sábado, 24 de setembro de 2016

Somámos três pontos, mas continuo em cuidados!...



Os quase 42 mil adeptos que estiveram em Alvalade e as larguíssimas centenas de milhar que por esse mundo fora assistiram à transmissão televisiva, não mereciam a displicência com que a equipa do Sporting actuou nos minutos finais do encontro de ontem à noite. Até pareceu termos assistido a um regresso ao local do "crime", dos mesmos "criminosos" que haviam estado em Vila do Conde, passe a expressão por desadequada, mas por alguma razão será tão utlizada pelos criminologistas. Não me lembro de outra que melhor se adeque àquilo a que assistimos em Vila de Conde  naqueles fatídicos 14 minutos e hoje se voltaram a repetir nos 9 minutos finais.

Num jogo bem conseguido pela equipa leonina, aqueles dois golos alcançados pelos canarinhos já ao cair do pano e depois de o resultado ter adquirido a expressão mais adequada ao que se passou no relvado, a pintura foi borrada pela displicência que tão cara nos havia ficado em Vila do Conde.

Inadmissível e imperdoável! A expressão do rosto e as palavras de Jorge Jesus no "flash interview" terão traduzido exactamente esses mesmos sentimentos Mas quando o "patrão" está fora é "dia santo" na loja. Parece mesmo que Adrien Silva é insubstituível...

Balanço entre Bas Dost e Gelson Martins para a "medalha de ouro", sendo que a meu ver, a "lata" vai claramente para Alan Ruiz que, com André Felipe a entrar e a marcar, deve estar a começar a ficar tão incapaz de resistir à sedução do banco, quanto incapaz de abdicar da filigrana argentina no miolo do jogo...

Somámos três pontos, mas continuo em cuidados!...

Leoninamente,
Até à próxima

Sem comentários:

Enviar um comentário

PUBLICIDADE