quinta-feira, 7 de julho de 2016

O meu aplauso e homenagem a José Navarro de Andrade


«Numa lendária final da NBA faltavam 7 segundos para acabar o jogo e o treinador dos Celtics pediu "time out". Só havia tempo para uma jogada, se os Celtics marcassem eram campeões, se não, perdiam o jogo e o campeonato. O treinador começou a dar a táctica para a jogada final mas Larry Bird disse: "não há cá esquemas, passem-me a bola que eu marco." No regresso à quadra Bird avisou o adversário que o marcava: "vou receber a bola e encestar." Passaram-lhe a bola, ele encestou e foi campeão.
O Larry Bird que se foda, como agora se diz, isto é Cristiano Ronaldo.»
(José Navarro de Andrade, in ÉS A NOSSA FÉ)

Sei que será tempo perdido qualquer tentativa que faça para encontrar noutras "galáxias" sóis que, como este, iluminam este planeta verde e diferente que é o Sporting Clube de Portugal!...

O meu aplauso e homenagem a José Navarro de Andrade

Leoninamente,
Até à próxima

1 comentário:

  1. Caríssimo:
    Como antigo jogador de basquetebol e fã de sempre dos Celtics, principalmente dos tempos de Byrd, McHale e Parrish, e dos grandes duelos com os Lakers, foi bom recordar esta história, que já conhecia.
    Quando há grandes jogadores, há sempre uma solução.
    Foi bom ver que jogar de verde, em Lyon, ajudou.
    Grande Abraço
    José Lopes

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE