terça-feira, 31 de dezembro de 2019

Um Ano Bom para todos os Leões!...


Com a contestação em baixa e reduzida a um cada vez mais envergonhado e irrelevante redil, o bálsamo do orgulho na leoninidade a envolver a grande nação sportinguista e a esperança a entrar calma, sustentada e civilizadamente no singular e fabuloso universo leonino, está de volta a alegria de ser genuína e leoninamente sportinguista...

Um Ano Bom para todos os Leões!...

Leoninamente,
Até à próxima

segunda-feira, 30 de dezembro de 2019

Aguardemos!!!...



O maior especialista em Portugal sobre os "saldos do Sporting"!...

Já faltará muito pouco para ser "saldado" também...

Aguardemos!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Será sempre curta para tal 'crime'!...



Bolasie foi despenalizado e pode jogar contra o FC Porto
Avançado leonino tinha sido sancionado com uma partida de suspensão

O jogador do Sporting Yannick Bolasie acaba de ser despenalizado pelo Conselho de Disciplina (CD) da FPF, podendo desta forma ser opção diante dos dragões (domingo, pelas 17h30). Recorde-se que o avançado leonino havia sido suspenso por uma partida na sequência da expulsão diante do Portimonense, num lance no qual havia sido castigado por pretensa falta sobre Willyan.

Para esta 'comovedora' decisão, terá sido decisiva a versão do árbitro João Pinheiro - mais vale tarde, que nunca! -, que terá concluído, bem como os restantes elementos da sua equipa, apenas após o visionamento das imagens, que Willyan simulou a falta para provocar a expulsão do seu adversário, situação que  poderá levar agora à abertura de uma processo disciplinar ao futebolista dos algarvios, que poderá incorrer na suspensão que poderá ir, por força do disposto regulamentarmente, até aos três jogos...

Pois cá para mim, em verdade vos digo, esta ridícula 'pena máxima', sendo um convite descarado à reincidência... 

Será sempre curta para tal 'crime'!...

Leoninamente,
Até à próxima

domingo, 29 de dezembro de 2019

Nem em bicos de pés?!...


Futsal: Sporting eleita pela UEFA a melhor equipa europeia da década
Dados na UEFA Futsal Cup e Champions League não deixam dúvidas

Campeão europeu de futsal em 2018/19, o Sporting foi a equipa mais bem sucedida na década nas competições europeias (UEFA Futsal Cup e Champions League), segundo dados este domingo divulgados pelo organismo que rege o futebol europeu.

De acordo com a tabela da UEFA, os leões conseguiram na década que agora termina um total de 119 pontos, fruto de 38 vitórias, 5 empates e 8 derrotas, ficando por curta margem à frente do Barcelona, equipa catalã que foi campeã em duas ocasiões mas que apenas conquistou 115 pontos. A fechar o pódio ficou o Kairat Almaty, com 109, sendo ainda de destacar no top-10 a presença do Benfica, no nono posto, com 61 pontos em seis participações...

Nem em bicos de pés?!...

Leoninamente,
Até à próxima

Para as dores Paracetamol, para a azia Rennie!...



Acontece todos os dias pelas sete partidas do mundo do futebol: o azar de uns acaba por ser a sorte de outros! Em Alvalade já aconteceu múltiplas vezes e, que me lembre, sem que nunca tivesse atingido as proporções que agora são sugeridas. Uma lesão do guarda-redes titular Renan Ribeiro,  precipitou a ascensão, natural e, convenhamos, há muito aguardada, do talentoso jovem da 'cantera', Luís Maximiano. Porém, estranhamente e contra todos os princípios comportamentais que devem nortear, em termos de respeito e solidariedade, um colectivo que se preze, a partir daí, não mais a atitude de Renan Ribeiro terá sido a mesma, tanto na relação com os companheiros em geral, quanto em relação à equipa técnica liderada por Jorge Silas e, sobretudo, em relação ao seu colega de posição, precisamente aquele que lhe ganhou o lugar na baliza, Luís Maximiano. 

Não sejamos ingénuos, as notícias 'plantadas' em certos jornais desportivos, não aparecem por acaso e jamais contra a vontade dos protagonistas, como se poderá inferir, sem estranheza, no jornal A Bola e, embora com objectivos diferentes,  no jornal Record.  

Como adepto sportinguista e admirador das qualidades até agora demonstradas por Renan Ribeiro, confesso ter sido colhido de surpresa: já não tenho idade para colocar asas de anjo nos ombros, por mais alvas e minúsculas que sejam! Nenhum jogador é titular da sua posição à revelia do mérito, do rendimento e da disponibilidade física total em cada momento. E as únicas respostas que deverá dar nos momentos em que é preterido serão, incontornávelmente, profunda reserva da sua compreensível incomodidade, notório e confessado respeito pelo companheiro que ocupou o seu lugar e aturados trabalho e empenho para lutar por nova inversão da situação.

Parece que nada disto terá sido evidenciado por Renan Ribeiro, a quem deste meu canto envio o leonino conselho de dois eficazes remédios...

Para as dores Paracetamol, para a azia Rennie!...

Leoninamente,
Até à próxima

Cantar os reis com muita alegria!...



Que nenhum leitor sportinguista de Leoninamente ouse sequer pensar em comparações com algo que o tempo há muito 'decretou' como incomparável!...

Mas nesta imagem, cujo 'roubo' ao Camarote Leonino aqui confesso sem arrependimento, mas com a devida vénia, apenas por corresponder também aos "meus cinco violinos de hoje", deposito uma grande parte da minha esperança de que no próximo dia 5 de Janeiro possamos todos...

Cantar os reis com muita alegria!...

Leoninamente,
Até à próxima

sábado, 28 de dezembro de 2019

Imparáveis?!... (2)


O Sporting voltou na tarde deste sábado a alcançar a marca centenária frente ao Terceira Basket, ao vencer por 114-57, em jogo a contar para a 14.ª jornada da Liga Placard.

No Pavilhão João Rocha e com os parciais de 43-7, 19-15, 36-13 e 16-22, os melhores marcadores foram Travante Williams e Abdul Abu, ambos com 20 pontos, enquanto Cláudio Fonseca foi o melhor ressaltador (12). A formação leonina terminou o encontro com 16 triplos convertidos, em 39 tentativas.

Com este triunfo o Sporting continua no topo da classificação, com 27 pontos (13 vitórias e uma derrota).

Imparáveis?!... 

Leoninamente,
Até à próxima

Aposto em como não te atreves a marcar ao Porto!...


Wendel já está em Lisboa e Sporting avisa Bruno Fernandes que perdeu a aposta
O capitão leonino disse ter apostado que o brasileiro chegaria atrasado das férias de Natal


Acompanhei Bruno Fernandes na aposta que fez em como Wendel chegaria atrasado das férias de Natal! Tal como ao nosso capitão, o craque brasileiro surpreendeu-me e aí está ele, pronto para comparecer no treino desta tarde, em Alvalade, o primeiro da equipa depois desta breve pausa de Natal, onde Jorge Silas irá começar a preparar a recepção ao FC Porto.

Se eu tivesse a proximidade e o à-vontade que Bruno Fernandes terá com o seu amigo e companheiro Wendel e tendo em conta o peculiar 'espírito de contradição' que este agora demonstrou, não perderia o ensejo de lhe fazer novo desafio...

Aposto em como não te atreves a marcar ao Porto!...

Leoninamente,
Até à próxima

sexta-feira, 27 de dezembro de 2019

Bem-vindo a este modesto e despretensioso cantinho!!!...


A falta de nível do futebol português

«A Associação Nacional de Treinadores (ANTF), liderada por José Pereira, esgotaria o seu crédito se, depois da posição tomada sobre a contratação de Jorge Silas pelo Sporting, não fizesse o mesmo em relação a Rúben Amorim, ex-jogador do Benfica e recentemente ‘promovido’ pelo SC Braga para ocupar a vaga resultante do despedimento de Ricardo Sá Pinto.

1 - Já uma vez abordei este tema e o ponto está exactamente na questão relacionada com aquilo que é a actividade da um treinador de I Liga. Faz algum sentido que os treinadores sem o nível IV possam fazer TUDO o que está relacionado com a actividade de uma equipa do escalão maior do futebol em Portugal MENOS colocar o seu nome como treinador principal dessa equipa nas respectivas fichas de jogo?! É absurdo e, convenhamos, até um bocadinho estúpido. Se treinadores SEM o nível IV podem liderar, em equipas técnicas, treinadores COM o nível IV, estamos afinal a falar de quê?!

2 - Quer dizer: Jorge Silas e Rúben Amorim dão os treinos aos jogadores que com eles trabalham (quase) todos os dias, gerem os recursos e as convocatórias como bem lhes aprouver, acabam por decidir tudo o que se passa na hora-e-meia de cada competição, incluindo as substituições, mas o seu nome não pode constar nas respectivas fichas de jogo nem estão autorizados a falar em ambiente de ‘flash interview’. Isto faz sentido?

3 - Todas as profissões têm as suas especificidades e a do futebol talvez encerre uma ainda maior, porque o futebol tem as suas regras próprias e não é por acaso que ele é genericamente reconhecido como um ‘estado dentro do próprio Estado’. Os regimes jurídicos legitimam esta actividade mas já se percebeu há muito que o futebol — não estando sozinho — tem um grave problema de autorregulação e os governos fecham os olhos e fazem de conta que os incêndios, quando existem, devem ser apagados pelos próprios pirómanos, quando é caso disso. E é muitas vezes ‘caso disso’.

4 - Vem isto a propósito da parte mais relevante — e quiçá mais desinteressante para a opinião pública — do comunicado emitido pela Associação de Treinadores: "A ANTF irá propor ao Governo a alteração do Regime Jurídico das Federações Desportivas, no sentido de ser retirada aos clubes (Liga) a autonomia que, presentemente, lhes assiste para decidirem em causa própria em matérias tão sensíveis como a elaboração do regulamento de competições, assim como as consequências do seu incumprimento".

5 - Este é um ponto essencial, que defendo há muitos anos nas minhas intervenções públicas: os clubes, com escassa ou nenhuma capacidade para separar o trigo do joio e orientar a sua acção no sentido da implementação e protecção das boas práticas, não podem continuar a decidir em causa própria. Os quadros sancionatórios, por exemplo, são ridículos e irrelevantes. Os clubes, em Portugal, nem conseguem debater a ideia de que a protecção do futebol só se faz se os órgãos decisórios e as instituições tutelares tiverem a capacidade de punir comportamentos que não se coadunam com o espírito do jogo, cujo expoente máximo se encontra na Premier League, em Inglaterra.

6 - Ora se os clubes em geral, dominados pelo poder dos mais fortes, não são capazes de pôr termo a esta desconformidade, alguém tem de dizer que o rei vai nu. O organismo liderado por José Pereira colocou o dedo na ferida. Mas temo que fique a falar sozinho, porque o poder político é estruturalmente fraco (e ainda mais fraco quando estão em causa grandes poderes) e os clubes dominantes querem continuar a fazer o que lhes apetece em relação aos clubes que controlam. É claro que a Liga tinha de… estranhar!

7 - E é aqui que entra António Salvador, presidente do SC Braga. Que fez aquilo que os regulamentos (NÃO) permitem. Salvador fez aquilo que lhe apeteceu como Varandas já havia feito, com a contratação de Silas. Não se passa nada. Há sempre um Vital ou um Ferro capazes de dar a cara pelos (in)cumprimentos. E a banda segue, enquanto não houver vontade política para pôr cobro a mais esta fantochada. Sim, estamos a falar de fantoches e bonecos articulados, que fazem parte de um sistema que, este sim, coloca em causa, permanentemente, a Verdade Desportiva. A incapacidade de mudar é chocante.

8 - O despedimento de Ricardo Sá Pinto - mesmo com um desempenho fantástico na Liga Europa — estava anunciado. A ‘chicotada’ imposta por Abel Ferreira impunha uma decisão rápida. Uma decisão não amadurecida. E percebe-se agora que Rúben Amorim, para além das suas capacidades, teve sempre altíssimo patrocínio.

9 - Não é fácil, convenhamos, mas António Salvador não conseguiu levar o G-15 para o patamar que o futebol português necessitaria e está a meio da ponte entre os apoios ao Benfica e ao FC Porto.

10 - Os danos da ‘falta de nível’ de Jorge Silas e Rúben Amorim serão sempre inferiores aos danos da falta de nível do dirigismo desportivo. As dependências e as teias não deixam, internamente, o futebol português respirar. Voltarei ao tema. Feliz 2020!

JARDIM DAS ESTRELAS ** (2 estrelas)

Os tempos de Carvalhal

Notas (e protagonistas) de fim de ano:

ANTÓNIO SALVADOR - Demasiado a meio da ponte. Demasiado ‘jogador’. Quer ficar na história? Então seja mais incisivo sobre aquilo que pretende para o futebol português!

BRUNO FERNANDES - Muito boa a entrevista ao Record. E comece a pensar em tirar o título para ser treinador, porque há duas ‘skills’ que não enganam: liderança e poder de comunicação.

BRUNO RIBEIRO - A honra e a dignidade não valem nada, no futebol em que… ‘vale tudo’?!

CARLOS CARVALHAL - Genuíno, com espírito de futebol positivo, decidiu regressar a Portugal, depois de achar que o oxigénio que armazenou em Inglaterra seria suficiente para respirar, livremente, no futebol português. Não é. Este ambiente na bola indígena é pútrido, venenoso e sufocante. É uma questão de tempo. Ninguém com capacidades fica aqui muito tempo.

JORGE JESUS - Percebeu tarde que Portugal é um grande país mas que há outras realidades para além do Benfica, Sporting ou FC Porto. Foi preciso sair de Portugal para adquirir uma nova dimensão. E ainda estará a tempo de conquistar a… Champions? Dependerá do próximo passo e da capacidade — no mercado - daqueles que o rodeiam.

RÚBEN AMORIM - O ‘nível 4’ ou outro qualquer não oferece aos treinadores competências essenciais ao nível da liderança e da comunicação, e por isso vamos ver até que ponto esta escolha de Salvador não é essencialmente… política.

O CACTO - Erros graves

Erros gigantescos de arbitragem na Taça da Liga: golo anulado a Piazon (por André Narciso), a prejudicar gravemente o Rio Ave no jogo com o Gil Vicente (VAR precisa-se!), o que desencadeou a reacção atípica de Carlos Carvalhal; expulsão de Bolasie em Portimão, com a agravante da expulsão ter sido resultante de uma descarada e grosseira simulação do jogador Willyan; e, na Taça de Portugal, no FC Porto-Santa Clara, dirigido por Fábio Veríssimo/Luís Ferreira (VAR) falta de Corona no único golo da partida. No caso do jogador do Portimonense, por se tratar de uma questão disciplinar, espera-se que o depoimento de João Pinheiro ajude a repor a verdade: Bolasie despenalizado e… Willyan castigado, por ferir a ética desportiva.»
(Rui Santos, Pressão Alta, in Record, hoje às 20:40)


Contra raios e coriscos e enquanto for capaz de hastear aquela que entendo ser a 'bandeira de verdade', Rui Santos continuará a ser...

Bem-vindo a este modesto e despretensioso cantinho!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Quase uma equipa pronta para avançar!...


Bruno Fernandes fala dos jovens da formação um a um e aponta nome especial (vídeo)

O 'treinador' que já hoje todos projectamos em Bruno Fernandes, falou sobre Rodrigo Fernandes, Matheus Nunes, Pedro Mendes, Tomás Silva, Bruno Tavares e Joelson Fernandes, mas há um outro, defesa central dos juniores com três jogos já realizados pelos Sub23, de quem diz gostar muito. Esquerdino que amiúde tem destacado e agora refere: Gonçalo Inácio! Um jogador que se vier a treinar-se com os séniores um destes dias, pode vir a aprender muito com Mathieu. Falando naturalmente em dimensões diferentes, mas o estilo de jogo parece-lhe muito idêntico ao do central francês, hoje grande e incontornável referência em Alvalade...


Gonçalo Inácio  renovou em 2019 pelo Sporting, por mais 5 anos

Lentamente, começa a ressurgir a 'cantera' do Sporting! Com alguns já titulares ou apenas a um pequeno passo e não terá sido resultado apenas de uma mera questão de substituição de colchões. Algo mais estará a ser feito para que de novo comecemos a ver...

Quase uma equipa pronta para avançar!...

Leoninamente,
Até à próxima

Eu assino por baixo!...



Uma importante entrevista em que Bruno Fernandes afirma uma boa mão-cheia de verdades e diz ter feito uma curiosa aposta que...

Eu assino por baixo!...

Leoninamente,
Até à próxima

quinta-feira, 26 de dezembro de 2019

"Honni soit qui mal y pense"!...




Jorge Jesus encontrou-se com Frederico Varandas em Lisboa
Encontro num hotel teve carácter meramente social

"Honni soit qui mal y pense"!...

Leoninamente,
Até à próxima

Coitado de Zé Pereira!...



Coitado do Zé Pereira!...


Já não lhe bastava ser obrigado a ter de andar a engolir durante uma quase eternidade, o 'sapão gigante' do Varandas e não é que agora, sem que ninguém suspeitasse ou o tivesse alertado, vê entrar-lhe pela boca dentro este 'sapinho com pretensões a sapão' do Salvador que, alegada e provavelmente, ainda lhe causará um vómito maior que as dezenas e dezenas que já engoliu!...

E o Zé Pereira, agarra-se ao bombo e zás, vem anunciar a intenção de ir rezar um 'tercinho' a S. Bento!...

Esta é de 'cabo de esquadra'! Como se este 'santinho' alguma vez pudesse vir a ser 'padroeiro do futebol' para além do seu "querido clube"!...

Ou será que o Zé Pereira julgará este santo como um qualquer São Bento da Porta Aberta?!...

Coitado de Zé Pereira!...

Leoninamente,
Até à próxima

terça-feira, 24 de dezembro de 2019

Para onde vais, Varandas?!...


Scouting do Sporting trabalha em vão
Raul José já disse a Varandas que ficará em Alcochete até o presidente querer.


«O departamento de scouting do Sporting anda praticamente a trabalhar em vão. Raul José, o responsável pelo sector, de acordo com fontes contactadas, sente alguma desilusão por o clube não corresponder às sugestões para a aquisição de jogadores.

A falta de dinheiro é a principal causa para o desencanto do departamento. Há jogadores referenciados, mas, quando é preciso pensar na fase seguinte, ou seja, tentar a aproximação para, posteriormente, se avançar para negociações, o processo pára.

O clube de Alvalade não tem disponibilidade financeira para tentar contratar futebolistas com alguma qualidade. Basta, aliás, ver o que aconteceu no mercado de Verão, altura em que acabou por recorrer a empréstimos de atletas "sem qualidade para jogar no Sporting", frisa a referida fonte. Por isso, "é fácil entender a razão de a equipa dificilmente poder aspirar à conquista do título".

O departamento de scouting, garantem, nem terá sido ouvido relativamente à vinda dos jogadores emprestados, facto que não conseguimos confirmar junto do próprio responsável. 

O antigo adjunto de Jorge Jesus, com quem trabalhou, por exemplo, nos leões, já falou,  com o presidente do clube e disse-lhe, claramente, que estará em Alcochete até Frederico Varandas o desejar. O dirigente dos leões, recorde-se, foi o responsável pelo regresso de Raul José ao clube...»

Uma indecifrável "quadratura do círculo" parece rodear a actual 'governance' do Sporting Clube de Portugal, com as dificuldades a poderem ser de certo modo compreendidas por uma razoável massa de adeptos sportinguistas. O mesmo certamente já não se afigurará tão linear, quando essa mesma franja de adeptos é confrontada com a sistemática, intencional e severa reserva usada na divulgação dessas mesmas vicissitudes. Ainda que se pense na salvaguarda dos interesses, do bom nome e do prestígio de um Clube centenário, nada nem ninguém impedirá a especulação que, em termos tanto internos quanto externos, resultará desta perigosa 'virose dicotómica'!...

Só uma certeza muito grande no presente e uma confiança maior ainda no futuro, poderá levar um líder e toda a equipa que o rodeia, a escolher rumo tão difícil e quase inexequível, sem uma explicação plausível - e cómoda, diga-se! -, perante a paixão quase irracional daqueles que os seguem. 

Aqui do meu canto, amiúde, interrogo-me, preocupado...

Para onde vais, Varandas?!...

Leoninamente, 
Até à próxima

segunda-feira, 23 de dezembro de 2019

Um orgulho ser sportinguista!...


Também na natação somos grandes

«Os leões da natação conseguiram o melhor Campeonato de Piscina Curta de sempre, ao conquistar 57 medalhas!!!

35 medalhas nos Seniores: 13 ouro - 11 prata - 11 bronze.

22 medalhas nos Juniores: 13 ouro - 5 prata - 4 bronze.

O Sporting esteve representado por 28 atletas (15 masculinos e 13 femininos), naquela que foi a competição mais importante da época de piscina de 25 metros.
Destaque para Alexis Santos que venceu todas as finais em que participou, foi o mais medalhado em toda a competição (dez títulos) e bateu dois recordes nacionais – 50 metros bruços com o tempo de 27’’12 e 50 metros costas com a marca de 23’’69.

Também Salvador Gordo superou o recorde nacional de juniores nos 50 metros mariposa com o tempo de 24’’96.

Importa ainda realçar que o Clube verde e branco venceu todas as provas de estafetas em seniores masculinos. Já em juniores femininas, o Sporting CP alcançou o primeiro lugar em todas as provas em que estava inserido.»
(in Camarote Leonino, hoje às 18:00)


Com a devida e grata vénia ao blog Camarote Leonino, transcrevo na íntegra a excelente compilação que há pouco por ali foi publicada sobre os Campeonatos Nacionais de Piscina Curta...

Um orgulho ser sportinguista!...

Leoninamente,
Até á próxima

As nossas melhores contratações!...


Pedro Mendes a chegar
Avançado da equipa Sub23 vai ser inscrito nas competições nacionais em Janeiro

«Uma das principais prioridades do Sporting na reabertura do mercado em Janeiro é o reforço do sector mais ofensivo, uma vez que Luiz Phellype é actualmente o único ponta-de-lança do plantel disponível para disputar todas as competições. Apesar de a contratação de um avançado ser considerada prioritária, o Sporting nunca entrará em loucuras em aquisições de jogadores, uma vez que a saúde financeira do clube assim não o aconselha. Aliás, para chegarem reforços importantes em Janeiro será preciso, primeiro, arrecadar verbas com eventuais vendas de jogadores, de forma a equilibrar as contas. A política da direcção de Frederico Varandas é aproveitar ao máximo os jovens da formação e fazer, cirurgicamente, alguns ajustes no plantel.

Contudo, há um reforço que está a chegar e não implicará gastar dinheiro. Trata-se de Pedro Mendes, goleador da equipa Sub23 que será inscrito nas competições nacionais em Janeiro. Desta forma, Jorge Silas contará definitivamente com mais uma opção atacante, uma vez que o jovem de 20 anos apenas conseguiu dar o seu contributo na Liga Europa: disputou quatro partidas e marcou em Eindhoven.»

Não será a conhecida, por todos os sportinguistas atentos, "saúde financeira" e muito menos aquele que deverá ser sempre o objectivo mais importante do Clube em cada época, há muito hipotecado, a aconselharem a repetição dos erros cometidos na anterior abertura do mercado, na busca desenfreada e serôdia do "remédio para todos os males", o famigerado ponta-de-lança, tão reclamado tanto pelos adeptos menos atentos e, por isso, afastados das várias e duras realidades de Alvalade, quanto por aqueles que apenas serão verdadeiramente adeptos do estado de "quanto pior melhor", que infelizmente militam, cobarde e miseravelmente camuflados no admirável universo leonino à espera que uma qualquer 'tempestade' lhes possa, simultaneamente, refrescar o nabal e secar o cereal na eira!...

O ponta-de-lança que todos desejaríamos ver no Sporting, ou não existe, ou então, estará mais verde que nós todos juntos, sem que "nem os cães o possam alguma vez tragar", quanto mais este Sporting, ainda em dolorosa convalescença do mais grave acidente que terá sofrido em toda a sua história centenária!...

Acreditar na "prata da casa", acreditar nas capacidades de Luiz Phellype, acreditar nas potencialidades de Pedro Mendes, sem voltar a esquecer de fazer a sua inscrição na Liga e... dar tempo a Jorge Silas! Essas sim, serão...

As nossas melhores contratações!...

Leoninamente,
Até à próxima

Antecipar para 5 de Janeiro o Dia de Reis!...


O exemplo dos 'desprezados' do Sporting

«... Mas voltemos (centremo-nos) ao (no) fim de semana, que havia começado mal para a rapaziada que vive da desgraça alheia – com a vitória do Sporting em Portimão. E por uma simples razão: se há equipa desprezada por muitos dos seus adeptos e criticada por quase todos os comentadores, é a do Sporting. No entanto, nem tudo o que parece é e os jogadores de Alvalade responderam agora, de forma soberba, aos que, como eu, acham que muitos deles não têm categoria para vestir a camisola leonina. Afinal, Silas pode ter um tesourinho nas mãos.

A jogar fora, a perder ao intervalo e com menos um em campo – após uma expulsão inacreditável – o Sporting deu a volta ao marcador, recorrendo aos "patinhos (ainda mais) feios" que tinha no banco e, como sempre, ao desempenho sublime do seu capitão. Que exemplo notável de profissionalismo e capacidade de superação! Sim, se o trabalho e o talento comandam a vida, de pouco valeriam se a sorte não fosse procurada com determinação, coragem, sacrifício e um coração enorme. Tudo isso vimos, na agreste noite algarvia, numa dúzia de futebolistas que têm, afinal, categoria para jogar no Sporting. Chapeau!...»
(Alexandre Pais, Outra vez Segunda-feira, in Record, ontem às 22:59)


Só Alexandre Pais saberá se a exclusão de Jorge Silas dos encómios dirigidos aos 'desprezados' jogadores do Sporting - por tantos de nós, adeptos sportinguistas e até por ele próprio, Alexandre Pais! -, se terá ficado a dever a um qualquer lapso circunstancial ou, então e pelo contrário, o que me parecerá até bastante plausível, a algum 'ódiozinho de estimação' que terá plantado na sua horta de Belém e cujos desvelos ainda se manterão, mesmo depois de o jovem técnico ter  mudado de ares...

Vem esta pertinente dúvida a propósito da minha convicção, reforçada agora por já terem passado mais de 24 horas sobre "a agreste noite algarvia", de que o seu maior obreiro talvez tenha mesmo acabado por ser Jorge Silas que, irónica e curiosamente, talvez tenha sido dos mais "desprezados" de todos os leões!...

Seja como for, Jorge Silas terá ganho, para muitos sportinguistas, inesperada e surpreendentemente, uma 'nova vida', com este quase 'miraculoso' apuramento, para a "final four" da Taça da Liga! Porém, no meu modesto entender, julgo que apenas terá adiado para 5 de Janeiro, toda a 'instrução do processo do seu julgamento'!...

De uma coisa tenho a certeza, agora que conseguiu, finalmente, estabilizar processos e equipa tipo, não haverá ninguém - nem o treinador que irá defrontar -, mais empenhado que Jorge Silas, em...

Antecipar para 5 de Janeiro o Dia de Reis!...

Leoninamente,
Até à próxima

domingo, 22 de dezembro de 2019

Um novo e grande desafio para Silas e os seus leões!...



E precisamente dentro de um mês, teremos no Estádio Municipal de Braga, a 'Final Four' da Taça da Liga 2020, que decidirá aquela que, de entre as melhores quatro equipas cá do 'burgo', a própria Liga decidiu classificar com o pomposo título de 'Campeão de Inverno'!...

Um novo e grande desafio para Silas e os seus leões!...

Leoninamente,
Até à próxima

O caminho faz-se caminhando!...


Mesmo nos tempos difíceis que vamos vivendo em Alvalade, desejo endereçar a todos os  desportistas em geral e muito particularmente a todos os sportinguistas que me dão o privilégio da sua presença neste meu pequeno mundo, um leonino abraço de Boas Festas e os desejos sinceros de um melhor e Bom Ano de 2020.

O caminho faz-se caminhando!...

Leoninamente,
Até á próxima

Ou vai arbitrar apenas jogos do Benfica?!...


Os casos do Portimonense-Sporting
Bernardo Ribeiro analisa os lances mais polémicos


«O director de Record, Bernardo Ribeiro, analisa a arbitragem de João Pinheiro no Portimonense-Sporting, em jogo da última jornada do grupo C da Taça da Liga.

"Um desastre. A expulsão de Bolasie entra para o anedotário nacional. Depois, curiosamente, mudou de critério e entendeu que não houve falta sobre Coates e Bruno Fernandes em lances semelhantes. Bem no penálti pedido por Vietto e benefício da dúvida no primeiro de Bruno."

LANCE A LANCE


15' - CERTO - Penálti. Falta clara de Camacho, com uma entrada imprudente e à margem das leis. Correto também o cartão amarelo.

24' - CERTO - Aceita-se... Bruno Fernandes pede penálti num lance de difícil análise para o árbitro. Aceita-se mas há contacto...

45' - ERRADOCritério 1. Expulsão de Bolasie é ridícula. Pinheiro transforma amarelo por simulação a Willyan no vermelho ao congolês. 

59' - CERTO - Sem falta. Vietto pede penálti mas não se vislumbra qualquer falta sobre o argentino, que parece deixar-se cair.

79' - ERRADO - Critério 2. A mão na cara de Coates é evidente e estranha-se o critério seguido por Pinheiro após a expulsão...

90+3' - ERRADO - Critério 3. Desta vez é Bruno Fernandes quem pede penálti. Nova chapada na cara. Outra vez sem falta para Pinheiro.»

Esse tal de João Pinheiro vai p'rá jarra... 

Ou vai arbitrar apenas jogos do Benfica?!...

Leoninamente,
Até à próxima

Lá terão que meter a viola no saco!...




Liga Portuguesa de Futebol reconhece Bruno Fernandes e  Luís Maximiano como jogadores formados localmente
Documento de registo dos jogadores é inequívoco (LINK)


Lá terão que meter a viola no saco!...

Leoninamente,
Até à próxima

sábado, 21 de dezembro de 2019

Onde apenas estarão os melhores!...



E aquilo que para a quase totalidade do próprio universo leonino era considerado impossível, especialmente depois do estúpido pénalti de Rafael Camacho, do desesperado lance de Mathieu e da incompetente decisão de João Pinheiro - a quem muito poucos ou mesmo nenhuns chamarão de 'anjinho', tal o compr(omet)imento das suas 'asinhas'! -, acabou por acontecer!...

Será um puro exercício de adivinhação tentar perceber o que Jorge Silas terá dito aos seus jogadores ao intervalo. Mas o facto é que a equipa apareceu transfigurada. A jogar com 10 - pela batota de Willyan e pelo 'engôdo' do Pinheiro! -, toda a segunda parte, Jorge Silas terá complementado as palavras de motivação que no balneário dirigiu aos seus comandados e, assumindo o risco total, pôde assistir, juntando o seu mérito, ao mérito que os seus leões fizeram por merecer inteiramente: o prémio de poder voltar defender a Taça  que tem morado em Alvalade nas últimas duas edições.

Ao que foi reportado pelos jornalistas do jornal Record, João Lopes e Vítor Almeida Gonçalves, o lance da expulsão de Yannick Bolasie, por simulação de Willyan, motivou uma reacção enérgica de Frederico Varandas ao intervalo do jogo desta tarde em Portimão. Incrédulo na tribuna perante a repetição da jogada que deu origem ao segundo cartão amarelo exibido ao avançado franco-congolês, o presidente do Sporting terá alegadamente descido à zona técnica e confrontado, pessoalmente, o árbitro João Pinheiro, pela polémica decisão.

"Procurando não cometer excessos de linguagem mas contundente na forma como expôs o seu ponto de vista, Varandas fez questão de sublinhar o desagrado perante uma situação que o Sporting contestou de imediato, quer por Bolasie em campo, quer depois pelo próprio líder leonino na tribuna, onde estava sentado junto ao presidente da SAD do Portimonense, Theodoro Fonseca.
A abordagem de Varandas a João Pinheiro foi, naturalmente, testemunhada no local pelos delegados da Liga e pela generalidade daqueles que estavam acreditados para a zona técnica do Estádio Municipal de Portimão."

Ainda de acordo com informação avançada pelos mesmos jornalistas, Frederico Varandas terá feito de seguida algo que não é seu hábito fazer, ou seja, ter-se-à deslocado ao balneário para estar com a equipa ao intervalo. O presidente leonino terá passado uma mensagem de confiança e de estímulo para a segunda parte do jogo, mostrando-se convicto de que a equipa haveria de dar a volta ao resultado, o que de resto acabaria por acontecer.

Hoje toda a pirâmida leonina actuou como um verdadeiro bloco: unido, solidário, deixando tudo em campo, mas trazendo para Alvalade o mais importante, que tantos outros desejariam e acabaram por não conseguir, a vitória e a presença na 'final four'...

Onde apenas estarão os melhores!...

Leoninamente,
Até à próxima

Imparáveis?!...



Basquetebol Liga Placard # Jornada 13

Sporting
Abdul-Malik Abu (5), Jorge Embaló (2), Diogo Araújo (4), Travante Williams (36), Cândido Sá (4), Claúdio Fonseca (6), James Elisor (20), Francisco Amiel (7), João Fernandes (2), Diogo Vnetura (12), Jeremias Manjate (4)

Illiabum
Augusto Sobrinho (15), Javinger Vargas (4), Anthony Livingston (11), Ryan Jones (11), Kévin Coronel (10), Rozelle Nix (4)

Imparáveis?!...

Leoninamente,
Até à próxima

Acordavam todos presos!...


O boi do presépio e o bolor nas palhinhas


O caso do ‘túnel do Jamor’, como escrevi aqui há uma semana, coloca a nu as fragilidades do futebol português.

SILÊNCIOS E IMAGENS - Treze dias depois do incidente que marcou o jogo da B, SAD com o FC Porto continua a não saber-se exactamente o que se passou. Os silêncios continuam a dominar o ‘caso’. Os protagonistas que as primeiras imagens trouxeram para a ribalta — os treinadores Pedro Ribeiro e Sérgio Conceição —, que podem ter interesses diferentes na revelação de toda a verdade, parecem ter sido engolidos pela estratégia, jurídica e institucional, das respectivas SAD. As imagens que entretanto vieram a público esclarecem muito pouco e fica agora perceptível que só vieram a público por serem praticamente irrelevantes.

IMAGENS SEM SOM - Um ‘pormaior’ a adensar a ideia de que as imagens só vieram para o espaço público exactamente por não conterem nada de muito palpitante, ao ponto de poder agravar ilícitos disciplinares, relaciona-se com o facto de o som relativo às imagens não ter sido disponibilizado. Não quer dizer que obrigatoriamente esclareça tudo o que se passou, mas é óbvio que o áudio da gravação é muito importante para se perceber o contexto em que tudo aconteceu.

PINTO DA COSTA GLOSA - Conhecedor de que as imagens não incriminam o seu treinador, pelo menos de uma forma irrefutável, o presidente do FC Porto, Pinto da Costa, no registo habitual, vem glosar o tema e até com alguma piada, acrescente-se, o que também é nele habitual, conhecedor de que em Portugal os crimes perpetrados no futebol não têm castigo, uma vez que há sempre uma mão invisível que coloca tudo nos seus (in)devidos lugares. Neste caso, o que pode estar em causa é uma infracção que poderia custar a suspensão duradoira de um treinador, o que — guardadas as devidas proporções, comparativamente a outros casos bem mais gravosos para a integridade da competição nacional — não deixa de ter a sua importância.

3-CÂMARAS-3 - A informação que havia dado, na terça-feira, do túnel do Jamor com 3 câmaras confirmou-se. Confirmou-se, de resto, o que havia dito: que as imagens não haviam captado nada de muito relevante. E este é um ponto essencial. Se as câmaras não são colocadas em número e ‘em qualidade’ para, em caso de potenciais ilícitos disciplinares, captarem o que efectivamente se passa nesses espaços, o sistema (de alegada regulação) está viciado. No presépio de Natal, o boi representa a bondade, pelo que está explicado o bolor encontrado nas palhinhas deste caso. Deve ser da humidade.

MENTIRA - E este é apenas mais um (mau) exemplo do faz-de-conta que é o sistema de regulação do futebol em Portugal. Quando são os clubes que aprovam os regulamentos; quando são os clubes que controlam a captação das imagens; quando são os clubes que decidem se disponibilizam ou não as imagens captadas, pagando multas irrisórias se não o fizerem; quando são os clubes — ou as SAD, nas mesmas circunstâncias — que decidem absolver ou enterrar os seus parceiros, consoante os interesses que possam estar em jogo, o futebol transforma-se numa enorme mentira. Nada disto é sério. O sistema de regulação do futebol em Portugal não existe, não é credível, não funciona e fomenta as más práticas dos protagonistas. O descrédito é total e apenas serve para alimentar o ruído, em manifestações de ruminação bovina, própria de países do terceiro mundo.

DESREGULAÇÃO - O futebol vive neste ambiente de desregulação há demasiado tempo, no fundo o mesmo tempo de desregulação em que vive o país. O país e os governantes desculpabilizam as cenas circenses do futebol porque também eles, fora das quatro linhas, alimentam este circo. A salgadização de Portugal colocou-o, sufocado e amordaçado, em nome de mordomias várias, demasiado confortáveis para diversos ‘players’, num plano de consentimento e até de incentivo aos excessos da máquina do futebol. A vieirização de hoje é uma réplica da salgadização de outrora, com repercussões no presente — e sempre com os mesmos a pagarem a factura. Tóxico, injusto, desmobilizador.

NOTA DE BOAS FESTAS - Há uns que criam e outros que copiam, diz Jorge Jesus, e com muita razão, neste tempo em que nada de original assume o devido valor. Os copiadores e a profusão de cópias gastas e replicadas são assustadores. Um assessor de comunicação dizia recentemente, esquecendo-se das suas origens e com total desrespeito institucional, que é "…para vocês encherem chouriços’. As cada vez mais complexas manobras de (contra)informação estão a tornar este mundo quase irrespirável. Contudo, não creio que a desistência seja o melhor caminho. Quando, de repente, vemos gente ligada à comunicação a dar opinião e ao mesmo tempo a fazer negócio à custa do êxito de Jorge Jesus, pergunto-me: vale mesmo tudo? Não há — com a permissão de Ferro Rodrigues — um pingo de vergonha?!…

Boas Festas e Feliz Natal!

O CACTO - Alcochete …"nunca mais!"

O futebol em Portugal precisa de uma vassourada das grandes, mas os que podiam fazer a limpeza escondem-se e não estão para se meterem ou em trabalhos ou em apuros. É assim que o sistema definha há anos e se instala o regime do ‘vale tudo’. As recentes notícias a envolverem o nome do Boavista, numa operação em que, segundo a Procuradoria-Geral Distrital do Porto, está em causa «a canalização para sociedade desportiva de quantias monetárias obtidas por sociedade comercial, tudo contornando o circuito tributário através de expedientes diversos», e ainda as também recentes notícias segundo as quais Luís Filipe Vieira foi finalmente ouvido pela PJ — um avanço — no âmbito da ‘operação Lex’, quando estão em causa indícios de corrupção recebimento indevido de vantagem, já pouco perturbam a opinião pública, habituada a não ver resultados mais concretos das investigações, em matéria de condenações a envolver figuras do futebol. Tudo em pleno julgamento de Alcochete; e tudo num momento em que falsos adeptos do Sporting gritam… "Alcochete sempre!" É preciso responder com ‘Alcochete nunca mais!" e perceber se na verdade pouco acontece no futebol, com o saco de Natal cheio de suspeitas, por causa daquilo que diz Rui Pinto, para quem "o Benfica é como um polvo, os braços chegam a todas as elites do país". Rui Pinto diz que "o futebol é intocável". Se não é, parece. Tenha o poder residência habitual no Norte ou no Sul do País.
(Rui Santos, Pressão Alta, in Record, em 20 Dez 2019, às 19:11)


Boas Festas e Feliz Natal também para Rui Santos!...

Parece que as 'novas confeitarias', à revelia da tradição e por imperativos de uma 'nova ordem política', passaram a produzir bolos-reis sem favas e sem brindes! Ainda bem para Rui Santos e para uns poucos, infelizmente muito poucos que, por mor do vício de dizerem as verdades, ainda vão beneficiando do ricochete protector das elites! De outro modo, um dia destes...

Acordavam todos presos!...

Leoninamente,
Até Próxima

sexta-feira, 20 de dezembro de 2019

Acredito num trabalho bem feito!...


Jorge Silas e o jogo de Portimão: «Vamos na máxima força e vamos lá para ganhar»
Treinador garante que não poupará ninguém no encontro decisivo da Taça da Liga

«Vamos jogar contra o líder do grupo e para eles, eventualmente, o empate até pode ser suficiente, dependendo também depois do resultado do Rio Ave, mas para nós só a vitória interessa. Vamos na máxima força e vamos lá para ganhar, porque não há outro resultado que nos interesse.
Não faz sentido nós estarmos a pensar no outro jogo. Nós só temos uma coisa a fazer: é ganhar. Depois, logo se vê o que acontece no outro jogo. Mas, mesmo que o outro jogo nos seja favorável, nós teremos de ganhar à mesma, porque no Sporting exigem-se vitórias. O nosso trabalho aqui é tentar ganhar o jogo e, depois, logo se vê o que acontece no outro jogo.
Temos condicionantes na Taça da Liga, porque há um certo número de jogadores formados localmente que têm de jogar. Nós não poderemos apresentar só o último onze, vamos ter de fazer uma ou outra alteração, mas eu considero que vamos estar fortes à mesma.»
(Por João Lopes, in Record, hoje às 17:31)

Um pequeno 'pormaior' que a muitos sportinguistas, entre os quais me incluo, terá passado de facto despercebido: "haverá um certo número de jogadores formados localmente que terão de jogar"!...

Jorge Silas e a estrutura leonina estarão atentos a isso, porque esse é o mister deles! Veremos então com quantos e quais os paus com que Jorge Silas irá construir a canoa capaz de navegar em segurança no Rio Arade...

Acredito num trabalho bem feito!...

Leoninamente,
Até à próxima

Como um livro aberto!...


Rui Pinto: «O Benfica é como um polvo, os braços chegam a todas as elites do país»

"No ano passado, o Spiegel e a EIC revelaram como os grandes clubes da Europa planeavam uma Super Liga. Após a publicação, os clubes negaram. Mas repare nas últimas notícias: Florentino Pérez, presidente do Real Madrid, fundou uma nova associação internacional de clubes, apontando para a implementação da Super Liga. Tem sido a mesma mer** há anos. Apenas continua. Enquanto a equipa favorita vencer, as pessoas não se importam com mais nada - mesmo que saibam sobre irregularidades e crimes. Não posso fazer nada contra isso. O futebol é intocável. E as autoridades protegem a indústria porque é de tão grande interesse público. 
Veja o maior clube português, o Benfica. É como um polvo, cujos braços atingem toda a elite do país. O clube está tão intimamente ligado à polícia, às agências policiais e à política. Recebem regularmente bilhetes VIP para os jogos do Benfica. Seria um enorme conflito de interesses se eles tivessem que examinar seriamente o clube".

Como um livro aberto!...

Leoninamente,
Até à próxima

PUBLICIDADE