sexta-feira, 29 de julho de 2016

A "arte" de Jorge Jesus enerva muita gente!...



Eu sei que sou um treinador diferente. Isto é arte!...


É claro que me sinto satisfeito. Não é a primeira vez que a 'Four Four Two' me coloca entre os melhores treinadores do mundo. O ano passado era 15.º, agora passei para 10.º. Cada vez mais a responsabilidade é maior. Não direi que estou a meio, mas ainda faltam muitos anos para a minha carreira terminar. Cada vez quero ser melhor. Essa é a minha responsabilidade. [...]

Sei o meu valor. Sei que tenho sido importante, não só para os clubes onde trabalho, mas também para criar ideias novas para o futebol. Esta distinção dá-me algum prestígio, porque valoriza a minha carreira, que ainda tem muito para conquistar. [...]

Este prémio é sinonimo da forma como eu treino. O treinador é um pouco como o jogador. Para seres treinador tens que ter arte, cada um cria a sua. A maior parte daquilo que é o jogo é a ciência de cada um, tal como um jogador. Criei vários momentos do que é a estratégia de jogo que há 20 anos não existiam e hoje toda a gente os faz. Pelo menos de bola parada. Exemplo disso são os jogadores que trabalham comigo. Eles dizem que sou diferente: eu sei que sou diferente. Isto é arte. [...]

O Sporting é um grande clube, que tem todas as condições para avançar desportivamente, naquilo a que sempre habituou os adeptos a fazer.»
(Jorge Jesus, entrevista à SportingTV, in site oficial Sportrting)

Diz a Leonor Pinhoa, sim aquela que era filha do saudoso Carlos Pinhão e usa um balde de brilhantina no cabelo de cada vez que se penteia, diz ela, dizia eu, que "este mercado de Verão anda a fazer o bem a muita gente. E o mal a muita gente também. Compreende-se, há coisas que enervam"!... (LINK)

Claro que todos compreendemos que haverá coisas que enervam. Por exemplo esta inclusão de Jorge Jesus no "top ten" dos treinadores a nível mundial, deve ter enervado muito a Pinhoa, mai-los 14 milhões que adoram olhar para o tecido e cor do capote e ainda os responsáveis pela eleição do melhor treinador da nossa Liga, atirado para quase três dezenas de lugares abaixo de Jorge Jesus, segundo os peritos da "Fourfourtwo"...

E os nervos que a "arte" de Jorge Jesus deve ter causado a toda essa gente?!...

Leoninamente,
Até à próxima

1 comentário:

  1. É compreensível o nervosismo que (parece) ir alastrando pelo galinheiro.
    Não há muitos meses atrás, gritavam e escreviam que JJ pouco mérito tinha tido nas vitórias do estado lampiónico, que não passava de um treinador mediano e que o grande mérito pertencia, isso sim, à "organização", ao "sistema" do assolbê, iluminado pela palavra e pela lamparina do grande líder do estado lampiónico.
    Ora, como JJ subiu de 15º para 10º lugar no ranking FourFourTwo e o Sporting, em boa verdade, nada ganhou, resta pensar que a qualidade do treinador está para além das conquistas das equipas por si treinadas.
    Azar da pinhoa, pinhona, o que seja e, muito em especial, do sr doutor (o homem é doutor, respect!) Rui gosma da Silva e de um tal Hugo Gil, aka, Pinóquio Gil, tal a quantidade de erros e asneiras que debita por programa.

    Felizmente que JJ se sente motivado a melhorar enquanto treinador e a aumentar, se possível o seu contributo para a melhoria da arte da ciência do futebol.

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE