quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

Apenas Hugo Canela acreditava!...


Andebol - Sporting com apuramento inédito para os 'oitavos' da Liga dos Campeões, faz história
Depois da vitória por 32-31 no P. João Rocha, volta a vencer o Dínamo em Bucareste

O Sporting conseguiu vencer esta quinta-feira, em jogo disputado na Roménia, o Dínamo Bucareste, por 27-26, e apurou-se para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões de andebol, algo inédito para Portugal neste novo modelo competitivo da Champions.

A formação portuguesa não começou bem a partida, tendo chegado ao intervalo a perder por quatro golos (15-11). Porém, uma espectacular segunda parte acabaria por valer o apuramento histórico para os oitavos-de-final da principal prova de clubes na Europa.

Com oito golos, Frankis Carol foi o melhor marcador do Sporting, com Carlos Ruesga também em destaque, coroando uma grande exibição com cinco importantes golos. E na baliza brilhou Skok: o guarda-redes leonino que actuou na segunda parte e que acabaria por brilhar com, pelo menos, 7 defesas impossíveis.

O adversário do Sporting nos 'oitavos' da Champions será o segundo classificado do Grupo A, onde ainda falta disputar uma jornada. Os leões defrontarão os húngaros do Telekom Veszprém ou os macedónios do RK Vardar. A primeira mão será disputada no Pavilhão João Rocha em data a designar (20 a 24 de Março). O derradeiro encontro será disputado na semana seguinte (entre 27 e 30 de Março).

Ou eu estarei redondamente enganado ou, para além dos jogadores... 

Apenas Hugo Canela acreditava!...

Leoninamente,
Até à próxima

A culpa de tudo isto acabará por cair sobre os 71%!...


Qualidade e realismo

«É apenas uma questão de tempo até os grandes tubarões europeus chegarem à Luz e resgatarem as últimas pérolas fabricadas no Seixal. Vender Rúben Dias e João Félix pelas cláusulas será a grande vitória de Luís Filipe Vieira, mesmo que isso não faça a equipa mais forte. Mas 180 milhões é muito dinheiro e bem investido, juntamente com a próxima fornada, podem manter o futuro risonho. Se o menino Félix tem futebol para triunfar em qualquer liga e a inglesa parece assentar-lhe como uma luva, para Rúben, Itália parece melhor opção. Fazendo da garra a melhor arma e com algumas limitações técnicas, o central seria na Juventus um belo reforço para ajudar na rectaguarda a Ronaldo. Se for vendido em pacote com Félix, então a ‘velha senhora’ só pode tornar-se ainda melhor com o talento português.

Enquanto na Luz Vieira se pode dar ao luxo de assumir que apenas venderá os miúdos pelas cláusulas, em Alvalade debatem-se questões de tesouraria e em Abril acaba o dinheiro caso não sejam avançados os milhões da TV. Já se sabia que Alcochete tinha sido um desastre, não só social como desportivo e financeiro, mas começa agora a perceber-se que a herança de Bruno de Carvalho é terrível também na questão de gestão. Como podem os sportinguistas pedir o título a quem ficou é coisa de pasmar. Convém primeiro salvar o clube.»
(Bernardo Ribeiro, Saída de Campo, in Record)


A fazer fé na opinião de uns quantos "cucos milharucos da ciência leonina" que ainda nos vão enchendo a cara de perdigotos e vergonha...

A culpa de tudo isto acabará por cair sobre os 71%!...

Leoninamente,
Até à próxima

Alguma vez haveríamos de ser tesos!...


Finalmente...

Alguma vez haveríamos de ser tesos!...

Leoninamente,
Até à próxima

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

Yes or no?! Perhaps!!!...



Yes or no?! Perhaps!!!...


Leoninamente,
Até à próxima

Também faço trabalho ao domicílio!...


Largo-te por agora Abé(l)cula!!! Mas vai preparando o corpinho, porque daqui por um mês vou lá a casa acabar o "tratamento"! Há casos especiais em que...

Também faço trabalho ao domicílio!...

Leoninamente,
Até à próxima

A tua anedótica arbitragem chegue aos ouvidos da FIFA!!!...

MULTA de 287 €UROS para keizer em vez da esperada suspensão


O CD da FPF decidiu não castigar Marcel Keizer e divulgou as declarações que provocaram a expulsão do treinador holandês no final da partida do Funchal, frente ao Marítimo.

O árbitro Tiago Martins colocou no relatório que Keizer terá, alegadamente, dito o seguinte:

«This shit is a joke»

E não é que Zé Manel Merim deu razão a Keizer?! Ai se a criatura arbitral encontra por aí um buraco!...

Ó Tiago do Apito, desta vez a coisa correu-te para o torto: nem recebes a "côngrua" e muito menos evitas que...

A tua anedótica arbitragem chegue aos ouvidos da FIFA!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

Mas parece que pouco mais faz que nada!...




Com a excepção da segunda mão da 1/2 final da Taça com o Benfica e caso seja regulamentar e diplomaticamentemente possível à estrutura leonina, comprindo a sua obrigação na defesa dos interesses do Sporting, conseguir a alteração das datas dos jogos em Chaves e em Alvalade com o Rio Ave, Marcel Keizer terá até final da época tempo de sobra para se dedicar, intensa e aturadamente diria eu, ao treino e à urgente correcção de todos os equívocos em que tem vindo a alicerçar o seu trabalho. Terá tempo de sobra para comprar a bússula que elegantemente já lhe foi recomendada por insuspeito sportinguista, assim como também haverá tempo para que a estrutura leonina troque o alegado silêncio com que, no entender de outros também insuspeitos adeptos do leão, o tem assessorado, sobre todos os males, vícios e "esperteza saloia e muito tuga" do futebol português e o massacre, sem dó nem piedade, até final da época, com a realidade suficiente à sublimação de todo o lirismo que, parece ter trazido da sua florida Holanda.

Porque no caso de não conseguir alterar radicalmente o tipo de futebol que a equipa por si liderada tem vindo a apresentar, bem que poderá no final da época voltar para tratar das suas tulipas, depois de cantar em tom pungente e magoado e de braço dado com Frederico Varandas...





Compadres, caros compadres!
Eu gosto da nossa afilhada!
É bonita, apresenta-se bem...
Mas parece que tem a boca fechada!...

É bonita, apresenta-se bem...
Mas parece que tem...
A perna cansada!...

É bonita apresenta-se bem..

Mas parece que pouco mais faz que nada!...

Leoninamente,
Até à próxima

O que andará esta "ave" a fazer no futebol?!...


«Leão procura personalidade nos jogos fora»

"O que faltou ao Sporting para ganhar na Madeira?

Concretizar uma das oportunidades, manter a cabeça fria perante a condução de jogo de Tiago Martins, jogar com intensidade nos limites desde o primeiro minuto. O Sporting vive num sobe e desce constante, sendo que nos jogos fora, falta ao leão encontrar uma personalidade impositiva. A jogar assim vai ser complicado. 

Tem razão Bruno Fernandes nas críticas ao antijogo? 

Alguma. Mas Bruno Fernandes sabe em que liga joga e este comportamento não é novidade frente a equipas que procuram apenas o ponto. O Marítimo fez o que o juiz lhe permitiu. Estranho é ainda tão pouco tempo de compensação quando só Charles foi assistido cinco vezes e nos ‘descontos’ o guarda-redes foi novamente auxiliado durante dois minutos. Péssima condução de jogo de Tiago Martins, perante um leão silencioso.

Entendem-se as saídas de Gudelj e Borja? 

A opção de Keizer prende-se com o facto de ambos já terem cartão amarelo. E o Sporting luta pelo pódio... nos cartões amarelos. Com medo de uma expulsão, retirou ambos. Curiosamente, quem acabou com ordem de saída foi o próprio treinador e também Coates, ambos pela primeira vez. 

Que se passa com Dost? 

O menor rendimento tem a ver com a forma de jogar do Sporting, mas também com um desacerto claro do holandês. Quem sabe uma passagem pelo banco não seria salutar?" 


Depois desta razoável análise ao encontro do Funchal, creio que terá faltado colocar uma última questão a Bernardo Ribeiro: será que ainda demorará muito tempo até que alguém de direito entenda que é tempo de retirar as insígnias FIFA a Tiago Martins?!...

O que andará esta "ave" a fazer no futebol?!...

Leoninamente,
Até à próxima

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

Aguenta coração! P'ró ano é que é!!!...


E depois de novo tropeção no Funchal nada mais resta que uma trémula e pálida luzinha, lá bem ao fundo do longinquo e escuro túnel do Jamor!...

Aguenta coração! P'ró ano é que é!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Os milagres começam em nós!...



Um aviso dirigido a Abel


António Salvador exige uma reacção imediata do Braga, um lugar no pódio e outro na final do Jamor. Têm a palavra Abel Ferreira e... o FC Porto

«1 Abel Ferreira disse que o objectivo do Braga sempre foram os primeiros quatro lugares, António Salvador contrapôs que não acabar no pódio será uma desilusão e uma frustração. Que o presidente tenha sentido necessidade de rectificar o tom de naturalidade que o treinador deu às duas últimas derrotas, recordando o esforço de investimento no plantel e exigindo uma reacção imediata da equipa, só pode ser entendido como um aviso dirigido a Abel. A primeira mão da meia-final da Taça de amanhã, no Dragão, já era o jogo da temporada para o Braga e agora passou a ser decisivo também para a paz de espírito de que o treinador poderá gozar no último terço da época. Fica o aviso, válido também para aquilo que o FC Porto pode esperar.

2 Marcel Keizer quer mais, o que é normal. Estranho seria o treinador de um dos três grandes ocupar o quarto lugar do campeonato e estar satisfeito. A questão, claro, não é saber se o treinador do Sporting quer mais, mas sim até onde consegue chegar. O terceiro lugar, por exemplo, ficou ao alcance depois da derrota do Braga com o Belenenses. Considerando que os minhotos ainda têm de receber o FC Porto e o Benfica na Pedreira e que a agenda dos leões ficou aliviada depois da eliminação na Liga Europa, o pódio deixou de ser uma miragem. Já o segundo lugar, e a promessa dos milhões da Champions, é outra conversa, mesmo considerando a inevitabilidade da perda de pontos de FC Porto, Benfica ou ambos no clássico do próximo fim de semana. A distância para a dupla da frente não se mede só em pontos, mas também em estabilidade emocional e qualidade de soluções. Claro que sonhar não custa: acordar é que pode ser um problema...»
(Jorge Maia, Opinião, in O Jogo)

Muito poucos terão hoje dúvidas sobre as duas mais fortes razões que poderão ter ditado o afastamento do Sporting da Liga Europa: Acuña e Jefferson terão estupidamente escolhido a lata para as medalhas que ficarão por muito tempo na nossa memória...

Mas o Sporting, tendo sido capaz de fazer em Alvalade, contra o Braga, aquilo que tinha de ser feito, logo a seguir teve o privilégio de assistir a um Belenses de Silas provar à evidência o tremendo fascínio do futebol. O jogo de logo à noite no Funchal apresenta-se, assim, condimentado com tempêro muito semelhante e a disposição e concentração dos leões perante os insulares terá, necessária e obrigatóriamente, de ser a mesma que foram capazes de apresentar perante o Braga. O que virá a seguir, logo se verá. Porém...

Os milagres começam em nós!...

Leoninamente,
Até à próxima

domingo, 24 de fevereiro de 2019

Compulsividade na mentira?!...


Da edição online do jornal Record, permitam os leitores de Leoninamente que destaque por aqui, uma curiosa "cacha" - reprodução integral para dissipar quaisquer dúvidas -, publicada exactamente à 11:57 da manhã de hoje. Ora atentem bem no conteúdo e concluam por vós mesmos... 


Conheça os sete jogadores que estavam no protocolo entre Sporting e Batuque FC: Jovane não está entre eles
Protocolo foi terminado e só depois é que a transferência de 330 mil euros foi feita

«Bruno de Carvalho garantiu que o Sporting tem Jovane Cabral nos quadros graças à parceria com o Batuque FC, de Cabo Verde, mas Record sabe que o extremo não está nesse contrato que conferia o direito de preferência dos leões sobre sete jogadores pré-identificados: Fabricio Kone; Admirson Soares; Walter dos Santos Waxel; Widilton Santos Waxel; Kevin Patrick Alves Fortes; Junior Jorge Coelho da Cruz e Julmiro da Silva.

Mais: o protocolo entre Sporting e o Batuque FC foi celebrado em Setembro de 2017 e Jovane já vestia a camisola dos leões desde 2014/2015, nos juvenis, vindo do Grémio Nhagar.

Em Janeiro de 2018 foi solicitado pela administração da SAD do Sporting ao departamento jurídico uma minuta de acordo de resolução daquele contrato. Ainda assim, o valor de 330 mil euros da transferência foi liquidado em Maio desse ano - o protocolo foi terminado e só depois é que a transferência foi feita - e nunca foi restituído.

Antes de rumar a Alvalade, Jovane representava o Grémio Nhagar e BdC garantiu ontem a Record que o jogador foi identificado na sequência do protocolo, na área da prospecção, estabelecido com o Batuque FC, sobre o qual Frederico Varandas levantou dúvidas em conferência de imprensa esta sexta-feira. 

"Fizemos um protocolo com esse clube e pagámos 330 mil euros. Desse protocolo, veio, por exemplo, o Jovane Cabral. ‘Só’. Já toda a gente viu que Jovane Cabral é um craque", argumenta o antigo presidente do Sporting, em declarações a Record, questionado depois sobre os restantes jogadores (e seriam mais seis) por quem os leões teriam direito de preferência. "Vieram alguns mas aquele que já se destacou, que já todos perceberam, é o Jovane Cabral. Só com o Jovane, nós vamos ganhar milhões. Não é tostões, é milhões", insistiu.

Recorde-se que Varandas havia sublinhado na conferência de sexta-feira não existir "qualquer relatório do clube ou de terceiros sobre jogadores daquele clube".»

Tenho vindo a questionar-me vezes sem conta e, nos últimos tempos, quase diariamente, sobre o que fará correr os responsáveis e jornalistas do jornal Record - outros OCS também o vêm fazendo mas o Record destaca-se de forma, no mínimo, incompreensível! -, para procurarem, quase desesperadamente, manter o "morto-vivo" do destituído ex-presidente do Sporting à "tona da água", chamando-o sistematicamente em todas as edições, seja por questões de lanacaprina, seja por motivos mais sérios e a merecerem tratamento jornalístico adequado! Confesso que ainda não consegui encontrar uma resposta capaz de a poder deixar por aqui. Todas as respostas que tenho sido capaz de construir, valer-me-iam por certo dissabores e prejuízos de toda a ordem e têm ficado, invariavelmente na gaveta: de boca aberta andarei, mas ainda vou conseguindo manter o juízo e o discernimento!...

Mas a local que acima reproduzo deixou-me liminarmente prostrado, tal a piedade que de mim se apoderou pela caricata figura do citado "morto-vivo" do destituído ex-presidente do Sporting...

E deixei intencionalmente para o fim a grande e iminente questão que esta "traição ao ideário do destituído", a correr em desespero e em desconfortável "canto do cisne", para a previsível e porventura irreversível expulsão do admirável universo leonino...

Por quanto tempo mais teremos de assistir, entre o atirar de desorientadas bóias de salvação de escribas amigos e o sujo e oportunista aproveitamento jornalístico das suas exéquias, à evocação e celebração de tão inaudita, feroz e autofágica...

Compulsividade na mentira?!...

Leoninamente,
Até à próxima  

Só no melhor poderão estar os melhores!...



Tomaz Morais vai montar gabinete de formação interna e liderança no Sporting
Iniciará brevemente funções na Academia Sporting

Em declarações do próprio à agência Lusa, o antigo seleccionador português de râguebi, Tomaz Morais, confirmou hoje o anúncio ontem feito por Frederico Varandas na conferência de imprensa, de que irá apoiar a direcção do Sporting na área da formação, iniciando brevemente funções na Academia do clube, em Alcochete.

Actual consultor técnico da Federação Portuguesa de Rugby e antigo seleccionador nacional da modalidade, confirmou à Lusa a mudança para o Sporting, no qual será responsável por montar e coordenar o novo gabinete de formação interna e liderança. 

O gabinete irá funcionar na Academia do clube, em Alcochete, mesmo estando pensado e planeado para ser transversal a todas as modalidades e escalões do clube e não apenas dedicado ao futebol profissional e de formação.

Licenciado em Educação Física, Tomaz Morais já havia colaborado anteriormente com a Sporting SAD e também na área da formação interna, em 2006 e 2007, durante o mandato de Filipe Soares Franco.

Autor do livro "Compromisso: Nunca Desistir", Tomaz Morais possui também uma vasta e valiosa experiência como prelector e organizador de acções de formação em inúmeras empresas, sobre gestão de equipas, liderança, motivação e comunicação, matérias onde se tem afirmado como um dos mais credenciados experts em Portugal.

Só no melhor poderão estar os melhores!...

Leoninamente,
Até à próxima

Era bem esgalhada!...


Não disse e provavelmente nunca virá a dizer, mas...

Era bem esgalhada!...

Leoninamente,
Até à próxima

sábado, 23 de fevereiro de 2019

Com uma vantagem demasiado magra!...



Sporting ganha vantagem no play-off de acesso aos "oitavos" da Liga dos Campeões

Leões triunfaram no Pavilhão João Rocha, mas a vantagem é magra

O Sporting levou a melhor este sábado sobre o Dínamo de Bucareste, por 32-31, no encontro da primeira mão do play-off de acesso aos oitavos de final da Liga dos Campeões, num jogo muito sofrido até final.

Depois de início equilibrado no Pavilhão João Rocha, o Sporting começou a cometer muitos erros que comprometeram e deram ao Dínamo a possibilidade de ficar mais confortável no desafio e só a cinco minutos do intervalo os leões conseguiram passar para a frente do marcador, ainda que o intervalo tenha chegado quando o placard apresentava uma igualdade a 14 golos.

No segundo tempo, Cudic acabou por ter um papel fulcral no rumo do desafio, defendendo com valentia e muita classe as 'redes' da baliza leonina, mas também face à ajuda de uma linha defensiva mais coesa e a errar menos. E se na primeira parte foi o Sporting a procurar o equilíbrio, no segundo tempo os romenos mostraram-se mais vulneráreis, tendo o Sporting a oito minutos do apito final disparado para uma vantagem de quatro golos, mas voltando depois e de novo a claudicar na defesa, levando apenas um golo à maior para o encontro da segunda mão, dia 28 (quinta-feira) às 20h00, em Bucareste.

Com o pássaro na mão a oito minutos do final, foi frustrante ver o jogo acabar...

Com uma vantagem demasiado magra!...

Leoninamente,
Até à próxima

Os maridos enganados são sempre os últimos a saber!...



Nani sai do Sporting por ter ciúmes de Bruno Fernandes
Marcel Keizer afastou jogador de 32 anos das opções e Frederico Varandas deu o aval para a transferência.



«A saída de Nani do Sporting não foi pacífica, apurou o Correio Sport.A relação entre o jogador e o técnico Marcel Keizer há muito que não era a melhor. O internacional português, que rescindiu com o clube de Alvalade e rumou aos americanos do Orlando City, estava descontente com o crescente protagonismo de Bruno Fernandes...»

Um número bastante considerável de sportinguistas parece disposto a continuar fechando os olhos a uma realidade que há muito era conhecida entre outros sportinguistas bem mais atentos e informados e que apenas pelo seu grande amor ao Sorting se contiveram e, talvez por demasiado tempo, recusaram vir a público denunciar o estado de frio glacial e o estúpido e inadmissível regime de "apartheid" com que Marcel Keizer "era obrigado a viver no balneário do Sporting", com graves repercussões que chegaram a afectar, quiçá até irremediavelmente para o Sporting, o desempenho da equipa em campo!...

Mas o virus da omnisciência cultivado e refinadamente apurado ao longo dos últimos cinco anos por uma franja cada vez mais insignificante, ainda hoje lhes continua a ofuscar a visão e a convencer de que a razão está sempre do lado de quem fala mais alto...

Os maridos enganados são sempre os últimos a saber!...

Leoninamente,
Até à próxima

A coragem de que o Sporting precisa!...


Coragem de Varandas indispensável ao Sporting


«Menos de 24 horas depois da eliminação do Sporting na Liga Europa, Frederico Varandas falou do ‘estado da nação sportinguista’, numa intervenção pré-agendada e que gerou alguma expectativa, depois do ex-presidente ter realizado um conjunto de considerações que também o visaram.


Há a tese de que Frederico Varandas, até agora, se havia escondido atrás do biombo da sua fraca apetência para comunicar. É preciso não esquecer que o seu antecessor era o exemplo, até então não observado, do excesso de comunicação. Tudo servia de pretexto para comunicar. Pelas vias mais clássicas ou através das redes sociais. Um ritmo alucinante, uma obsessão, com consequências desastrosas.

E hoje há dois Brunos que dialogam um com o outro, como se houvesse (e se calhar há) duas personalidades antagónicas dentro da mesma pessoa, que a fazem contraditória, ambivalente, dissimulada, ora em estado de autocrítica, às vezes pungente, capaz de poder fazer derramar, eu sei lá, um mar de lágrimas entre os seus ‘fiéis’, que são poucos mas ruidosos (para pareceram mais do que são, efectivamente), ora em estado de brutalidade dialéctica, atacando tudo e todos, para defender, afinal, o seu ‘outro’ — o das purezas e canduras. E disso tivemos, ontem, mais um exemplo, com o ‘animal feroz’ a tentar demonstrar, na resposta a Varandas, que é absolutamente inofensivo e não provocou qualquer dano ao Sporting. O Bruno dos ‘dentes de leite’, todavia, a pingar sangue — o Bruno dos ‘dentes de sangue’, vidrado na proporção das pequenas-grandes vinganças.

A intervenção de Frederico Varandas, com base nalgumas informações que o relatório final da auditoria irá demonstrar, começou por revelar que o Sporting (de BdC) pagou 1,7M€ em 3 anos a uma sociedade de advogados (MGRA) por trabalhos relacionados com assuntos, aconselhamento e contactos da presidência. Em 3 anos gastou-se mais, neste tipo de serviços, do que em 16?!!! Àquela empresa estavam associados o ex-sogro de Bruno de Carvalho e o ex-vogal da Direcção, Alexandre Godinho, um dos maiores defensores e apoiantes do regime brunista, quando este ameaçava colapsar. Trata-se, indiscutivelmente, de um tema (entre outros) que interessa aprofundar para se perceber definitivamente esta permanente representação de um lobo que adora transformar-se numa inofensiva ovelha — o lobo que bale —, porque esse aprofundamento ajudará a compreender a dimensão de outras suspeições que recaem sobre o ex-presidente do Sporting. Aliás, ainda está por explicar como é fácil "roubar um clube de futebol". Se calhar, é.

Toda a gente entende a afirmação de Frederico Varandas segundo a qual o ataque à Academia de Alcochete constituiu "o maior rombo financeiro e desportivo da história do clube" e toda a gente sabe quem gerou as condições para que o Sporting visse rebentar dentro das suas próprias instalações um dos barris de pólvora mais indignos da história do futebol. Parece fácil restaurar todos os estragos (e as consequências financeiras, cujas contas finais serão apuradas a seu tempo), mas não é. O Sporting precisa de tempo para sarar feridas tão profundas. E isso só poderá ser feito, se os sócios do Sporting perceberem o que aconteceu ao clube e quem o atirou para uma situação tão delicada. E alcançarem negócios como os que foram realizados com o Batuque FC. O Sporting tinha direito de preferência sobre 7 jogadores daquele clube cabo-verdiano? Que jogadores? Como se justificam os 330 mil euros pagos nessas operações?

Ontem, Frederico Varandas — sem ruído mas com coragem — colocou o dedo em várias feridas. Uma delas foi a das claques. Na verdade, é preciso ter coragem para mexer no vespeiro. Naquilo que ele representa de subversão de todos os valores que devem estar associados ao desporto e às sociedades. Varandas relembrou que fez parte da Juve Leo quando não (lhes) era dado nada em troca. As claques, entretanto, por responsabilidade das Direcções, passaram a ser espaços de negócio e de poder. E o clube ficou e estava refém das claques. Dos seus caprichos e das suas exigências. Desmantelar esse processo não é fácil. Mas é um imperativo de consciência para quem quer fazer crescer o clube. E, para isso, como diz Varandas, as claques não podem estar acima dos sócios que pagam as suas quotas e bilhetes e que se devem enquadrar num regime de normalidade.

Em suma: Frederico Varandas vestiu a sua ‘bata branca’ para, em ambiente de ‘guerra’, fazer passar a mensagem de que os mortos são para enterrar e os feridos são para tratar e recuperar. O leão tem queimaduras de terceiro grau, de regeneração muito difícil. Há quem não queira que o Sporting saia dos ‘cuidados intensivos’. O trabalho na Academia é para anos. Pedir resultados imediatos é uma utopia e pode ser um suicídio. O Sporting precisa de recuperar o seu caminho, com responsabilidade e exigência internas, dia após dia, e afastar desse caminho quem lhe fez ou faz mal. Muito mal - e até com algum gozo-sadismo.

JARDIM DAS ESTRELAS -A noitada de Militão

Militão achou que poderia "ir para a noite", em vésperas do jogo com o Tondela. Menos compromisso a meses de sair do Porto? Inaceitável, quando a equipa se debate com várias ausências: Soares e Marega, no ataque, para além de Aboubakar; Danilo no ‘miolo’e ainda todos os esforços para recuperar Brahimi. A resposta foi… excelente. O FC Porto esteve muito bem, em Tondela.

CACTO - Duas expulsões na eliminação?!…

O Sporting é eliminado da Liga Europa, muito pelo que (não) fez em Alvalade no jogo da primeira mão, mas também pela falta de consciência profissional dos seus jogadores, no caso vertente de Acuña e Jefferson.

Uma expulsão em cada jogo e ambas perfeitamente evitáveis. Em Lisboa, minuto 77, com o resultado em 0-1: Acuña já vira ‘amarelo’, tem uma entrada imprudente, de pé alto, sobre a perna direita de Raba e reduz as possibilidades do Sporting em alcançar um melhor resultado.

Em Villarreal, minuto 50: Jefferson (curiosamente o substituto de Acuña) pisa Lambrich, vê segundo ‘amarelo’ e é expulso. O Sporting fica claramente diminuído e foi uma questão de tempo para a equipa espanhola marcar o golo que lhe garantiria a passagem aos oitavos-de-final. Jefferson podia ter evitado a pisadela sobre o adversário e, sabendo que tinha um ‘amarelo’, todos os cuidados eram poucos.

Em vez de se colocar as culpas nos árbitros e especular sobre o fraco poder do Sporting e do futebol português nas instancias internacionais, talvez fosse mais útil matar o mal pela raíz, isto é, fazer perceber aos jogadores que, quando têm ‘amarelos’, têm de ser muito mais responsáveis. O Sporting não está em condições de sustentar jogadores que não beneficiam o clube e, nalguns casos, até o prejudicam.»
(Rui Santos, Pressão Alta, in Record)


Ponto por ponto, vírgula por vírgula, identifico-me sem pontos de interrogação bacôcos nem reticências espúrias, com esta excelente crónica de Rui Santos: do meio dos escombros, é possível ver nascer coragem!...


A coragem de que o Sporting precisa!...

Leoninamente,
Até à próxima

Um desafio aliciante para os sportinguistas fumadores!...


Potenciar cada vez as nossas modalidades é também um projecto assumido do qual não abdicaremos. Grande orgulho em anunciar a parceria como novo sponsor "nãofumo.pt" para o andebol e a venda de camisolas das nossas modalidades na Loja Verde.


Um desafio aliciante para os sportinguistas fumadores!...

Leoninamente,
Até à próxima

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

Outra vez comido de cebolada!...


Outra vez comido de cebolada!...

Leoninamente,
Até à próxima

Um novo, leonino e redentor Teseu!...


Bruno, Lage e as brincadeiras

«Bruno Fernandes não merecia que o Sporting saísse eliminado de uma eliminatória que Marcel Keizer perdeu com exibição horrível na primeira mão em casa. Tem sido ele o abono de família, com o seu talento excepcional, de uma equipa curta, mediana e muitas vezes medíocre. Ontem, com o Villareal, o seu golo ainda deu uma esperança aos sportinguistas numa exibição pálida e onde os verde e brancos não mostraram o futebol dominador que deviam exibir para passar à próxima eliminatória. Cai assim por terra mais uma hipótese de conquista de troféus, uma oportunidade para arrecadar euros que o emblema tanto necessita – e era bom que Frederico Varandas na conferência de imprensa falasse verdade aos sócios sobre o real estado financeiro sem promessas miríficas nem palavrinhas de algodão doce, recordando que em campanha garantiu que não havia problemas de tesouraria e tinha soluções se os pedregulhos aparecessem – e voltam os leões ao habitual. O 8 e o 80. Da depressão dos lenços brancos ao clímax da vitória categórica sobre o Braga e agora de novo mais um mergulho num buraco negro que não contribui para a pacificação e estabilidade. Sobressai uma enorme intranquilidade sobre a capacidade de um treinador que ninguém conhecia e crescem sinais que reforçam a ausência de empatia entre os adeptos e o seu presidente que não consegue criar uma atmosfera de optimismo por evidentes debilidades comunicacionais. O Sporting atravessa fase complicada, teremos de aguardar para compreender se há arte e engenho para ultrapassar este ciclo. Se tal não acontecer, entrará num caminho do Minotauro, um labirinto de muito difícil saída.

Gosto de Bruno Lage. Gosto de grandes treinadores e a solução que estava no Seixal é um achado de categoria. Aqui escrevi um artigo que se intitulava: «A reconquista de Bruno Lage». Nele explicava como com qualidade deu um volte-face a um clube que estava abúlico e já não acreditava em Rui Vitória. Mostrou competência em campo e tem sido exemplar com uma comunicação que cria uma onda positiva e de proximidade com os seus adeptos. A reconfirmação do seu contrato até 2023 é um bom acto de gestão do presidente do Benfica que durante meses andou aos papéis e a ver luzinhas que só ele compreendia como se fosse um discípulo da Santa da Ladeira. E o setubalense disse tudo: «vejo alegria enorme dentro desta casa». Quando se ganha tudo corre sobre rodas, os sorrisos fluem, pois são as vitórias o combustível do bom ambiente.

Não gosto que se brinque ao futebol. Adoro ver numa semana 8 mil espectadores num Famalicão-Paços de Ferreira, contudo, não aprecio o embuste de uma SAD que se veste de azul na I Liga (e que nada tem a ver com essa grande instituição que se chama Belenenses) e que num jogo com o Moreirense teve no Bonfim 289 pagantes de bilhete. Bem como ultrajarem o trabalho de um treinador, José Mota, a quem o Vitória de Setúbal deve 165 mil euros e ao qual passaram 11 cheques sem cobertura torpedeando a reputação de um clube de enormes pergaminhos. É tempo de não se viver num universo paralelo e que ludibria quem é respeitador e bom pagador, quem não tem condições para andar na alta-roda tem de arrumar a casa primeiro. Ninguém deve alinhar numa mentira.»

Só eu sei quanto lamento estar liminarmente de acordo com as "três grandes verdades" que Rui Calafate no seu frontal e desempoeirado "Factor Racional" de hoje, terá entendido por bem oferecer-nos! Se bem que apenas me preocupe, verdadeiramente, a primeira. Porque fala de nós, do Sporting. Porque o bem ou o mal dos outros, nunca serão coisas capazes de me tirar o sono. Porque o que diz sobre o Sporting, mesmo sendo uma verdade com a qual terei de concordar e concordo com disse atrás, preocupa-me e muito!...

Escreve Rui Calafate que "... O Sporting atravessa fase complicada, teremos de aguardar para compreender se há arte e engenho para ultrapassar este ciclo..." e aponta muito clara e corajosamente o seu libelo na direcção das duas figuras porventura mais importantes na actualidade leonina, num momento em que, afastados de mais um objectivo,  quiçá o penúltimo que para nós adeptos sobrava, nos vemos obrigados a olhar, contrafeitos, para o último e concluímos, ainda mais contrafeitos, que começa a ser escasso e em vias da mais decepcionante extinção, todo o benefício da dúvida que investimos nessas mesmas figuras...

Oxalá não venha a ser hoje o primeiro dia da nossa vida recente de sportinguistas, em que não sejamos empurrados, outra vez descoroçoados e contrafeitos, para uma inexorável e desesperada busca de...

Um novo, leonino e redentor Teseu!...

Leoninamente,
Até à próxima

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

"Impossible is Nothing"!!!...



Agora que o afastamento do Sporting da Liga Europa é facto consumado, de nada valerá carpir mágoas sobre a miserável arbitragem de Pavel Kralovec, um checo que deverá levar "boas recordações" do Estádio de La Ceramica e muito menos das prestações menos conseguidas de uns quantos de leão ao peito que, alegadamente, nunca compreenderão a responsabilidade de envergar a gloriosa verde e branca! Caímos de pé, mas caímos, pronto, ponto final, parágrafo, vamos lá mudar de linha, que o Marítimo já estará preparado para fazer o jogo da época na próxima segunda-feira no Caldeirão dos Barreiros e apenas um resultado interessa ao Sporting!...

Depois passaremos finalmente ao "modo semanal" na nossa Liga, aguardando serenamente que o jogo de Chaves, marcado para 31 de Março, seja antecipado pelo menos quatro dias, de modo a manter o modo até recebermos os lampiões no dia 3 de Abril, sem ser em situação de desvantagem em termos de descanso, como irónica e ultimamente parecia ter-se tornado hábito!...

Ainda estarão 30 pontos em disputa, os cestos só se costumam lavar no final da vindima, muita água ainda há-de passar sob as pontes e, como Muhammad Ali se lembrou de dizer um dia...

"Impossible is Nothing"!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Saudade de Ivone De Franceschi!!!...


Como diria Scolari, o "mata-mata" será já amanhã à noite em Villarreal! E eu sei que os sportinguistas que por aqui passam sabem, que eu sei que eles sabem que Acunã nunca será para mim o jogador que eu gostaria que fosse. Mas a verdade, verdadinha, é que estou preocupado com a sua ausência da lista de convocados de Marcel Keizer para o jogo de amanhã. É que o homem, entre os seus defeitos e virtudes, tem alguns predicados que nenhum outro jogador do plantel apresenta neste momento: raça, teimosia, disponibilidade para defender, pilhas "duracell" e um pé esquerdo com olhos a centrar para a área adversária! Temo que o Keizer tenha amanhã uma grande dor de cabeça com a sua estúpida ausência - "à cause" de um dos seus, dele Acuña, inúmeros defeitos!... 

É que para Marcel Keizer repetir em Espanha o baile que ofereceu no domingo à noite ao "abelito", com aquela "rumba" do 3x4x3 ou afins, a que eu prefiro chamar "duplo kapa", teria de encontrar entre os convocados, um "clone" do Acuña para o meter em modo de troca directa e sem fazer a mínima alteração que fosse ao onze que cilindrou o "braguinha". De outro modo, se puxa um outro qualquer dos que sobram, desfaz o "feitiço" e deixa de haver "duplo kapa", "rumba", 3x4x3 ou afins. É por estas e por outras que eu não vou à bola com os defeitos do Acuña: o transtorno que arranjou com a sua parvoíce!...

Nesta condição, quase me atrevo a jurar que Keizer não terá outro recurso que não seja lançar Raphinha que, não defendendo, nem centrando, nem tendo pilhas como Acuña, possui outros predicados que o valorizarão como um bom jogador, mas... não sei, não...

As vezes que durante o dia de hoje já me lembrei de um campeão pelo Sporting, na época de 1999/2000 e que em data recente perfez 45 anos...

Saudade de Ivone De Franceschi!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Direitinho p'ró Inferno!...


Vale tudo

«Quando me disseram há dias que ele criticava Frederico Varandas por deixar sair Montero - o mesmo jogador que despachou para a China em Janeiro de 2016, hipotecando o nosso campeonato desse ano - percebi que para ele vale mesmo tudo.

Não me admirava se o víssemos um dia destes como paineleiro no Porto Canal ou na BTV.»





E então como é com o Luís "Lampião" Agui(l)ar, acabará, tão certo como foi destituído, por ir... 

Direitinho p'ró Inferno!...

Leoninamente,
Até à próxima

Não compreender o óbvio!...



Em declarações à Rádio Renascença, Delfim, antigo médio campeão nacional pelo Sporting em 1999/2000 e membro da lista de Pedro Madeira Rodrigues, que foi derrotada nas últimas eleições, admite como inevitável uma futura saída de Bruno Fernandes, convicto no entanto que a esse facto corresponderá uma entrada de muitos milhõies nos cofres da SAD leonina.

«É inevitável que um jogador com esta qualidade, mais cedo ou mais tarde, tenha de sair. O Sporting tem um orçamento que não deve ser ultrapassado. Mantendo-se neste patamar, Bruno Fernandes receberá boas propostas para sair e o Sporting pode encaixar um valor histórico»

Recorde-se que o médio leonino tem contrato até 2023 e está blindado com uma astronómica cláusula de rescisão de €100 milhões, sabendo-se que decorrem apesar de tudo neste momento, contactos entre as partes, alegadamente no sentido de colocar os valores salariais auferidos pelo jogador em patamares compatíveis com o seu talento, compromisso, desempenho e importância no plantel leonino, a que acresce agora o seu indiscutível estatuto de capitão, não sendo de excluir, naturalmente, a hipótese de os dirigentes leoninos pretenderem do mesmo modo passar a cláusula de rescisão para um valor substancialmente acima do actual.

Mas, curiosamente, se quanto a Bruno Fernandes, Delfim não tem dúvidas sobre o facto de ele ser, hoje por hoje, peça fundamental na equipa de Marcel Keizer, o mesmo já não será verdade absoluta no caso de Nani. Entretanto transferido para o Orlando City, na sua opinião o extremo não fazia a diferença em campo.

«Entidade patronal e jogador chegaram a consenso. O Nani não é um jogador barato. Acrescenta mas não faz a diferença, como faz o Bruno. Assim, criaram-se condições para minimizar custos e abrir portas a um projecto que o jogador tinha em mente, pese embora ser um jogador à Sporting e muito querido pelos adeptos.»

Ora aqui está, finalmente, um sportinguista a emitir, sem peias, pruridos ou tergiversações, uma opinião carregada de realismo, frieza e racionalidade verdadeiramente leoninas...

Pode ser que estas desapaixonadas afirmações de um antigo campeão pelo Sporting, venham a ser a luz que ilumine a mente de tantos outros sportinguistas que teimam em continuar a...

Não compreender o óbvio!...

Leoninamente,
Até à próxima

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

A Frederico Varandas e à sua gente, a minha homenagem!...



Eu, Moi, Je, Álamo, sócio do Sporting, de forma ininterrupta, há mais de 25 anos - ostento com orgulho o cartão que o prova! -, e acompanhando o dia a dia do Clube e mesmo a sério há quase 20 - desde a fim da minha carreira profissional e na situação de jubilado, porque é assim que em Portugal é chamada - só em Portugal! - a gente importantre que se retira do trabalho activo e eu nunca me sentirei menos importante do que toda essa gente, a maior parte da qual com outra Justiça não gozaria a Liberdade que a minha Honra permite! -, venho aqui dizer a todos os sportinguistas, sem distinção de "credo ou religião", que não me lembro de nenhum Conselho Directivo democraticamente eleito pelos associados do glorioso Sporting Clube de Portugal, que tenha sido capaz de, em menos de dois meses - desde o início deste ano de 2019! -, justificar(?) o título que o jornal Record - outrora um desportivo em que os sportinguistas encontravam a ética, a isenção, o respeito, o profissionalismo e o jornalismo decente que hoje não encontram! -, entendeu "entregar numa bandeja escarlate onde deslizava um pequeno frasco de veneno fulminante", aos equilibrados, educados, elegantes, decentes, respeitadores, esforçados e deligentes dirigentes actuais de um Clube dos mais antigos de Portugal - sem trapaças!... 

Sporting 'despachou' mais de uma dúzia de jogadores desde o início do ano                                                  (LINK)





Por mim, minimamente conhecedor da torrente de lama e opróbio de caudal avassalador que não permitiu alternativa a quem hoje dirige os destinos do meu Clube a este inusitado "despachanço", fico à espera do R&C do exercício anual para saber se era humana, tecnica e desportivamente possível fazer melhor!...

Entretanto...

A Frederico Varandas e à sua gente, a minha homenagem!...

Leoninamente,
Até à próxima

Vê-lo pelas costas!!!...


Comunicado por Luc Castaignos

A Sporting Clube de Portugal – Futebol, SAD informa que chegou a acordo com o jogador Luc Castaignos, para a rescisão do seu contrato de trabalho.

A Sporting Clube de Portugal – Futebol, SAD deseja a Luc Castaignos os maiores sucessos pessoais e profissionais.

A rescisão apresentava-se com o único caminho para resolver o problema de um dos mais intrigrantes flops que aconteceram ao Sporting em toda a sua história. Luc Castaignos custou cerca de dois milhões e meio ao Clube num contrato por três anos mais dois de opção e nem um golo para amostra o avançado holandês marcou ao serviço dos leões.

Consta que estará de malas aviadas para o Sion, mas verdadeiramente importante para o Sporting será...

Vê-lo pelas costas!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

PUBLICIDADE