita, ninguém é. Pode ter incorrido nalguns erros. Mesmo assim, fez um trabalho absolutamente notável face à situação em que o Sporting se encontrava. 

R: Esteve muitos anos no Conselho Fiscal e Disciplinar. Por que aceita agora fazer parte da lista de Bruno de Carvalho ao Conselho Leonino? 

JMR – Tenho grande prazer em colaborar com o Sporting. São funções em que eu posso participar, ao contrário de outras, cuja intensidade não permitiria, por causa dos meus projectos e da minha vida profissional.

R: "Ganhe quem ganhar, tem de ser de goleada", para citar Bruno de Carvalho?

JMR – Eu sou um democrata: a partir de 50% é vitória. Aliás, na política, com o nosso sistema eleitoral, nem é necessário. Estou convicto de que Bruno de Carvalho irá ganhar as eleições. A percentagem para mim não é o mais importante.

R: Não tem dúvidas sobre quem vencerá?

JMR – Certezas só no dia do acto eleitoral. Não tenho esse pretensiosismo. Mas tenho a forte convicção de que esta lista irá ganhar as eleições.»

Se porventura eu não pertencesse àquele grupo de sportinguistas capaz de separar entre a legião imensa de adeptos do Sporting Clube de Portugal, o trigo do joio, aqueles que durante as suas vidas procuram servir o Clube na medida das suas possibilidades e capacidades e os outros, aqueles que para ele olham apenas como mero instrumento ou veículo dos seus próprios interesses, talvez não trouxesse para aqui a figura de José Maria Ricciardi ou, se o fizesse, seria para o enxovalhar através de termos menos próprios, deselegantes e injustos, como amiúde todos temos visto por aí.

Mas porque desde há longo tempo me surpreendi e habituei a ver na figura deste homem que, sem nunca negar ou recusar, legitimamente, as suas origens e todo o conjunto de privilégios que o destino entendeu colocar-lhe nas mãos, sempre teve a coragem de afirmar os seus profundos afectos a uma centenária instituição que o orgulha e à qual nunca regateou os seus melhores esforço, dedicação e devoção,  entendi que ele mereceria esta singela homenagem que aqui e agora lhe presto, num momento importante para o futuro do Clube que a todos deveria unir.

A dimensão da surpresa que terá causado a sua clara opção por uma das trincheiras nesta "guerra eleitoral" que a grande nação leonina vai vivendo, tanto terá provocado o espanto e o júbilo daqueles a que se juntou, quanto o desprezo, o escárnio e o deselegante e incompreensível insulto do outro lado da barricada. Contudo e por paradoxal que a muitos pareça, nesta curta entrevista ao jornalista de Record, Vitor Almeida Gonçalves, em nenhum momento José Maria Ricciardi ousou descer ao nível do vilipêndio e da deselegância de que ordinária e recentemente tem sido vítima e, para rebater e reduzir a pó os argumentos de uma oposição impreparada, mentirosa e provocadora, bastou-lhe disparar o "canhão da verdade" para arrasar completamente tudo o que mexia no campo adversário... 

Ser Sporting não se reclama, não se explica, não se presume, somente se vive... ou não!...

Leoninamente,
Até à próxima

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Burros são os que falam em seu nome!...



«COMO DIZIA O PRESIDENTE DO BENFICA HÁ UNS ANOS, SÓ OS BURROS FALAM DE ARBITRAGENS» (LINK)

Depois de um esforço quase sobre-humano para conseguir compreender as entrelinhas de algumas das declarações de hoje de Octávio Machado, muito especialmente quando afirma com toda a convicção que "eu só posso ser julgado por aquilo que disse e não por aquilo que não disse", cheguei a uma conclusão muito clara, linearíssima e afinal contrária ao que até agora julgava: o presidente do Benfica não é burro!...

Burros são os que falam em seu nome!...

Leoninamente,
Até à próxima

Como se na Academia Sporting escasseassem "apostas de futuro"!...



Ainda Fevereiro não chegou ao fim e muito menos esta época desastrosa e frustrante para os adeptos leoninos e o carvão já vai sendo revolvido para a fornalha! Cada um dos jornais e sites que todos conhecemos de ginjeira, já vai despejando sucessivas pazadas do "bendito combustível" (LINK), não vá a "caldeira" perder pressão, o que seria uma grande chatice pelo inconveniente de monta que representaria para os respectivos interesses: é preciso "manter a pressão" sobre o Sporting, mesmo usando e abusando do recurso à especulação ou, se necessário, à invenção. Pelo menos até ao derbi do final de Março...

O "caso Welthon" deveria ter morrido com o fecho da janela de transferências de Janeiro. Mas a firme e progressiva afirmação de Alan Ruiz parece incomodar muita gente, assim como a paulatina inclusão de Matheus Pereira e os regressos a Alvalade de João Palhinha, Daniel Podence e Francisco Geraldes. Nesta condição, é fundamental abanar com a estabilidade emocional de toda esta juventude e nada melhor do que fazer crer estarem os responsáveis leoninos "firmes e hirtos" na busca de outras soluções no exterior.

O "caso Ardaiz", será ainda mais sintomático, dada a idade e inexperiência do jogador uruguaio, pelo que naturalmente, a única consistência da especulação será apontá-lo como "aposta de futuro"! E logo por 3 ou mais milhões, um miúdo de 18 anos!...

Como se em Alvalade não tivessem sido tiradas as convenientes ilacções do passado "mercado de Verão", ninguém soubesse o que fazer ao dinheiro para se abalançar outra vez a negócios de uns bons e gordos pares de milhões e...

Como se na Academia Sporting escasseassem "apostas de futuro"!...

Leoninamente,
Até à próxima

O meu amor pelo Sporting, esse não é secreto!...



Acabadinhos de chegar à minha caixa de correio, os meus boletins de voto já estão devidamente preenchidos e prontos a serem enviados de volta a Alvalade, no mais curto prazo e em correio registado, no subscrito recebido para o efeito, acompanhados da necessária e também recebida declaração dirigida ao Presidente da Mesa da Assembleia Geral do Sporting Clube de Portugal, com assinatura reconhecida notarialmente!...

Tudo certinho, tudo direitinho, tudo em conformidade com aquilo que está democrática e estatutariamente estabelecido, aí vão os meus 6 votos...

Secretos?! Naturalmente que quando forem colocados nas urnas pelos responsáveis das mesas eleitorais, os meus votos serão secretos, como os de qualquer eleitor sportinguista, seja o seu gesto presencial ou por correspondência. Porém...

O meu amor pelo Sporting, esse não é secreto!...

Leoninamente,
Até à próxima

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

E raios me partam se o moço não é digno da saudade de Adrien!...


       NOME: Adrien Sébastien Perruchet da Silva                  NOME: Francisco de Oliveira Geraldes
        NASCIMENTO: 1989-03-15(27 ANOS)                                            NASCIMENTO: 995-04-18(21 ANOS)
        PAÍS DE NASCIMENTO: França                                                   PAÍS DE NASCIMENTO: Portugal
        NACIONALIDADE: Portugal/França                                               NACIONALIDADE: Portugal
        NATURALIDADE: Angoulême                                                        NATURALIDADE: Lisboa (Alvalade)
        PÉ PREFERENCIAL: Direito                                                         PÉ PREFERENCIAL: Direito
        ALTURA/PESO: 175 cm/65 KG                                                     
ALTURA/PESO: 175 cm/67 kg  
        POSIÇÃO: Médio (Médio Centro)                                                   POSIÇÃO: Médio (Médio Centro)
        FORMAÇÃO: Sporting (13/19 anos)                                                FORMAÇÃO: Sporting (8/20 anos)


A mesma formação, o mesmo amor ao Sporting, a mesma altura, o mesmo peso, o mesmo pé preferencial, um talento tão próximo que faz secar as gargantas dos adversários, a mesma posição no terreno, trajecto muito semelhante no final da formação, preponderância e títulos alcançados muito semelhantes nos clubes a quem foram emprestados, regressos a Alvalade ditados pela indiscutível classe revelada nos clubes de empréstimo...

Acham que já chega e fico por aqui?! Ah querem mais?! Pois então ai vai: são ambos inteligentes, evoluídos culturalmente,  possuidores de um carácter, personalidade, integridade e "ímpar sentido de clube" e... agora paro eu, porque outros campos apenas a eles dizem respeito...

Quando Xico Geraldes regressou recentemente ao Sporting, todos sabemos as razões que o trouxeram de volta e não vou dar mais para esse peditório. A fabulosa "nação leonina" aplaudiu de pé, sem que lhe interessasse muito saber a responsabilidade da decisão: tinha e tem, tudo para ser uma glória do Sporting! E ninguém adivinhava então o infortúnio que havia de atravessar-se no caminho de Adrien Silva...

Agora Adrien Silva foi afastado dos relvados por dois meses! E anda todo o mundo, que não nós sportinguistas, a fazer sondagens, inquéritos, crónicas de opinião, sugestões e espúrias invenções para o xadrez leonino: recua este e sobe aquele, deriva um outro e aqueloutro compensa... Um fartote de rir, quando até há quem tenha acreditado que JJ estava a falar a sério quando falou que até a central era capaz de pôr o Xico a jogar! Esta gente nem as pensa ou então jamais há-de ter inteligência suficiente para perceber aquilo JJ pretende dizer! Ou então há-de pensá-las, sim senhor, mas com Maquiavel debaixo do travesseiro! Cruzes canhoto!!!...

Para acabar com esta bambochata vou dizer ao Jorge Jesus, só uma vez, para não o saturar mais do que ele já deve andar, que espero ver o Xico a titular às 18:15 do próximo sábado!...

E raios me partam se o moço não é digno da saudade de Adrien!...

Leoninamente,
Até à próxima

Feios, porcos e maus os homens da redacção de A Bola!...



Duas entradas violentíssimas de Jaime no espaço de poucos minutos, qualquer delas sem a adequada punição disciplinar da parte do árbitro Bruno Esteves, atiraram com Adrien Silva para fora dos relvados entre 6 a 8 semanas (LINK1): lesão do ligamento lateral interno do joelho direito!...

Acredito no arrependimento do jovem jogador vila-condense. De outro modo a imagem acima não nos mostraria a proximidade de Jaime. Mas o mal estava feito e, pelo menos, que sirva para colocar na cabeça de um menino de 19 anos que esta nunca será a atitude correcta para com um companheiro de profissão. Há uma linha muito forte e clara a separar a agressividade da violência! Que Jaime aprenda e não sofra amanhã aquilo que provocou a Adrien...

Mas o futebol, infelizmente, todos os dias e em quase todos os jogos, nos mostra cenas semelhantes que passam completamente à margem do critério que seria exigível aos árbitros. Se Bruno Esteves tivesse sancionado com amarelo a primeira muito violenta falta de Jaime, certamente que o infortunado jogador leonino não estaria agora impedido de, orgulhosamente, capitanear o Sporting. 

Mas bem mais grave do que a violência de Jaime, poderá considerar-se  o modo como foi veiculada a notícia pelo jornal A Bola, alguns minutos depois de Departamento Médico do Sporting ter tornado públicos os resultados da avaliação feita ao jogador (LINK2).

Para o "pasquim escarlate", o tremendo infortúnio de Adrien, os eventuais estado anímico actual e trauma em termos de futuro de Jaime e as pancadas do martelo da consciência de Bruno Esteves, serão coisas, sim coisas, corriqueiras, quase ridículas e de todo insignificantes. Importante, muito importante, demasiado importante até, será que, a uma distância temporal superior ao intervalo de 6 a 8 semanas prognosticado pelos Corpo Clínico de Alvalade, "Adrien estará em dúvida para o derby frente ao Benfica"!...

Feios, porcos e maus os homens da redacção de A Bola!...

Leoninamente,
Até à próxima

PUBLICIDADE