sábado, 4 de outubro de 2014

As equipas portuguesas "andam pouco" !...

Roger Spry, legenda e saudade !...

"... Quem luta pela conquista do título em cada campeonato, como é o caso, na Liga portuguesa, do Benfica, FC Porto e Sporting, não pode deixar de considerar, por inerência, a participação na Champions. Se não for para a colocar no plano das prioridades, em termos da gestão do plantel, como parece ter sido o caso das escolhas de Jorge Jesus em Leverkusen, então torna-se obrigatório rever a política orçamental. Para se ganhar o campeonato português e para se andar com as contas equilibradas; para se realizar meia dúzia de jogos mais exigentes na competição nacional, certamente não será necessário apontar para 80 a 100 milhões de euros de orçamento. É possível manter a verve competitiva em Portugal e não ir muito além dos 25M€/época, que é aquilo que o Sporting está a gastar neste momento, por força também do seu passado perigosamente despesista. A diferença para o Chelsea foi grande? Foi. Mas, se o Sporting gastasse o dobro ou mesmo o triplo com o seu futebol, alguma coisa de substancial mudaria nos jogos com o Chelsea ou com equipas da mesma igualha? Dificilmente.

Para ganhar ao Penafiel, ao Arouca e ao Moreirense, nem o Benfica, nem mesmo o FC Porto, precisam de gastar tanto dinheiro. Acontece, porém, que a gestão do FC Porto não discrimina as provas europeias, e isso faz toda a diferença. E, sobre esta matéria, Vieira e Jesus têm de pôr-se de acordo. Tanta propagandeada proximidade, tanto entendimento até por sinais de fumo, e não há diálogo sobre uma temática tão premente e estruturante?

Esta deslocação do Benfica a Leverkusen levanta dois outros tipos de problema:

1) Esta equipa é bem inferior à da época passada;

2) O ritmo competitivo da Liga portuguesa é uma brincadeira em relação ao que se observa na maior parte das ligas europeias.

Esta última conclusão coloca tudo em causa e recupera uma ideia que defendemos: o futebol português tem um bom nível táctico, mas as equipas “andam pouco”. Por quê? Não estará por fazer uma “revolução” física no futebol português? As equipas portuguesas não deveriam ter outro andamento?!..."

Só não se apercebe desta crua realidade, quem andar muito distraído! Há longos anos que a vertente física do futebol português "ficou a ver navios", enquanto que a componente táctica evoluiu para os mais elevados patamares europeus e não só! 

Quase sem excepções, os principais clubes do primeiro escalão do nosso futebol, vêm apostando e bem, nos bons treinadores que o nosso futebol vem produzindo, no pressuposto, aparentemente correcto, de que as componentes técnico-tácticas que estes amplamente evidenciam, bastarão para que as equipas alcancem os objectivos fixados. 

Porém, tanto os dirigentes quanto os técnicos contratados, parecem continuar a menorizar, a confrangedora "falta de andamento" das suas equipas. Nas competições domésticas, tudo rola sobre esferas! Todos afinam pelo mesmo diapasão! Mas perante os sucessivos "desastres", acontecidos nos confrontos internacionais, nem dirigentes nem treinadores parecem aperceber-se de que o "rei vai nu"! 

A preparação física ministrada no futebol português, em vez de acompanhar a nossa fantástica evolução técnico-táctica, estagnou, parou no tempo e os seus agentes, carregados de presunção e água benta, parecem preferir continuar cegos e surdos à realidade exterior. Comparar "o andamento" das equipas inglesas e alemãs, com a "pobreza franciscana" daquele que evidenciam as equipas portuguesas, apenas escapará aos nossos preparadores físicos, tal a sobranceria e o convencimento que exibem sobre os seus atributos, indiferentes a novos processos, novos métodos, novos caminhos, que nos chegam do exterior, porque recusada a estagnação que por cá se vai cultivando.

Lembro-me da revolução introduzida no futebol português, com a chegada a Portugal de grandes treinadores/preparadores físicos estrangeiros, de que Jimmy Hagan e Roger Spry terão constituído os melhores exemplos e do salto qualitativo que, por osmose, exemplo ou simpatia, então se verificou. 

Hoje e aqui, ninguém questiona os atributos, o saber, a experiência, a capacidade e os contactos formativos com as mais avançadas escolas europeias, de um qualquer "licenciadozeco", desde que jure fidelidade eterna ao técnico principal, que o algema a si próprio e o leva até ao fim do mundo, sem cuidar de saber do impacto e importância que essa vertente do treino poderá ter no seu próprio êxito. Importante, mais importante que tudo, serão sempre a sintonia e a fidelidade.

E os dirigentes, na ânsia cega de contratarem determinados técnicos, fazem-se cegos, surdos e mudos a aspectos capitais da organização e treino, satisfazendo-lhes todas as exigências no que respeita às equipas técnicas que os acompanham, sem alguma vez acautelar a qualidade de cada um dos elementos do exército que lhes entra pela porta dentro, quantas vezes bem mais caro que outra solução, quiçá mais reduzida em número, mas de qualidade infinitamente superior.

Enquanto não assistirmos primeiro, à necessária "revolução de mentalidades" do dirigismo e dos treinadores portugueses, bem que poderemos esperar sentados, pela "revolução física" no futebol português!...

Leoninamente,
Até á próxima

5 comentários:

  1. Pela primeira vez na vida concordo com Rui Santos
    e tambem concordo com análise do sr Álamo

    O problema do futebol português é exactamente esse.
    FALTA DE ANDAMENTO
    Que por exemplo se viu até no último Mundial.

    A Alemanha preparou-se para ter andamento
    para ser vencedora do mundial. E foi.
    Portugal apresentou-se fisicamente
    como a pior seleção

    Nesta liga dos campeões O Benfica foi ATROPELADO
    pelos Russos e pelos Alemães. A correria Alemã foi de tal ordem
    que hoje pagaram empatando já nos descontos em casa a jogarem
    com um dos ultimos e recem-promovido e ainda a jogarem com dez
    tal foi a preparação para o dito andamento

    Olhando para russos e alemães viu-se que contra o Benfica estavam com tudo

    Então porquê os Russos não jogaram assim em casa com os Franceses?
    Esqueceram-se???????? do andamento????
    O sr Hulk o sr Dany na Luz estavam cá com um andamento.

    Em suma: é verdade que nos falta andamento
    Mas há andamentos e andamentos

    O Benfica viu-se confrontado com dois grandes andamentos
    Dos grandes mesmo

    Carlos Lopes perdeu uma medalha de ouro nuns jogos Olimpicos
    quando na última volta voi passado que nem bala por Lasse Viren

    Lasse Viren que só ganhava em jogos Olimpicos.
    O tal seu famoso andamento dessas finais
    deu mais tarde aquela historia das transfusões do sangue

    Mas enquanto ninguem sabia dessas coisas a verdade é que ele tinha andamento
    e o Lopes não.( o Lopes tambem tinha andamento mas não era daqueles andamentos)

    Os portugueses se quizerem ter andamento daqueles têm que copiar os outros.
    É tudo uma questão de opção. Que tipo de andamento querem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Zézito tem razão: há andamentos e andamentos! Olha, por exemplo o andamento do Vitor Batista, do Kennedy, do Carlos Martins, do Jardel, do Fábio Paim e de tantos outros que eu sei mas não me apetece dizer...

      Também o andamento do Boavista no ano em que foi campeão!...

      Mas eu não fiz o texto que o caro comentou, para falar nesses andamentos, que por um azar do caraças apenas se verificam com as equipas que jogam contra o benfas! Ninguém ganha ao benfas com mérito! Ganham apenas por causa dos andamentos ou por causa dos árbitros, ou por causa a lã, ou por causa da rega, ou por causa da avaria dos holofotes, ou por causa da polícia...

      Olhe meu caro, veja se trata essa diarreia mental e se consegue perceber que em Portugal e em termos de preparação física, todas as equipas, incluindo o seu benfas, não valem uma MERDOLA! Veja se consegue ser imparcial e ver um jogo de futebol com olhos de ver e não com os seus habituais olhos vesgos, ou estrábicos, ou amblíopes ou o que lhe melhor se adaptar ao seu caso. E o melhor exemplo é o seu benfas: tacticamente e porque tem um grande treinador, é um exemplo acabado de perfeição! Mas no campo da performance física, É UMA MERDA COMO AS OUTRAS TODAS! Percebeu?! E sabe desde quando?! Desde que Jimmy Hagan saiu da Luz! Meta esta na cabeça, porque o resto dos andamentos que você inventa para os outros, é só folclore benfa!...

      Mas se me permite e já que estamos a falar de andamentos, o que dizer do andamento benfas que sendo um clube fundado largos meses depois de outros, consegue ser mais antigo uma porrada de anos?! E o que dizer do andamento benfas, que conquistando o seu 27º título em 1994, de então até 2014, apenas foi campeão por 3 vezes e consegue o GRANDE FEITO de que a soma de 27 com 3 resulte em... 33 ?! É obra pôrra! Mas que grande ANDAMENTO !!!...

      Eliminar
  2. O Zézito também se esquece de outra coisa que o Rui Santos diz. O clube de carnide não precisa de orçamentos tão grande para a ganhar a liga... do lado o clube do milhafre diz que está em contenção e que lhes levaram os melhores jogadores. O Zézito sabia que desde que o Jesus chegou à luz, o verão em que gastou mais dinheiro foi este? Ele já la´está há seis não é?
    Se for o Bruno de Carvalho é por que não tem ANDAMENTO para comprar 3 bons... vocês compram um por 10 milhões (samarras) e não entra de caras? O gritante também custou 6,5... só neste dois gastaram tanto como nós em 11. Já usamos o Sarr, o Jonathan, o Nani e o João Mário... assim de caras.
    Basco "O Leão"

    ResponderEliminar
  3. andamento tem o Montero, está sempre à frente dos defesas quando marca golo, AZIA, mete o gaviscom no rabinho ...

    ResponderEliminar
  4. Ó sr Álamo quero dizer-lhe que por questões profissionais
    quando falo em andamentos sei muito bem o que estou dizendo.

    Se um dia falassemos pessoalmente e lhe dissesse tudo
    o que ao longo de anos vi, li, contactei e falei, provavelmente abriria a boca de
    espanto e retirava-se com o rabinho entre as pernas

    E já agora deixe-se dessa linguagem pesada porque sempre que aqui faço comentários dou a minha opinião sem ofender ninguem

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE