sábado, 26 de setembro de 2015

Coisa rara nos tempos que correm!...


Perder o crédito

«Os primeiros tempos de Rui Vitória no comando técnico do Benfica excederam, por certo, as expectativas mais pessimistas. Em menos de dois meses, os encarnados perderam os dois jogos de grau de dificuldade elevado que o calendário contemplou, diante de FC Porto e Sporting, e averbaram ainda uma derrota surpreendente em Aveiro, casa emprestada ao Arouca.

Nesta fase da época, todos os balanços são obviamente prematuros, mas a verdade é que, além de um início de percurso negativo, Rui Vitória já confirmou a sua falta de carisma e até de ambição, características que têm pelo menos o condão de fazerem bem à autoestima dos adeptos. Ao reconhecer o "receio" com que o bicampeão nacional iniciou o jogo da Supertaça e ao mostrar-se satisfeito, embora de forma comedida, com o desempenho no Dragão, Rui Vitória começa a perder o crédito junto da plateia da Luz. Aliás, se por um qualquer acaso, o Benfica não derrotar hoje o Paços de Ferreira, o estado de graça acabará mesmo. E não será, na quarta-feira seguinte, que vai recuperá-lo em Madrid.»
(Luís Pedro Sousa, Ataque Rápido, in Record)

Mais um desalinhado que escapou ao redil da "central de propaganda goebbelsiana do arcanjo gabriel", Luís Pedro Sousa de seu nome, que teima corajosamente em pensar pela sua cabeça!...

Coisa rara nos tempos que correm, para honra do jornal que serve!...

Leoninamente,
Até à próxima

3 comentários:

  1. Qualquer gajo que fale mal do SPORT LISBOA E BENFICA para ti e um heroi.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tal e qual como acontece contigo, relativamente ao SPORTING CLUBE DE PORTUGAL e comigo, em relação ao Benfica. Não foram vocês que bateram palmas à nossa injusta eliminação da CL?

      Eliminar
  2. o bom disto caro Álamo, é que toda essa corja, os lambe botas da estrutura, caso o slb continue com maus resultados, nao vão aguentar a frustração, e esses, que só encontravam coisas más nos outros, vao começar a apontar o dedo ao clube deles.

    tanto quiseram aglomerar gente para lamber a estrutura, que esqueceram.se que caso corresse mal, eram mais que ficariam contra, e quanto mais contra, mais dificil é calar as vozes.

    SL

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE