quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Caramba! Não são coisas que se façam!...



Realmente, caramba! Não são coisas que se façam!...

Leoninamente,
Até à próxima

3 comentários:

  1. DESTABILIZAR, deve ser palavra integrante do novo akordo hortográphico.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Rui Silva, penso não se tratar de matéria que derive do NAO. Será uma questão de evolução linguística e não será discipiendo associá-la à velha máxima de que "é o povo que faz a língua". Contudo, por mim, também continuo a preferir DESESTABILIZAR, mas...

      Em Portugal, alguns dicionários de português já reconhecem a palavra DESTABILIZAR como sendo o mesmo que DESESTABILIZAR. Esta palavra tem um uso cada vez maior, sendo preferida por muitos falantes.

      Eliminar
  2. Rui Jorge pegou num novo grupo de jogadores e fez deles uma equipa com mentalidade ganhadora: "somos melhores, vamo-nos a eles, carago!". E eles não ficaram à espera dos "albanos", foram-se a eles e o resto da história todos a sabemos.
    Ah e não venham com a história de que os albaneses não valem um chiço - vejam o golo deles, excelente a jogada, ainda que beneficiando da descompressão evidente dos nossos defesas.

    Fernando Santos manteve-se fiel ao que deve ser o seu lema: mais vale empatar, do que perder - e, às vezes, até se ganha.
    É um crime lesa-futebol meter Cristiano a jogar entre os centrais adversários, ´tal como utilizar Vieirinha e ter Cedric no banco.
    Quanto a Eliseu... epá, o Belenenses não tem melhor?
    Santos é um cagão e aquela estrutura da selecção está bolorenta, não dá mais

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE