quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Afinal não será apenas JJ a espalhar-se ao comprido!...


BEM FORMADOS

«Uma defesa extraordinária de Casillas no final bastou para que hoje critiquemos o Sporting e elogiemos o Porto. Sem essa defesa, o jogo no Dragão teria sido semelhante ao duelo com o Benfica e hoje estaríamos a... elogiar o Sporting e a criticar o Porto. Um lance muda tudo, mudando até o que se passou a seguir: a crítica ao Sporting sem auto-crítica de Jorge Jesus.

Palhinha é um figurante na história. É evidente que Jesus estava sim a criticar a falta de equipa, como desculpa ou para responsabilizar Bruno de Carvalho. O que se passou depois faz crer que o presidente do Sporting se sentiu atingido. Com razão.

É um ano perdido em Alvalade. Por todos: o mero afastamento das competições europeias condiciona o futuro, por restringir as receitas e, logo, a possibilidade de baixar a dívida e de aumentar custos contratando melhores jogadores. E não foi Palhinha que afastou o Sporting da Europa.

É péssimo indicador desvalorizar a formação e fragilizar os jogadores que de lá saem. O Palhinha fez uma asneira, é verdade, e Soares teve uma entrada de sonho, mas se tivesse sido ao contrário a sua valia a longo prazo não mudaria, mudaria apenas a confiança (ou falta dela) a curto prazo. Jesus nunca foi grande amigo de fazer equipas com miúdos, coisa que Rui Vitória faz melhor. Mas ser forte com os frágeis é característica de cobarde. É, sobretudo, um disparate. Jesus é bom a mandar no balneário, mas humilhar alguém publicamente é apenas... humilhar alguém publicamente. Palhinha só sai desta fazendo um jogão a seguir. Se não, sai de jogo.

A questão não é Palhinha, são os resultados do Sporting, mesmo quando as derrotas são injustas, como a deste fim de semana no Dragão. A solução nunca será o afastamento, entre treinador e presidente, ou face aos jogadores da formação. Ser bem formado também é perceber que não é destruindo que se constrói.»
(Pedro Santos Guerreiro, Abrir o jogo, in Record)


Com o devido respeito por Pedro Santos Guerreiro, há na sua crónica de hoje uma questão excessivamente radical e quase absoluta que entendo incompatível com a sua habitual lucidez e equilíbrio: "Palhinha só sai desta fazendo um jogão a seguir. Se não, sai de jogo"! A sério, Pedro Santos Guerreiro?! E porque não colocar as coisas ao contrário: Jorge Jesus só sai desta se passar a entregar o guião certo a Palhinha e se restituir o brilho que tentou retirar-lhe com a lama que lhe atirou para cima?!...

Afinal não será apenas JJ a espalhar-se ao comprido!...

Leoninamente,
Até á próxima

1 comentário:

  1. Alamo,
    Nao pode haver maior asneira do que criar demasiada pressao sobre os jovens formandos.Nao sao nem devem ser eles a carregar a equipa, mas sim os mais experientes. Olhemos para JM, desde que se fala em milhoes, imprescindivel, todos de olhos nele, as suas prestacoes cairam a pique. Esta individualista,sai em drible fora da zona de decisao, assiste invariavelmente mal um PL que so precisa da bola redonda na tolinha..
    JP fazer um jogao?? Mas como se vai pro banco?
    Deixem os rapazes crescer em paz.
    SL

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE