quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

E o Sporting volta, com todo o mérito, à liderança da Liga!...


Já está!...

Depois de um jogo de sentido único, com 70% de posse de bola, só o "canivete" de Mathieu, se revelou capaz de rebentar com os pneus do "autocarro vitoriano"!...




E o Sporting volta, com todo o mérito, à liderança da Liga!...

Leoninamente,
Até à próxima

Fica-lhe bem a gloriosa verde e branca!...



Agora é oficial: o Sporting Clube de Portugal acaba de anunciar a contratação de Lumor Agbenyenu:

«É ganês, vem do Portimonense e joga a lateral-esquerdo. Lumor é Leão e vem para ganhar títulos! »

Fica-lhe bem a gloriosa verde e branca!...

Leoninamente,
Até à próxima

Levanta-te homem - escravo, nunca! - e solta os cães!...



QUEM QUER SER LÍDER?


«Na noite de segunda-feira, no Restelo, o Benfica desperdiçou a liderança que estava à distância de uma vitória. Ontem, em Moreira de Cónegos, foi o Porto que deixou escapar a possibilidade alargar a distância para o tetracampeão e também de conservar a liderança por mais uma jornada. Que se passa?

Num jogo de emoções fortes – que incluiu um golo anulado aos dragões na última jogada – a equipa de Sérgio Conceição foi incapaz de ultrapassar um Moreirense que sofria golos há 17 desafios (!) consecutivos. A última vez que tinha terminado com a baliza inviolada havia sido a 10 de Outubro, num 0-0 frente à Oliveirense, para a Taça CTT, ainda com Manuel Machado no banco. Um surpreendente tropeção do Porto, que falha assim a descolagem do Benfica e que pode ser esta noite ultrapassado pelo Sporting no topo da classificação.

A sucessão de escândalos que vão afectando a reputação do Benfica parece não ter fim. Os vouchers, os emails, o alegado envolvimento na compra de resultados, as insinuações de doping, as visitas da Polícia Judiciária ao Estádio da Luz e, agora, aí está o presidente no olho do furacão. As próximas semanas dirão se esta "dinâmica negativa" irá continuar e, se sim, se acabará por desviar o Benfica da rota do penta. Como se não já bastasse o joelho de Krovinovic.»
(Nuno Farinha, Saída de Campo, in Record)

A minha solidariedade para com Nuno Farinha!...

Levanta-te homem - escravo, nunca! - e solta os cães!...

Leoninamente,
Até à próxima

E qual será a ideia de Jorge Jesus?!...


Será um jogo importante em que ao Sporting apenas se coloca um único objectivo: vencer! Para tal, eu apostaria neste onze inicial: 

Rui Patrício; Piccini, Coates, Mathieu e Coentrão; William, Battaglia, Bruno Fernandes e Acuña; Montero e Bas Dost.

E qual será a ideia de Jorge Jesus?!...

Leoninamente,
Até à próxima

Lumor já está e há quem diga que a "coisa" não ficará por aqui!...


Ora aí temos uma concludente resposta às preocupações de uma apreciável franja de sportinguistas - permitam-me entre todos destacar o amigo de sempre José Lopes! -, com a saída de Jonathan Silva para Itália. O Sporting acaba de contratar o jovem lateral-esquerdo, de 21 anos, do Portimonense, Lumor Agbenyenu, conforme notícias fresquinhas de "última hora". (LINK)

Lumor já está e há quem diga que a "coisa" não ficará por aqui!...

Leoninamente,
Até à próxima

Ora vamos lá ver então se acontece o "milagre" de uma boa arbitragem!...

Com o cheiro a napalm que parece estar a impestar Lisboa, afigura-se como muito naturais as dificuldades do CA da FPF para arranjar "padres" para a "santa eucaristia" que terá hoje de ser impreterivelmente celebrada em Alvalade, uma vez que é um "estádio à prova de rachas". Obviamente que Fontelas Gomes tentou evitar a todo o transe, trazer a público as "negas" que eventualmente terá recebido, mas à última da hora o "padre" designado para o VAR terá começado a pensar que nem na Cidade do Futebol estaria seguro e ter-se-à lembrado de invocar uma gastrite - aqui para nós borrou-se todo quando pensou que um dia os malucos das claques hão-de ganhar juízo! - e obrigou o pobre do Fontelas a colocar no seu lugar o Hugo Miguel. 

Nesta condição, a "missinha" será rezada por:
- Luís Godinho - árbitro principal
- José Braga e Valter Rufo - árbitros auxiliares
- Rui Soares - 4º árbitro
- Hugo Miguel - VAR

Ora vamos lá ver então se acontece o "milagre" de uma boa arbitragem!...

Leoninamente,
Até à próxima

E ainda faltam nove horas para o fecho do mercado!...


Jonathan Silva já veste camisola da Roma

Italianos pagarão 6 milhões de euros pelo lateral (LINK)

E a casa vai ficando arrumada...

E ainda faltam nove horas para o fecho do mercado!...

Leoninamente,
Até à próxima

Agora já nem o "ainda" do João Correia lhe vale!...


PGR CONFIRMA LUÍS FILIPE VIEIRA CONSTITUÍDO ARGUIDO NA 'OPERAÇÃO LEX' (LINK)

A Procuradoria-Geral da República acaba de confirmar à Agência Lusa, que o presidente do Benfica Luís Filipe Vieira é arguido na 'Operação Lex'

Agora já nem o "ainda" do João Correia lhe vale!...

Leoninamente,
Até à próxima

À dúzia fica mais em conta para a Justiça!...



EX-PRESIDENTE DA FPF ARGUIDO NA OPERAÇÃO LEX
João Rodrigues constituído arguido à chegada de um voo de Luanda (LINK)

E vão 12, todos do Benfica!...

À dúzia fica mais em conta para a Justiça!...

Leoninamente,
Até à próxima

O fundamentalismo vive e sustenta-se à custa de mártires!...



O fundamentalismo vive e sustenta-se à custa de mártires!...

Leoninamente,
Até à próxima

Digo eu!...




Contra todas as minhas expectativas é com imensa tristeza que vejo partir Tobias Figueiredo, mais ainda pelo facto de rumar a um clube que, pese embora o seu honroso passado, se encontra actualmente na segunda metade da tabela da II Liga Inglesa.

Adivinhava-lhe outro futuro e uma compensação menos ridícula para o Sporting nesta transferência...

Digo eu!...

Leoninamente,
Até à próxima

Palavra de Leão!...



Palavra de Leão!...

Leoninamente,
Até à próxima

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Um encargo a menos para o Sporting!...


A Sporting CP – Futebol, SAD informou ter chegado a acordo com os Orlando City Soccer Club (MLS) para a transferência do jogador Oriol Rosell pelo valor de meio milhão de dólares, mais um prémio por objectivos e ficando ainda titular de 30% de uma eventual mas pouco provável  futura mais-valia.

Termina assim em rotundo fracasso a aventura no Sporting, deste trinco formado em La Masia e que chegou a Alvalade vindo do Sporting Kansas City no início da época de 2014/15, por um milhão de euros. O seu regresso à MLS apenas representará... 

Um encargo a menos para o Sporting!...

Leoninamente,
Até à próxima

 

Eu já dei!...



Eu já dei!...

Leoninamente,
Até à próxima

Também me demarcava da podridão!...



«O BENFICA NÃO MERECE ESTAR ENVOLVIDO EM PROBLEMAS COMO ESTE»
Humorista lamenta ver o nome do clube envolvido em casos judiciais

«Uma derrota custa, mas na jornada seguinte há outro jogo, na época seguinte há outra taça. Agora, o nome do clube estar envolvido em casos judiciais é uma mancha que é mais difícil de tirar. E essa, sim, preocupa-me.

As cores do Benfica são o vermelho e o branco porque transmitem a vivacidade e a alegria, e o símbolo do Benfica é uma águia porque é um animal que simboliza a elevação de princípios. Ora, um clube que foi fundado sob esse signo não merece estar envolvido em problemas como este.» (LINK)

Se porventura eu tivesse a infelicidade de ser benfiquista... 

Também me demarcava da podridão!...

Leoninamente,
Até à próxima

Se fosse comigo, fazia o que o "Orelhas" fez ao "Gabigol"!...



Longe de mim colocar em causa a competência do conhecido causídico benfiquista, João Correia, na área específica que o fez ser conhecido no alegado mundo do crime, onde se tem notabilizado na defesa de causas impossíveis, ou melhor dizendo, de desfecho mais próximo da condenação do que da absolvição, mas sempre, sem excepção que seja do meu conhecimento, em representação de "mesopotâmicos", com o que o pretenderei dizer, gente que tem passado a vida em lugares mais sujos que limpos, mas por onde, naturalmente, "escorrerá o leite e o mel"! Uma questão de escrúpulos, já que de parvo o ilustríssimo jurista não terá nada e a vida governa-se com aquilo com que se compram os melões!...

Mas já por diversas vezes me interroguei perante a sua "oratória comunicacional", amiúde pejada de gafes que não lembrariam aos mais caloiros dos juristas em qualquer barra de tribunal, onde a complacência dos juizes nunca irá ao ponto da que exibe a grande maioria dos jornalistas perante quem, manifestamente, aprecia "botar discurso", ou masturbar-se, que será o mesmo!

Neste fatídico dia 30 de Janeiro de 2018, fatídico para o "estado lampiânico", permitam-me que acrescente, João Correia, 'cego' na defesa intransigente da 'sua dama' e com a pressa de o fazer, nem se preocupou com o lugar em que colocou os pés, perdão, a língua, e voltou a espalhar-se ao comprido como em tantas vezes antes, declarando com ênfase doutoral, a frase que pespeguei no grafismo do cabeçalho deste postal!...

"Ainda", doutor João Correia, será o advérbio mais adequado à sua certeza de que o seu constituinte não venha mesmo a ser constituído arguido?!...

Com amigos destes, ninguém precisa de inimigos. E sendo advogados, então não sei, não. Por mim, rio-me! É o melhor remédio! Mas...

Se fosse comigo, fazia o que o "Orelhas" fez ao "Gabigol"!...

Leoninamente,
Até à próxima

Apocalypse Now?! Nem vemos a hora!!!...



A princípio cheirava a merda! Um cheiro intenso, horrendo e nauseabundo a trampa putrefacta de muitas décadas!...

Depois começámos a sentir o cheiro a pólvora, embora todos julgássemos que o grau de humidade da dita fosse muito reduzido: pólvora seca de quem se habituou a ser forte com os fracos e fraco com os fortes!...

Mas a pólvora foi humedecendo e o estardalhaço foi aumentando à medida que o 'azar' foi batendo a cada vez mais e importantes portas!...

Até que, como muito bem aqui foi lembrado, parece ter chegado o napalm e desde esta manhã de 30 do primeiro de 2018, que o "tão desejado e abençoado cheiro" nos começou a fazer espirrar de ingénua mas benfazeja incredulidade... 

Apocalypse Now?! Nem vemos a hora!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

«VÃO CAIR TODOS JUNTOS À CONTA DE UM»!... (2)


Luís Filipe Vieira constituído arguido (LINK1) e (LINK2)


«VÃO CAIR TODOS JUNTOS À CONTA DE UM»!... (2)

Leoninamente,
Até à próxima

«VÃO CAIR TODOS JUNTOS À CONTA DE UM»!...


Judiciária faz buscas em casa de Rui Rangel 

«Estão a ocorrer buscas na casa do juiz desembargador, Rui Rangel. A operação está a ser acompanhada pelo ex-Procurador-Geral da República, José Souto Moura, que é actualmente juiz conselheiro no Supremo Tribunal de Justiça. A SÁBADO acompanhou a chegada das autoridades.» (LINK)

«VÃO CAIR TODOS JUNTOS À CONTA DE UM»!... 

Leoninamente,
Até à próxima

Até as 'esgravatadeiras' não demorarão a desaparecer!...

Salto para o abismo

Até as 'esgravatadeiras' não demorarão a desaparecer!...

Leoninamente,
Até à próxima

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Ai o argueiro, presidente!...


Cultura de exigência

Os sportinguistas estão mais exigentes. Bruno de Carvalho devia ficar orgulhoso em vez de irritado

«Será certamente uma questão de ponto de vista, mas talvez Bruno de Carvalho pudesse considerar a hipótese de que está enganado. Bem sei que não é fácil, mas talvez pudesse admitir que o facto de haver adeptos do Sporting que não ficam saciados com a conquista da Taça da Liga ou que exigem que a equipa jogue melhor é, ao contrário do que supõe o presidente leonino, uma forma de puxar a equipa para cima, em vez de a atirar abaixo como afirmou ontem. Um bom sinal, no fundo. De resto, um bom sinal pelo qual merece ser responsabilizado. Os adeptos do Sporting estão mais exigentes, não se satisfazem com migalhas e, em vez de os criticar, talvez o presidente dos leões fizesse melhor em incentivar essa cultura de exigência. A contratação de um treinador como Jorge Jesus, o investimento ímpar no futebol português que essa aposta significou, bem como o suporte que lhe foi dado com as sucessivas investidas no mercado de transferências para o reforço do plantel, aliados ao próprio discurso presidencial, criaram expectativas nos adeptos que a Taça da Liga obviamente não satisfaz. O que não significa que exista um único sportinguista aborrecido por ganhar. Como me disse uma vez um treinador do Porto que haveria de levar o clube à conquista de vários títulos, a Taça de Liga é como o número zero: sozinha não vale grande coisa, mas ao lado de um campeonato ou de um título europeu, multiplica-lhe o valor de forma exponencial. É isso que adeptos mais exigentes do Sporting querem. Bruno de Carvalho também. No fundo, como quase tudo nos dias que correm, é só um problema de comunicação.»
(Jorge Maia, Opinião, in O Jogo)

Ao que se sabe, Jorge Maia não é sportinguista, muito menos 'sportinguense' e ninguém admitirá, de todo, que possa alguma vez ser conotado como 'sportingado', por muitas voltas que o mundo dê! Nesta condição o erro de paralaxe de que acusa o presidente do Sporting, acaba por fazer tal sentido, que até Bruno de Carvalho, se tentar inverter o prisma com que olhou para a reacção de quase todo o universo leonino à conquista da Taça VAR e ainda que jamais o venha a confessar, enfrentará uma dura e inusitada polémica com a sua própria consciência!...

Ai o argueiro, presidente!...

Leoninamente,
Até à próxima

A Taça VAR!...



Deixo aqui o meu entusiástico apelo a todos os responsáveis leoninos para que, na hora em que decidam promover a colocação da Taça da Liga no Museu Mundo Sporting, na vitrine que continuava vazia desde a inclassificável trafulhice de Lucílio Batista e seus acólitos, esqueçam toda a raiva acumulada nas últimas décadas, perdoem a todos os energúmenos responsáveis pelas sucessivas "mentiras desportivas" perpetradas no futebol português e que permitam que seja apenas a Justiça a levá-los ao banco dos réus e a condená-los pelos seus crimes!...

E na hora que há-de passar a constituir um marco importante para o desporto-rei em Portugal, que prestem a devida e merecida homenagem à única entidade arbitral que foi capaz de travar o jejum imposto ao Sporting Clube de Portugal, por organizações mafiosas que pareciam capazes de subverter eternamente a Justiça do Estado de Direito que sempre julgámos ser!...

O troféu instituído pela Liga, deverá ser entendido pelo glorioso Sporting Clube de Portugal e, bem assim, por todos os sportinguistas, como o símbolo do triunfo da Verdade sobre a Mentira e passar a ser chamada por todos os adeptos leoninos pelo nome do único processo que poderia, finalmente, permitir-nos celebrar um título...

A Taça VAR!...   

Leoninamente,
Até à próxima

E a mala, já seguiu para Belém?!...



Uma inteligente e  oportuníssima nomeação do Conselho de Arbitragem!...

E a mala, já seguiu para Belém?!...

Leoninamente,
Até à próxima

Recorrer a helicópteros para dar de frosques!...


A TRAGÉDIA MADRIDISTA E SEUS AUTORES


«O PSG veio buscar Antero Henrique para liderar as duas maiores contratações da história do futebol. O Bayern de Munique, pelo sim pelo não, jogou pelo seguro e acabou com as sestas de Jupp Heynckes no lar da terceira idade. O Manchester City derramou mais umas centenas de milhões de euros em cima dos milhares de milhões já gastos no milénio, na compra de alguns dos melhores jogadores do Planeta. O Manchester United prolongou até 2020 o compromisso com José Mourinho para recuperar de vez a estabilidade perdida com a reforma de Alex Fergunson. E o Barcelona tratou de reequilibrar o plantel após a saída de Neymar e nem precisou de Dembelé, como não precisará de Coutinho, para repor a sua velha hegemonia. Ou seja, enquanto a maioria dos potentados europeus toma decisões profissionais, sabendo da fasquia a que subiram os níveis de competitividade, há outro que assobia para o ar, fiando-se na sorte e nas camisolas. Refiro-me ao Real Madrid, obviamente.

Trata-se, como se sabe, de um clube especial que desprezando, chegada a sua hora ou mesmo antes dela, as maiores estrelas que o serviram, mais depressa ainda põe a andar os treinadores. Foi assim que Carlos Queiroz se queimou, que Benítez não consegue sair da Lua, que Mourinho teve de se afastar para não ficar maluco ou que Carlo Ancelotti, o homem da almejada Décima, uma Liga dos Campeões arrancada a ferros, se viu despachado com a frieza com que Florentino Pérez muda a criadagem. Curiosamente, a paciência com Zidane parece infinita, embora lhe caibam, na aterradora crise que atravessam os madridistas – a 19 pontos do Barça no início da segunda volta! –, as mais claras responsabilidades.

No Verão, o treinador assassinou, é o termo, dois sectores de uma equipa que são a chave do seu sucesso. Desde logo, o eixo da defesa. Tendo Varane um histórico de lesões que o deixa às meias épocas na enfermaria e Sergio Ramos um cadastro de cabeça tonta em que se acumulam castigos, Zidane sonhou que um banal Vallejo podia fazer de Pepe, ainda hoje um dos melhores centrais do Mundo. O luso-brasileiro queria um novo contrato de dois anos e só lhe ofereciam um, como se ele não estivesse apto para mais três ou quatro. Burrice pura.

Achando pouco, o técnico francês considerou ter pontas-de-lança em excesso. E para garantir a titularidade permanente ao compatriota Benzema, cuja cabecinha é também o que sabemos, livrou-o, de uma assentada, de dois concorrentes: Morata, que seguiu para o Chelsea, e Mariano, que brilha agora em Lyon. Conclusão: como Benzema não se sente pressionado, entra em campo já em estado de sonolência. E é com esses dois pecados mortais e um plantel forte unicamente na linha média, que Florentino e Zidane, com tiques de amadorismo, se propõem enfrentar o PSG e o quarteto letal formado por Neymar, Mbappé, Cavani e Di María. A 14 de Fevereiro, e oxalá me engane, após mais uma humilhação, tenham cuidado: podem ter de alugar um helicóptero para sair do Bernabéu.»

Não há-de demorar muito tempo para que, por cá, outros também tenham de...

Recorrer a helicópteros para dar de frosques!...

Leoninamente,
Até à próxima

Mudam-se os tempos, mudam-se os homens, mudam-se as vontades!...



Com Rúben Semedo, Ryan Gauld e André Geraldes, a música foi outra: descortesia, falta de respeito, violação de acordos estabelecidos, retaliação, um rosário de obstruções e maldições de "construtores civis mal-enriquecidos, mal-formados e mal-agradecidos"!...

Agora com Gonçalo Paciência, impera o cavalheirismo e o natural respeito e  aceitação da palavra empenhada!...

Mudam-se os tempos, mudam-se os homens, mudam-se as vontades!...

Leoninamente,
Até à próxima

P.S. - E o Edinho, o que irá escrever agora nas redes sociais, quando estava para pendurar as botas?! Que lhe saiu o 'euromilhões'???!!!...

domingo, 28 de janeiro de 2018

O Sporting precisa, hoje por hoje, de "20 centímetros" de verdade!...



20 cm a mais ou a menos podem fazer a diferença

«É sempre uma satisfação ganhar, sobretudo quando no futebol profissional sénior não estamos tão habituados a ganhar como nos outros escalões e modalidades. Mas isto era a Taça Lucílio Baptista, padroeiro da "padralhada" escarlate. O formato é de duvidoso desportivismo e com o mesmo procura-se no apuramento, favorecer os mais fortes para estarem na fase final. A vitória nesta edição foi sofrida e pouco brilhante, ao contrário de outros desempenhos mais meritórios no passado, que por "mafiosíssimas" razões não resultaram em vitória. Além do mais há um prazer extra em derrotar este Vitória que noutras ocasiões bem beneficiou da "sujeira"...Mas curiosamente foi a vez em que os de Setúbal melhor se bateram e mais qualidade apresentaram fazendo de Couceiro o grande vencedor do duelo entre treinadores. Vejamos:

O modelo de jogo do SCP tem sofrido algumas alterações no período mais recente. Como escrevi noutros comentários neste blog, há meses atrás, desde as equipas de Jardim ou Marco Silva e nos anos anteriores de J.J., que o modelo do SCP assentava, quando em posse e privilegiando a posse, nas transições ofensivas planeadas, com cobertura defensiva (melhor com Jardim e Jesus) e pressão não muito alta na sequência da perda de bola. O ataque planeado sempre foi a regra e o ataque rápido a excepção, embora a equipa de Jardim chegasse à área adversária com bastante mais rapidez (mais profundidade ofensiva) do que a de Marco ou Jesus. Ressalve-se aqui, desde já, que os interpretes dos dois últimos anos são bem melhores que os planteis de Jardim e Marco. Estes não tinham Coates ou Mathieu, mas Mauricio e Naby Sarr por exemplo, e um investimento de 1/3 ou 1/4 do actual. Por essa altura e no oposto, o Benfica de J.J. era uma equipa forte e coreácea defensivamente, de transições rápidas (muitas vezes apelidadas de "vertigem ofensiva"). E tinha interpretes para isso sobretudo contando com a velocidade de Lima, Gaitan e Sálvio e a presença de Cardoso na área quer na finalização quer nas assistências. Nesse tempo, nos "derbies" com o Benfica, o Sporting de Jardim ou de Marco dominava o jogo, tinha mais posse mas o melhor que conseguia era empatar. O Sporting de hoje continua com um modelo baseado na posse e no ataque planeado mas dominado por duas novas características: a solidez defensiva e melhor cobertura nas transições defensivas, e um grande défice de profundidade ofensiva, sobretudo após a saída de Slimani. No modelo actual, e com os intérpretes actuais, só Gelson e Podence tem características para jogar em profundidade, mas geralmente actuam, sobretudo o primeiro, em zonas mais recuadas e em apoio defensivo, enquanto o segundo tem muito baixa utilização. Ninguém está a imaginar um modelo baseado em lançamentos para as costas da defesa adversária e o Dost a ir ganhar o espaço como o fariam certamente Marega e Aboubacar, como o fazia Slimani no passado ou como o foi capaz de fazer ontem Gonçalo Paciência (que jogador!!! e que ponta de lança irá felizmente Portugal ter no futuro!!!). Jesus não consegue, nem se tem preocupado, em dar profundidade ao jogo do Sporting, salvo as raras excepções com o uso, com muito sucesso, de Doumbiá em Bucareste (Steaua) ou na Grécia (Olympiacos). Doumbiá garante profundidade ao jogo atacante leonino mas a sua utilização é esporádica e os seus níveis fisicos e anímicos são por nós, adeptos, desconhecidos.

Mas vamos a Couceiro e à sua estratégia de ontem.
No passado, que evoquei antes, várias vezes percebi a estratégia quase repetitiva que a maior parte das vezes era utilizada pelos treinadores das equipas menores (e até o Benfica de Jesus), sobretudo em Alvalade, para pontuarem ou vencerem o Sporting: Linhas recuadas, concentração defensiva e após a recuperação de bola, saídas esporádicas em transições ofensivas rápidas com dois ou três homens sem grande apoio de trás, visando sobretudo incomodar ou aliviar a pressão e procurando manter o nulo o mais tempo possível, ou até marcar um golo, tudo isto na primeira hora de jogo. Depois, na meia hora final, com alguma frescura, surpreender e beneficiar de alguma ansiedade instalada nas hostes leoninas, fazendo mudanças e arriscando, adiantando linhas, transições ofensivas com maior apoio de trás beneficiando de deficientes coberturas defensivas do Sporting. Muitas vezes (demasiadas vezes para nós) se o Sporting não marcasse cedo, passando a obrigar a uma mudança estratégica, esta fórmula, que eu pessoalmente bem conheço, dava bons frutos. Mas o actual Sporting tem menos fragilidades defensivas e muito menos profundidade ofensiva.

Couceiro contrariou as previsões, fez uma análise correcta do adversário, e ensaiou um modelo que tirou partido disto: 

1º - Se o ataque do Sporting não tem profundidade nem um modelo de ataque rápido, ou seja não explora rapidamente as costas da defesa adversária, então pode o Vitória subir as suas linhas e defender muito mais à frente densificando o meio campo, encurtando espaços, e estando em melhores condições de apoiar acções ofensivas. 
2ª - Como o inicio da transição ofensiva do Sporting se faz por rotação em U entre os elementos da sua linha defensiva + William (tipo andebol) então, como temos linhas subidas podemos pressionar alto retardando a transição e sobretudo pressionar intensamente no meio campo os médios leoninos (William, Ruben ou Bruno Fernandes) evitando que rodem, se voltem para o meio campo adversário e criem espaços entre linhas, principal virtude leonina ( o tal jogo do "meinho" uma figura evocada pelo Bloguista Rui Monteiro no blogue "A insustentável leveza do Liedson" e que consiste essencialmente num exercício de posse de bola informal utilizada como aquecimento nas sessões de treino, antes dos alongamentos, onde um circulo de jogadores vai fazendo circular a bola entre si geralmente a um ou dois toques, tentando evitar que dois ou mais colegas no centro da roda a interceptem).
Esteve soberbo o Vitória nesta estratégia, somando a isso a magnifica capacidade de ter a bola e soltá-la no décimo de segundo exacto para o local certo e o colega certo de João Teixeira, João Amaral e o excelente Gonçalo Paciência. A questão que se me punha era a de saber até quando iria ser o Vitória capaz de pressionar tão alto em zonas tão adiantadas. De facto no pós intervalo apareceu um Sporting que tinha que arriscar tudo e partir para cima do adversário, começando a ser mais veloz e diligente nas transições e foi-se acentuando o desgaste dos 3 magníficos de Setúbal. Diga-se no entanto que o Vitória esteve bem perto de vencer, não porque tenha acabado de sofrer um golo que se esperava a qualquer momento e o Sporting do 2º tempo bem justificava, mas porque antes, por duas vezes esteve muito próximo do 2-0 e este Sporting não tem neste momento capacidade ofensiva nem de concretização para "virar" um atraso de 2 golos num jogo daqueles. Também o Sporting poderia ter chegado mais cedo à igualdade que lhe traria grandes probabilidades de ganhar o jogo antes dos "penaltyes". Não aconteceu mas soube bem apesar de tudo a vitória leonina.

De Jorge Jesus veio no final a gabarolice do costume, salientando que antes dele o Sporting era o clube do quase ou que nem lá chegava sequer. Memória curta J.J.. Chegava lá sim senhor, e só não ganhou por exemplo em 2009 porque Lucílio Baptista e o "polvo" do teu clube de então, Jorge Jesus, ilegitimamente não permitiu a vitória do melhor. Lembras-te Jorge? E no fim para ti foi mais um título limpinho...limpinho. Não foi? Sabes o que te falta Jorge Jesus? É ganhares títulos no Sporting sem o sistema por trás, que tinhas no teu antigo clube. Ganhaste agora um título sem grande brilho (apenas uma vitória magra em 5 jogos disputados). Anda: mostra o que vales...

Quanto a si José Couceiro antes de mais muitas saudações leoninas. Você no fundo perdeu por 20cm, que foi o excesso de altura que o sadino Podstawski imprimiu à bola na penalidade falhada. Mas é bem sabido que desde tempos imemoriais, na vida, 20cm a mais ou a menos sempre marcaram a diferença.»



Leoninamente tem a honra e o orgulho de contar entre os seus leitores, com a inteligência e a cultura, particularmente na coisa que ao desporto-rei diz respeito, de Vitor Cruz, um amigo do peito desde os primeiros anos dos bancos de escola, protagonista de uma estupenda carreira de futebolista, mais tarde treinador em "part-time", a meias com a singular azáfama que outro grande amor da sua vida, a arquitectura, lhe haveria de impôr.

Por vezes esse meu grande amigo e irmão leão, oferece-me o privilégio de poder apreciar os seus escritos, com a humildade e despretensiosismo que o caraterizam, na caixa de comentários do blog. E quando a sua opinião se me afigura demasiado importante e profunda para a deixar estiolar na caixa de comentários, uso da liberdade que a nossa fraterna amizade de mais de meio século justifica e, sem sequer pensar em obter a sua anuência, faço dos seus escritos a "primeira página de Leoninamente", que entendo merecerem. Porque...

O Sporting precisa, hoje por hoje, de "20 centímetros" de verdade!...

Leoninamente,
Até à próxima

Mais um passo firme rumo ao título que a nação sportinguista já pressente!...


Com uma clara vitória por 3-0 alcançada este domingo em Ponta Delgada perante o Clube K, com os parciais de 25-21, 25-22 e 25-19, em jogo que acertou calendário em relação aos mais directos adversários, o Sporting viu reforçada a sua liderança no campeonato. Com os três pontos alcançados, os leões passam agora a contabilizar 51 pontos, mais três que o Benfica, que continua a ser o segundo classificado, embora agora a uma distância mais substancial do seu poderoso rival.

Mais um passo firme rumo ao título que a nação sportinguista já pressente!...

Leoninamente,
Até à próxima

O Sporting já não sabe ser feliz sem chuva, mau tempo e dificuldades!...














«Reflexão interna:
Frases de Sportinguistas:
A)
- Exigência máxima!
- Quando o Sporting CP joga é para ganhar tudo!
- Aperte com eles Presidente!
- Fomos feitos para vencer!
- Temos de ter mentalidade de vencedores!
- Não interessa se jogamos bem ou mal, temos é de vencer!
- Basta meio a zero!
- O Presidente tem de exigir títulos mas também conseguir criar um ambiente de Coesão e União no balneário!
B ) Após conquista da Taça da Liga e de TODOS terem dito (Presidente, treinador e atletas) que o objectivo é ganhar tudo e sobretudo ser Campeão
- Que interessa a Taça da Carica?
- Mas alguma vez vou comemorar a Taça Lucílio Batista?
- Mas estamos a comemorar o campeonato?
- Jogámos uma miséria!
- Estamos a jogar tão mal que temos 8 milhões a torcer por nós (não só damos eco à mentira dos 6 milhões com já só somos 2 milhões);
- Ok ganhámos mas não me interessa para nada, vou dormir;
- Não é de Presidente andar no meio dos atletas a comemorar e em entrevistas na brincadeira.
Sinceramente nem tenho palavras... Somos os primeiros a deitar-nos abaixo...
Querem finalmente pôr um "telhado" no nosso Clube mas desdenham as paredes e pilares.
É um "gosto" ouvir e ler coisas assim...
Na AG do próximo dia 3 definam o que querem e nós assim faremos...

Até lá que grande orgulho tenho em ser Sportinguista, de servir o Clube que amo e de dar títulos aos Sportinguistas contribuindo para a grandeza do Sporting Clube de Portugal e a felicidade de todos que o amam!»


Feita a leitura da mensagem "facebookiana" - que outra via poderia ser mais recomendável?! - do nosso líder, esboçamos um sorriso amarelo de assentimento, respiramos fundo, resignados, fazendo por acreditar que teremos dado ontem o passo necessário rumo às conquistas que preenchem os nossos sonhos já a caminho de duas décadas e fingindo-nos crentes na possibilidade de que tal possa acontecer de forma completamente diferente, se bem que um nadinha melhor do que aquilo que nos foi oferecido ontem à noite... 

O mais difícil de ultrapassar terá sido a primeira época "pós-Boloni/Jardel/João Pinto"!... A partir daí as coisas foram-se tornando cada época mais fáceis, até chegarmos ontem à Pedreira...
     

Hoje os sportinguistas odeiam e recusam as coisas bonitas, simples e fáceis e, a começar pelo Presidente...

Já não sabem ser felizes sem chuva, mau tempo e dificuldades!...

Leoninamente,
Até à próxima

O Sporting deve-te muito, carago!...



Obrigadinho ó Rui! Mais uma vez voltaste a ser porreiro p´rá gente!...

O Sporting deve-te muito, carago!...

Leoninamente,
Até à próxima

De poeta e de louco todos temos um pouco!...




De poeta e de louco todos temos um pouco!...


Leoninamente,
Até à próxima

sábado, 27 de janeiro de 2018

Sporting Campeão de Inverno ou do Sofrimento?!...



Jorge Jesus fez os possíveis para contrariar a campanha publicitária da Liga!...

Sporting Campeão de Inverno ou do Sofrimento?!... 


Leoninamente,
Até à próxima

Haverá quem nunca compreenderá o porquê dos seus afectos!...



A minha homenagem a um grande sportinguista que acredita que este ano será Campeão, neste dia em que nos ofereceu o seu mais recente álbum: Nação Valente, de que destaco esta faixa magistral...
Delicado

“Ninguém passa a tempestade sem querer se abrigar
Ninguém nos perdeu por azar
Quem quiser pintar passados
Vai ter muito para emendar
Ninguém soube como ela sabe fazer-me ficar
Quem tenha como eu um bom par
Tem nas mãos um belo achado

Delicado
Que são hoje os amores o maior bem
Para guardar
Com cuidado
Mesmo ao longe
Que um tesouro é para manter por quem o tem

Ninguém passa um mau bocado sem ter quem culpar
Não queiras tu mesma inventar
Custos mal arquitectados
Más lembranças para cobrar
Curioso teres pensado se eu vim para ficar
Ninguém te pediu para dançar
Antes de ser bem estimado

Que indicado
Saber hoje
O valor que existe além da tua voz
Delicado
É de longe
Tu supores que sabes bem mais sobre nós

Delicado
Que são hoje os amores o maior bem
Para cuidar
Tem cuidado
Mesmo ao longe
Que um tesouro é pra manter por quem o tem”

Haverá quem nunca compreenderá o porquê dos seus afectos!...

Leoninamente,
Até à próxima

PUBLICIDADE