domingo, 18 de abril de 2021

É um privilégio sabê-lo em Alvalade, por muitos anos!...


Ao contrário de muitos que se conhecem por aí e ao que se vai constatando em cada dia desta sua recente, surpreendente e meteórica ascensão, Rúben Amorim sempre foi avesso ao uso, até naquela difícil "idade da inocência", de sapatos de salto alto! Os seus normalíssimos e modestos 178 centímetros sempre foram suficientes para lhe permitirem ver o mundo, as coisas e até o futebol à sua maneira. Hoje como ontem, prefere os ténis rasos, práticos, simples, baratos e humildes e parece não ter constituído esse facto qualquer impedimento a que as atenções sobre a sua obra em Alvalade comecem a atingir foros de internacionalização e os resultados, de tão exuberantes, acabem por lhe conceder o pouco usual e até singular epiteto de "mágico alquimista", para mais vindo de onde e de quem agora parece começar a vir! É sobejamente conhecida a parcimónia inglesa sobre o elogio a tudo o que nasça, viva, cresça e pense fora do círculo de giz que limita a ilha de Sua Majestade!...

Pena que os "cães raivosos", criação maldita do futebol português, continuem a conspurcar com a sua baba virulenta o trabalho honesto e sério que tem vindo a desenvolver em Alvalade. Nada que surpreenda, até o próprio Amorim...

É um privilégio sabê-lo em Alvalade, por muitos anos!...

Leoninamente,
Até à próxima

Um jogo de cada vez!!!...


Faltarão neste momento apenas 10 pontos para o Sporting assegurar o primeiro grande objectivo desta temporada! Por essa razão e após uma natural onda de preocupação causada pelos resultados menos conseguidos perante cónegos e famalicenses e também porque os imprevistos em futebol não acontecem apenas a nós, após a nossa vitória em Faro e as "desgraças" protagonizadas por outros que até poderão não ficar apenas por aqui, reina a calma em toda a grande nação sportinguista, com o foco agora dirigido ao jogo da próxima quarta-feira pelas 21:15 em Alvalade, na reedição do velho dérbi com o nosso rival de Belém. 

Quem diria no arranque da época que um plantel constituído por duas dezenas de miúdos da formação caldeado com meia dúzia de veteranos experientes com custos compagináveis com a realidade e capacidade do Clube e sob a liderança de um quase desconhecido e jovem técnico conseguiria aquilo que os milhões e a obscura influência de outros não se revelariam capazes?!... 

O Sporting, contra todas as expectativas e contra as poderosas forças que há décadas controlam todo o futebol deste país, está agora apenas à distância de três vitórias e um empate, quando faltam disputar ainda sete jornadas, do primeiro grande objectivo fixada pela estrutura que dirige o futebol leonino, base essencial para podermos olhar o futuro com renovada esperança. Restará depois o mais importante e difícil de todos os objectivos, mas ainda será cedo para que devamos ou possamos falar nele. Não nos desviemos do rumo traçado...

Um jogo de cada vez!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

sábado, 17 de abril de 2021

Amorim tem razão: um de cada vez!!!...


Os recordes existem para serem batidos. Em cada uma das sete jornadas que ainda restam, será possível alcançar um novo recorde! Mas...

Amorim tem razão: um de cada vez!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Do luxo até ao lixo é um saltinho de pardal!!!...



«... Tínhamos tudo para ainda sonhar com o 38. Hoje deitaram tudo a perder...»

E não dava para colocar na reciclagem?! "Aproveita o que não presta e saberás o que te é preciso"!...

Do luxo até ao lixo é um saltinho de pardal!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

"Só eu sei quão tarde fosteis"!!!...


Bárbaro! Simplesmente bárbaro!...

O "anti-jogo" é algo de extremamente bárbaro. Muito em especial se for praticado com "fair play" e for capaz de reduzir a "treta" à insignificância. "Já fosteis p'ró malagueiro, Jesus"!...

"Só eu sei quão tarde fosteis"!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

É urgente recuperar o instinto assassino!!!...


Ficará por muito tempo esta imagem na nossa memória. Era o segundo golo do Sporting e eventualmente  desapareceria a carga de trabalhos que mais tarde se viria a abater sobre a equipa...

Só ele saberá o que lhe passou pela cabeça e decerto que nem terá pensado que João Mário estaria ligeiramente atrasado por uma única razão: jamais imaginou que o companheiro não rematasse à baliza na posição privilegiada em que se encontrava!...

Falta de confiança porquê, Paulinho?!...

É urgente recuperar o instinto assassino!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Precisávamos disto!...



Precisávamos disto!...

Leoninamente,
Até à próxima
 

 

Até que a voz me doa!!!...


10 anos é muito tempo!...

«Corre Nina
A casa da praia
Foi tempo de uma flor sem tempo
De uma geração
Dia a dia a marcha da vida
Foi um amor sem palavras
Chuvas de verão
Diz-me onde é que tu moras
Diz-me o que fazes depois do adeus
Um encontro
Um cantar de amigos
Aplausos ou desprezo para o cantor
A cantiga é quando um homem quiser
E eu já sei que deve ser cantiga de amor
Hoje canto com quadras à solta
Deito a semente na terra lavrada
10 Anos é muito tempo
Muitos dias, muitas horas a cantar
10 Anos é muito tempo
Deste tempo inteiro que eu vos quero dar
Em Lisboa, menina e moça
Do meu canto de esperança nasceu a Nini
E agora, que eu canto e sei porquê
É por isso que gostava de vos ver aqui.
10 Anos é muito tempo
Muitos dias, muitas horas a cantar
10 Anos é muito tempo
Deste tempo inteiro que eu vos quero dar»

Até que a voz me doa!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

sexta-feira, 16 de abril de 2021

Saudações Leoninas para todos!...


Pedro Gonçalves e António Adán terão, muito provavelmente, as maiores responsabilidades por ter sido possível ao Sporting encontrar de novo o rumo das vitórias, num encontro em que o SC Farense, tudo fez para conseguir pontuar e amenizar o espectro da descida que, com esta derrota, continuará a pairar sobre o S. Luís.

Foi uma vitória muito sofrida para o Sporting, reflectida numa posse de bola no total do encontro quase milimetricamente repartida por ambas as equipas, com ligeiro ascendente dos leões de Alvalade no primeiro tempo e o inverso para os leões do Algarve na segunda metade da partida.

Tal como admitíramos aqui no lançamento deste jogo, não fora a arbitragem exemplar de Hugo Miguel e toda a sua equipa e com as habituais nomeações com que o Sporting tem vindo a ser ultimamente brindado seria quase certo que estaríamos neste momento a carpir as mágoas que temos carpido nos últimos jogos.

O próximo jogo?! Agora sim é hora de pensar na primeira - só e apenas na primeira! - das sete finais que teremos pela frente. Dentro de cinco dias, ou seja na quarta-feira 21, receberemos a Belenses-SAD em Alvalade. Mais um "petit osso" que o Sporting terá que roer, doa por onde doer e a quem doer!...

Saudações Leoninas para todos!...

Leoninamente,
Até à próxima

E o melhor é o Sporting CP!...


Um jogo que define tanto

«O Farense-Sporting desta noite é importantíssimo para a Liga. O leitor estará automaticamente a pensar nos leões de Alvalade e na candidatura ao título. Sim, claro, mas há mais. Os leões de Faro também vêem no duelo algo vital para o futuro do clube. Eis um jogo a doer.

O Sporting vive um momento estranho. Lidera o campeonato com 6 pontos de avanço e parece entregue à tristeza. Provavelmente tem muitas frentes de batalha. Palhinha e a vontade dos rivais em ganhar pontos na secretaria, a palavra de Rui Costa valer mais do que a de Rúben Amorim, a mão pesada do Conselho de Disciplina que pode querer queimar quem ousou fazer-lhe frente e ainda os dois recentes empates, que contribuindo para um facto histórico prestes a acontecer, levaram os sportinguistas à depressão. Custa a entender. Não conheço nenhum adepto do clube que arriscasse a candidatura no início da época. Rúben Amorim fartou-se de avisar que não estava ganho. A equipa é hoje, haja o que houver, uma aposta certa. E acordarem para vida?

Em Faro é a luta contra a descida que anima os farenses. Um clube com história e identidade. Uma cidade que se orgulha do emblema. E uma equipa que tem uma palavra a dizer. Até ao fim. Jogue-se à bola.»

É a visão distanciada que o director de um jornal desportivo com tradições e responsabilidades como é o Record, sempre deverá evidenciar, este apontamento de Bernardo Ribeiro. Compreende-se, mas um adepto sportinguista diferente daqueles a quem BR sugere que "acordem para a vida", obviamente que não utilizará o mesmo prisma para olhar para o jogo de logo à noite.

A diferença qualitativa entre os dois onzes que surgirão mais logo à noite no relvado do S. Luís é incomparável. E mesmo que se tenha de admitir ser enorme a motivação dos farenses para arrecadarem um ponto só que seja que possa contribuir para os livrar de uma iminente descida para a "divisão do sofrimento", quem acredita que seja maior que a motivação destes jovens leões para darem o golpe de asa necessário à concretização de um objectivo que anima quase metade da população deste país que se interessa pela coisa desportiva?!...

Haverá também que considerar as motivações que animam ambos os treinadores. E se é grande e composta por duas vertentes incontornáveis e importantes aquela que naturalmente animará Jorge Costa, quem se atreverá a julgá-la mais importante ou até mais decisiva que a de Rúben Amorim?!...

Acresce ainda o facto de o árbitro internacional nomeado para este jogo, Hugo Miguel, ser um árbitro respeitado e ao longo da sua carreira sempre ter rejeitado ser "homem de fretes", na linha de toda a escumalha que constitui o predilecto e conhecido "naipe de ouros" do Conselho de Arbitragem da FPF. Poderá até acontecer a noite não se vir a revelar tão feliz quanto o próprio desejará. Mas isso sempre aconteceu e acontecerá a qualquer árbitro do mundo, por mais competente, íntegro e isento que possa ser. Importantes serão as garantias que à partida oferece.

Finalmente, "as frentes de batalha" que o texto de BR aponta e que o inclassificável "sistema exterior" ao jogo jogado dentro dos relvados, tem vindo a colocar ao Sporting. É uma espúria realidade, aquela que uma boa parte dos organismos dirigentes do nosso futebol, de braço dado com parte igual ou maior de uma CS terceiromundista, há muito construíram e vão mantendo. Porém, todas essas "frentes de batalha" ficarão à porta do Estádio de S. Luís e na hora de jogar à bola, pouco ou nada contarão para o resultado final.

Penso que logo à noite no S. Luís ganhará o melhor...

E o melhor é o Sporting CP!...

Leoninamente,
Até à próxima

PUBLICIDADE