terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Que seja o melhor para o Clube que amo!...


Desde a abertura desta janela de mercado, a Sporting, SAD, já havia definido o futuro, próximo ou definitivo, de onze dos seus atletas, na sua quase totalidade, pertencentes aos quadros do seu plantel secundário:

Iuri Medeiros (Plantel B) - Empréstimo ao FC Arouca, até final da presente época;

- Fabrice Fokobo (PlantelB) - Empréstimo ao FC Arouca, até final da presente época;

Filipe Chaby (Plantel B) - Empréstimo ao União da Madeira, até final da presente época;

Mama Samba Baldé (Plantel B) - Empréstimo ao S.B. Castelo Branco, até final da presente época;

Wilson Manafá (Plantel B) - Cedência a título definitivo para o Beira-Mar, ficando a Sporting SAD com 50% de uma futura venda;

Zihao Yan (Plantel B) - Rescisão por mútuo acordo;

Diego Rubio (Sandnes ULF/Noruega) - Reintegrado no Plantel B;

Zezinho (AEL Limassol/Chipre) - Reintegrado no Plantel B;

Lewis Enoh (Plantel B) - Empréstimo ao Leixões, até final da presente época;

Salim Cissé (Plantel B) - Empréstimo à Académica de Coimbra, até ao final da presente época.

Ricardo Esgaio (Plantel A/B) - Empréstimo à Académica de Coimbra, com início apenas a partir de 29 de Janeiro, até ao final da presente época.

Neste último dia, a lista de "dispensados" foi engrossada com mais três atletas, elevando para o surpreendente número de 14, as alterações dos quadros secundários leoninos:

- Ruben Ribeiro (Plantel B) - empréstimo ao Santa Clara Açores, até final da época;

- Jorge Santos "Gazela" (Plantel B) - empréstimo ao Sport Clube Salgueiros 08, até final da época;

Simeon Slavchev (Plantel A/B) - empréstimo ao Bolton Wanderers FC, até ao final da época.

Nesta condição e sem que qualquer explicação ou indicador tenham sido explicitados ou tão só sugeridos pela Sporting, SAD, serão perfeitamente legítimas as preocupações dos adeptos sportinguistas, quanto ao alcance destas medidas, que poderão consubstanciar a probabilidade de dois diferentes cenários:

1 - A extinção pura e simples, pelo Sporting Clube de Portugal, da sua Equipa B, já surpreendentemente avançada e, quiçá com objectivos bem definidos, por alguns orgãos da nossa CS.

2 - A alteração radical e profunda, da estrutura e filosofia que tem norteado o percurso e a "praxis" da nossa segunda equipa do escalão profissional.

Não é meu desejo contribuir para o engrossar do caudal do rio de especulações que por aí vai desaguando. Mas que algo de muito importante estará a ser colocado no horizonte da grande nação sportinguista, restam-me poucas dúvidas.

Tudo na vida tem uma explicação. Sempre acreditei que, quase invariavelmente, no segredo estará alma do negócio e que este "ninho de víboras" em que se transformou o futebol português, impõe prudência, inteligência, estratégia, recato, contenção e profundo sigilo.

Seja qual for o caminho que tiver sido escolhido por quem tem sobre os seus ombros a responsabilidade do Futuro do Sporting, vive comigo a esperança de que...

Seja o melhor para o Clube que amo!...

Leoninamente,
Até á próxima

6 comentários:

  1. Caríssimo Álamo:
    Um comentário que não tem propriamente a ver com este tema, mas que também me surpreendeu. Disse Slimani, ontem, que jogou lesionado neste último jogo da CAN, e que correu riscos, porque estava a jogar pelo seu País. Fantástico acto de patriotismo, mas então e o Clube que lhe paga? Agora vem recuperar da lesão para cá? Talvez seja de, enquanto está lesionado, dizer ao rapaz que vá até à santa terrinha e que lhe paguem por lá o ordenado.
    Haja pachorra!
    Um grande Abraço,
    José Lopes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo José Lopes, o que refere, serão vicissitudes próprias do futebol e das organizações que temos - FIFA e UEFA -, sendo que tarda a hora em que os interesses dos clubes que as sustentam, sejam minimamente acautelados.

      Mas disso não terá culpa Isman Slimani, que apenas me parece ter feito aquilo que eu faria, sem vacilar, se estivesse no seu lugar.

      Tenho esperança que até domingo, a excelência do departamento clínico do Sporting, faça o que todos desejamos. Penso que o melhor indicador terá sido o facto de ter ido a jogo alguns minutos, na última partida da Argélia. Agora acredito que Frederico Varandas fará o resto. Veremos porque, aqui para nós, os jornais apenas especulam no sentido que todos sabemos. Estes "mind games" dão un jeitaço a Carnide! Desviam as atenções de problemas clínicos bem piores que têm em casa!...

      Abraço e SL

      Eliminar
  2. Eu não sou tão "pessimista"...

    Vejo apenas uma tentativa de colocar os jogadores em causa a jogarem mais assiduamente e dessa forma sairão 2 beneficios...
    Os próprios jogadores a quem é dada a possibilidade de progressão mais rápida... jogando...
    O Sporting que assim alarga a mais jogadores a actividade "a sério", jogando em vez de apenas treinarem...

    Eu também sou dos que acreditam sempre...(enquanto não me tirarem a esperança...)

    Abr e SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não estarei propriamente "pessimista", amigo Max! Apenas me surpreendeu o elevado número de saídas. Mas analisando caso a caso, nenhum me causou engulhos, bem pelo contrário.

      Veremos agora o que responderá a FPF, ao "ultimatum" feito pelo Sporting, há algum tempo atrás...

      Abr e SL

      Eliminar
  3. Pura especulação caro Álamo... O objectivo é o normal fazê-los rodar noutro nível, mais baixo ou mais alto conforme o jogador que emprestou.

    Se for ver o Sporting inscreveu também 4 juniores (o GR Kadhime, extremo Elói, o DC Ivanildo e o Médio defensivo Luis Caicedo) no plantel profissional, cujo objectivo será alimentar a equipa B. Além disso retornou o Zezinho e o Rubio.

    Ou seja isto não me parece de alguém que queira acabar com a sua equipa B. Fez empréstimos e retornou jogadores, ou seja reorganizou-se.

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tabém partilho a ideia de que haverá demasiada especulação jornalística no caso e até não me custará adivinhar a que se deve.

      O saldo final desta "operação leonina de Janeiro" - 2 rescisões, 12 empréstimos, 2 regressos e 4 juniores que "saltaram" para o plantel B - poderá ser entendido como uma redução do plantel B, que até me parecia demasiado extenso, visando simultaneamente catapultar alguns atletas para outro degrau competitivo e fazê-los ganhar asas fora do "ninho", onde pareciam demasiado acomodados.

      Paralelamente, e aqui comungo decisivamente o seu pensamento, todo este "cataclismo" poderá apenas significar... REORGANIZAÇÃO! Que talvez fosse imperiosa!...

      SL

      Eliminar

PUBLICIDADE