quarta-feira, 13 de julho de 2016

Merzo precisa que o ensinem a construir casas!...















Dizem que este pascácio, um famoso DJ lá na terra dos "franciús", terá publicado na sua página do Facebook, a "elegante" mensagem acima apresentada, que reflectirá a quantidade de "merde de poulet" que terá em vez de neurónios (LINK).

Dizem também que já terá apagado a referida mensagem e posteriormente eliminado até a própria página naquela rede social, tal a chuva de declarações emocionadas de amor que terá recebido de emigrantes e luso descendentes radicados em França. 

Mas como começam a aproximar-se os festivais de Verão que de Norte  a Sul de Portugal animarão esta terra de gente que "só presta para fazer casas", por aqui ficam "as trombas" do pascácio, para que os nossos produtores não se esqueçam de o contratar como animador das nossas noites quentes de Verão!...

Os nossos emigrantes de férias iriam adorar ensiná-lo a construir cada casa mai'linda!...

Leoninamente,
Até à próxima

5 comentários:

  1. Precisava é que lhe ensinassem a construir uma piscina para tomar um banho de humildade.
    SL
    Basco "O Leão"

    ResponderEliminar
  2. Não é nada má a ideia... mas estou em crer que o novel DJ tem a agenda tão preenchida, mas tão preenchida, que nem para uma rapidinha, cá em Portugal, ele arranjará tempo!

    ResponderEliminar
  3. A azia dos franciús nunca mais acaba, mas amigo Álamo, será que já esqueceram o famoso golo de Tierry Henry marcado com a mão, que salvo erro atirou a Irlanda para fora de uma final? Tão ridiculos que não se apercebem da triste figura que fazem....

    SL

    ResponderEliminar
  4. Caro Alamo olhe nem todos francius ficarom com azia muitos me derom os parabens SL fernando alves

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Respondo em particular ao caro Fernando Alves, pela simples e óbvia razão de o imaginar a ganhar a vida na terra dos "franciús", motivo que me exige que lhe envie um forte e leonino abraço de homenagem. Quanto ao facto que refere de nem todos terem ficado com azia, claro que em todos os países do mundo há gente boa, séria, honesta, íntegra e sem os complexos de superioridade que atribuo àqueles a quem chamo de "franciús". Gente a quem todos teremos obrigação de chamar franceses e que nos merecerão sempre profundo respeito e admiração.

      Se o caro Fernando Alves me permitir, faço uma comparação entre as pessoas de nacionalidade francesa e os adeptos do Benfica. Também entre estes eu faço um distinção muito clara: uns, os benfiquistas, merecem-me profundo respeito; outros, os "benfas" ou "lampiões", são a escória dos adeptos do futebol e apenas me merecem desprezo!...

      Com um grande abraço, fortes Saudações Leoninas

      Eliminar

PUBLICIDADE