segunda-feira, 30 de novembro de 2020

Vasco Santos não quis ir de novo para a jarra!!!...


Aos que menos facilmente se deixam convencer pelo "sistema", eu deixo por aqui a ingénua pergunta: porque será que o VAR, interpretado hoje na Cidade do Futebol por, Vasco Santos - pois quem haveria de ser?! -, aos 3 segundos do vídeo acima, cujo 'frame' se reproduz na imagem abaixo, não deu ao árbitro Manuel Mota a indicação de que um defensor do Benfica, Gabriel Pires, abraçou e derrubou Lucas Áfrico em plena grande área, pelo que devia ter sido marcado penálti a favor do Marítimo, com a natural e regulamentar expulsão de Gabriel Pires?!...


Mas permitam-me que vos poupe energias... 

Vasco Santos não quis ir de novo para a jarra!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

A celebração a que já nos habituaram!!!...


No final do jogo de hoje à noite no Funchal...

A celebração a que já nos habituaram!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Toma lá e vê se aprendes!!!...


De nada terá valido ao pobre 'vermelhusco' ter andado de há muito a colocar likes na página do Pinóquio Gil! Crime muito maior parece ter sido validar o primeiro golo do Pote no sábado em Alvalade! Quais dúvidas sobre se a bola terá tocado, real e efectivamente, na mão, quais carapuças: na dúvida, contra o Sporting, invalida-se e pronto!...

Se tivesses cumprido as recomendações, Ruizinho, escusavas de ir para a jarra tantos meses!...

Toma lá e vê se aprendes!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

domingo, 29 de novembro de 2020

Vai uma aposta que foram estas as palavras de Amorim?!...



«Diálogo de Pote com Amorim deu sorte

Médio-ofensivo tinha acabado de acertar com estrondo na barra de Pasinato e ficou a ouvir as instruções do treinador

Costuma dizer-se que a sorte dá muito trabalho e talvez neste caso haja também um pouco mais do que mera fortuna. Do que não há dúvidas é que foi uma feliz coincidência: instantes antes de marcar o segundo golo do Sporting, Pote esteve junto à linha num interessante diálogo de pé de orelha com Rúben Amorim.

O médio-ofensivo tinha acabado de acertar com estrondo na barra de Pasinato e ficou a ouvir as instruções do treinador enquanto bebia água. A conversa deu sorte porque no momento seguinte Pote marcou mesmo, com um potente remate que enganou o guarda-redes do Moreirense...»

Vai uma aposta que foram estas as palavras de Amorim?!...

Leoninamente,
Até à próxima

Cada um à sua maneira!...


Reacções de 'velhos leões' a mais uma vitória do Sporting

O Sporting venceu ontem em Alvalade o Moreirense por 2-1 e continua a liderar o campeonato, agora com 22 pontos. Três dos mais fervorosos adeptos leoninos, afirmaram ao jornal Record

Domingos Castro, ex-atlético olímpico: "O melhor de tudo foi a vitória. A exibição não correspondeu ao lugar que o Sporting ocupa. Pedro Gonçalves é de excelência e parece-me um jogador à imagem de Bruno Fernandes. O Nuno Santos também esteve muito bem e os miúdos estão a agarrar a oportunidade".

Pedro Gomes, ex-jogador e treinador: «O Sporting ganhou bem e jogou melhor. No entanto, teve algumas dificuldades porque o Moreirense apresentou-se num sistema em que conseguiu travar os laterais. Continuamos na frente e na minha opinião temos a melhor equipa do campeonato."

José Eduardo, ex-jogador: "O jogo valeu muito pela 1ª parte e o Moreirense também confirmou o seu valor. Pedro Gonçalves e Nuno Santos estiveram em grande nível, contrastando com o Sporar, completamente desarticulado da equipa. A liderança parece segura, mas o Sporting ainda tem de melhorar. "

Contentes e satisfeitos, como todos os sportinguistas, mas...

Cada um à sua maneira!...

Leoninamente,
Até à próxima

"Presunção e água benta, cada qual toma a que quer"!...


Um sorriso de satisfação - se bem que amarelo! - misturado com outro bem diferente, de admiração - e de gozo, pela ainda recente presunção! -, 'obrigaram-me' a trazer para aqui o primeiro golo da sensacional reviravolta - de 2-0 para 2-3! - do MU em Southampton esta tarde!...

"Presunção e água benta, cada qual toma a que quer"!...

Leoninamente,
Até à próxima

Um 'pote de ouro' que o Leão encontrou!!!...


Uma capa que Pote merece e justifica em absoluto!...

Um 'pote de ouro' que o Leão encontrou!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

sábado, 28 de novembro de 2020

O futebol é mesmo assim!...


Há dias assim! O Sporting teve uma entrada para esquecer e nunca conseguiu impôr o caudal ofensivo a que nos vinha habituando. O Moreirense apareceu com a lição bem estudada em termos defensivos e com o auto-golo de Luís Neto logo aos 3 minutos, ainda que Pedro Gonçalves tenha, com alguma sorte, apenas cinco minutos depois reposto a igualdade, foi até ao final do primeiro e continuou até até meio da segunda parte, dizendo com clareza ao que vinha, com a "famosa táctica do pontinho", useira e vezeira em destruir as caminhadas para o título de tantos e tantos candidatos.

Mais uma vez porém, Pedro Gonçalves pareceu não estar pelos ajustes quando aos 75 minutos disparou um remate com o pé direito de fora da área com a bola a anichar-se nas redes junto à base do poste esquerdo de Pasinato que não pareceu ter ficado muito bem na fotografia.

As estatísticas do jogo reflectem muito claramente a justiça do resultado, mas ao Sporting de hoje não poderão ser cantadas as hossanas de outras exibições. Mas como antes já demos a entender, terão sido muitos os jogos como o de hoje que já afastaram o Sporting muitas vezes do título.

À excepção de João Palhinha, Nuno Santos e Pedro Gonçalves pelos dois golos felizes que marcou, todos os restantes leões não terão motivos para ter saído de Alvalade com a satisfação de terem feito o melhor ao seu alcance. Mas...

O futebol é mesmo assim!...

Leoninamente,
Até à próxima

Uma resposta à altura do Sporting!!!...


Após o último dérbi de futsal realizado no Pavilhão João Rocha esta sexta-feira e face ao empate alcançado, o credenciado e aplaudido treinador da equipa de futsal do Sporting Clube de Portugal, Nuno Dias, entendeu destacar a superioridade evidenciada pelos Leões durante a partida, atribuindo-lhes contudo o pecado único da falta de eficácia.

No meio da 'pequena decepção' que terá representado mais este quase crónico insucesso dos Leões perante o seu maior rival na modalidade, permitam-me destacar o remate do comentário às afirmações de Nuno Dias, produzido pelo Cherba, em A Tasca do Cherba, que subscrevo completamente, por me parecer reflectir, em grande parte, o sentimento dos sportinguistas amantes do futsal, perante mais esta 'escorregadela' do Sporting:

"As palavras de Nuno Dias estão repletas de verdades, mas há uma pergunta que um dia gostava de fazer-lhe e que ontem voltou a pairar-me na mente: há quantos anos defrontamos o benfica do Joel e há quantos anos levamos com uma equipa que prescinde da posse de bola para jogar no nosso erro? Há quantos anos nos mostramos atarantados por defrontar esse esquema onde ainda cabe o critério Largo dos árbitros no que toca a avaliar intensidades?"

Nuno Dias não é um treinador qualquer! Sendo a larga distância o mais titulado de todos os treinadores de futsal portugueses, deveria impôr a si próprio a recusa liminar de declarações deste tipo e, ao invés, preocupar-se seriamente com a questão colocada por Cherba, buscando afincadamente...

Uma resposta à altura do Sporting!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

sexta-feira, 27 de novembro de 2020

Fica para a próxima!...


Dois golos do capitão João Matos, evitaram a derrota no dérbi de futsal, ao final da noite no Pavilhão João Rocha, depois de o Benfica ter estado por três vezes em vantagem. Resultado final Sporting 3-3 Benfica.

Impressionante o equilíbrio neste duelo eterno entre duas das melhores equipas do mundo. O Benfica esteve a vencer por 3-2 até ao último minuto, mas João Matos, já no 5 para 4, alcançou o empate. O capitão bisou no encontro, o outro golo dos leões foi de Taynan. Para as águias marcaram Robinho, Arthur e Tayebi. Tudo igual na classificação com os dois rivais a manterem-se com os mesmos 31 pontos no topo da tabela.

Fica para a próxima!...

Leoninamente,
Até à próxima

São todos 'gandas leões'!!!...


No meio da benfazeja e esperançosa réstia de Sol com que Rúben Amorim e a sua gente vem alumiando de novo a grande nação leonina, sequiosa de vitórias e alegrias, nós, os adeptos sportinguistas, cometeremos, naturalmente e sem que essa seja a nossa intenção, algumas injustiças, todas as vezes que enaltecermos determinados acontecimentos num qualquer jogo, muito em particular os seus responsáveis directos por uma qualquer 'obra de arte' que acabe por conduzir a uma vitória das nossas cores e consequente alegria. Nada mais injusto!...

Se a nós próprios colocarmos a questão de saber qual, em toda a fantástica, harmoniosa e perfeita máquina que é o nosso corpo, será o orgão mais importante, cometeremos o mesmo erro se porventura nos lembrarmos de destacar, o coração, os pulmões, o fígado, os rins, o estômago e por aí adiante. Exactamente porque todos, mas mesmo todos, desde as unhas aos cabelos e passando pelos dedos mínimos dos pés um por um único dos nossos 32 dentes, todos são importantíssimos. Com uma equipa de futebol, passar-se-á a mesma coisa: todos os onze elementos em campo, são importantes, sempre que a equipa atinge um grau de excelência capaz de provocar o êxtase dos adeptos!...

E deverá ser aí que o bom jornalismo desportivo deverá intervir: lembrar aos adeptos, que sem 'carregadores de piano' nunca haverá concerto; sem assistências não haverá golos; e, para abreviar, sem solidez defensiva ou sem um grande guarda-redes não haverá vitórias!...

Vitor Almeida Gonçalves veio hoje lembrar-nos que nesta grande equipa do Sporting que Rúben Amorim estará a construir, será uma tremenda injustiça que a Nuno Santos não cheguem também alguns dos fumos do incenso que os sportinguistas parecem pretender queimar e derramar apenas sobre os marcadores do golos...

Nuno Santos terá sido uma extraordinária contratação do Sporting. Como outros, é certo, mas uma extraordinária aquisição do Leão de Alvalade. Porém, que o incenso chegue também aos nossos 'meninos da formação' e a todas as demais escolhas de Amorim. Porque todos juntos, apenas todos juntos e juntando o trabalho, o talento, a garra, a abnegação e a superação de cada um, será possível nós celebrarmos vitórias  e viver as alegrias que estamos hoje a viver.

Nuno Santos é um 'ganda leão'! É verdade, mas...

São todos 'gandas leões'!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Ah se o ridículo matasse!!!...


Absolutamente lamentável que, na linha dos mais baixos e soezes "trolhas" que, malfadadamente, inundam o futebol português, tenham vindo agora os actuais dirigentes e responsáveis do Grupo Desportivo Fabril do Barreiro, "carroceiros de uma caravana" que se mostra indigna dos caminhos trilhados por honrosas tradições da instituição que esteve na sua origem, lançar o insulto e a provocação sobre a centenária e honrada instituição que é o Sporting Clube de Portugal, cujo único crime terá sido recusar caminhos que as leis e determinações em vigor liminarmente impedem que sejam trilhados...

Ah se o ridículo matasse!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Muito obrigado a quem deste modo está grato!...


A um Deus conhecido

«John Steinbeck escreveu o livro ‘A um Deus desconhecido’. Na história, Joseph Wayne parte para a Califórnia, onde se davam terras para atrair quem fosse povoar o território, então, quase deserto, e apaixonando-se pela sua nova morada faz amor com ela. Diego Armando Maradona não precisou de mudar de vida nem de morada, nasceu em Buenos Aires e ali fez da bola a sua amante eterna, tocava-lhe com o carinho que a adocicava, fazia também amor com ela numa ligação profunda de osmose perfeita.

A sua morada, a sua felicidade, o seu prazer, a sua plenitude era em campo. "Tragam-me uma bola, assim posso mostrar que estou bem", disse uma vez. Para mim, Maradona é o melhor futebolista de todos os tempos. Nasceu com o dom dos eleitos, o talento corria nas suas veias, a magia habitava na sua alma. Era um predestinado. No corpo de um simples terrestre residia alguém condenado ao Olimpo.

A "mão de Deus" contra a Inglaterra foi mais uma pincelada nesse sortilégio do legado de um artista que se tornou uma lenda. Era rei para os argentinos, mas soberano imperador em todo o mundo que ama o futebol. E onde senti a relação umbilical de uma comunidade com um Deus foi em Nápoles. Há 20 anos, de férias, cheguei à estação central de comboios e logo deparei com fotos, postais, galhardetes, pósteres da sua imagem por todo o lado. Espalhados pela fabulosa cidade voltada para a maravilhosa baía e namorada pelo Vesúvio, vi altares, cabelos do astro em exposição pública, murais, arte de rua, numa fusão esfuziante de fé e gratidão a quem pôs o clube da terra no patamar mais alto do Calcio.

E ficou célebre o que disse em italiano no momento em que chegou: "Buona sera napolitani. Sono molto felice di essere con voi."Naquele dia nasceu a adoração, os títulos criaram a religião. Sim, Maradona era um de nós. De todos os que vibram com o desporto-rei e as proezas das suas estrelas. Além disso, era rebelde, não se vergava a poderes e expunha com coragem a hipocrisia e corrupção, nomeadamente, da FIFA. Gostava de pessoas (algumas nada unânimes) e defendia causas. Tinha defeitos condenáveis – e que sentenciaram a sua morte prematura – porém, eram as imperfeições que lhe davam a proximidade e simpatia do homem comum.

Todos assistimos, como numa frase de um dos grandes filmes da história do cinema, ‘Les Diaboliques’, de Henri-Georges Clouzot, à sua "transformação em ruínas". Ao contrário do livro de Steinbeck, Diego Armando Maradona era um Deus conhecido. O "mais humano dos deuses", como afirmava Eduardo Galeano. Todos o conheciam no seu esplendor e na sua miséria. Todos vibraram com ele, todos sorriram com ele, todos torceram por ele, todos choraram com ele e por ele. Guardemos o seu melhor, o seu encantamento, em campo com uma bola, e só nos resta dizer muito obrigado por tudo Diego Armando Maradona.

PS: Parabéns pelos 71 anos do Record e foi um gosto ler ontem uma boa edição carregada de publicidade e agradecer ao Miguel Oliveira, pois ele nem sabe como a sua vitória – bem como outras do Desporto português – dá tanta alegria a um País que está triste.»

Texto escrito com a antiga ortografia

Muito obrigado a quem deste modo está grato!...

Leoninamente,
Até à próxima

quinta-feira, 26 de novembro de 2020

Oxalá!!!...



Zouhair Feddal em entrevista ao jornal Sporting falou sobre os primeiros meses no clube, mostrando grande vontade em corresponder à dimensão do Clube de Alvalade.

«O balanço que faço é muito positivo. Desde o primeiro momento que me receberam muito bem e a verdade é que estou muito, muito feliz e estou cada vez mais convencido de que acertei ao vir para este grande clube», começou por dizer, acrescentando a seguir:

«Eu já sabia o que era o Sporting, mas quando cheguei aqui dei conta de que é gigante. Um gigante que esteve muitos anos adormecido, mas espero que com a qualidade que há no plantel, possamos conquistar coisas importantes e dar alegrias aos sportinguistas.»

Feddal falou depois sobre Rúben Amorim: «É um treinador jovem, com muita vontade de crescer e de vencer. Estou convencido de que vai ser um grandíssimo treinador. Oxalá que nós também o possamos ajudar a que consiga conquistar os seus objectivos, que obviamente também são os nossos.»

Oxalá!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Aguardemos, serenos e confiantes!...


O histórico recente de todos os alvos recomendados por Rúben Amorim parece constituir para os responsáveis de Alvalade a garantia necessária e suficiente para que todos os esforços sejam desenvolvidos no sentido da contratação de mais este, em que de novo o técnico leonino terá colocado a sua convicta chancela!... 

Tudo apontará portanto, a concretizar-se este novo "affaire", que uma boa parte das necessidades defensivas do plantel leonino para a fase crucial das únicas competições que terá pela frente até final da temporada, Liga e Taça de Portugal, poderá vir a ser colmatada a contento dos desejos expressos por Rúben Amorim, constituindo tal facto, naturalmente, uma garantia extra de consolidação das cada vez mais fortes e fundadas esperanças da grande nação sportinguista...

Aguardemos, serenos e confiantes!...

Leoninamente,
Até à próxima

quarta-feira, 25 de novembro de 2020

A outros rebentam-lhes os lábios!...



E o sorteio da 4ª eliminatória da Taça de Portugal 2020/21, há pouco realizado na Cidade do Futebol, ditou que o Sporting CP receberá o FC Paços de Ferreira em Alvalade, com o jogo a dever realizar-se na sexta-feira 12 de Dezembro.

Uns comem os figos... 

A outros rebentam-lhes os lábios!...

Leoninamente,
Até à próxima

RIP Diego Armando Maradona



Os génios são eternos!...

RIP Diego Armando Maradona

Leoninamente,
Até à próxima

Quem não desejaria?!...


Dentro ou fora?

«O registo das claques Juve Leo e Directivo, junto da APCDV, foi definitivamente cancelado, passado que foi um ano sobre a suspensão do mesmo.

Significa isto que tais claques não são consideradas GOA (Grupos Organizados de Adeptos) e, consequentemente, não podem beneficiar de qualquer apoio por parte do clube.

Face ao comportamento recente daquelas claques – nunca esquecerei a tocha de fumo negro mandada para cima do coitado do Luís Maximiano, ou o ‘Varandas Out’ em Trondheim – esta decisão da direcção do Sporting foi mais do que justificada.

Com efeito, por força de diversas circunstâncias históricas, o papel de apoio que as claques era suposto desempenharem – e, reconheça-se, no Sporting, faziam-no bem – perverteu-se e transformou-se em centros de negócios ilícitos, agências de emprego, moços de recados, espaços de conspiração política, instrumentos de intimidação e poderes paralelos.

Deu no que deu.

A actual conjuntura sanitária, que excluiu as assistências no futebol, tem, de algum modo, marginalizado este problema.

Só que, quando voltarem os adeptos ao estádio, haverá que definir o papel destas claques, porque, GOA’s ou não, aquilo que andaram a fazer no passado recente, em Alvalade, é, pura e simplesmente, inadmissível e irrepetível.

Eu acho que compete às claques escolher de que lado é que querem ficar, à porta do recinto ou dentro dele. Se optarem pelo segundo, têm, inevitavelmente, de percorrer um longo caminho das pedras, qual seja o de convencer os sportinguistas que são capazes de se regenerar e voltar a ser aquilo para que foram criadas. E, claro, penitenciar-se pelos desmandos cometidos, de que Alcochete foi a página mais negra.

Eu não acredito em insubstituíveis, e se a Juve e o Directivo não quiserem mudar de rumo, outros virão para as substituir. Quem se lembra do que era o ambiente de festa, no Alvalade antigo, nos anos oitenta, com a música dos Vapores do Rego e a animação das bandeiras, não pode deixar de sentir mágoa por uma coisa tão bonita se ter deixado estragar.

Pessoalmente, gostava de ver a Juve Leo de volta a Alvalade, mas, para tal, tem de mudar de vida, de hábitos e excluir muita gente que se serve dela.

Serão capazes?»

Perdoar-me-á Carlos Barbosa da Cruz o meu profundo cepticismo acerca da possibilidade de alguma vez uma "primavera marcelista" poder vir a substituir o verdadeiro e necessário "movimento das forças armadas" que exigirá o "estado a que essas claques chegaram"! Quando um tecido apodrece, serão sempre tempo e trabalho perdidos todas as tentativas de remendá-lo!...

Agora, apreciar um 'fato novo' que nos fizesse lembrar os gloriosos e inesquecíveis "anos oitenta do velhinho Alvalade"...

Quem não desejaria?!...

Leoninamente,
Até à próxima

Um estado dentro de outro estado!!!...


Sempre a "malhar", o Benfica! Como diriam os brasileiros, 'aquilo' já não será hoje propriamente um clube, antes se assemelhará mais a um riquíssimo "ginásio de malhação". (ler aqui na íntegra a extensa notícia e desenvolvimento)

Entretanto as contas da SAD Vermelha passam pelas malhas da CMVM e pelas AGs do clube e da SAD, por unanimidade, como cão por vinha vindimada!...

Razão terá o New York Times! É fartar vilanagem...

Um estado dentro de outro estado!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Destruindo os mitos!!!...


E cá vamos, "jogo a jogo", serenos e tranquilos, com ganas de acabar com a  caçada e...

Destruindo os mitos!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Façam isso por nós, Leões!!!...


E depois da 'bonita festa do Jamor', será hora de voltar a assentar os pés no chão e continuar a outra 'história bonita' que os nossos leões, "jogo a jogo", têm vindo a escrever por todos nós e para todos nós, adeptos do glorioso Sporting CP!...

O quadro acima já está preparado para receber no sábado à noite o único resultado final que o nosso sportinguismo admite e tanto deseja...

Façam isso por nós, Leões!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

terça-feira, 24 de novembro de 2020

A menos que acredite em milagres!...


Seja em Oeiras, em terras de sua majestade ou mesmo na China, um ponta de lança só terá uma forma de alcançar o sucesso: fazer durante noventa e tal minutos o que Pedro fez ontem nos escassos 20 e poucos minutos que Rúben Amorim lhe concedeu!...

A menos que acredite em milagres!...

Leoninamente,
Até à próxima

Vamos Leão, pois então!!!...


Vamos Leão, pois então!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Porque será???!!!...


Provável regresso de Pote no sábado em Alvalade
Médio foi ontem reavaliado pelo departamento clínico leonino

Apesar do Sporting ter anunciado a ausência de Pote do encontro com o Sacavenense, os leões, para além de parecerem não ter sentido a falta do artilheiro da equipa, acabaram também por receber... uma outra boa notícia. Com efeito, Pote não entrou na convocatória devido a um traumatismo no joelho direito, sofrido num dos treinos do fim de semana, e foi ontem reavaliado pelo departamento clínico leonino que, de acordo com informações já divulgadas, lhe diagnosticou apenas uma contusão. Desta forma, ao que tudo indica, o médio-ofensivo poderá ser opção para o jogo com o Moreirense, no sábado, no regresso do campeonato.

Parafraseando um seu antigo treinador, "Pote nunca está doente"! Mas, curiosamente ou talvez não, parece ser esse o clima que, hoje por hoje, os adeptos sportinguistas começam a sentir como imagem de marca do seu Sporting: ninguém se cansa ou fica doente!...

Porque será???!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

"Esperemos para ver"!...


Que me perdoe Brian Laudrup, um dos autores do site Lateral Esquerdo, mas eu tinha que fazer 'tudo' para que este seu fabuloso texto pudesse ficar para sempre no histórico de Leoninamente. Para tal, não me bastaria o processo mais elegante que seria deixar por aqui o respectivo link. Julgo que me perdoará este  abusivo 'prtScrn' que por aqui vos deixo, naturalmente com a devida vénia. Mas sendo por uma boa causa, vamos aceitar o seu repto final e...

"Esperemos para ver"!...

Leoninamente,
Até à próxima

O caminho faz-se caminhando!...


Para quem julgue que o Sporting, na noite passada, apenas goleou no Jamor, por aqui deixo a notícia de que antes dos acontecimentos do estádio nacional, outra leonina goleada terá acontecido, frente a todos aqueles que julgam não ser possível união dentro do Sporting!...

O caminho faz-se caminhando!...

Leoninamente,
Até à próxima

segunda-feira, 23 de novembro de 2020

Lá estaremos em Alvalade!...


Se houve Taça esta noite no Jamor, ela pareceu reservada para os últimos minutos do encontro, com os estreantes Pedro Marques - com bis e tudo! - e Gonçalo Inácio, a deixarem a sua marca na goleada imposta ao Sacavenense. Antes desse epílogo alucinante, o Sporting não foi em 'facilitismos', selando a sua natural superioridade com golos, muitos e bonitos golos. O único lance displicente, protagonizado por Matheus Nunes, acabou por resultar no tento de honra que os homens de Sacavém fizeram por merecer.

Sábado às 20:30 o Sporting receberá o Moreirense no regresso da Liga...

Lá estaremos em Alvalade!...

Leoninamente,
Até à próxima

Estão proibidos os 'facilitismos'!...


"Vencer o Sacavenense é o primeiro passo para chegarmos ao Jamor", afirmou e bem Emanuel Ferro no lançamento desta 3ª eliminatória da Taça de Portugal, que será disputada logo à noite no Jamor...

Estão proibidos os 'facilitismos'!...

Leoninamente,
Até à próxima

domingo, 22 de novembro de 2020

Tantos milhões e tão parca produção!...


«O Sporting contabiliza, esta época, um total de nove jogadores emprestados a outros clubes. Todos eles foram nomes riscados por Rúben Amorim e, por essa razão, acabaram arredados do plantel da equipa principal. Assim sendo, a direcção leonina liderada por Frederico Varandas olha para estas cedências como uma verdadeira montra de valorização.

A intenção, em todos os casos, será que os jogadores somem minutos nos respectivos clubes e desta forma aguçar o apetite de outros emblemas que estejam financeiramente mais disponíveis para uma contratação a título definitivo. 

No entanto, há ainda outros casos em que os clubes que receberam os jogadores cedidos pelos leões asseguraram uma cláusula de compra de baixo valor.

Vamos analisar caso a caso. 

Rodrigo Battaglia

Chegou a ser peça incontestável no Sporting, aquando a passagem de Jorge Jesus por Alvalade, mas as lesões acabaram por lhe retirar espaço e ritmo para voltar a impor-se no onze titular. Foi emprestado ao Alavés e chegou a afirmar que precisava de sair para jogar mais, sublinhando também que não foi difícil aceitar o desafio de jogar na La Liga.

Ora, até ao momento, a aventura de Battaglia em Espanha parece estar a correr bem. O médio argentino soma nove jogos em outros tantos possíveis e apenas numa ocasião não completou os 90 minutos. O Alavés, refira-se, tem uma cláusula de compra avaliada em cinco milhões de euros.
Valor de mercado: 4,5 milhões de euros

Valentin Rosier 

O lateral francês havia chegado a Alvalade no Verão de 2019, mas nunca chegou a convencer adeptos e... treinadores. Rosier mudou-se, então, para a Turquia e tem alinhado pelo Besiktas. Chegou lesionado, demorou a adaptar-se, mas nos últimos três jogos já foi titular e até contribuiu com uma assistência. 

O contrato de empréstimo não contempla uma opção de compra, mas os turcos já pensam na contratação definitiva de Rosier e ponderam avançar com uma proposta formal de cinco milhões de euros.
Valor de mercado: 4 milhões de euros

Idrissa Doumbia

Doumbia também não convenceu Rúben Amorim e, tal como Battaglia, mudou-se para Espanha. No Huesca soma apenas um minuto de jogo, algo que se explica por ter estado lesionado numa fase inicial da época. O Huesca assegurou uma opção de compra de 10 milhões de euros, mas dificilmente irá accioná-la se as coisas não começarem a correr melhor. 
Valor de mercado: 4 milhões de euros

Abdoulay Diaby

Ao contrário do que aconteceu na última temporada, na qual brilhou no Besiktas a título de empréstimo, a nova cedência de Diaby não está a correr bem. Com a camisola do Getafe soma apenas 17 minutos contabilizados num só jogo. O emblema espanhol tem opção de compra de cinco milhões de euros.
Valor de mercado: 4 milhões de euros

Jospic Misic 

Misic também não conseguiu um lugar no plantel do Sporting e regressou a Croácia pela porta do Dínamo Zagreb. Até ao momento, o médio de 26 anos está sem qualquer jogo nas pernas por conta de uma lesão na virilha.
Valor de mercado: 3 milhões de euros

Eduardo Henrique

Eduardo perdeu espaço no Sporting após a saída de Silas e foi colocado no mercado. Rumou ao Crotone de Itália, mas ainda não se afirmou no onze. Soma dois jogos na Serie A na condição de suplente utilizado e uma titularidade na Taça de Itália. O Crotone tem opção de compra avaliada em quatro milhões de euros.
Valor de mercado: 2,4 milhões de euros

Matheus Oliveira 

O médio brasileiro não conta, há muito tempo, para o plantel principal do Sporting e no Verão regressou ao Brasil para vestir a camisola do Coritiba. Soma três jogos disputados, sendo que nos dois últimos já alinhou de início.
Valor de mercado: 1 milhão de euros

Pedro Mendes

O jovem ponta de lança formado em Alcochete não convenceu Rúben Amorim e também rumou ao futebol espanhol, mas para jogar no segundo escalão. Assinou pelo Almería, equipa orientada pelo português José Gomes, e tem entrado em alguns jogos, sendo que ainda não marcou qualquer golo ao fim de 177 minutos.
Valor de mercado: 500 mil euros

Carlos Jatobá 

Jatobá está nos quadros do Sporting, mas nunca chegou a vestir a camisola leonina. Depois de ter estado emprestado a Atlético Goianense e Brasil de Pelotas, seguiu-se a vez do Clube Regatas do Brasil. Tem jogado com regularidade na equipa da Serie B e acumula um total de 30 jogos em 2020.
Valor de mercado: 100 mil euros»

Considerei bastante interessante esta actualização feita pelo jornalista Francisco Amaral Santos, do site DesportoAoMinuto. Será uma das poucas vias à disposição dos adeptos sportinguistas, que lhes poderá permitir avaliar da assertividade e da justiça do empréstimo deste nove elementos que, em conjunto, representariam um apreciável custo para o Sporting, sem que dele resultasse o desejável rendimento desportivo. Teria sido excelente que tivessem sido acompanhados pelo grupo que por cá ainda ficou e que se espera possa seguir destino idêntico já em Janeiro próximo...

O Sporting não se pode dar a estes 'luxos', que ultrapassam, só neste caso, os 23 milhões de euros!... 

Tantos milhões e tão parca produção!...

Leoninamente,
Até à próxima

E que se meta ao forno o que for para assar!...


Já por aqui alertei inúmeras vezes que "quando a esmola é grande, deverá o 'pobre' desconfiar". Além de que da Travessa da Queimada, nunca, mas mesmo nunca, poderá vir "nem bom vento, nem bom casamento"! E esta quase alucinada insistência por parte de toda aquela "insuspeita gente" em Matheus Reis, causa-me uma incómoda e preocupante "pele de galinha"! Parafraseando o nosso Presidente, embora mantendo sempre as aconselháveis e naturalmente devidas distâncias, "os bandidos serão sempre bandidos"!...

Pois então que se acabem com as "cozeduras prévias"...

E que se meta ao forno o que for para assar!...

Leoninamente,
Até à próxima

Muito grato e reconhecido pela atenção que me puder dispensar!...


O senhor Presidente da Federação Portuguesa de Futebol desculpe o tempo que eventualmente lhe possa roubar da sua tão nobre e árdua missão, mas permita-me colocar-lhe uma tão simples quanto inocente pergunta:

Recordar-se-á por acaso o senhor doutor Fernando Gomes da gaveta em que colocou os resultados do estudo que solicitou oficialmente aqui há uns anos largos a um grupo de historiadores da Universidade de Coimbra, no sentido de saber se ao Sporting Clube de Portugal e a todos os outros clubes que tiveram a honra e a glória de se sagrarem vencedores dos Campeonatos de Portugal antes dos mesmos se passarem a designar de Campeonatos Nacionais da I Divisão, deverão ser atribuídos os títulos de campeões nacionais?

Muito grato e reconhecido pela atenção que me puder dispensar!...

Leoninamente,
Até à próxima

sábado, 21 de novembro de 2020

Eu estou descansado!...


Então até amanhã e bom descanso para todos...

Eu estou descansado!...

Leoninamente,
Até à próxima

E o que tiver de ser... será!!!...


Matheus Reis poderá estar nos planos do Sporting
Defesa parece agradar bastante a Amorim por jogar à esquerda, seja como lateral ou terceiro central e estará, muito provavelmente, livre em Janeiro

«Matheus Reis interessa ao Sporting. O brasileiro, de 25 anos, está em final de contrato com o Rio Ave, fica livre para assinar por outro clube a partir de Janeiro e está muito bem referenciado em Alvalade. Segundo Record apurou, o defesa faz parte de uma lista de potenciais reforços na perspectiva do final da época, embora não esteja totalmente colocada de parte uma tentativa de acordo na janela de Inverno. Neste cenário, os leões teriam de compensar o Rio Ave, mas tudo dependerá de como o próprio mercado evoluir, pois o plano A é preparar terreno para 2021/22.

Matheus joga preferencialmente como lateral-esquerdo mas pode, também, actuar numa linha de três centrais, a fechar sobre o mesmo flanco, razão pela qual agrada a Rúben Amorim. De acordo com as informações recolhidas pelo nosso jornal, o técnico do Sporting gosta das características de Matheus Reis e entende que poderá ser solução para dois lugares, isto numa perspectiva de médio prazo. Nuno Mendes, como é público e reconhecido, tem muito mercado e figura na agenda de alguns tubarões europeus como o Manchester United. Feddal foi contratado ao Betis, mas Gonçalo Inácio é nesta altura a única alternativa de raiz como central mais à esquerda, uma vez que Borja é um lateral adaptado a essa função.

Sondado pelo FC Porto no Verão, Matheus Reis foi formado no São Paulo e chegou a Portugal em 2017/18 para jogar no Moreirense. Em 2018 transferiu-se para o Rio Ave, onde continua, agora em final de contrato e em litígio com o clube. Pretendido pelo Olympiacos, Matheus Reis terá recusado jogar com o V. Guimarães em finais de Setembro, tendo sido suspenso e alvo de processo disciplinar. Continua à parte e a trabalhar com a equipa B.»

Longe parecem ir os tempos em que o Sporting Clube de Portugal se apresentava perante qualquer janela de mercado, sempre de mãos atadas e dependente, tanto de inadiáveis necessidades, assoberbadas pelas suas próprias limitações técnicas e financeiras, quanto da exigente e inenarrável gula dos detentores dos passes dos jogadores sobre quem tivesse a desdita de se mostrar interessado!...

Com um plantel consistente e equilibrado e sem a premência de resolver para ontem eventuais necessidades de amanhã, o Sporting parece estar hoje, final e definitivamente confiante na competência, argúcia e eficácia dos seus quadros de scouting e recrutamento, para conseguir inverter a quase totalidade dos factores que antes se lhe apresentavam, reiteradamente, desfavoráveis.

Este caso de Matheus Reis será, decisivamente, paradigmático. O jogador será, em primeiro lugar, do agrado de Rúben Amorim - condição "sine qua non" hoje e felizmente em vigor no Clube! -, e todas as circunstâncias que rodearão a sua presença no plantel vilacondense, apontarão, ou para uma "negociação decente" já no próximo mercado de Inverno, ou para a sua contratação a "custo zero" para a próxima janela de mercado de Verão, afastado que se apresenta qualquer espectro especulativo, por parte da figura de "terrível negociador" a que nos vinha habituando o presidente do Rio Ave, a quem o "realismo da situação" coarctará  as suas habituais e obscenas exigências.

Para absoluta tranquilidade e satisfação dos adeptos sportinguistas, que diferença entre esta notícia de hoje publicada no jornal Record, alicerçada e consubstanciada em factos, e as especulações com a habitual "carga negativa"  para o Sporting, dadas à estampa sobre esta mesma matéria, por outros mensageiros que há muito conhecemos de ginjeira!...

E o que tiver de ser... será!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Sem apelo nem agravo!...


A superioridade táctica inequívoca dos dragões no segundo tempo,  ditou a  incontornável derrota dos leões...

Sem apelo nem agravo!...

Leoninamente,
Até à próxima

sexta-feira, 20 de novembro de 2020

Glória às vencedoras, honra às vencidas!...



Glória às vencedoras, honra às vencidas!...

Leoninamente,
Até à próxima

O nosso aplauso para quem continua a caminhar!...


Nenhum adepto sportinguista ousará prever hoje os resultados que no futuro poderão vir a ser alcançados pelo Sporting, com o extraordinário e gigantesco esforço de superação que os actuais dirigentes leoninos vêm levando a cabo, no sentido de apetrecharem o Clube com o que de melhor, em termos de talento e perspectivas de futuro, vai surgindo por esse país fora. Porém, "o caminho apenas se fará se caminharmos",  e daí...



O nosso aplauso para quem continua a caminhar!...

Leoninamente,
Até à próxima

A vida ensina quem ama sem impôr condições!...


Ao contrário do que muitos possam pensar, compreendo e respeito o sentimento do autor deste postal em NGB, Shadows...

A vida ensina quem ama sem impôr condições!...

Leoninamente,
Até à próxima

Valha-lhes São Amorim!!!...


Se ousássemos cometer o erro de fazer fé naquilo que vemos escarrapachado por aí em certos jornais e por certos jornalistas, infelizmente sublinhado por alguns sportinguistas menos atentos à dura realidade com que se debate o Sporting - e não só meus amigos, e não só! -, julgaríamos estar a pouco mais de um mês de assistir ao jorrar de nova avalanche de jogadores em Avalade: dois ou três centrais, um lateral direito e, quem sabe, mais um ou mesmo dois pontas de lança!... 

Tornam-se demasiado óbvios os objectivos perseguidos por toda essa gente, com o jornal A Bola destacado na liderança, numa estúpida tentativa de afectar uma das vertentes que mais terá contribuído para a actual e firme liderança dos leões na tabela classificativa da nossa liga. Incomoda-os tanto tal facto, que partem à desfilada em desordenadas e inventadas fugas para o abismo em que desejariam ver o Sporting, sem o mínimo de credibilidade, sustentação ou confirmação do Clube, que o mesmo será dizer, dos seus responsáveis. E nem as declarações precisas e concisas de Rúben Amorim sobre a matéria, lhes arrefecem os exaltados ânimos ou impõem a séria, honesta e eticamente recomendável reserva que deveria ser sempre a sua sagrada praxis, para mais atravessando o mundo, o desporto em geral e o futebol em particular, algo de tão dramático quanto imprevisível como esta terrível pandemia que a todos envolve, mas perante a qual mostram uma tão mesquinha quanto estúpida e animalesca indiferença.

Valha-lhes São Amorim!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

quinta-feira, 19 de novembro de 2020

Um abraço a Rui Calafate!...


Quem falhou no Benfica

«Se no início da época as expectativas entre os adeptos leoninos eram baixíssimas, nas hostes do principal rival a confiança era total. Viam regressar um dos mais titulados técnicos encarnados (apesar de não ser uma unanimidade pois muitos nunca lhe perdoaram a traição do salto de lado da Segunda Circular), robustecido por uma epopeia de conquistas no Brasil e ainda por cima Vieira decidia abrir os cordões à bolsa para ter mais garantias de sucesso em ano de eleições, como se um cheque gordo fosse sinónimo de vitórias certas. Mas, entretanto, a máquina gripou.

Para tapar a crise e uma série de maus resultados e golos sofridos, começa já a falar-se com sofreguidão do mercado de Inverno. Foi esta semana o país desportivo bombardeado com títulos como "um líder a caminho da Luz" ou "pode ser o patrão da defesa". Refiro-me, naturalmente, a Lucas Verissimo sobre o qual se está a montar mais uma novela tipo Cavani sem que seja seguro constatar um final feliz.

Cabe, porém, a qualquer pessoa atenta e racional perguntar, o que pensarão destas noticias dois centrais internacionais de créditos firmados, titulares nas suas selecções, como Otamendi e Vertonghen? Se o brasileiro era o tal patrão desejado porque não o adquiriram logo no início da temporada? Aí voaram rapidamente quase 100 milhões de investimento numa equipa que já mostrou várias vezes estar quase moribunda e que oscila actualmente entre o terror do aborrecimento da fase terminal de Rui Vitória e o pânico do desespero dos últimos dias de Bruno Lage.

Jorge Jesus vinha para ganhar fácil, fácil. Jogar o triplo, arrasar sem dó nem piedade e com nota artística. Contudo, é com surpresa que se tem visto uma águia inofensiva, depenada de talento, garra e que não voa alto como os benfiquistas ambicionavam. E assim se abre uma fissura na reputação do mestre da táctica, que eu muito respeito e admiro (e ele sabe disso), e é um pesadelo a falta de organização e dinâmica de um exército que nem parece ser treinado por ele. Logo, o buraco não é só no centro da defesa, não é Lucas Veríssimo o cimento para o tapar, é colectivo e só compete ao treinador alterar o estado da arte.

Recordo que no Verão alguns jornais afirmaram que Jorge Jesus não se queria reforçar com jogadores que já tivesse treinado. Não sei se é verdade, mas duvido. Jesus tem paixão pelo jogo, fome de títulos, ânsia por se perpetuar na galeria dos melhores treinadores portugueses de sempre.

Por isso dar-lhe-ia muito jeito lá para trás um Ruben Semedo, um 6 como William Carvalho e um 8 com a classe e inteligência táctica de João Mário, três jogadores que atingiram o máximo pelas mãos do amadorense. E o curioso é que todos eles podiam neste momento ter a águia ao peito, só que o Benfica não quis ou não teve engenho para os seduzir, mas com este trio tudo seria diferente. Num momento de crise que não deixa a nação benfiquista tranquila, é evidente que há erros de planeamento e lacunas que urgem ser remediadas. Mas importa também saber quem falhou no mercado de Verão, pois Jorge Jesus não pode ser o Cordeiro de Deus pronto para ser sacrificado para salvar os pecados de alguns incompetentes.»

É o delírio nas bancadas do estádio onde diariamente se joga o Leoninamente, quando um sportinguista, sem nada de mal para dizer do Sporting, queima o seu tempo e compromissos a 'desancar no Benfica'!...

E quando esse sportinguista é Rui Calafate, então os leões saltam da sua cómoda cadeirinha para aplaudir, racional e leoninamente de pé!...

E ninguém me pretenda convencer que na origem de tudo isto, não estará o "desastre comunicacional" que foi o JJ ter vindo dizer que "vinha para arrasar e para jogar o triplo"! Coitado do pobre Varandas, se algum dia, há poucos ou muitos dias, tivesse caído na tentação de dizer o mesmo. Acho que nem para o Hospital Militar, enormes, gigantescas e ululantes vagas dos habituais e conhecidos manifestantes o deixariam ir!...

Desta vez, deixem-me dizê-lo, ainda que eu jure a pés juntos que será a última - obviamente a fazer figas com as mãos atrás das costas! -, quer-me parecer que a "culpa será mesmo do Sporting". Acho que o Paulo Bento sempre teve razão! Quando por numa rara conjugação dos astros, as "más línguas" entorpecem como se tivessem comido um cesto de diospiros, ainda no estado das uvas da velhaca da raposa, quando aos cronistas e  mais especialistas do todos os mitos que pelo Natal costumam germinar e medrar à volta de Alvalade se lhes enregelam as mãos sobre as teclas, e quando o "correiodamanha", acossado por todos os lados e sem tempo de sequer colher as inúmeras tempestades que semeou e nem de tempo dispõe para olhar para o Sporting, a tranquilidade acaba por fazer o que nem o sangue, o suor e as lágrimas alguma vez terão conseguido! E olhem que já perdi a conta às vezes que foi tentado!...

E logo agora que parecemos estar perante o estranho espectro de ser um benfiquista a roubar o Natal ao Benfica! Ai Costa, Costa, então ísso faz-se ao "nosso querido clube"?!...

Um abraço a Rui Calafate!...

Leoninamente,
Até à próxima

PUBLICIDADE