quinta-feira, 28 de maio de 2015

Sim, talvez seja tempo de mudar de vida!...



Mudar de vida

"Aqueles que me lêem sabem que não sou de criticar só pelo prazer de o fazer. E não tenho pejo em reconhecer que, embora não me reveja no estilo, a actual direcção do Sporting fez coisas boas e necessárias. Só que, ao mesmo tempo, incorre em práticas que acabam por afectar negativamente o balanço global. Estou a referir-me, concretamente, à questão dos treinadores.

A direcção do clube teve o mérito e a sorte de, em dois anos seguidos, contratar dois magníficos treinadores, e com ambos acabou por criar relações conturbadas, a ponto de um se ter ido embora e outro estar em vias de o fazer. Ora, não é possível construir nenhum projecto desportivo sem uma base de estabilidade, seja de plantel nuclear, seja de equipa técnica. Por outras palavras, mudando de treinador todos os anos o Sporting não vai a lado nenhum. O Benfica já percebeu isso e com o proveito que se vê. Alguém terá de dizer ao presidente do Sporting que esta coisa de se sentar no banco durante os jogos, quer se queira quer não, é uma invasão do território da equipa técnica, e não acredito que haja algum treinador que goste, mesmo que o presidente esteja calado e não interfira.

Alguém terá de dizer ao presidente do Sporting que ir agradecer aos sócios e adeptos com a equipa quando esta ganha e criticá-la no Facebook quando perde é errado e contraproducente. Os protagonistas das vitórias são os jogadores e o treinador e não o presidente; e, quando a equipa perde, quem tem de dar o corpo às balas é o presidente, é para isso que ele lá está. Fazer o contrário é criar um permanente foco de desestabilização e, com franqueza, impróprio de alguém que tem de representar uma instituição com os valores do Sporting.

Eu defendo que os mandatos têm de ser cumpridos, que esta direcção deverá fazê-lo até final e que os sócios e adeptos têm de criar condições para que isso aconteça; esta gerência, aliás, será aquela que, nos últimos anos, menos oposição tem tido no clube, disso não se pode queixar. Importa, por isso, ter a maturidade e a sensatez de não entrar em despiques de vedetismo, saber desempenhar o seu papel ao nível da grandeza do clube e proporcionar-lhe a paz e estabilidade de que ele tanto precisa; a começar por fazer todo o possível para segurar este treinador.
Por isso, nalgumas coisas, há que mudar de vida.
(Carlos Barbosa da Cruz, Canto do Morais in Record)

Sim, talvez seja tempo de mudar de vida! Dois anos e dois meses de liderança foram tempo suficiente para convencer a grande maioria dos sportinguistas dos inestimáveis benefícios para o Sporting Clube de Portugal que Bruno de Carvalho e a sua equipa trouxeram ao Clube. Mas... pese embora o agradável da "nova realidade" do Sporting e toda a bondade e acerto da estratégia que o jovem líder tem tentado implementar, são por demais evidentes as "nódoas" que tem, descuidadamente, deixado cair no pano.

"Só os burros não mudam"! E Bruno de Carvalho será tudo menos burro!...

Leoninamente,
Até à próxima 

6 comentários:

  1. Os sportinguenses são completamente obsecados com a figura de BdC! Qual a razão, para nesta semana, continuar a fazer reflexões, em tom de remoque, sobre o perfil de BdC? Qual a razão para tentar continuar a confundir nos sportinguistas a forma com o conteúdo! Estes sportinguenses, reféns de uma visão ortodoxa do mundo, pensam e tentam fazer pensar que essa é a visão correta do mundo. Quantas vezes a heterodoxia não se revelará a abordagem mais indicada para enfrentar perigosos terrenos escarpados.
    O caricato igualmente, é estes arautos da desgraça, insinuarem sobre a atual direção não completar o seu mandato, quando eles pertenceram a direções do SCP que o que fizeram foi delapidar o património do Sporting, e nessa altura os mandatos foram para cumprir (e com que custos para a instituição).
    E são pouco sérios, porque reiteram no ponto de L. Jardim ter saído por incopatibilidades com BdC (LJ já o desmintiu por diversas ocasiões).
    Para finalizar: O mérito do Carnide ter vindo a ganhar no pontificado de J. Jesus, tem sido de manter este treinador ou antes do célebre "colinho"? Temos que ser coerentes. A verdade estará, porventura, nas duas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei se CBdC é sportinguense ou sportinguista e pouco me interessará sabê-lo, porque problema do seu foro pessoal. Apenas me interessará avaliar o que escreve e reagir segundo a minha razão, os meus valores, os meus princípios e os meus sentimentos.

      O Sporting completou 40 anos de vida, poucos dias depois do meu nascimento e eu aprendi a ser sportinguista, tanto por influência paterna, quanto pelo facto de o Clube viver durante toda a minha meninice a sua época áurea. E desde sempre me habituei a uma postura ímpar e exemplar por parte dos seus dirigentes, ainda que nem todos tenham contribuído de forma igual para o seu engrandecimento.

      Chegado aqui, permita-me o caro CdL dizer, que fundei e tenho mantido este blog ao longo de mais de quatro anos, apenas e tão só como veículo da minha forma de pensar Sporting, sem obediência ou vassalagem a quem quer que seja. Aplaudo ou critico segundo os ditames do meu coração, da minha sensibilidade e nunca pertenci nem pertenço a "lobbies", nem jamais me permitiria o "culto de personalidade", que sempre significou e há-de significar para mim, a incontornável ausência de sentido crítico, a destruição da inteligência e da dignidade de qualquer cidadão.

      As crónicas de diversos autores que por aqui deixo, são sempre o reflexo das impressões, boas ou más, que me deixam e que me impelem a mostrá-las a todos os que me dão o privilégio de lerem o que vou publicando, no sentido de que o seu conhecimento possa de alguma forma contribuir para o engrandecimento ou defesa da causa leonina.

      Identifico-me completa e integralmente com o texto hoje escrito por CBdC. Bruno de Carvalho mereceu os meus votos nas duas eleições em que foi candidato à presidência do Sporting. Vivo a satisfação de ver o seu trajecto e obra no Sporting, merecedores da confiança que a grande maioria dos sportinguistas lhe concedeu. Mas nunca permitirei que a "cegueira" me impeça de reconhecer os erros que aqui e ali tem vindo a cometer e que nesta tribuna nunca calei, não calo, nem jamais calarei!...

      E se por isso vier a ser apelidado por quem não pense como eu de... SPORTINGUENSE, então que ninguém duvide, SÊ-LO-EI COM HONRA E DIGNIDADE!...

      Eliminar
  2. De facto caro Álamo, e por muito que me custe (sobretudo devido a este comentadeiro ter pertencido a anteriores direcções) também eu concordo com a generalidade do texto que este esbirro escrevinhou.

    Não só não gosto da personagem como ainda abomino o teor das 'mensagens subliminares' que este 'mandarete' envia nas entrelinhas... Será algo do foro da psicologia, mas está lá a intenção sistemática e em tom mais ou menos assintoso para com o Presidente do Sporting Clube de Portugal. E isso é algo com que não posso estar mais em desacordo. Como também não posso discordar mais da critica (que sistematicamente vem á baila) ao facto do Presidente do SCP se sentar no banco de suplentes... Então mas se o Presidente Bruno de Carvalho já referiu por diversas vezes o porquê de o fazer, como também acrescentou que quando entender que tal presença deixa de ser benéfica para o grupo de trabalho deixará de estar nesse local durante as partidas... para quê continuar a 'bater nesta tecla'??? Obviamente que é para continuar a tocar aquele 'xilofone virtual' que foi plantado desde que Bruno de Carvalho apareceu como candidato á presidência do SCP, onde desde "ai que vêm aí os russos...", "...é um garoto malcriado...", "... é um péssimo gestor...", etc, etc se continua a alimentar a 'vox pop' com estas 'atoardas' para que as outra notas continuem a tocar no sub-consciente de quem não consegue pensar pela sua própria cabeça, preferindo 'enfardar' estas doses de 'estricnina' para as vomitarem de seguida...

    Mais, se tivesse encontrado esta personagem hoje ter-lhe-ia dito que "Oh Barbosa que linda prosa"... E de seguida recomendaria a este 'mandarete' a leitura de uma obra da literatura clássica portuguesa "O Leão e o porco", também escrita por um Barbosa, Manuel Maria Barbosa du Bocage, mais conhecido por 'Elmano Sadino'...

    O rei dos animais, o rugidor leão,
    Com o porco engraçou, não sei por que razão.
    Quis empregá-lo bem para tirar-lhe a sorna
    (A quem torpe nasceu nenhum enfeite adorna):
    Deu-lhe alta dignidade, e rendas competentes,
    Poder de despachar os brutos pretendentes,
    De reprimir os maus, fazer aos bons justiça,
    E assim cuidou vencer-lhe a natural preguiça;
    Mas em vão, porque o porco é bom só para assar,
    E a sua ocupação dormir, comer, fossar.
    Notando-lhe a ignorância, o desmazelo, a incúria,
    Soltavam contra ele injúria sobre injúria
    Os outros animais, dizendo-lhe com ira:
    «Ora o que o berço dá, somente a cova o tira!»
    E ele, apenas grunhindo a vilipêndios tais,
    Ficava muito enxuto. Atenção nisto, ó pais!
    Dos filhos para o génio olhai com madureza;
    Não há poder algum que mude a natureza:
    Um porco há-de ser porco, inda que o rei dos bichos
    O faça cortesão pelos seus vãos caprichos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito agradável a sua prosa, caro YaZalde, mas permita-me que a entenda contraditória: o primeiro parágrafo vai num sentido, o restante texto noutro e, nessa condição, revela-se para mim incompreensível.

      Não pretendi fazer o julgamento do carácter de CBdC.. Cingi-me exclusivamente ao texto que escreveu, sem de nenhuma forma extrapolar os seus argumentos para quaisquer outros campos ou os relacionar com eventuais e espúrios objectivos que lhes possam estar adjacentes. E concordei com o que escreveu, facto que parece também ter acontecido consigo. E não quero ir mais longe...

      O caro entrega a decisão sobre o tempo certo de corrigir os erros, ao seu próprio fautor. Eu jamais o farei, porque abomino os ditadores, que morrem absolutamente seguros da sua razão e jamais reconhecerão os seus erros. Entre Hitler a Kim Jong-un, passando por toda a casta ditatorial do últimos dois séculos, não encontramos uma excepção. Gostaria muito que Bocage ainda por cá andasse. E assaltam-me fortes dúvidas se conseguiria rimar elogio com narcisismo.

      Não entrego por isso a decisão da abandonar o banco de suplentes a Bruno de Carvalho. Como reza a história do soldadito que levava o passo trocado e os pais entenderam que seria o batalhão todo a marchar errado, Bruno de Carvalho, reconhecido por uma ampla maioria de sportinguistas, inapelavelmente, está errado ao castrar o desempenho de quantos o rodeiam, prejudicando desse modo o Sporting, que ele pretensamente diz defender.

      Gosto muito de Bruno de Carvalho. Votei nele nas duas eleições. Mas não sou eu, nem milhares e milhares de sportinguistas que levamos o passo trocado!...

      Eliminar
    2. Caro Álamo,

      Quando o amigo alerta para alguma 'contraditoriedade' que encontra entre o 1º parágrafo e o resto do texto que deixei... Das duas uma, ou eu não me expliquei bem ou então o amigo Álamo não entendeu... Vamos a ver, eu concordo com o texto deste Barbosa que nem tudo o que esta Direcção Leonina tem feito tem sido bem feito, contudo, o saldo tem sido enormemente positivo. Já quanto ás mensagens subliminares que este texto volta a tocar... tipo "Xilofone virtual" não só não concordo como abomino ... Por isso, só poderei compreender a 'contraditoriedade' devido ao termo "...generalidade do texto...", aí sim... Mas o que pretendia transmitir era que esta personagem, como outras, aparecem de forma ciclica e sistemática, sempre com alvo o Presidente do Sporting Clube de Portugal, Bruno de Carvalho...

      SL

      Eliminar
  3. Falacia de, perdoe-me ALAMO, merda.
    " Só que, ao mesmo tempo, incorre em práticas que acabam por afectar negativamente o balanço global. Estou a referir-me, concretamente, à questão dos treinadores."

    Mas quais práticas, cara...?!
    Desde as BdC é presidente, teve 3 treinadores.
    Nenhum foi corrido.
    O, sem o qual o SCP não sobrevivia Juju, além de ter sido "herdado " saiu por sua iniciativa.
    Foi substituído, e também apenas saiu por sua iniciativa e, pasme-se coisa virgem no SCP, deu dinheiro com a sua saída.
    O MS ainda não saiu sequer...


    Resumindo, ainda não percebi quais as más práticas....
    O SCP não despede um treinador já quase dois anos e meio... inédito desde o Paulo Bento.


    No entanto, gentinha de merda consegue ver más práticas.....

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE