terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Salvar as aparências e a verdade desportiva!...


Olha-se para uma das muitas fotografias que já correm por aí pelas edições 'online' de quase todos os jornais e redes sociais, que mostram à evidência que algo de muito grave se terá passado na nova bancada Norte do estádio António Coimbra da Mota - construída há pouco mais de três anos! - e quase não se acredita. A menos que os deuses tenham decidido que os efeitos do abalo sísmico com epicentro próximo de Arraiolos - 4.9 da escala de Richter! - se viessem a reflectir também - tão provável, quanto possível! -, a mais de 150 quilómetros de distância! Decididamente, talvez já não sejam apenas os homens a cavar a sepultura do nosso pobre futebol, onde tudo parece acontecer...

Deu para estranhar ver os adeptos do Porto voltarem à bancada afectada, depois da debandada que provocou a suspensão do encontro. E pensei para com os meus botões que, ou seriam loucos ou idiotas. Por muito que ame o futebol e o meu Clube, nesse filme jamais seria capaz de entrar. Felizmente que imperou o bom senso e o sentido de responsabilidade entre aqueles que tinham de tomar as naturais, delicadas e difíceis decisões. 

Assim, com tempo e dormindo sobre a questão que de supetão  parece ter abalado o já de si 'doente' fuitebol português, a Liga, o Estoril, o Porto e as autoridades competentes nesta delicada matéria, poderão avaliar a melhor decisão a tomar que, espero eu e creio que a grande maioria dos adeptos da verdade desportiva, não seja aquela que os arautos da desgraça logo se encarregaram de espalhar aos quatro ventos, com base numa leitura apressada e profundamente capciosa dos regulamentos.

Não queiram alguns ser ainda mais papistas que o 'papa' que, no regresso, talvez pare no local onde habitualmente costuma agradecer muitos milagres à senhora da sua devoção, tê-lo salvo de uma iminente derrota, que a pior primeira parte da época já ia anunciando!... 

Vá lá, que os decisores sejam capazes de, pelo menos... 

Salvar as aparências e a verdade desportiva!...

Leoninamente,
Até à próxima

10 comentários:

  1. Por falar em rachas..o que rachou o VAR em Alvalade no lance em que o Bas Dost parece sofrer um empurrão/cotovelada nas costas?
    A imagem que mostraram - e que supostamente o árbitro foi ver- era uma autêntica anedota e não dava para tirar duvidas quanto mais para tomar uma decisão baseada na imagem.
    Muito estranho.

    SL

    ResponderEliminar
  2. Verdade desportiva...?
    Vem já no capitulo seguinte...:
    "Derrota do Estoril...por terem deixado entrar o tremor de terra ba bancada.. "

    SL

    ResponderEliminar
  3. No meio desta coisa toda... só estranhei mesmo o facto de em 1/2 dúzia de minutinhos terem feito vistorias e acertado conclusões que uma estrutura daquelas poderia voltar a suportar o peso daqueles milhares de 'coitados'... Felizmente imperou o bom senso... (A possibilidade de o terramoto ter feito aquilo é bem verosímil... eu próprio, em Lisboa, 'acagacei-me' todo com o edificio onde labuto diariamente a abanar 'forte e feio' durante dois/três segundos... - o tempo é relativo - mas deu para perceber o que se estava a passar...)

    Quanto aos Deuses... "Raios os partam..." Ontem aquilo era para no mínimo ficarem lá dois pontinhos... mas é esse o nosso destino...

    "CONTRA TUDO E CONTRA TODOS, os que existem e até, os que talvez não"

    DAASSEEEEE, É DURO SER REI NESTA SELVA....!!!!

    SAUDAÇÕES LEONINAS

    ResponderEliminar
  4. Estimadíssimo Amigo Álamo:

    Há uns anos um Benfica-Sporting foi interrompido por problemas de segurança (cobertura do estádio a voar).
    O Benfica foi punido com derrota? A sério? Tem piada, não me lembro de tal...
    Ou será que mudaram os regulamentos desde essa altura?
    E, já agora, o Porto está a perder ao intervalo, e é quando o Madureira vai fazer uma mija que diz que ouve um estrondo? A sério? E vê umas rachas que até já estão reparadas com cimento, como se vê nas imagens da tv?
    Mas acham que comemos todos gelados com a testa?
    Estão
    Pois é...
    Saudações das nossas, querido Amigo

    José Lopes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu queria ver se acontece-se uma desgraça o que você dizia

      Eliminar
  5. Pior primeira parte com 4 oportunidades para o porto e 1 para o estoril....
    A repeticao so vai prejudicar o porto, pois o estoril vai voltar a jogar fresquinho e a poder fazer 20 faltas numa parte....
    Mas sim a culpa é do porto.....
    Vale tudo para defendermos o que queremos....
    Se a bancada caisse a meio da 2a parte com os adeptos lá? Ai o estoril ja podia ser responsabilizado?

    O estoril sabia perfeitamente como tinha o estadio. Os remendos assim o comprovam....

    mas ao inves de olharmos para isto e exigirmos responsabilidades a quem por incuria poe vidas em causa, preferimos levantar fantasmas....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo, em Portugal só se lembrem de Sta Barbara quando treveja

      Eliminar
    2. Meu caro, havia alguma coisa a impedir o normal desenrolar do jogo?
      Ah, sim, havia as claques do Porto, que se haviam deslocado para o relvado-
      Mas a bancada não estava toda em mau estado - ou estava?

      Depois das claques abandonarem o relvado, este ficou livre - o jogo podia ter sido recomeçado... ou não?
      Porque não marcaram o jogo para hoje? Até o relvado do Estádio Nacional teria servido, afinal é bem mais perto do que o do Algarve...
      Salvo qualquer anormalidade, Brahimi poderá jogar a 2ª parte deste jogo -o que vai dar muito jeito, não é verdade?

      Eliminar
    3. Mas desde quando uma bancada é essencial para se jogar futebol?
      Se não havia segurança, retiravam os espectadores das zonas afectadas, devolviam-lhes o dinheiro, e concluíam o jogo.
      Não foi isso que fizeram em Maio do ano passado num jogo em que ruiu parte de bancada, com vários feridos, salvo erro, em Santa Maria da Feira?

      O problema é que o Porto estava a perder e os jogadores em campo pareciam não ter competência para dar a volta. Assim é melhor adiar e tentar recuperar as lesões dos que não puderam alinhar, não é?

      Eliminar

PUBLICIDADE