quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Porque em todo o tempo é tempo!...




As mudanças na comunicação do Sporting

"As mudanças na comunicação estratégica do Sporting Clube de Portugal impunham-se. Ou melhor, o Sporting Clube de Portugal precisa de comunicação estratégica, porque, até agora, viveu do voluntarismo do seu jovem presidente, Bruno de Carvalho, com as consequências negativas a manifestarem-se à velocidade de cada polémica, quase sempre devido ao excesso de palavras. O que é normal, porque um protagonista está tão envolvido no desempenho do seu papel que não tem o distanciamento necessário para conseguir ter a visão da plateia. É por isso que os consultores de comunicação são fundamentais para ajudar a concretizar a estratégia de uma organização.

O mandato da direcção de Bruno de Carvalho na presidência do Sporting Clube de Portugal é muito exigente, com desafios internos e externos enormes. Basta lembrar que o clube esteve muito perto da extinção, em 2012-2013, o pior ano desportivo de uma história centenária, quando Bruno de Carvalho foi eleito para virar uma página importante no rumo da organização. Nestas circunstâncias difíceis, torna-se fundamental comunicar bem e conhecer os meandros mediáticos e seus protagonistas, assim como os meandros do futebol português, sob pena de o projecto sufragado nas urnas pelos associados do clube, ruir por entre inúmeros casos.

Os ex-jornalistas João Morgado Fernandes e Luís Bernardo, antigos assessores de imprensa do ex-primeiro-ministro José Sócrates, percebem da poda e a sua contratação parece indiciar um corte com o amadorismo. A questão é saber se serão capazes de desempenhar o papel que um líder como Bruno de Carvalho precisa ao nível da comunicação. Ou se terão oportunidade de desempenhar esse papel.

O melhor conselheiro de comunicação não é aquele que diz o que o líder gosta de ouvir, mas aquele que diz o que o líder não gosta de ouvir, transmitindo previamente ao líder os cenários possíveis dos efeitos de cada palavra dita em público ou de cada decisão tomada. Ora, esse trabalho não pode estar a cargo de um “yes man”. E implica, também, que o líder assessorado assuma o compromisso de estar disponível para aceitar esse modelo de trabalho.

Para executar correctamente a sua estratégia de gestão do clube, o presidente do Sporting precisa de ter a seu lado assessores de comunicação que sejam bons advogados do diabo que, simultaneamente, sejam os primeiros defensores do emblema leonino na sua comunicação com os agentes exteriores. Que saibam controlar os dados das más notícias e ocupar o espaço mediático com os temas que interessam ao Sporting. Só profissionais com essas características e qualidades ajudarão a construir o melhor caminho do Sporting Clube de Portugal no espaço público mediático.


Lembram-se dele?! Claro que todos os sportinguistas se lembram! Um enorme e verdadeiro Leão, autor do fantástico blog O Leão da Estrela, infelizmente há bem mais de um ano sem voltar a ser publicado,  creio que por reflexo da partida do seu autor para o Brasil, na ocasião aqui reportada por outro grande sportinguista e seu e meu amigo, Rui Calafate.

Não sei se ainda permanece lá por Terras de Santa Cruz, é provável que sim. Como tão bem traduziu Pedro Abrunhosa na canção "Quero voltar para os braços de minha Mãe", "... ninguém sai donde tem paz...", sendo que LPR terá procurado no Brasil bem mais do que paz, porque essa, apesar de podre, também a teria aqui. Mas raro será o dia em que, apagada a luz de "O Leão da Estrela", não dou três pancadinhas no seu outro blog, "Comunicação Integrada", porque há alimentos que não dispenso nesta minha caminhada.

Luís Paulo Rodrigues, será com extrema dose de certeza, um dos melhores especialistas portugueses,  de Conselho em Comunicação. Ontem pela manhã, bem cedinho, deparei com o texto que acima vos apresentei, mas entendi que seria ainda cedo para fazer aquilo que agora me proponho, dado que já tinha no prelo uma introdução, quiçá mais ajustada a esse momento. Acho que chegou a hora de o oferecer aos sportinguistas.

Luís Paulo Rodrigues é um sportinguista profundo, com o qual me identifico. Mesmo longe, como penso que esteja, estará identificado melhor do que muitos de nós, com a realidade actual do Sporting. Mas não será seu timbre criar ódios de estimação, nem adoptar trincheiras que pouco lhe dizem. A sua única verdadeira trincheira neste contexto, será o Sporting!...

Deixo aos meus leitores, para reflexão, as palavras de quem sabe, de quem domina como poucos, matéria tão importante no momento actual do Sporting Clube de Portugal!... 

Sem sofismas, raivas e ódios, porque em todo o tempo é tempo!...

Leoninamente,
Até á próxima 

1 comentário:

  1. O caro Álamo permitiu-me relembrar um dos meus poemas preferidos, que reza qualquer coisa como "Todo o tempo é de poesia / Desde a névoa da manhã, à nevoa do outro dia / Desde a arrumação do caos à confusão da harmonia" (incompleto, António Gedeão).
    Resta saber se vivemos um momento de confusão na harmonia ou de arrumação no caos. Creio que será importante deixar dispersar "a névoa da manhã" e vermos como desponta o novo dia. Nesse aspecto creio primordial que a assessoria de imprensa faça o seu papel e coloque o Sporting Clube de Portugal definitivamente na "arrumação da harmonia", deixando os outros a chafurdar na "confusão do caos".
    A minha dúvida, que exprimi nas últimas intervenções neste espaço, e que é partilhada pelo grande Luís Paulo Rodrigues é saber se "terão oportunidade de desempenhar esse papel" (de acessores de imprensa). A bem do Sporting Clube de Portugal, espero que sim, mas não estou optimista.

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE