quarta-feira, 25 de maio de 2022

10 milhões é muito dinheiro!!!...


«Renan, Tiago Ilori, Idrissa Doumbia, Eduardo Henrique, Battaglia, Rafael Camacho, Pedro Marques, Pedro Mendes, Sporar, Luiz Phellype e Slimani. Não fosse o excesso de jogadores ofensivos e o Sporting até poderia apresentar este onze na próxima época pois todos eles têm contrato com os leões e, em conjunto, apresentam um custo superior a 10 milhões de euros anuais em massa salarial. O problema é que não entram nas contas de Rúben Amorim, e uma das missões prioritárias de Hugo Viana será encontrar uma colocação para estes jogadores ou, em último caso, acertar a rescisão contratual para baixar o prejuízo.

Todos os processos são distintos, e enquanto há jogadores para os quais até poderá ser relativamente fácil encontrar uma solução, existem outros que se poderão revelar mais problemáticos. No topo da lista está Slimani que chegou em Janeiro e ainda tem mais um ano de contrato com o Sporting, mas Rúben Amorim foi claro em afirmar que o futuro não passa por Alvalade, uma decisão na qual contou com o apoio total da direcção. O problema é que o internacional argelino tem 33 anos e um vencimento líquido de 1,6 milhões de euros, um montante que diminui em muito o leque de clubes disposto a recebê-lo. O jogador por enquanto encontra-se na Argélia à espera de uma nova chamada para a selecção enquanto mantém a forma com a ajuda de um preparador físico. Até à data surgiram rumores do interesse dos sauditas do Al Hilal e do Fenerbahçe que está a negociar com Jorge Jesus. Foi justamente com JJ que o avançado atingiu o seu pico de forma, mas só poderá ser uma solução caso o técnico assine. Contudo, mesmo nesta situação, a situação será analisada pelo clube turco pois na lista Jesus está também o benfiquista Seferovic, um concorrente de peso. Recorde-se que em 18/19 o ponta-de-lança já representou o Fenerbahçe, por empréstimo do Leicester, tendo então disputado 25 jogos oficiais e marcado cinco golos...

Contratações falhadas

Quando tomou posse em 2018, Frederico Varandas tinha pouco dinheiro em caixa e uma formação a viver um momento de instabilidade bem espelhada na eliminação da equipa B. Mediante este cenário, a direção foi obrigada a apostar em jogadores de baixo custo oriundos de ligas menos competitivas como sucedeu com Tiago Ilori que jogava no Reading do segundo escalão do futebol inglês, e Idrissa Doumbia que representava os russos do Akhmat Grozny. Estes dois reforços implicaram um investimento superior a 6 milhões de euros, e não se conseguiram impor em Alvalade. Na última época, o central alinhou no Boavista e o médio nos belgas do Zulte Waregen, mas ambos sabem que não entram nos planos de Rúben Amorim em 2022/23 apesar de terem contrato válido até Junho de 2024. Juntos têm um peso anual de quase dois milhões de euros brutos no bolo salarial dos leões, e caso a SAD não consiga transferir novamente o seu passe, o cenário mais provável passa por novas cedências.

Igualmente problemática é a situação de Rafael Camacho que chegou à Academia oriundo do Liverpool em 19/20, e assinou um contrato válido por cinco épocas. Além dos cinco milhões de euros que o Sporting pagou ao clube inglês, o extremo ainda garantiu um vencimento de aumento progressivo que já atinge 1,6 milhões de euros limpos. Aos 22 anos, o atacante continua a ser um jovem com margem de valorização e progressão, mas as lesões que sofreu na última época ao serviço do Belenenses SAD impediram-no de jogar regularmente dificultando assim uma nova colocação. A saída para um clube estrangeiro afigura-se como a saída mais provável e, dado o salário, é provável que também seja novamente emprestado.

Quatro avançados com vínculo

Rúben Amorim já pediu à direção a contratação de mais um avançado que possa colmatar a saída de Slimani, pois considera que os atacantes ligados ao clube não possuem as características para os esquemas táticos que pretende implantar. Luiz Phellype (OFI Creta), Sporar (Middlesbrough), Pedro Mendes (Rio Ave) e Pedro Marques (Famalicão) continuam vinculados e esperam por instruções em relação à nova temporada. Sporar aufere um salário anual bruto de dois milhões de euros, e a solução passava pela sua transferência para o Middlesbrough, que acabou por não se concretizar, uma vez que o clube do norte de Inglaterra falhou o acesso à Premier League. A contratação do internacional esloveno implicou um investimento de 7,5 milhões de euros, e a prioridade em Alvalade ainda é recuperar este valor no defeso. À partida Luiz Phellype, Pedro Mendes e Pedro Marques terão menos dificuldades de colocação pois têm vencimentos consideravelmente mais baixos.

Renan passou dois anos a treinar

A situação de Renan Ribeiro ilustra bem os problemas que os clubes enfrentam quando as partes se extremam. O guardião está há dois anos sem disputar qualquer jogo oficial pelo Sporting, mas durante a época continua a deslocar-se diariamente à Academia para treinar. O guardião ainda tem mais um ano de contrato, e é possível que aproveite a próxima janela de mercado do futebol brasileiro para resolver a sua situação. Aos 32 anos, o guardião tem sido sondado frequentemente para voltar ao Brasil, mas as ofertas que recebeu não igualavam o salário anual de 1,2 milhões de euros brutos que aufere em Alvalade. As partes também já reuniram para acordarem a rescisão, mas nunca foi alcançado um consenso e a situação mantém-se inalterada. Certo é que este defeso será a última oportunidade para a SAD reaver algum do investimento efectuado pois, em Janeiro, o atleta fica livre para escolher o seu futuro.

Numa situação semelhante está Rodrigo Battaglia que foi cedido ao Maiorca sem cláusula de opção, e corre o risco de ter de voltar a apresentar-se na Academia se entretanto não encontrar uma solução. O internacional argentino recebe 1,8 milhões de euros brutos por ano, um valor que o coloca no topo das prioridades na lista de saídas. Resta abordar a situação de Eduardo Henrique que passou os últimos meses na Arábia Saudita, ao serviço do Al Raed. Com mais dois anos de contrato, o brasileiro também deve prosseguir a carreira fora de Portugal.

Gonzalo Plata e Jovane

Dois casos distintos são Gonzalo Plata e Jovane, dois jogadores do plantel principal, mas acabaram por sair para poderem jogar com maior regularidade. Conforme Record avança na edição de hoje, o internacional equatoriano tem-se destacado no Valladolid, e caso o clube assegure a subida a La Liga vai tentar segurá-lo por um valor abaixo dos 10 milhões de euros que constam na cláusula de opção. Neste caso convém assinalar que se trata de um jogador com presença garantida no Mundial do Quatar, mas do qual o Sporting só detém 50% do passe.

Já Jovane Cabral foi cedido à Lazio, em janeiro, mas não alcançou os objetivos que obrigavam o clube transalpino a ficar com o seu passe a troco de oito milhões de euros. O extremo até tem sido utilizado com frequência por Rúben Amorim, mas nunca conseguiu manter o nível exibicional que lhe garantisse a titularidade no Sporting. O atacante termina contrato em junho de 2023, e a direcção leonina começa a perder margem de manobra no processo.

O Sporting inicia a época 22/23 a 27 de Junho, e o mais provável é que a maioria destes processos continue em aberto. Se este cenário se verificar, uma vez mais, a maioria destes jogadores terá de apresentar-se em Alcochete onde treinarão à parte até haver o tão esperado fumo verde.
(João Soares Ribeiro)

Eis aqui porventura a missão mais difícil para Hugo Viana! Aliviar a SAD de uma carga salarial quase obscena, não deverá ser tarefa nada fácil. Veremos dentro de um mês se a situação já apresenta significativas melhoras!...

10 milhões é muito dinheiro!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Averdadeiradimensãodoridículo!!!...



Imagine-se que em 5 de Março de 2020, em vez de questionar todo o imenso cepticismo jornalístico e não só, com a frase que ficou célebre "E se corre bem?", o protagonista da "aventura" de Frederico Varandas entendia proclamar a brilhante "tirada filosófica" que um alemão qualquer, quase tão desconhecido quanto ele ao tempo, resolveu "atirar aos papalvos dos portugueses", logo que pisou solo luso???!!! Alguém acredita que o ruído dos orgasmos dos Sportinguistas pudesse ultrapassar, nessa ocasião, a nossa tão "limitadinha" raia?!...

"Penso eu de que", a começar pelo "promotor da encomenda", de braço dado com ela própria e a terminar, naturalmente, nos pobres de espírito dos lampiões, passando inexoravelmente por todos os escribas, disfarçados e/ou subservientes, que por aí pululam nos jornais, rádios e televisões, tão naturalmente quanto a nossa sede e como todos sabemos há "long time ago", ainda nem se terão dado conta, verdadeiramente, sobre...

Averdadeiradimensãodoridículo!!!...  

Leoninamente,
Até à próxima

terça-feira, 24 de maio de 2022

E o Leão sorri!!!...


«Bem diz a sabedoria popular portuguesa que não há fome que não dê em fartura. Longe vão os tempos em que pouco ou nada caía quando a carteira do Sporting se virava ao contrário. Agora, os leões respiram com outro conforto quando pensam na própria saúde financeira. E o cenário tem tudo para ficar ainda mais colorido, que é como quem diz, recheado. Basta partir para um mero exercício de futurologia para perceber que o Verão que se aproxima será próspero para os lados de Alvalade. Vendas, diferendos, verbas de futuras transferências… os milhões prometem chegar de todo o lado.

A ‘querida amiga’ Champions

Comecemos pela via desportiva. A presença na fase de grupos da Liga dos Campeões, como bem se sabe, é logo sinónimo de um significativo encaixe financeiro. Em termos absolutos, mais de 27 milhões de euros irão parar aos cofres da turma verde e branca. É certo que o coeficiente dos clubes no ranking é que dita as receitas e que o mesmo ainda vai ser actualizado, o que até acaba por favorecer o Sporting, mas vamos partir do princípio actual, ou seja, do vigente 28.º posto do leão nesta classificação.

Olhando para as equipas que estão à sua frente, cinco delas falharam o apuramento, a saber: a Roma de José Mourinho, Atalanta, Manchester United, Arsenal e Lyon. Contas feitas, em termos absolutos, o Sporting agarrará pelo menos o 23.º posto, garantindo, além dos 15,64 milhões da entrada, mais 10 parcelas de 1,137 milhões, que se acumulam pelo coeficiente dos clubes a partir da 32.ª posição.

O diferendo de Leão

Como o Record avança, Sporting e Rafael Leão estão muito perto de selar um acordo que permitirá colocar um ponto final no diferendo que dura desde Novembro de 2018, mês em que a SAD entrou com um pedido de indemnização ao futebolista (mais de 45 milhões de euros), pela rescisão unilateral de contrato, no pós-ataque à Academia, a 15 de Maio desse ano. A verdade é que a entrada em cena de Jorge Mendes, empresário do avançado do Milan, foi decisiva para que ambas as partes se entendessem.

Neste sentido, o Sporting irá lucrar 19 milhões de euros. Trata-se do montante que o TAD (português) condenou o avançado a pagar há dois anos – 16,5 M€ – acrescido dos respectivos juros. Enquanto o acordo não fica formalizado, parte do salário de Rafael Leão, recentemente eleito o melhor jogador da Liga italiana, tem como destino as contas do clube de Alvalade. O craque de 22 anos viu o Tribunal de Milão forçar o pagamento ao Sporting de parte do seu salário que já estava sob penhora, em resultado da decisão do TAD. Os leões garantem no imediato 300 mil euros (20% do vencimento) e passam a receber esse valor mensalmente na conta, pelo menos até ser selado o acordo.

O ‘jackpot’ Nuno Mendes

O encaixe pelo jovem internacional português está preso por dias. A confirmação da compra do passe a título definitivo por parte do Paris Saint-germain terá de ser sinalizada até ao final deste mês, ou seja, não falta muito para que os 40 milhões de euros (a taxa de empréstimo já rendera 7 M€) caiam na conta dos leões.

Outras verbas à espreita

Além de Nuno Mendes e de vendas cirúrgicas no plantel principal, o Sporting tentará obter retorno ou recuperar o investimento em jogadores que não cabem nos planos de Amorim, como Sporar, Plata ou Joelson. Tiago Tomás pode render 14 milhões de euros mas ficará no Estugarda mais um ano. Slimani, dispensado, deverá sair a custo zero. É também importante não esquecer a situação de Luis Maximiano, até porque o Sporting ainda tem direito a 10% de uma futura transferência. A nível individual conseguiu exibir-se em grande nível nos espanhóis do Granada, mas colectivamente as coisas não correram bem, visto que a turma da Andaluzia entrou no elevador da despromoção e desceu até à segunda.

O jovem guarda-redes português está blindado com uma cláusula de rescisão de 25 milhões de euros e clubes interessados não lhe faltam, como o Barcelona, Celta de Vigo e Nápoles. A questão é que Max nunca sairá por essa verba, até porque o Granada precisa de vender. Segundo o ‘transfermarkt’, está avaliado em dez milhões de euros.

O destino do dinheiro

Tudo somado, o Sporting pode estar à beira de encaixar mais de 100 milhões de euros! Esta quantia garante o folego necessário para estabilizar as finanças e atacar cirurgicamente o mercado, como Rúben Amorim, Hugo Viana e Frederico Varandas tanto gostam. Por esta altura, e depois de assegurado St. Juste (9,5 milhões, que pode atingir os 12 milhões mediante objectivos), os leões concentram-se em selar a contratação de Morita junto do Santa Clara e em garantir o empréstimo de Francisco Trincão ao Barcelona. A chegada de um ‘9’ também é prioritária
Por Daniel Lopes Monteiro



E o Leão sorri!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Entrada a pés juntos!!!...



Para além da demagógica, incongruente, disparatada e universal mentira contida em frase tão curta, só um mentecapto seria capaz de produzir uma afirmação destas à chegada a um país e a um futebol que desconhece por completo!...

Entrada a pés juntos!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Com toda a tranquilidade do mundo!!!...


Com toda a tranquilidade do mundo!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

segunda-feira, 23 de maio de 2022

Afinal o mundo não é dos espertos!!!...



«Após dois adiamentos, o Tribunal de Milão decidiu esta segunda-feira contra a defesa apresentada por Rafael Leão, ex-Sporting e actualmente jogador rossonero, no diferendo com a SAD no âmbito da penhora de parte do seu salário: apurou Record que há luz verde para o depósito imediato de 300 mil euros, referentes a ordenados do internacional português, na conta dos verdes e brancos, 20% (1/5) dos 1,5 milhões de euros que aufere actualmente.

O recém-campeão italiano e melhor futebolista da Serie A, que em 2018 rescindiu unilateralmente com o Sporting, contestava a decisão da penhora do salário e bens, forma encontrada pela SAD actualmente liderada por Frederico Varandas para suprir parte do pagamento ordenado pelo TAD (tribunal português, em Março de 2020), que condenou o futebolista a indemnizar os leões em 16,5 milhões de euros precisamente por essa quebra de vínculo, cifra que com juros já supera os 20 M€.

Rafael Leão recorreu para o Tribunal da Relação de Lisboa (TRL), pedindo a anulação da decisão, apelo que o TRL rejeitou, considerando que ao contrário do que fora apresentado pela defesa do jogador, não se encontra qualquer ambiguidade ou contradições na decisão do TAD.

Outro processo ainda decorre no TAS

Este é, no entanto, um processo diferente do que aquele que ainda corre no TAS (Tribunal Arbitral do Desporto, instância internacional) e que em Fevereiro já decidiu parcialmente sobre o caso, dando razão ao Sporting, que pedia que o Lille, clube pelo qual Leão assinou após a rescisão, fosse solidário no pagamento da verba a receber, valor esse que ainda está por definir (o pedido inicial superava os 45 milhões de euros).

A segunda parte do processo será dirimida na FIFA, mais concretamente na Câmara de Resolução de Litígios, uma vez que o tribunal com sede em Lausanne, na Suíça, se julgou incompetente para o fazer. O Sporting não esperou e faz-se valer na justiça portuguesa, que já definiu o valor da indeminização.

Concluindo, 1/5 do salário de Leão irá mensalmemente para a conta da SAD verde e branca; e o futebolista está, segundo a imprensa italiana, em processo de renovação com o Milan, que pode subir o seu salário dos 1,5 M€ para os 4,5 M€ por temporada.»
Por Bruno Fernandes e Vítor Almeida Gonçalves

Com uma dívida actual ao Sporting que se aproximará rapidamente dos 21 milhões de euros, mesmo que seja obrigado a pagar quase 1 M€ por ano à SAD Leonina, com os juros de mora a aumentarem o bolo inexoravelmente em cada ano, creio que venha a ser impossível a Rafael Leão alguma vez poder vir a saldar a sua dívida até ao final da carreira, mesmo sendo ainda tão novo...

As contas ficam para os experts em economia e se a isto juntarmos o facto de o jogador nunca mais ter a possibilidade de possuir bens em nome próprio - imediatamente arrestados por qualquer tribunal! -, afigura-se muito delicada a situação que pesará sobre a cabeça de Rafael Leão, enquanto por cá andar, tal como recentemente havia antecipado Jorge Mendes!...

Afinal o mundo não é dos espertos!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Sopram ventos de confiança!...


«O mercado de transferências ainda não teve o arranque oficial em 2022/23, mas já faz correr muita tinta para os lados de Alvalade. No fundo, o Sporting tem preparado com toda a antecedência e pormenor o defeso que se avizinha, garantindo que a equipa de Rúben Amorim fique bem apetrechada para o momento em que a próxima temporada arrancar. Nesse sentido, a SAD leonina, encabeçada por Frederico Varandas e com Hugo Viana no papel de director-desportivo, já garantiu a contratação de Jeremiah St. Juste, a compra a título definitivo de Rúben Vinagre, tem Morita 'fechado' - sendo oficial em breve -, negoceia Trincão e deseja um avançado.

Face ao contexto no plantel, e fruto das divergências com Islam Slimani, Amorim contará com Paulinho e o jovem Rodrigo Ribeiro para a posição 9 na próxima época, só que necessita de outra solução. Tiago Tomás continuará emprestado ao Estugarda até Junho de 2023 e Sporar não entra nas contas para 2022/23, o que levará o Sporting a tentar a contratação de mais um ponta-de-lança. No entanto, tal como Record noticia na edição desta segunda-feira, a direcção dos verdes e brancos não pretende entrar em loucuras por um reforço para o sector ofensivo, uma vez que gastou 31,8 milhões de euros por quatro contratações em pouco tempo. Assim sendo, o Sporting irá apertar o cinto por um avançado, esperando uma oportunidade de negócio para garantir um reforço vital para Amorim.

Cenário justificável na opinião de Paulo Alves, treinador e antigo avançado do emblema de Alvalade. "O Sporting precisa de um avançado, o Paulinho não tem demonstrado grandes dotes goleadores. Precisa de um goleador, um homem de área, e se pensarmos no sistema do Rúben, teria de ser um jogador que fosse uma mistura entre um jogador de área e também com mobilidade. Terá mesmo de contratar um avançado, um goleador. Não é fácil. Mas existem, estão aí. O Benfica fez isso com o Darwin [há duas temporadas], contratando-o num campeonato não periférico mas de segunda linha [neste caso, ao Almería, na 2ª divisão de Espanha], onde há jogadores de qualidade", defende o técnico de 52 anos.

De resto, ao nível de soluções para o desejo dos leões, Paulo Alves é claro ao afirmar que a escolha no próximo defeso tanto pode passar por uma oportunidade de mercado proveniente do estrangeiro ou até mesmo... dentro de portas. "Há que olhar primeiro para o que se tem dentro de portas. O Tiago Tomás fez alguns golos durante meia época no Estugarda, podia ser uma opção. Internamente seria importante o Sporting analisar bem o que existe na Liga portuguesa. E se algum dos jogadores que conseguiram destacar-se esta época poderiam ter essas condições. O Fran Navarro, por exemplo, esteve em bom plano e mostrou credenciais. Não sei se seria possível uma situação destas. Seria um benefício. Podia evitar alguma questão de adaptação, que é algo que demora sempre para quem vem de fora de Portugal. O Sporting tem de definir o que quer. Se quer um jogador para o imediato ou até com mais alguma idade e traquejo. Poderá ser mais abrangente. Até um que não caiba nos quadros de grandes clubes. Uma situação idêntica ao que sucedeu com o Sarabia, que venha por empréstimo, ou um jogador mais jovem. Aí o Sporting tem de ser muito meticuloso em termos de mercado. Também tem de olhar para mercados mais periféricos. A América do Sul também já foi muito importante. Fazer um pouco o que o FC Porto fazia há uns anos com o mercado sul-americano. Vários jogadores vieram sem ter grande nomeada e o FC Porto capitalizou e muito as suas qualidades", frisou.

Adaptações ao estilo de Amorim

Na perspetiva de Paulo Alves, a solução encontrada pelo Sporting para preencher uma vaga na posição 9 irá sempre ter em conta, obviamente, as ideias preconizadas por Amorim. "Perceber o que os avançados podem dar nas caracteristicas de jogo do Rúben Amorim. Parte por aí. Hoje em dia há muitos mecanismos. Os empresários apresentam a toda a hora jogadores. Têm de ser os responsáveis a escolher a melhor opção", deixa claro o técnico, antes de analisar uma possível alternativa de recurso, que seria utilizar um dos avançados interiores, Pote ou Edwards, como 'falso 9', à imagem do que sucedeu várias vezes com Sarabia em 2021/22.

"Antes era o Sarabia a jogar nessa posição. Muitos não pensariam nisso. Há esse jogo de cintura, em colmatar uma situação ou outra. Amorim e o Sporting já deram provas que têm essa capacidade. Este jogador que o Sporitng irá contratar tem de ser um misto de goleador, com essa capacidade de matador, mas que também seja móvel. Que se ajuste às características e ideias do Rúben. É possível subir algum da equipa B ou sub-23 que nos surpreenda. Tudo dependerá do desenvolvimento dos jogadores, mas não vejo um jogador semelhante a Sarabia ou Pote na formação. Mas o futebol é fértil em jogadores que se destacam e agarram as oportunidades", sublinha.»
Por Filipe Balreira

Hoje felizmente no Sporting... 

Sopram ventos de confiança!...

Leoninamente,
Até à próxima 

Ninguém arreda pé"!!!...


«O jornal francês 'Le Parisien' avança esta segunda-feira que Rúben Amorim é a prioridade do PSG para substituir Mauricio Pochettino no comando técnico dos campeões franceses.

O treinador do Sporting, de 37 anos, é o preferido de Luís Campos, que deve assumir o cargo de diretor desportivo do clube parisiense nas próximas semanas.

O jornal recorda que Rúben Amorim lançou Nuno Mendes na equipa principal do Sporting, o defesa esquerdo que atualmente joga no PSG.

Rúben Amorim renovou com os leões em março do ano passado até 2024. O contrato contempla uma cláusula de rescisão de 30 milhões de euros, bem como um salário a rondar os 6 milhões de euros por época.

Amorim chegou ao Sporting em 2020, proveniente do Sp. Braga. Os leões pagaram 10 milhões de euros aos minhotos pelo passe do treinador.»

"O povo é sereno. É só fumaça!...

Ninguém arreda pé"!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

domingo, 22 de maio de 2022

E os adeptos Sportinguistas de água na boca!...


Rodrigo Ribeiro prossegue a sua época de sonho, agora ao serviço da selecção de Sub-17 que disputa o Europeu em Israel. Com dois golos apontados nos jogos disputados frente à Escócia e Suécia, o jovem avançado já tem vaga assegurada no plantel da próxima temporada e, caso mantenha a trajectória, os responsáveis leoninos acreditam que poderá ser mais um dos grandes nomes a afirmar-se no futebol mundial com o selo da Academia... (ler artigo na íntegra aqui)

E os adeptos Sportinguistas de água na boca!...

Leoninamente,
Até à próxima

sábado, 21 de maio de 2022

É preciso aumentar para o dobro o MUSEU SPORTING!!!...


Apenas a uma da DÉCIMA!...

É preciso aumentar para o dobro o MUSEU SPORTING!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Com um ponta de lança a sério, subscrevo!...


O candidato silencioso

«A iminente contratação de Hidemasa Morita deixa o Sporting quase de cadeirinha a assistir à turbulência do mercado de transferências. Em meados de Maio, ainda antes do fim da temporada, os leões estão praticamente a postos a arrancar 2022/23 – para o plano traçado por Rúben Amorim, falta apenas um avançado e... segurar os futebolistas mais desejados pelos clubes mais endinheirados da Europa.

Não foi assim há tanto tempo que víamos o Sporting a procurar ano após ano o título de campeão do defeso, entrando em novelas que pareciam intermináveis, para levar um banho frio de realidade mal dobrasse a esquina da competição oficial. Entre as muitas coisas que Rúben Amorim trouxe a Alvalade, a mais importante delas foi a estabilidade que permitiu o crescimento sustentado da equipa. Mesmo futebolistas que perderam protagonismo do primeiro para o segundo ano completo do treinador, como Palhinha ou Pote, são intocáveis no projecto que tem para o clube.

Não tenho dúvidas de que o Sporting voltará a ser um fortíssimo candidato ao título na próxima temporada. E conseguirá fazê-lo com os reforços mais importantes de todos, que é manter uma base sólida que conhece de cor as ideias do treinador.»

Com um ponta de lança a sério, subscrevo!...

Leoninamente,
Até à próxima

O Sporting não pode repetir a temporada passada!...


«A próxima temporada vai trazer mudanças de relevo nos sub-23, uma vez que o técnico Filipe Pedro está de saída e, de acordo com informações recolhidas, será substituído por uma cara bem conhecida dos sportinguistas: João Pereira. O ex-jogador dos leões, com três passagens distintas pelo clube ao longo da última década, viveu em 2021/22 a primeira experiência fora das quatro linhas, como um dos adjuntos de Filipe Pedro, e vai agora dar o passo em frente.

Além de estar perfeitamente identificado com o clube, o antigo internacional português, de 38 anos, é também um homem da confiança de Frederico Varandas e de Rúben Amorim, com quem partilhou balneário nas camadas jovens do Benfica e por quem foi... orientado em Alvalade, na segunda metade de 2020/21. Aliás, será esse, de resto, um factor importante tendo em conta a constante transmutação de jogadores entre os diferentes escalões de formação da Academia e a equipa principal.

Adjunto... no papel

Ainda que a decisão de ser o número 1 dos sub-23 já estar tomada, João Pereira será, no papel, o segundo da hierarquia da equipa técnica, dado que ainda não tem o nível III (UEFA A) exigido aos técnicos principais na Liga Revelação – em Outubro revelou, ao ‘Zerozero’, que estava inscrito para o nível II. Deverá, por isso, ser coadjuvado por um treinador com um grau superior, um pouco à imagem dos primeiros meses de Amorim na equipa A.

Trabalho a fazer depois da desilusão

João Pereira terá trabalho a fazer após uma época dos sub-23 abaixo das expectativas, com mais derrotas (13) do que vitórias (7) e a exclusão da fase de apuramento de campeão da Liga Revelação. Já no apuramento para a Taça Revelação, o Sporting ficou num modesto 6.º lugar. Filipe Pedro foi o responsável por guiar os leões, pela primeira vez na história do clube, aos ‘quartos’ da Youth League.»
Por Bruno Fernandes e Ricardo Granada

Um enorme desafio para João Pereira, que todos esperamos possa estar ao nível a que nos habituou enquanto jogador...

O Sporting não pode repetir a temporada passada!...

Leoninamente,
Até à próxima

Os títulos não caem dos céus!!!...

 


Mesmo que a Verdade magoe, então que magoe. Será sempre preferível à chaga da Mentira!...

Veio-me este relevante pensamento depois de começarem a ser conhecidos os fundamentos da inflexibilidade de Rúben Amorim perante o comportamento de Isman Slimani no seio do grupo a que passou a pertencer no escasso tempo que mediou desde o seu regresso a Alvalade.

O treinador sportinguista não terá perdoado a falta de respeito para com o director desportivo do Sporting, Hugo Viana, e terá sido por isso que afastou o avançado argelino e este estará de saída de Alvalade, pese embora o facto de ainda estar ligado por mais um ano ao Sporting.

O argelino terá faltado a dois treinos e, confrontado por Hugo Viana, terá reagido de forma rude e faltado ao respeito a que, naturalmente, estaria obrigado perante o director desportivo do Clube que representa.

Mas, ao que se sabe, a atitude irresponsável e inadmissível por parte de Slimani, terá sido apenas a gota de água que fez transbordar o copo. Antes Islam Slimani já vinha, recorrentemente, demonstrando o seu desagrado, pelo facto de ser suplente de Paulinho. Queria jogar e não acatava de bom grado a ideia de ir para o banco, verificando-se por isso, aos poucos, um inusitado desleixo nos treinos, com os dados do GPS a assinalarem inequivocamente esse facto, registando níveis de intensidade incomparáveis com os restantes companheiros. Amorim retirou-o de uma convocatória e, na semana seguinte, foi reintegrado face à melhoria dos resultados. Mas a situação voltou a repetir-se e aí já não houve retorno. Amorim sentiu que a presença do argelino era um foco de desestabilização no seio do grupo. Um caso que nada terá a ver com o facto de o jogador estar a cumprir o período de Ramadão, e que o próprio jogador tentou fazer passar para o exterior como sendo a principal causa para o seu comportamento.

Agora, Islam Slimani já tem guia de marcha de Alvalade e estará à procura de novo clube. Uma segunda passagem por Alvalade que ninguém esperaria acabasse da pior forma...

Bem longe irão os tempos do "bem bom" em Alvalade e que Slimani terá julgado ainda permanecerem sem alteração mas, como ele próprio deveria ter percebido, nada será hoje como nos seus "gloriosos tempos". Ao contrário do seu tempo, hoje o Sporting vai coleccionando títulos e...

Os títulos não caem dos céus!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Estava escrito nas estrelas!...


Estava escrito nas estrelas!...

Leoninamente,
Até à próxima

Sempre com os nossos SUB17?!...


«Portugal vai de vento em popa no Europeu de sub-17, tendo amealhado duas vitórias em tantos outros jogos com um saldo extremamente positivo de 9 golos marcados e 3 sofridos, o que escancara as portas dos quartos-de-final da prova - basta um empate na terceira e última jornada, frente à Dinamarca. O mérito é, claro, da nação, mas em particular o Sporting tem uma boa quota parte de responsabilidade, por ser o clube que mais jogadores empresta, não só entre os emblemas nacionais como... europeus.

Com efeito, de Alcochete rumaram a Israel 8 jovens talentos, um número que nenhum outro clube da Europa conseguiu igualar - seguem-se Estugarda (7), PSV e Ajax (6). Já o Benfica é o clube português que se segue, com 5. No caso dos leões, são eles: Francisco Silva, João Muniz, Leonardo Barroso, Manuel Mendonça, Dário Essugo, Afonso Moreira, Vivaldo Semedo e Rodrigo Ribeiro. Curiosamente, volvidas duas jornadas da competição, todos eles já foram utilizados pelo seleccionador José Lima, também ele profundo conhecedor das camadas jovens do Sporting - fez parte dos quadros da Academia, como treinador e posteriormente coordenador da formação, entre 2006 a 2019. Vamos então ao quem é quem.

Francisco Silva - Guarda-redes/16 anos

Apesar da tenra idade, já impressiona pela estampa física (1,90 metros) e integrou esporadicamente os treinos da equipa principal do Sporting, orientada por Rúben Amorim, sob o olhar atento do treinador de guarda-redes, Vital. Esta época, o luso-brasileiro desdobrou-se entre os juvenis (3 jogos) e juniores (16 jogos), além de ter sido por uma vez suplente não utilizado nos sub-23. Pelo sub-17 de Portugal, não actuou na jornada inaugural, diante da Escócia (5-1), e fez os 90 minutos esta sexta-feira frente à Suécia (4-2). A título de curiosidade, é filho de Wagner Silva, ex-jogador e adjunto do voleibol verde e branco.

João Muniz - Central/16 anos

À imagem de Francisco Silva, tem dupla nacionalidade portuguesa e brasileira, uma vez que é filho de Vagner, antigo defesa brasileiro que actuou em vários clubes de escalões secundários em Portugal. O central está na Academia desde 2019 e teve preponderância, em 2021/22, quer nos juvenis (19 jogos e 3 golos) como nos juniores (10 jogos). No Europeu é, até à data, um dos totalistas pela Selecção.

Leonardo Barroso - Lateral-esquerdo/16 anos

Eis outro produto da geração de 2005 que tem dado que falar. Rápido, enérgico e fisicamente forte, é um autêntico comboio pela ala esquerda do Sporting e de Portugal, tanto que nos juvenis foi imprescindível - 24 jogos e 2 golos - e fez os 90' contra a Escócia e Suécia. Como boa parte dos nomes que aqui apresentamos, já está protegido pela SAD, uma vez que assinou, em Outubro passado, contrato profissional com o clube. O exemplo a seguir, na sua opinião, é Porro.

Dário Essugo - Médio-defensivo/17 anos

Aos 17 anos... já quase que dispensa apresentações. É o mais jovem de sempre a jogar pela equipa principal do Sporting - entrou em campo a 20 de Março de 2021, com 16 anos recém-cumpridos, na recepção ao V. Guimarães. Além disso, é também o mais jovem da história do clube a actuar na Liga dos Campeões - já com 16 anos e 9 meses, diante do Ajax. Esta época, foi ainda titular pelos 'graúdos' na recepção ao Arouca. Nos escalões inferiores, foi 8 vezes aposta nos juniores e 15 na equipa B. No Europeu integrou o onze de José Lima contra os escoceses e suecos.

Manuel Mendonça - Médio-centro/17 anos

O capitão dos sub-17 em Alcochete, que também já está 'amarrado' com contrato profissional, apresenta números impressionantes em 21/22: pelos juvenis foram 29 jogos e, apesar de ser médio, uns 'singelos'... 18 golos. Repetiu a dose no degrau acima, os juniores, com um golo no único jogo que lá realizou. No Europeu ainda espera pela primeira titularidade, tendo sido suplente utilizado nos dois jogos realizados até à data.

Afonso Moreira - Extremo/17 anos

Como Rodrigo Ribeiro, o atacante está de pé quente e já leva dois golos no Europeu, um em cada uma das jornadas disputadas. Acabou, por isso, por dar sequência ao faro pelo golo que revelou com a listada verde e branca, quer nos juvenis (9 golos em 14 jogos) como nos juniores (4 golos em 19 jogos). Se somarmos os jogos pelo clube com os da selecção, já ultrapassou a barreira... dos 40! Soma 41.

Vivaldo Semedo - Avançado/17 anos

A 'torre' luso-angolana (1,92 metros) faz do poderio físico a principal arma, argumento que lhe valeu uma média de um golo... por jogo ao serviço dos juvenis (20 golos em 20 jogos). Os números baixaram ligeiramente nos sub-19, com 3 golos em 8 partidas, no entanto não beliscam um ano bastante positivo, que culmina no Europeu. José Lima apostou nele contra a Escócia, mas deixou-o no banco contra a Suécia.

Rodrigo Ribeiro - Avançado/17 anos

Juntamente com Essugo, é o outro menino de Rúben Amorim e, porventura, uma das grandes surpresas da época dos leões. Começou a época nos juvenis, com um jogo, e terminou o ano... nos seniores, por quem somou cinco. Pelo meio ainda actuou pelos juniores (3 golos em 15 jogos), sub-23 (2 golos em 6 jogos) e equipa B (4 golos em 8 jogos). É uma das grandes esperanças não só da Academia, como da Selecção. Também por isso, foi utilizado nos dois jogos do Europeu e marcou... por duas vezes. Como nos restantes sete companheiros, o futuro promete.»
Por Ricardo Granada

Esta selecção sim, faz-me bater o coração! As outras, passam-me absolutamente ao lado: são selecções de "compadres" a que nunca poderemos chamar de "nossas"!...

Sempre com os nossos SUB17?!...

Leoninamente,
Até à próxima

sexta-feira, 20 de maio de 2022

quinta-feira, 19 de maio de 2022

Não há pior cego...


E o presidente dos ladrões admira-se!...

Não há pior cego...

Leoninamente,
Até à próxima

O amanhã será melhor que o ontem!...


Como será amanhã?

«Agora que só falta a Taça de Portugal para ser entregue, que pode dar mais uma honra a Sérgio Conceição que nunca conseguiu ganhar uma final no Jamor, entramos na fase em que os leitores compram os jornais para verem os possíveis reforços, como será o desenho da próxima época, bem como se traçam os cenários de quem estará na linha da frente para ganhar o que aí vem.

"Como será amanhã?" Cantava num samba a brasileira Simone. Numa letra que falava de adivinhos e cartomantes, ora, no futebol, sabemos que em todos os adeptos mora uma Cassandra, aquela personagem da mitologia grega que previu e avisou a sua família sobre a destruição de Tróia que aí vinha e não foi escutada. Todos tentam augurar os sinais a partir das construções dos plantéis...

... No Sporting, a essência da confiança é também o treinador. Que tem como principal feito, para lá do inesquecível título nacional, colocar consecutivamente os leões na Champions com a entrada de muitos milhões directos. Não quer mexer muito apesar de saber que vai perder uma ou duas trutas, mas há dinheiro para reforços também com a ajuda de Nuno Mendes. O reforço central está garantido com St. Juste mas o calcanhar de Aquiles será a relação da bancada com o sofrível Paulinho. Slimani que se tornou mais um problema do que uma alternativa tem de sair para não envenenar o balneário e assim tem de vir alguém que não se assuste com a baliza adversária e que na altura de marcar não se constipe como acontece com Paulinho...»

Felizmente que hoje em Alvalade cada vez mais se acredita que... 

O amanhã será melhor que o ontem!...

Leoninamente,
Até à próxima

Com o turbo ligado, até pode acontecer...


«O Sporting já se 'lançou' para garantir a contratação de Francisco Trincão para a próxima época, tanto que, Rúben Amorim já falou com o seu antigo jogador, que treinou no Sp. Braga. Um curto período de tempo que não deixou dúvidas ao técnico da qualidade do extremo e, mais do que isso, lhe deixou... um amargo de boca, por entender que há muito mais 'sumo' para extrair. É por isso que a SAD tem jogado em antecipação para fechar o quanto antes o empréstimo do esquerdino junto do Barcelona, para assim proporcionar o reencontro com Amorim e a explosão em Alvalade.

Aos 22 anos, Trincão já conheceu vários treinadores, o último dos quais Bruno Lage, na cedência ao Wolverhampton, mas tem uma relação especial com o técnico do Sporting, não tivesse sido ele o responsável por o colocar nas bocas da Europa. É que em Braga, em 2019/20, e depois de ter sido apenas três vezes titular na primeira metade da época, às mãos de Ricardo Sá Pinto, Artur Jorge ou Custódio, a entrada em cena de Amorim, em Janeiro, mudou por completo o estatuto e a própria carreira de Trincão: daí para a frente tornou-se imprescindível no Minho (19 vezes titular em 24 jogos) e chamou a atenção do Barça, que o contratou por 31 milhões de euros. Na altura, Amorim saudou a decisão de um “jogador cheio de talento”, todavia não deixou de sentir que poderia render mais se a relação de trabalho em Braga continuasse.

Aliás, a recente conversa entre os dois tocou esse mesmo período em que coincidiram em Braga, que no entender de ambos foi... curto. Há, por isso, uma vontade em comum de ‘repetir a dose’, desta feita de leão ao peito. Até porque, depois de uma época abaixo das expectativas na Premier League (3 golos em 29 jogos), o internacional português espera jogar com maior regularidade e assim entrar nas escolhas de Fernando Santos para o Mundial no Qatar.

O sucessor de Sarabia

Tanto Amorim como Trincão têm feito força para que o negócio se concretize o quanto antes, daí que os homens-fortes do futebol verde e branco já se tenham colocado no terreno em diálogos com o Barcelona, de forma a anteciparem-se à concorrência – além do Benfica, que também o tem referenciado para 2022/23, a imprensa espanhola apontava, ontem, o Valencia como outro potencial destino.

Em Alvalade, o nome do atacante há já muito que estava na lista, tanto que foi alvo de sondagens noutras janelas de transferências, mas desta feita há a convicção de que pode, de facto, existir fumo branco. Trincão é visto como o sucessor de Sarabia, que findou o empréstimo ao Sporting e vai regressar ao PSG, e os próprios moldes do negócio podem ser semelhantes aos que foram acordados pelo internacional espanhol, isto é, um empréstimo no qual a SAD comparticipe o salário do extremo – aufere 1,2 milhões de euros líquidos por ano –e/ou pague uma taxa pela transferência – no caso de Sarabia foram 2 milhões. O facto de Frederico Varandas e seus pares terem boas relações com Jorge Mendes, empresário de Trincão, pode ser outro argumento que faça pender a balança para o lado do Sporting.»

Com o turbo ligado, até pode acontecer...

Leoninamente,
Até à próxima

P.S. - Nem de propósito! Talvez isto ajude a explicar a "fixação" de Amorim.

quarta-feira, 18 de maio de 2022

Quem arriscará apostar?!...




Quem arriscará apostar?!...

Leoninamente,
Até à próxima

Onde vai um, vão todos!!!...


O Sporting está a jogar na antecipação para ganhar o 'dérbi' com o Benfica por Francisco Trincão, extremo de 22 anos ligado ao Barcelona, mas que esta época está emprestado ao Wolverhampton. E os leões têm em Rúben Amorim um verdadeiro trunfo, pois que o treinador já falou com o futebolista, sublinhando a vontade de voltar a trabalhar com ele, tal como aconteceu no Sp. Braga, na temporada 2019/20.

Será o jovem internacional português uma boa opção para o Sporting? E será o Sporting uma boa opção para o jovem extremo, de 22 anos? Sergi Hernández, jornalista da RAC1 que acompanha de perto o futebol português, é taxativo: se for para o Sporting, vai encaixar como uma luva na ideia do treinador dos leões.

"Acho que o Sporting pode ser uma boa opção para o Trincão, porque o Amorim o conhece [dos tempos do Sp. Braga] e creio que casa muito bem no seu 3x4x3. Não é um extremo puro, joga várias vezes entre linhas e nesse sistema encaixa bem, sendo um dos avançados que joga atrás do avançado de centro. Tem parecenças, por exemplo, ao Sarabia".

Aqui para nós, nem a camisola estranharia...

Mas o Benfica também está na corrida...

O Sporting não corre sozinho por Trincão, que tem mais 3 anos de contrato com os catalães (até 2025) e ganha um ordenado líquido na ordem dos 1,2 milhões de euros. Também o Benfica o tem na lista para a próxima época, ainda que a sua casa mostre precisar de maior arrumo, face à mudança de paradigma que Roger Schmidt, sucessor de Nélson Veríssimo, trará para 2022/23.

Mas no Sporting, a conjugação de esforços é notória... 
 
Onde vai um, vão todos!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Sarabia merece que tudo de bom lhe aconteça!!!...



Sarabia merece que tudo de bom lhe aconteça!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

terça-feira, 17 de maio de 2022

Como acabar num ápice com os hooligans!!!...



Tanta gente reunida à volta de uma mesa e... NADA! Cabecinhas pensadoras!...

A eterna saudade de Margaret Thatcher e a falta que faz a toda esta gente ela não ter deixado em livro...

Como acabar num ápice com os hooligans!!!...

Leoninamente,
Até à próxima