quinta-feira, 23 de julho de 2015

Segredos que só o senhor Blatter e "sus muchachos" saberão desvendar!...




"A Federação Portuguesa de Futebol irá ser uma das primeiras federações a utilizar a nova funcionalidade do sistema de transferências de jogadores da FIFA (TMS - Transfer Matching System) destinada a efectuar o registo das transacções com intermediários envolvidos (IRT - Intermediary Regulations Tool).

O novo regulamento sobre as relações com intermediários da FIFA, que entrou em vigor a 1 de Abril, obriga todas as federações a registar e a publicar os dados dos intermediários que participam nas transacções entre jogadores e clubes da sua jurisdição.

O TMS da FIFA que tem como objectivo apoiar as federações no cumprimento das suas obrigações regulamentares nas transferências irá contar com esta nova ferramenta, o IRT, que irá permitir à Federação Portuguesa de Futebol recolher todas a informações necessárias de forma a cumprir com este novo regulamento da FIFA.

As informações a serem recolhidas incluem: as remunerações ou pagamentos que são feitos ou serão feitas a um intermediário, declarações dos intermediários, contratos de representação, assim como consentimentos e declarações sobre o conflito de interesses para todos os intermediários envolvidos.

No final de Março de cada ano, a Federação Portuguesa de Futebol tem a possibilidade de gerar um relatório com todos os dados necessários para publicação em conformidade com os regulamentos de trabalho com intermediários.

O IRT é integrado no Sistema de Transferências da FIFA (ITMS e DTMS), pelo que a FPF terá a capacidade de gerir transferências de jogadores profissionais, assim como o envolvimento de intermediários num sistema único, aumentando assim a eficiência administrativa e a transparência da transferência e actividade do intermediário.
(in site oficial da FPF)

Já li este comunicado da FPF uma dúzia de vezes e fiquei na mesma! Eu sei que o alvo não serei eu, nem aqueles que como eu não conseguem nem estão interessados em entrar nos labirintos jurídicos construídos pelos próprios juristas.

Vou-me sentar e ficar à espera que José Manuel Meirim, Ricardo Costa, ou algum dos meus leitores mais talhado para esta matéria, descodifique esta charada e nos explique em português comum, o que isto quer dizer.

Ou será que a "inovação" visa, precisamente, que tudo fique exactamente como até aqui?! E será que os relatórios apresentados só em Março de cada ano não será um espaço temporal que convidará  ao esquecimento de coisas que até poderão ser importantes? Março compreende-se, por vir um mês depois do fecho do mercado de Inverno. Então e porque não em Outubro também?!...

Segredos que só o senhor Blatter e "sus muchachos" saberão desvendar!...

Leoninamente,
Até à próxima

Sem comentários:

Enviar um comentário

PUBLICIDADE