sábado, 23 de julho de 2016

Robin Van Persie: o impossível não existe!...



Haverá mais do que um motivo que terá levado a generalidade e a "generosidade" dos pasquins desportivos cá da praça a apresentarem Robin Van Persie como solução que eventualmente poderia interessar ao Sporting. A actual conjuntura política e social que se vai vivendo na Turquia, a insatisfação do jogador em função dos reportados desentendimentos com Vitor Pereira, traduzidos ou consequência do questionável rendimento que tem evidenciado e os custos de uma hipotética transferência que talvez estivessem ao alcance da bolsa de Alvalade.

Acontece que se considerarmos que o elevadíssimo salário auferido por Van Persie no Fenerbahçe está absolutamente fora do alcance do Sporting e tomarmos em conta que nunca haverá melhor medalha para o jornal que hoje o exibe na sua capa, que a revelação aos seus milhões de leitores vermelhos de que a operação não terá passado de mais uma louca visão do presidente e treinador leoninos, talvez compreendamos a verdadeira razão de todo o afã dos jornaleiros da Travessa da Queimada e dos seus homólogos para lá do Douro.

Todavia e aqui entre nós sportinguistas, quer-me parecer que nem será tão louca assim a visão de BdC e JJ, nem me admiraria nada se um dia destes esses pasquins tivessem de engolir o "sapo vivo" que seria a notícia da contratação do poderoso avançado holandês pelo Sporting, pesem embora os 32 anos que já apresenta no bilhete de identidade. E as contas parecem-me bem fáceis de colocar em equação, se os responsáveis leoninos abandonarem a inércia que parecem evidenciar no tratamente do "affaire" Teo Gutiérrez: há ocasiões em que com uma só cajadada se matam dois coelhos de uma vez!...

Quer-me parecer que nem a última proposta do Rosário Central andará assim tão longe daquilo que será preciso para convencer os turcos do Fenerbahçe a libertarem o jogador, nem o milionário salário auferido pelo "barrabás" colombiano andará assim tão distante daquilo que será necessário para captar Robin Van Persie para o projecto leonino.

De Peter Schmeichel os pasquins disseram o mesmo! Mas chegou, viu e venceu! E regressou à sua Dinamarca com a faixa de campeão!...


O impossível não existe!...

Leoninamente,
Até à próxima

2 comentários:

  1. Já está acabado. Pode vir á vontade que não vai fazer nada. Ele foi passar a reforma milionária para a Turquia, duvida que baixe o salário, mas se baixar não vai causar problemas.

    ResponderEliminar
  2. Pelo menos desta...estamos livres que o "porco" vá a correr contratá-lo e os "pasquins" digam de seguida...

    O Sporting..."foi ultrapassado" mais uma vez pelos azuis...!

    SL

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE