sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Comprava dois metros e meio de corda!...


Se eu fosse o director de A Bola, dirigir-me-ia à drogaria mais próxima e...

Comprava dois metros e meio de corda!...

Leoninamente,
Até à próxima

P.S. - Qualquer semelhança que leitores mais "mal-intencionados" ou que recusam comer gelados com a testa, possam estabelecer entre o Serpa e as prostitutas sem dignidade, que depois de levarem sucessivos arraiais de porrada do chulo, ainda gritam "quanto mais me bates mais eu gosto de ti", será mera coincidência!...

7 comentários:

  1. A fracos defuntos, metade da corda bastava e sobrava - o restante ficaria a aguardar o próximo.

    ResponderEliminar
  2. É mais do mesmo. Teem bem definido a sua estratégia de sobrevivência. O que nós sportinguistas temos de perceber claramente é que ao comprar qualquer desses "jornais "estamos a prejudicar o nosso clube. Penso também que todos nós inclusive os blogues devem passar essa informação. De certeza toda esta gente será despedida quando os prejuízos se acumularem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com o devido respeito pela opinião e proposta de Vitor Medeiros, entendo-as perigosas, se generalizadas a todo o universo leonino. Julgo que alguém terá de avaliar em cada dia e segundo os interesses do Clube, a informação veiculada pelos mais variados OCS, mesmo que adversa, e passá-la depois para dentro das nossas trincheiras, para que o colectivo possa agir em conformidade.

      Sun Tzu, um dos maiores comandantes militares chineses, ensinou há mais de 25 séculos, que o "O principal objectivo da guerra é a paz" e que para entrarmos na guerra "Devemos conhecer o inimigo como a nós mesmos, para que não precisemos de temer o resultado de cem batalhas. Se nos conhecermos mas não conhecermos o inimigo, por cada vitória alcançada sofreremos também uma derrota. Se não conhecermos nem o inimigo nem a nós mesmos, perderemos todas as batalhas."

      No Sporting CP tem acontecido, em passado recente, a negação completa dos ensinamentos de Sun Tzu...

      Eliminar
    2. Foi dos primeiros livros que li quando ingressei nas forças armadas nos longínquos anos 70 e da qual já estou reformado. Os pontos fortes do adversário está mais que conhecido e identificado.como pessoa ponderada desejava que tudo fosse diferente .mas como também dizia SUN TZU às vezes temos mesmo que enfrentar de frente os nossos adversários pois será sempre preferível uma boa refrega a uma paz podre. Para finalizar os nossos adversários já sabem o livro de cor e salteado como prova os 4 títulos nos últimos 40 anos. Forte abraço.

      Eliminar
  3. O benfas apenas "deseja que ninguém veja a mão que mandou atirar a pedra"...

    Mas nós(pese embora todos os possíveis desmentidos)...

    Sabemos bem...

    Quem "é o mandante"...

    E quem "põe o rabo a jeito"...!

    A noticia já saiu...não conseguiu o "pretendido"...

    Agora está na hora de "sacudir a água do capote"...

    Como se nós não os conhecessemos...!

    SL

    ResponderEliminar
  4. Ora ai está o primeiro...

    SAUDAÇÕES LEONINAS

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE