sábado, 25 de outubro de 2014

Porque Nani é top mundial !...


"Nani é top mundial. [...] O Nani joga com o cérebro. Analisa o contexto, e decide em função dele. Tem mil soluções diferentes. Sabe quando segurar, ir para cima, soltar ou prender. [...] Joga o que o jogo lhe dá. E quando parece apagado é porque os adversários lhe sabem fechar o espaço e ele faz a bola rodar por espaços mais livres. Não força o que lhe dará insucesso. Mesmo sendo em criatividade e níveis técnicos bem superior. Para ti está apagado individualmente porque não partiu os adversários, mas colectivamente se calhar deu coisas boas à equipa fazendo a bola entrar noutros espaços. Revê o jogo na Luz, por exemplo. Não perdeu uma bola e quando surgiu o momento, colocou o Slimani na cara do Artur. Foi uma em um. É por isso que provavelmente no final da época estará de regresso ao United para o seu 9º ano..."

E Nani voltou a jogar no Sporting! Entrou em pés de lã, quase com vergonha de que dessem por ele, mas sempre disposto a dar tudo o que tinha dentro de si, pelo seu Sporting! Atravessou-se a Adrien no penalti e falhou. Mas Adrien disse o que tinha de ser dito, como um leão, e já nenhum sportinguista se lembra desse episódio. Porque entrou pelos olhos dentros de todos que é um privilégio ter Nani connosco, mesmo que seja apenas por uma época. Porque ele é de outra galáxia e terá todo o direito de continuar a ser feliz, obedecendo apenas e só, àquilo que o seu coração lhe ditar...

Mas quando partir e se partir, seja para onde for, Nani poderá olhar para trás orgulhoso. Porque o espírito que ele deixará como legado aos seus companheiros, a dimensão de grande equipa que trouxe e ofereceu ao Sporting, nenhum deles alguma vez mais esquecerá ou deixará escorregar por entre os dedos como areia seca. Chama-se mística e associada ao talento, resulta naquilo que temos perante os olhos: a transformação de um conjunto recheado de talento, numa equipa poderosa e temível, onde quer que se apresente e perante qualquer adversário, interno ou externo.

E o trabalho nem a meio irá ainda! Marco Silva sabe-o bem, como sabe o privilégio que lhe foi concedido, na primeira vez que se viu com uma equipa da dimensão do Sporting nas mãos: ter Nani como "ideólogo" do seu projecto, será uma aventura que só os deuses saberão se voltará a repetir na sua ainda curta mas inegavelmente promissora carreira.

Nani alimentará um sonho! Quase certo que igual ao de mais de três milhões de sportinguistas! Quem sabe se não o concretizará?!...

Leoninamente,
Até à próxima

Sem comentários:

Enviar um comentário

PUBLICIDADE