domingo, 23 de julho de 2017

"É importante que as autoridades mantenham a vigilância sobre os que ficam"!...


"A QUEDA DOS PODEROSOS"

Duma crónica/placebo da sua rubrica "Off the record" que o jornalista(?) Luís Aguilar hoje publica no jornal Record (LINK), destaco duas das ideias-chave a que recorreu, quiçá na "encartilhada" vã tentativa de contribuir para o avolumar do denso nevoeiro que vai permitindo encobrir a "pouca vergonha" que paira sobre o futebol português neste Verão quente de 2017.

A primeira, quando recorre às palavras de João Havelange, antigo presidente da FIFA, que exprimirão bem o sentimento de muitos dos homens por esse mundo fora e por cá também, que governaram e governam, se perpetuaram e perpetuam, se governaram e governam no e do futebol: "Posso falar com um presidente. Eles têm o seu poder e eu tenho o meu: o poder do futebol, que é o maior poder de todos."

A segunda, será aquela com que remata a sua crónica e que não resisti a trazê-la para aqui, quanto mais não seja para memória futura, quando algum dia por cá o nevoeiro se dissipar, se porventura alguma vez tivermos essa suprema felicidade: "É certo que alguns (homens do futebol) caíram, mas outros continuam a ter influência e deixaram alunos em posições de destaque. Uns podem sair, mas é importante que as autoridades mantenham a vigilância sobre os que ficam."

Nós por cá, neste jardim mal plantado à beira do mar, se não suplantarmos o "engenho e a arte" dos tristes exemplos do futebol global, com uma substancial margem de certeza não lhes ficaremos muito atrás. E muito provavelmente, nem Luís Aguilar terá tido a exacta noção da verdadeira dimensão da assertividade dessas suas palavras...

"É importante que as autoridades mantenham a vigilância sobre os que ficam"!...

Leoninamente,
Até à próxima

O Sporting foi o campeão de compras e os outros de vendas!...


LEÃO PARECEU UMA EQUIPA

«Um Sporting com mais pernas, personalizado e com toques de classe venceu ontem o poderoso Monaco de Leonardo Jardim e deixou os adeptos presentes em Alvalade de água na boca. Nem a vitória coloca a equipa nos píncaros, nem as derrotas anteriores significavam que os leões estavam afastados do título desejado, mas a verdade é que os triunfos melhoram o ambiente e houve muita gente a deixar boas indicações frente ao campeão francês. 

Na estreia, Acuña mostrou que não é um portento de técnica, mas um extremo guerreiro, que luta como poucos e tem definição nas bolas paradas. Cheira a reforço. Tivesse o compatriota Alan Ruiz metade da capacidade de luta e seria bem mais completo. Bruno Fernandes vai lutar com Adrien, a não ser que o médio abandone Alvalade. Com Patrício, William e Gelson, o Sporting é muito mais forte. Resta saber quem dos internacionais poderá ficar. Battaglia subiu muito em relação a jogos anteriores, mas a diferença de classe para William na posição existe. 

Muito mais maduro e compacto este leão onde Fábio Coentrão volta a parecer ele. Mathieu foi patrão, as peças encaixaram como nunca esta pré-temporada e o Monaco foi bem derrotado. Ontem o Sporting pareceu uma verdadeira equipa. E este é o melhor elogio a fazer nesta altura.»
(Bernardo Ribeiro, Saída de Campo, in Record)

Completamente de acordo com o remate final desta "Saída de Campo" de Bernardo Ribeiro: " Ontem o Sporting pareceu (finalmente!) uma equipa. E este é o melhor (e único) elogio a fazer nesta altura"! Atrever-me-ia a acrescentar algo mais, como simples e despretensioso adepto que sou, intercalando no seu texto o que deixei bem claro entre parêntesis, pelo facto de o jogo ter demonstrado aquilo que muitos adeptos já vinham expressando: o estágio na Suiça foi um mal desnecessário que já passou e é preciso enterrar rapidamente e bem fundo, e a última coisa que a vitória sobre os monegascos deverá determinar será qualquer tipo de euforia, por mais desprezível e insignificante que seja.

Quanto aos reforços deixou também bem clara uma opinião que já vai reunindo adeptos na grande nação leonina: classe, classe na verdadeira acepção que a palavra nos oferece, talvez a possamos vir a confirmar em apenas um deles, mas o que ninguém será capaz de negar é que, com os novos reforços, este Sporting se apresentou "muito mais maduro e compacto" e o sorriso e a confiança de JJ serão disso mesmo reflexo. É que, infelizmente para o Sporting e pelos vistos para outros também, a classe cada vez custa mais milhões, que ninguém tem, embora alguns pretendam substituí-los, com a habitual jactância, por "balões de santo antónio" que a breve trecho se hão-de incendiar e despenhar, fazendo arder as "florestas de pernas e de penas" que por aí se vão pavoneando!...

Poucas ou nenhumas dúvidas terão, hoje por hoje, os adeptos do futebol em geral, sobre as estratégias a que a nua e crua realidade financeira obrigou neste atípico defeso os nossos dois eternos rivais candidatos ao título: vender, vender a todo o custo e por qualquer preço, algum do talento que ainda existia nas suas fileiras e vestir depois para "papalvo ver", o camuflado pintalgado de compras na "feira da ladra", factos indesmentíveis que só os néscios não serão capazes de constatar e que apenas o Sporting, pelo menos até ao momento, não se viu obrigado a copiar, porque nem as metas do "fairplay" o exigem, nem os passivos surreais o impõem!...

E os factos indesmentíveis e incontornáveis aí estão para o provar: até agora...

O Sporting foi o campeão de compras e os outros de vendas!...

Leoninamente,
Até à próxima

Nem os "melhores do mundo e arredores" se safam!...


Acontece a todos, afinal!...

Nem os "melhores do mundo e arredores" se safam!...

Leoninamente,
Até à próxima

Poderão os exorcistas continuar a receber emails?!...



Quantos golos já foram validados em situações ainda mais "abençoadas" do que esta?! Quantos títulos "caíram dos céus aos trambolhões" em "santas eucaristias" rezadas por "padres de tal paróquia", enquanto entre os fiéis, uns batiam com as mãos no peito e outros arrepelavam os cabelos, como que possuídos pelo demónio?! Sem que alguma vez alguém ousasse falar em exorcismo?!...

Finalmente, os "bispos" autorizaram o "exorcismo" e os diabos tremeram nas profundezas dos infernos, sabendo que a partir de agora, não sendo impossível, já não possuirão com tanta facilidade os "espíritos mais fracos"!...

Mas subsistirá por muito tempo ainda, no seio da comunidade dos crentes, uma dúvida terrível e atroz, acerca das capacidades tecnológicas instaladas nas "carrinhas VAR"...




Poderão os exorcistas continuar a receber emails?!...

Leoninamente,
Até à próxima

sábado, 22 de julho de 2017

Ó Mister, o Desportivo das Aves é já no dia 6, lembra-se?!...



«Já tínhamos saudades de casa. Temos melhores e espectaculares condições de trabalho, relvado espectacular, adeptos espectaculares e agora só falta arranjar uma equipa espectacular!»

Ó Mister, o Desportivo das Aves é já no dia 6, lembra-se?!...

Leoninamente,
Até à próxima

Valeu a pena ver o abraço de Jardim e Jesus!...



Um jogo entretido que mostrou um Mónaco já pronto para o primeiro embate do "championat" na semana que vem e um Sporting a revelar-se na primeira hora de jogo - enquanto JJ não procedeu às substituições - a caminho de ser uma equipa, bem diferente da amálgama de jogadores que vimos na Suiça. 

O empate seria o resultado mais justo mas a eficácia leonina conseguiu, ainda na primeira parte, uma vantagem de dois golos que apenas seria reduzida no final e já em tempo de compensação, com um erro infantil que poderá abanar a posição de Tobias Figueiredo no plantel. Espero que o moço apenas abane...

Marcos Acuña parece ter pegado de estaca nesta equipa e no coração dos adeptos, enquanto Daniel Podence poderá estar a caminho da titularidade e Bruno Fernandes afirmou, muito alto e em bom som, estar na disposição de provocar uma forte dor de cabeça a JJ.

Na defesa parecem ter resultado os puxões de orelhas de JJ, enquanto que Gelson dá ideia de não ter perdido nem uma grama do gás da época passada e Bas Dost já começou a colocar as bancadas de Alvalade a ensaiar o seu cântico preferido!...

Espectacular "goleada" do vídeo-árbitro, em termos de "verdade desportiva"! Se fosse possível vermos na Liga o que vimos hoje em Alvalade, devagar, devagarinho, os estádios voltariam a encher todos os fins-de-semana!...

Valeu a pena ver o abraço de Jardim e Jesus!...

Leoninamente,
Até à próxima 

Aguarda-se a confirmação!...


Segundo está a ser avançado ao longo de todo o dia de hoje pela generalidade dos meios de comunicação ligados ao futebol, o Sporting estará a procurar satisfazer mais um desejo de Jorge Jesus, depois deste ter identificado no estágio da Suiça a lateral direita da defesa como posição a reforçar.

Tratar-se-à de Dimitri Foulquier, lateral-direito dos espanhóis do Granada, estando neste momento em cima da mesa a cedência do jogador num negócio que contemplará a opção de compra pelo Sporting no final da época por um valor que rondará os 2,5 milhões de euros. O negócio ainda não está finalizado, mas parece existir já uma base de entendimento entre as partes para que o jogador francês, de 24 anos, 1.83/78 kgs, , formado no Rennes e habituado a evoluir também na lateral esquerda e que defendeu nas últimas quatro épocas as cores daquele clube espanhol em 98 jogos, possa chegar a Alvalade.

Aguarda-se a confirmação!...

Leoninamente,
Até à próxima

Continua muito lerdo para o meu gosto!...


Porque de mal-entendidos andará o mundo inteiro cheio e farto, volto pela última vez ao nojento caso do "vocês sabem do que eu estou a falar", apenas para "desanimar" alguns sportinguistas que julgaram ver nas minhas severas críticas a Bruno de Carvalho, na famigerada entrevista que em má hora entendeu dar à Sporting TV e muito particularmente sobre esta tão nauseabunda matéria, um velado "agreement" a toda a bilis que, sem surpresa para mim, a criatura tem expelido sobre o Presidente de uma instituição que lhe deveria merecer o mais profundo respeito.

E volto apenas para dizer, que na dita entrevista e quando o entrevistador lhe colocou tão nojento assunto, Bruno de Carvalho apenas deveria ter dito:

O comportamento recente desse senhor já se me afigura suficientemente elucidativo sobre a sua pessoa e o seu carácter! Nesta conformidade, nem mais uma palavra entendo dever dizer!...

Infelizmente, o Presidente do Sporting Clube de Portugal, provavelmente pelo tamanho do seu "proeminente umbigo" e pelo incorrigível "nervoso miudinho" de que padece na sua prolixa língua...

Continua muito lerdo para o meu gosto!...

Leoninamente,
Até à próxima

Nem o maior mentecapto dos "cabos de esquadra"!...


LEÃO PROCURA IDENTIDADE

«O Sporting joga hoje a apresentação aos sócios frente a um adversário temível e a um treinador que bem conhece: Leonardo Jardim. É contra a poderosa equipa francesa que a formação de Jorge Jesus procura uma nova identidade. Após uma primeira época em que jogou um futebol fantástico, na temporada passada o leão foi uma decepção. Tendo investido muito mais do que era habitual em Alvalade a cada defeso e contratando sempre vários ‘reforços’, ao Sporting tem faltado a estabilidade e continuidade que facilita o trabalho de quem joga sempre para ganhar.

São muitos jogadores que não conhecem o clube, homens que não dominam a liga portuguesa e cuja adaptação por vezes falha ou demora. Transformar tudo isto num grupo ganhador é o desafio de JJ. Também é por isso que é o treinador mais bem pago do país. Só que também falha.

Lamentável a troca de argumentos entre Octávio Machado e Bruno de Carvalho numa altura em que o Sporting devia estar focado exclusivamente na preparação da época. O primeiro parece ter dificuldades em sair de um local de bem com a vida, o segundo dá demasiada importância a um funcionário que diz ter sido terceira escolha e a quem os desejos de boa sorte para o futuro tinham sido, não só mais eficientes, como mais do que suficientes. Já chega.»
(Bernardo Ribeiro, Saída de Campo, in Record)

Subscrevo inteiramente esta crónica de Bernardo Ribeiro em todas as vertentes abordadas, muito especialmente a matéria incluída no último parágrafo.

Paulo Bento, se outras coisas não deixou em Alvalade, a mensagem de tranquilidade seria suficiente para caracterizar aquilo que qualquer clube precisa como de pão para a boca e para a alma, para que possa alcançar o êxito. Mas Bruno de Carvalho, a caminho de cinco anos em Alvalade, ainda não foi capaz de compreender que pode muito bem ter dado quase tudo ao Clube, excepto naquilo que se refere a tranquilidade, que o mesmo será dizer, como acentua e bem BR, "estabilidade e continuidade"!...

Não há clube nenhum no mundo que seja capaz de resistir à "patológica intensidade" dos golpes "desestabilizadores" com que Bruno de Carvalho tem presenteado o Sporting ao longo de todo o tempo que já leva em Alvalade. E quando do exterior, em todos os quadrantes e sublinho, "todos os quadrantes", começam a tornar-se evidentes o silêncio e o desprezo com que é recebida a sua ininterrupta, sistemática e patológica truculência, é desesperante assistir a que a sua bússula, à falta de oposição externa, se dirija para as nossas próprias entranhas, como o exemplo paradigmático da actualidade, com Octávio Machado no centro do furacão. E não poderia Bruno de Carvalho ter escolhido melhor alvo, o que demonstra que duas épocas de convívio quase diário não lhe terão sido suficientes para conhecer a "peça" e para se consciencializar de que com ela, e falo da "peça", jamais ficará a ganhar, seja qual for o confronto. Até Pinto da Costa fugiu dessas batalhas como o diabo da cruz e como todo e qualquer humano foge das vespas!...

E quando técnicos, jogadores e adeptos, cerrando os dentes, se preparam para o "tiro de partida" de mais uma época, desta vez decisiva em mais vertentes do que alguma vez seria suposto, depois de um esforço financeiro que ultrapassará porventura o limiar das nossas capacidades e possibilidades, eis que Bruno de Carvalho volta a parecer não estar bem com a roupa que tem vestida e, "napoleónica ou hitlerianamente", em menos tempo do que demora a dizê-lo, procurou, procurou e acabou por encontrar a sua "rússia", a sua "stalinegrado", sem se dar conta de que terá, muito provavelmente, encontrado o cemitério para novo funeral das ilusões de toda a nação sportinguista...

Nem o maior mentecapto dos "cabos de esquadra"!...

Leoninamente,
Até à próxima

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Ser recordado como um vulgar "narciso", ou como um grande Presidente do Sporting?!...



De Leopoldo de Almeida e Auguste Rodin só os néscios discutirão o talento! Dois artistas que a escultura imortalizou e cujas obras semeadas pelo mundo definirão para sempre a pequenez ou grandeza dos mundos que cada um, com a imperfeição própria da sua condição, foi capaz de criar.


Entre o modernismo de Almeida e o realismo de Rodin, nas duas obras provavelmente mais carismáticas que produziram, significativamente com o mesmo título de "O Pensador", balançará a sensibilidade de cada observador. Mas a força que cada um deles imprimiu ao produto do seu talento, será sempre significativamente diferente: uma deslumbrará, outra arrebatará e ninguém impedirá de ser eterna!...



De Bruno de Carvalho e João Rocha só os néscios discutirão o sportinguismo! Dois dos presidentes provavelmente mais carismáticos num passado recente e repetidamente sufragados pela grande nação leonina, a comparação entre ambos resultará todavia num exercício muito difícil para todo e qualquer estudioso que a tal se abalance, até porque um já partiu e deixou obra feita e muita saudade, e ao outro, como diria Eduardo Galeano, o horizonte vai fugindo dez passos, por cada dez passos que vai conseguindo dar. E por mais que caminhe, jamais alcançará o horizonte. Perguntará então alguém, confortavelmente instalado no seu camarote, para que lhe serve a utopia?  Pois será preciso que Bruno de Carvalho rapidamente se dê conta, de que toda a utopia que o envolve servirá exactamente para isso: para que não deixe de caminhar.

Porém, no meu modesto entender, estará na hora de Bruno de Carvalho, um homem inteligente e determinado, colocar a si próprio a questão de saber se a sua caminhada se estará a fazer pelos caminhos mais recomendados e se, sem esquecer o quão efémera e passageira é a vida de cada um de nós, desejará amanhã, na hora de fazer o balanço desta sua passagem pelo mundo...

Ser recordado como um vulgar "narciso", ou como um grande Presidente do Sporting?!...

Leoninamente,
Até à próxima

PUBLICIDADE