quinta-feira, 21 de maio de 2015

Aonde poderá chegar este Sporting na primeira pessoa?!...



O Sporting na primeira pessoa

"Devo reconhecer que, como adepto, o presidente do Sporting é quase inexcedível. Vai a todas. Seja hóquei, andebol, formação, qualquer que seja a modalidade, nunca deixa de apoiar as equipas, o que muito abona a sua dedicação. E só não digo inexcedível em absoluto, porque, por vezes, o adepto sobrepõe-se ao presidente e envolve-se em caldinhos e confusões perfeitamente escusáveis, como foram os casos do jogo de hóquei contra o Valongo e do recente jogo de futebol de juniores contra o Benfica.

O grande problema do presidente do Sporting não é o seu empenho, é outrossim o seu discurso institucional e pessoal. Explicando: houve uma concentração total e absoluta da comunicação e representação do clube na pessoa do presidente, a nível de quase omnipresença, quer nos canais do clube, maxime da Sporting TV, quer nos media em geral. Não passa semana em que o presidente do clube não seja notícia e, reconheça-se, às vezes, nem sempre pelas melhores razões. Este nível elevado de exposição tem o seu reverso, ou seja, torna o presidente vulnerável a permanentes reparos e críticas, que amiúde se projectam negativamente na esfera do próprio clube, porque, convenhamos, com este formato, é difícil perceber onde acaba a pessoa e começa a instituição.

Por outro lado, quem anda nestas lides e com o protagonismo com que as assume, tem de estar preparado para se confrontar com as divergências de opinião, com os títulos dos jornais, o "diz que disse" das transferências e a vacuidade de alguns comentadores. O Sporting é um clube com uma cultura democrática muito arreigada e cada um sempre foi livre de expressar a sua opinião; eu sei que noutros clubes não é agora assim, mas, no Sporting, as coisas são diferentes e ainda bem.

O que dificilmente se entende é a postura de vitimização face a um quadro que não a justifica; vir a público, com o aparato de conferência de imprensa, defender teorias da conspiração centralizadas na sua pessoa, por causa daquilo que alguns dizem ou escrevem, releva de um conceito quase narcísico do clube, que este, como instituição centenária, bem dispensa.

Por fim, há o tema daquilo que se diz e da forma como é dito, mas isso, claramente, é uma questão de estilo. Justamente, caberá aos sportinguistas, na altura própria, dizer se, entre outras coisas, se identificam com aquele estilo.


Com suprema elevação e elegância e segundo o direito que legitimamente lhe assiste como sportinguista, Carlos Barbosa da Cruz oferece-nos um texto que muito dificilmente não obterá a concordância de um vasto leque de sportinguistas que, não negando todo o empenho, dedicação e obra realizada no Sporting pelo presidente democraticamente eleito por uma maioria muito significativa de sportinguistas, assumem com clareza e frontalidade a sua discordância relativamente aos mesmos pontos que CBdC questiona na acção presidencial.

E nem o conceito de imperiosa necessidade estratégica de afrontamento, já por aqui apresntado com toda a razoabilidade por alguns sportinguistas, face à degradante posição de subalternidade do Clube em todas as vertentes que se possam imaginar, tanto em todas as esferas do meio desportivo, quanto nos decisivos meios da Comunicação Social, pode servir de álibi ao caminho escolhido pelo presidente na hora imediatamente a seguir à sua esclarecedora vitória eleitoral. Os objectivos poderão estar magistralmente identificados. O modo como alcançá-los já suscitará legítimas interrogações.

Aonde poderá chegar este Sporting na primeira pessoa?!...

Leoninamente,
Até à próxima

6 comentários:

  1. Amigo Álamo, subscrevo em absoluto o texto de CBdC, e tb acredito que terá a concordância da maioria dos Sportinguistas, tal é a sua razoabilidade.

    SL

    ResponderEliminar
  2. Espero que onde chegou o Porto de Pinto da Costa e o Benfica de Luís Filipe Vieira, a títulos.

    Embora sem recorrer a corrupção como eles.

    Estes papagaios já a pavimentarem o caminho ao regresso dos croquettes nas próximas eleições? Menos mal. Se se mantivessem calados até lá...

    Mas infelizmente é um facto que o presidente, que mexeu com tantos interesses dentro e fora do clube, está debaixo do alvo de todos os que têm poder mediático.

    Acho curioso, quando os adversários desportivos encontram em adeptos do Sporting, aliados perfeitos para os seus intentos. Seja em pasquins, seja naqueles programas televisivos...

    Mas lá está, deve ser apenas a minha cabeça a inventar teorias da conspiração.

    ResponderEliminar
  3. Pode chegar até onde os SPORTINGUISTAS quiserem...!!!

    Desde que a 'primeira pessoa' mantenha a sua competência específica nas funções para as quais foi eleita, para mim perfeito....!!!

    Andei anos..., décadas..., a ser gerido por indivíduos de eloquente capacidade discursiva... bem aperaltados e 'apessoados'..., de altas famílias e 'canteras'... muito corretos e afirmativos na ciência da união e da representatividade leonina... uma pose ao mais alto nível... o tal 'viscondismo' de elite, passe a redundância... Olha onde isso nos levou....!!!! Levou-nos à "MANSIDÃO" com que somos vistos e ouvidos....

    É 'narciso'....? Pois que seja... Enquanto esse narcisismo me levar a ver a verde-e-branca suada e bem representada (como ontem em Odivelas), dentro e fora do campo..., para mim..., perfeito...!!! (Venha de lá esse caneco... venha de lá a..... GLÓRIA)

    A CI da passada sexta-feira podia não ter acontecido....??? Podia....
    Foi dita alguma coisa que não corresponda à verdade....??? NÃO... (para mim esta parte é a mais importante)

    Preciso eu, sportinguista, de respostas nesta altura...??? Não, não preciso...
    Farei eu a minha avaliação mediante as razões que me forem dadas posteriormente...??? Claro que sim... Veemente, se for necessário, mas sempre na base da competência específica...

    Eu preciso de um presidente que sustenha o clube, que o reforme e reestruture, que lhe traga títulos, que lute contra os poderes podres (lembram-se deles???), que lute por... e com ele.... Um que mande lutar.... por ele. Essa parte é fácil.... e já tivemos muitos!!! E se lamentamos que um treinador não seja, por vezes, um verdadeiro líder... não podemos, agora estar a condenar um presidente por tentar sê-lo... Discutir o estilo é tão importante quanto contabilizar o número de cantos que se conseguem num jogo....!!!

    BdC leva o 'eu' para todo o lado....??? Ora bolas... Se é o 'eu', dele, que é atacado... directamente!!! Seja de fora..., seja de dentro....!!!

    De uma coisa eu tenho a certeza... Devemos a esta direcção, mais ou menos 'narcisa' o facto de podermos, hoje, vinte-e-um de maio de dois-mil-e-quinze, estar aqui a discutir, novamente, o acessório, em detrimento do essencial...

    "ESFORÇO, DEDICAÇÃO E DEVOÇÃO SÃO APENAS O CAMINHO...." não é desprimor pela máxima de um clube centenário... é a VERDADE....!!! (é a minha convicção de LEÃO há quase 43 anos)

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo ZE, eu seria o último dos sportinguistas a contestar o seu comentário e, reflexamente, o rumo comunicacional adoptado pelo presidente que elegemos, se essa estratégia estivesse a resultar na colheita de dividendos para o Clube, quaisquer que eles fossem. Mas, ou eu andarei completamente a "leste do paraíso", ou ainda não contabilizei que nos "cofres de Alvalade" tenha entrado um único cêntimo desses dividendos!...

      Perdoe-me a analogia com a política, mas temo que estejamos no Sporting, perante um caso idêntico às acções dos "partidos do protesto" presentes na AR, ou daqueles partidos semelhantes que apenas aparecem nas campanhas eleitorais de 4 em 4 anos e cujo efeito na tão imperiosa mudança de rumo do nosso país tem sido... ZERO!...

      Amigo ZE, deixemos o "romantismo" de lado. Sabe porque votei duas vezes em Bruno de Carvalho?! Pois creia que foi por uma única e simples razão: sempre me pareceu e continua a parecer que seria O HOMEM, "enxertado em corno de cabra", um "par de botas" à medida dos pés dos "reis da fruta e dos pneus"!...

      Pois bem, o que vejo hoje?! A dolorosa constatação do adágio popular que nos "ensina" que... "cão que ladra não morde"! Vejo muita parra e nenhuma uva! Vejo "paroles, paroles, paroles" e mais nada! Vejo D. Quixote montado nos seus "rocinantes" e os "moinhos" continuarem a rodar, impávidos e serenos e, talvez por falta de "óleo ou afinação competente", soltando de vez em quando "guinchos lancinantes ou gargalhadas histéricas", perante a "lança inoperante" que nem sequer os amedronta ou "acagaça"!...

      Eu estava à espera que o caminho escolhido fosse pejado de silêncio e muitas, muitas vitórias, de braço dado com muita inteligência, muita sagacidade, muita hipocrisia, muito cinismo, muita "filhadaputice", porque para "filhos de putas", só filhos de puta e meio! Mas só vejo "paroles, paroles, paroles" que quase me fazem recuar 50 anos e... olhe meu amigo, para rematar, chegou-me agora a ideia! Dê-me o privilégio da visita ao próximo post que irei publicar.

      Abraço e SL

      Eliminar
    2. Meu caro Alamo, perdoe que me intrometa na sua conversa com o Zé. Normalmente não o faria, mas a sua resposta, azeda, não me parece justa para o Presidente. Isto porque me parece, se bem o entendi, que a sua desilusão (?) está centrada numa questão comunicacional que... "é só fumaça !".
      Também eu gostaria que alguns dos tiros, dirigidos a "porta-aviões", fizessem mais mossa, abrissem rombos que ameaçassem estruturas e, até, o próprio afundamento dos atingidos, mas...
      A questão é que esses grandes barcos não navegam sozinhos. Há muito tempo no mar, com comandantes experientes e "sabidolas", com imediatos que dominam, sabe-se lá à custa de quê, toda a tripulação e, mesmo, a esquadra de apoio e protecção ao "master".
      Ora, um barco isolado, com um comandante "novinho em folha", naif, que acreditou e deverá ter aceitado como de apoio palavras e pancadinhas nas costas, tipo "você tem toda a razão, vá em frente, vou apoiá-lo no que puder", mas cujo significado era, em boa verdade, "afunda os gajos, que nós vamos ajudar na recolha dos destroços que valerem a pena", pouco poderia fazer no imediato.
      Mas as "minas" ficaram (estão) lá e, episodicamente, lá vão rebentando bem próximo dos comandos da "santa aliança" -que já conheceu melhores dias, como sabemos.
      Por isso, amigo Álamo, com consciência plena de que muita coisa boa já foi feita, acho que devemos aceitar alguns nonsense, na expectativa de que não exponham demasiado "o barco da nossa esperança" a uma bujarda inimiga que o afunde sem remissão.

      Eliminar
    3. Amigo Liondamaia, a imagem que o seu comentário reflecte, conheço-a demasiado bem, por dela ter sido parte integrante ao longo de 30 anos, não propriamente em operações bélicas, mas em sectores incomparavelmente mais pacíficos e produtivos. E posso assegurar-lhe que actualmente, todos os grandes barcos ou, mais correctamente navios, navegam sózinhos, são absolutamente auto-suficientes, já não usam colocar homens na gávea ou na proa e são suficientemente equipados para que a navegação à vista possa alguma vez fazer sentido e, muito provavelmente, não estará longe o dia em que deixarão de ser tripulados.

      Ora face a toda a evolução tecnológica e cultural que nos envolvem, quer-me parecer que a "navegação à vista", a "lei de Talião" e o "rugir do leão" mesmo que amplificado por métodos mais ou menos sofisticados, que estarão a ser utilizados, já não conduzirão a lado nenhum, de pouco valendo a nossa aceitação de "algum 'nonsense', na expectativa de que não seja demasiado exposto 'o barco da nossa esperança' a qualquer bujarda inimiga"!...

      Definido o(s) inimigo(s), investigados e conhecidos os seus métodos de actuação, jamais a palavra será antídoto. Jamais, pode crer, ainda que muito respeite a sua esperança. O antídoto resultará da inteligência. da sagacidade, da frieza, do silêncio que soubermos usar no combate. Nenhum cão ladra antes de morder!..

      Eu não quero amanhã subscrever qualquer petição para a atribuição do Nobel da Paz ou da Literatura, ou ainda para a canonização do presidente do meu Clube. Apenas espero e desejo que o meu Clube seja recolocado no lugar que já foi seu!...

      Creio que me terá entendido.

      SL

      Eliminar

PUBLICIDADE