quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Finalmente, tocar o céu ?!...



"Não era crível que a UEFA alterasse o padrão de comportamento face à queixa do Sporting devido ao erro cometido pelo árbitro no jogo com o Schalke. Nem a dimensão colossal do erro ou as suas graves consequências fariam mudar a habitual resposta perante documentação, provas, testemunhos, “whatever”, apresentados em sede de recurso. A decisão foi a de sempre: não.

Presumo, aliás, que o Sporting já esperava que a UEFA fosse intransigente e não abdicasse dos seus princípios, o que poderia abrir um precedente de consequências imprevisíveis. Por muita razão que o Sporting tivesse (e tinha toda!), dificilmente se poderia acreditar num acto de enorme grandeza da UEFA. Ainda assim, o Sporting conquistou duas pequenas “vitórias” neste processo: uma advém do simples facto de o organismo ter tomado a iniciativa de questionar o Schalke sobre o caso; a outra resulta da resposta do clube alemão, que admitiu o grave erro de arbitragem.

O Sporting é também motivo de notícia por ser um dos clubes que fornecem maior número de jogadores seus formados às cinco principais ligas europeias. A escola leonina há muito tempo que é valorizada por essa Europa fora, mas em termos de conquistas desportivas ela pouco ou nada representou para o Sporting. Essa sempre foi a mágoa de adeptos, dirigentes e treinadores, que se foram conformando com a inevitabilidade das vendas e a consolação do reconhecimento público.

Nos dias de hoje, o Sporting vive uma renovada esperança de poder ser recompensado. Com um onze que tem seis titulares produtos da casa e cavalgando uma onda de entusiasmo que parece ser capaz até de fazer milagres, os leões, mais do que desfrutar do momento, querem finalmente tocar no céu."
(António Magalhães, Entrada em Campo in Record)


Há poucos dias atrás, na caixa de comentários de um post que publiquei, deparei com um comentário em termos tão "eloquentemente elogiosos" e utilizando tão "expressiva linguagem", que me vi forçado a "guilhotiná-lo".

Pretendia o presumível adepto rival, equiparar-me a um lazarento asno, apenas pelo facto de eu ter classificado o resultado da acção do Sporting junto da UEFA, como uma "saborosa vitória"! 

Quem me conhece, sabe bem as razões que me levaram a "despachar" esse adepto rival com a cabeça debaixo da asa, que nada tiveram a ver com o desencontro de ideias sobre o tema em causa. Posso assumir a defesa feroz do contraditório, porque já não estou em idade de mudar a minha forma de reagir ao mundo que me rodeia. Calar porém a boca de quem pense diferente de mim, nunca fará parte da minha bíblia. Apenas calei a baixeza de expressão utilizada, como sempre foi, é e continuará a ser a minha conduta, num cantinho, que é meu e de quem como eu interpreta a civilidade e onde jamais permitirei comportamentos dessa natureza. 

Hoje, o director do Jornal Record, na crónica que acima vos deixo, veio ultrapassar-me, pela direita ou esquerda pouco interessará, ao afirmar ter o Sporting conquistado, não uma, mas "duas vitórias neste processo"!

E fala também António Magalhães de um outro motivo porque o Sporting foi notícia por essa Europa fora, que terá sido por ser um dos clubes que fornecem maior número de jogadores seus formados, às cinco principais ligas europeias, a que naturalmente corresponderá uma terceira vitória!

E remata com uma subreptícia "quarta vitória", sonhada, pretendida, alimentada, desejada, ou como queiram chamar-lhe, de todos os sportinguistas: FINALMENTE TOCAR O CÉU!...

Imagino o que diria de António Magalhães,  o adepto rival que "despachei" de regresso a casa, com a cabeça debaixo da asa! Provavelmente multiplicaria a sua "pobre e descortês azia", pelas quatro patas do asno!...

Leoninamente,
Até à próxima

2 comentários:

  1. Um dia, não sei quando...a razão ser-nos-á dada...

    É possível enganar a muitos durante muito tempo mas é impossível enganar a todos indefinidamente ...
    O povo português não é parvo e por isso, não deixará de exigir, mais tarde ou mais cedo...que haja vergonha e seja dado lugar à verdade...

    É claro que essas vitórias do Sporting, não serão reconhecidas por alguns, "mesmo que lhas enfiem pelos olhos dentro"...mas são motivo de alegria para nós sportinguistas e tidas por muitos que o não são...como justo prémio a um Clube que sabe marcar a diferença, e que só "dentro de casa", continua a ser menorizado, por quantos não aguentam a sua Grandeza...!!

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Palavras sábias amigo Max! Sem necessidade de complemento...

      Abr e SL

      Eliminar

PUBLICIDADE