segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

O que todos vimos, JJ só não viu se não quiser!...


«Sabíamos à partida que este jogo era muito difícil e como ficou demonstrado. Entraram muito bem e conseguiram limitar-nos ao longo do jogo mas fomos conseguindo encontrar espaços. Demos a volta de maneira convincente e mostrámos que somos uma grande equipa. [...]

Não posso encarar isto como uma coisa do outro mundo, é um patamar onde eu já queria estar há muito tempo. Tenho de olhar com naturalidade para tudo isto e mais virá com o tempo...»
(Daniel Podence , in A Bola)


Aquele pontapé que embateu no poste levava o selo de golo que o autor amplamente mereceria, pela extraordinária jogada que construiu e pelo que ofereceu à equipa desde a sua surpreendente entrada. Bas Dost felino como leão que é, não se fez rogado, mas ficou dado o mote para o rumo que o colectivo leonino nem haveria de pestanejar para lhe chamar seu, culminado daí a pouco com nova jogada magistral e o golo de raiva e da vitória de Adrien !...

Um jogador que entra aos 64 minutos muito dificilmente poderá vir a ser considerado pelos analistas como o homem do jogo. Também a glória da descoberta do caminho marítimo para a Índia cobriu para sempre o nome de Vasco da Gama e no entanto, sem o feito de Bartolomeu Dias, o primeiro europeu a unir o Atlântico e o Índico, talvez as especiarias não chegassem tão cedo de modo tão fácil à Europa.

Daniel Podence foi o principal responsável pela dobragem do nosso "cabo da boa esperança"! E quantas tentativas já haviam sido feitas?!...

O que todos vimos, JJ só não viu se não quiser!...

Leoninamente,
Até á próxima 

Sem comentários:

Enviar um comentário

PUBLICIDADE