sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

O Leão levanta-se? Oxalá seja apenas ilusão óptica!...



O Leão levanta-se?

Depois da "cacetada" que levou na cabeça, no último minuto do jogo com o Benfica, o Sporting ainda não conseguiu levantar-se. E está a colocar-se numa posição muito frágil para abordar o que falta da época (e ainda falta muito). É verdade que o golo de Jardel caiu como um balde de água gelada nas ambições leoninas. É verdade que o sonho de lutar pelo título ficou ali. Mas garantir a qualificação directa para a Liga dos Campeões não é utópico (depois do jogo do Dragão poderá ser, mas para já ainda não); e chegar ao Jamor tornou-se obrigatório. Mas para isso poder ser possível, o Sporting tem de reagir.

A falta de resposta no Restelo foi, de certa forma, enigmática e deu novamente ao Benfica os 9 pontos de vantagem. À mensagem forte do treinador responderam os jogadores com uma apatia pouco habitual. Contudo, o que se viu ontem na Alemanha, durante a primeira parte, fazia acreditar que afinal o leão podia estar de volta. Talvez fruto de uma "pequena mentira" que o Wolfsburgo pregou, já que quando os alemães tentaram fazer pela vida conseguiram marcar os golos e transformar Rui Patrício num valente. Pode olhar-se para os acontecimentos de várias formas. Mas ficou-me a sensação que o Wolfsburgo foi buscar o resultado como quis e quando quis.

O Sporting sólido que mostrou muitas coisas boas até Dezembro parece estar a perder-se para dar lugar a uma equipa que desconfia de si mesma. Só há uma forma de contrariar esta tendência: vencendo.

Se nesta altura o Sporting pudesse contar com o Nani do período Setembro-Dezembro talvez o nível competitivo da equipa fosse outro. Mas parece-me que estamos a perceber agora as razões pelas quais o Manchester United optou por dispensá-lo: ser fantástico durante 4 meses (o que nem foi o caso em 2013/14) e depois "meter férias" não é de jogador de elite. E se calhar, aos 28 anos, ele já não o é. Apesar de reclamar esse tratamento em campo. Como no Restelo, quando "obrigou" Tanaka a dar-lhe a bola para chutar para as nuvens, com o japonês em boa posição de tiro; como ontem, quando optou por tentar, em vários lances, passar por todos os adversários que lhe saíssem ao caminho.

Pode ser que este notável texto de José Ribeiro, incomode alguns sportinguistas. A mim não me incomoda em absoluto! Não encontrei nem uma vírgula que não corresponda à verdade, ou pelo menos, como eu entendo a verdade do Sporting neste momento! E a verdade, pode doer a princípio, mas depois de se instalar em nós, traz-nos alívio, paz e tranquilidade e dá-nos força para continuar a jornada, ao contrário de tudo o que se oponha a essa verdade!

O Sporting está demorar a reagir e começa a pincelar de escuro o seu próprio horizonte, onde estão inscritos objectivos que, a não serem cumpridos, conduzirão ao inevitável esvaziamento do balão de sonhos dos adeptos que somos todos nós!

E Nani parece começar a desenhar o "p"! Sim, e quando esse caracter estiver acabado, passará ao "r", depois virá o "o" e assim por diante até conseguir desenhar a palavra completa: P-R-O-B-L-E-M-A! Oxalá seja apenas ilusão óptica...

Leoninamente,
Até á próxima

20 comentários:

  1. Deixemo-nos de mistificações... O que sucedeu nos últimos três jogos é completamente normal para a equipa que o Sporting possui. Até gostava de ver o atual Volsfburgo a jogar contra os "grandes" Carnide e Porco.
    Simplesmente, este Volsfburgo é melhor que este Sporting, e dentro da normalidade passa a eliminatória.
    Deixem a e equipa crescer ou, mais uuma vez, não iremos a nenhum lado. Gostam de lançar João Mário ou Tobias Figueiredo e depois pedem mundos e fundos a jogadores imaturos.

    Querem vencer equipas com argumentos muitíssimo superiores, e isto, por influência de uma Comunicação social megalómana. Qual foi o resultado de Portugal, no Mundial, com a Alemanha? Ouvindo os jornaleiros cá da praça, até parece que o Sporting é que tem obrigação de passar esta eliminatória! Será que os portugueses não conseguem admitir que os outros são melhores?! Só nos resta trabalhar para no futuro sermos mais fortes,embora sabendo que lutaremos sempre com argumentos muito inferiores.
    Este adversário alemão não é o FC Basileia.
    Com a clubite doentia que nunda Portugal é muito difícil de fazer um trabalho profundo, com vista, a no futuro, ter uma equipa sólida. Em Portuga, os julgamentos são sempre sumários e definitivos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Compreendo o comentário do amigo CdL, mas entendo-o descontextualizado ou, no mínimo injusto, para com o jornalista e para comigo próprio!...

      Nem José Ribeiro, nem eu próprio mistificámos o que quer que fosse, queremos vencer equipas com argumentos muito superiores - Benfica, Belenenses? -, cultivamos clubite doentia, nem fizémos julgamentos sumários e definitivos!...

      Presumo que o amigo CdL se terá enganado no destinatário, ou então, não serei capaz de encontrar razões para tamanha animosidade...

      Eliminar
  2. Se olharmos para os pontos perdidos com Acadêmica, Porto, maribor, etc, talvez se perceba que a cacetada foi auto-infligida. Muito mais demérito nosso do que mérito das gaivotas.
    Agora não deixa de ser verdade que esses resultados deixam sequelas em planteis débeis e mal conduzidos. Mas como é pecado dizer mal do BdC e do MS...
    A época do SCP acabou, exceto a taça. E esta tem que vir parar a Alvalade senão o BdC pode começar a campanha de vitimizaçào a pensar nas eleições ainda antes do verão: que luta sozinho contra a Doyen, que não compram gameboxs e missões pavilhão como deviam, que há Sportinguistas que ainda dizem bom dia ao Vieira, que não se sente legitimado, que o MS afinal já está outra vez a minar o SCP, que ninguém o compreende, que a culpa disto tudo é dos Sportinguistas que não fazem likes aos seus lindos testamentos no FBook, que mais valia ter deixado os passes dos jogadores na Holdimo, que ninguém dá valor à reestruturação fabulosa em curso, que o contrato do MS devia ter sido por 4 meses e não por 4 anos, que não percebe porque não sai ninguém por 45 ME e por aí fora. A choradeira total
    Triste sina a nossa
    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se o Sporting ganhar a Taça acredito que o BdC vai convocar eleições antecipadas, para conseguir um resultado eleitoral mais volumoso do que o de 2013 e prolongar-se no poder. O que acho possível mas apenas pela via de percentagem da vitória, pois não acredito que mais alguém fosse a votos numa eleição convocada à pressa, daí a jogada de BdC para não ter concorrência nas eleições, algo que seria muito provável em 2017. As recentes nomeações para a gestão de imagem de BdC apontam para isto.

      Mas se o Sporting perder a Taça, aí fia mais fino. Tem que ir com este mandato até ao fim e veremos se lá chega. O GL também queria convocar eleições, mas a derrota com a Académica furou-lhe os planos...

      Eliminar
  3. Clubite? Mas só os adeptos é que têm clubite? Se assim fosse até se compreendia. Começamos o campeonato na "pole position", segundo o Inácio, e depois quando o perdemos afinal temos um orçamento muito inferior aos rivais. A manchete do Jornal Sporting desta semana é "À conquista da Liga Europa", mas depois afinal já é normal perder com os alemães. Este tipo de justificações é patética. Enchem o peito e depois saem de mansinho.

    ResponderEliminar
  4. Eu descortino vários problemas... Espera-se uma reacção na próxima quinta-feira. É a obrigação do Sporting, já que ontem pouco fez para discutir a eliminatória.

    ResponderEliminar
  5. o amigo CdL enferma de um problema: falta de educação e cultura desportiva. fala em clubite e usa expressões como "porco" e "carnide" - essa do carnide revela, relativamente a quem a usa, um profundo desconhecimento geográfico de lisboa...

    no entanto tem razão numa coisa: o Wolfsburgo é uma grande, grande equipa. 2º lugar na bundesliga por larga margem? hoje em dia a bundesliga é do nivel da liga espanhola e da premier, meus caros.

    contra o wolfsburgo, benfica e porto iam sofrer e bem.

    e convém lembrar que o sporting, se tivesse tido o grupo da treta do porto na champions e o adversario da treta do porto nos oitavos de final, certamente chegava aos quartos de final da champions. o porto ainda nao apanhou uma equipa que se visse.

    ResponderEliminar
  6. Aqui está um artigo com "corpo" e um comentário a condizer. Perante isto nada mais a dizer. Só uma pequena achega relativamente ao Nani: - Conhecendo o trajecto dele no MU, nada disto me surpreende. Chegou ao Sporting e ..."abram alas que eu vou passar..." . Não pode.

    ResponderEliminar
  7. Amigo Álamo, concordo com o texto de JR, a verdade é que corresponde à realidade actual do Sporting, mas atrevo-me a dizer que, se tivesse havido Slimani nestes últimos jogos, (benfica, belenenses e wolfsburgo) a história teria sido outra, aqui a responsabilidade vai para o presidente por não ter sabido prevenir a ausência de Slimani uma vez que já sabia que ia estar na CAN, por isso agora não vale de nada chorar sobre o leite derramado, apesar de a eliminatória ainda não estar decidida não podemos criar grandes expectativas, resta-nos apenas apoiar a equipa para fazermos um bom jogo, onde se não for possível passarmos, pelo menos que abandonemos a Liga Europa com honra e dignidade....

    SL

    ResponderEliminar
  8. "Mas ficou-me a sensação que o Wolfsburgo foi buscar o resultado como quis e quando quis."
    Mas não foi isso mesmo que fez o Benfica?

    O problema do Sporting desde sempre já foi detectado pelo grande presidente que tiveram, João Rocha. O que fez ele? Deixou de olhar para o Benfica sabendo que seria uma guerra inútil pois nunca o poderia igualar em tamanho e diversificou, apostou nas modalidades para assim conquistar adeptos e mercado. Mas isso nunca foi percebido pela maioria dos adeptos leoninos.

    O empate com o Benfica foi visto como uma derrota. As consequências internas demonstram isso mesmo. Acreditam que se tivessem ganho o Sporting começava a ganhar e só parava n conquista do campeonato.

    Uma derrota com um adversário não devia ter as consequências que teve se esses jogos não fossem vistos como se uma vitória sobre o Benfica fosse igual a conquistar o campeonato. Olhem que não é! É apenas um jogo e devia ser olhado como tal.

    Enquanto o Sporting não se libertar desse complexo de inferioridade muito bem denunciado por Paulo Bento, que treinou o clube durante 4 anos e o conhece bem, o Sporting nunca mais se libertará das grilhetas em que vive e irá continuar a mirrar pois o Benfica irá continuar a crescer.

    "Conselho de amigo" vindo de um benfiquista.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem vale a pena perder tempo a contradizê-lo "amigo" benfiquista. No entanto o empate/derrota com o Benfica foi o sair ingloriamente da disputa de qualquer um dos 2 primeiros lugares da liga, mesmo conhecendo as limitações do plantel. É que aquele Benfica que rematou uma vez à baliza do adversário, que se limitou a povoar o seu meio campo, com o único mérito de o ter feito de uma forma compacta e solidária, adiando o golo que o seu treinador esperaria vir a acontecer apenas para lá do apito final, aquele Benfica que entrou na champions como cabeça de série e de lá saiu em último lugar sem uma única vitória (para glória e ranking do futebol português), é hoje uma equipa que "trabalha" em todos os sectores, nas frentes e nas rectaguardas, para ser campeã, sem ser capaz de vencer um "grande" olhando-o nos olhos, num jogo de cara a cara para vencer... É uma equipa vulgar com um treinador arguto.

      Eliminar
    2. Bolas e continuamos com a mesma conversa de chacha? Vocês têm-se em muita conta.

      Não tem nada a ver com complexos de inferioridade, tem a ver com estados emocionais muito voláteis porque o Sporting não ganha o campeonato há muito tempo. Os estados emocionais dos adeptos são agravados por direcções incompetentes que querem criar ondas de entusiasmo para gerar mais receitas através dos adeptos (é preciso sacar o dinheiro das Gamebox antes que a bola comece a bater na trave), mas isso tem acabado quase sempre em frustração porque os plantéis do Sporting não têm a profundidade e a qualidade para que a equipa ganhe muitos jogos seguidos na liga, pois é assim que se ganham campeonatos. Acresce que sem favores da arbitragem mais difícil é ter essa regularidade.

      Eu até acreditava que o Sporting ganhava ao Benfica, o que esteve quase a acontecer. O meu receio era que logo a seguir no Restelo não passaríamos de um empate, bastando para isso uma arbitragem um pouco mais manhosa e a falta de eficácia habitual. E aí a frustração da equipa e dos adeptos seria tão má ou pior do que a causada pelo empate em Alvalade com os lampiões.

      Tínhamos muitos pontos de atraso, teríamos de fazer uma segunda volta fabulosa para vencer o titulo, mas não temos plantel para isso. A nossa esperança residiria nas falhas dos outros, para nos permitir alguma (muito pouca) margem de erro. Mas correu tudo mal e agora o Sporting um período crítico em que pode deitar uma época a perder no espaço de poucos dias, tal como há três anos. E isto porque corresponde a um ciclo de jogos de maior grau de dificuldade em que um desaire arrasa o grupo. O seu clube ainda há pouco tempo perdeu todos os troféus que disputava numa semana, ou já se esqueceu? Terá sido por complexo de inferioridade em relação ao Porto?

      Eliminar
    3. O Sporting ainda tem possibilidade de chegar ao 2º lugar, penso mesmo que tem grande possibilidade de o fazer. Assim acreditem!
      Digo mesmo que se ganharem no Porto chegam lá! Se jogarem como o fizeram ontem na 1ª parte conseguem.

      Eliminar
  9. Bom.... acho que este texto é que é enigmático....!!!

    Se a "cacetada do último minuto" é uma constatação justificativa... a não reacção já entra na esfera da profecia... (ou do desejo....) Passando o Restelo... (que até deu empate no último minuto...!!!) na Alemanha "estamos de volta" na primeira parte... Ah não...!!! Afinal foi só porque os Wolkswagen's deixaram quando e como....!!! Bolas pá... Cada vez percebo menos... Afinal somos nós que jogamos sózinhos ou são os outros....???

    E Depois já não percebo nada...Ando cá com uma confusão na tola... afinal o Ruí é frango ou é valente...!!! E o Nani...??? Devia fazer Manchester só... até Janeiro....!!! Ou "obrigar" o Tanaka marcar o livre em Braga...!!! Há não..., foi em Braga... no Restelo e na Alemanha é que é importante...!!! (Mas uma equipa afinal são 11 ou são Nani + 10...? Eu preferia que fosse Nani + 10 pois ai os problemas estavam todos resolvidos...!!!)

    Não estou com isto a dizer que não temos culpa no cartório... Temos..., e temos bastantes...!!! Mas o dedo acusador APENAS NUM SENTIDO não me parece bem... e não me lembro de ouvir dizer, assim tão bem do SPORTING no início da época... porque será...??? Levantar voo muito depressa ia doer a muita gente... Primeiro fazemos a cama... e depois abanamos..., abanamos...., abanamos...., que eles hão-de cair....!!! Tiro e queda... diz o caçador....!!!!

    Será que "uma mentira muitas vezes contada se transforma em verdade" É MESMO VERDADE...!!!

    TEMOS DE DEIXAR DE SER COMO OS INTERRUPTORES...!!!

    Então vamos lá contrariar a tendência...!!! VAMOS VENCER.....Está decidido...!!! Concordo em absoluto...

    Telefono a quem...???? (ao Bruno...???, ao Marco...???, ao André ou ao Ruí...???, a Deus...??? ou a alguém mais importante...???)

    SL

    ResponderEliminar
  10. O caro Anónimo benfiquista, põe o seu clube nos píncaros, mas não esqueça que uma equipa que se diz grande, não pode descer ao nível de utilizar autocarros.....a nós já não nos ficaria tão mal essa táctica, pois como dizem somo "pequeninos"........

    SL

    ResponderEliminar
  11. O benfiquista é um adepto que sofre de uma patologia incurável: a megalomania. Claro que continuarão a crescer, crescer, até o precipício.
    Eu por exemplo: quero lá saber do Benfica para alguma coisa; então o Benfica representa tudo com o que eu não me identifico. Se eu quisesse ser de um clube "grande" era do Real, do Barça ou do Bayern.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Significa que não és adepto de um clube grande. E eu que pensava que os sportinguistas se consideravam grandes.

      Eliminar
  12. Para os benfiquistas e tirado do Labirinto da Saudade de Eduardo Lourenço, do capítulo SOMOS UM POVO DE POBRES COM
    MENTALIDADE DE RICOS:


    «Há algumas semanas, um engenheiro, responsável e
    responsabilizado na liquidação frutuosa dos erros dos outros,
    resumiu numa síntese insuperável a essência da realidade
    portuguesa: somos um povo de pobres com mentalidade de ricos.
    Se tivesse acrescentado qualquer coisa como ricos pobres, ou
    ricos imaginários, teria resumido oitocentos anos de história
    pátria e dado uma última demão no diagnóstico célebre da nossa
    «intrínseca loucura» lavrado por Oliveira Martins».

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E eu que pensava que eram os sportinguistas que provinham das classes mais elevadas da portugolândia e que devido a esse facto serão um povo de ricos com a mentalidade dos pobres de espírito.

      Eliminar
    2. era o que tu pensavas...mas tu a pensar não és lá muito forte...basta analisar o que escreves...

      Eliminar

PUBLICIDADE