domingo, 5 de fevereiro de 2017

Os equívocos, por exemplo!...


GANHAR É SEMPRE BOM, SEJA COMO FOR

«Discutia-se no final do clássico a ausência de domínio do Porto, que perdeu na posse de bola – tanto na 1.ª como na 2ª parte, diga-se – mas festejou a vitória que o levou à liderança isolada da Liga, ainda que à condição. Só mostrou, uma vez mais, que no futebol há muitas maneiras de ganhar. E o Sporting este ano já sentiu este mal na pele mais do que uma vez.

Um dos problemas da equipa de Jorge Jesus esta época tem sido precisamente bons jogos de futebol com péssimos resultados. E em encontros determinantes. A ver: no dérbi e nos confrontos com Real Madrid e Borussia Dortmund. Jogos em que os leões foram superiores em vários momentos, bateram-se de igual para igual, mas saíram derrotados. Frente ao Benfica o leão venceu em todas as estatísticas do jogo, mas não na mais importante, o resultado. E no futebol ainda é isso, e a doer apenas isso, que manda.

O Porto defendeu ontem uma ideia pouco vista em equipas grandes, não nas peças utilizadas, mas no tipo de jogo escolhido. Futebol mais directo, bola colocada rapidamente em Soares e André Silva e a tentativa de envolver no jogo os alas Brahimi e Corona, homens a quem se pede arte no Dragão. Não foi com arte que se ganhou, mas com eficácia e aproveitando de forma exemplar os erros defensivos do Sporting, bem evidentes nos golos de Soares.

Nuno fugiu infelizmente às perguntas dos jornalistas sobre o tipo de jogo escolhido, dizendo apenas que o mais importante era ganhar e isso foi conseguido. Não me parece que tenha sido só isso. O técnico do Porto terá entendido que não ia conseguir bater o Sporting no jogo interior e que dificilmente poderia evitar sofrer um golo se jogasse em bloco alto. A verdade é que se o Dragão sofreu muito na 2.ª parte, quando perdeu o controlo do jogo, o que fez chegou para somar os três pontos. Caçar com as armas que se tem. Essa é uma regra que nunca muda no futebol.

O Sporting tem vários problemas para resolver. O que fazer ao resto da época e que lições tirar de 2016/17. Muito do que se passar no futuro vai depender do que conseguir aprender agora. Desde política de contratações a formas de encarar o jogo. Os leões têm os mesmos golos sofridos que Benfica e Porto juntos, chegam a esta altura sem um lateral-esquerdo que possa ser considerado titular e um futebol dominador nos jogos grandes mas incapaz de ganhar jogos. Podem somar-se aqui as arbitragens, sim, mas há ilações a retirar para além da luta contra o poder instituído.

A vitória do Porto no clássico coloca uma pressão enorme sobre o Benfica de Rui Vitória. Como vai reagir é a grande questão. Curiosamente, pode funcionar a favor dos tricampeões. A águia parece ter adormecido após as duas vitórias em Guimarães. A época passada foi ganhando até ao fim, sempre pressionada pelo Sporting de Jesus. Para festejar o tetra é repetir a receita, mas agora com o Porto de Nuno se este for competente. Vai ser giro!

Questões laterais

Matheus e as várias lesões. Jorge Jesus justificou o lançamento de Matheus de início com as lesões de Campbell e Bruno César. Entendo o ponto de vista, mas continua a parecer-me um erro lançar às feras um jovem que tinha um minuto de jogo na Liga. Mesmo com muitas saídas, havia outras soluções. Nomeadamente o que aconteceu na 2.ª parte. Bryan na ala e Alan no meio.

Hugo Miguel sem culpas no cartório. O Sporting voltou a falar de arbitragens, nomeadamente por Jorge Jesus, mas não me parece que possa imputar as culpas da derrota ao juiz. A falta sobre Palhinha está longe de ser evidente, a mim não me parece existir, e o lance de mão de Corona depende tanto do árbitro que já não vale a pena falar muito disso. Os leões têm muito mais razões de queixa de Casillas, que fez duas defesas fantásticas, do que de Hugo Miguel.

Critério defensivo mata o futebol. Foram 54 faltas e numa condução de jogo demasiado defensiva para defender o futebol. O clássico teve quase sempre apitos quando a bola entrou dentro da área, diga-se que mais na do Porto, mas não é aí que reside a crítica. Isto é um árbitro a jogar à defesa. Se vai apitar assim, tem de dar mais desconto. Porque não se joga à bola. E é isso que queremos.

Notas de rodapé

5 - A imagem que mais fica na retina na noite de ontem é a espantosa defesa de Iker Casillas nos últimos momentos do jogo. O espanhol já tinha negado o golo a Coates aos 82’, mas o que fez aos 90’+3 só mostra que esta época é mesmo à San Iker. Genial.

4 - Soares estreou-se no Porto com dois golos decisivos e logo num clássico. O ponta-de-lança que os dragões foram buscar ao V. Guimarães lutou do princípio ao fim e foi letal nas duas oportunidades que dispôs. Matador.

3 - A entrada de Alan Ruiz, em conjunto com outras alterações tácticas de Jorge Jesus, foi determinante para a melhoria leonina. O argentino é provavelmente o melhor do plantel a jogar entre linhas e marcou um golaço. Porque não de início?

2 - Palhinha e Semedo tiveram noite menos conseguida. O primeiro ligado aos golos do Porto, no primeiro claramente por falta de rotinas, num movimento errado; o segundo por vários erros de decisão e má abordagem no 2.º de Soares.

1 - Marvin Zeegelaar é claramente um peixe fora de água na equipa do Sporting. Curiosamente, como quase todos os laterais que passaram por ali, incluindo Bruno César. Para JJ e Bruno de Carvalho resolverem na próxima época.»
(Bernardo Ribeiro, Análise ao clássico, in Record)

Ganhar é sempre bom, mas Jorge Jesus vai tendo outras prioridades!...

Os equívocos, por exemplo!...

Leoninamente,
Até à próxima

18 comentários:

  1. Só duas observações...:
    No jogo da luz o Sporting foi superior em tudo...

    Só se esqueceu de "oferecer uns oculos" ao arbitro...

    No jogo de ontem houve 54 faltas...

    Estranho que no seu critério o arbitro apenas tenha sado mais 3 minutos...
    Quando vemos que por exemplo nos jogos dos lampiões e dos
    Andrades...
    Com muita facilidade se chega aos 6,7,8...e até mais...
    Estes critérios e os equivocos de JJ...
    Não nos dão mesmo descanso...
    SL

    ResponderEliminar
  2. Este papalvo com fortes laivos de lampiao como lhe compete , visto trabalhar no rascord ja se esqueceu que o sporting foi escandalosamente roubado pelo arbitro no jogo da luz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aqui não é hábito emoldurar os lampiões de verde!...

      Eliminar
  3. Ontem perdemos as hipóteses de título e do acesso directo à champions.
    Esta época sem ganhar qualquer troféu, não pode ser (só) justificada com as más arbitragens, os azares e as asneiras dos jogadores. O PRINCIPAL CULPADO de tudo isto é o TREINADOR JJ. Ontem, mais uma vez, inventou e atribui as culpas da derrota ao Palhinha e à exibição do Casillas. Do ponto de vista psicológico, JJ é um péssimo treinador. O que ele disse ontem não é aceitável de um treinador do Sporting que tem orgulho nos jogadores que forma e que tem a melhor academia do mundo!Se BdC não o demite já com justa causa é conivente com as atitudes e declarações de um saloio mal formado que temos como treinador.
    SGL

    ResponderEliminar
  4. Estás mesmo descontente com o nosso treinador... Diz me um melhor pode ser?
    Mais uma vez não fomos eficazes agora culpar o Jesus de tudo?? Achar que tudo o que ele faz esta mal? Isso não é ser totalmente honesto Alamo....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então o que será honestidade para o caro "elduke"?! Dizer que JJ para fazer as coisas certas na segunda parte, teve que errar com a titularidade que deu a Matheus e Zeegelaar?!...

      Eliminar
    2. Não pode errar? E admitir o erro e emendar a equipa? Sem campbell sem Bruno César não apostarias na mesma equipa? Errou e depois emendou..e não estou a falar só de agora já há algumas semanas que só falas mal do treinador.. Achas mesmo que a culpa é só dele?

      Eliminar
    3. E já agora qual o erro com Matheus?? Não resolveu o jogo sozinho foi isso? Era o que estavas à espera? Quanto ao Marvin...Não havia mais nenhum...arriscar o esgaio? É pro próximo jogo...

      Eliminar
    4. Oh Elduke, onde tens andado nestes últimos 4 anos? Queres que te diga melhores treinadores que o JJ... então aqui vão 2 que deves conhecer: Leonardo Jardim e Marco Silva.
      Tu de psicologia percebes pouco.Se depois do que o JJ tem dito ao longo da época (comigo no banco o Sporting não perdia, a culpa é dos jogadores...etc ) ainda o consideras o melhor treinador...Um bom treinador tem também com ele o balneário. Neste momento tenho dúvidas que ele tenha o balneário do Sporting.
      De futebol também percebes pouco.Em vez de tentares arranjar justificações, devias perguntar: por que é que o JJ não entrou a jogar com a equipa que jogou a 2ª parte?
      SGL

      Eliminar
  5. "O Matheus já tinha sido lançado num jogo contra o FC Porto. Tinha o Campbell e o Bruno César lesionados e não havia muitas soluções para o lugar. É um jovem e lembro que jogámos com seis jogadores da formação, dez num total de 20 convocados. Isto paga-se. Como o caso de Palhinha”.
    SIC, Jorge Jesus!

    Este treinador é um pulha, a forma despudorada como se atreve a apontar o dedo á formação do Sporting é sub-repticia mas evidente -isto paga-se.como o caso do Palhinha!!!!!WTF!
    Mas este treinador vai continuar a ter roda livre? E as suas responsabilidades na formação inicial e no treino dos jogadores e na preparação para os possiveis cenarios a apresentar pelo adversário? Mais uma vez o mestre fez tudo bem, inclusive o guião que deu ao Palhinha que não conseguiu foi interpretar. É é assim que se valorizam e motivam jogadores?
    É tão facil bater no Palhinha e no Matheus, mas neste treinador ninguem pode tocar...

    ResponderEliminar
  6. Não vi referido em lado nenhum ser J.J. o culpado de tudo. Há mais culpados evidentemente...mas a quota de J.J. é muito elevada. Defendo a continuidade de J.J tal como a de Bruno de Carvalho, tal como no passado defendi a de Marco Silva. Mas sem "colinho" J.J. está longe de ser o grande treinador que a maior parte opinava, e muito menos de o melhor português da actualidade que para mim é Leonardo Jardim. mas seria financeiramente irrealista pensar na substituição de J.J. sem que exista uma alternativa válida e com garantias de sucesso. A nós resta esperar que os grandes responsáveis pela nossa frustração, J.J e BdC, saibam aprender com os erros e tenham a capacidade de os corrigir. Deverão ter pois mais uma época de oportunidade...

    ResponderEliminar
  7. Caro Álamo:
    JJ ontem, com a pouca educação que o caracteriza, apontou críticas a Palhinha.
    O jovem, hoje, com muita classe e ironia, respondeu com elevação, dizendo que sempre assumiu as suas responsabilidades.
    O tempo dos treinadores carroceiros, que acham que estão acima do comum mortal e que tudo se resolve à bruta, acabou já. Jorge Jesus acaba de, escusadamente, criar mais um problema. O Presidente, se verdadeiramente o quiser ser, deve chamar o verborreico treinador ( ponto comum aos dois), e metê-lo na ordem. Custa-lhe ter atletas de que não vai cheirar comissões? Temos muita pena mas estes rapazes ganham muito menos do que ele e são sportinguistas à séria!
    Um abraço e tenhamos paciência, que vamos ter mais quatro anos desta infantilidade pegada!
    José Lopes

    ResponderEliminar
  8. Um treinador melhor que JJ? Leonardo Jardim ou Marco Silva por exemplo.

    E, já agora, acrescente-se que BdC seria muito mais útil ao Sporting noutro pelouro (por exemplo como dirigente para as modalidades ditas amadoras) do que como presidente.
    Mas continua a haver muitos interesses em jogo ...

    ResponderEliminar
  9. Realmente..fui só eu que ouvi o JJ tbm a dizer : o palhinha amanha vai ser jogador mais forte que hoje...ou
    "O William tem sido um jogador nuclear desde que estou no Sporting. Não vou esconder o valor do jogador. Mas temos também o Palhinha. Confiamos muito no valor dele, até porque é ele que vai jogar..."
    (Jorge Jesus, na conferência de lançamento do clássico das Antas)

    ResponderEliminar
  10. E Marco Silva? Epah tenham juizo..o que é que o MS alguma vez fez? Leonardo jardim? Têm memoria curta? É que ele quis sair do Sporting para ir para o Mônaco lembram se?

    ResponderEliminar
  11. Ontem JJ mais uma vez errou, mas quantas vezes vencemos no Ladrão nos últimos anos?

    ResponderEliminar
  12. Cheira-me a Wenger Lisboeta.

    ResponderEliminar
  13. Por acaso já hoje li no record, que a referencia ao "guião errado" do Palhinha, teve a ver com a equipa que o porto apresentou de inicio e que JJ rectificou e com resultados palpáveis no desempenho da equipa ao intervalo...
    Por isso tinha transmitido instruções ao Palhinha que não eram ajustadas ao desenrolar do jogo, face aos jogadores que o adversário apresentou...

    SL

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE