domingo, 19 de julho de 2015

Cá estaremos para apreciar!...



"Joaquim Meirim reagia com desdém sempre que ouvia avaliações depreciativas sobre um jogador com o argumento de que não tinha cabeça. "É porque não tem tido bons treinadores", atirava o malogrado mestre, para quem a obrigação de um líder é "olhar para os seus homens da cabeça aos pés e não apenas do pescoço para baixo". Chega a Alvalade Teo Gutiérrez, colombiano com uma história feita de bairro e privação que o ajudou a ser malandro e atrevido; para quem cada golo é uma vitória com sabor a vingança sobre o destino desenhado a partir do lugar onde nasceu e no qual só a bola o estimulou a sonhar com o sucesso desportivo e a prosperidade social.

Teo Gutiérrez é um jogador maduro mas problemático; um transgressor com sentido de orientação danificado, que rompe o senso comum e se recusa muitas vezes a orientar-se pelas rotinas que o reduzem a mero funcionário da fábrica. Aos 30 anos, tem impressionante lista de suplentes na selecção da Colômbia – Falcão, Jackson e Bacca acima de todos. É um avançado excepcional, candidato a estrela maior e a um dos melhores goleadores da Liga. Agora, o Sporting só precisa de saber quem contratou (e sabe) e ter quem o treine por inteiro (e tem). Porque o risco de apostar num craque rebelde, infractor assumido e habituado a fazer justiça pelas próprias mãos, só é real se, depois, esperarmos dele o comportamento imaculado de um monge tibetano, os gestos engomados de um mordomo britânico ou a inocência de menino de coro..."
(Rui Dias, Opinião in Record)


Terá faltado na excelente crónica de Rui Dias, abordar aquele que se poderá tornar no maior problema de Teo Gutiérrez: a sua relação com a arbitragem portuguesa! Porque de uma coisa o colombiano poderá estar certo, jamais terá da parte da grande maioria dos senhores do apito em Portugal, a chocante contemporização de que beneficiou, por exemplo, Maxi Pereira, ao longo das oito épocas em que envergou a camisola do Benfica.

Estou certo de que Jorge Jesus, apesar do "limpinho, limpinho", não deixará de alertar e prevenir o carácter impulsivo e rebelde de Gutiérrez, para o facto de jogar no Sporting, o incontornável "parente pobre" de uma arbitragem sistemática e invariavelmente parcial e vergonhosamente controlada e subserviente a interesses contrários aos do Clube de Alvalade.

Cá estaremos para apreciar!...

Leoninamente,
Até à próxima 

4 comentários:

  1. Caro Álamo,

    Tenho para mim que a "incansável máquina de propaganda lãpiónica" continua incansável nos bastidores deste futebolzinho português...

    Esta prosápia apenas se insere na lógica que, subliminarmente, essa supracitada 'máquina de propaganda' vai distribuindo pelas mentes mais incautas, ou que preferem pensar pelo que os ditos "opinion makers" lançam, ao invés de utilizarem a própria massa cinzenta e respectivas sinapses por forma a analisarem o que lhes é apresentado...

    É que, o jogador ainda ontem de madrugada assinou e, menos de 12 horas depois, já estes esbirros procuram desfazer no carácter deste novo jogador Leonino, como que pré-preparando os 'bois de apito na boca' para que este seja um novo 'Montero', onde tantas vezes falaram nos golos em fora de jogo que, veja-se lá, até golos limpos têm anulado em quantidade ao nosso jogador...

    A estes 'mandaretes' recomendo um MEGA BELFODIL, em formato supositório!!!

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo YaZalde, eu considerar-me-ia um declarado mentiroso se porventura me passasse pela cabeça colocar nos "cornos da lua" as capacidades, nomeadamente a inteligência, da tal "incansável máquina de propaganda lãpiónica", na exacta medida em que o comentário do meu amigo parece sugerir. Tenho a profunda convicção de que as caracteríticas intelectuais dos seus mentores serão tão eminentemente básicas que jamais ultrapassarão a... "esperteza saloia". Agora duvidar dos seus efeitos, seria como negar os danos da "camorra napolitana", que apenas a inteligência tem conseguido combater e enfraquecer, sem que alguma vez se possa ufanar de ter sido capaz de a extinguir.

      E terá sido exactamente com esse propósito que, pegando na indestrutível tese de Rui Dias, trouxe para aqui o seu eventual objectivo: é preciso avisar toda a gente das nuvens que se adivinham no horizonte!...

      Não pretendi fazer qualquer juízo de valor sobre os objectivos de Rui Dias. Não o conheço o suficiente para lhe adivinhar ligações à... "camorra" e o seu texto poderia ter sido escrito por qualquer jornalista honesto e imparcial. Mas encerra a dura realidade que envolverá Gutiérrez e... "homem prevenido vale por dois"!...

      SL



      Eliminar
  2. Para mim o título deste artigo diz tudo: "O rebelde Gutiérrez". O homem ainda nem treinou, mas já estão a alertar a APAF. Este também deve fazer parte da dita «estrutura». São uns grandes FDP.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Fernando Pais, não me custa concordar que o título do artigo de Rui Dias não necessitava de ser a "faca de dois legumes" em que acabou por resultar, se extirpado da desnecessária mas todavia ostensiva carga de rebeldia. Quem não quiser ser lobo que não lhe vista a pele! E Ruis Dias, quiçá sem se dar conta, enfiou-a dos pés à cabeça!...

      Eliminar

PUBLICIDADE