segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Presidente, não desaponte os sportinguistas!!!...



Senhor presidente Bruno de Carvalho, o Sporting deve-lhe a viragem e o retorno à luz vindo de um fundo e negro buraco onde o tinham enfiado décadas de incompetências, interesses incompreensíveis e, sobretudo, pessoas deslumbradas em que os seus egos eram a prioridade, custasse isso o que custasse ao clube.

Os adeptos rapidamente perceberam ao que vinha e não lhe regatearam apoios. Alvalade enche e vibra com o novo leão, comentadores e media enalteceram e enaltecem o trabalho feito, a equipa respondeu com futebol ao nível que um grande clube como o Sporting exige. A esperança concretizou-se em sucesso, relativo, mas sucesso. Está em marcha um Sporting que potencia voltar às grandes vitórias, aos troféus. Os adeptos não desejam nem pensam noutra coisa, é uma avassaladora fé verde, cresce e cresce.

O senhor tem nas mãos a varinha, não mágica mas real, capaz de concretizar esses sonhos que anos de desgraça tinham enterrado. Pense, pense e pense, e atue no sentido desse caminho, de forma consolidada e segura, sem que o seu estado de graça caia cedo demais e se abra caminho ao ressuscitar do passado. Os velhos interesses não morreram e só pensam no retorno, estão a hibernar na expectativa que falhe e com eles os clubes rivais, como lhes compete.

Assim, senhor presidente, não se atire para fora de pé. Mantenha-se à tona da água, a água da história do Sporting, um clube com esta grandeza, mesmo quando perde, que tem de saber estar e que tem de saber defender os seus direitos sem tibiezas, com determinação e grande tenacidade, mas com a elevação que os melhores adeptos do Mundo são merecedores.

E na comunicação, senhor presidente, não tem sido feliz. A sua razão nas causas que defende é inquestionável e é exigível um discurso assertivo, mas o tom desafina com frequência e demasiadas vezes algumas palavras utilizadas são rascas e não prestigiam.

Senhor presidente Bruno de Carvalho, por favor, não desaponte os sportinguistas.
(Alberto do Rosário, Bilhar Grande in Record)


Com o insuspeito direito que me assiste, pelo facto de ter sido apoiante sem tibiezas, desde as primeiras eleições - se isso se puder chamar a tamanha fraude! - do jovem sportinguista Bruno Miguel Azevedo Gaspar de Carvalho, faço minhas as palavras de Alberto do Rosário. Integralmente!...

Mas é meu dever e desejo, ir um pouco mais além, porque a isso me impelem outras razões que o interesse do Sporting Clube de Portugal me obriga a calar, mas que conheço suficiente e demasiadamente bem: afaste-se senhor Presidente, afaste-se por favor e enquanto ainda for tempo, de copiar em Alvalade, o odioso trajecto percorrido nos Estados Unidos, pelo execrável e amaldiçoado senador Joseph McCarthy. E olhe que "You no creo en las brujas, pero que las hay, las hay"!...

Senhor presidente Bruno de Carvalho, por favor, não desaponte os sportinguistas!!!...

Leoninamente,
Até á próxima

7 comentários:

  1. Caro Álamo, bom dia.
    Embora acérrimo defensor do nosso presidente, há coisa de dois, três dias dei comigo a pensar que o mesmo não deve ir muito longe...
    Digo isto porque não sou um homem esperançoso no futuro. Acho que o amanhã traz outras perspectivas, sempre, embora muitas vezes não sejam as mais positivas. Sou uma espécie de ver para crer, de pé atrás.
    O meu pensamento de ele não ir muito longe tem a ver com a sociedade futebolística. Uma fauna bizarra, que está entranhada nos corredores do poder deste país.
    Já discorri o suficiente para ser directo. Há uns tempos falava-se do presidente ser uma espécie de Dom Quixote e penso que é essa a cova que lhe estão a cavar.
    A luta contra os fundos, por exemplo, é uma causa perdida, acho eu. A norte o clube dominante tem a palavra fundos escrita em todo o lado. Jorge Mendes está mais que ligado, Joaquim Oliveira enterrado até ao pescoço e com ele JN, DN, Ojogo e a Sporttv. Luciano D'Onofrio e fundos internacionais desaguam na foz do Douro... Fernando Gomes, chateado com a FCP Sad bateu com a porta foi para a Liga, quando os árbitros passaram para a federação, lá foi o doutor. Fernando Gomes deve estar tão chateado com Pinto da Costa como o Valentim Loureiro estava há uns anos... nos jornais mandavam bocas um ao outro, não se cumprimentavam em público e por trás Pinto da Costa ligava ao major, a pedir sumaríssimos para o Liedson...
    A sul, no clube de carnide, a palavra fundos chegou até ao Seixal... do Colombo até ao Seixal, quem por ali cair quando chegar ao fundo, parte-se todo. Jorge Mendes, claro é como um barco de arrastão... pesca ao fundo. Dando um exemplo, Fariña foi comprado por ele, levou o carimbo de carnide e é emprestado com retorno de dividendos... Os de Carnide enquanto forem levados ao colo, para eles está tudo bemm. Estão habituados a ganhar, seja como for, por isso desde que vão ganhando não haverá problemas.
    Estes dois foram conspurcar a sua bela Bairrada... porque será?
    O caro Álamo fala muito da federação como sendo uma porca onde muitos mamam, mas eu acho que todo o sistema é uma gigantesca porca. Agora pergunto, os porcos vão deixar o Dom Quixote acabar com a porca? Depois mamam onde?
    A alusão ao Dom Quixote, seja lá de onde quer que ela venha, é muito inteligente, porque no fundo vêm esse personagem como um romântico lunático. Acho que a cova que estão a cavar ao nosso presidente é essa mesma... dão a ideia que ele é um lunático sportinguista ferrenho e cada vez lhe vão construir mais essa imagem.
    Ele tem o meu apoio, sempre, mas eu sou um pobre coitado que mais não faz que teclar a seu favor.
    Também acho, que por vezes, ele fala demais. Quando não fala, perguntam-lhe... diz uma coisa e dão destaque a outra e por aí a fora... esta questão da comunicação é fulcral, porque vivemos num mundo execrável.
    Há que ler as palavras do homem. Ele disse uma coisa que abafa qualquer alusão a nádegas ou ambientes hostis no dragão... disse o presidente "Portugal tem uma cultura em que as pessoas não assumem as coisas. Ninguém se compromete para não se entalar e não há exigência. Eu assumo e quem quiser estar no Sporting tem de fazer o mesmo".
    Estas palavras são uma lição de vida, que deviam ensinar aos mais novos. Não estou a falar de futebol, estou a falar da vida. À medida que os nossos jovens forem crescendo, o que mais vão encontrar são pessoas sem espinha, palmadinhas nas costas, paternalismos, compadrios... em todo o lado e por vezes dentro da própria casa.
    Estas coisas ninguém louva, por isso acho que lhe vão desgastar a imagem de tal maneira que vai mesmo parecer um Dom Quixote.
    Para mim o presidente só precisa de um título, caro Álamo...
    Grande abraço. SL.
    Basco "O Leão"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo Basco "O Leão", nem numa vírgula de todo o seu agradável e assertivo comentário, eu discordo! Comungo integralmente o seu pensamento e tenho exactamente a a mesma postura. Mas - lá vem esta terrível adversativa -, para além de entender que Bruno de Carvalho deverá cuidar de alterar o modo "corriqueiro" como aborda certas questões, mais próprio de um "chefe de claque" do que de um Presidente do Sporting, também deverá redobrar a sua atenção aos "mensageiros mal intencionados" que lhe "sopram cobras e lagartos" aos ouvidos, movidos por interesses claramente pessoais e muito arredados dos interesses do Clube que lidera.

      É que Bruno de Carvalho não tem humanamente, capacidade para liderar directamente, todos os incontáveis e complexos problemas que diariamente lhe são colocados. E nunca poderá ter a presunção de que o sportinguismo que lhe inunda a alma, se reflicta nas almas daqueles em quem, confiadamente, delega competências. E aí estará o grande desafio com que, neste momento, estará a ser confrontado.

      A ciclópica missão de Bruno de Carvalho, mereceria não ser beliscada por mesquinhas e inadmissíveis falhas de alguns elementos da sua equipa. Mas o facto é que se começa a verificar que, embora o "motor" continue a evidenciar um funcionamente irrepreensível, haverá no seu "automóvel", pneus carecas, calços dos travões a chegar ao ferro, limpa para-brisas quase sem borrachas, escape com roturas e deficiente apoio e até, ironia do destino, algumas lâmpadas de presença, stops e máximos e mínimos, fundidas...

      E se no futebol, mais mediatizado e próximo dos adeptos que somos, facilmente se torna separar as águas e estabecer responsabilidades sobre quase todos os erros que terão vindo a ser cometidos, na formaçãp, na Academia, e nas equipas profissionais, já o mesmo não poderemos dizer sobre o que se passa em muitas das modalidades do nosso ímpar ecletismo.

      Costuma-se dizer que "a roupa suja lava-se em casa" . Concordarei em absoluto e jamais serei eu a "ir para o rio lavá-la". Mas estou em posição de dizer, antes não estivesse mas estou, que teremos em nossa casa "muita roupa suja" a necessitar de uma boa barrela. Por mor dos ditos e egoístas interesses pessoais, e pela lamentável diferença entre o sportinguismo do Presidente e o sportinguismo evidenciado pelos protagonistas de tais interesses.

      Sim, concordarei com o amigo Basco: "o Presidente só precisa de um título"! Mas, antes disso, precisaria de melhor companhia! Terá muito boa companhia em algumas áreas importantes, honra lhes seja feita, a ele que os escolheu e a quem é merecedor da nossa admiração. Mas terá também, infelizmente, algumas más companhias! E fico-me por aqui, porque... os homens passam e o Sporting é eterno! Talvez um dia, tarde ou cedo, venhamos a trocar impressões sobre esta matéria. Mas aqui e agora, não!...

      Porque acima de tudo e de todos, está o SPORTING! SEMPRE!!!...

      Grande abraço e SL

      Eliminar
    2. Acredito... a história é feita disso mesmo, grandes Homens mal rodeados e Homens ridículos rodeados por gente que lhes apara os golpes e mantém as aparências. Uns glorificados... outros esquecidos ou ostracizados injustamente... enfim, bem vindos à civilização.
      Quem sabe um dia...
      Sporting sempre!
      Basco "O Leão"

      Eliminar
  2. Desculpe q lhe responda assim mas q raio de comparação, com Joe Mccarthy.

    Eu sou crítico de BdC em vários temas como por exemplos contratações de minis-messis, gestão de equipa B mas qto à luta contra a podridão no futebol português sou apoiar-te a 200%.
    A coisas q a justiça não consegue, ou quer, provar mas daí a chamar demagógico a quem acusa vai um passo gigante!

    Além disso nós todos tivemos acesso a escutas!!!
    BdC não inventou nada!

    Vejo defeitos em BdC q parece q ninguém vê, mas demagogia não é um deles certamente

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ao "anónimo das 14.52" direi que DEMAGOGIA não foi tema que tenha abordado no meu texto. E direi também que o "Joe Mccarthy" que refere no seu comentário, não conheço nem sequer utilizei no post. Referi sim o nome do infelizmente conhecidíssimo por todos os norte-americanos, Joseph McCarthy, cuja fama se ficou a dever a muitos e tenebrosos atropelos, que nada tiveram de demagógicos.

      Penso que o problema do caro anónimo se resumirá a uma completa falta de sintonia, relativamente ao que pretendi deixar transparecer. Talvez insistir na leitura do que escrevi possa ajudar...

      Eliminar
  3. Também acho que o nosso Presidente às vezes se desgasta sem necessidade...
    Que uma ou outra vez "deixa sair coisas" que não chegam a ser bem pensadas, se bem que não sejam mentiras...
    É dificil no entanto contrapor a tantos quantos tentam destruir o nosso Sporting, uma defesa cerrada...feita com molhinhos de cravos...
    Às vezes os cravos têm que ser daqueles com que se cravam as ferraduras e se podem dar coices assertivos...

    Eu pessoalmente ficava "mais descansado" se o BC em parte moderasse um pouco a sua maneira de passar ao ataque...
    Só que não sei se "as palavras bonitas" nos levarão a algum lado...
    É que isto não são jogos florais...
    O que se passa é que todos irão continuar a atacar o Sporting com palavras "mais ou menos broncas" do Presidente e não sei mesmo, se esses ataques não serão mais conseguidos se acaso o BC recuar na sua maneira de apresentar os assuntos...

    Por isso, embora eu desejasse uma moderação...não é por falta dela que deixarei de o apoiar nesta guerra que nos abriram há muito e de que apenas desistiram...se acaso nos conseguissem fazer o que desejam...: destruir-nos...!!

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caríssimo amigo Max, temo que não tenha conseguido com o meu texto, atingir o alvo pretendido. Remeto-o, para que não volte a repetir-me, para a resposta que deixei ao também amigo, Basco "O Leão". Penso que ficará esclarecido acerca da pretensão subjacente ao meu texto.

      Abraço e SL

      Eliminar

PUBLICIDADE