quarta-feira, 29 de julho de 2015

Oh Varela, ou dois metros e meio de corda ou... uma enxada!...


Pinto da Costa lá ganhou

"Desde que Paulo Fonseca lhe deu a Supertaça, em Agosto de 2013, Pinto da Costa não mais tinha conseguido vencer. Estava até a habituar-se a perder. Foram dois campeonatos, duas Taças de Portugal e duas Taças da Liga perdidas, mais as Supertaças a que o FCPorto não conseguiu sequer aceder. Na semana passada, Pinto da Costa tirou férias e deixou a defesa do sorteio dos árbitros entregue ao Sporting, o seu novo aliado de ocasião. E somou mais uma derrota, num terreno que antes dominava amplamente, perante a satisfação da Federação, de Fernando Gomes, e do Benfica, de Luís Filipe Vieira.

Ontem, o presidente do FC Porto virou a mesa e, finalmente, alcançou uma vitória, com a eleição de Pedro Proença para a presidência da Liga Portugal. Apesar do regozijo do presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, em ver Luís Duque derrotado, esta vitória é muito menos dele do que de Pinto da Costa. Perante a nova ordem legislativa por que o desporto profissional se rege – e cujo alcance tem escapado a muita gente, incluindo o líder sportinguista –, o presidente quis alcançar mais longe. O seu objectivo último é voltar a exercer influência na arbitragem e, à sua maneira, retirou-se da batalha do sorteio, porque a sabia perdida, de tanta ilegalidade que a proposta continha. Onde agora quer chegar é ao topo da pirâmide, e para o atingir tem de derrubar Fernando Gomes, antes um delfim no FC Porto, agora um inimigo figadal.

O que Pedro Proença há de conseguir na liderança da Liga pouco lhe interessa, porque, à partida, o sucesso está garantido. Apoiado na influência do empresário Joaquim Oliveira, o ex-árbitro não fará má figura e as suas boas ideias só não frutificarão devido a algum fenómeno de desconhecida incompetência.

Jovem, bem relacionado, de discurso cuidado, Pedro Proença é o adversário ideal para em futuras eleições da FPF poder desalojar Fernando Gomes da presidência. Nesse caso cairia Vítor Pereira e todo o edifício da arbitragem. Isso levará o seu tempo, mas Pinto da Costa mostrou agora que tem paciência para esperar. Depois de tantas vitórias, não foram dois anos a perder que o fizeram desanimar. A partir de ontem, Pedro Proença é o meio para atingir Fernando Gomes."
(António Varela, in Record)


Lê-se esta crónica de António Varela e fica-se com uma única e inapelável sensação. Exactamente a mesma que nos sobra ao ouvirmos um tal de "gordo benfas guerra" na TVI, a quem nem Sousa Martins, outro benfas mas que tem de prestar contas ao produtor, consegue dar a volta. Haverá apenas uma leve diferença: António Varela parte para luta com a trincha e um balde de tinta azul nas mãos. De resto é tudo farinha do mesmo saco: a nossa CS social está infestada de "pintores" que em vez de pintarem borram e nem se apercebem que a sua vida é uma permanente borrada.

Para este humilde servo Varela da paróquia de Campanhã, apenas importará enaltecer e colocar a coroa de louros em torno do cérebro que desalojou os mouros do pedestal nas últimas três décadas, pouco se lhe dando o tempo ou o modo como o conseguiu. Ao seu neurónio ciumento, raivoso e acanhado apenas importará, no caso agora em apreço, colocar Bruno de Carvalho na sargeta de uma indigência de que apenas a sua cegueira se apercebe.

Escrito e publicado o texto, lá seguirá ele para a "eucaristia dos tripas", feliz por se achar em "estado de graça" e capaz de "tomar o senhor", que um qualquer diácono da sua estirpe, a mando do "papa", lhe colocará entre os lábios.

Mas, porém, todavia, contudo, António Varela, apesar de aparentar pouco mais que a idade do meu filho, parece começar a evidenciar os primeiros sintomas da terrível doença degenerativa dos tecidos cerebrais a que desde 1906 um consagrado neuropatologista alemão emprestou o nome, ao esquecer por completo o que havia escrito quase duas semanas antes:


Pinto da Costa a reboque do Sporting - será possível?

Bastaram 10 meses para ver que o que parecia, afinal, não era. Pinto da Costa e Luís Filipe Vieira juntos na procura de uma solução para a Liga, com o Sporting à margem da decisão, era uma absoluta novidade desde os tempos em que o antigo presidente do Alverca tinha também o cartão de sócio dos dragões. Escolhido Luís Duque num processo que atingiu Bruno de Carvalho em cheio, a estranha aliança conseguiu uma carambola monumental.

Mas o Benfica foi campeão. O FC Porto perdeu tudo. E o Sporting desencantou a ideia do sorteio dos árbitros, que Pinto da Costa agarrou com as duas mãos. O problema, afinal, era o Conselho de Arbitragem e as nomeações de Vítor Pereira.

O Benfica ganhou, quer tudo na mesma. Quem perdeu pretende mudanças. Normal. E normalíssimo é que Pinto da Costa se posicione conforme as conveniências do FC Porto, mais estranho é que apareça subalterno, a reboque do Sporting, e tire o tapete a Luís Duque, formando uma nova aliança, agora anti-Benfica.

Está bem apresentada, a cebolada. Falta saber quem vai ser comido.
(António Varela, Semanada, in Record)

Eu atrever-me-ia a sugerir a António Varela, ou a deixar-se ser comido, ou então a escolher uma de duas soluções para o seu problema: ou comprar dois metros e meio do corda, ou... uma enxada! Porque sempre haverá uma árvore perto de nós, ou uma pequena horta facultada pela nossa autarquia e... as batatas estão pela hora da morte!...

Leoninamente,
Até à próxima

3 comentários:

  1. Só episodicamente leio tal jornal (online) e quando o faço é à procura de alguma notícia sobre o nosso clube. Por isso, jamais notaria o "salto" deste Barela. Fico com pena do homenzinho, ele tem um ar tão... seminarista, que me pergunto de não quererá cair num abraço protector de algum dácono lá da paróquia.
    Percebe-se a intenção do Barela: primeiro, na suposição de que a vitória do Duque seria favas contadas, expõe a figura de BdC -assim, seria ele a perder;
    como as previsões lhe falhara, já grita "alto aí, que este processo foi uma fantástica jogada de xadrês, só possível num cérebro superior como o do nosso guru, don bufas".
    Adiante...
    Felizmente que há sportinguistas atentos e com boa memória, amigo Álamo, porque a maioria provavelmente é como eu: apressada na leitura e descuidada na associação destes textos..
    Agradeço.
    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo Liondamaia, por cá vamos "temperando o aço", na medida das nossas capacidades e vivendo ao ritmo da inspiração, o que nem sempre acontece, mas quando ela não vem, há sempre grandes leões e amigos como o Liondamaia, para nos darem umas dicas, o MaxMartins para nos enviar imagens magníficas e comungar com deleite este amor que nos une , o José Lopes para nos informar das últimas dos bastidores e corrigir a má informação que os jornais nos pretendem fazer engolir, o ZE para nos fazer perder este feitio de "anjos virtuosos e crentes" avisando-nos para os insuspeitos perigos que nos cercam, o YaZalde para gritar connosco bem alto o nome do Sporting, a Leoa Maria para nos massajar a alma e o coração de leões com o carinho e a admiração que só o elemento feminino nos pode oferecer, o "8" sempre atento, justo, amigo e presente, o Helder Mestre para nos reforçar as convicções , eu sei lá e tantos tantos outros que agora não me ocorrem, mas que com menor ou maior assiduidade, fazem de Leoninamente o nosso cantinho, agora definitivamente vedado a quem apenas nos inveja e nos deseja todos os males do mundo!...

      Eu é que agradeço, amigo Liondamaia.

      SL

      Eliminar
  2. O Barela como jornalista é muito fraquinho. E aquele ar de seminarista , como diz o amigo Liondamaia, não ajuda nada!...É o que se pode arranjar nos dias de hoje. SL

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE