terça-feira, 2 de maio de 2017

A moreia, o congro e a enguia, também são peixes!...


Memória de peixe. Ou dor de corno?

«Confesso que não dou grande importância às competições internacionais de jovens, ainda que considere que é extremamente importante o contacto com outros "futebóis". Excluo os sub-21, que são um patamar onde já evoluem alguns jovens titulares nas equipas "A" de alguns clubes, como acontece no Sporting.

Deu hoje a conhecer-se a composição dos seleccionados para o campeonato do Mundo de sub-20.

Antes de mais e para não fazer juízo de valores precipitado, fui ao sítio da FPF consultar a classificação do torneio para o apuramento do vencedor do campeonato em curso, a ver se porventura bateria a bota com a perdigota.

Lá está a classificação à jornada nove, que segue como se publica a seguir:

1.º Sporting 7V 1E 1D 20GM 09GS 22P

3.º Porto 5V 0E 4D 17GM 10GS 15P

5.º Benfica 3V 3E 4D 12GM 15GS 11P

Perante esta realidade, pensaria o mais atento dos adeptos dos sub-20 que a equipa com mais elementos a integrar a convocatória fosse aquela que tem mais vitórias, menos derrotas, mais golos marcados e menos golos sofridos.

Como a "coisa" parece que tem a duração eterna de um segundo, Emílio Peixe chamou "somente" oito jogadores do quinto classificado e a enormidade de quatro do primeiro e do terceiro, com a curiosidade de haver dois guarda-redes do Sporting (terá sido para não cometer o escândalo de levar apenas três?).

Já Hélio Sousa prima por estas idiotices, não encontro outro adjectivo, e vai chamando carradas de jovens benfiquistas às suas selecções. Nada contra os jovens, que certamente darão o seu melhor todas as semanas em todos os jogos, mas caramba, se ir à frente destacado e com uma diferença de qualidade por todos elogiada não é motivo para uma goleada na convocatória, do que está à espera Peixe? Sim, eu sei que peixe tem coluna, mas muito maleável...

Depois, admiram-se que se pense em cambalachos.
(Edmundo Gonçalves, in ÉS A NOSSA FÉ)

Cá por mim vou mais pela dor de corno!...

E quanto ao "peixe ter coluna, mas muito maleável", que Edmundo Gonçalves e todo o formidável universo leonino não se esqueçam nunca...

A moreia, o congro e a enguia, também são peixes!...

Leoninamente,
Até à próxima

11 comentários:

  1. Ele há "peixes" que adoram dar preferência a "trutas" pertencentes a um bem conhecido tipo de "polvo", vá-se lá perceber o porquê!?!... ou serão simplesmente diretivas emanadas de algum "tubarão" muito frequente em águas nacionais e internacionais e bastante conhecido da nossa praça?

    ResponderEliminar
  2. Não esquecer também...
    Que a moreia, a enguia e o congro...são espécies que gostam de " deslizar" nos fundos lodosos ( especialmente a enguia)...

    E já agora "lembrar" que este peixe que faz escolhas ..."optou pela segurança de manter o emprego"...o que talvez não lhe fosse assegurado...
    Se acaso não colocasse "na montra"...os rapazitos do viveiro do " mendilhões"...
    SL

    ResponderEliminar
  3. Caro Álamo:
    Este rapazito que, agora careca e de barba, numa mudança radical de look, alguém chutou da Praia da Nazaré, onde uma reportagem televisiva que vi há alguns anos o colocava, desiludido com o futebol e a ajudar o pai no negócio do peixe que a família possui, para seleccionador, causa-me espanto.
    Que me lembre, depois de rapidamente sair do nosso Clube, onde fez toda a formação, andou por Espanha, sem qualquer sucesso, passou por Porto e Benfica, sempre muito discretamente e, como disse antes, foi dar à costa na sua Nazaré natal.
    Não se lhe conhece carreira de treinador, mas a alguém terá agradado nas suas qualidades para o cargo. Comparado com o exemplo de Rui Jorge, que embora com carreira anterior curta de treinador, está a dar cartas como seleccionador, este Emílio parece especialista em tentar amanhar o peixe que lhe dizem para amanhar. E, pelo que se vê, é especialista em redfish e salmonetes, já que essa parece ser a única cor que conhece.
    Não nos preocupemos, nem com encomendas e pedidos, conseguirá, para mal da Selecção, carreira de mérito.
    Da próxima vez que desaguar na Nazaré, porque decerto aí irá de novo parar, pode ser que entre pela Praia do Norte, e que o McNamara lhe passe com uma prancha por cima. Aí, poderá ficar nas pedras, a olhar para as ondas, e desejar ter o que nunca teve, ou seja, tomates!

    Um Abraço,
    José Lopes

    ResponderEliminar
  4. Talvez "A Marca" gostasse de verificar ESTA MIERDA...!!! talvez percebesse um bocadito mais como as coisas cá se fazem... Mas como lá é lo mismo... TÁ TUDO DITO...

    SAUDAÇÕES LEONINAS

    ResponderEliminar
  5. É incrível, mas de Peixe não se espera outra coisa. É o habitual! e o outro (Hélio Sousa) é quase igual...

    ResponderEliminar
  6. Na equipa B do Benfica jogam a grande maioria dos selecionados por Emílio Peixe. A estratégia do Benfica para os jogadores da formação não passa por ganhar campeonatos nacionais. Passa antes por formar jogadores jovens, dar-lhes experiência de competição em escalões acima da sua idade, para que possam rapidamente dar frutos desportivos e financeiros. Se a estratégia passasse por ganhar campeonatos nacionais de juniores, juvenis, etc, os miúdos com 17 e 18 anos não jogavam na equipa B.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ó Nuga, de iliteracia não poderá "vossência" jamais ser acusado! Perfeita tão sublime interpretação da "cartilha"!...

      Eliminar
    2. Caro Sr. Álamo, Apesar da sua tendência para tingir em tons esverdeados a sua análise aos diversos temas do desporto e futebol em particular, reconheco-lhe inteligência e capacidade de análise suficientes para discernir que o que afirmei no meu comentário anterior é efetivamente verdade. Não fosse assim, não faria qualquer sentido que a base da equipa B do Benfica fosse constituída maioritariamente por atletas do escalão de Juniors. Isto não significa porém que o Benfica e os atletas que compõem a equipa de Juniors não lutem pelo título. Simplesmente essa não é a prioridade para o clube nos escalões de formação. NOTA: não recebo nem sigo quaisquer cartilhas. Sou do Benfica, mas não engulo tudo o que me põem à frente .

      Eliminar
    3. Começo por perguntar ao caro Nuno qual a a tendência de qualquer autor de blog benfiquista?! Azul, verde?! A resposta não preciso de lha dar! Seria um atestado de ignorância que lhe passava: qualquer autor de blog arranca com a publicação do seu trabalho, e que trabalho, talvez um bocado maior do que fazer comentários, para defender as sua concepção de mundo, a sua área política, desportiva, cultural...

      Será natural portanto que a sua tese não colha no meu entendimento do que deve ser uma convocatória para uma selecção! É uma tese gasta, de "cartilha", que apenas serve a visão e o interesse dos benfiquistas, mas que não passa de uma falácia no entendimento de outros...

      A crítica de Edmundo Gonçalves que aqui trouxe é justa, no entendimento dos sportinguistas. Espera porventura que estes se convençam da sua argumentação?! Já Goebbels defendia que uma mentira repetida cem vezes adquire contornos de verdade!...

      O Benfica tem e ninguém o contesta, bons elementos na sua formação! Mas será que o seu número é igual ou superior à soma de todos os outros? O Porto e o Sporting também não têm equipas B que trabalham exactamente nos mesmos processos?!...

      Ver o argueiro nos olhos dos outros e não ver o barrote que está à frente dos nossos é muito feio!...

      Eliminar
  7. Certo. Será também irrelevante a proeza de apenas um clube, no mundo, ter estado em duas finais da UEFA youth league.
    Irrelevante.
    E como agora, sempre que alguém tem uma opinião, leva com a resposta da cartilha... Venha ela, pois então.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma proeza filha da mãe, que é a "cartilha", porque o pai é "irrelevante"!...

      Eliminar

PUBLICIDADE