quinta-feira, 18 de maio de 2017

"E o burro sou eu"?!...


Cristiano Piccini

«Formado nas escolas da Fiorentina, Piccini nunca se conseguiu impor na equipa principal, o que motivou empréstimos a Carrarese, Spezia, Livorno e Betis, para onde se transferiu em definitivo. Mal-amado pelos adeptos verdiblancos, é um lateral-direito veloz, acelerativo e muito disponível fisicamente, arguto a oferecer largura e a atacar a profundidade. Capaz de promover desequilíbrios no um contra um, até por recorrer ao pé esquerdo (destro preferencial), deve ganhar maior estabilidade no passe e nos cruzamentos, mas não enjeita a possibilidade de visar a baliza rival através de remates na sequência de diagonais. A nível defensivo, até por ter jogado em Itália em estruturas com três centrais, revela carências que obrigarão Jorge Jesus a um trabalho exaustivo. Agressivo e pressionante, deve melhorar a percepção posicional do jogo e a definição do tempo de entrada aos lances.» 

Mattheus Oliveira

«Revelado nas escolas do Flamengo, com presenças regulares nas seleções inferiores brasileiras, Mattheus sentiu arduidades para se adaptar ao ritmo do futebol europeu. Contudo, no último ano e meio, transformou-se em unidade nuclear dos canarinhos, deixando antever o salto para outro patamar competitivo. Médio criativo, com características de ‘oito’, para crescer na sombra de Adrien, o canhoto é também capaz de actuar como médio-ofensivo ou médio-ala-esquerdo. Trata-se de um jogador que não se destaca pela ferocidade nos duelos corpo a corpo, mas tem vindo a ganhar sagacidade na percepção do processo defensivo. Inteligente na tomada de decisão, ao conjugar leitura de jogo e atributos no passe, é ardiloso a assumir acções de construção e condução, até porque revela perspicácia a movimentar-se com e sem bola. Além de destreza no passe de rutura, mostra argumentos nos cruzamentos e no remate com o pé esquerdo: em bola corrida e bola parada.»
(Rui Malheiro, Opinião, in Record)

Quantas contratações serão precisas para que as exigências de Jorge Jesus, segundo o desempenho que evidenciou na temporada passada, possa conseguir fazer chegar a Alvalade as três ou quatro unidades de que o plantel comprovadamente carece?!...

Quantos Elias, Melis, Petrovics, Paulistas, Markovics, Andrés Baladas, Campbells, Castaignos, Douglas e Zeegelaars terão de aterrar na Portela para que as laterais e o centro da defesa funcionem, o Adrien e o William tenham substitutos à altura e Bas Dost não ande sozinho a voar sem bolas entre os centrais adversários?!...

Eh pá, muita guita de comissões deve circular por debaixo do pano, com todos estes contentores de jogadores, já lá irá mais de meia dúzia de anos!...

"E o burro sou eu"?!...

Leoninamente,
Até à próxima

1 comentário:

  1. Gostava de saber se a opinião do Rui Malheiro é assim tão importante... Sabe que quando se opina sobre jogadores ... há muitos interesses em jogo ...

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE