sábado, 11 de outubro de 2014

Não te esqueças daquele amor ardente...



Obrigado Senhor Manolo Vidal

Sá Pinto disse no domingo, após a derrota na Taça, que era um dia de luto para os sportinguistas. Não foi. Foi "apenas" uma vergonha. Dia de luto é quando morre um leão. Dia de luto carregado para a família sportinguista é quando morre um grande leão.

Partiu o sr. Manolo Vidal, pessoa respeitada globalmente pelo universo leonino, pelo seu fervor, pelo seu desprendimento, pelo seu amor ao clube. Foi atleta, director da formação, e director do futebol profissional. Tendo sido campeão e amado pelos jogadores com que trabalhou.

Fui aos meus arquivos e relembro esta troca de galhardetes com Pinto da Costa, e que falta faz ao Sporting quem saiba fazer tiradas curtas e acutilantes, em vez de discursatas e de ideias recebidas em I-Pad. 

O sr. Manolo, no ano 2000, atacou Pinto da Costa por vitórias do Porto com falta de verdade desportiva. Este respondeu com graça: «Lo que señor Manolo Vidal diz, no me apoquenta nada, porque es muy bom chico». Manolo retorquiu com classe e piada: «apreciei as suas frases em espanhol com um ligeiro sotaque siciliano. Todavia, foi mesmo uma delícia ouvir esse senhor falar espanhol». 

Era um bom homem, simpático mas discreto, de contacto fácil, como são, habitualmente, os grandes homens. Era um sportinguista ferrenho, que defendeu sempre o clube e não um comissionista como hoje parecem ser todos os homens do futebol. Se calhar, por isso, era um homem à antiga e eu gosto dos homens à antiga.

PS: Godinho Lopes teve ontem um momento infeliz. Para lá de ser o único presidente - provando que não é um homem do futebol - que não falou na reportagem alargada sobre Jorge Mendes, deixando o assunto a Carlos Freitas, provando também que ninguém percebe nada de comunicação no clube, pois seria boa "media" a sua presença, disse o seguinte hoje reproduzido pelo Jogo: « O objetivo é ir à Liga dos Campeões [2013/14], embora isso não dependa só de nós». Não presidente, um líder sabe que depende só de nós. O sr. Manolo Vidal nunca diria isso. O Sporting é o Sporting.
(Rui Calafate, It's PR Stupid, QUARTA-FEIRA, 23 de Maio 2012) 

Sim, que falta nos faz o Senhor Manolo Vidal! Que falta nos faz a sua elegância e classe ímpares! Que falta nos faz o seu espírito de concórdia e união sportinguista, o seu profundo respeito por TODOS OS SPORTINGUISTAS E PELO SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!...

E que falta nos faz aquilo que aqui sugeri após a sua partida e que caiu no mais degradante esquecimento de uma das mais fantásticas figuras da nossa centenária vida colectiva. 

Que falta nos faz esse FAROL DE LEONINIDADE, onde todos pudessemos alimentar e reforçar o nosso AMOR AO SPORTING e beber do seu pensamento e do seu SABER ESTAR!...

"E se lá no assento etéreo onde subiste,
Memória desta vida se consente,
Não te esqueças daquele amor ardente,
Que já nos olhos meus tão puro viste..."

Leoninamente,
Até à próxima

Sem comentários:

Enviar um comentário

PUBLICIDADE