sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

Tenham mas é juízo nessas jubas!!!... (2)


Relvado e secretaria

"A razão que levou à escolha de Luís Duque como candidato à presidência da Liga foi evidente para toda a gente. Presidentes do Benfica e do Porto quiseram irritar Bruno de Carvalho. A “santa aliança” entre estes dois senhores é um elogio à direção do Sporting. Alguma coisa está a fazer de bom para a justificar. O que me deixa estupefacto é que a pirraça seja o critério para escolher quem vai dirigir o futebol profissional em Portugal. Já não lhes pedia respeito pelos adversários, não se envolvendo nos seus problemas internos – há uma ação de responsabilidade civil do Sporting contra Luís Duque. Bastava respeito pelos seus próprios clubes, que também dependem de uma boa gestão da Liga. Já não falo da ligação de Luís Duque ao BPN e a outros casos na justiça. Já não falo da sua “competência”, que a obra deixada no Sporting, alguma dela a caminho da justiça, bem exemplifica. Fico-me por isto: alguém que aceita este convite, feito para encabular o seu próprio clube, é capaz de não ser de confiança.

Parece que esta garotice ganhou novo ímpeto depois do banho de bola que o Porto levou no Dragão. É um bom resumo da última semana. No campo, o Sporting humilhou o Porto. Nos degradados corredores do poder, o Porto humilhou o Sporting. No campo, apesar de Maurício, o Sporting jogou, e contra o Schalke. No lugar do quinto árbitro russo, inventou-se, em favor da equipa patrocinada, tal como a UEFA, pela russa Gazprom, uma grande penalidade que não pode resultar de um erro de observação. Resposta que os sportinguistas devem dar a tudo isto? Irem ao estádio no domingo. Enchê-lo pacificamente para apoiar uma equipa que está a fazer uma grande época. Eles que fiquem com as secretarias. Os relvados são mais bonitos.".
(Daniel Oliveira, Verde na bola, in Record)


"Eles que fiquem com as secretarias. Os relvados são mais bonitos"! E nós preferimos os relvados! Só neles se demonstra a superioridade, ainda que a espaços, a ela não corresponda a vitória. Como aconteceu em Gelsenkirchen, mas isso é outra história, onde a secretaria poderá entrar ou não, mas quando entra, fá-lo com outro nome: PÂNTANO! Que nos rodeia! Aqui e lá fora!...

E depois ainda haverá por aí quem pense que é possível regenerar o futebol tuga, quando a "cartilha do corleone Platini" é tão bem interpretada em Portugal, por D. Bufas Corleone PdC e D. kadafi dos pneus?!.. 

Tenham mas é juízo nessas jubas !!!...

Leoninamente,
Até à próxima 

quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

Cedric?! Mais 30 milhões! É pegar ou largar!!!



No prosseguimento do post anterior e também segundo o que aqui aparece reportado - o Record parece ter recuperado a forma do início da época! -, Cédric Soares será um dos alvos preferenciais do Bayer Leverkusen já no mercado de Inverno.

A exibição do jovem internacional português, outra das pérolas da nossa Academia, na noite de Gelsenkirchen e há muito seguido por Roger Schmidt, técnico do emblema alemão, ter-lhe-à voltado a chamar a atenção, muito particularmente a régua e o esquadro que Cedric terá usado para colocar a bola na cabeça de Adrien no golo do empate leonino! E como com esta gente, dinheiro nunca será problema, Bruno de Carvalho que se cuide!

Pois é! Lá terão de ser mais 30 milhões e não se fala mais nisso! É pegar ou largar!!!...

Leoninamente,
Até á próxima

Carrillo?! São 30 milhões! É pegar ou largar!!!...



Pois é, todos conhecemos o perfil da grande maioria dos "ricaços", cuja riqueza poderá ter sido consequência de tudo, menos do trabalho! Todos aqueles a quem não custou a ganhar o património que ostentam, sem pudor ou respeito por quem muitas vezes para ele contribuiu, invariavelmente julgam poder comprar tudo o que lhes aprouver. Até a dignidade alheia!...

Ao que por aqui é reportado, o Schalke 04 deverá ser o exemplo paradigmático do que acabo de dizer:  eles estão, "há muito", atentos a Carrillo, que lhes terá "aguçado a cobiça" com a exibição conseguida em Gelsenkirchen.

Pois é! São 30 milhões e não se fala mais nisso! É pegar ou largar!!!...

Leoninamente,
Até á próxima

A corrupção e o futebol, "comme d'habitude" !!!...



LÁ POR FORA

Impensável há algum tempo atrás,  o que estará a acontecer na Europa do futebol, varrida por uma inusitada vaga de indignação, consequência da vergonhosa actuação da equipa de arbitragem russa designada para Gelsenkirchen e cujas ondas de choque parecem estar a desabar todas, sobre uma única e controversa figura: Michel Platini.

"A UEFA não respondeu quando este jornalista perguntou se há ou não um conflito de interesses por ter equipas patrocinadas pela Gazprom num torneio que é também patrocinado pela mesma empresa. E também não respondeu à questão se está ou não preocupada com as acusações decorrentes deste relacionamento. [...]

É evidente que houve dinheiros, que houve condicionamentos dos árbitros, isto não pode ser. Um árbitro russo a apitar um jogo em que uma das equipas é patrocinada por uma das companhias com mais dinheiro do seu país... O Jonathan (Silva) tinha a marca da bolada na cara (no lance que o árbitro considerou penálti)! É uma pouca vergonha. Assim não se pode aceitar. [...]

Enquanto isso,o Sporting fica com um ponto em três jogos e parece condenado a ser eliminado, enquanto Schalke 04 e Chelsea, acidentalmente, também patrocinado pela Gazprom, assumem o controle do Grupo G."

CÁ DENTRO

Entretanto, nós por cá, como diria um cantor famoso dos anos 60, continuamos "comme d'habitude", quiçá até que os deuses chamem a si os "tristes e pobres" protagonistas de hoje, amanhã desaparecidos da memória de todos, destino fatal e inexorável dos estúpidos e incapazes de compreender quão limitados serão sempre os seus horizontes!...

"Nada a dizer sobre o que disse Jesus. Aliás, vai demorar alguns anos até que eu, quando estou a ouvir Jorge Jesus, me esqueça das palavras 'limpinho, limpinho'."

"Vi as queixas de Jorge Jesus, mas para termos um futebol forte precisamos de ter visão. O problema reside na falta de estratégia presente no futebol português e isso não permite estarmos tão bem defendidos como poderíamos estar..."

"Falta estratégia no futebol português e enquanto assim for não estaremos tão bem servidos como se tivéssemos um rumo. Enquanto estivermos preocupados com as quintinhas de cada um vai ser mais difícil para o futebol português. [...]

O Sporting não se importa de sentar seja com quem for. Tentámos há uns meses atrás fazê-lo com todos os cubes, para falar de futebol. Houve uma série de clubes que não o quiseram, mas o Sporting ainda está disponível."

"Luís Duque? O Sporting já teceu a sua opinião e temos coisas mais interessantes para discutir. Estamos mais interessados nas propostas e em pegar nos bons exemplos, como o Sporting, e apresentar um programa vasto. Nós chegámos numa situação complicada, com quase 500 milhões de euros de dívidas, e encontrámos um caminho a seguir, o mesmo pode suceder com a Liga. O mais importante não é quem irá presidir a Liga, mas a política que o organismo terá de seguir. [...]

Aquilo que espero há um ano e meio é que os clubes um dia tenham a capacidade de pensar no futebol e colocarem de lado rivalidades. O Sporting esteve sempre disponível para isso e para discutir o futebol."
(Bruno de Carvalho, in A Bola)

Segundo o noticiado e à margem de um encontro com o Sindicato dos Jogadores e a APAF, o Presidente do Sporting Clube de Portugal, terá posto termo a um inusitado, embora curto, período de silêncio!

De aplaudir este novo registo de Bruno de Carvalho que, "comme d'habitude", voltará a ser ignorado pelos destinatários. Porém, "água mole em pedra dura..." !...

E que já era hora de abandonar o estafado registo anterior, lá isso era!... 

No meio da eloquência do silêncio, quanto mais curtas, pensadas e assertivas forem as palavras, maiores serão o impacto e, claro, as consequências!...

"Comme, malheureusement, il n'est pas d'habitude" !!!...

Leoninamente,
Até à próxima

O pecado capital de Maurício !...



Ainda não refeito do violento soco no estômago desferido por Maurício no jogo de Gelsenkirchen e intrigado com os sucessivos desvios temperamentais de um jogador cujas virtudes sempre apreciei desde que chegou a Alvalade, despertou-me a atenção um artigo publicado em MaisFutebol, da autoria de Sérgio Pereira, que refere a opinião de Jorginho, treinador brasileiro que o conhece como poucos desde os tempos das camadas jovens do Palmeiras, que foi o responsável pela sua subida à equipa principal do clube e que mais tarde viria a encontrar de novo na Portuguesa. 

Reproduzo a seguir em diversos parágrafos, a radiografia de Jorginho sobre o nosso central, capaz de alternar o melhor com o pior, de subir aos céus para se precipitar logo de seguida no inferno da nossa decepção:

"Quando o conheci, nos juniores do Palmeiras, era um miúdo rápido, sempre muito voluntarioso e com uma atitude fantástica em campo. Era muito forte nas bolas aéreas. Depois subiu aos seniores e manteve essas virtudes, às quais acrescentou algumas outras coisas, como a experiência. [...]

Mas a verdade é que ele tem momentos em que pensa que é melhor do que é. Ele tem uma confiança exacerbada. Há muitas coisas que podia fazer simples e quer fazer em grande estilo, podia aguentar, cobrir, e ele quer ir imediatamente à bola. [...] 

Ele é vaidoso, isso não posso mentir. Fora de campo, sempre muito preocupado com o aspecto, com o cabelo, com o gel, mas também dentro de campo. Tenta em demasia passar uma boa imagem, preocupa-se mais com o que as pessoas pensam nas bancadas em relação a ele do que com ser simples e discreto. [...] 

Precisa de amadurecer nesse sentido. Ele tem qualidade, mas é necessário melhorar nisso. Nós discutíamos muito isso com ele. Por vezes ele fazia um jogo perfeito e depois num lance comprometia tudo e prejudicava a equipa.[...] 

Nessa altura, na sequência de longas conversas nos treinos e nos balneários, que incluíam muitas interrupções durante os treinos e visionamento de vídeos em particular, Maurício acabou por melhorar. [...]

Esse é um problema solucionável. É uma questão de falar muito com ele, de lhe exigir e tirar de dentro dele esse defeito com muita conversa. [...] 

Muitas vezes insistia com ele sobre como fazer, repetia-lhe que não precisa de complicar, de arriscar e colocar a equipa em risco. [...]

É uma questão de não desistir de Maurício: arriscar, não ser simples, cometer erros desnecessários é uma vertigem que o acompanha há muito e tem de ser controlada. Até porque ele tem apenas 26 anos acabados de fazer e concentra em si uma qualidade que é fundamental num jogador: é muito trabalhador! Um enorme profissional. Era sempre dos primeiros a chegar e dos últimos a sair, treinava mesmo depois de terminar a sessão, queria ser cada vez melhor. Essa qualidade tornou Maurício um central predilecto para mim. [...) 

Estou a torcer pelo Maurício. Ele vai dar certo aí em Portugal."

Afinal, o "pecado" de Maurício do Nascimento será apenas e tão só... A VAIDADE! Marco Silva saberá melhor que ninguém como pôr termo a esse "pecado capital", mas arriscar-me-ia a dizer que a cura terá de passar, necessariamente, pelo banco, embora de forma indirecta e, rigorosamente, controlada.

Marco Silva, sob pena de se ver obrigado a, cedo ou tarde, ter de deixar de contar com ele, terá de lhe colocar de forma dura e inflexível, as duas únicas opções que lhe restam aos 26 anos: ou a sua vaidade, ou a equipa  e por conseguinte o Sporting.  Que administre como quiser o seu temperamento egocêntrico, mas imediatamente a seguir ao primeiro amarelo, sentar-se-à no banco e descalçará as botas, sendo óbvio que apenas regressará de novo à titularidade a espaços cada vez mais longos, decorrentes da gravidade das reincidências, arriscando, no limite, a saída no final da época.

Acredito, depois de ter tomado conhecimento da opinião abalizada de Jorginho, que a Marco Silva, por muito que admire o espírito guerreiro e a dedicação de Maurício, não restará outra alternativa.

Leoninamente,
Até à próxima

Qual é o símbolo da Democracia ?!...


(Jorge) Qual o símbolo da Democracia? Será este aqui acima?!...

(Luís) Não! Não me parece que a malta de hoje ligue muito às "pedras do passado"! Que se lixem as pedras! A malta quer é... adrenalina!...

(Júlio) Bom, então se malta se está marimbando para as pedras e o que quer é adrenalina, o símbolo da democracia, cá no nosso cantinho tuga, também não será, nem o PS, muito menos o PSD ou o CDS, o PCP e o BE também não, e então do REI, nem se fala!...

(Tiago) Só se for o Sporting, ou o Benfica ou mesmo, fechando os olhos e principalmente o nariz, o Porto! Mas um símbolo da Democracia, terá de conter em si uma linha de equilíbrio, coisa muito difícil em clubes de futebol, logo, esses também não...

(Jorge) Cala-te "murcon", não venhas para aqui armado em bom samaritano, carago. A minha garina disse-me há dias que símbolo, símbolo a sério, da Democracia, só pode ser ...     

 
  

        ... o FIO DENTAL ?!...

(António) Pois é carago! É que ele separa a nádega esquerda, da nádega direita, protege o centro, faz mudar o ponto de vista de cada um e até consegue unificar o povo!...

(Júlio) Mas terá um grande inconveniente, é como qualquer negociação: se puxarmos de mais, espeta-se no c... 

(Luís) Então mas será que não conseguiremos reunir um consenso para estabelecer um símbolo para a Democarcia?! Bora lá gente! Se afastarmos da decisão, todos os que pensarem diferente de nós, a coisa consegue-se!...

(Jorge) Então, bamos a isso murcons! Que se lixem "esses que tais"!... E que me dizem a este?...
  



(Luís) Ora aí está, finalmente uma excelente solução! E até nem serão precisos quaisquer outros candidatos. CANDIDATO ÚNICO, até que nem será uma solução que não tenha sido testada, com resultados muito recomendáveis, por todo esse mundo de Cristo. Lá em casa já a experimentei e não me dei nada mal...

(Júlio) E será verdadeiramente democrática?! E fiável?!...

(Jorge) Ai dele! Ai dele!!!...

Leoninamente,
Até á próxina
       

quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

Tenham mas é juízo nessas jubas !!!...


"... Face aos acontecimentos do jogo da Liga dos Campeões que opôs a nossa equipa frente ao Schalke 04, a Sporting SAD decidiu apresentar um protesto junto da UEFA."

Obviamente que o protesto junto da UEFA, parecerá a todos os sportinguistas o único caminho que restaria ao Sporting e que seria naturalmente exigível. Mas que ninguém ouse sequer pensar em esperar de pé, que do senhor Platini possa alguma vez vir outra resposta que não seja remeter para as incidências próprias do futebol, os acontecimentos ontem verificados em Gelsenkirchen.

Tudo estaria programado ao pormenor, até ao imprevisto golo de Nani aos 16 minutos! Aquilo não estava planeado e o senhor Karasev demorou apenas 4 minutos a reagir com a amostragem do primeiro cartão amarelo a Maurício e concluiu o seu "trabalhinho" poucos minutos depois com novo amarelo e expulsão. O resultado surgiu espontaneamente logo a seguir: golo de Obasi, com Patrício ainda a pensar na expulsão do companheiro.

Depois e ainda antes do intervalo, mesmo com a saída de João Mário, para Saar poder recompôr a defesa, como as coisas não atavam nem desatavam para os alemães, Cedric levou novo amarelo para "acalmar" e ficar condicionado para a segunda parte. Bom trabalho do senhor Karasev, que naturalmente nem sequer pensou em usar o mesmo critério para com os alemães.

Na segunda parte, teria constituído uma violação infame ao "tratado", assinalar o fora de jogo e a carga sobre Jonathan aos 51 minutos por parte de Huntelaar e inavalidar aquele golinho aos "boches". E a saga prosseguiu cinco minutos depois, com mais um "amarelinho" a Nani, continuando os "amigos alemães" com zero cartões, obviamente. E quatro minutos depois, o senhor Karasev pôde descansar com mais uma "distracção" de Sarr a permitir o 3-1 a Höwedes.

O pior é que o Sporting parecia estar disposto a pulverizar o "descanso" do senhor Karasev e em pouco mais de dez minutos Adrien leva os leões ao empate. E as coisas ficaram muito complicadas para o "karaças" russo do apito. Com os alemães a continuarem, tal como combinado, sem amarelos, seria uma grande bronca se a qualquer leão fosse mostrado o quinto. Mas continuavam a jogar como se estivessem a jogar contra onze. Coisas de alemães, fartos de saber que no fim ganha a Alemanha.

Faltava muito pouco tempo para o final, quando Kasarev terá dito pelo sistema de comunicação entre os russos, para o pobre do árbitro junto da baliza de Patrício, "Eh pá 'tou enrascado, vê lá se dás uma ajudinha"! E o "mexenacova" terá dito, "O.K. chefe"! E zás, é penálti porque o Jonathan não tinha nada que cortar a bola com as fuças, salvo seja.

O resto sabem bem todos os sportinguistas. E se sabem, o que é estavam à espera que a Sporting SAD fizesse?! Agora, uma coisa é sentarem-se como eu, confortavelmente no sofá, cheios de fé que o leão Leonardo nos dê, mesmo longe, mais uma alegria, outra bem diferente será ficarem por aí especados, de pé, à espera que o Platini, castigue os russos ou, mais terrífico ainda, mande repetir o jogo!...

Tenham mas é juízo nessas jubas !!!... 

Leoninamente, 
Até à próxima

Vitali Meshkov, o ladrão, precisa que lhe façam a folha !...



Aos 51 minutos, Huntelaar comete duas infrações no lance do segundo golo: parte fora-de-jogo e carrega Jonathan pelas costas. Vitali Meshkov estaria entretido a apreciar a beleza do equipamento de Patrício...

A um minuto do final da partida, o mesmo árbitro de baliza, transforma uma bola na cara de Jonathan em penálti a favor do Schalke. Di Matteo nem teve coragem de festejar...

Consta que Platini lhe vai retirar as insígnias da FIFA! Pois não?!...

Era tão giro que ele um dia fosse designado para arbitrar um jogo em Portugal! Pois era?!...


Leoninamente,
Até á próxima

Apetece mandá-los para o KARA...SEV !!!...



Palavras para quê?!... São artistas russos da Gazprom! Ei-los:

Árbitro: Sergei Karasev
Assistentes: Anton Averianov e Tikhon Kalugin
Quarto árbitro: Nicolai Golubev
Árbitros de baliza: Aleksei Nikolaev e Vitali Meshkov


Apetece mandá-los todos para o... KARA...SEV !!!...

Leoninamente,
Até á próxima

terça-feira, 21 de Outubro de 2014

Heróis, orgulho, obrigado !...


Nós portugueses, somos pequeninos e pobrezinhos! E o Sporting é de Portugal, país que vale ZERO a nível das mais altas instâncias, no contexto do futebol europeu e mundial! Só a Gazprom, patrocinador oficial do Schalke 04, facilmente obtém lucros anuais muito próximos do resgate solicitado por Portugal à Troika em 2011. Fácil se torna por isso adivinhar porque foi nomeada uma equipa de arbitragem russa para dirigir o encontro desta noite, sendo a avaliação da sua prestação, um mero exercício de ingénuo, platónico e estúpido amor ao preciosismo. Não adiantará por isso, chorar sobre leite derramado.

Rui Patrício não me pareceu muito feliz, quer no lance do primeiro golo, quer na precipitação revelada no penalti decisivo. Maurício, depois do primeiro amarelo que lhe fora "concedido", terá revelado um coeficiente de discernimento incrivelmente baixo para poder actuar numa prova desta natureza. Tendo sido claramente a razão primeira de o Sporting não ter regressado a Portugal com os três pontos, não sei se não terá fechado definitivamente a porta da titularidade. Todos sabemos que dá o que tem e o que não tem, mas há muito que deveria ter aprendido que não pode prejudicar deste modo a sua equipa.

Mas para todos os leões que estiveram no Arena AufSchalke, apenas estas três e simples palavras: HERÓIS, ORGULHO, OBRIGADO!...

Agora, é preciso deitar este imenso sabor a injustiça trazido da Alemanha, para trás das costas e voltar ao vosso trabalho! Domingo em Alvalade é preciso prosseguir a saga fantástica que perseguem. Tapem os ouvidos ao ruído exterior e façam apenas aquilo que em Portugal, nenhuma outra equipa faz tão bem como vocês!...

Leoninamente,
Até à próxima

PUBLICIDADE