terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Apenas manterá o rosto, o sportinguismo e a determinação!...


Dizem que o Sporting já trabalha a pensar na época 2017/18! (LINK) Pois em que outra coisa poderia pensar nas actuais circunstâncias?! E que outra coisa poderia Jorge Jesus fazer, senão dar a conhecer à SAD que pretende contar com alguns dos atletas cedidos a outros clubes, depois do fracasso da errática estratégia com que, por sua influência, o Sporting se viu confrontado numa temporada para esquecer?!...

Jorge Jesus não deixou de ser o treinador a quem todos reconhecem superior qualidade. Mas ninguém está vacinado contra o erro, muito particularmente quando o tamanho do seu umbigo colide estrondosa e espectacularmente, com  as mais do que reconhecidas e tão necessárias inteligência e bom senso. A grandeza do Sporting, a fertilidade e disponibilidade do "húmus" que de repente lhe caiu nas mãos e uma primeira época acima das suas próprias expectativas,  arrastaram-no para uma seara  onde raramente nada germina sem a "água da humildade"! E mais grave ainda do que a clara derrota na "luta íntima com o seu umbigo", terá sido o facto de JJ ter arrastado o próprio "seareiro" para um despropositado "esfregar de mãos" sobre a "colheita que aí vinha" quando o "ovo ainda estava no cu da galinha"!...

Hoje o "seareiro", chegado das nuvens, voltou a colocar os pés no chão e reparou, naturalmente, que nem "Roma  e Pavia se terão feito num dia", nem Alvalade será alguma vez uma "mesoptâmia" por onde escorre o leite e o mel e, finalmente, que à sua volta não se espreguiçam dolentemente "o Tigre e o Eufrates", antes permanece indiferente e cínica, a podridão de um pântano de areias nauseabundas e movediças, onde jamais será a convicção das  palavras ou das declarações de intenções a conseguirem alcançar a sua secagem e a restituirem-lhe a urgente e inadiável salubridade. E, nesta condição, viu-se empurrado para o único rumo que lhe sobrava: depois de tanta procura falhada na rua: regressou a casa e talvez possa, na humildade, na paz, no silêncio e no aconchego do lar, encontrar as armas para agarrar e levar de vencida aquela que por aqui tenho vindo a designar como a "sua última oportunidade"!...

Ou as minhas pretensas qualidades de analista da causa leonina andarão pelas ruas da armadura e um dias destes ver-me-ei obrigado a meter a viola no saco e a entregar-me de novo ao silêncio cúmplice das minhas àrvores e dos meus livros ou, no dia 5 de Março, a grande nação sportinguista assistirá ao início do mandato de um novo presidente que, do anterior...

Apenas manterá o rosto, o sportinguismo e a determinação!...

Leoninamente,
Até à próxima

2 comentários:

  1. Pelo menos tempo não vai faltar para preparar uma equipa ganhadora...

    "Tenho pressa em ganhar" isso é verdade (ou seja quero que o Sporting ganhe tudo onde entrar...)...

    Mas quem espera há tanto tempo...paciencia é coisa que me não falta...!!

    SL

    ResponderEliminar
  2. O sporting não é um curral! E há lá gente dentro que só está a chupar o sporting, porque a epoca falhou não foi só graças ao Bruno e ao Jorge Jesus, concerteza haverá lá mais. É necessário termos na tv do clube alguns jornalistas que só sabem falar nos outros? A meu ver não. Precisamos de um diretor desportivo a sério, urgente! Volta Inácio

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE