terça-feira, 7 de julho de 2015

Bryan Ruiz, uma contratação importante e que sempre julgámos impossível!...



E aí está o armador há tanto desejado em Alvalade: Bryan Ruiz, internacional e capitão da selecção costa-riquenha! O Sporting acaba de confirmar a segunda contratação da época no site oficial do Clube, por três épocas e com uma cláusula de rescisão de 60 milhões de euros.


Segundo o que vinha sendo avançado por diferentes orgãos de CS nacionais e internacionais, o Sporting terá pago ao Fulham pela totalidade do passe uma verba próxima de 1 milhão de euros, desconhecendo-se o salário acordado com o jogador, que se encontra a disputar a Gold Cup pela selecção do seu país.

A chegada do jogador a Portugal, estará naturalmente dependente da carreira da selecção da Costa Rica na competição norte-americana, mas é previsível que apenas venha a acontecer no final de Julho.

Uma contratação importante e que sempre julgámos impossível!...

Leoninamente,
Até à próxima

Tudo farinha do mesmo saco!...



"A forma como o Benfica deixou a última AG, indignado com a maneira como FC Porto e Sporting avançaram com a proposta de sorteio dos árbitros (que acabaria por ser aprovada), abrindo um ambiente de grande tensão, não parece ter tido grandes consequências no que respeita às relações entre dragões e águias.

Isto porque durante a AG desta terça-feira Luís Filipe Vieira, presidente encarnado, e Antero Henrique, CEO dos portistas, foram vistos a conversar em tom bem-disposto, um sinal de que as relações poderão não estar assim tão tensas.

Antes disso, os responsáveis do Benfica e do FC Porto almoçaram juntos, tendo a companhia de Domingos Soares Oliveira (administrador da SAD encarnada) e Daniel Oliveira (advogado dos portistas). À mesma mesa, sentaram-se ainda Júlio Mendes, António Salvador e Luís Duque, presidentes de V. Guimarães, Sp. Braga e da Liga, respectivamente.

Tudo farinha do mesmo saco! Bem pode o Sporting contratar o "belfodil"!...

E não há polícia neste país?!...

Leoninamente,
Até à próxima

E não há polícia neste país?!...


"O avançado formado no Seixal tem à sua espera um contrato de cinco temporadas e irá reencontrar no emblema da Ligue 1 o antigo companheiro de Benfica, Bernardo Silva. A oficialização do negócio a envolver o jogador que alinhou cedido ao Deportivo na última época, está dependente do acerto de detalhes com o próprio Ivan Cavaleiro."


Quinze + quinze + quinze + quinze!... Quinze(inho) vem à mamã, que o "papá" mendes está a chamar!...

E não há polícia neste país?!...

Leoninamente, 
Até á próxima

Um amor de perdição!...


Com quase uma semana de trabalho na Academia, o sentimento generalizado que se recolhe nas mais variadas fontes de opinião, aponta para que o leque de escolhas de Jorge Jesus se tenha vindo a alargar de treino para treino, reduzindo a pó a estafada mistificação de que para o agora técnico leonino, os talentos da formação precisavam de nascer dez vezes!...

Começa assim a confirmar-se que haverá formações e formações, pese embora o "magnifico" trabalho de propaganda desenvolvido nos locais que sabemos. E ainda agora a procissão vai no adro. Quando chegarem os "sete magníficos de Praga", então é que a porca torcerá o rabo e lá terá Jorge Jesus de recorrer às farmácias para debelar as fortes dores de cabeça. Mas serão dores abençoadas, pelo menos para ele e que todo o admirável universo leonino não se importará de partilhar.

Será de presumir como cuidadosa, a sua afirmação na primeira entrevista como treinador do Sporting, de que as necessidades leoninas no que concerne a contratações no exterior, cairiam num intervalo entre 5 e 3. E esse cuidado derivará da diferença entre a ideia inicial que Jorge Jesus trazia do exterior e a agradável realidade com que estará a ser confrontado desde o arranque dos treinos em Alcochete.

Nesta condição as contratações acabarão por reduzir-se, muito provavelmente, ao mínimo que apontou, pesem embora todas as especulações que diariamente nos caem em cima, a menos que se venham a verificar inesperadas saídas ditadas pelas incontornáveis leis do mercado.

Já o afirmava Jesualdo Ferreira a quando da sua passagem pelo Sporting, saberá ele com que razão:

Os meninos da Academia Sporting serão mesmo... "um amor de perdição"!...

Leoninamente,
Até á próxima

São os loucos de Portugal, de leão rampante sobre o peito!...




Jorge Jesus, Octávio Machado, Manuel Fernandes e Bruno de Carvalho, serão os "nossos loucos de Lisboa, que nos fazem duvidar, que a Terra gira ao contrário e os rios nascem no mar"!...

Sim, será de loucos pensar em desafiar todos os répteis que se acolhem no pantanal da desilusão em que se transformou o futebol português! Só uma poderosa dose de loucura poderia fazer germinar tamanho e impossível sonho, porque a Terra sempre há-de girar como gira e os rios nunca nascerão no mar!...

Mas "eles não sabem nem sonham, que o sonho comanda a vida, que sempre que um homem sonha, o mundo pula e avança, como bola colorida entre as mãos de uma criança".

E não é pecado nenhum que a loucura e o sonho desses quatro leões se transmita a todo o fantástico universo leonino e que até os "velhos do Restelo" comecem a duvidar do seu próprio cepticismo e, timidamente, quase sem que se dê por isso, também permitam que lhes surja um brilhozinho nos olhos e se resolvam a levantar a bandeira verde e branca acima das suas cabeças!...

Passam os dias e nada nem ninguém consegue trazer a loucura e o sonho à razão que, ao contrário de agora, outrora se alimentava da chegada em catadupa de gente de estranhas paragens e talento duvidoso. Agora a esperança não vem de longe, já mora connosco e acompanha-nos em cada hora!...

São os loucos de Portugal, de leão rampante sobre o peito!...

Leoninamente,
Até à próxima 

Para que o Sporting possa continuar a colocar as suas barbas de molho!...



Pesada factura

"Há uma viragem evidente, esta época, na política de compras e vendas do FC Porto – mais nas compras do que nas vendas, frise-se –, embora os primeiros sinais, já visíveis, não sejam só de agora. Anteriormente, o clube comprava a bom preço e vendia caro, e se esta última situação se repete – veja-se os casos de Danilo e Jackson –, o mesmo já não acontece quando se trata de reforçar a equipa – o caso de Imbula é paradigmático do que acaba de ser dito e até surpreendente, mas o de Casillas também o é, a confirmar-se a sua vinda. Pinto da Costa não olha, pois, a meios para atingir os fins e tudo tem feito para que a sua equipa seja competitiva e disponha de todas as condições para recuperar o título.

É um facto que a gestão do negócio tem de ser assumida com algum risco, compreendendo-se, assim, a chegada de alguns novos jogadores quanto mais não seja para "agitar as águas" e para refrescar os objectivos, reforçar o ânimo e trazer algum novo élan, mas também se sabe muito bem que, hoje em dia, alguns dos negócios são perigosos, porque quer se queira ou não queira, goste-se ou não se goste a factura acabará sempre por aparecer lá mais para a frente e sobretudo em clubes que vivem momentos financeiros complicados, como é o caso de todos os clubes portugueses.

Se se compreende que o FCPorto venda como vende e de uma forma rentável, já custa a perceber como é que revela pujança financeira suficiente para comprar como compra, desembolsando 20 milhões de euros pelo médio Imbula – posição com mais opções – numa operação em que por força da nova lei assume por inteiro o investimento. O dragão volta a mexer com o mercado, assegurando qualidade ao seu plantel, mas já poucos duvidam de que não haja forte participação externa nas suas novas compras, numa época em que não pode voltar a falhar, e ainda para mais num clube que está a sentir na pele os efeitos da crise."
(Jorge Barbosa, Caderno de Apontamentos, in Record)


Uma crónica interessante de Jorge Barbosa, que convida à reflexão e ao refrear de alguma despropositada euforia que possa começar a desenvolver-se no universo leonino.

As quase antagónicas medidas adoptadas pelos nossos rivais directos, deverão na minha modesta opinião, condimentar todas as grandes decisões dos dirigentes leoninos, após rigorosa avaliação das razões que suportam semelhante dicotomia.

Para que o Sporting Clube de Portugal possa continuar a colocar, no tempo e no modo adequados, as suas barbas de molho!...

Leoninamente,
Até à próxima

Ultrapassar a "idade da inocência"!...


A aprovação na última Assembleia Geral da LPFP, da proposta apresentada pelo Sporting Clube de Portugal, para que a nomeação dos árbitros pelo CA da FPF possa vir a ser substituída por sorteio condicionado, poderá representar, a meu ver, a ponta do iceberg de uma nova estratégia leonina, tendente a "virar do avesso" o capelo do polvo instalado no seio da arbitragem nacional.

No seguimento do raciocínio utilizado no post anterior, sentir-se-à Bruno de Carvalho liberto de outras, difíceis e impopulares missões de confrontação, em defesa de "sua dama", para se abalançar, finalmente, a outros ciclópicos trabalhos?!...

Seria bom que este fosse o definitivo passo para ultrapassar a "idade da inocência" por parte do Sporting!...

Leoninamente,
Até à próxima

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Só eu sei porque não fico em casa e vou comprar a minha "gamebox"!...



A contratação de Jorge Jesus e a sua determinante aposta em Octávio Machado e Manuel Fernandes, com o surpreendente, ou talvez não, beneplácito presidencial, para reforçar a estrutura leonina, parecem apontar para uma súbita e radical alteração de toda uma estrutura que evidenciava notórias fragilidades de ordem vária, que porventura se repartiriam entre a importante vertente organizacional a montante, até desaguarem a jusante, na quiçá  ainda mais importante vertente comunicacional. 

Daí que se possa entender como natural, que Bruno de Carvalho se tenha sentido impelido num passado recente, sabe-se lá se por mera intuição, se por razões do seu próprio temperamento, a assumir um protagonismo pouco compatível com a reserva que lhe deveria impôr a função e que acabariam por resultar, não raramente, em acções pouco positivas para o desempenho global da estrutura. E permitam-me que cite o exemplo da sua presença no banco de suplentes, como reflexo da sua insegurança perante as "notórias fragilidades" que antes apontei. E ficar-me-ei por aqui, para não retirar mais esqueletos do armário: água passadas não movem moinhos!...

Com um incontornável passado, algumas vezes comum, no futebol, no V. Setúbal e até no Sporting, da experiência acumulada destas três velhas raposas resultará inevitavelmente a blindagem da liderança de Bruno de Carvalho, um modelo organizacional de excelência e uma postura comunicacional integrada e completamente diferente da quase anarquia a que assistimos em passado recente.

Penso que muito dificilmente se poderão encontrar lacunas no organograma que a seguir apresento, sendo que a única que porventura se poderá detectar - secretário técnico -, é apontada pela imprensa com estando em estudo e em vias de solução: 


Fonte: Record

Posto isto, pesem embora os arautos de desgraças e cataclismos inevitáveis, já levo algum tempo de merecidas e tranquilas noites bem dormidas, com uma esperança e fé inabaláveis, porque fundamentalmente acredito no talento, na competência, na experiência e no trabalho!...

Só eu sei porque não fico em casa e vou comprar a minha "gamebox"!...

Leoninamente,
Até à próxima

Insua estará de regresso a Alvalade?!...

Atletico Madrid: un terzino verso lo Sporting Lisbona




06 luglio alle 16:18

Il 26enne terzino argentino Emiliano Insua verso un ritorno a casa. Lo Sporting Lisbona, secondo quanto riportato da O Jogo, vuole riprendere il difensore di proprietà dell'Atletico Madrid (con cui ha ancora un anno di contratto) che quest'anno ha giocato al Rayo Vallecano. (LINK)

Segundo a minha mais ou menos atenta contabilidade, Emiliano Insua será a 45ª contratação iminente reportada pelos vários jornais e sites desta humilde, pacóvia e bem "sui generis" paróquia do futebol europeu.

Fica registado, que Insua estará de regresso a Alvalade!...

Leoninamente,
Até á próxima

Não façam ondas!...



Já lá vão alguns anos que, parafraseando o hoje popular político Marinho e Pinto, alguns advogadozecos incompetentes e por isso mesmo excluídos do mercado de trabalho, depois de providencial reciclagem no Centro de Estudos Judiciários e depois de "ungidos com os santos óleos", julgaram por bem entender por nulas as escutas que deram origem ao famoso caso "Apito Dourado", subvertendo-lhe a cor para um pálido azul-bebé e tranformando o responsável pelo maior gang de corrupção que até hoje o futebol português conheceu, numa criatura digna de se cruzar na rua com os cidadãos honestos deste país, em vez de o encarcerar por longo tempo como mereceria.

Ontem teremos assistido em directo e na estação pública de televisão, à denúncia de um "novo apito", desta vez "vermelho", pomposa e correctamente designado pelos adeptos de futebol por "colinho" e mais tarde rebaptizado de "manto" pela "central de propaganda goebbelsiana do arcanjo gabriel".

Mas as instâncias judiciais competentes, apesar da denúncia pública e ainda com os "santos óleos" a escorrerem-lhes pelas testas, de nada se aperceberam nem vão aperceber! O "apito vermelho" tenderá para um inocente rosa pálido e o "aprendiz de corrupto", cujo nome foi corajosamente citado sem pruridos ou tergiversações continuará a não ser incomodado e sem se demitir, o mesmo acontecendo aos que sob o mesmo pálio o acompanham na procissão e aos corruptores, protegidos pelo mesmo "guarda-chuva" - ou "manto" se preferirem! - que durante anos salvou um tal de Vale e Azevedo, que só foi colocado na Carregueira quando o vento lhe levou o chapéu.

Navegando num mar de merda que já lhes chegou ao nível das bocas, a preocupação dos mais altos responsáveis pela justiça portuguesa, apenas lhes permite conseguir articular uma desesperada súplica:

Não façam ondas!...

Leoninamente,
Até à próxima

PUBLICIDADE