segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Ou a coragem, ou o inferno!...


Foram 18.000 €uros e uma séria e não velada, antes clara e inequívoca ameaça, o "prémio" que a UEFA "concedeu" ao Sporting, pela animalesca vertigem de meia dúzia de estúpidos e tacanhos adeptos que temos a desdita de albergar, cobardemente escondidos nas nossas claques!...

E que me perdoem os milhares de restantes sócios e adeptos que a cada jogo fazem do topo Sul um espectáculo ímpar em Portugal. Mas eu não acredito, ninguém acredita, que largas dezenas, senão mesmo centenas, não fiquem ao portão, enquanto os ladrões assaltam o quintal. E tão ladrão é o que entra no quintal, como o que fica à porta!... 

Mas então, entre todos os membros das nossas claques, não haverá gente boa e sportinguista, que se envergonha de dar cobertura a este autêntico "terrorismo urbano e desportivo", que continua a viver na mais indigna, iniqua e repugnante impunidade?!...

Certamente que sim! E até nem desconheço que entre "anjos e demónios", existirá um secreto código de (des)honra, quase impossível de ultrapassar. E que é mais fácil regressar a casa com a consciência pesada como chumbo, que arriscar o "beijo da morte"!... 

Mas então não haverá solução e os "demónios", hão-de continuar a sua saga, na mais completa impunidade, sabe-se lá instrumentalizados por quem, mas que com elevada dose de probabilidade, todos conheceremos os rostos?!...

Ora digam-me cá os meus amigos sportinguistas. Haverá algum criminoso desses, que no momento de rebentar um petardo, desconheça as consequências do seu acto para o Sporting?! Impossível! Então porque persiste na delinquência e na perpretação de um acto que sabe vai custar ao Clube uma penalização superior ao que um qualquer cidadão mediano e trabalhador - não o caso dele, bem entendido! - ganha num ano?! Porque alguém lhe paga mais do que isso para o fazer! E os "anjos", calam-se! Por cobardia, por medo, seja por aquilo que for, menos por dignidade, menos por sportinguismo!...

Imaginemos que a UEFA, perante novos rebentamentos de petardos no próximo dia 5 de Novembro, interdita o topo Sul, para o jogo seguinte, vinte dias depois, contra o Maribor. Se isso vier a acontecer, alguém duvida que contra os eslovenos, mesmo com todos os "executores" disseminados pelas restantes arquibancadas de Alvalade, novos petardos venham a rebentar?!...

Pois é, o Sporting está de mãos atadas, perante o hediondo, criminoso e maquiavélico plano, daqueles que foram corridos do Clube e que pretendem regressar. Perante a complacência, o silêncio e a inacção, ditados seja lá pelo que for, dos sportinguistas!...

O dilema estará instalado: ou a coragem da denúncia, ou o afastamento das competições internacionais, para não sobrecarregar o horizonte com outras perspectivas ainda mais terríficas...

Ou a coragem, ou o inferno!...

Leoninamente,
Até à próxima

4 comentários:

  1. Hey ó amigo, é melhor tomar qualquer coisa para se acalmar.
    Pirotecnia não é crime.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas onde é que eu já ouvi isso?!...

      Claro que pirotecnia não é crime! Os "gajos" da UEFA são todos estúpidos e muito mal intencionados! Andam a perseguir o Sporting sem motivo ou razão! Uma cambada de alienados! Bons do juízo estarão os "petardeiros"!...

      Rui Mendes, 36 anos, adepto do Sporting, na final da Taça de Portugal em 1996, morreu de uma "corrente de ar"! O autor do disparo do "very-light" que o matou, Hugo Inácio, nem confessou, nem foi condenado a prisão efectiva! É tudo invenção minha e dos Tribunais, porque... PIROTECNIA NÃO É CRIME!...

      Oh, Joe Dassin, canta-me outra canção, que esta cheira muito mal...

      Eliminar
    2. Não é crime? Ai não, que não é! O uso de artefactos pirotécnicos fora de locais licenciados para o efeito e manejados por pessoas não autorizadas, é crime, meu caro.
      E não consta que um estádio onde decorre um jogo de futebol seja local autorizado.
      Pelo perigo que representa para quem está ao lado (quem os maneja pode ficar sem mãos, é para o lado que durmo melhor), lamento que "os artistas" não tenham que cumprir prisão efectiva -não resolvia, mas era um princípio.

      Eliminar
  2. Pirotecnia não é crime...?
    Depende do local onde for usada...

    E certamente usá-la no meio de dezenas, centenas ou milhares de pessoas, pode não ser à partida um crime...mas pode degenerar nisso mesmo...!!

    Já agora, gostava de saber como classifica o Joe Dassin, por exemplo...a morte de um adepto sportinguista em pleno Estádio Nacional, vítima de um engenho pirotécnico...se não foi crime, diga lá o que foi...!

    Estou com o amigo Álamo, só que não tenho palavras...para classificar tão animalesco acto, que é um atentado em primeiro lugar...ao nosso Sporting...!!

    Já é tempo de serem aproveitados os meios de gravação no Estádio, oara "dar caça" a esses energumenos...!!

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE