terça-feira, 28 de julho de 2015

Tiago Martins: um futuro radioso apadrinhado por Vitor Pereira!...


Faltam menos de duas semanas para o arranque da época e ainda que muita água venha a correr sob as pontes, no que diz respeito aos verdadeiros protagonistas do jogo, quanto a outros protagonistas, acidentais ou programados, vá-se lá saber, tudo está há muito definido e bem...


Paulo Baptista, Olegário Benquerença e Marco Ferreira farão tanta falta como os palhaços que sempre foram fariam num enterro, e quanto a Pedro Proença, creio que a sua despedida suscitará palmas a uns e assobios a outros, ficando guardado o bocado para quem logo mais à tarde o haverá de comer.

Mas o que aqui me trouxe foi a imagem que tive o cuidado de fixar a abrir este post: Tiago Martins! Um "caloiro" nestas lides da arbitragem, da A.F. de Lisboa, protagonista da muito provavelmente mais fantástica e meteórica ascensão arbitral de que haverá memória na arbitragem portuguesa.

Sobre este debutante, nascido com o rabo virado para a Lua, escrevia o jornal Record em 14-12-2014:

"Com uma verdadeira ascensão meteórica, o lisboeta Tiago Martins, que ainda no início da época subiu à 1.ª categoria, foi indicado pelo Conselho de Arbitragem da FPF para internacional em 2015. O preparador físico de 34 anos ocupará assim a vaga de Olegário Benquerença, que abandona por limite de idade, colocando um ponto final nas dúvidas que se colocavam.

O nome não deixa de causar alguma surpresa, uma vez que dirigiu apenas dois jogos da Liga nos primeiros quatro meses da competição (Nacional-Arouca e Belenenses-Arouca). Na altura em que foi escolhido, Tiago Martins não tinha ainda feito o seu primeiro jogo..."

Dois meses mais tarde, a 18-02-2015, escrevia o mesmo jornal, sobre uma malfadada arbitragem do novel juiz:

O árbitro Tiago Martins, de 34 anos, não vai esquecer tão cedo o Sp. Braga-Arouca. A partida não correu nada bem ao recém-internacional português, que foi mesmo creditado com a nota zero pelo nosso jornal. Algo inédito nos 189 jogos já disputados na corrente edição da 1.ª Liga (até agora o mínimo tinha sido um ponto).

Reflexo imediato dessa actuação infeliz, Tiago Martins deu um tombo de 13 lugares (do 6.º para o 19.º) no top dos árbitros, que continua a ser liderado pelo já retirado Pedro Proença.

Ora podem os "palhaços" retirar-se por limite de idade,  uns deixando poucas saudades, outros nem poucas nem nenhumas, mas de uma coisa poderemos estar certos: o circo não vai acabar, porque todos os dias serão encontrados e promovidos novos palhaços! E conhecendo-se a actual correlação de forças na actual estrutura decisória da arbitragem nacional, fácil será de compreender a cor da nova aposta: o novo "benjamim" dos internacionais portugueses representará uma influência decisiva no "colinho" que já vai sendo preparado para a nova época e augura-se-lhe um futuro radioso!...

Tiago Martins: um futuro radioso apadrinhado por Vitor Pereira!...

Leoninamente,
Até à próxima

3 comentários:

  1. Provavelmente e antes que borre a pintura num lado qualquer, irá ser nomeado para arbitrar um jogo complicado em que irá beneficiar (ou prejudicar, conforme o interesse) um clube, sem que advenha qualquer problema - a CS dará a cobertura necessária para que até os pingos da chuva resvalem por ele.

    ResponderEliminar
  2. De certo, a competência não é um critério aceitável para Vítor Pereira, nem para as estruturas dirigentes do futebol, em Portugal. O absurdo, a incompetência e o apadrinhamento tipo "mafioso" serão bem mais aceitáveis, para estes dirigentes da "treta".

    ResponderEliminar
  3. Querem lá ver que já temos apitador para a supertaça....!!!

    SL

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE