sexta-feira, 8 de maio de 2015

"É o futuro do futebol português, que 'percebemos' enquanto Clube"!...


"É o futuro do futebol, percebemos a nossa política enquanto clube mas percebemos qual deve ser o futuro do futebol português. Sabemos que o aspecto financeiro tem uma importância enorme, sabemos que não temos a capacidade financeira de outros clubes e de outros países para investir... É claramente o futuro. É bom sinal quando se tem jogadores a aparecer. É sinal de que o trabalho está a ser bem feito e que os atletas estão a mostrar o valor que têm. A nossa equipa é muito jovem, é uma imagem nossa – chegámos a jogar jogos de Champions com oito e nove jogadores da formação. O futuro será com muitos jogadores da formação na equipa principal do Sporting."
(Marco Silva, SportingTV in Record)

Aprendi à força, nos meus verdes 20 anos, de tanto ler, reler e voltar a ler, nos velhinhos, intrépidos e infelizmente extintos, Diário de Lisboa e República, a ler nas entre-linhas as crónicas de tanta gente grande da nossa Pátria, que ainda hoje nos acompanha e de tantos outros que da morte depois vi libertarem-se, que me ficou o jeito que me há-de acompanhar enquanto por cá andar. Hoje, apenas as mentes inteligentes e realistas se dão conta da necessidade de usar "neste mundo cão" que nos envolve, processos semelhantes, por mor da preservação da sua dignidade e dos valores, ideais e causas que defendem.

Pensei nisto enquanto fui ouvindo e lendo mais tarde por aí, as palavras de Marco Silva no programa "15 minutos com o mister" da SportingTV. E o que pareceu entender nas entre-linhas, foi como bálsamo que algum ser superior derramou sobre a minha alma de sportinguista.

E aqui confesso, na esperança de que me perdoem o egoísmo: guardarei só para mim esse bálsamo! Essa sensação gratificante de que "o que tem de ser tem muita força" e de que aquilo que "necessária e imperiosamente deveria ser feito, já o terá sido", pese embora toda a imaginação criativa, de braço dado com o maquiavelismo e a perfídia, que por aí vá campeando. E que quem me quiser entender, aprenda também a ler nas entre-linhas.

"É o futuro do futebol português, que 'percebemos' enquanto Clube"!...

Leoninamente,
Até à próxima    

11 comentários:

  1. O que eu entendo das palavras de MS, é que sabe exactamente qual o projecto do SCP, em linha com o que é defendido pela actual Direcção. Que concorda com tal projecto e que será com ele que a nossa equipa de futebol prosseguirá o seu futuro. Estarei a ver de mais? Ou não estarei sequer a ver? a ser assim, não se compreenderá a insistência na questão do treinador.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que o caríssimo A.Martins, se não for meu contemporâneo andará perto e também terá aprendido muito com o DL e República. Ou estarei enganado?!

      De qualquer modo, talvez lhe tenha escapado o mais importante e que tanto tem intrigado os "opinion makers" que por aí vão dando os seus "bitaites"! Mas talvez a luz que me iluminou, rapidamente lhe chegue também a si. Porque estará muito perto...

      Eliminar
  2. Que assim seja meu caro Álamo.

    Força Sporting!

    ResponderEliminar
  3. Respostas
    1. É que não temos mesmo!... Mas é bom saber que finalmente entendeu...!...

      Eliminar
  4. O jardineiro pode bem falar com as flores mas sabe que não é ele que manda no jardim. É o presidente da junta que por ter sido eleito acha que percebe mais da poda que o jardineiro.

    ResponderEliminar
  5. O "dono" do jardim é que sabe se tem cheta ou não para importar orquídeas do Japão, turfa xpto ou se tem de usar flora autóctone, e casca de pinheiro.

    A questão é que tem um jardim bonito e apelativo na mesma.

    Não pode é podar pereiras como se pode physalis.
    Querias physalis, pois não dá, nem abacate

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE